Prática de Ensino Supervisionada em Educação Pré-Escolar e .educador/professor que seja um mediador

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Prática de Ensino Supervisionada em Educação Pré-Escolar e .educador/professor que seja um...

Prtica de Ensino Supervisionada em Educao Pr-Escolar

e Ensino do 1. Ciclo do Ensino Bsico

Zelinda Maria Silva Abreu

Relatrio de Estgio apresentado Escola Superior de Educao

de Bragana para obteno do Grau de Mestre em Educao Pr-

Escolar e Ensino do 1. Ciclo do Ensino Bsico

Orientado por

Professora Doutora Elza da Conceio Mesquita

Professor Doutor Manuel Lus Pinto Castanheira

Bragana

2014

ii

iii

Prtica de Ensino Supervisionada em Educao Pr-Escolar

e Ensino do 1. Ciclo do Ensino Bsico

Zelinda Maria Silva Abreu

Relatrio de Estgio apresentado Escola Superior de Educao

de Bragana para obteno do Grau de Mestre em Educao Pr-

Escolar e Ensino do 1. Ciclo do Ensino Bsico

Orientado por

Professora Doutora Elza da Conceio Mesquita

Professor Doutor Manuel Lus Pinto Castanheira

Bragana

2014

iv

i

Aos meus pais por esta oportunidade

ii

iii

Agradecimentos

O caminho percorrido at aqui foi longo e enriquecedor, apesar dos obstculos

encontrados que, muitas vezes, foram ultrapassados com auxlio de pessoas que marcaram

esta etapa da nossa vida. Sendo assim, reservamos este espao, de forma a demonstrar o

nosso agradecimento a todas elas, em particular:

Aos orientadores, Professora Doutora Elza Mesquita e ao Professor Doutor Lus

Castanheira, pela sua ateno, amizade, disponibilidade e conselhos, bem como pela

partilha de saberes que nos auxiliaram na nossa ao educativa.

s crianas, dos dois contextos, que atravs da troca de saberes nos fizeram crescer

a nvel pessoal e profissional e a todo o corpo docente, nomeadamente nossa educadora

cooperante Eugnia Ribeiro e professora cooperante Teresa dos Santos pelo apoio e

carinho demonstrado.

nossa famlia por todo o apoio, em particular aos pais pelos sacrifcios, pelos

conselhos, pela compreenso, pelo amor e carinho demonstrados ao longo desde anos

apesar da ausncia em momentos especiais. Sem eles no era possvel tornar este sonho

realidade. Obrigado por acreditarem e depositarem toda a confiana.

amiga, companheira de casa e de curso, Liliana Vares, por estar sempre l nos

bons e maus momentos, por ajudar a levantar a cabea e aturar em dias menos bons.

Obrigada por seres aquilo que s.

Dionsia Freitas e Tnia Monteiro pelos bons momentos, pelo companheirismo

e carinho que demonstraram ao longo desta etapa.

Ao Nelson pelo amor, amizade, compreenso e apoio demonstrados apesar da

distncia. Por apoiar nos momentos em que a saudade de casa apertava. Obrigado por

entenderes todas as decises e por no desistires.

iv

v

Resumo

No presente relatrio apresentamos o trabalho desenvolvido durante a Prtica de

Ensino Supervisionada, para a obteno do Grau de Mestre em Educao Pr-Escolar e

Ensino do 1. Ciclo do Ensino Bsico. A ao educativa em contexto Pr-escolar

desenrolou-se numa instituio particular de solidariedade social, com um grupo de

crianas com cinco e seis anos de idade. No 1. Ciclo do Ensino Bsico realizou-se numa

instituio pblica com um grupo de crianas do 2. ano de escolaridade com sete e oito

anos de idade. Neste relatrio reservamos um espao para apresentar, de modo descritivo e

reflexivo, algumas das experincias de aprendizagem desenvolvidas em ambos os

contextos. Ao longo deste processo seguimos vrias linhas orientadoras, bem como os

conhecimentos que adquirimos durante o nosso percurso acadmico. Durante o trabalho

desenvolvido tivemos como objetivo proporcionar s crianas uma participao ativa nas

atividades, respeitando cada uma como um cidado com voz, capaz de tomar decises.

vi

Abstract

In this report we present the work develloped during Supervised Teaching Practice to

obtain the Degree of Master of Preschool Education and First Teaching Level of Basic

Education. The educational activity in Preschool context took place in a private charity

organization, with a group of children five and six years old. In First Teaching Level of

Basic Education was held in a public school with a group of children from the second year

with seven and eight years old. In this report we booked a space to present, descriptive and

reflective way, some of the learning experiences developed in both contexts.Throughout

this process we followed several guidelines, as well as the knowledge that we have

acquired during our academic career. During this process we aimed to provide children

with an active participation in the activities,respecting each one as a citizen voice, apable

of making decisions.

vii

ndice Geral

Dedicatria... i

Agradecimentos iii

Resumo. v

Abstract vi

ndice de figuras... x

ndice de quadros. xi

Introduo 11

1. Contextualizao da prtica de ensino supervisionada... 13 1.1. Caracterizao do contexto educativo da educao pr-escolar.. 13

1.1.1 .O grupo de crianas 14 1.1.2 .Organizao espao 15 1.1.3 .Organizao do tempo 18 1.1.4 .Interaes sociais... 20

1.2. Caracterizao do contexto educativo do 1. ciclo do ensino bsico... 21 1.2.1. A turma de 2. ano. 22

1.2.2. Organizao do espao.. 23

1.2.3. Organizao do tempo... 24

1.2.4. Interaes sociais... 25

2. Fundamentao das opes educativas.. 27

3. Experincias de ensino e aprendizagem 33

3.1. Experincias de ensino e aprendizagem do contexto da educao pr-

escolar... 33

3.1.1. Experincias de ensino e aprendizagem desenvolvidas com base na

narrativa O Coelhinho Branco.. 33

3.1.2. Experincias de ensino e aprendizagem relativas propagao do

som 47

3.2. Experincias de ensino e aprendizagem do contexto do 1. ciclo do

ensino bsico.. 55

3.2.1. Descrio e anlise da 1. experincia de ensino e aprendizagem. 55

3.2.2. Descrio e anlise da 2. experincia de ensino e aprendizagem. 64

Consideraes Finais.... 81

Referncias Bibliogrficas... 85

viii

Anexos.... 93

Anexo I. Histria O Sr. Feijo e a Sr. Batata.... 95

Anexo II. Letra da msica Instrumentos musicais...... 97

Anexo III. Guio de atividade n. 1... 99

Anexo IV. Guio de atividade n. 2... 101

Anexo V. Guio de atividade n. 3 103

ix

ndice de Figuras

Figura 1. Planta inicial da sala dos cinco anos... 17

Figura 2. Planta com as nossas alteraes...... 17

Figura 3. Planta da sala de aula da turma de 2. ano.. 23

Figura 4. Horrio da turma de 2. ano.... 24

Figura 5. Capa da histria O Coelhinho Branco................................................ 34

Figura 6. Criana a organizar letras de forma a formar a palavra formiga. 36

Figura 7. Criana a transcrever a palavra barriga para o quadro negro...... 36

Figura 8. Criana a associar a letra maiscula sua minscula..... 37

Figura 9. Explorao das sementes e da planta...... 38

Figura 10. Cartaz completado pelas crianas afixado na sala.... 40

Figura 11. Criana a completar o seu cartaz com os seus alimentos favoritos... 41

Figura 12. Criana recorrendo tcnica do caf.... 41

Figura 13. Criana a plantar... 45

Figura 14. Resultado final da horta.... 46

Figuras 15 a 18. Desenvolvimento da atividade de construo do

instrumento.................................................................................................. 49

Figura 19. Criana a tocar com a vareta nos copos de modo a produzir sons.... 53

Figura 20. Criana a experimentar o sino dentro de gua...... 54

Figura 21. Capa e contracapa da histria Lgrimas de crocodilo...... 56

Figura 22. Criana lana o dado.... 59

Figura 23. Elaborao da famlia de palavras da palavra eleita..... 59

Figura 24. Elaborao do cartaz com as profisses sorteadas.... 60

Figura 25. Criana a retirar um carto com a profisso a representar.... 61

Figura 26. Criana a representar a profisso de astronauta.... 61

Figura 27. Criana a representar a profisso de cabeleireiro...... 61

Figura 28. Crianas simulando a compra e venda de produtos...... 63

Figura 29. Capa da histria Orelhas de borboleta...... 65

Figuras 30 e 31. Ilustrao da Mara... 67

Figura 32. Semelhanas e diferenas entre ambas as histrias... 68

Figura 33. Criana a demonstra como escova os dentes.... 72

Figura 34. Recolha com o nosso auxlio a uma das crianas..... 73

Figura 35. Criana comparando meios de cultura (recipientes) de dois grupos. 74

Figura 36. Graffiti do Grupo B... 76

Figura 37. Identificao de algumas figuras geomtricas partindo da

explorao da Mara........................... 77

Figura 38. Criana a agrupar os slidos geomtricos..... 78

Figura 39. Diagrama de Venn elaborado pelas crianas.... 79

x

ndice de Quadros

Quadro 1. Organizao do tempo no Pr-Escolar Rotina Diria 19

Quadro 2. Semelhanas e diferenas entre ambas as narrativas. 68

Quadro 3. Texto da Margarida e do Andr 70

11

Introduo

O conhecimento que a criana constri ao longo do processo educativo provm

das interaes que a criana estabelece no contato direto com os objetos (Piaget, cit. por

Hohmann,