Click here to load reader

Literatura - Figuras Linguagem

  • View
    675

  • Download
    2

Embed Size (px)

Text of Literatura - Figuras Linguagem

  • 1. TIPOS DE LINGUAGEM DENOTATIVO: sentido real (dicionrio) Ex: Minha geladeira quebrou. CONOTATIVO: sentido figurado Ex: Minha namorada uma geladeira.

2. FIGURAS DELINGUAGEM 3. ONOMATOPIAIMITAO DE SONSBUMMM 4. Plunct, plact, zumm,No vai a lugar nenhum.. 5. ASSONNCIAREPETIO DE VOGAIS AAAAAA 6. A minha alma t armadaE apontada para a caraDo sossego (sego...)Pois paz sem vozPois paz sem vozNo paz medo, (medo) 7. ALITERAOREPETIO DE CONSOANTESFDP 8. penso que pena que seja poucos penso em pensamentoquem pode me procurar de c de lvale beijinho, beijo, beijocao b da brincadeira, brinquedo, balbuciartin-tirim-tirim (2x) tim-tirimMy love lua da lenda longe me leva l 9. SMILE - COMPARAO 10. TO CERTOQUANTO O CALOR DO FOGOJ NO TENHO ESCOLHAE PARTICIPO DO SEU JOGONo consigo dizer se bom ou mauAssim como o ar me parece vitalOnde quer que eu vo que quer que eu faasem voc no tem graa 11. METFORA 12. AMOR UM LIVRO SEXO ESPORTESEXO ESCOLHA AMOR SORTEAMOR PENSAMENTO, TEOREMAAMOR NOVELA SEXO CINEMASEXO IMAGINAO, FANTASIAAMOR PROSA SEXO POESIA 13. METONMIA SUBSTITUIO 14. POLISSNDETO MUITA CONJUNOE... E...E... E...E... 15. Disseste que se tua vozTivesse fora igual imensa dor que sentesTeu grito acordaria no s a tua casaMas a vizinhana inteiraE h tempos nem os santosTm ao certo a medida da maldadeE h tempos so os jovens que adoecemE h tempos o encanto est ausenteE h ferrugem nos sorrisosE s o acaso estende os braosquem procura abrigo e proteo 16. ASSNDETO SEM CONJUNO 17. EU NO SOU SEU, EU NO SOU DE NINGUMVOC NO MINHA, EU NO TENHO NINGUMNS SOMOS LIVRES INDEPENDENTE F.C.VOC NO MANDA EM MIM, EU NO MANDO EM VOCVOC S FAZ O QUE QUER, EU S FAO O QUE QUERONS SOMOS LIVRES INDEPENDENTE F.C.SE A GENTE TA ASSIM COMENDO CAPIM PORQUE A GENTE QUER, SE NO QUISERNS SOMOS LIVRES INDEPENDENTE F.C. 18. PLEONASMOREITERAO DE IDIAS 19. Todo dia ela faz tudo sempre igualMe sacode s seis horas da manhMe sorri um sorriso pontualE me beija com a boca de hortel 20. ANTTESEAPROXIMAR OPOSTOS 21. Uma noite longapra uma vida curtamas j no me importa,basta poder te ajudarE so tantas marcas que j fazem parteDo que eu sou agoraMas ainda sei me virarEu t na lanterna dos afogadosEu t te esperandov se no vai demorar 22. Luz E SombrasVoz E SilncioRazo, CoraoVoc E EuGelo E FogoMaldio E BelezaDor, CuraNo Tnue Lao Que Envolve Os SonhosEu E VocSob O Fino Vu Que Protege Os SegredosNo Sol Ardente Que Abrasa Os DesejosNa Brisa Suave Que Abranda Os TemoresCaminhamos Juntos, Lado A LadoSomos Opostos Que Se AtraemE Se Um Dia Fomos Dois, Hoje Somos Mais...Somos Um... 23. PARADOXOFUNDIR OPOSTOS 24. MUDARAM AS ESTAESNADA MUDOUMAS EU SEIQUE ALGUMA COISA ACONTECEUESTA TUDO ASSIM TO DIFERENTESE LEMBRA QUANDO A GENTECHEGOU UM DIA A CREDITARQUE TUDO ERA PRA SEMPRESEM SABER QUE O PRA SEMPRESEMPRE ACABA 25. NEOLOGISMOCRIAO DE PALAVRAS 26. O que que eu faoSe voc que eu veneroAinda te amo,meu amor, ainda te queroE ter voc, paixo pra vida inteiraTe carinhar , minha linda sereia... 27. GRADAOSEQNCIA DE IDIAS 28. Setenta (no)Noventa (no)Cento e cinqenta (no)Trezentos (no)Quinhentos (no)Setecentos e noventa (no)Oitocentos (no)Novecentos (no)Uma milha.... 29. IRONIA 30. A soluo pro nosso povo eu vou darNegcio bom assim ningum nunca viuT tudo pronto aqui s vir pegarA soluo alugar o Brasil 31. PROSOPOPIAPERSONIFICAO 32. O vento beija meus cabelosAs ondas lambem minhas pernasO sol abraa o meu corpoMeu corao canta feliz 33. ECOSREPETIO DE PALAVRAS 34. Que vs? Que vs quando me vs?Quando a mentira acabar 35. HIPRBOLEEXAGERO 36. Paixo cruel, desenfreadaTe trago mil rosas roubadas ...Pra desculpar minhas mentirasMinhas mancadasExagerado, jogado aos seus psEu sou mesmo exageradoAdoro um amor inventado 37. EUFEMISMOABRANDAMENTO 38. Ah...deixa essa bonecaFaa-me o favorDeixe isso tudoE vem brincar de amorDe amor, hey, hey, heyDe amor 39. Dez anos passaramE cresceram meus irmosE os anjos levaramminha me pelas mos... 40. HIPRBATOINVERSO SINTTICA 41. Ouviram do Ipiranga as margensplcidas De um povo herico o bradoretumbante As margens plcidas do Ipiranga ouviram o brado retumbante de um povo herico 42. ANFORAMESMO INCIO 43. Quando no tinha nada, eu quisQuando tudo era ausncia, espereiQuando tive frio, tremiQuando tive coragem, liguei 44. PARONOMSIAPALAVRAS PARECIDAS 45. Ando devagar porque j tive pressaE levo esse sorriso porque j choreidemaisHoje me sinto mais forte,mais feliz, quem sabe...S levo a certeza de que muito poucosei,ou nada sei...Conhecer as manhas e as manhsO sabor das massas e das mas preciso amor pra poder pulsar preciso paz para poder sorrir preciso a chuva para florir 46. ELIPSEOMISSO 47. Ela achou meu cabelo engraadoProibida pra mim NO WAY !Disse que nao podia ficar,mas levou a serio o que eu faleiEu vou fazer de tudo que eu puderEu vou roubar essa mulher pra mimEu posso te ligar a qualquer horaMas eu nem sei seu nomeSe nao eu quem vai fazer voce feliz ?Se nao eu quem vai fazer voce feliz ? 48. PERFRASEAPELIDO - lugar 49. CIDADE MARAVILHOSACHEIA DE ENCANTOS MILCIDADE MARAVILHOSACORAO DO MEU BRASIL 50. OUTROSEXEMPLOS 51. Eu sou a luz das estrelasEu sou a cor do luarEu sou as coisas da vidaEu sou o medo de amarEu sou o medo do fracoA fora da imaginaoO blefe do jogadorEu sou, eu fui, eu vou 52. Entre no meu carroNs vamos rodar E seremos passageiros noite E veremos a cidade em traposE veremos o vazio do cuSob os cacos dos subrbios daqui Mas essa noite tudo soa to bem 53. Muda,que quando a gente mudao mundo muda com a gente.A gente muda o mundo na mudana da mente.E quando a mente muda a gente anda pra frente.E quando a gente manda ningum manda na gente.Na mudana de atitude no h mal que no semude nem doena sem cura.Na mudana de postura a gente fica mais seguro,na mudana do presente a gente molda o futuro! 54. Jackie foi nascer numa cabana em Noa NoaSol do Taiti na pele, now boaSeu pai cruzou o mar, duas filhas na canoaCco pra beber e leite de leoaJackie uma menina to bonita que enjoaEnjo de vertigem, viagem de avioHlito de virgem, dois olhos de amndoaVaca, cadela, macaca, gazelaLinda toda, toda linda elaToda beleza se reconhece nelaJackie Tequila coca-cola e guagua, lngua, mingua minha mgoa oh oh yeh 55. EIE,IIIIIIIIIIIIEIEIEIEIEIEEEEE 56. Vamos celebrar nossa justiaganncia e a difamaoVamos celebrar os preconceitosO voto dos analfabetosComemorar a gua podreE todos os impostosQueimadas, mentiras e sequestrosNosso castelo de cartas marcadasO trabalho escravoNosso pequeno universoToda a hipocrisia e toda a afetaoTodo roubo e toda a indiferenaVamos celebrar epidemias: a festa datorcida campeVamos celebrar a fomeNo ter a quem ouvirNo se ter a quem amarVamos alimentar o que maldadeVamos machucar o corao 57. H soldados armados, amados ou noquase todos na rua, indeciso cordo 58. como no sentir calor em CuiabOu como no Arpoador no ver o mar como no morrer de raiva com a polticaIgnorar que a tarde vai vadia e mticaE como ver televiso e no dormirVer um bichano pelo cho e no sorrir como no provar o nectar de um lindo amorDepois que o corao detecta a mais fina flor 59. No alimentoamor por telefoneIsso ilusoNo adianta falar deamor ao telefoneIsso iluso(Tele-fome) 60. E, SO PAULOE, SO PAULOSO PAULO TERRA BOASO PAULO DA GAROA 61. Complicada e perfeitinhavoc me apareceuera tudo que eu queriaestrela da sorteQuando noite ela surgiameu bem voc cresceumeu namoro na folhinhamulher de fases 62. Voc a escada na minha subidaVoc o amor da minha vida o meu abrir de olhos o amanhecerVerdade que me leva a viverVoc a espera na janelaA ave que vem de longe to belaA esperana que arde em calorVoc a traduo do que o amor 63. Teus sinais me confundem da cabeaaos psmas por dentro eu te devoro.Teu olhar no me diz exato quem tu smesmo assim eu te devoro,Te devorariaa qualquer preo porque te ignoro ou te conheoquando chove ou quando faz frio 64. EU NASCI H DEZ MIL ANOS ATRS 65. Ainda h de haver sadaNenhuma idia vale uma vidaQuando no houver esperanaQuando no restar nem ilusoAinda h de haver esperanacada um de ns, algo de umacrianaEnquanto houver sol, enquantohouver solAinda haverEnquanto houver sol, enquantohouver sol 66. CONTROLANDO AMINHA MALUQUEZMISTURADA COMMINHA LUCIDEZ 67. Penso no que faono que fize no que vou fazerHoje o seu retratos me mostra o que eu queroesquecerQuando o sol se for meu amor vouonde voc forQuando o sol se for a luz indicarvoc pra mim 68. Ento j eraEu vou fazer de um jeitoque ela no vai esquecerSe for j eraEu vou fazer de um jeitoque ela no vai esquecerSe for j eraEu vou fazer de um jeitoque ela no vai esquecer