Salão de beleza

  • View
    2.650

  • Download
    8

Embed Size (px)

Transcript

  • 1. UFT - Universidade Federal do Tocantins Arquitetura e Urbanismo Conforto Ambiental II Iluminao de Interiores Estudo de Caso - Salo de Beleza Celiana Vieira Danillo Pacheco

2. Salodebeleza Layout Adisposiodarecepo,da salademassagem/depilao, dasbancadasdecortee tintura,doslavatrioseoutros equipamentosdevemser planejadosparatornaro ambienteagradvel, harmoniosoeprtico. 3. Olayoutdevefacilitaraprestaodos serviosproporcionandoaosclientes: conforto; bem-estar; comodidade; privacidade. 4. Iluminao Salesdebelezasolocaisqueprecisamestar bemiluminados. Deve-setercuidadoespecialcom: Iluminaonasbancadas(anlisecapilar, qumicas,maquilagem,etc) 5. O efeito da iluminao pode distorcer a percepo do resultado do servio e causar insatisfao aos clientes. 6. Existem lmpadas que no possuem uma boa reproduo de cores podendo deixar o seu cliente com um aspecto plido ou ento amarelado. 7. Cores As cores devem estar em harmonia com a proposta do seu negcio, ou seja, com o ambiente que voc quer oferecer ao cliente. 8. A cor e o tom utilizados podem tornar o ambiente mais aconchegante, mais fashion, mais clssico, mais descontrado, mais leve ou mais clean. A imagem do salo de beleza deve identificar o perfil de seus clientes. Assim, os clientes vo se identificar com seu salo de beleza e conseqentemente freqent-lo. 9. Pisos Os pisos precisam ser bem avaliados antes de serem escolhidos. Nunca coloque um piso s porque ele bonito. Eles devem facilitar a limpeza e higienizao alm disso deve-se considerar que o tom e a textura do piso interferem na iluminao do ambiente. Pisos claros - abrem o ambiente, proporcionam a sensao de limpeza e favorecem a iluminao. 10. Pisos desenhados - tendem a poluir o espao. 11. Forros De preferncia aos forros claros pois alm de ampliarem o espao, ajudam na iluminao do ambiente e passam uma sensao de limpeza.