Click here to load reader

O Dia do Juízo

  • View
    223

  • Download
    2

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Quando Iniciará o Dia do Juízo? Quanto Tempo Durará o Dia do Juízo? Como Será o Julgamento no Dia do Juízo? O Que Acontecerá Depois do Dia do Juízo?

Text of O Dia do Juízo

  • O Dia do Juzo

    2

    O DIA DO JUZO

    Edinaldo Nogueira E-mail: [email protected]

    (caso queira fazer alguma refutao por escrito pode enviar para o e-mail)

  • O Dia do Juzo

    3

    Dedicatria

    Dedico este livro a Deus e Pai de nosso

    Senhor Jesus Cristo que me concedeu graa. A Ele

    seja a glria para todo sempre em Cristo Jesus no

    poder do Esprito Santo!

    minha dignssima e amada esposa, Claudete

    Nogueira, por sua compreenso e amor e aos nossos

    filhos Letcia e Renan e a sua esposa Aline.

    Aos meus pais, Paulo e Marleide e meus

    queridos irmos e irms: Edileuza, Ftima, Ednardo,

    Edvaldo, Eduardo e Paula.

    todos os amados irmos em Cristo que

    amam, assim como eu, a escatologia bblica, em

    especial aos amados irmos da congregao Shekin

    da Assembleia de Deus, atualmente supervisionada

    pelo Pb. Cristvo Arago, que me deram o

    privilgio de ministrar sobre O Dia do Juzo na

    Semana Escatolgica no dia 17 de Setembro de 2015.

    A todos os leitores dedico este livro.

  • O Dia do Juzo

    4

    NDICE

    Introduo ....................................................................................... 05

    Quando Iniciar o Dia do Juzo ....................................................... 07

    Quanto Tempo Durar o Dia do Juzo ............................................. 28

    Como Ser o Julgamento no Dia do Juzo......................................... 33

    O Que Acontecer Depois do Dia do Juzo ...................................... 52

  • O Dia do Juzo

    5

    INTRODUO

    Nesse livro escreverei sobre o Dia do Juzo que chamamos de Juzo

    Final, muito embora tal expresso no se encontre nas Escrituras Sagradas,

    mas uma expresso j adotada por todos os cristos e que se refere ao

    mesmo Dia do Juzo.

    Neste livro, possivelmente, irei escrever algumas coisas que pode at

    ser diferente do que a maioria dos cristos tenha lido ou ouvido acerca do

    juzo, e talvez entre em choque com o velho sistema j estabelecido de

    interpretao escatolgica.

    Porm, peo aos meus leitores que no fiquem chateados e nem

    confusos, pois a escatologia assim mesmo, uma doutrina complicada e

    frtil que nos permite uma vasta interpretao. O apstolo Pedro disse

    ...que nenhuma profecia da Escritura de particular interpretao (2 Pe 1.20). Ento ningum, em particular, tem a chave correta de interpretao,

    mas falamos segundo aquilo que entendemos e compreendemos.

    Sabendo que a escatologia uma doutrina em aberto, todos ns

    poderemos est equivocados em nossas interpretaes, e os cristos da

    gerao futura podero ter um entendimento melhor dessa doutrina querida

    e amada.

    At mesmo eu, no momento em que for envelhecendo, mas

    avanando em meus estudos meticulosos da profecia vejo meu

    entendimento se modificando em alguns pontos que ainda no estavam bem

    claros para mim. Por isso que eu escreverei algumas coisas paradoxais com

    meus escritos anteriores, principalmente no que diz respeito as naes no

    Milnio.

    Eu espero que tambm, o meu querido leitor, avance no seu modo de

    entender e interpretar assuntos escatolgicos.

    Edinaldo Nogueira,

    06 de outubro de 2015,

    Fortaleza, CE

  • O Dia do Juzo

    6

    O DIA DO JUZO

    2 Pedro 3.7-14:

    [7] Mas os cus e a terra que agora existem pela mesma palavra se reservam como tesouro, e se guardam para o fogo,

    at o dia do juzo, e da perdio dos homens mpios.

    [8] Mas, amados, no ignoreis uma coisa, que um dia para o

    Senhor como mil anos, e mil anos como um dia. [9] O Senhor

    no retarda a sua promessa, ainda que alguns a tm por tardia;

    mas longnimo para conosco, no querendo que alguns se

    percam, seno que todos venham a arrepender-se. [10] Mas o

    dia do Senhor vir como o ladro de noite; no qual os cus

    passaro com grande estrondo, e os elementos, ardendo,

    se desfaro, e a terra, e as obras que nela h,

    se queimaro.

    [11] Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas

    vos convm ser em santo trato, e piedade, [12] Aguardando, e

    apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os cus,

    em fogo se desfaro, e os elementos, ardendo, se fundiro?

    [13] Mas ns, segundo a sua promessa, aguardamos novos cus

    e nova terra, em que habita a justia. [14] Por isso, amados,

    aguardando estas coisas, procurai que dele sejais achados

    imaculados e irrepreensveis em paz.

  • O Dia do Juzo

    7

    CAPTULO I

    QUANDO INICIAR O DIA DO JUZO

    O Dia do Juzo ter inicio com a vinda do dia do Senhor

    abemos disso por causa das prprias palavras de Pedro

    ao compararmos o versculo 7 com o versculo 10.

    2 Pedro 3.7,10: [7] Mas os cus e a terra que agora existem pela mesma palavra se reservam

    como tesouro, e se guardam para o fogo, at o dia

    do juzo, e da perdio dos homens mpios. [10] Mas o dia do Senhor vir como o ladro de noite;

    no qual os cus passaro com grande estrondo, e os

    elementos, ardendo, se desfaro, e a terra, e as

    obras que nela h, se queimaro.

    Devemos nota que no Dia do Juzo o fogo do Dia do

    Senhor no pulverizar a Terra, mas causar uma grande

    destruio na natureza trazendo runa aos mpios. A terra est

    sendo reservada como tesouro, e no como palha ou madeira, nesse caso o fogo purificar a terra destruindo os mpios e suas

    construes e sistemas. Pedro compara essa destruio ao

    Dilvio dos dias de No onde o justo No e sua famlia

    sobreviveram e a Terra foi purificada com o afogamento dos

    mpios e violentos (2 Pe 3.6,7).

    Portanto, no Dia do Juzo haver uma grande assolao nos

    cus e na terra e que isso ir acontecer no Dia do Senhor. Ento,

    o Dia do Juzo vai iniciar no Dia do Senhor. E o Dia do Senhor

    a vinda de Jesus Cristo.

    O Dia do Senhor a vinda de Jesus.

    hegamos a essa definio por compararmos 2 Pedro

    3.10 com Apocalipse 16.15.

    S

    C

  • O Dia do Juzo

    8

    2 Pedro 3.10: Mas o dia do Senhor vir como o ladro de noite.... Apocalipse 16.15: Eis que venho como ladro. Bem-aventurado aquele que vigia, e guarda as suas

    roupas, para que no ande nu, e no se vejam as

    suas vergonhas.

    Ora se o Dia do Senhor vem como ladro e o Senhor Jesus

    vem como ladro, isto , de surpresa, isso significa que a vinda

    de Jesus e o dia do Senhor so a mesma coisa.

    Mateus 24.29,30 descreve a vinda do Senhor Jesus nesses

    termos...

    E, logo depois da aflio daqueles dias, o sol escurecer, e a lua no dar a sua luz, e as estrelas

    cairo do cu, e as potncias dos cus sero

    abaladas. Ento aparecer no cu o sinal do Filho

    do homem; e todas as tribos da terra se lamentaro,

    e vero o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do

    cu, com poder e grande glria.

    Esse evento visvel, poderoso e glorioso acontecer no dia

    e na hora que ningum sabe, nem os anjos do cu, mas unicamente meu Pai (Mt 24.36), disse Jesus. E o compara ao Dilvio dizendo:

    Mateus 24.38,39: ... at ao dia em que No entrou na arca, e no o perceberam, at que veio o dilvio,

    e os levou a todos, assim ser tambm a vinda do

    Filho do homem.

    Assim como o Dilvio muito embora visvel, mas

    iminente, assim tambm ser a vinda do Senhor Jesus, por isso

    que Cristo compara a Sua vinda com a vinda do ladro a noite.

  • O Dia do Juzo

    9

    Mateus 24.43,44: Mas considerai isto: se o pai de famlia soubesse a que viglia da noite havia de vir o

    ladro, vigiaria e no deixaria minar a sua casa.

    Por isso, estai vs apercebidos tambm; porque o

    Filho do homem h de vir hora em que no

    penseis.

    Semelhantemente, Paulo descrevendo a vinda do Senhor

    onde os santos sero ressuscitados e arrebatados e os mpios

    destrudos de modo iminente a chama de Dia do Senhor e a

    compara como o ladro de noite.

    Porque o mesmo Senhor descer do cu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de

    Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitaro

    primeiro. Depois ns, os que ficarmos vivos,

    seremos arrebatados juntamente com eles nas

    nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim

    estaremos sempre com o Senhor. Mas, irmos,

    acerca dos tempos e das estaes, no necessitais de

    que se vos escreva; Porque vs mesmos sabeis muito

    bem que o dia do Senhor vir como o ladro de

    noite; Pois que, quando disserem: H paz e

    segurana, ento lhes sobrevir repentina

    destruio, como as dores de parto quela que est

    grvida, e de modo nenhum escaparo. (1 Ts 4.16-5.3).

    Portanto, se o Dia do Senhor a vinda de Jesus, e o Juzo

    iniciar exatamente nesse Dia isso significa que o Dia do Juzo

    tem inicio com a vinda de Jesus Cristo.

    O Dia do Juzo tem inicio com a vinda do Senhor Jesus

    uando Cristo voltar, ele j vem trazendo o juzo.

    Vamos ver isso mais claramente na epstola de Judas. Q

  • O Dia do Juzo

    10

    Judas 14,15: ... Eis que vindo o Senhor com milhares de seus santos [anjos]; Para fazer juzo

    contra todos e condenar dentre eles todos os mpios,

    por todas as suas obras de impiedade, que

    impiamente cometeram, e por todas as duras

    palavras que mpios pecadores disseram contra ele.

    E tambm as palavras de Paulo a Timteo no deixa

    dvidas de que o Juzo estabelecido na vinda do Senhor Jesus.

    2 Timteo 4.1: ...Senhor Jesus Cristo, que h de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda....

    Leiamos mais alguns textos que mostra que Jesus Cristo na

    Sua vinda trar o Juzo.

    Ap 22.12: E, eis que cedo venho, e o meu galardo est comigo, para dar a cada um segundo a sua

    obra. Is 40.10: Eis que o Senhor Deus vir com poder e seu brao dominar por ele; eis que o seu galardo

    est com ele, e o seu salrio diante da sua face.

    Nesse Dia da gloriosa vinda do Senhor Jesus Cristo,

    quando ele dar incio o Seu juzo, a Escritura revela que Ele

    vem com poder e muita ira, com furor e grande indignao.

    No Dia da Sua Vinda, Jesus vem com muita ira

    apstolo Joo teve muitas vises maravilhosas no

    livro do Apocalipse, e ele contemplou o Dia do

    Senhor Jesus em vrias facetas e ngulos. E Apocalipse 6.12-17

    descreve uma dessas vises que Joo teve desse Dia de modo

    detalhista.

    O

  • O Dia do Juzo

    11

    Apocalipse 6.12-17: ...eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco

    de cilcio, e a lua tornou-se como sangue; E as

    estrelas do cu caram sobre a terra, como quando a

    figueira lana de si os seus figos verdes, abalada

    por um vento forte. E o cu retirou-se como um livro

    que se enrola; e todos os montes e ilhas foram

    removidos dos seus lugares. E os reis da terra, e os

    grandes, e os ricos, e os tribunos, e os poderosos, e

    todo o servo, e todo o livre, se esconderam nas

    cavernas e nas rochas das montanhas; E diziam aos

    montes e aos rochedos: Ca sobre ns, e escondei-

    nos do rosto daquele que est assentado sobre o

    trono, e da ira do Cordeiro; Porque vindo o

    grande dia da sua ira; e quem poder subsistir?.

    A figura que temos de um cordeiro de um animal manso,

    dcil e mudo, porm, esse nosso Cordeiro, tambm, o Leo da

    Tribo de Jud (Apocalipse 5.5,6). por isso que o nosso

    Cordeiro vem irado e bramando como o Leo.

    Joel 3.15,16: O sol e a lua enegrecero, e as estrelas retiraro o seu resplendor. E o Senhor

    bramar de Sio, e de Jerusalm far ouvir a sua

    voz; e os cus e a terra tremero, mas o Senhor ser

    o refgio do seu povo, e a fortaleza dos filhos de

    Israel.

    Vejamos como os profetas anunciaram o Dia do Senhor

    em que Jesus Cristo voltar com ira.

    Joel 1.15: Ai do dia! Porque o dia do Senhor est perto, e vir como uma assolao do Todo-

    Poderoso. Joel 2.11: ...porque o dia do Senhor grande e mui terrvel, e quem o poder suportar?.

  • O Dia do Juzo

    12

    Malaquias 3.2: Mas quem suportar o dia da sua vinda? E quem subsistir, quando ele aparecer?

    Porque ele ser como o fogo do ourives e como o

    sabo dos lavandeiros.

    O juzo de Deus ter inicio com a ira do Cordeiro, e nesse

    dia os inimigos de Deus sero fulminados com fogo. Sobre a

    manifestao do juzo de Deus como dia da ira, Paulo escreveu

    sobre isso aos irmos de Roma.

    Romanos 2.5: Mas, segundo a tua dureza e teu corao impenitente, entesouras ira para ti no dia

    da ira e da manifestao do juzo de Deus.

    Os inimigos de Deus sero fulminados com fogo

    o que est escrito nas profecias de Isaas quando ele

    fala do mesmo Dia.

    Isaas 66.15,16: Porque, eis que o Senhor vir com fogo; e os seus carros como um torvelinho; para

    tornar a sua ira em furor, e a sua repreenso em

    chamas de fogo. Porque com fogo e com a sua

    espada entrar o Senhor em juzo com toda a

    carne; e os mortos do Senhor sero multiplicados.

    Encontramos semelhantes expresses nos ensinamentos de

    Paulo quando descreve Jesus vindo com fogo, ira e vingana.

    2 Tessalonicenses 1.7,8: ... quando se manifestar o Senhor Jesus desde o cu com os anjos do seu

    poder, como labareda de fogo, tomando vingana

    dos que no conhecem a Deus e dos que no

    obedecem ao evangelho de nosso Senhor Jesus

    Cristo.

  • O Dia do Juzo

    13

    O profeta Isaas diz que o Senhor Jesus vem com seus

    carros, esses carros representam os seus anjos (Sl 68.17) nas

    palavras de Paulo. Isaas ainda afirma que Ele vir com fogo e

    em chamas de fogo, e Paulo confirma ao dizer que ser como

    labaredas de fogo. Isaas viu mais um detalhe, o Senhor trazia

    uma espada.

    Se lermos o modo como Joo descreve a vinda do Senhor

    Jesus, em uma das suas vises no Apocalipse, veremos que est

    se referindo ao mesmo episdio de Isaas e Paulo, e mais vamos

    entender que o Senhor vem com uma espada flamejante e um

    poderoso exrcito de anjos montados em carros de fogo porque

    Ele vir para batalhar na Guerra do Armagedom.

    Primeiro vamos ler o texto que fala dessa Guerra do

    Armagedom, e depois o texto que mostra Jesus Cristo vindo

    nessa ocasio.

    Apocalipse 16.14,16: Porque so espritos de demnios, que fazem prodgios; os quais vo ao

    encontro dos reis da terra e de todo o mundo, para

    os congregar para a batalha, naquele grande dia do

    Deus Todo-Poderoso. E os congregaram no lugar

    que em hebreu se chama Armagedom. Apocalipse 19.11,12,14-17,19,21: E vi o cu aberto, e eis um cavalo branco; e o que estava

    assentado sobre ele chama-se Fiel e Verdadeiro; e

    julga e peleja com justia. E os seus olhos eram

    como chama de fogo... E seguiam-no os exrcitos

    no cu em cavalos brancos, e vestidos de linho fino,

    branco e puro. E da sua boca saa uma aguda

    espada, para ferir com ela as naes; e ele as

    reger com vara de ferro; e ele mesmo o que pisa

    o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-

    Poderoso. E no manto e na sua coxa tem escrito este

    nome: Rei dos reis, e Senhor dos senhores. E vi a

    besta, e os reis da terra, e os seus exrcitos

    reunidos, para fazerem guerra quele que estava

  • O Dia do Juzo

    14

    assentado sobre o cavalo, e ao seu exrcito. E os

    demais foram mortos com a espada que saa da

    boca do que estava assentado sobre o cavalo....

    Ser uma destruio to grande que o sangue dos mortos

    atingir at ao nvel dos freios dos cavalos numa distncia de 300

    quilmetros (Ap 14.19,20).

    Salmos 110.5,6: O Senhor, tua direita, ferir os reis no dia da sua ira. Julgar entre os gentios; tudo

    encher de corpos mortos; ferir os cabeas de

    muitos pases.

    A terra ficar assolada, os cadveres espalhados pelo cho e

    poucos sobreviventes restaro

    profeta Jeremias, em viso, contempla o resultado da

    vinda do Senhor Jesus Cristo, pode-se dizer, que ele

    teve uma viso ps-vinda, quando ele v a situao que ficou o

    planeta Terra por causa do Dia do Senhor.

    Jeremias 4.23-27: Observei a terra, e eis que era sem forma e vazia; tambm os cus, e no tinham a

    sua luz. Observei os montes, e eis que estavam

    tremendo; e todos os outeiros estremeciam.

    Observei, e eis que no havia homem algum; e todas

    as aves do cu tinham fugido. Vi tambm que a

    terra frtil era um deserto; e todas as suas cidades

    estavam derrubadas diante do Senhor, diante do

    furor da sua ira. Porque assim diz o Senhor: Toda

    esta terra ser assolada; de todo, porm, no a

    consumirei.

    Apesar dessa grande destruio no inicio do Dia do Juzo,

    algumas pessoas sobrevivero. Veremos mais sobre esses

    sobreviventes, antes, porm, vamos ver como Jeremias descreve

    O

  • O Dia do Juzo

    15

    mais sobre a situao dos que foram mortos e o estado catico

    que ficar a Terra na vinda do Senhor Jesus.

    Jeremias 25.31-33: Chegar o estrondo at extremidade da terra, porque o Senhor tem contenda

    com as naes, entrar em juzo com toda a carne;

    os mpios entregar espada, diz o Senhor. Assim

    diz o Senhor dos Exrcitos: Eis que o mal passa de

    nao para nao, e grande tormenta se levantar

    dos confins da terra. E sero os mortos do Senhor,

    naquele dia, desde uma extremidade da terra at

    outra; no sero pranteados, nem recolhidos, nem

    sepultados; mas sero por esterco sobre a face da

    terra.

    Jesus, na Sua vinda, pousar os seus ps no Monte das

    Oliveiras, l em Israel, mas o estrondo da Sua vinda em Israel

    chegar at a extremidade da Terra. At o Brasil ser atingido.

    Pois o Senhor tem contenda com as naes, e entrar em juzo

    com todas as pessoas. Jeremias diz que a destruio passar de

    nao para nao, por isso que os mortos do Senhor ficaro

    estendidos sobre o cho desde uma extremidade da terra at

    outra. O profeta Isaas teve a mesma viso.

    Isaas 13.9-12: Eis que vem o dia do Senhor, horrendo, com furor e ira ardente, para pr a terra

    em assolao, e dela destruir os pecadores. E

    visitarei sobre o mundo a maldade, e sobre os

    mpios a sua iniquidade; e farei cessar a arrogncia

    dos atrevidos, e abaterei a soberba dos tiranos.

    Farei que o homem seja mais precioso do que o

    ouro puro, e mais raro do que o ouro fino de Ofir.

    Essa ltima parte do texto significa que haver pessoas

    sobreviventes, mas sero to poucas e difceis de serem

    encontradas que so comparadas ao precioso ouro de Ofir.

  • O Dia do Juzo

    16

    Contudo, haver sobreviventes. Como essas pessoas

    sobrevivero?

    No iminente Dia do Senhor Jesus, ele destruir todos os

    mpios e tambm as naes que subirem contra Jerusalm na

    Guerra do Armagedom.

    Salmos 11.6: Sobre os mpios far chover laos, fogo, enxofre e vento tempestuoso; isto ser a

    poro do seu copo. Salmos 37.20: Mas os mpios perecero, e os inimigos do Senhor sero como a gordura dos

    cordeiros; desaparecero, e em fumaa se

    desfaro. Salmos 101.8: Pela manh destruirei todos os mpios da terra, para desarraigar da cidade do

    Senhor todos os que praticam a iniquidade. Sl 145.20: ... todos os mpios sero destrudos. Pv 2.22: Mas os mpios sero arrancados da terra, e os aleivosos sero dela exterminados.

    Porm, algumas pessoas que no so nem mpia e nem

    santa, essas sobrevivero por invocar o Nome do Senhor.

    At 10.34,35: E, abrindo Pedro a boca, disse: Reconheo por verdade que Deus no faz acepo

    de pessoas; Mas que lhe agradvel aquele que, em

    qualquer nao, o teme e faz o que justo. At 2.20,21: O sol se converter em trevas, E a lua em sangue, Antes de chegar o grande e glorioso dia

    do Senhor; e acontecer que todo aquele que

    invocar o nome do Senhor ser salvo. Sofonias 3.8,9: Portanto esperai-me, diz o Senhor, no dia em que eu me levantar para o despojo;

    porque o meu decreto ajuntar as naes e

    congregar os reinos, para sobre eles derramar a

    minha indignao, e todo o ardor da minha ira;

  • O Dia do Juzo

    17

    porque toda esta terra ser consumida pelo fogo do

    meu zelo. Porque ento darei uma linguagem pura

    aos povos, para que todos invoquem o nome do

    Senhor, para que o sirvam com um mesmo

    consenso. Jl 2.32: E h de ser que todo aquele que invocar o nome do Senhor ser salvo; porque no monte Sio e

    em Jerusalm haver livramento, assim como disse

    o Senhor, e entre os sobreviventes, aqueles que o

    Senhor chamar.

    O Senhor destruir muitas naes reunidas contra o Seu

    povo, mas algumas sero poupadas.

    Zacarias 12.9: E acontecer naquele dia, que procurarei destruir todas as naes que vierem

    contra Jerusalm. Zc 14.16: E acontecer que, todos os que restarem de todas as naes que vieram contra Jerusalm.... Ez 36.23,36: E eu santificarei o meu grande nome... e os gentios sabero que eu sou o Senhor, diz o

    Senhor Deus, quando eu for santificado aos seus

    olhos. Ento sabero os gentios, que tiverem ficado

    ao redor de vs, que eu, o Senhor....

    Por amor dos remanescentes escolhidos de Israel e da

    aliana com os patriarcas uma parte da nao de Israel ser

    poupada.

    Zacarias 13.8,9: E acontecer em toda a terra, diz o Senhor, que as duas partes dela sero extirpadas,

    e expiraro; mas a terceira parte restar nela. E

    farei passar esta terceira parte pelo fogo, e a

    purificarei, como se purifica a prata, e a provarei,

    como se prova o ouro. Ela invocar o meu nome, e

  • O Dia do Juzo

    18

    eu a ouvirei; direi: meu povo; e ela dir: O

    Senhor o meu Deus. Zacarias 14.1,2: Eis que vem o dia do Senhor, em que teus despojos se repartiro no meio de ti.

    Porque eu ajuntarei todas as naes para a peleja

    contra Jerusalm; e a cidade ser tomada, e as

    casas sero saqueadas, e as mulheres foradas; e

    metade da cidade sair para o cativeiro, mas o

    restante do povo no ser extirpado da cidade. Zacarias 12.10,11: Mas sobre a casa de Davi, e sobre os habitantes de Jerusalm, derramarei o

    Esprito de graa e de splicas; e olharo para mim,

    a quem traspassaram; e prante-lo-o sobre ele,

    como quem pranteia pelo filho unignito; e

    choraro amargamente por ele, como se chora

    amargamente pelo primognito. Naquele dia ser

    grande o pranto em Jerusalm, como o pranto de

    Hadade-Rimom no vale de Megido [Armagedom]. Romanos 11.26-29: E assim todo o Israel ser salvo, como est escrito: De Sio vir o Libertador,

    E desviar de Jac as impiedades. E esta ser a

    minha aliana com eles, Quando eu tirar os seus

    pecados. Assim que, quanto ao evangelho, so

    inimigos por causa de vs; mas, quanto eleio,

    amados por causa dos pais. Porque os dons e a

    vocao de Deus so sem arrependimento.

    A Escritura revela que tanto as naes da terra como a

    nao de Israel se lamentaro diante do Senhor Jesus na Sua

    vinda, e o Senhor ter misericrdia de quem Ele quiser ter

    misericrdia.

    Mateus 24.30: ...todas as tribos da terra se lamentaro, e vero o Filho do homem, vindo sobre

    as nuvens do cu, com poder e grande glria.

  • O Dia do Juzo

    19

    Apocalipse 1.7: Eis que vem com as nuvens, e todo o olho o ver, at os mesmos que o traspassaram; e

    todas as tribos da terra se lamentaro sobre ele.... Romanos 9.15,16: ...Compadecer-me-ei de quem me compadecer, e terei misericrdia de quem eu

    tiver misericrdia. Assim, pois, isto no depende do

    que quer, nem do que corre, mas de Deus, que se

    compadece. 2 Timteo 1.18: O Senhor lhe conceda que naquele dia ache misericrdia diante do Senhor.

    Logo no inicio do Dia do Juzo, a Besta e o falso profeta sero

    lanados imediatamente no lago de fogo e Satans ser preso

    no abismo.

    Apocalipse 19.20: E a besta foi presa, e com ela o falso profeta... Estes dois foram lanados vivos no

    lago de fogo que arde com enxofre. Apocalipse 20.2,3: Ele prendeu o drago, a antiga serpente, que o Diabo e Satans, e amarrou-o por

    mil anos. E lanou-o no abismo, e ali o encerrou, e

    ps selo sobre ele...

    cerca do juzo sobre a Besta condenando-a ao lago de

    fogo, o profeta Isaas nos supre de mais detalhes em

    seu livro.

    Isaas 30.30-33: E o Senhor far ouvir a sua voz majestosa e far ver o abaixamento do seu brao,

    com indignao de ira, e labareda de fogo

    consumidor, raios e dilvio e pedras de saraiva.

    Porque com a voz do Senhor ser desfeita em

    pedaos a Assria, que feriu com a vara. E a cada

    pancada do bordo do juzo que o Senhor lhe der,

    haver tamboris e harpas; e com combates de

    agitao combater contra eles. Porque Tofete j h

    A

  • O Dia do Juzo

    20

    muito est preparada; sim, est preparada para o

    rei; ele a fez profunda e larga; a sua pira de fogo,

    e tem muita lenha; o assopro do Senhor como

    torrente de enxofre a acender.

    Falando acerca disso escreveu Paulo: E ento ser revelado o inquo, a quem o Senhor desfar pelo assopro da sua

    boca, e aniquilar pelo esplendor da sua vinda (2 Ts 2.8). A condenao da Besta Anticrist na vinda do Senhor

    Jesus se constitui uma prova de que o juzo estabelecido nessa

    ocasio. Quando o Anticristo estiver no auge do seu poder, o seu

    reino ser destrudo no juzo de Deus. O profeta Daniel deixa

    isso bem claro em suas profecias.

    Daniel 7.25,26: E proferir palavras contra o Altssimo, e destruir os santos do Altssimo... Mas

    o juzo ser estabelecido, e eles tiraro o seu

    domnio, para o destruir e para o desfazer at ao

    fim. Daniel 7.11: Ento estive olhando, por causa da voz das grandes palavras que o chifre proferia;

    estive olhando at que o animal foi morto, e o seu

    corpo desfeito, e entregue para ser queimado pelo

    fogo.

    Devemos notar na profecia de Daniel que o Anticristo

    entregue para ser queimado pelo fogo quando assentou-se o juzo, e abriram-se os livros (v.10) e um ancio de dias se assentou (v.9). E de um modo mais inteirado Daniel disse: Eu olhava, e eis que este chifre fazia guerra contra os santos, e

    prevaleceu contra eles. At que veio o ancio de dias, e fez

    juzo... (Dn 7:21,22). Bem j vimos o que acontecer com a terra, com os

    mpios, com as naes, com a Besta e com Satans na vinda de

    Cristo para estabelecer o Seu Juzo e o Seu Reino. Agora o que

    acontecer com os santos?

  • O Dia do Juzo

    21

    Os santos recebem livramento, e so levados para o cu com

    Jesus Cristo.

    obre esse livramento, falou o profeta Malaquias

    quando descreve sobre o Dia do Senhor.

    Malaquias 4.1-3: Porque eis que aquele dia vem ardendo como fornalha; todos os soberbos, e todos

    os que cometem impiedade, sero como a palha; e o

    dia que est para vir os abrasar, diz o Senhor dos

    Exrcitos, de sorte que lhes no deixar nem raiz

    nem ramo. Mas para vs, os que temeis o meu nome,

    nascer o sol da justia, e salvao trar nas suas

    asas; e saireis e saltareis como bezerros da

    estrebaria. E pisareis os mpios, porque se faro

    cinza debaixo das plantas de vossos ps, naquele

    dia que estou preparando, diz o Senhor dos

    Exrcitos.

    Paulo, tambm, fala desse livramento dos santos no Dia do

    Senhor.

    1 Tessaloninces 1.10: E esperar dos cus a seu Filho, a quem ressuscitou dentre os mortos, a saber,

    Jesus, que nos livra da ira futura.

    Muitos telogos confundem o Dia do Senhor com a grande

    tribulao. Mas as profecias so bem claras em diferenciar a

    grande tribulao do Dia do Senhor. A grande tribulao ser um

    perodo de pragas apocalpticas sobre a terra que ter seu clmax

    na Guerra do Armagedom enquanto que o Dia do Senhor

    acontecer depois da grande tribulao por ocasio da Guerra do

    Armagedom.

    Joel 3:13-15: Lanai a foice, porque j est madura a seara; vinde, descei, porque o lagar est

    S

  • O Dia do Juzo

    22

    cheio, e os vasos dos lagares transbordam, porque a

    sua malcia grande. Multides, multides no vale

    da deciso; porque o dia do Senhor est perto, no

    vale da deciso. O sol e a lua enegrecero, e as

    estrelas retiraro o seu resplendor.

    Conforme as profecias o lagar ser pisado por Jesus Cristo quando multides estiverem reunidas no vale do

    Armagedom, chamado por Joel de vale de Josaf (Jl 3.12) ou

    vale da deciso, e nessa ocasio diz a profecia porque o dia do Senhor est perto, no vale da deciso. Apocalipse chama tambm o Armagedom (vale de Megido) de grande lagar da ira de Deus (Ap 14.19,20), e que o prprio Senhor Jesus, ele mesmo o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus

    Todo-Poderoso (Ap 19.15). Paulo chama essa pisada de Cristo no lagar de ira futura,

    pois de fato o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-Poderoso. Dessa ira futura ou ira do Deus Todo-Poderoso, a Igreja ser livre mediante o arrebatamento na vinda do Senhor.

    Porm, esse arrebatamento ocorrer s depois da grande

    tribulao, pois Jesus Cristo pisar as naes no lagar da ira de

    Deus depois da grande tribulao.

    Mt 24.29-31; Joel 2.31: E, logo depois da [grande tribulao v.21], o sol escurecer, e a lua no dar

    a sua luz [antes que venha o grande e terrvel dia

    do Senhor - Jl 2.31]... e todas as tribos da terra se

    lamentaro, e vero o Filho do homem, vindo sobre

    as nuvens do cu, com poder e grande glria. E ele

    enviar os seus anjos com rijo clamor de trombeta,

    os quais ajuntaro [arrebataro] os seus escolhidos

    desde os quatro ventos, de uma outra extremidade

    dos cus.

    Note que o sol e lua escurecem depois da grande tribulao

    e antes do Dia do Senhor, ento, so dois eventos distintos. A

  • O Dia do Juzo

    23

    Igreja arrebatada no Dia do Senhor, tambm chamado de Dia

    da Ira do Senhor (Sofonias 2.2,3), pois ele vai descarregar a Sua

    ira sobre os mpios, porm, para os santos ou os mansos chamado de Dia da Redeno (Efsios 4.30), pois nesse Dia a

    Igreja resgatada da ira do Cordeiro.

    Lucas 21.28: Ora, quando estas coisas comearem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas

    cabeas, porque a vossa redeno est prxima.

    Enquanto que para os mpios ser o dia de vingana, e

    tero que beber do vinho do furor de Deus, para os remidos ser

    um dia de remisso e salvao.

    Is 63.2-4: Por que est vermelha a tua vestidura, e as tuas roupas como as daquele que pisa no lagar?

    Eu sozinho pisei no lagar, e dos povos ningum

    houve comigo; e os pisei na minha ira, e os

    esmaguei no meu furor; e o seu sangue salpicou as

    minhas vestes, e manchei toda a minha vestidura

    [ver Ap 19.13]. Porque o dia da vingana estava no

    meu corao; e o ano dos meus remidos chegado. Jeremias 25.15: ...Toma da minha mo este copo do vinho do furor, e dars a beber dele a todas as

    naes....

    Enquanto que os mpios bebem do copo do vinho do furor

    (Salmos 75.8; Obadias 16), os resgatados do Senhor subiro a

    Sio celestial cantando.

    Isaas 35.10: E os resgatados do Senhor voltaro; e viro a Sio com jbilo, e alegria eterna haver

    sobre as suas cabeas; gozo e alegria alcanaro, e

    deles fugir a tristeza e o gemido (ver Isaas 51.11). Joel 2.32: ...no monte Sio e em Jerusalm haver livramento, assim como disse o Senhor.

  • O Dia do Juzo

    24

    Obadias 1.21: E subiro salvadores ao monte Sio, para julgarem o monte de Esa; e o reino ser do

    Senhor. Salmos 84.7: Vo indo de fora em fora; cada um deles em Sio aparece perante Deus. Ap 7.9,10,14: ...olhei, e eis aqui uma multido, a qual ningum podia contar, de todas as naes, e

    tribos, e povos, e lnguas, que estavam diante do

    trono, e perante o Cordeiro, trajando vestes brancas

    e com palmas nas suas mos; E clamavam com

    grande voz, dizendo: Salvao ao nosso Deus, que

    est assentado no trono, e ao Cordeiro... Estes so

    os que vieram da grande tribulao, e lavaram as

    suas vestes e as branquearam no sangue do

    Cordeiro.

    Alm desses resgatados de todas as naes gentlicas

    cantando em Sio diante do trono de Deus (Ap 5.9,10; 7.15),

    Joo tambm, v os remanescentes de Israel, isto , os 144 mil

    judeus cristos fiis com o Cordeiro no Monte Sio entoando um

    novo cntico (ver Apocalipse 14.1-5). Joo tambm v um grupo

    especial, os mrtires, diante do trono de Deus, vindicados e

    cantando o cntico de Moiss e do Cordeiro, porque a

    semelhana dos israelitas no xodo, estes tambm receberem

    livramento.

    Apocalipse 15.2: E vi um como mar de vidro misturado com fogo; e tambm os que saram

    vitoriosos da besta... que estavam junto ao mar de

    vidro, e tinham as harpas de Deus. E cantavam o

    cntico de Moiss, servo de Deus, e o cntico do

    Cordeiro....

    Ento, aqueles que temem ao Senhor, que so Seus

    escolhidos, podem ficar seguros, porque nesse Dia eles recebem

    livramento da parte de Deus e entram no cu com o Senhor Jesus.

  • O Dia do Juzo

    25

    Em Apocalipse 7.9-14, Joo v o exato momento quando os

    santos entram no cu. , meus irmos, est tudo escrito!

    Quando Jesus se aproxima das portas do cu, vindo da

    batalha do Armagedom, junto com a Sua igreja amada, ele ouve a

    voz dizendo:

    Levantai, portas, as vossas cabeas; levantai-vos, entradas eternas, e entrar o Rei da Glria. Quem

    este Rei da Glria? O Senhor forte e poderoso, o

    Senhor poderoso na guerra (Salmos 24.7,8).

    Nesse momento, quando Jesus entra no cu com os santos

    e escolhidos, se aproxima do trono de Deus, Ele apresenta a

    Igreja sem mcula, senta no trono da sua glria, empossado Rei

    sobre os reinos do mundo e dar prosseguimento ao juzo.

    Irei citar vrios textos da palavra de Deus mostrando cada

    um desses eventos.

    Daniel 7.9,13,14: ...foram postos uns tronos, e um Ancio de dias se assentou; a sua veste era branca

    como a neve, e o cabelo da sua cabea como a pura

    l; e seu trono era de chamas de fogo, e as suas

    rodas de fogo ardente. ...eis que vinha nas nuvens do

    cu um como o filho do homem; e dirigiu-se ao

    Ancio de dias, e o fizeram chegar at ele. E foi-lhe

    dado o domnio, e a honra, e o reino, para que todos

    os povos, naes e lnguas o servissem; o seu

    domnio um domnio eterno, que no passar, e o

    seu reino tal, que no ser destrudo.

    O texto nos coloca diante do tribunal que julgou a Besta, O

    Filho do Homem, Jesus Cristo, visto retornando para Deus e se

    aproximando do trono de Seu Pai, o Ancio de Dias, e recebendo

    o reino sobre as naes. Nessa ocasio Jesus est com a sua

    Igreja fiel para apresenta-la diante da Sua glria.

  • O Dia do Juzo

    26

    Hebreus 2.10-12: [Jesus trar] muitos filhos glria... por cuja causa no se envergonha de lhes

    chamar irmos, .... Dizendo:.... Eis-me aqui a mim, e

    aos filhos que Deus me deu. Joo 14.3: ...vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vs tambm. Joo 17.24: Pai, aqueles que me deste quero que, onde eu estiver, tambm eles estejam comigo, para

    que vejam a minha glria que me deste. Efsios 5.27: Para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mcula, nem ruga, nem coisa

    semelhante, mas santa e irrepreensvel. Judas 24: Ora, quele que poderoso para vos guardar de tropear, e apresentar-vos

    irrepreensveis, com alegria, perante a sua glria. Salmos 45.9-15: ... tua direita [de Cristo] estava a rainha ornada de finssimo ouro de Ofir... Ento o

    rei se afeioar da tua formosura, pois ele teu

    Senhor; adora-o... A filha do rei toda ilustre l

    dentro; o seu vestido entretecido de ouro. Lev-la-

    o ao rei com vestidos bordados; as virgens que a

    acompanham a traro a ti. Com alegria e regozijo

    as traro; elas entraro no palcio do rei. Ap 19.7,8: Regozijemo-nos, e alegremo-nos, e demos-lhe glria; porque vindas so as bodas do

    Cordeiro, e j a sua esposa se aprontou. E foi-lhe

    dado que se vestisse de linho fino, puro e

    resplandecente; porque o linho fino so as justias

    dos santos. Isaas 49.18: Levanta os teus olhos ao redor, e olha; todos estes que se ajuntam vm a ti; vivo eu,

    diz o Senhor, que de todos estes te vestirs, como de

    um ornamento, e te cingirs deles como noiva.

    Convm fazer algumas observaes aqui, baseadas nesses

    ltimos textos citados. Diante o trono do Pai, o Cordeiro se casa

  • O Dia do Juzo

    27

    com a Igreja. Quando os santos entram na Jerusalm Celestial, a

    cidade adornada para se casar com o Cordeiro. Porm, esse

    ornamento da esposa ocorrer aps a queda da Babilnia (Ap

    19.2,7). A Babilnia vai cair na Guerra do Armagedom! Na sexta

    taa as naes so reunidas para a Guerra do Armagedom (Ap

    16.12-16), e a stima taa, que faz referncia ao sexto selo e a

    stima trombeta, descreve o Dia do Senhor quando Cristo vem

    para estabelecer o Juzo e o tomar posse dos reinos das naes,

    ento ali est escrito: ...se lembrou Deus da grande Babilnia para lhe dar o clice do vinho da indignao da sua ira (Ap 16.19).

    De fato, nessa ocasio que Cristo pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-Poderoso (Ap 19.15), e a Babilnia bebe o clice do vinho da indignao da Sua ira. Quando Cristo acabar de exterminar o exrcito da Besta, destruir

    a Babilnia, lanar o Anticristo no lago de fogo e aprisionar

    Satans, Ele sobe para o cu com os santos vitoriosos. Os santos

    entram na Jerusalm Celestial, e assim a cidade ataviada com a

    justia dos santos, e se casa com o Cordeiro.

    Jesus empossado Rei dos reinos do mundo por Deus Pai!

    E todos tero que se submeter ao Seu domnio.

    Apocalipse 11.15: ...e houve no cu grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de

    nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinar para

    todo o sempre. Salmo 2.6: Eu, porm, ungi o meu Rei sobre o meu santo monte de Sio. Salmo 110.2: O Senhor Deus enviar o cetro da tua fortaleza desde Sio, dizendo: Domina no meio

    dos teus inimigos. Apocalipse 19.15: e ele (o Cristo) reger [as naes] com vara de ferro. Daniel 7.27: ...e todos os domnios o serviro, e lhe obedecero.

  • O Dia do Juzo

    28

    Salmo 2.9: [as naes que no te obedecer] Tu as esmigalhars com uma vara de ferro; tu as

    despedaars como a um vaso de oleiro.

    Empossado Rei, Jesus senta no trono da Sua glria e inicia

    o juzo.

    Daniel 7.10: ...assentou-se o juzo, e abriram-se os livros, [quer dizer, o juzo entrou em sesso, isto , teve inicio].

    Mateus 25.31,32: E quando o Filho do homem vier em sua glria, e todos os santos anjos com ele,

    ento se assentar no trono da sua glria; E todas

    as naes sero reunidas diante dele....

    CAPTULO II

    QUANTO TEMPO DURAR O DIA DO JUZO

    O Dia do Juzo no ser de 24 horas

    At 17.31: [Deus] ...tem determinado um dia em que com justia h de julgar o mundo, por meio do

    homem que destinou; e disso deu certeza a todos,

    ressuscitando-o dentre os mortos.

    uito embora nesse texto Paulo fale de um dia, porm no ser um dia literal de 24 horas. Pois esse

    dia ser um perodo longo para que cada pessoa possa ser

    julgada. Pedro falando do Dia do Juzo diz o seguinte...

    ...um dia para o Senhor como mil anos, e mil anos como um dia(2 Pedro 3.7,8).

    M

  • O Dia do Juzo

    29

    E Judas, em sua epstola, chama o juzo de ...o juzo daquele grande dia (Judas 6).

    O Grande Dia do Juzo ser um perodo de mil anos ou mais

    empo que abrange desde a primeira ressurreio at a

    segunda ressurreio. A primeira ressurreio, que

    as dos santos fiis, ocorrer na vinda do Senhor no inicio dos mil

    anos.

    1 Tessalonicenses 4.16: ...os que morreram em Cristo ressuscitaro primeiro.... 1 Corntios 15.23: [os mortos ressuscitaro] cada um por sua ordem: ... os que so de Cristo, na sua

    vinda. Apocalipse 20.5: Esta a primeira ressurreio. Mas os outros mortos no [ressuscitaro], at que

    os mil anos se [acabem].

    Jesus Cristo ensinou aos seus discpulos que os crentes

    ressuscitaro no ltimo Dia na mesma ocasio em que o

    julgamento ser estabelecido.

    Jo 6.40: ...todo aquele que v o Filho, e cr nele, tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no ltimo

    dia. Jo 6.54: Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no

    ltimo dia. Jo 12.48: Quem me rejeitar a mim, e no receber as minhas palavras, j tem quem o julgue; a palavra

    que tenho pregado, essa o h de julgar no ltimo

    dia.

    T

  • O Dia do Juzo

    30

    Esse ltimo Dia o Dia do Juzo, um perodo de mil anos

    de julgamento, sendo que os fiis ressuscitam no incio do ltimo

    dia e os demais no final.

    O Dia do Juzo ter inicio na vinda de Cristo para implantar

    o reino milenar e estender-se- at ao final do milnio

    eralmente os estudiosos da escatologia se dividem em

    dois grupos: os que acreditam em um milnio literal

    de mil anos e que depois desse milnio ter lugar o juzo final, e

    os que acreditam que o milnio um perodo simblico que

    antecede a vinda de Cristo, pois Jesus j estabelece o juzo final

    na Sua vinda no havendo nenhum tempo literal de mil anos de

    reinado sobre a terra.

    Os que acreditam no milnio literal de mil anos se apegam

    ao texto de Apocalipse 20, e os que acreditam no juzo final na

    vinda de Jesus se apegam a outros textos das Escrituras,

    descartando o milnio. Porm, essas duas interpretaes no

    precisam est em desarmonia e nem os textos em contradies.

    De fato, Jesus Cristo na Sua vinda vem para julgar os vivos

    e os mortos, entretanto, esse juzo durar mil anos que so

    exatamente o mesmo perodo do reino milenar de Cristo. Cristo

    vem para julgar e reinar!

    Vamos ler alguns textos que revelam que na Sua vinda

    Cristo vem para julgar e que esse julgamento acontece durante o

    Seu reino.

    2 Timteo 4.1: ... [o] Senhor Jesus Cristo... h de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu

    reino. Apocalipse 11.15,18: [Diz que quando foi

    anunciado que] Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo..., diz no versculo

    18: ...veio... o tempo dos mortos, para que sejam julgados, e o tempo de dares o galardo... aos que

    temem o teu nome, a pequenos e a grandes....

    G

  • O Dia do Juzo

    31

    1 Corntios 4.5: Portanto, nada julgueis antes de tempo, at que o Senhor venha, o qual tambm trar

    luz as coisas ocultas das trevas, e manifestar os

    desgnios dos coraes; e ento cada um receber

    de Deus o louvor.

    Paulo diz que convm que [Cristo] reine at que haja posto a todos os inimigos debaixo de seus ps (1 Co 15.25) e que o ltimo inimigo que h de ser aniquilado a morte (1 Co 15.26). Ora, Cristo vai iniciar o Seu reino sobre os seus inimigos

    na Sua vinda, e a morte ser aniquilado no final dos mil anos (Ap

    24.14), logo, o reino de Cristo ter mil anos.

    Ento Paulo conclui dizendo: Depois vir o fim, quando tiver entregado o reino a Deus, ao Pai, e quando houver

    aniquilado todo o imprio, e toda a potestade e fora (1 Co 15.24). Jesus Cristo conclui o Seu reinado aps destruir a morte

    definitivamente, ento, entrega o Reino ao Pai. Isso forosamente

    coloca o juzo nesse perodo em que Cristo ter que aniquilar

    toda a oposio, pois aps entregar o Reino ao Pai no haver

    mais inimigos para serem julgados e condenados (1 Co 15.28).

    Joo 5.22: E tambm o Pai a ningum julga, mas deu ao Filho todo o juzo.

    Cristo ter que julgar os vivos e os mortos antes de

    entregar o Reino ao Pai, e Paulo diz que ele far isso no seu

    reino.

    2 Timteo 4.1: ... [o] Senhor Jesus Cristo... h de julgar os vivos e os mortos... no seu reino.

    O reino de Cristo um reino eterno, por isso que esse reino

    milenar ser apenas o inicio do Seu reino e um perodo de

    transio para Cristo julgar a todos a fim de estabelecer um reino

    de paz e justia para sempre (Dn 2.44; Lc 1.32,33; Hb 1.8).

  • O Dia do Juzo

    32

    Isaas 9.7: Do aumento deste principado e da paz no haver fim, sobre o trono de Davi e no seu

    reino, para o firmar e o fortificar com juzo e com

    justia, desde agora e para sempre; o zelo do

    Senhor dos Exrcitos far isto. Salmos 72.8-11: Dominar de mar a mar, e desde o rio at s extremidades da terra. Aqueles que

    habitam no deserto se inclinaro ante ele, e os seus

    inimigos lambero o p. E todos os reis se

    prostraro perante ele; todas as naes o serviro.

    Durante o milnio acontecer vrios julgamentos, e no final

    do milnio ser pronunciado a sentena de cada pessoa

    urante os vrios julgamentos ningum comparecer

    pessoalmente perante Deus, apenas a assembleia dos

    santos. As pessoas sero julgadas pelas coisas que esto

    registradas nos livros das obras, isto , os livros dos processos.

    Esses livros sero abertos e as obras ali inscritas sero julgadas.

    Salmo 149.5-9: Exultem os santos na glria... para tomarem vingana sobre as naes... para

    executarem nelas o juzo escrito [nos livros das

    obras]; esta ser a honra de todos os santos.

    Esse texto mostra a posio dos santos durante o juzo. Por

    est escrito acerca deles.

    Lc 6.23: Folgai nesse dia, exultai; porque eis que grande o vosso galardo no cu....

    D

  • O Dia do Juzo

    33

    CAPTULO III

    COMO SER O JULGAMENTO NO DIA DO JUZO

    O julgamento ter vrias sesses. Os primeiros a serem

    julgados ser o povo de Deus.

    1 Pe 4.17: Porque j tempo que comece o julgamento pela casa de Deus; e, se primeiro

    comea por ns, qual ser o fim daqueles que so

    desobedientes ao evangelho de Deus. Hb 10.30,31: ...O Senhor julgar o seu povo. Horrenda coisa cair nas mos do Deus vivo. Rm 14.10,12: ...todos havemos de comparecer ante o tribunal de Cristo.[12] De maneira que cada um

    de ns dar conta de si mesmo a Deus.

    s crentes que participarem da primeira ressurreio

    no estaro sujeitos a juzo de condenao, pelo

    contrrio, sero recompensados para reinar com Cristo.

    Salmo 37.33: O Senhor no... condenar [o justo] quando for julgado. 1 Corntios 3.8: ...mas cada um receber o seu galardo segundo o seu trabalho. 2 Timteo 4.8: Desde agora, a coroa da justia me est guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me

    dar naquele dia; e no somente a mim, mas

    tambm a todos os que amarem a sua vinda. Ap 20.6: Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreio; sobre estes no tem

    poder a segunda morte; mas sero sacerdotes de

    Deus e de Cristo, e reinaro com ele mil anos.

    Esses crentes recebero o reino e julgaro o mundo e os

    anjos cados.

    O

  • O Dia do Juzo

    34

    Apocalipse 11.15: ...Cristo... reinar para todo o sempre... e veio... o tempo de dares o galardo aos

    profetas, teus servos, e aos santos, e aos que temem

    o teu nome, a pequenos e a grandes.... Daniel 7.22: ...e chegou o tempo em que os santos possuram o reino. Daniel 7.18: Os santos do Altssimo recebero o reino, e o possuiro para todo o sempre, e de

    eternidade em eternidade. 1 Corntios 6.2,3: No sabeis vs que os santos ho de julgar o mundo? No sabeis vs que

    havemos de julgar os anjos?. 2 Pedro 2.4: ... Deus no perdoou aos anjos que pecaram, mas, havendo-os lanado no trtaro

    [abismo], os entregou s cadeias da escurido,

    ficando reservados para o juzo. Judas 6: E aos anjos que no guardaram o seu principado, mas deixaram a sua prpria habitao,

    reservou na escurido e em prises eternas at ao

    juzo daquele grande dia.

    Quem so esses crentes que iro participar do reino como

    reis e juzes? So os crentes fiis, eleitos e irrepreensveis tanto

    da antiga aliana como da nova aliana. Somente eles tero o

    privilgio de reinar e julgar com Cristo. Porque eles sero os

    nicos que participaro da primeira ressurreio.

    Preste bem ateno! No so todos os crentes que

    participaro da primeira ressurreio, apenas os crentes fiis e

    santos. Paulo escrevendo para os filipenses fala sobre isso,

    mostrando que ele se esforava ao mximo para participar da

    primeira ressurreio, que ele chama de ressurreio dentre os

    mortos. Ora, a primeira ressurreio chamada de ressurreio

    dentre os mortos porque ressuscitam apenas os fiis enquanto que

    os demais permanecem mortos.

    Porm, a segunda ressurreio chamada de ressurreio

    dos mortos porque todos os mortos ressuscitaro, mas na

  • O Dia do Juzo

    35

    primeira ressurreio apenas uma parte dos mortos ressuscitam, e

    esses so os crentes fiis. Leiamos agora as palavras de Paulo.

    Filipenses 3.11-14: Para ver se de alguma maneira posso chegar ressurreio dentre os mortos. No

    que j a tenha alcanado, ou que seja perfeito; mas

    prossigo para alcanar aquilo para o que fui

    tambm preso por Cristo Jesus. Irmos, quanto a

    mim, no julgo que o haja alcanado; mas uma

    coisa fao, e que, esquecendo-me das coisas que

    atrs ficam, e avanando para as que esto diante

    de mim, prossigo para o alvo, pelo prmio da

    soberana vocao de Deus em Cristo Jesus.

    Paulo se esforava para alcanar a primeira ressurreio

    porque alm da salvao que Deus quer d para todos os que

    invocam o Seu nome, Ele tem um prmio especial para aqueles

    que participam da primeira ressurreio (2 Tm 2.10).

    Se um gigante na f como Paulo se esforava para alcanar

    o que dir de ns, crentes relaxados, negligentes e frios. Ser que

    aqueles crentes que falam da vida dos outros participar da

    primeira ressurreio? No! (Tg 5.9). So apenas os

    irrepreensveis (1 Ts 3:13; 5.23). Esses so os crentes

    vencedores e vitoriosos! (Ap 17.14).

    O Apocalipse revela muitas recompensas para os crentes

    vencedores e uma dessas recompensas reinar sobre as naes.

    Ap 2.26,27: E ao que vencer, e guardar at ao fim as minhas obras, eu lhe darei poder sobre as

    naes, e com vara de ferro as reger...

    Os demais crentes que no participarem da primeira

    ressurreio tero que passar por um juzo severo, e depois

    quando terminar o julgamentos deles, ressuscitaro na segunda

    ressurreio, no final dos mil anos, para receber suas sentenas.

  • O Dia do Juzo

    36

    Dentre esses crentes, uns sero salvos como algum que

    escapou de um incndio apenas com a roupa do corpo.

    1 Corntios 3.15: Se a obra de algum se queimar, sofrer prejuzo; mas o tal ser salvo, todavia como

    pelo fogo. 1 Corntios 5.5: Seja entregue a Satans para destruio da carne, para que o esprito seja salvo

    no dia do Senhor Jesus.

    Paulo diz que esses crentes sofrero prejuzo, de fato,

    deixaro de reinar com Cristo, no tomaro parte em julgar os

    mpios e os anjos, no tero o privilgio de adornar a noiva para

    as bodas (Ap 3.5; 19.7,8) e muitas outras recompensas.

    Mas outros crentes sero sentenciados ao lago de fogo.

    Alguns crentes sero salvos com muita dificuldade, depois de

    terem passado pelo escrutnio do juzo e serem examinados

    minuciosamente, mas esses outros crentes no subsistiro no

    juzo, infelizmente, porque no apenas suas obras sero

    queimadas, mas tambm a f deles se revelar fingida.

    Hebreus 10.26,27: Porque, se pecarmos voluntari-amente, depois de termos recebido o conhecimento

    da verdade, j no resta mais sacrifcio pelos

    pecados, mas uma certa expectao horrvel de

    juzo, e ardor de fogo, que h de devorar os

    adversrios. Mateus 25.30: Lanai, pois, o servo intil nas trevas exteriores; ali haver pranto e ranger de

    dentes. Mateus 24.50,51: ...o Senhor daquele servo mau...... separ-lo-, e destinar a sua parte com os

    hipcritas; ali haver pranto e ranger de dentes.

    Muitos estudiosos da escatologia pensam que o julgamento

    que recompensar os santos com galardes ser diferente do

  • O Dia do Juzo

    37

    julgamento que condenar os injustos no lago de fogo. Porm,

    Jesus ensinou que o mesmo tribunal que ir recompensar o crente

    fiel tambm condenar o crente infiel e o mpio.

    Por exemplo, na parbola dos talentos, o crente bom e fiel

    recompensado, enquanto que o crente infiel sentenciado ao

    lago de fogo (Mt 25.23,30). Na parbola das minas, para o crente

    fiel, sua recompensa reinar como Seu Senhor, enquanto, que o

    crente infiel perde o reino (Lc 19.17,24). Do mesmo modo na

    parbola do mordomo, o mordomo fiel posto sobre os bens do

    Seu Senhor, enquanto que o mordomo infiel destinado a sua

    parte dos hipcritas no lago de fogo (Mt 24.46-51).

    Todavia, uma coisa certa os crentes fiis so

    recompensados no inicio para poderem reinar e julgar com Cristo

    nos mil anos de juzo enquanto que os demais recebero suas

    sentenas no final dos mil anos, contudo sero julgados diante do

    mesmo tribunal.

    Depois dos crentes fiis serem recompensados com cargos

    administrativos, judicativos e sacerdotais sero designados uns

    para julgar os anjos cados, outros para julgar os vivos e outros

    para julgar os mortos. Essas sesses de julgamento acontecero

    simultaneamente e grupos de crentes fiis sero designados para

    essas tarefas e julgaro baseados nas coisas que esto registradas

    nos livros.

    Apocalipse 20.4: E vi tronos; e assentaram-se sobre eles aqueles que foi dado o poder de julgar. Mateus 20.23: ...mas o assentar-se minha direita ou minha esquerda no me pertence d-lo, mas

    para aqueles para quem meu Pai o tem preparado.

    O julgamento dos anjos cados

    atans, seus demnios e os anjos cados estaro presos

    no abismo enquanto que os seus julgamentos se

    processam diante de Deus e dos Seus santos, depois sero soltos

    e lanados no lago de fogo.

    S

  • O Dia do Juzo

    38

    Apocalipse 20.2,3,7,10: prendeu... Satans, e amarrou-o por mil anos. e lanou-o no abismo

    [trtaro], e ali o encerrou... E, acabando-se os mil

    anos, Satans ser solto da sua priso... E o diabo...

    foi lanado no lago de fogo e enxofre, onde est a

    besta e o falso profeta; e de dia e de noite sero

    atormentados para todo o sempre. 2 Pedro 2.4: ... [os] anjos que pecaram, [foram lanados] no trtaro [abismo], os entregou s

    cadeias da escurido, ficando reservados para o

    juzo.

    Enquanto que um grupo de santos estar julgando os anjos

    cados, outro grupo de santos estar julgando os vivos.

    O julgamento dos vivos

    1 Pedro 4.5: Os quais ho de dar conta ao que est preparado para julgar os vivos e os mortos....

    uem so esses vivos que sero julgados no Dia do

    Juzo? So as naes que sobreviveram a destruio no

    Dia do Senhor. Elas entraro no milnio como prisioneiros de

    guerra e despojos da batalha. O Apocalipse mostra claramente

    que haver naes sobreviventes no milnio.

    Ap 20.2,3: ...Satans [ preso] por mil anos... para que no mais engane as naes.

    Que naes!? Ora as naes que sobreviveram da

    destruio no Armagedom. Enquanto esto sendo julgadas, essas

    naes estaro na terra, mas sem a influncia de Satans. Satans

    no ter como seduzi-las porque ele estar no presdio enquanto

    tambm est sendo julgado.

    Q

  • O Dia do Juzo

    39

    Dentre essas naes sobreviventes estar a velha nao de

    Israel que ser julgada pelos doze apstolos e os 144 mil

    israelitas fiis.

    Jeremias 33.15: Naqueles dias e naquele tempo farei brotar a Davi um Renovo de justia, e ele far

    juzo e justia na terra. Mateus 19.28: E Jesus disse-lhes: Em verdade vos digo que vs, que me seguistes, quando, na

    regenerao [isto , no milnio], o Filho do homem

    se assentar no trono da sua glria, tambm vos

    assentareis sobre doze tronos, para julgar as doze

    tribos de Israel. Isaas 4.2-4: Naquele dia o renovo [Jesus Cristo] do Senhor ser cheio de beleza e de glria; e o fruto

    da terra excelente e formoso para os que escaparem

    de Israel. E ser que aquele que for deixado em

    Sio, e ficar em Jerusalm, ser chamado santo;

    todo aquele que estiver inscrito entre os viventes em

    Jerusalm. Quando o Senhor lavar a imundcia das

    filhas de Sio, e limpar o sangue de Jerusalm, do

    meio dela, com o esprito de justia, e com o esprito

    de ardor. Lucas 22.29,30: E eu vos destino o reino, como meu Pai mo destinou... e vos assenteis sobre tronos,

    julgando as doze tribos de Israel.

    Se os judeus crentes e fiis iro julgar a nao de Israel,

    ns, crentes brasileiros, iremos julgar quem? O Brasil! Cada

    crente ir julgar a sua nao. Ento, ns ficaremos responsveis

    pelo Brasil.

    Por isso que toda falcatrua e safadeza que se faz nesse pas

    e est se safando no ir escapar naquele grande dia das mos

    dos santos. Porque a nossa vez vai chegar! No fiquem

    indignados! Deixem eles sucatear, roubar e matar, mas o que

    deles est guardando! (Sl 37.34).

  • O Dia do Juzo

    40

    Tanto judeu como gentio sero julgados diante do juzo de

    Deus, e o juzo emitir a sentena de absolvio ou condenao

    de cada um. Ningum vai escapar!

    Romanos 2.5-10: ... Segundo a tua dureza e teu corao impenitente, entesouras ira para ti no dia

    da ira e da manifestao do juzo de Deus; O qual

    recompensar cada um segundo as suas obras; a

    saber: A vida eterna aos que, com perseverana em

    fazer bem... (primeiramente ao judeu e tambm ao

    grego, v.10) Mas a indignao e a ira aos que so...

    desobedientes. verdade... primeiramente do judeu

    e tambm do gentio... Porque, para com Deus, no

    h acepo de pessoas.

    Durante o julgamento das naes vivas, Jesus Cristo e os

    santos governaro essas naes com centro de ferro. Os santos

    iro estabelecer um acampamento, como se fosse o Consulado ou

    a Embaixada do Reino de Cristo, no monte Sio na Jerusalm

    terrena, onde ser o centro do governo milenial. O Apocalipse

    chama a Sede do governo de Cristo de acampamento porque ser

    provisrio durante os mil anos.

    Apocalipse 20.9: ...o acampamento dos santos e a cidade amada. Miquias 4.1,2: Mas nos ltimos dias acontecer que o monte da casa do Senhor ser estabelecido no

    cume dos montes, e se elevar sobre os outeiros, e a

    ele afluiro os povos. E iro muitas naes, e diro:

    Vinde, e subamos ao monte do Senhor, e casa do

    Deus de Jac, para que nos ensine os seus

    caminhos, e andemos pelas suas veredas; porque de

    Sio sair a lei, e de Jerusalm a palavra do

    Senhor.

  • O Dia do Juzo

    41

    Haver bnos para as naes que se submeterem a Cristo

    em Jerusalm e castigo para as naes rebeldes.

    Zacarias 14.17,19: E acontecer que, se alguma das naes da terra no subir a Jerusalm, para

    adorar o Rei, o Senhor dos Exrcitos, no vir sobre

    ela a chuva. Este ser o castigo... de todas as naes

    que no subirem....

    No apenas isso, mas aquelas naes que permanecerem

    obedientes ao governo de Cristo tero a oportunidade de serem

    salvas no final dos mil anos, e as que se rebelarem sero

    condenadas.

    Isaas 2.4: E ele [Jesus Cristo] julgar entre as naes, e repreender a muitos povos; e estes

    convertero as suas espadas em enxades e as suas

    lanas em foices; uma nao no levantar espada

    contra outra nao, nem aprendero mais a

    guerrear. Joel 2.32: ... no monte Sio e em Jerusalm haver salvao, assim como disse o Senhor, e entre os

    sobreviventes, aqueles que o Senhor chamar. Isaas 60.12: Porque a nao e o reino que no te servirem perecero; sim, essas naes sero de todo

    assoladas.

    No final dos mil, quando terminar o juzo sobre essas

    naes, elas sero testadas para evidenciar as que de fato so

    obedientes a Cristo e aos Seus santos.

    Apocalipse 20.3,8,9: ...para que no mais engane as naes, at que os mil anos se acabem. E depois

    importa que [Satans] seja solto por um pouco de

    tempo e ...sair [da sua priso para]... enganar as

    naes que esto sobre os quatro cantos da terra...

  • O Dia do Juzo

    42

    E subiram sobre a largura da terra, e cercaram o

    acampamento dos santos e a cidade amada; e de

    Deus desceu fogo, do cu, e os devorou. Isaas 26.10,11: Ainda que se mostre favor ao mpio, nem por isso aprende a justia; at na terra

    da retido ele pratica a iniquidade... [11]

    ...porm... confundir-se-o por causa do zelo que tens do teu povo; e o fogo consumir os teus

    adversrios.

    interessante notar na profecia de Daniel que quando o

    juzo do Altssimo estabelecido e se decreta que o Anticristo

    seja queimado (Dn 7.9-11), dos outros reinos dito foi-lhes tirado o domnio; todavia foi-lhes prolongada a vida at certo

    espao de tempo (Dn 7.12). Esse espao de tempo so os mil anos, onde essas naes tero que se submeter a Cristo, caso

    contrrio, sero esmigalhadas com uma vara de ferro e

    despedaadas como a um vaso de oleiro (Sl 2.9-12; Ap 2.27).

    O Dia do Juzo tambm o tempo em que a criao

    entrar num processo de recuperao e renovao chamado de

    tempos de restaurao de todas as coisas ou regenerao.

    At 3.20,21: [O Senhor] envie a Jesus Cristo, que j dantes vos foi pregado. O qual convm que o cu

    contenha at aos tempos da restaurao de tudo,

    dos quais Deus falou pela boca de todos os seus

    santos profetas, desde o princpio. Mateus 19.28: E Jesus disse-lhes: Em verdade vos digo que vs, que me seguistes, quando, na

    regenerao, o Filho do homem se assentar no

    trono da sua glria, tambm vos assentareis sobre

    doze tronos, para julgar as doze tribos de Israel.

    O texto de Mateus 19.28 importante para compreender

    que o tempo da regenerao da criao coincide com o tempo em

    que Jesus Cristo se assenta no trono da sua glria e designa poder

  • O Dia do Juzo

    43

    para os apstolos exercer juzo sobre Israel, e Lucas 22.30 mostra

    que isso acontece no reino de Cristo. E ligando o texto de Mateus

    19.28 ao de Mateus 25.31,32 vermos que o mesmo tempo em

    que Cristo inicia o julgamento das naes. Portanto, O Dia de

    Juzo que se d no reino milenar tambm ser um perodo de

    regenerao da criao. Segundo o apstolo Paulo com a

    manifestao da glria dos filhos de Deus a criao ser libertada

    da servido da corrupo.

    Romanos 8.19-21: Porque a ardente expectao da criatura espera a manifestao dos filhos de Deus.

    Porque a criao ficou sujeita vaidade, no por

    sua vontade, mas por causa do que a sujeitou, na

    esperana de que tambm a mesma criatura ser

    libertada da servido da corrupo, para a

    liberdade da glria dos filhos de Deus.

    Nesse texto Paulo fala da glria que em ns h de ser revelada (Rm 8.18), quando isso acontecer ento se dar a manifestao dos filhos de Deus, isto se refere a nossa adoo, a saber, a redeno do nosso corpo (Rm 8.23), pelo que de fato seremos filhos de Deus quando seremos semelhantes a Cristo em Seu corpo glorioso (1 Jo 3.2; Fp 3.20,21; Cl 3.4; 1 Co

    15.51-53). E assim os santos em estado de glria tero poder de sujeitar tambm a si todas as coisas (Fp 3.21), e isso incluir a criao (Hb 2.5-8) pelo que a terra e os cus sero como um

    manto enrolados, e sero mudados (Hb 1.12). Ento quando

    chegar no final do mil anos de restaurao se cumprir o que

    Deus falou pela boca de todos os seus santos profetas, desde o princpio (At 3.21).

    Isaas 35.1,2,6,7: O deserto e o lugar solitrio se alegraro disto; e o ermo exultar e florescer

    como a rosa. Abundantemente florescer, e tambm

    jubilar de alegria e cantar; a glria do Lbano se

    lhe deu, a excelncia do Carmelo e Sarom; eles

  • O Dia do Juzo

    44

    vero a glria do Senhor, o esplendor do nosso

    Deus ...porque guas arrebentaro no deserto e

    ribeiros no ermo. E a terra seca se tornar em

    lagos, e a terra sedenta em mananciais de guas; e

    nas habitaes em que jaziam os chacais haver

    erva com canas e juncos. Isaas 65.25: O lobo e o cordeiro se apascentaro juntos, e o leo comer palha como o boi; e p ser

    a comida da serpente. No faro mal nem dano

    algum em todo o meu santo monte, diz o Senhor. Isaas 35.9: Ali no haver leo, nem animal feroz subir a ele, nem se achar nele; porm s os

    remidos andaro por ele. Isaas 32.17,18: E o efeito da justia ser paz, e a operao da justia, repouso e segurana para

    sempre. E o meu povo habitar em morada de paz, e

    em moradas bem seguras, e em lugares quietos de

    descanso. Miquias 4.4: Mas assentar-se- cada um debaixo da sua videira, e debaixo da sua figueira, e no

    haver quem os espante, porque a boca do Senhor

    dos Exrcitos o disse. 2 Pedro 3.13: Mas ns, segundo a sua promessa, aguardamos novos cus e nova terra, em que habita

    a justia.

    Convm explicar que pelo fato dos profetas contemplarem

    essa restaurao iniciada no milnio, ento nas suas profecias

    encontramos uma mesclagem de elementos desse velho mundo e

    do novo mundo (ver Isaas 65.20-23). Pois o milnio um

    perodo de transio, mas no final existir apenas o novo mundo

    (Hb 12.26-28). No pense que o Milnio ser apenas paz e

    felicidade, as naes insubordinadas sero governadas com vara

    de ferro.

  • O Dia do Juzo

    45

    O julgamento dos mortos

    Atos 10.42: E nos mandou pregar ao povo, e testificar que ele [Jesus Cristo] o que por Deus foi

    constitudo juiz dos vivos e dos mortos.

    odos os mortos que no participaram da primeira

    ressurreio sero julgados, esses inclu os crentes

    infiis, os crentes carnais, as crianas e todos os descrentes,

    mpios, ignorantes e religiosos.

    O julgamento ser baseado nas coisas que estaro escritas

    nos livros dos processos.

    Apocalipse 20.12: ...os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros,

    segundo as suas obras.

    Deus tem livros que registram desde o nascimento da

    criana (Sl 139.16; Sl 56.8) e esse registro se encerra quando a

    pessoa der o seu ltimo suspiro (Hb 9.27), ento, o livro selado

    e aberto apenas no dia do juzo conforme est escrito: e abriram-se os livros (Ap 11.12; Dn 7.10). Somente Jesus Cristo e os Seus santos fiis examinam esses livros e julgam baseado no

    que est escrito nos livros, e aquele que registra Fiel e

    Verdadeiro. At mesmo as palavras e os pensamentos das

    pessoas estaro ali registradas (Mt 12.36,37).

    Nesse julgamento, conforme a deciso de Cristo e Seus

    santos uns tero seus nomes inscritos no livro da vida e outros

    sero rejeitados (Sl 69.27,28). Isso vai depender da sentena que

    Jesus lavrar. Pois para alguns o juzo ser mais rigoroso para

    outros mais tolerante (Mt 11.22; Mc 6.11; Tg 3.1).

    Quando terminar todo o julgamento processual, isto ,

    quando tiverem examinado todos os livros e julgado cada pessoa

    pelos livros, ento o trono de Deus que est no Cu se mover

    para terra.

    T

  • O Dia do Juzo

    46

    O trono de Deus mvel por isso que ele tambm um

    carro conduzido pelos querubins conforme viu Ezequiel em suas

    vises. Os querubins iro mover o trono de Deus para a terra e

    pairar sobre ela, para dar a sentena dos vivos e dos mortos.

    Assim escreveu Joo:

    E vi um grande trono branco, e o que estava assentado sobre ele, de cuja presena fugiu a terra e

    o cu; e no se achou lugar para eles (Ap 20.11).

    Essa expresso de cuja presena fugiu a terra e o cu uma linguagem potica que significa que a presena de Deus ser

    to grandiosa e majestosa que a terra e o cu no sero nada

    diante dele (Naum 1.5). Assentado no trono est Deus, e na Sua

    frente est Jesus Cristo em p no meio do trono em uma mo Ele

    traz o cetro e na outra mo a foice aguda (Hb 1.8; Ap 14.14).

    Aqum ele estender o Seu cetro se salvar, e sobre quem ele

    estender a Sua foice est perdido.

    Quando Cristo estiver pairando sobre a terra, ele ordenar

    que os mortos ressuscitem.

    Joo 5.28,29: ... todos os que esto nos sepulcros ouviro a sua voz. E os que fizeram o bem sairo

    para a ressurreio da vida; e os que fizeram o mal

    para a ressurreio da condenao. Daniel 12.2: E muitos dos que dormem no p da terra ressuscitaro, uns para vida eterna, e outros

    para vergonha e desprezo eterno. Atos 24.15: ...h de haver ressurreio de mortos, assim dos justos como dos injustos.

    Esses mortos da segunda ressurreio, ressuscitaro com

    seus corpos fsicos normais, tanto adultos como crianas, e

    estaro na terra diante do trono de Deus.

    Permita-me falar um pouco sobre as crianas. As crianas

    conscientes do certo e do errado sero julgadas por suas obras

  • O Dia do Juzo

    47

    (Pv 20.11; Pv 23.13,14). As crianas conscientes que se

    dedicaram fielmente a Cristo participaro da primeira

    ressurreio e tero seus corpos transformados na vinda de

    Cristo. Porm, as crianas conscientes que no se dedicaram

    fielmente a Cristo ou as crianas descrentes passaro pelo

    julgamento e ressuscitaro na segunda ressurreio para

    receberem suas sentenas.

    Agora tratando-se de crianas em estado de inocncia no

    participaro na primeira ressurreio para serem reis e sacerdotes

    de Cristo e nem do arrebatamento dos santos, mas ressuscitaro

    na segunda ressurreio, porm, sero absolvidas por Cristo para

    a vida eterna.

    Na segunda ressurreio todos os mortos voltam vida.

    Ap 20.13: E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o hades deram os mortos que neles havia. Ap 20.12: E vi os mortos, grandes e pequenos [isto , adultos e crianas] que estavam diante de Deus, e

    abriram-se os livros [onde estar inscritos a

    sentena de condenao]; e abriu-se outro livro,

    que o da vida [onde estar inscrito os nomes dos

    que foram absolvidos de suas culpas].

    Agora todos estaro pessoalmente diante do trono do juzo.

    O trono do juzo entre o cu e a terra, rodeado por seus santos

    fiis e os anjos, e todos os mortos ressuscitados e os vivos do

    milnio em p na terra.

    Mateus 25.31,32: E quando o Filho do homem vier em sua glria, e todos os santos anjos com ele,

    ento se assentar no trono da sua glria; E todas

    as naes sero reunidas diante dele, e apartar uns

    dos outros, como o pastor aparta dos bodes as

    ovelhas. Daniel 7.9,10: ...seu trono era de chamas de fogo, e as suas rodas de fogo ardente [10] Um rio de fogo

  • O Dia do Juzo

    48

    manava e saa de diante dele; milhares de milhares

    o serviam, e milhes de milhes estavam diante

    dele... e abriram-se os livros. 2 Corntios 5.10: Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada

    um receba segundo o que tiver feito por meio do

    corpo, ou bem, ou mal.

    Junto com Cristo estar os seus santos fiis.

    Apocalipse 3.21: Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu

    venci, e me assentei com meu Pai no seu trono. 1 Joo 4.17,18: Nisto perfeito o amor para conosco, para que no dia do juzo tenhamos

    confiana... No amor no h temor, antes o perfeito

    amor lana fora o temor...

    Ento Cristo dir para os milhes de milhes que

    estiverem em p diante dele, do seu Pai, dos anjos e dos santos

    fiis:

    Fulano de tal o seu nome no consta no livro da vida, se coloque na minha esquerda. Beltrano o seu nome consta no livro

    da vida, coloque-se na minha direita. Ele vai chamar o nome de um por um, e quem Ele chamar se colocar no lado que ele

    ordenar sem reclamar pois toda ...boca esteja fechada e todo o mundo seja condenvel diante de Deus (Rm 3.19). No tem advogado para recorrer e nem ltima instncia, pois essa a

    ltima instncia do tribunal de Deus.

    Depois dessa separao, ento dir o Rei Jesus aos que

    estiverem sua esquerda:

    ...Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos (Mt 25.41).

    Nesse momento muitos crentes infiis diro:

  • O Dia do Juzo

    49

    Senhor, Senhor, no profetizamos ns em teu nome? e em teu nome no expulsamos demnios? e

    em teu nome no fizemos muitas maravilhas? (Mt 7.22).

    E ento lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vs que praticais a

    iniquidade (Mt 7.23).

    Outros religiosos diro:

    ...Senhor, Senhor, abre-nos a porta (Mt 25.11).

    Jesus lhes responder:

    Em verdade vos digo que vos no conheo (Mt 25.12).

    Est escrito: Porque o juzo ser sem misericrdia sobre aquele que no fez misericrdia; [pois] a misericrdia triunfa

    sobre o juzo (Tg 2.13). Jesus dir: Porque tive fome, e no me destes de comer;

    tive sede, e no me destes de beber (Mt 25.42). Todos esses se ajoelharo aos ps de Jesus, dizendo: Jesus

    Cristo tu s o Senhor (Fp 2.9-11).

    Porque est escrito: Como eu vivo, diz o Senhor, que todo o joelho se dobrar a mim, e toda a lngua

    confessar a Deus (Rm 14.11; ver Is 45.23). Salmos 86.9: Todas as naes que fizeste viro e se prostraro perante a tua face, Senhor, e glorificaro

    o teu nome. Apocalipse 15.4: Quem te no temer, Senhor, e no magnificar o teu nome? Porque s tu s santo;

    por isso todas as naes viro, e se prostraro

    diante de ti, porque os teus juzos so manifestos.

  • O Dia do Juzo

    50

    Porm, no tem mais conversa, Jesus ordenar aos anjos

    que os lancem no lago de fogo.

    Mateus 13.41,42: Mandar o Filho do homem os seus anjos, e eles colhero do seu reino tudo o que

    causa escndalo, e os que cometem iniquidade. E

    lan-los-o na fornalha de fogo; ali haver pranto

    e ranger de dentes. Mateus 13.49,50: Assim ser na consumao dos sculos: viro os anjos, e separaro os maus de

    entre os justos, e lan-los-o na fornalha de fogo;

    ali haver pranto e ranger de dentes. Apocalipse 20.15: E aquele que no foi achado escrito no livro da vida foi lanado no lago de fogo. Mateus 25.46: E iro estes para o tormento eterno....

    At mesmo os judeus infiis sero lanados no lago de

    fogo.

    Mateus 8.12: E os filhos do reino [judeus infiis] sero lanados nas trevas exteriores; ali haver

    pranto e ranger de dentes. Lucas 13.28: Ali haver choro e ranger de dentes, quando virdes Abrao, e Isaque, e Jac, e todos os

    profetas no reino de Deus, e vs lanados fora.

    O lago de fogo no na terra, mas suponho que seja em

    um planeta bem distante do planeta terra, at mesmo longe da

    nossa Galcia. Esse planeta coberto por um lago de fogo e

    enxofre habitados por horrveis bichos. As pessoas sero

    lanadas ali com corpo e alma.

    Apocalipse 14.10: [E ali sero atormentados] ...com fogo e enxofre diante dos santos anjos e

    diante do Cordeiro.

  • O Dia do Juzo

    51

    Marcos 9.48: Onde o seu bicho no morre, e o fogo nunca se apaga. Is 66.24: E sairo, e vero os cadveres dos homens que prevaricaram contra mim; porque o seu

    verme nunca morrer, nem o seu fogo se apagar; e

    sero um horror a toda a carne (ver Is 34.8-10). Mateus 10.28: ...temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno a alma e o corpo.

    Esse fogo eterno, inextinguvel que nunca se apaga, e

    suponho que seja um fogo preto, por isso que l haver densas

    trevas mesmo havendo fogo. Ningum ver o rosto de ningum,

    apenas ouvir os gemidos, gritos e barulhos de dentes batendo.

    O lago de fogo ter graus de temperatura conforme a

    punio de cada um. Pois a mesma temperatura de fogo que

    castigar o estuprador ter um grau menor para um adolescente

    desobediente aos pais. Para Satans o fogo arder muito mais!

    Lucas 12.47,48: E o servo que soube a vontade do seu senhor, e no se aprontou, nem fez conforme a

    sua vontade, ser castigado com muitos aoites;

    Mas o que a no soube, e fez coisas dignas de

    aoites, com poucos aoites ser castigado....

    Ento, Cristo olhar para os que estiverem sua direita, e

    dir:

    Mateus 25.34: Vinde, benditos de meu Pai, possu por herana o reino que vos est preparado desde a

    fundao do mundo. Apocalipse 21.4: E Deus limpar de seus olhos toda a lgrima....

    porque eles se sentiro indignos, pois no havendo

    participados da primeira ressurreio, mesmo assim o Senhor

  • O Dia do Juzo

    52

    teve misericrdia deles. Iro chorar muito dizendo: Senhor, ns no somos dignos. E o Senhor lhes dir:

    Eis que fao novas todas as coisas (Ap 21.5).

    CAPTULO IV

    O QUE ACONTECER DEPOIS DO DIA DO JUZO

    Haver Novos Cus e Nova Terra

    esse momento, eis que surgem novos cus e nova

    terra.

    Apocalipse 21.1: E vi um novo cu, e uma nova terra. Porque j o primeiro cu e a primeira terra

    passaram, e o mar j no existe. Isaas 65.17: Porque, eis que eu crio novos cus e nova terra; e no haver mais lembrana das coisas

    passadas, nem mais se recordaro.

    E a nova Jerusalm, juntamente com os santos fiis,

    descer para a nova terra.

    Apocalipse 21.2,3: vi a santa cidade, a nova Jerusalm, que de Deus descia do cu... E ouvi uma

    grande voz do cu, que dizia: Eis aqui o tabernculo

    de Deus com os homens, pois com eles habitar, e

    eles sero o seu povo, e o mesmo Deus estar com

    eles, e ser o seu Deus.

    Joo diz que a Nova Jerusalm, que de Deus descia do cu estava ornamentada como uma esposa ataviada para o seu marido. Pois havendo se casada com o Cordeiro, vem agora

    N

  • O Dia do Juzo

    53

    celebrar as bodas do Cordeiro, e essas pessoas absolvidas so os

    convidados.

    Apocalipse 19.9 E disse-me: Escreve: Bem-aventurados aqueles que so chamados ceia das

    bodas do Cordeiro. E disse-me: Estas so as

    verdadeiras palavras de Deus.

    Deus olhar para essas pessoas que foram absolvidas,

    algumas ainda cegas, outras ainda mudas, outras ainda aleijadas,

    etc. Jesus disse: melhor para ti entrares no reino de Deus com um s olho do que, tendo dois olhos, seres lanado no fogo do

    inferno (Mc 9.47) e melhor para ti entrares coxo na vida do que, tendo dois ps, seres lanado no inferno, no fogo que nunca

    se apaga (Mc 9.45). Ento, o Senhor dir as essas pessoas:

    ... A quem quer que tiver sede, de graa lhe darei da fonte da gua da vida. E comam da folha da rvore da vida ...[pois] ...as folhas da rvore so para a sade das naes (Ap 21.6; 22.2).

    Ento, o Cordeiro sair do trono e se dirigir a essas

    pessoas como est escrito.

    Apocalipse 7.17: Porque o Cordeiro que est no meio do trono... lhes servir de guia para as fontes

    das guas da vida.

    E quando essas naes entrarem na Nova Jerusalm de

    onde flui a gua da vida que procedia do trono de Deus e do

    Cordeiro (Ap 22.1), elas bebero da gua da vida e comero da

    folha da rvore da vida e seus corpos sero transformados, os

    deficientes sero curados, os velhos rejuvenescidos e as crianas

    crescero. Como est escrito!

  • O Dia do Juzo

    54

    Isaas 35.5,6: Ento os olhos dos cegos sero abertos, e os ouvidos dos surdos se abriro. [6]

    Ento os coxos saltaro... e a lngua dos mudos

    cantar.... Is 33.24: E morador nenhum dir: Enfermo estou; porque o povo que habitar nela ser absolvido da

    iniquidade. J 33.25: Sua carne se reverdecer mais do que era na mocidade, e tornar aos dias da sua

    juventude. Isaas 65.20: No haver mais nela criana de poucos dias... [pois todos sero adultos]. Apocalipse 21.4: ...e no haver mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque j as

    primeiras coisas so passadas. Apocalipse 7.16: Nunca mais tero fome, nunca mais tero sede.... Isaas 49.10: Nunca tero fome, nem sede, nem o calor, nem o sol os afligir; porque o que se

    compadece deles os guiar e os levar mansamente

    aos mananciais das guas.

    E essas guas vivas que flui de Jerusalm trar vida por

    toda parte (Ez 47:8-12; Zc 14.8). E para a festa das bodas do

    Cordeiro, Deus oferecer um grande banquete.

    Isaas 25.6,8: E o Senhor dos Exrcitos dar neste monte a todos os povos uma festa com animais

    gordos, uma festa de vinhos velhos, com tutanos

    gordos, e com vinhos velhos, bem purificados.

    Aniquilar a morte para sempre, e assim enxugar o

    Senhor Deus as lgrimas de todos os rostos, e tirar

    o oprbrio do seu povo de toda a terra; porque o

    Senhor o disse.

  • O Dia do Juzo

    55

    Essas naes salvas habitaro na nova terra e sero sditas

    do Reino de Deus e andaro luz da nova Jerusalm.

    Apocalipse 21.23-27: E a cidade no necessita de sol nem de lua, para que nela resplandeam, porque

    a glria de Deus a tem iluminado, e o Cordeiro a

    sua lmpada. E as naes andaro sua luz; e os

    reis da terra traro para ela a sua glria e honra. E

    as suas portas no se fecharo de dia, porque ali

    no haver noite. E a ela traro a glria e honra

    das naes (ver Isaas 60.1-22).

    Enquanto que os santos fiis estaro tanto na Nova

    Jerusalm como na nova terra e reinaro sobre os habitantes da

    terra para sempre.

    Apocalipse 22.3-5: [Na cidade] estar o trono de Deus e do Cordeiro, e os seus servos o serviro. E

    vero o seu rosto, e nas suas testas estar o seu

    nome... e reinaro para todo o sempre. Daniel 7.27: E o reino, e o domnio, e a majestade dos reinos debaixo de todo o cu sero dados ao

    povo dos santos do Altssimo; o seu reino ser um

    reino eterno, e todos os domnios o serviro, e lhe

    obedecero.

    Cristo entregar o Reino a Deus, o Pai, para que Deus seja

    tudo em todos (1 Co 15.24-28).

    1 Corntios 15.24,25,28: Depois vir o fim, quando

    tiver entregado o reino a Deus, ao Pai, e quando

    houver aniquilado todo o imprio, e toda a

    potestade e fora. Porque convm que reine at que

    haja posto a todos os inimigos debaixo de seus ps.

    E, quando todas as coisas lhe estiverem sujeitas,

    ento tambm o mesmo Filho se sujeitar quele

    que todas as coisas lhe sujeitou, para que Deus seja

    tudo em todos.

  • O Dia do Juzo

    56