Click here to load reader

Cidadania e trabalhadores: Cocheiros e carroceiros Cidadania e trabalhadores: Cocheiros e carroceiros no Rio de Janeiro (1870-1906) Tese apresentada ao Programa de Pós-Graduação

  • View
    4

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Cidadania e trabalhadores: Cocheiros e carroceiros Cidadania e trabalhadores: Cocheiros e...

  • UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE

    INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E FILOSOFIA

    PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA

    DOUTORADO EM HISTÓRIA

    Cidadania e trabalhadores:

    Cocheiros e carroceiros no Rio de Janeiro (1870-1906)

    Paulo Cruz Terra

    Niterói

    2012

  • UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE

    INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E FILOSOFIA

    PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA

    DOUTORADO EM HISTÓRIA

    Paulo Cruz Terra

    Cidadania e trabalhadores:

    Cocheiros e carroceiros no Rio de Janeiro (1870-1906)

    Tese apresentada ao Programa de Pós-

    Graduação em História da Universidade

    Federal Fluminense, sob orientação da Prof.ª

    Dr.ª Gladys Sabina Ribeiro, como requisito

    para obtenção do título de Doutor em História.

    Niterói

    2012

  • T323 Terra, Paulo Cruz.

    Cidadania e trabalhadores: cocheiros e carroceiros no Rio de Janeiro (1870-1906) / Paulo Cruz Terra. – 2012.

    313 f. ; il.

    Orientador: Gladys Sabina Ribeiro. Tese (Doutorado em História) – Universidade Federal Fluminense, Instituto de Ciências Humanas e Filosofia, Departamento de História, 2012.

    Bibliografia: f. 295-313.

    1. História do Rio de Janeiro (RJ). 2. Transporte; aspecto histórico; Rio de Janeiro (RJ). 3. Séculos XIX-XX. 4. Trabalhador. 5. Cidadania. I. Ribeiro, Gladys Sabina. II. Universidade Federal Fluminense. Instituto de Ciências Humanas e Filosofia. III. Título. CDD 388.4098153

    Ficha Catalográfica elaborada pela Biblioteca Central do Gragoatá

  • Banca Examinadora

    _______________________________________________________ Orientadora – Prof.ª Drª. Gladys Sabina Ribeiro

    Universidade Federal Fluminense

    _______________________________________________________ Prof.ª Dr.ª Ismênia de Lima Martins

    Universidade Federal Fluminense

    _______________________________________________________ Prof. Dr. Marcelo Badaró Mattos Universidade Federal Fluminense

    _______________________________________________________ Prof. Dr. Paulo Roberto Ribeiro Fontes

    Fundação Getúlio Vargas

    _______________________________________________________

    Prof. Dr. Sidney Chalhoub Universidade Estadual de Campinas

    _______________________________________________________ Prof.ª Dr.ª Leonardo Affonso de Miranda Pereira (suplente)

    Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

    _______________________________________________________ Prof. Dr. Norberto Osvaldo Ferreras (suplente)

    Universidade Federal Fluminense

  • Para meu avô Zé, que me ensinou a lutar por direitos com suas cartas

    para o governo e o seu engajamento na causa dos idosos.

  • Resumo

    Esta tese tem como objeto as formas de organização e mobilização da categoria

    dos cocheiros e carroceiros no Rio de Janeiro, entre 1870 e 1906. Nesse período, o setor

    de transporte transformou-se substancialmente com a introdução das companhias de

    carris, sendo que estas acarretaram mudanças nas relações de trabalho. Ao investigar os

    cocheiros e carroceiros, analiso o papel dos trabalhadores no processo de formação da

    cidadania no Brasil. Sendo assim, abordo alguns aspectos do exercício e da luta pela

    ampliação dos direitos, como: os requerimentos enviados ao governo municipal ou

    central; as associações, tanto mutualistas quanto sindicais; além de algumas greves

    realizadas pela categoria, que por sinal foi a que mais empreendeu paralisações na

    cidade no referido recorte temporal.

  • Abstract

    The object of this thesis is the transport workers mobilization and organization forms in

    Rio de Janeiro, between 1870 and 1906. In this time period, the streetcar companies

    have changed substantially the transport sector. Those companies had also an impact in

    the work relations. Investigating the specific category of the streetcars workers, I intend

    to analyze the role of workers in the process of citizenship formation in Brazil. Thus, I

    present some aspects of the exercise and the struggles for the enlargement of rights,

    like: the petitions to the municipal and central government; the associations, both

    mutual and unions; besides some of the category strikes, and it´s remarkable that they

    made more strikes than any other workers in this time frame.

  • Agradecimentos

    Escrever os agradecimentos é ter a chance de fazer um balanço dos quatro anos

    dedicados a pesquisa que resulta na presente tese. Por um lado, a tensão me trouxe

    alguns percalços de saúde. Por outro, pude conhecer e contar com o apoio de pessoas

    muito especiais, a quem tenho muito a agradecer e que fazem o saldo ser mais do que

    positivo.

    Em primeiro lugar, quero agradecer a minha orientadora. Ao longo de sete anos

    de ótima convivência, pude contar com o apoio e o carinho de Gladys Sabina Ribeiro.

    Sua orientação foi sempre estimulante e agradeço pela confiança em meu trabalho.

    Foi fundamental para a execução da pesquisa a bolsa concedida pelo CNPq, e

    pude contar ainda com a bolsa CAPES no estágio no exterior.

    Os funcionários da secretaria da pós-graduação em História ajudaram a

    solucionar as várias questões burocráticas. Silvana, em especial, tratou-me com muito

    carinho e torceu por mim. Márcia, do CEO, “quebrou meu galho” mais de uma vez e

    sempre tinha uma palavra amiga. Ao professor Carlos Gabriel Guimarães, agradeço

    pelo apoio fundamental na minha ida a Portugal e por ter me dado boas sugestões de

    pesquisa. A professora Martha Abreu me ajudou em um momento importante, fica aqui

    o meu muito obrigado.

    Pude aprender bastante com os companheiros do Grupo de Pesquisa Mundos de

    Trabalho, da UFF. Agradeço pela discussão atenta de parte do meu trabalho, pelas dicas

    preciosas de leitura e pelas reuniões divertidas. Ao professor Marcelo Badaró Mattos

    fica o meu reconhecimento pela sua imensa generosidade.

    O Marcelo e também os professores Alexandre Fortes e Ismênia Martins, que

    aceitou gentilmente em participar, deram sugestões e críticas fundamentais na banca de

    qualificação. Tenho o enorme prazer de contar com a presença do Marcelo e da Ismênia

    na banca de defesa, além do professores Sidney Chalhoub e Paulo Fontes, todos

    profissionais que admiro muito.

    Os funcionários dos arquivos e das bibliotecas são figuras essenciais na vida de

    um pesquisador. Fica aqui o meu agradecimento aos trabalhadores de todas as

    instituições que frequentei.

    A pesquisa em Portugal não teria sido possível sem o aceite do professor Rui

    Ramos, que me mostrou as possibilidades de pesquisa nos arquivos alfacinhas. Pude

    contar ainda com o auxílio das pesquisadoras Maria Goretti Matias, Heloísa Paulo e

  • Raquel Varela. Camila, Marcelo, Priscila e Yllan foram companheiros de aventuras por

    Lisboa. Em pouco tempo Julia Monnerat Barbosa tornou-se uma grande amiga, pelas

    ruas do Bairro e Baixo Chiado descobrimos muitas afinidades.

    Agradeço também aos vários amigos com quem pude compartilhar a angústia e

    aliviar a tensão. Gabriela me auxiliou na pesquisa e tornou-se uma afilhada, como ela

    gosta de dizer. Aline Pereira foi parceira desde as dúvidas práticas até as crises mais

    existenciais. Renata Moraes foi companheira das tardes de curso e me deu um auxílio na

    reta final. Larissa Corrêa chegou recentemente na minha vida, mas me brindou com sua

    amizade carinhosa e sincera.

    Aos amigos de longa data, também tenho muito a agradecer. Roberta e Mariana

    me receberam em Campinas sempre com um sorriso e muitas histórias, o mesmo posso

    dizer de Mariana Sombrio. Gisela e Lívia abriram não só as portas de suas casas em

    Sampa, mas também me acolheram com muito amor. Pollyanna, mesmo estando longe,

    soube estar presente e continua me apoiando sempre. Bruno, Felipe, Leandro, Mario e

    Nina vibraram com as conquistas e trouxeram alegria para minha vida.

    Cristiane Miyasaka e Lerice Garzoni são parceiras de vida acadêmica desde a

    graduação. As duas leram e comentaram partes do texto, além de copiarem documentos,

    enviarem livros, etc. Cris ainda me ajudou imensamente com aspectos técnicos,

    organizando bancos de dados e tratando imagens. Só posso dizer que aprendo muito

    com vocês duas e que é sempre um prazer compartilhar as delícias e as dores do nosso

    ofício.

    A minha família continua sendo meu porto seguro. Os meus tios foram sempre

    atenciosos com minha saúde. Com açúcar e com afeto, a casa da minha avó Maria cura

    todos os males. Dadade continua cuidando de mim e fazendo as melhores torradas do

    mundo. Maria

Search related