Desafios log­sticos e-commerce - IMAM .Desafios log­sticos no e-commerce cada pedido no com©rcio

  • View
    214

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Desafios log­sticos e-commerce - IMAM .Desafios log­sticos no e-commerce cada pedido no...

  • 36 outubro 2013

    De acordo com o WebSho-

    ppers, relatrio semestral

    realizado pela e-bit, o e-

    -commerce no Brasil dever

    crescer mais de 20% ainda

    este ano, considerando que faturou R$

    12,74 bilhes apenas no primeiro semes-

    tre (24% a mais em relao ao mesmo

    perodo de 2012). O estudo tambm

    constatou que a quantidade de pedidos

    feitos via web aumentou 20%, chegando

    a 35,54 milhes.

    Desafios logsticos no e-commercecada pedido no comrcio eletrnico uma promessa

    J o ndice FIPE/Buscap, mesmo

    constatando uma queda de -4,59% nos

    preos do e-commerce nesse perodo,

    o tquete mdio de quem comprou por

    meio de algum site cresceu nominal-

    mente 4%, se comparado mesma

    poca do ano passado, resultando em

    R$ 359,49.

    Este desenvolvimento causado

    pelos preos dos produtos, comodi-

    dade, facilidade de comparar valores

    rapidamente e maior oferta. Alm disso,

    a logstica parte mais importante do

    processo, j que garante a satisfao do

    cliente ao entregar o produto ntegro

    e no prazo esperado. Entretanto, os

    problemas um dos problemas enfren-

    tados pela logstica so indenizaes

    ocasionadas por avarias ou extravios

    de produtos.

    Alm disso, o e-commerce j conta

    com regras jurdicas, em vigor desde

    maio, por meio do Decreto 7962/2013,

    que regulamenta a Lei 8078/90 (de

    esafios logsticos

    IMAM Consultoria - Tel.: (11) 5575-1400 - Revista LOGSTICA

  • outubro 2013 37

    1990!) sobre a contrao dos servios

    de comrcio eletrnico no Pas. Esta

    Lei determina que as empresas do ramo

    devem fornecer informaes claras a

    respeito do produto, servio e fornece-

    dor, assim como atender prontamente

    o consumidor e respeitar seus direitos.

    Para aprofundar-se sobre o as-

    sunto, bem como conhecer exemplos

    bem sucedidos a Revista LOGSTICA

    acompanhou o 6 Encontro Estado

    PME que reuniu especialistas em So

    Paulo (SP) para discutir os desafios

    do e-commerce no Brasil. Alm disso,

    procurou empresas que atuam em lados

    diferentes do e-commerce: a Netshoes,

    que realiza vendas via site de artigos

    esportivos e a Direct (empresa da Teg-

    ma Gesto Logstica), especialista em

    logstica para e-commerce.

    Os gargalos no brasilO Grupo Estado promoveu, no inicio

    de setembro, o 6 Encontro Estado PME

    no Espao Ita de Cinema Shopping

    Bourbon, no bairro da Pompeia, So Paulo

    (SP). O evento foi dividido em quatro m-

    dulos que trataram de temas importantes,

    dedicando um mdulo para falar sobre

    logstica, tecnologia e seus principais

    gargalos no comrcio eletrnico.

    Hoje, a tecnologia um facilitador

    aos processos de vendas do e-commer-

    ce, j que h, por exemplo, servios

    de hospedagem de lojas virtuais que

    cobram pequenos valores. O verdadeiro

    desafio proporcionado pelos entraves

    logsticos do Brasil que atrapalham o

    cumprimento dos prazos de entrega.

    Para o e-commerce fundamental

    reunir tecnologia e logstica, j que

    esta prestao de servios deve ser

    extremamente simples. A logstica um

    desafio importante, um acordo firmado

    quando o cliente escolhe um produto,

    efetua o pagamento e informado da

    data limite para entrega. No h mais

    fronteiras entre varejo e web. A posio

    estratgica de logstica deve ser forte

    e estar sempre preparada, disse nio

    Garbin, executivo de smarter commerce

    da IBM Brasil.

    O Brasil est bem evoludo no e-

    -commerce pela maturidade, como

    quantidade de lojas, disponibilidade de

    tecnologia. O Mxico, pelo tamanho da

    populao a grande expectativa do

    e-commerce, mas ainda est no nvel

    que estvamos em 2005. Temos op-

    es de entradas muito interessantes e

    cada pedido uma promessa e a logstica parte crucial para satisfazer as expectativas dos clientes

    IMAM Consultoria - Tel.: (11) 5575-1400 - Revista LOGSTICA

  • 38 outubro 2013

    clientes de todos os nveis. O Mxico e a

    Colmbia so mercados interessantes,

    mas tm problemas logsticos bem mais

    srios. L o normal aguardar at 20

    dias por um produto, observou Garbin.

    O executivo continuou explicando

    que a logstica o momento quando o

    sonho se realiza e a eficincia opera-

    cional chave para sobreviver. Hoje o

    mundo est sem fronteiras e as gran-

    des empresas competem com todas as

    pequenas e vrias lojas quebram. Nos

    EUA, o modelo parecido com o do Bra-

    sil, mas l existe oferta compartilhada

    de frete, completou.

    Para Sandra Vaz, vice-presidente

    de vendas para ecossistema e canais da

    SAP, a tecnologia deve servir como meio

    de proporcionar uma boa experincia e

    atrair o cliente que, muitas vezes, visita

    o site uma ou duas vezes, curte o visual,

    navega pelas paginas, mas efetuar a

    compra numa outra oportunidade.

    O cliente precisa ter uma experin-

    cia que vai alm do ato de comprar. Pri-

    meiro devemos cativ-lo com tecnologia

    associada a inovao com lanamentos

    e promoes. Precisa ser eficiente,

    disponibilizar mecanismos para que o

    cliente faa suas compras de acordo

    com seu estilo (boleto, carto), controle

    de BackOffice, logstica (gera custo, por

    isso precisa ser adequado e ter frota

    prpria, se possvel. Lembrando que

    acordo combinado no sai caro) e plane-

    jar a melhor rota (com caminho cheio

    para evitar custos extras), explicou

    Sandra Vaz vice-presidente de vendas

    para Ecossistema e Canais da SAP.

    Vaz comentou, ainda, que h pe-

    quenos operadores logsticos que

    atendem por regio, o que facilita o

    planejamento. O pblico jovem, por

    exemplo, deseja tudo para ontem e pre-

    ferem comprar pela internet. Comece

    pequeno, pense grande, associe-se aos

    grandes, invista tecnologia e contrate

    pessoas extraordinrias.

    A mudana na forma de ver o co-

    mrcio eletrnico tem transformado

    este mercado e os empresrios come-

    am a aplicar inovaes e alternativas

    parar eliminar gargalos logsticos. Para

    isso, importante manter sempre as

    informaes claras na loja virtual e

    no oferecer prazos inviveis para o

    operador logstico.

    A entrega expressa gratuita no

    existe. Nos ltimos meses, este conceito

    acabou no Brasil. Fazer um pagamento

    em 12 vezes sem juros outro mito,

    assim como frete expresso grtis.

    O problema no s a logstica, por

    isso necessrio que haja parcerias

    e discusses entre operadores e vare-

    jistas online. O monstro da logstica

    a experincia do usurio e excelncia

    operacional provada na entrega. A

    Compromisso Estratgia Desafio

    Sempre cumpra o que foi pro-metido ao cliente. Se achar que no conseguir, antecipe-se ao problema e assuma o erro.

    A eficincia operacional apon-tada pelos especialistas como a chave da eficcia do comrcio eletrnico.

    Tecnologia no mais uma bar-reira para entrar no setor. En-tretanto, invista de acordo com o crescimento da empresa.

    logstica reversa cara e se ela estiver

    acontecendo com muita frequncia, sua

    margem vai ficar negativa. Esse um

    ponto de ateno e deve ser evitado,

    explicou Gerson Rolim coordenador

    de comits da Cmara e-Net (Cmara

    Brasileira do Comrcio Eletrnico).

    logstica e e-commerce A Netshoes foi fundada em 2000

    como uma loja fsica em So Paulo e,

    dois anos depois, comeou a trabalhar

    paralelamente no comrcio online.

    A operao cresceu e, em 2007, a

    Netshoes fechou sete lojas fsicas

    para se concentrar no e-commerce,

    uma atitude considerada ousada pelo

    mercado na poca, mas com foco num

    nico objetivo: oferecer a melhor ex-

    perincia de compra da internet. Hoje,

    oferece um portflio com mais de 38

    mil produtos.

    O e-commerce oferece toda a como-

    didade ao consumidor de comprar de

    onde ele quiser, na hora que ele quiser e

    ter na tela do seu computador ou de um

    celular. Por tudo isso, a operao logsti-

    uMa OPeraO lOGstica Para e-cOMMerce

    Fonte da tabela: Estado PME

    IMAM Consultoria - Tel.: (11) 5575-1400 - Revista LOGSTICA

  • ca por trs da loja deve funcionar como

    um relgio, para garantir comodidade e a

    melhor experincia ao consumidor, com

    qualidade de produto e servio.

    A atuao da Direct, empresa que

    faz parte da Tegma Gesto Logstica, no

    e-commerce na distribuio fraciona-

    da de encomendas expressas. A Direct

    atua para os maiores sites de venda

    online do Brasil. A companhia tem um

    portflio de clientes que engloba desde

    varejistas online at operaes dedica-

    das a empresas que criaram seu prprio

    canal de vendas.

    Fazemos a expedio de aproxima-

    damente um milho de pacotes por ms.

    So 88 bases de entregas espalhadas

    pelo pas, atingindo mais de mil cidades,

    com capacidade para atender todas as

    capitais e interior. A companhia faz a

    logstica dos produtos desde a gesto

    do estoque do cliente at a casa do

    consumidor (B2C), contou Gennaro

    Oddone, diretor presidente da Tegma.

    Gennaro Oddone, diretor presidente da Direct: E-commerce um segmento que oferece enormes oportunidades

    A Netshoes realiza entregas em

    todo o Brasil e oferece dive