Chuvas intensas e concentradas no futuro Inverno aç Projeccoes climaticas).pdf · Chuvas intensas page 1
Chuvas intensas e concentradas no futuro Inverno aç Projeccoes climaticas).pdf · Chuvas intensas page 2

Chuvas intensas e concentradas no futuro Inverno aç Projeccoes climaticas).pdf · Chuvas intensas

Embed Size (px)

Text of Chuvas intensas e concentradas no futuro Inverno aç Projeccoes climaticas).pdf · Chuvas intensas

Voltar a Actualidade 135 Visualizaes | 0 Comentrios Ficheiros Anexados: Nenhum

Verso para imprimirComentar esta notciaAdicionar aos recortes

18|Junho|2004

Bem vindo, Universidade dos Aores-Dep. Ciencias Agrrias

[0] Recortes | Modificar Password | Revalidar Assinatura | Logout

Actualidade

Breves

Capa

Desporto

Opinio

Arquivo

Inqurito

Pesquisa Avanada

Livro de Visitas

DI Frum

Edio em PDF

Ficha Tcnica

cont@ctos DI

Projeces climticas discutidas em Angra

Chuvas intensas e concentradas no futuro Inverno aoriano

Previses recentes do conta de uma concentrao de chuvas nos meses de Inverno nos Aores, o quepoder provocar deslizamentos de terras, devido a momentos de chuva intensa.Os Aores sero, no entanto, a regio do pas com menores alteraes climticas neste sculo,confirmou ao DI Filipe Duarte Santos, coordenador do Projecto SIAM, que estuda as alteraesclimticas em Portugal.A temperatura nos Aores pode subir entre um e dois graus nos prximos 100 anos, prev um estudodivulgado e discutido no workshop sobre climatologia, que decorre at amanh em Angra do Herosmo.Enquanto que em certas regies interior de Portugal continental os aumentos de temperatura so daordem dos cinco graus, para os Aores projecta-se um aumento na ordem de um ou dois graus at aofinal deste sculo, explica o investigador.Os dados foram obtidos no mbito do projecto SIAM, que se estendeu ao arquiplago.As simulaes foram validadas para a Terceira e confirmadas para So Miguel.Ainda no foi avaliado que efeitos que o aumento da temperatura, o aumento das chuvas e a subidado nvel do mar tero nas regies insulares.No primeiro relatrio, os cientistas efectuaram anlises com base numa nica projeco de como asociedade se desenvolver e de que forma isso influenciar o lanamento de dixido de carbono apartir de chamins das indstrias e dos escapes dos automveis.Desta vez, utilizmos mais cenrios, diz Filipe Santos, coordenador do projecto.

Arquitectura do Ramo Grande fascinante e mtica Cientistas querem trabalhar na Regio Escolas da Terceira aquecem nimos da Assembleia Regional

Cdigo de Estrada: acha queo agravamento das multas vaifazer baixar a sinistralidade?

Sim

No

Indiferente

VOTARVer resultados

Impostos para tudo emais o agravamento dasmultas, rapar em todocanto. Nem no tempo da

fassalagem era assim.Ser que j est

O Desvio de S. Carlos

+ Mais

CDIGO DE ESTRADA

Dirio Insular Online | Webmaster: Isabel Silva | Concepo: BAPSI.com | WebMail