Carta Mensal - Dezembro 2014

  • Published on
    07-Apr-2016

  • View
    214

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Carta Mensal do Rotaract e Interact Distrito 1960 de Rotary International em Portugal.

Transcript

  • P. 1

    PRESIDENTE RI

    Gary C.K. Huang GOVERNADOR D1960

    Antnio Mendes

    ROTARACT D1960

    Lus Rodrigues INTERACT D1960

    Catarina Roque

    www.rotaractd1960.pt rotaract1960 Interact.Distrito1960

    N6 Dezembro 2014 | AR 2014 2015

  • P. 2

    REPRESENTADORIA ROTARACT D1960 Lus Filipe Martins Rodrigues Av. Pedro lvares Cabral, 9 6000-085 Castelo Branco

    TLM 963 806 589 representadoria@rotaract1960.org

    REPRESENTADORIA INTERACT D1960 Catarina de Ftima Fernandes Roque

    Rua da Cancelinha, 3 - 1 Dto 6000-324 Castelo Branco

    TLM 963 968 467 itc.representadoria@rotaract1960.org

    EDITORES Lus Rodrigues Catarina Roque

    COLABORAO EDITORIAL

    Ana Antunes Ins Faustino

    Ricardo Madeira Filipe Varinio

    NDICE

    Mensagem do Presidente de RI

    Gary Huang

    Mensagem do Governador - D1960

    Antnio Mendes

    Mensagem do Representante Rotaract - D1960

    Lus Rodrigues

    Mensagem da Representante Interact - D1960

    Catarina Roque

    Notcias da Representadoria

    Notcias dos Rotaract Clubes D1960

    Notcias dos Interact Clubes D1960

    Agenda dos Representantes

    3

    5

    7

    9

    11

    17

    27

    31

  • P. 3

    S e voc olhar para o calendrio do Rotary, rapidamente ver onde se encontram as prioridades da nossa organizao. O ano rotrio comea em julho. Logo em agosto co-memoramos o Ms do Desenvolvimento do Quadro Associativo e Expanso; setembro dedicado s novas geraes, outubro, aos Servios Prossionais e assim por diante. Ca-da ms voltando a um tpico rotrio rele-vante.

    Esta uma excelente prtica, pois faz-nos dis-cutir assuntos que podem ser esquecidos du-rante um ano rotrio em que estivermos mui-to ocupados. Cada tpico do nosso calend-rio de companheirismo nossa Fundao importante, pois cada um ajuda a diferenci-ar a nossa organizao das outras e motivam-nos a ser rotrios.

    Dezembro Ms da Famlia Rotria. Durante todos os meus anos na nossa organizao, vejo a importncia da famlia para o Rotary e do Rotary para a famlia.

    A minha esposa, Corinna, decidiu associar-se ao Rotary h poucos meses, depois de muitos anos como cnjuge de rotrio. Os nossos trs lhos tambm so rotrios e cada um deles associou-se a um clube diferente. Eles encon-traram os seus prprios caminhos na nossa

    organizao e ns sentimo-nos abenoados por ter tantos membros da nossa famlia en-volvidos nos servios rotrios.

    A nossa organizao d-nos a oportunidade de fazer o bem e de compartilhar as nossas experincias uns com os outros. No h falta de assuntos interessantes sobre os quais po-demos conversar quando nos reunimos, pois cada um presta um servio humanitrio dife-rente e h sempre algo novo para aprender-mos.

    As nossas conversas tambm ajudam a ensi-nar os nossos lhos sobre o que realmente importante na vida. Eles ouvem sobre como a vida diferente em outras partes do mundo e aprendem que temos a obrigao de ajudar o prximo sempre que possvel. No consigo pensar em melhor lio para a nossa famlia do que aprender sobre os servios rotrios.

    Espero que, neste ano, vocs incentivem os membros da sua famlia a se juntarem a ns no Rotary, Rotaract ou Interact. Trazer a sua famlia ao Rotary Faz o Rotary Brilhar e ilumina a sua vida tambm.

    Gary C.K. Huang Presidente, Rotary International

    mensagem Presidente de RI

    GARY C.K. HUANG

  • P. 4

  • P. 5

    PARE. ESCUTE. OLHE. Da berma do caminho, na solido do campo, est ali o letreiro gritando perigo provvel du-ma passagem descuidosa. Fica-se-nos o eco e bom era que o hbito: PARE, ESCUTE, OLHE.

    Vem a o Natal. Sente-se no ar a sua aproxi-mao. Respira-se. L-se nos rostos que nos cercam. V-se no enfeitar das montras. Nota-se no cantar das escolas. Adivinha-se nas conversas dos pais.

    Vamos ter mais um Natal.

    Os sinos ho-de repicar nas igrejas, os ho-mens ho-de desejar-se boas festas, as fam-lias ho-de reunir-se em tradicionais consoa-das, os pequenitos ho-de pr chamin su-as ambies inocentes.

    E se houver frio? E neve? E missa do galo? E lume na lareira?

    - Havemos de gostar. NS.

    Outros ho de no ter Natal. Ho de ter frio e fome e dor e guerra e morte e a indiferena dos homens. OUTROS. Que moram no nosso planeta, talvez na nossa terra, qui na nossa rua.

    PARE. ESCUTE. OLHE.

    Natal tem que ser Natal. Natal nas nossas al-mas. Natal nos nossos coraes catlicos, protestantes, ateus, coraes.

    Saiba cada um parar na corrida vertiginosa de vida.

    Saiba cada um escutar a voz da sua conscin-cia.

    Saiba cada um olhar sua volta para os ir-mos deste peregrinar.

    E medite. E reze. E ame.

    O que nos sobeja deles. Dos OUTROS. Dos companheiros de jornada.

    Vamos. Este ano tem que acontecer NATAL.

    Antnio Mendes

    Governador Distrital

    mensagem Governador

    ANTNIO MENDES

  • P. 6

    Lus Rodrigues REPRESENTANTE representadoria@rotaract1960.org

    Ana Antunes SECRETARIA secretaria@rotaract1960.org Ctia Tom PROTOCOLO protocolo@rotaract1960.org Diogo Santos TESOURARIA tesouraria@rotaract1960.org Alexandre Santos CONSELHEIRO formacao@rotaract1960.org

    Marta Manita AV. SERVIOS INTERNOS internos@rotaract1960.org Joaquim Freitas AV. SERVIOS INTERNACIONAIS internacionais@rotaract1960.org Ana Raquel AV. SERVIOS PROFISSIONAIS prossionais@rotaract1960.org Joo Casaca AV. SERVIOS COMUNIDADE comunidade@rotaract1960.org Ricardo Madeira COMISSO DE COMUNICAO comunicacao@rotaract1960.org

    Equipa da

    Representadoria Distrital

  • P. 7

    Os momentos mais felizes da minha vida foram

    aqueles, poucos, que pude passar em minha casa,

    com a minha famlia.

    Thomas Jeerson

    D ezembro , por hbito, sinnimo de unio e, Rotary Internacional no poderia dei-xar de passar este ms sem assinalar a unio que reina nesta imensa famlia, que Rotary. Assim, Rotary Internacional dedica o ms de Dezembro Famlia Rotria.

    Passados 6 meses, temos hoje uma grande oportunidade para reectirmos e voltarmos as atenes ao fortalecimento do companhei-rismo e unio dos elementos, enquanto ele-mento capaz de propiciar novas oportunida-des de servir. Para tal, precisamos de (re)unir a nossa Famlia Rotria que, composta no s por Interactistas, Rotaractistas e Rotrios mas, tambm, por ex-participantes de progra-mas da Fundao Rotria, programa de RYLA, participantes de IGE, estudantes de intercm-bio de Jovens, enm, todos aqueles que agre-gam valor s aces que praticamos em Rota-ry.

    Num movimento como o Rotary, fundamen-tal encontrarmo-nos unidos para que possa-mos engrandecer ainda mais o nmero de Homens de Bem dispostos a Servir as comu-nidades em que nos inserimos.

    Alm de dedicar o ms Famlia Rotria, Rota-

    ry Internacional celebra, tambm, a importn-cia que as famlias tm em Rotary. A famlia o elemento que nos motiva e nos d fora pa-ra Servir quem mais precisa. Por vezes negli-genciamos a nossa prpria famlia para lutar por melhores oportunidades para outros. No entanto, no podemos esquecer que ela que, directa ou indirectamente, nos d fora e nimo para lutar por um mundo mais justo. A famlia a chama que aquece o nosso lar. o corao e a alma de uma sociedade. Deve-mos, por tudo isso, cuidar dela. Cuidemos, tambm, a nossa Famlia que Rotary. Lute-mos por mais Homens de Bem dispostos a mudar o mundo. Lutemos por um Rotary mais unido. Lutemos pelo bem-estar da nossa Famlia.

    Nesta poca natalcia aproveito para vos de-sejar as melhores felicidades, e que 2015 tra-ga a todos vs a mudana que desejamos ver no mundo. Boas Festas.

    Lus Rodrigues Representante Distrital de Rotaract

    mensagem Representante Rotaract

    LUS RODRIGUES

  • P. 8

    Catarina Roque REPRESENTANTE itc.representadoria@rotaract1960.org

    Ins Faustino SECRETARIA itc.secretaria@rotaract1960.org Ins Mateus PROTOCOLO itc.protocolo@rotaract1960.org Ana Barros TESOURARIA itc.tesouraria@rotaract1960.org

    Mariana Afonso AV. SERVIOS COMUNIDADE itc.comunidade@rotaract1960.org Joo Vasco AV. SERVIOS INTERNOS itc.internos@rotaract1960.org Adriana Correia AV. SERVIOS INTERNACIONAIS itc.internacionais@rotaract1960.org Mariana Afonso AV. SERVIOS COMUNIDADE itc.comunidade@rotaract1960.org Filipe Varino COMISSO DE COMUNICAO itc.comunicacao@rotaract1960.org

    Equipa da

    Representadoria Distrital

  • P. 9

    C aros Companheiros e Amigos. O ano civil acaba neste ms de Dezembro, tempo apropriado para reexo e para cele-braes repletas de signicado. Um momen-to em que todos camos mais sensibilizados. Tempo para pensar no prximo e fazer com que o dia 5 de Dezembro, proclamado pelas Naes Unidas como o Dia Internacional dos Voluntrios, nos permita valorizar a aco do movimento rotrio. Aco desinteressada, sincera, sem recebermos nada em troca, a no ser a amizade e gratido daqueles a quem fazemos bem.

    Dezembro o ms da Famlia Rotria e por falar em famlia deixo-vos uma histria:

    Havia uma rapariga que desde pequena ti-nha sido ensinada a trabalhar na costura, j a sua me era exmia na arte da costura e tinha sustentado a sua famlia com grande honesti-dade. A rapariga cresceu e casou, com um homem frio, que trabalhava muito. O seu ma-rido costumava cortar nos passeios e almo-os com os lhos e com grande frequncia mudava os planos da famlia, devido a traba-lhos extra. Diversas vezes tinha cortado a pa-lavra da mulher quando esta argumentava sobre problemas do quotidiano. Numa rara

    noite estavam todos em casa e a lha mais nova do casal comeou a discutir com o ir-mo, e o pai ocupado a trabalhar,