Contabil Gestao Financeira

  • View
    9.425

  • Download
    3

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Text of Contabil Gestao Financeira

  • 1. GESTO FINANCEIRA Quando temos problemas de sade procuramos um mdico, sendo ele cl- nico geral ou especialista, conforme o caso. Normalmente, selecionamos um mdico bastante conhecido e com boas referncias quanto a sua capacidade profissional. Ao chegarmos ao consultrio, o primeiro passo expor para o mdico os sintomas da doena que nos atinge. Em seguida, esse mdico ir fazer uma srie de perguntas, tais como: idade, hbitos alimentares, se voc pratica algum tipo de esporte, aspectos relaciona- dos com a profisso, convivncia familiar, etc. Em alguns casos, necessrio efetuarmos alguns exames laboratoriais, que certamente iro ajudar o mdico a diagnosticar a causa da doena em questo. Depois de realizar o diagnstico, o mdico recomenda um tratamento para solucionar os problemas de sade apresentados. No resta dvida de que a deciso de aceitar ou no o tratamento sugeri- do pelo mdico por nossa conta. Aps algum tempo retornamos ao mdico para que o mesmo possa avaliar se o tratamento recomendado est surtindo os resultados esperados. E, finalmente se o tratamento foi adequado, ficare- mos curados e felizes por termos solucionado a doena que estava nos preju- dicando. No campo empresarial a situao quase idntica, voc sabia? Quan- do uma empresa est sentindo algum tipo de dificuldade, ou, ento, est com alguma doena empresarial, procura ajuda de um profissional, nor- malmente um consultor ou um profissional qualificado que possa ajud- la a solucionar esses problemas. Esses profissionais, so selecionados normalmente por intermdio de boas referncias e experincias na resoluo de problemas empresariais. 1
  • 2. No primeiro contato, o gestor da empresa expe o problema e o consul- tor, por meio de tcnicas e procedimentos adequados, avalia a situao apre- sentada, efetua um diagnstico e prope um plano de ao visando solucio- nar os problemas empresariais apresentados. A deciso do gestor da empresa de aceitar ou no o plano de ao proposto. Caso concorde, o passo seguinte a implantao do plano de ao e avaliao dos resultados. O caso da loja de confeco da dona Marieta da Modda Dona Marieta da Modda, proprietria da loja de confeco Marieta Fashion, tem observado nos ltimos meses que sua empresa no tem apresentado resul- tados satisfatrios, ou seja, sua conta corrente no banco est negativa, e, em alguns casos, no est conseguindo pagar os seus fornecedores em dia. Depois de consultar alguns amigos e familiares, resolveu buscar ajuda com um Consultor Financeiro, Sr. Tobias. Bom dia, sr. Tobias! Bom dia, dona Marieta! Tudo bem? Como andam os negcios? Eu no sei o que est realmente acontecendo com as finanas da minha loja. Estou usando o limite do cheque especial, e ainda encontro dificuldade para liquidar algumas contas. Dona Marieta, gostaria de saber mais sobre a sua empresa... Tenho uma loja no centro da cidade, onde vendo moda feminina. A minha empresa j tem trs anos de funcionamento. Sabe de uma coisa, sr. Tobias! Durante dois anos e meio aproximadamente, os negcios estavam caminhando bem. Consegui nesse perodo ampliar os meus negcios. Nesse tempo aumentei os meus estoques de mercadorias, reformei totalmente o prdio da loja e estava tendo uma retirada mensal equivalente a dez sal- rios mnimos. Acontece que, nos ltimos seis meses, a situao financeira da loja comeou a ficar complicada. Gostaria que a senhora me fornecesse algumas informaes financei- ras da sua empresa. Preciso saber qual o seu faturamento mdio, o mon- tante das despesas mensais da loja, o valor das suas compras mensais e a sua margem de lucro. E dona Marieta explicou: 2
  • 3. No ano passado, as vendas mdias da minha loja eram de R$ 18.000,00 por ms. Atualmente est faturando R$ 12.000,00 por ms, as despesas da loja so de R$ 4.000,00, a minha retirada mensal de R$ 2.000,00, as compras que eu fao ultimamente tm sido no valor de R$ 8.500,00 por ms e a margem de lucro de 60%. Pelas contas que fiz teria que sobrar um lucro lquido de R$ 1.200,00 por ms. Mas acontece que estou com a conta bancria negativa, tenho atrasado o pagamento de alguns fornecedores... Estou bastante preocupada com a situao da empresa. Precisamos refazer alguns clculos e analisar a situao econmica e financeira da sua empresa, dona Marieta! Normalmente, quando uma empresa est sem caixa para pagar seus compromissos, provavelmente est tendo prejuzos. Mas, para termos certeza da real situao da em- presa, necessrio coletar outras informaes, analisar todos os dados disponveis e, em seguida, diagnosticar a situao financeira da empre- sa. Est bem assim, dona Marieta? E, dona Marietta, bastante pen- sativa, desabafou: Sr. Tobias, eu s tenho a mi- nha loja como fonte de renda e gosto muito do que fao. Dese- jo muito salv-la dessa situao complicada e difcil. Portanto, o sr. faa o que for preciso, que da minha parte prometo seguir as orientaes sugeridas. Depois de efetuar alguns cl- culos por meio das informaes fornecidas pela dona Marieta, o sr. Tobias quis mais informaes sobre a margem de lucro da loja. Sr. Tobias, o clculo que eu fao para calcular o preo de venda e determinar o lucro bruto da minha empresa o seguinte. Uma pea que compro a R$ 10,00, por exemplo, aplico 60% e vendo a mesma pea a R$ 16,00. Esse clculo feito com a maioria dos produtos comercializados. Se estou vendendo R$ 12.000,00 por ms, o meu lucro bruto mensal de R$ 7.200,00 (60% de R$ 12.000,00), dedu- zindo as despesas da loja de R$ 4.000,00, mais as minhas despesas pessoais de R$ 2.000,00 sobram $1.200,00 de lucro lquido. Mas, infelizmente, no sei aonde est indo esse dinheiro! 3
  • 4. Agora sei por que sua loja no tem caixa para pagar os compro- missos em dia... O prejuzo mensal de sua loja, de acordo com os n- meros fornecidos, de R$ 1.500,00. Espantada, dona Marieta falou:. Gostaria de entender como foi que o sr. encontrou esse preju- zo de R$ 1.500,00 por ms. Se isso for verdade, tenho que tomar providncias urgentes. Perfeitamente, dona Marieta! Observe esses clculos: Sua margem de lucro bruta no de 60% e sim de 37,50%. Vou explicar melhor. O produto que custou R$ 10,00 e foi vendido por R$ 16,00 proporcio- nou um lucro bruto de R$ 6,00, que corresponde a 37,50% sobre o preo de venda efetuado. Para facilitar esse clculo, voc pode utilizar uma frmula matemtica bastante simples, que irei demonstrar a seguir: Margem de lucro = preo de venda (-) custo da mercadoria vendida dividido novamente pelo preo de venda e, em seguida, multiplicado por 100. Observe a frmula com os nmeros abaixo. R$ 16,00 (-) R$ 10,00 : R$ 16,00 = 0,3750, multiplicando o resultado encontrado por 100, obteremos a margem de lucro de 37,50%. Sabendo que a margem de lucro de 37,50%, aplicando esse ndice no faturamento da empresa, que de R$ 12.000,00, iremos encontrar o valor correspondente ao lucro bruto da empresa, que de R$ 4.500,00. O valor das despesas totais da loja de R$ 6.000,00, resultando assim um prejuzo de R$ 1.500,00. Portanto, se a empresa est tendo prejuzo, ela no consegue gerar caixa para honrar seus compromissos em dia. A causa do prejuzo foi a queda nas vendas, o que representou um aumento relativo das despesas. Quando as vendas eram de R$ 18.000,00, a despesa total de R$ 6.000,00 representava 33% das vendas, agora essa mesma despesa representa 50% das vendas atuais. Para a empresa voltar a dar lucro, necessrio que o volume das ven- das seja suficiente para cobrir todas as despesas. A estratgia nesse caso seria: aumentar o volume de vendas e/ou diminuir as despesas. Outro aspecto relevante que est ocasionando a falta de liquidez (cai- xa) o excesso de compras em relao ao volume de vendas atuais. O 4
  • 5. volume de compras em funo das vendas atuais deveria ser em torno de R$ 7.500,00, no entanto as compras atuais da loja so de R$ 8.500,00, gerando um excesso de R$ 1.000,00. Recomendamos alguns procedimentos e controles financeiros, para possibilitar a adequada gesto financeira da sua empresa, dona Marieta. Portanto, dona Marieta e o leitor esto convidados a acompanhar nossas orientaes com o objetivo de melhorar a Gesto Financeira de uma atividade comercial de pequeno porte. Proposta de uma Gesto Financeira para uma atividade comercial de pequeno porte Para uma empresa sobreviver e manter-se num mercado cada vez mais com- petitivo torna-se necessrio que o empresrio tome suas decises apoiadas em informaes precisas e atualizadas. Evidentemente que nesse trabalho estamos enfocando a rea financeira, no entanto, as outras reas da empresa merecem toda a ateno por parte do empresrio. Para gerenciar com eficincia a rea financeira de qualquer empresa torna- se necessrio implantar alguns relatrios gerenciais, como alguns indicadores de desempenho para que se faa o acompanhamento peridico da sua performance. Os principais relatrios gerenciais da rea financeira so os seguintes: Controle das Vendas Realizadas Apurao dos Resultados da Empresa Controle de Caixa do Movimento Realizado Fluxo de Caixa Balano Gerencial E os principais indicadores fi