O Regulamento Geral de Protecção de Dados Os Direitos dos titulares dos ...· • Direito de oposição

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of O Regulamento Geral de Protecção de Dados Os Direitos dos titulares dos ...· • Direito de...

  • O Regulamento Geral de Proteco de Dados

    Os Direitos dos titulares dos dados

    03/05/2018

    Nuno Gonalves, Advogado

  • Nuno Gonalves, Teresa Foz - Advogados com Responsabilidade Limitada

  • Nuno Gonalves, Teresa Foz - Advogados com Responsabilidade Limitada

    mbito de aplicao do RGPD

    Qualquer tratamento de dados pessoais efetuado no contexto

    das atividades de um estabelecimento de um responsvel pelo

    tratamento ou de um subcontratante situado na Unio dever

    ser feito em conformidade com o presente regulamento,

    independentemente de o tratamento em si ser realizado na

    Unio.

  • Nuno Gonalves, Teresa Foz - Advogados com Responsabilidade Limitada

    Direitos dos titulares no RGPD

    Direito informao

    Direito de acesso

    Direito rectificao

    Direito limitao

    Direito ao esquecimento

    Direito portabilidade

    Direito de oposio

    Direito de no sujeio a decises individuais automatizadas.

  • Nuno Gonalves, Teresa Foz - Advogados com Responsabilidade Limitada

    Direito informao

    Art. 12, 13 e 14 RGPD

    Direito do titular dos dados de ser informado de forma concisa,

    transparente, inteligvel, e de fcil acesso, utilizando linguagem

    clara e simples, em especial quando a informao dirigida

    especificamente a crianas.

    .

  • Nuno Gonalves, Teresa Foz - Advogados com Responsabilidade Limitada

    Identidade e contactos do responsvel pelo tratamento

    Nome e contactos do EPD/DPO

    Finalidades do tratamento / fundamento juridico

    Interesse legitimo do responsvel ou de terceiro.

    Os destinatrios das categorias de dados pessoais

    Garantias de transferncia de dados

    Prazo ou critrio de conservao dos dados pessoais

    Direito de acesso, rectificao e apagamento, a limitao do

    tratamento, de oposio e portabilidade.

  • Nuno Gonalves, Teresa Foz - Advogados com Responsabilidade Limitada

    .

    O direito de apresentar reclamao autoridade de controlo

    Se a comunicao dos dados pessoais constitui ou no umas obrigao

    legal, contratual, ou ainda um requisito necessrio para celebrar um

    contrato.

    Existncia de decises automatizadas incluindo a definio de perfis

    Tratamento diferido

    As categorias de dados pessoais

    A existncia e forma do exerccio dos direitos rectificao, apagamento

    e portabilidade

    O direito e a respectiva forma de exerccio de retirar o consentimento

    A origem dos dados pessoais nomeadamente se provm de fontes

    acessveis ao pblico.

  • Nuno Gonalves, Teresa Foz - Advogados com Responsabilidade Limitada

    Direito de acesso

    Art. 15 do RGPD

    O direito de saber se:

    os seus dados esto ou no a ser tratados

    qual ou quais as finalidades desse tratamento

    qual ou quais os destinatrios ou as categorias de destinatrios

    O direito de saber qual o prazo de conservao dos dados.

    O direito de solicitar a rectificao, o apagamento ou a limitao e

    oposio.

    O direito de reclamar perante a autoridade de controle (CNPD)

    O direito de saber a origem dos dados recolhidos no caso de recolha

    indirecta.

    O direito de saber da existncia de decises automatizadas, definio de

    perfis e qual a lgica subjacente a essa definio.

  • Nuno Gonalves, Teresa Foz - Advogados com Responsabilidade Limitada

    Direito rectificao

    Art. 16 do RGPD

    Direito de o titular dos dados, em qualquer altura, solicitar a

    rectificao dos seus dados pessoais em caso de inexactido ou

    incompletude, inclusive por meio de uma declarao adicional.

    .

  • Nuno Gonalves, Teresa Foz - Advogados com Responsabilidade Limitada

    Direito limitao do tratamento de dados

    Art. 18 RGPD

    Inexactido dos dados pessoais

    Dados sem utilidade mas titular requisitou-os para processo

    judicial

    Oposio do titular sem apagamento .

  • Nuno Gonalves, Teresa Foz - Advogados com Responsabilidade Limitada

    Direito ao esquecimento

    art. 17 RGPD

    (novo direito ao apagamento de dados)

    Permite aos titulares doa dados o direito de solicitar ao responsvel pelo tratamento, o

    apagamento dos seus dados e, se estes forem pblicos, o responsvel pelo tratamento

    deve informar os restantes responsveis de que o titular solicitou o apagamento das

    ligaes para esses dados, assim como das cpias e reprodues dos mesmos, tomando

    as medidas que forem razoveis incluindo de caracter tcnico.

  • Nuno Gonalves, Teresa Foz - Advogados com Responsabilidade Limitada

    Direito ao esquecimento

    art. 17 RGPD

    (novo direito ao apagamento de dados)

    Pode ser exercido nas seguintes condies:

    O titular retira o consentimento

    Inutilidade superveniente

    Oposio do titular

    Ilicitude

    Cumprimento de obrigao legal

    Excepes:

    Exerccio da liberdade de expresso

    Cumprimento de obrigao legal (ex. vdeo -vigilancia 30 dias)

    Sade publica

    Criana vs adulto - direito ex facebook

  • Nuno Gonalves, Teresa Foz - Advogados com Responsabilidade Limitada

    Direito portabilidade

    art. 20 RGPD

    Confere aos titulares o direito a solicitarem ao responsvel pelo tratamento dos dados os

    seus dados pessoais num formato de uso comum e mesmo a sua transferncia para outro

    responsvel pelo tratamento.

    S pode ser exercido em caso de tratamento automatizado de dados.

    Tratamento baseado no consentimento ou necessrios para a execuo de um contrato ou

    diligncias pr-contratuais.

  • Nuno Gonalves, Teresa Foz - Advogados com Responsabilidade Limitada

    Direito portabilidade

    art. 20 RGPD

    O RGPD no estabelece um direito geral portabilidade dos dados.

    Por exemplo, as instituies financeiras no tm qualquer obrigao de responder a um

    pedido de portabilidade dos dados relativamente a dados pessoais tratados como parte da

    sua obrigao de prevenir e detectar casos de branqueamento de capitais e outros crimes

    de natureza financeira.

    De igual modo, a portabilidade dos dados no abrange os dados de contactos profissionais

    tratados no mbito de uma relao entre empresas, nos casos em que o tratamento no

    seja baseado no consentimento do titular dos dados nem num contrato no qual parte.

  • Nuno Gonalves, Teresa Foz - Advogados com Responsabilidade Limitada

    Direito portabilidade

    Portabilidade

    Prazo de resposta 1 ms

    Recusa DEVE ser fundamentada

  • Nuno Gonalves, Teresa Foz - Advogados com Responsabilidade Limitada

    Direito de oposio incluindo

    decises individuais automatizadas e

    definio de perfis

    Artigo 21 e 22 GPRD

    Direito de o titular se opor em qualquer altura ao tratamento dos seus dados

    Direito do titular de no ficar sujeito a qualquer deciso individual automatizada

  • Nuno Gonalves, Teresa Foz - Advogados com Responsabilidade Limitada

    Escritrios de Advogados adequao ao novo regulamento

    Prioridades at 25 de Maio

    Identificar os critrios de legitimidade para o tratamento de dados

    Implementar os requisitos mnimos (internos e externos)

    Definir processos de compliancee de recolha de evidncias

    Identificar os principais riscos e definir um plano de ao para o ps-25 de Maio

    Resoluo de eventuais questes deontologicas

  • Nuno Gonalves, Teresa Foz - Advogados com Responsabilidade Limitada