Ética, Política e Sociedadecm-kls-content.s3.· pensamento da Escolástica e Escola Patrística

  • View
    239

  • Download
    1

Embed Size (px)

Text of Ética, Política e Sociedadecm-kls-content.s3.· pensamento da Escolástica e Escola Patrística

  • TICA

    , POLTIC

    A E SO

    CIED

    AD

    Etica, poltica e sociedade

    KLS

    KLS

  • Sonelise Auxiliadora CizotoDaniela Maria Cartoni

    tica, Poltica e Sociedade

  • Dados Internacionais de Catalogao na Publicao (CIP)

    Cizoto, Sonelise Auxiliadora

    ISBN 978-85-8482-346-8

    1. tica poltica. 2. Cincia poltica. 3. tica social. 4. tica. I. Cartoni, Daniela Maria. II. Ttulo.

    CDD 172

    Daniela Maria Cartoni. Londrina : Editora e DistribuidoraEducacional S.A., 2016. 276 p.

    C565e tica, poltica e sociedade / Sonelise Auxiliadora Cizoto,

    2016 por Editora e Distribuidora Educacional S.A.Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicao poder ser reproduzida ou transmitida de qualquer modo ou por qualquer outro meio, eletrnico ou mecnico, incluindo fotocpia, gravao ou qualquer outro tipo

    de sistema de armazenamento e transmisso de informao, sem prvia autorizao, por escrito, da Editora e Distribuidora Educacional S.A.

    PresidenteRodrigo Galindo

    Vice-Presidente Acadmico de GraduaoMrio Ghio Jnior

    Conselho Acadmico Dieter S. S. Paiva

    Camila Cardoso RotellaEmanuel SantanaAlberto S. Santana

    Regina Cludia da Silva FiorinCristiane Lisandra Danna

    Danielly Nunes Andrade No

    PareceristasReinaldo Barros CiconeJuliana Daros Carneiro

    EditoraoEmanuel Santana

    Cristiane Lisandra DannaAndr Augusto de Andrade Ramos

    Daniel Roggeri RosaAdilson Braga FontesDiogo Ribeiro Garcia

    eGTB Editora

    2016Editora e Distribuidora Educacional S.A.

    Avenida Paris, 675 Parque Residencial Joo PizaCEP: 86041-100 Londrina PR

    e-mail: editora.educacional@kroton.com.brHomepage: http://www.kroton.com.br/

  • Unidade 1 | A formao do pensamento ocidental

    Seo 1.1 - Mito e pensamento no perodo pr-socrtico

    Seo 1.2 - Pensamento socrtico e lgica aristotlica

    Seo 1.3 - Tipos de conhecimento: filosfico

    Seo 1.4 - A razo no centro do conhecimento: Iluminismo,

    Racionalismo e Empirismo

    Sumrio

    7

    11

    25

    39

    51

    Unidade 2 | Formao da Moral Ocidental

    Seo 2.1 - Origens da Moral Ocidental

    Seo 2.2 - A Ideia do Dever

    Seo 2.3 - Individualidade e Subjetividade

    Seo 2.4 - A Moral na Modernidade

    65

    69

    85

    101

    117

    Unidade 3 | A poltica e a evoluo das concepes de mundo

    Seo 3.1 - Origem e finalidade da vida poltica

    Seo 3.2 - Plato, Aristteles e o homem poltico

    Seo 3.3 - O direito divino de governar e o realismo poltico

    Seo 3.4 - O Iluminismo e a poltica no sc. XIX

    135

    139

    153

    167

    183

    Unidade 4 | A disputa contempornea entre as concepes de mundo

    Seo 4.1 - A consolidao do estado liberal no sculo XIX

    Seo 4.2 - O socialismo e a crtica ao modelo capitalista

    Seo 4.3 - A socialdemocracia e o estado de bem-estar social

    Seo 4.4 - O neoliberalismo e suas manifestaes no mundo

    contemporneo

    203

    207

    221

    237

    251

  • Palavras do autor

    Quantas vezes voc j ouviu a afirmao que o mundo pequeno? De qual mundo estamos falando quando dizemos isso? Ser que um mundo to amplo, diversificado, plural, pode mesmo ser pequeno? Antigamente, o mundo tambm era pequeno ou ser que mudou de tamanho? Claro que no estamos falando de nenhum encolhimento do planeta, mas sim da nossa percepo de que, agora, o mundo parece menor, mais conhecido, bem mais prximo de ns. Para nossos antepassados era impensvel um mundo assim: agora as viagens so mais rpidas graas ao incrvel avano dos meios de transporte dando a sensao de que as distncias encurtaram, nossas formas de comunicao so em tempo real garantidas por tecnologias que esto ao nosso alcance.

    Temos um paradoxo vista: mesmo um mundo to conectado, to globalizado, aparentemente pequeno, carrega tambm marcas de diferentes culturas, modos de viver, compondo uma vasta riqueza e pluralidade nos grupos sociais. Esse mundo se traduz em muito amplo, variado, mltiplo. E nesse cenrio de um mundo pequeno e imenso ao mesmo tempo, de um mundo conhecido e constantemente novo e surpreendente que nos inserimos e atuamos como sujeitos. nesse cenrio de conflitos, contradies e dvidas que sujeitos, como voc, podem promover transformaes sonhadas e planejadas rumo a uma sociedade mais justa e solidria.

    Enxergar nosso mundo sob a tica da tica e da poltica nos trar ferramentas imprescindveis para entender mais e melhor como nos compomos socialmente, como outros grupos se diferenciam de ns e quo rica pode ser essa relao carregada de diversidades. A disciplina tica, Poltica e Sociedade vai caminhar com voc por questes provocadoras, reflexes instigantes, buscando compreender melhor como chegamos at aqui e quais percursos podemos escolher para atuar como cidados conscientes e transformadores.

    Esse livro composto por quatro unidades. A primeira aborda a evoluo do pensamento ocidental e os principais expoentes do conhecimento. Na segunda unidade, vamos explorar a formao da moral ocidental destacando importantes pensadores que lanaram os fundamentos para nossa construo moral. Com a formao da poltica, tema da terceira unidade, culminaremos nossos estudos sobre a origem e finalidade da vida poltica e a formao do homem poltico. Por fim, na quarta unidade, o tema ser a disputa contempornea entre as concepes de mundo, acerca das diferentes percepes de mundo sob os aspectos filosfico, poltico e econmico.

    Seja bem-vindo a esse novo e instigante desafio!

  • Unidade 1

    A FORMAO DO PENSAMENTO OCIDENTAL

    Para iniciar nossos estudos fundamental que estejam claros os conceitos a serem abordados nesta unidade, os principais pensadores e obras que contriburam na formao do pensamento ocidental.

    Iniciaremos com a reflexo sobre o papel dos mitos para explicar a relao entre o homem e a natureza, que inicialmente era baseada em fbulas e divindades, mas depois foram substitudos pela razo por bases filosficas do estudo do cosmos, em particular por seus expoentes entre os gregos. A partir das teorias sobre o funcionamento do universo iniciadas pelos pr-socrticos, seguiremos com explicaes sobre o pensamento sofista, a maiutica de Scrates e a lgica aristotlica.

    Para discutir como sucedeu o desenvolvimento do pensamento no Ocidente, durante a Idade Mdia, teceremos anlises sobre como foi marcado pela religio. O debate entre f e razo foi protagonista das obras de Santo Agostinho e Toms de Aquino durante a chamada Idade das Trevas. Aps este perodo, com o Renascimento Cultural, abordaremos o papel que a razo assume no centro do conhecimento, a partir das principais ideias do Iluminismo, Racionalismo e Empirismo, com grande impacto para a cincia, arte, poltica e economia.

    Confira as competncias e os objetivos da disciplina:

    Convite ao estudo

  • A formao do pensamento ocidental

    U1

    8

    Competncia por fundamento de rea

    Reconhecer as relaes entre a filosofia, a tica e a poltica.

    Objetivo geral: Compreender os principais autores e conceitos que consolidaram o pensamento ocidental.

    Objetivos especficos:

    Conhecer os precursores do pensamento por meio da compreenso do papel dos mitos e o pensamento do perodo pr-socrtico. Caracterizar o pensamento socrtico e a lgica aristotlica. Compreender a relao entre f e razo, a partir dos representantes da Escolstica e Escola Patrstica. Apresentar a importncia da razo nas escolas do pensamento iluminista, racionalista e empirista.

    Embora este contedo aparente ser muito filosfico e conceitual, h uma relao muito prxima com nossa realidade. Para entender como estas questes podem ser observadas hoje em nosso cotidiano, tanto nas relaes pessoais como profissionais, estudaremos o caso do Milton e seu desafio no trabalho que tem uma relao muito prxima com interpretao da realidade, da sociedade e seus pilares.

    Milton sempre foi um aluno dedicado e, assim que finalizou a graduao em Administrao, foi contratado pela empresa do setor de alimentos em que fez o estgio na rea de marketing. Por seu empenho, em pouco tempo, assumiu um cargo de planejamento de campanhas junto agncia de publicidade contratada.

    Entre os produtos fabricados pela empresa, est a Margarina Plus Vita, que responsvel por boa parte das vendas da empresa e distribuda para pontos de vendas no pas todo. O desafio de Milton a realizao de todo planejamento da campanha, com a definio dos conceitos essenciais relacionados ao produto e pelo repasse das informaes para a agncia que executar as aes de mdia, que inclui propagandas em televiso, anncios em revistas e aes em mdias digitais.

    Em reunio com o diretor da empresa foi solicitado que o apelo seja relacionado frase Caf da manh com a margarina Plus Vita torna os momentos em famlia mais felizes. Para seguir os conceitos da empresa e projetar aes de comunicao e marketing do produto com base nos valores e anseios de seu pblico-alvo, de que forma Milton poder utilizar os conceitos e mtodos presentes na filosofia e escolas do pensamento?

    Para a reflexo necessria superao deste desafio, fique atento organizao dessa Unidade, que apresenta quatro sees que auxiliaro

  • A formao do pensamento ocidental

    U1

    9

    na integrao entre o contedo terico-conceitual dos princpios que constituem o pensamento ocidental. Na primeira seo, sero apresentados os elementos sobre a constituio do pensamento cientfico numa perspectiva histrica identificando as caractersticas da forma cientfica de se construir o conhecimento. A partir da segunda seo sero abordadas as bases do relativismo do pensamento sofista e os pilares da filosofia por meio do pensamento socrtico, racionalismo platnico e lgica aristotlica para formao dos con