Soluções show

Embed Size (px)

Text of Soluções show

  • 1. Quando juntamos duas espcies qumicas diferentes e, no houver reao qumica entre elas, isto , no houver formao de nova(s) espcie(s), teremos uma MISTURA

2. Quando na mistura tiver apenas uma nica caracterstica em toda a sua extenso teremos uma MISTURA HOMOGNEAQuando na mistura tiver mais de uma caracterstica em toda a sua extenso teremos umaMISTURA HETEROGNEA 3. Em uma mistura de duas espcies qumicas diferentes, pode ocorrer a disseminao, sob forma de pequenas partculas, de uma espcie na outraNeste caso o sistema recebe o nome de DISPERSO 4. A espcie qumica disseminada na forma de pequenas partculas o DISPERSOe, a outra espcie o DISPERGENTEGUA+ACAR DISPERGENTE DISPERSO 5. Quando na disperso o disperso possui tamanho mdio de at 10cm a disperso receber o nome especial de SOLUO7 Nas SOLUES: DISPERGENTE DISPERSO SOLVENTE SOLUTO 6. 20g 1000g de gua a 15C 1000g de gua a 15C 1000g de gua a 15C 350g de NaCl dissolve totalmente dissolve totalmente dissolve 380 g 380g de NaCl 400g de NaCl 7. Cs=380g de NaCl1000g de gua, a 15CCOEFICIENTE DE SOLUBILIDADE (Cs) a quantidade mxima de umSOLUTOcapaz de se dissolver em uma quantidade fixa deSOLVENTE ,em certas condies (temperatura e presso) 8. Cs=380g de NaCl1000g de gua, a 15C1000g de gua a 15C 350g de NaCl Quando na soluo temos uma quantidade de solutoMENORque o mximo permitido pelo coeficiente de solubilidade a soluo ser classificada como soluo INSATURADA 9. Cs=380g de NaCl1000g de gua, a 15C1000g de gua a 15C 380g de NaCl Quando na soluo temos uma quantidade de solutoIGUALao mximo permitido pelo coeficiente de solubilidade a soluo ser classificada como soluo SATURADA 10. Cs=380g de NaCl1000g de gua, a 15C1000g de gua a 15C 380g de NaCl 1000g de gua a 15C 20g 400g de NaCl SATURADA SATURADA SEM CORPO DE FUNDO COM CORPO DE FUNDO 11. Cs=380g de NaCl1000g de gua, a 15C1000g de gua 20g 400g de NaCl 15CAQUECIMENTO 40CRESFRIAMENTO LENTO 15CTODO SOLUTO CONTINUA DISSOLVIDO SOLUO SUPERSATURADA 12. 01) Um determinado sal tem coeficientedesolubilidade igual a34g / 100gdegua, a20C.Tendo-se450 gde gua a 20C, aquantidade, emgramas,dessesal,quepermite prepararuma soluo saturada, de: a)484 g.b)450 g. c)340 g. d)216 g.e)153 g. 34g de sal 100g de gua = m 450g sal gua Cs 34g 100g m 450 34 100 = 100xm = 34x450 100 m = 15300 m = 153g 13. 02) A solubilidade do cido brico (H 3 BO 3 ), a 20C, de 5 g em 100 g e gua.Adicionando-se200 gdeH 3 BO 3em 1,00 kg degua,a 20C, quantos gramas de cido restam na fase slida?a)50 g. b)75 g. c)100 g. d)150 g. e)175 g. 5g de cido 100g de gua = Cs m 1Kg cido gua 5g 100g 1000g m 1000 5 100 = 100x m=5x 1000 100xm= 5000 100 m = 5000 m=50 g dissolvidos Restam na fase slida =20050=150 g 14. 03) Apsaevaporaodetodaaguade25 gdeumasoluo saturada(sem corpodefundo)dasubstnciaX,pesou-seo resduoslido,obtendo-se5 g.Se, namesmatemperatura do experimentoanterior,adicionarmos80 gdasubstnciaX em 300 g de gua, teremos uma soluo: a)insaturada. b)saturada sem corpo de fundo. c)saturada com 5g de corpo de fundo. d)saturada com 20g de corpo de fundo. e)supersaturada. soluto soluo solvente + = 25g 20g 5g 300g m 300 m 20 5 = x 20 m = 5 x 300 x 20 m = 1500 20 m = 1500 m = 75g dissolvidos corpo de fundo = 80 75 = 5g 15. CURVAS DE SOLUBILIDADE Analisando um grfico de solubilidade podemos destacar trs regies 16. A temperatura e a presso tm influncia na solubilidade de um slido e de um gs em um lquido Quando asolubilidade aumentacom o aumento da temperatura , teremos uma solubilidade ENDOTRMICA 17. Quando asolubilidade diminuicom o aumento da temperatura , teremos uma solubilidadeEXOTRMICA 18. Algumas solubilidades tm irregularidades, apresentando pontos de inflexo 19. 01) (UCSal-BA) Considere o grfico: Com base nesse grfico, pode-se concluir que, acrescentando-se 20g de cloreto de potssio em 50g de gua, a 20C, obtm-se soluo aquosa:

  • saturada com corpo de fundo, que pode torna-se insaturada pelo aquecimento.
  • b) saturada com corpo de fundo, que pode torna-se insaturada pelo resfriamento.
  • c) saturada sem corpo de fundo, que pode torna-se insaturada pelo resfriamento.
  • d) insaturada, que pode torna-se saturada por aquecimento.
  • e) insaturada, que pode torna-se saturada por resfriamento.

20 40 60 80 100 20 40 60 80 Temperatura (C) massa (g) / 100g de gua 20C C s = 34g do sal 100g de gua 34 100 = m 50 100x m=50x 34 100x m=1700 100 m = 1700 m=17 g 34 20. CONCENTRAO DE UMA SOLUO Chamamos de concentrao de uma soluo a toda forma de expressar a proporo existente entre as quantidades desoluto e solventeou, ento, as quantidades de soluto e soluo 21. No estudo das solues usaremos aseguinte conveno: ndice 1: Para quantidades relativas ao solutondice 2: Para quantidades relativas ao solventeSem ndice: Para quantidades relativas soluo 22. V m 1 = C Unidade: g / L Indica a massa do soluto em 1 litro de soluo CONCENTRAO COMUM (C) o quociente entre a massa do soluto (m 1 ), em gramas, e o volume da soluo (V), em litros 23. 01) Numbalovolumtrico de250 mL adicionam-se 2,0g de sulfato deamnioslido; ovolumecompletado com gua.Podemosdizer que a concentrao da soluo obtida, em g/litro, : a)1,00. b)2,00. c)3,50. d)4,00. e)8,00. V=250 mL =0,25 L m 1 = 2,0 g C= m 1 V C=? 2,0 0,25 C= 8,0 g/L 24. 02) Aconcentraodeumasoluo5,0 g/litro.Dessa soluo0,5 Lcontm: a)10g de soluto. b)0,25g de soluto. c)2,5g de solvente. d)2,5g de soluto. e)1,0g de soluto. V = 0,5 L m 1 = ? C = m 1 V C = 5,0 g / L 0,5 5,0 m 1=5x0,5 m 1 =2,5 g 25. DENSIDADE (d) d = m SOLUO V SOLUO 01) 5,0 L de uma soluo tem massa de 20 g. A densidadedesta soluo de:

  • 25 g / L.
  • 20 g / L.
  • 15 g / L.
  • 5 g / L.
  • 4 g / L.

d = m V 20 5 d = 4g / L o quociente entre a massa e o volume de um corpo Para uma soluo teremos: 26. V n 1 = m Unidade:mol/L Indica o nmero de mols do soluto em 1 litro de soluo CONCENTRAO EM QUANTIDADE DE MATRIA(m) o quociente entre o nmero de mols do soluto(n 1 ) e o volume da soluo (V), em litrosEsta concentrao tambm chamada de MOLARIDADE ou concentrao MOLAR 27. 01) Em 3 litros de uma soluo de NaOH existem dissolvidos 12 mols desta base. A molaridade desta soluo : a)3 mol/L. b)4 mol/L. c)9 mol/L. d)15 mol/L. e)36 mol/L. V=3 L n 1 = 12 mols = V m =? 12 3 4,0 mol / L n 1 m = m 28. 02) Amolaridadedeumasoluoaquosacontendo 36,5g de cido clordricodissolvidos em gua at completar 2 litros de soluo : Dados: H = 1 u.m.a; Cl = 35,5 u.m.a. a) 0,5 M. b) 1,0 M. c) 1,5 M. d) 2,0 M. e) 2,5 M. V = 2 L m 1 = 36,5g m = ? + = n 1 1 1,0 mol HCl = 36,5 m 1 35,5 = M 1 = M 1 36,5g/mol 36,5 = V 1 2 0,5 mol / L n 1 m = m 29. 02) UCS-RS) Uma pessoa usou34,2g de sacarose(C 12 H 22 O 11 )para adoar seu cafezinho.O volume de cafezinho adoado na xcara foide50 mL.A concentraomolar dasacarose no cafezinho foi de: a) 0,5 mol/L. b) 1,0 mol/L. c) 1,5 mol/L. d) 2,0 mol/L. e) 2,5 mol/L. V = 50 mL = 0,05 L m 1 = 34,2 g = ? m C 12 H 22 O 11= 342g/mol = = n 1 0,1 mol 342 m 1 M 1 = 34,2 = V 0,05 2,0 mol/L n 1 m 0,1 30. 03)Amolaridadedeumasoluoaquosacontendo 36,5g de cido clordrico dissolvidosem gua at completar 2 litros de soluo : Dados: H = 1 u.m.a; Cl = 35,5 u.m.a. a) 0,5 M. b) 1,0 M. c) 1,5 M. d) 2,0 M. e) 2,5 M. V = 2 L m 1 = 36,5g m = ? + = n 1 1 1,0 mol HCl = 36,5 m 1 35,5 = M 1 = M 1 36,5g/mol 36,5 = V 1 2 0,5 mol / L n 1 m = m 31. TTULO EM MASSA (T) considerando T = m 1 m = m 1 m m 2 + T = m 1 m 1 m 2 + T = 100 % T X o quociente entre a massa do soluto (m 1 ) e a massa total da soluo (m), ambas na mesma unidade comum representar o ttulo em massa Na forma dePORCENTAGEM 32. 01) Uma massa de 40 g de NaOH sodissolvidas em 160 g de gua. A porcentagem, em massa, de NaOH presente nesta soluode: a)20%. b)40%. c)10%. d)80%. e)100%. T = m m 1 m 1 = 40g m 2 160g = = m 1 m m 2 + = m 40 160 200g 40 200 T = 0,20 T = 100 % T X 0,20 = 20% 33. 02) Quantos gramas de gua so necessrios, a fim de se preparar umasoluo,a 20% em peso, usando80 gdesoluto? a)400 g. b)500 g. c)180 g. d)320 g. e)480 g. T = m m 1 m 1 = 80g m 2 ? = = m 1 m m 2 = 80 0,20 0,20 20 100 m = 0,20 80 0,20 = 20% T = % X = m 80 m=400g 400 80 m 2 =320g 34. 03) Quando sedissolveumcertonmerodegramas de cloreto declcio,no triplo de gua,a concentrao dasoluoresultante (porcentagemem massa) igual a: a) 15%. b) 25%. c) 30%. d) 40%. e) 4%. T = m m 1 m 1 = x g m 2 3x g = 4 x 100 0,25 = 1 x 25% T = % x m 4x g = T = 4 1 T 0,25 T = % 35. 04) Umasoluo aquosade NaCl apresenta porcentagemem massade 12,5%.Issosignificaque, para cada 100 g de soluo, teremos ________g de soluto e________g de solvente. Completa-secorretamenteaafirmaoacima, respectivamente, com: a) 12,5g e 100 g. b) 12,5g e 87,5g. c) 87,5g e 12,5g. d) 100g e 12,5g. e) 58,5g e 41,5g.12,5 87,5 36. o quociente entre o volume do soluto (V 1 ) e o volume total da soluo (V), ambos na mesma unidade considerando T = V 1 V = V 1 V V 2 + T = V 1 V 1 V 2 + V TTULO EM VOLUME (T) 37. T = V 1 V V = V 1 50 mL = V 2 200 mL = V 250 mL 50 250 = 0,20 ou 20% Considere uma soluo aquosa de lcool que tem 50 mLde lcool e 200 mL de gua. Qual a sua porcentagem em volume nesta soluo? 38. Quando uma soluo bastante diluda, a massa do solvente praticamente igual massa da soluo e, neste caso, a concentrao da soluo expressa em ppm (partes por milho)O ppm indica quantas partes do soluto existem em um milho de partes da soluo (em volume ou em massa)1 ppm = 1 parte de soluto 10partes de soluo 6 PARTES POR MILHO (ppm) 39. 01) Em uma amostra de 100 Ldoar de uma cidadeh 2 x 10L do poluente SO 2 . A quantas ppm, em volume, isso corresponde?8 8 volume de ar volume de SO 2 100 L 10L 2x10L 6 8 100 10 2x10 6 = V V V 8 100 10 x 2x10 6 = x V = 2 2x10 100 V = 4 2x10L 40. 02)(FGV-SP)Dizerqueumasoluodesinfetanteapresenta1,5% de cloro ativo equivalente a dizer que a concentrao de cloro ativo nessa soluo : a) 1,5 x 10ppm. b) 1,5 x 10ppm. c) 150 ppm.