REVESTIMENTO DE PAREDES:

  • View
    38

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ - CEAP CURSO: ARQUITETURA E URBANISMO DISCIPLINA: MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO II PROFESSOR: REGINALDO SANTOS. REVESTIMENTO DE PAREDES: - PowerPoint PPT Presentation

Text of REVESTIMENTO DE PAREDES:

  • REVESTIMENTO DE PAREDES:O revestimento mais usado feito com argamassa. O ideal fazer trs camadas: chapisco, emboo e reboco. Antes de aplicar a primeira camada, tape os rasgos feitos quando foram colocados os encanamentos e os condutes. Espere cada camada secar,antes de aplicar a seguinte.CHAPISCO, EMBOO E REBOCO FINO OU PAULISTAARGAMASSA DE CIMENTO, AREIA E GUAPREPARAO: MECNICA OU MANUALMENTEO AMASSAMENTO MECNICO DEVE DURAR PELO MENOS 90 SEGUNDOS E DEVER SER EXECUTADO NA BETONEIRA.O EMASSAMENTO MANUAL DEVE SER EXECUTADO SOB COBERTURA E SOBRE MASSEIRAS OU SUPERFCIES PLANAS IMPERMEVEIS.AS ARGAMASSAS CONTENDO CIMENTO DEVERO SER USADAS NO MXIMO 2 (DUAS E MEIAS) HORAS A CONTAR DO PRIMEIRO CONTATO DO CIMENTO COM A GUA.A ARGAMASSA RETIRADA OU CAIDA DOS REVESTIMENTOS EM EXECUO NO PODER SER NOVAMENTE EMPREGADA.OS REVESTIMENTOS COM ARGAMASSA DE CIMENTO, AREIA, E GUA SO EXECUTADOS EM CAMADAS: CHAPISCO, EMBOO E REBOCO FINO.

  • CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAP - CEAP CURSO: ARQUITETURA E URBANISMODISCIPLINA: MATERIAIS DE CONSTRUO IIPROFESSOR: REGINALDO SANTOSTODAS AS SUPERFCIES DE CONCRETO, ALVENARIA DE TIJOLOS FURADOS E FORRO, INTERNAS OU EXTERNAS RECEBEM UMA CAMADA DE CHAPISCO DE ARGAMASSA COM TRAO 1:3 (CIMENTO E AREIA). AS PAREDES E TETOS DEVERO SER MOLHADOS ANTES DA APLICAO DA PRIMEIRA CAMADA DE REVESTIMENTO CHAMADA CHAPISCO, QUE DEVER SER EXECUTADO DE BAIXO PARA CIMA. A SEGUNDA CAMADA CHAMADA DE EMBOO. ESSA CAMADA S SER INICIADA APS A COMPLETA PEGA DE ARGAMASSA DAS ALVENARIAS E CHAPISCO. OS EMBOOS DEVERO SER APRUMADOS E NIVELADOS COM ESPESSURA MNIMA DE 15 mm, DESEMPENADOS COM RGUAS DE ALUMINIO OU MADEIRA. NAS PAREDES E TETOS SERO UTILIZADOS NO EMBOO, ARGAMASSA COM TRAO 1:6 (CIMENTO E AREIA).OS EMBOOS SO TAMBM EXECUTADOS COMO FUNDO PARA REVESTIMENTOS DE CERMICA OU AZULEJO.A CAMADA DE ACABAMENTO FINAL O REBOCO FINO, QUE DEVER SER EXECUTADO NO MNIMO 24 HORAS APS A PEGA COMPLETA DO EMBOO..PARA EXECUO DO REBOCO FINO, SER EMPREGADA ARGAMASSA DE CIMENTO E AREIA COM TRAO 1:5 , COM 5 mm DE ESPESSURA MXIMA. DEVE SER UTILIZADA AREIA FINA E PENEIRADA.

  • CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAP - CEAP CURSO: ARQUITETURA E URBANISMODISCIPLINA: MATERIAIS DE CONSTRUO IIPROFESSOR: REGINALDO SANTOS CORRENTE NA REGIO NORTE O USO DO REBOCO PAULISTA COMO REVESTIMENTO DE PAREDES, SUA EXECUO PRECEDIDA DA CAMADA DE CHAPISCO E, EM SEGUIDA, O REBOCO PAULISTA EXECUTADO, UTILIZANDO ARGAMASSA NO TRAO 1:6 (CIMENTO E AREIA). A CAMADA DE REBOCO PAULISTA DEVER TER NO MNIMO 15 mm DE ESPESSURA.OUTRO REVESTIMENTO COM USO DE ARGAMASSA DE CIMENTO E AREIA A BARRA LISA. GERALMENTE UTILIZADA EM REAS MOLHADAS, COMO BANHEIROS E COZINHAS, EM CONSTRUES POPULARES SUBSTITUEM O REVESTIMENTO CERMICO. NO REVESTMENTO COM BARRA LISA NO REVESTIMENTO COM BARRA LISA EMPREGA-SE ARGAMASSA DE CIMENTO E AREIA NO TRAO 1:3 COM ADIO DE IMPERMEABILIZANTE. A ESPESSURA DO REVESTIMENTO BARRA LISA DEVER FICAR ENTRE 15 A 25 mm. DEPOIS DE OBTIDA A REGULARIZAO DO PANO O ACABAMENTO LISO OBTIDO ATRAVS DE POLVILHAMENTO DE CIMENTO E ALISAMENTO DESEMPENADEIRA DE AO OU COLHER DE PEDREIRO AT ATINGIR UMA PERFEITA UNIFORMIDADE EM TODOS OS PONTOS. QUANDO FOR ESPECIFICADA A BARRA LISA COM COLORAO ARTIFICIAL, ADICIONA-SE O CORANTE DESEJADO COM O CIMENTO NA HORA QUE EST SE OBTENDO O ACABAMENTO LISO NA SUPERFCIE.

  • CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAP - CEAP CURSO: ARQUITETURA E URBANISMODISCIPLINA: MATERIAIS DE CONSTRUO IIPROFESSOR: REGINALDO SANTOSA CARAPINHA UM REVSTIMENTO DE ARGAMASSA DE CIMENTO E AREIA QUE APLICADO COM VASSOURINHA SOBRE A CAMADA DO CHAPISCO. A CARAPINHA UMA CAMADA DE REVESTIMENTO UTILIZADA, GERALMENTE, EM PAREDES EXTERNAS, PARA DESTACAR UMA REA NA FACHADA DAS EDIFICAES. A CARAPINHA PODE RECEBER PINTURA OU FICAR AO NATURAL (COR DO CIMENTO). O TRAO DA ARGAMASSA PARA CARAPINHA 1:3. O REVESTIMENTO CO CARAPINHA BASTANTE SPERO.II AZULEJOS E CERMICA.OS REVESTIMENTOS DE AZULEJOS OU LADRILHOS CERMICOS SO ASSENTADOS COM ARGAMASSA INDUSTRIALIZADA, SOBRE O EMBOO COM FUNDO PREVIAMENTE EXECUTADO E CURADO NO MNIMO 7 DIAS.ANTES DO ASSENTAMENTO SER PROCEDIDA UMA RIGOROSA VERIFICAO DE PRUMOS E NVEIS, DE MANEIRA A SE OBTER UMA ARREMATE PERFEITO E UNIFORME, ESPECIAL NA CONCORDNCIA DOS AZULEJOS/CERMICAS COM O TETO DEIXANDO SEMPRE OS ARREMATES PARA A SUPERFCIE INFERIOR DO PLANO REVESTIDO.A COLOCAO DOS REVESTIMENTOS DE AZULEJOS OU LADRILHOS CERMICOS SER FEITA DE MODO A SEREM OBTIDAS JUNTAS ALINHADAS OU CONTRAFIADAS DE ESPESSURA CONSTANTE. NO SUPERIORES S MEDIDAS INDICADAS A SEGUIR.

  • CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAP - CEAP CURSO: ARQUITETURA E URBANISMODISCIPLINA: MATERIAIS DE CONSTRUO IIPROFESSOR: REGINALDO SANTOSAZULEJOS 15x15 cm JUNTAS DE 1,5 mmAZULEJOS 15x20 cm OU 20x20 cm JUNTAS DE 2,0 mmCERMICAS 7,5x15 cm E 15x20 cm JUNTAS DE 2,0 mmCERMICAS 20x30 cm E 30x30 cm JUNTAS DE 3,0 A 5,0 mmCERMICAS 30x40 cm OU MAIORES JUNTAS DE 5,0 A 10,0 mmDECORRIDOS 7 DIAS DO REVESTIMENTO, OS PANOS SERO REJUNTADOS COM REJUNTES INDUSTRIAL NA COR DEFINIDA EM PROJETO. APS O REJUNTAMENTO, OS PANOS SERO RIGOROSAMENTE LIMPOS, RETIRANDO-SE QUALQUER EXCESSO DE MASSA OU PASTA.MRMORE E GRANITOO ASSENTAMENTO DOS REVESTIMENTOS DE MRMORES E GRANITOS EXECUTADO COM ARGAMASSA DE CIMENTO E AREIA NO TRAO 1:3 OU ARGAMASSA INDUSTRIALIZADA ESPECFICA PARA ESSES MATERIAIS EM JUNTAS ALINHADAS E PRUMADAS.OS REVESTIMENTOS EM PLACAS DE MRMORE OU GRANITO SERO EXECUTADOS POR PROFISSIONAIS ESPECIALIZADOS, UTILIZANDO PEDRAS SELECIONADAS. NO SER TOLERADO O ASSENTAMENTO DE PEAS RACHADAS, EMENDADAS, COM RETOQUES VISIVEIS DE MASSA, CAPAZES DE COMPROMETER SEU ASPECTO, DURABILIDADE E RESISTNCIA.

  • CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAP - CEAP CURSO: ARQUITETURA E URBANISMODISCIPLINA: MATERIAIS DE CONSTRUO IIPROFESSOR: REGINALDO SANTOSPASTILHASO ASSENTAMENTO DE PASTILHAS CERMICAS OU DE VIDRO, COLADAS EM PAPEL, SER EFETUADO POR PESSOAL CAPACITADO PARA ESTE SERVIO, COM ARESTAS INTEIRAMENTE RETAS E ALINHADAS. AS PASTILHAS CERMICAS OU DE VIDRO SO COLADAS EM PAPEL DEVIDO S DIMENSES DAS PEAS (1cm x 1cm, 1,5cm x 1,5cm, 2cm x 2cm).ANTES DO ASSENTAMENTO DO REVESTIMENTO DE PASTILHAS CERMICAS SER EFETUADO UM EMBOO COM ARGAMASSA DE CIMENTO E AREIA NO TRAO 1:4, PERFEITAMENTE DESEMPENADO E SARRAFIADO. SOBRE O EMBOO EXECUTADO EFETUA-SE O ASSENTAMENTO DAS PATILHAS COM ARGAMASSA INDUSTRIALIZADA ESPECFICA PARA USO NESSES MATERIAIS.AS PLACAS DE PASTILHAS, UMA VEZ APLICADAS, SERO BATIDAS COM UMA DESEMPENADEIRA DE MADEIRA, DE FORMA A SE OBTER A ADERNCIA COM A ARGAMASSA, CASO NECESSRIO EFETUA-SE NESSA OPORTUNIDADE, A APROXIMAO DAS PLACAS QUE NO TENHAM FICADO BEM UNIDAS, RECOLOCANDO-SE TAMBM, AS PASTILHAS CADAS.A REMOO DO PAPEL DAS PLACAS DO MOSAICO SER FEITA COM ESPTULA, APS ABUNDANTEMENTE MOLHADA A SUPERFCIE COM UMA SOLUO DE 5% DE SODA E GUA (CARBONATO DE SDIO). RETIRADO O PAPEL, LAVA-SE A SUPERFCIE COM BASTANTE GUA, PROCURANDO REMOVER RESDUOS DE COLA, PASTA DE ARGAMASSA.

  • CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAP - CEAP CURSO: ARQUITETURA E URBANISMODISCIPLINA: MATERIAIS DE CONSTRUO IIPROFESSOR: REGINALDO SANTOSO REJUNTAMENTO DAS PASTILHAS SER EFETUADO COM REJUNTE INDUSTRIAL NA COR DEFINIDA EM PROJETO. A APLICAO SER FEITA COM O AUXLIO DE UM ROLO DE BORRACHA. COM UM PANO MIDO, RETIRA-SE O EXCESSO DE PASTA, CONCLUINDO A LIMPEZA COM UM PANO SECO.APS 6 (SEIS) DIAS, LAVA-SE A SUPERFCIE COM AUXILIO DE UMA BROCHA, EMBEBIDA EM UMA SOLUO, A 5% DE CIDO MURITICO E GUA, LOGO APS, COM GUA, EXUGANDO-SE EM SEGUIDO COM PANOS LIMPOS E SECOS.ENCASQUE DE PEDRA:OS REVESTIMENTOS DECORATIVOS DE PEDRA SO CONSTITUDOS POR SEIXOS, FRAGMENTOS IRREGULARES DE PEDRAS OU FILETES, DENOMINADOS RACHAS DE PEDREIRA, LIGADOS SUPERFCIES A GUARNECER POR MEIO DE ARGAMASSA DE CIMENTO E AREIA NO TRAO 1:4 E DISPOSTOS DE MODO A FORMAREM UM PARAMENTO EXTERNO, SENSIVELMENTE PLANO.AS RACHAS DEVERO SER ISENTAS DE TERRA, ARGILA, CROSTA DECOMPOSTA OU OUTRO DEFEITO QUE LHE PREJUDIQUEM O ASPECTO. AS RACHAS TERO FRAGMENTOS CHATOS DESIGUAIS, DE TAMANHO MDIO, COM FORMA APROXIMADAMENTE RETANGULAR OU TRAPEZOIDAL, CUJO EIXO MENOR NO DEVER SER INFERIOR A 100mm.AS PEDRAS SERO ASSENTADAS SEGUNDO O SEU MAIOR EIXO. PODERO VARIAR QUANTO A COR MAS O CONJUNTO DEVER TER COR HOMOGNEA.

  • CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAP - CEAP CURSO: ARQUITETURA E URBANISMODISCIPLINA: MATERIAIS DE CONSTRUO IIPROFESSOR: REGINALDO SANTOSPARA ASSENTAMENTO DAS CASCAS DE PEDRA SER EMPREGADA ARGAMASSA DE CIMENTO E AREIA NO TRAO 1:4. OS PARAMENTOS SERO LAVADOS COM UMA SOLUO DE CIDO CLORDRICO (HCL) E DEVERO APRESENTAR-SE PLANOS, SEM ONDULAES OU ABALAMENTOS.REVESTIMENTO CERMICOA execuo do Revestimento Cermico abrange um conjunto de medidas necessrias adequada execuo da camada de acabamento e compreende as seguintes etapas:

  • CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAP - CEAP CURSO: ARQUITETURA E URBANISMODISCIPLINA: MATERIAIS DE CONSTRUO IIPROFESSOR: REGINALDO SANTOSPROPRIEDADES DO REVESTIMENTO CERMICO Absoro de gua Resistncia abrasoResistncia geloExpanso por umidade ou dilatao trmicaResistncia ao risco (dureza Mohr)Resistncia manchasResistncia ao ataque qumicoEmpregos de revestimentos cermicos: pisos, paredes, fachadas, piscinas, outros.

  • CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAP - CEAP CURSO: ARQUITETURA E URBANISMODISCIPLINA: MATERIAIS DE CONSTRUO IIPROFESSOR: REGINALDO SANTOSAzulejos Normalmente so constitudos de duas camadas: uma de argila selecionada, de espessura grande, e outra fina, de um esmalte que recobre uma das faces e que lhe proporciona impermeabilidade e alta durabilidade. O azulejo tem por funo revesti outros materiais, dando proteo e bom acabamento. um material para uso em paredes.

    TIPOS DE ASSENTAMENTO DO REVSTIMENTO

  • CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAP - CEAP CURSO: ARQUIT