Segunda chance?

  • Published on
    06-Aug-2015

  • View
    323

  • Download
    1

Embed Size (px)

Transcript

<ol><li> 1. O Pai No Desiste </li><li> 2. Havia um homem muito rico que possua muitos bens, uma grande fazenda, muito gado, vrios empregados, e um nico filho, seu herdeiro. </li><li> 3. O que ele mais gostava era fazer festas, estar com seus amigos e ser bajulado por eles. Seu pai sempre o advertia que seus amigos s estariam ao seu lado enquanto ele tivesse o que lhes oferecer; depois, o abandonariam. </li><li> 4. Um dia, o velho pai, j avanado em idade, disse aos seus empregados para construrem um pequeno celeiro. Dentro dele, o prprio pai fez uma forca e, junto a ela, uma placa com os dizeres: </li><li> 5. PARA VOC NUNCA MAIS DESPREZAR AS PALAVRAS DE TEU PAI. </li><li> 6. Mais tarde, chamou o filho e o levou at o celeiro e lhe disse: Meu filho, eu j estou velho e, quando eu partir, voc tomar conta de tudo o que meu... E eu sei qual ser o teu futuro. Voc vai deixar a fazenda nas mos dos empregados e ir gastar todo o dinheiro com os teus amigos. Vender todos os bens para se sustentar e, quando no tiver mais nada, teus amigos se afastaro de voc. S ento voc se arrepender amargamente de no me ter dado ouvidos. Foi por isso que constru esta forca. </li><li> 7. Ela para voc ! Quero que voc me prometa que, se acontecer o que eu disse, voc se enforcar nela. O jovem riu, achou um absurdo, mas, para no contrariar o pai, prometeu, pensando que isso jamais pudesse acontecer. </li><li> 8. O tempo passou, o pai morreu, e seu filho tomou conta de tudo, mas, assim como seu pai havia previsto, o jovem gastou tudo, vendeu os bens, perdeu os amigos e at a prpria dignidade. </li><li> 9. Desesperado e aflito, comeou a refletir sobre sua vida e viu que havia sido um tolo. Lembrou-se das palavras do seu pai e comeou a dizer: Ah, meu pai... Se eu tivesse ouvido os teus conselhos... Mas agora tarde demais. Pesaroso, o jovem levantou os olhos e avistou o pequeno celeiro. A passos lentos, dirigiu-se at l e entrando, viu a forca e a placa empoeiradas, e ento pensou: </li><li> 10. Eu nunca segui as palavras do meu pai, no pude alegr-lo quando estava vivo, mas, pelo menos desta vez, farei a vontade dele. Vou cumprir minha promessa. No me resta mais nada... Ento, ele subiu nos degraus e colocou a corda no pescoo, e pensou: Ah, se eu tivesse uma nova chance... </li><li> 11. Ento, se jogou do alto dos degraus e, por um instante, sentiu a corda apertar sua garganta... Era o fim. </li><li> 12. Mas o brao da forca era oco e quebrou-se facilmente e o rapaz caiu no cho. Sobre ele caram jias, esmeraldas, prolas, rubis, safiras e brilhantes, muitos brilhantes... A forca estava cheia de pedras preciosas e um bilhete tambm caiu no cho. Nele estava escrito: </li><li> 13. Esta a tua nova chance. Eu te amo muito! Com amor, teu velho e j saudoso pai. </li><li> 14. Deus exatamente assim conosco. Quando nos arrependemos, podemos ir at Ele. Ele sempre nos d uma nova chance. </li><li> 15. Deus ama voc! </li></ol>