Manuel António Pina - Partida

  • Published on
    27-Dec-2015

  • View
    7

  • Download
    2

Transcript

<p>Manuel Antnio Pina</p> <p>Manuel Antnio Pina</p> <p>PartidaDe sbito extinguiu-se qualquer coisa,</p> <p>soltou-se qualquer pea de uma mquina incompreensvel</p> <p>de que dependia, afinal, a minha vida;</p> <p>tornou-se tudo demasiadamente literal,</p> <p>at eu estar ali, sem compreender;</p> <p>e at eu no compreender parecia</p> <p>algo inteiramente incompreensvel;</p> <p>o mundo, que via pela primeira vez,</p> <p>via-o atravs de uns olhos que no me pertenciam,</p> <p>que no pertenciam, porque eu prprio era</p> <p>um acontecimento incompreensvel acontecendo,</p> <p>algo que me acontecia no sabia a quem;</p> <p>o comboio afastava-se levando-te</p> <p>para fora de mim como algum sonhando,</p> <p>e eu e tudo o que de mim sabia desaparecera</p> <p>e ficara um stio vazio</p> <p>onde as ltimas horas da tarde</p> <p>como aves extenuadas pousavam.</p>

Recommended

View more >