TP01-Eliana Silva_Superestrutura

  • View
    225

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Primeiro trabalho apresentado pelos alunos da Oficina Problemas de Requalificação e Urbanização de Assentamento Precários.

Text of TP01-Eliana Silva_Superestrutura

  • OCUPAO ELIANA SILVA

    ANA CAROLINA CIRACO, EDSON JUNIOR,

    GABRIELA HOFMANN, RENATA ASSIS, RENATA PEDROSA

    MARO 2013

    - ANLISE DA SUPERESTRUTURA -

    ESCOLA DE ARQUITETURA

  • OCUP AO E L I ANA S I L VA

    OBJETIVOS GERAIS

    Compreender a organizao da Ocupao Eliana Silva, em Belo

    Horizonte, identificando e analisando os elementos da

    superestrutura existente, ressaltando:

    A estrutura comercial do entorno;

    Os fornecedores;

    As tipologias das edificaes;

    Os saberes locais.

  • OCUP AO E L I ANA S I L VA

    OBJETIVOS GERAIS

    Elaborar repertrio de informaes que possa facilitar a vida

    dos moradores e sua integrao com o meio;

    Promover, no contexto da ocupao e de seu entorno,

    formas para que os moradores possam integrar-se melhor

    cidade e aumentar sua qualidade de vida.

  • Conhecer e avaliar a Ocupao Eliana Silva;

    Conhecer e reconhecer os potenciais da regio atravs do mapeamento de empresas, comrcio, servios e saberes, facilitando a interao dos moradores com esses elementos;

    Fomentar a troca de saberes locais;

    Propiciar a troca de conhecimento entre a universidade e a comunidade;

    Informar aos moradores a respeito das avaliaes realizadas na Ocupao Eliana Silva e em seu entorno.

    OBJETIVOS ESPECFICOS

    OCUP AO E L I ANA S I L VA

  • Visitas de campo para reconhecimento do local com registro fotogrfico e em vdeo;

    Reunies sistemticas em grupo;

    Confeco de mapa coletivo com auxlio dos moradores da ocupao;

    Confeco de mapa sntese com as informaes coletadas nas visitas e nas pesquisas secundrias.

    METODOLOGIA

    OCUP AO E L I ANA S I L VA

  • LOCALIZAO

    A OCUPAO ELIANA SILVA SE LOCALIZA NA REGIO DO BARREIRO, NO VALE DO JATOB,

    NA CIDADE DE BELO HORIZONTE.

    OCUP AO E L I ANA S I L VA

    http://www.mapasparacolorir.com.br/mapa-municipio-mg-belo-horizonte.php

    Google Earth editado pelo grupo

    JATOB VILA PINHO

    ELIANA SILVA

  • LOCALIZAO

    JATOB

    OCUP AO E L I ANA S I L VA

    Google Earth editado pelo grupo

    VILA PINHO

    ELIANA SILVA Google Earth editado pelo grupo

  • O ENTORNO

    OCUP AO E L I ANA S I L VA

    Google Earth editado pelo grupo

  • PRIMEIRO CONTATO

    A OCUPAO -VISTA DE FORA-

    OCUP AO E L I ANA S I L VA

    Acervo pessoal / Renata Assis

    09 DE MARO DE 2013

  • TIPOLOGIAS DOMINANTES

    A OCUPAO POR DENTRO -VISTA GERAL-

    OCUP AO E L I ANA S I L VA

    Barracos de lona e madeira na 1 fase da ocupao e fundao em sapata rasa para construo das casas de alvenaria (2 fase).

    09 DE MARO DE 2013

    Acervo pessoal / Renata Assis

  • TIPOLOGIAS DOMINANTES

    OCUP AO E L I ANA S I L VA

    Acervo pessoal / Renata Assis

    09 DE MARO DE 2013

    Casas de alvenaria de tijolo aparente, com pouco uso de concreto e armao. Cobertura geralmente de telhas de fibrocimento e piso de cimento grosso. Na fase atual, poucas casas possuem qualquer tipo de acabamento.

    A OCUPAO POR DENTRO -EDIFICAES-

  • TIPOLOGIAS DOMINANTES

    OCUP AO E L I ANA S I L VA

    Anotaes de campo/ Renata Pedrosa

    09 DE MARO DE 2013

    As casas geralmente possuem 1 ou 2 cmodos, como exemplificado abaixo, havendo inteno de expanso por boa parte dos moradores. Cada casa habitada, em mdia, por 3 a 5 moradores.

    A OCUPAO POR DENTRO -EDIFICAES-

  • ESTRUTURA COLETIVA

    A OCUPAO POR DENTRO -INSTALAES SANITRIAS E LAVANDERIA COMUNITRIA-

    OCUP AO E L I ANA S I L VA

    09 DE MARO DE 2013

    Acervo pessoal / Renata Assis

    Devido falta de esgoto, no h banheiro nas casas. H duas instalaes sanitrias e uma lavanderia coletiva para os 254 lotes.

    Acervo pessoal / Renata Assis

  • SEGUNDO CONTATO

    MAPAS COLETIVOS -PARTICIPAO DOS MORADORES-

    OCUP AO E L I ANA S I L VA

    Acervo pessoal / Edson Jr

    DETALHE MATERIAL UTILIZADO

    INTERAO MORADORES

    17 DE MARO DE 2013

    Acervo pessoal / Edson Jr

  • SABERES LOCAIS

    OCUP AO E L I ANA S I L VA

    Durante a confeco dos mapas coletivos com a comunidade, foram identificados na ocupao diversos saberes, tais como:

    PINTOR

    PEDREIRO

    BOMBEIRO

    ELETRICISTA

    METALRGICO

    MEIO AMBIENTE

    CH ARTESO

    SABO

    ESTTICA

    VOLUNTRIOS

    CRECHE

  • DESENVOLVIVENTO

    ATIVIDADES DESENVOLVIDAS

    OCUP AO E L I ANA S I L VA

    REUNIO EM SALA DE AULA

    DESENVOLVIMENTO DOS MAPAS COLETIVOS EM HORRIO EXTRA CLASSE

    Acervo pessoal / Gabriela Martins 18 de maro de 2013

    Acervo pessoal / Gabriela Martins 13 de maro de 2013

  • DESENVOLVIMENTO

    ATIVIDADES DESENVOLVIDAS

    OCUP AO E L I ANA S I L VA

    DESENVOLVIMENTO MAPAS COLETIVOS EM HORRIO EXTRA CLASSE DESENVOLVIMENTO MAPAS

    COLETIVOS EM SALA DE AULA

    Acervo pessoal / Gabriela Martins 18 de maro de 2013

    Acervo pessoal / Gabriela Martins 18 de maro de 2013

  • CONCLUSES

    OCUP AO E L I ANA S I L VA

    Apesar do pouco tempo de ocupao, a comunidade est bem inserida no local, com bom conhecimento do entorno (ex. comrcio, loja de material de construo, supermercado, etc).

    Falta concorrncia no comrcio local, para que haja variao de preos nas mercadorias.

    A comunidade se mostra bem engajada em causa prpria.

    So organizados, colaborativos e proativos.

  • CONCLUSES

    OCUP AO E L I ANA S I L VA

    Apesar de as casas ainda estarem em estados precrios, pode-se perceber que os moradores almejam melhorar suas moradias.

    Mesmo com o empenho na construo das moradias,

    existem grandes falhas construtivas comprometendo a segurana e a vida til das edificaes, como a falta de estrutura das mesmas ou uso incorreto de pilares e armaes. As edificaes so erguidas de forma intuitiva, havendo falta de conhecimento tcnico na rea.

  • CONCLUSES

    OCUP AO E L I ANA S I L VA

    O local apresenta pouca arborizao, o que prejudica o conforto trmico do ambiente. Falta conscincia e conhecimento dos moradores sobre a importncia do plantio de rvores na melhoria da temperatura ambiental e na gerao de sombreamento.

    Pouca preocupao da comunidade com relao ao

    percurso natural da gua, corroborando com a eroso.

    Faltam espaos de lazer e convivncia dentro da ocupao.

  • SNTESE (MATRIZ SWOT)

    OCUP AO E L I ANA S I L VA

    AMBIENTE INTERNO

    AMBIENTE EXTERNO

    ASP

    ECTO

    S P

    OSI

    TIV

    OS

    ASP

    ECTO

    S N

    EGA

    TIV

    OS

    FORAS Bom conhecimento do entorno; Engajamento e organizao dos moradores; Variedade de saberes locais; Proximidade com curso d`gua e com rea de preservao permanente; Abertura para novas ideias; Empenho na construo do espao.

    FRAQUEZAS Conhecimentos tcnicos insuficientes ou equivocados; Recursos financeiros limitados; Falta de arborizao, de espaos de lazer e convivncia; Ausncia de servios de gua, luz e esgoto dentro da ocupao.

    OPORTUNIDADES Intercmbio de informaes com a universidade; Possibilidade de aproveitamento dos resduos das indstrias adjacentes; Proximidade com escola pblica de ensino fundamental; Entorno j consolidado.

    AMEAAS Situao de irregularidade fundiria; Negao da legitimidade da ocupao por parte do poder pblico; Embates com a polcia militar e o conselho tutelar.

  • PROPOSTAS

    OCUP AO E L I ANA S I L VA

    Criao de um comrcio local os moradores tem necessidades semelhantes e vo buscar o suprimento delas fora da ocupao. Comrcio como padaria, mercadinho, farmcia, etc... Se possvel, administrado pelos prprios moradores.

    Criao de um espao de convivncia para unificao dos saberes locais - os saberes locais podem ser teis a coletividade e sua unificao proporcionaria maior integrao entre os moradores e troca de experincias por meio de prestao e/ou troca de servios.

  • PROPOSTAS

    OCUP AO E L I ANA S I L VA

    Oferecimento de oficinas sobre construo civil aos moradores muitos moradores acreditam que sabem como fazer uma edificao mas a realidade mostra que vrios equvocos esto ocorrendo com futuro comprometimento das construes. Sugere-se a realizao de parceria das lideranas da ocupao junto a faculdades/universidades para o oferecimento de oficinas para que o moradores aprendam de modo correto como construir e como identificar/sana as falhas j existentes.

  • ANLISE FINAL SOBRE A

    SUPERESTRUTURA

    OCUP AO E L I ANA S I L VA

    A comunidade est inserida em uma localidade j bem estruturada em termos de fornecedores, estrutura de comrcio e industria, vias pblicas.

    Essa estrutura j existia previamente para atender as necessidades dos moradores dos bairros vizinhos e tem sido incorporada pelos moradores da Ocupao.

  • ANLISE FINAL SOBRE A

    SUPERESTRUTURA

    OCUP AO E L I ANA S I L VA

    Assim, a superestrutura atende s necessidades imediatas dos moradores para sua subsistncia. Porm, a implementao de aes como as propostas proporcionariam, com o tempo, melhoria a qualidade de vida e, aos poucos, ajudariam da fazer com o que a Ocupao se integre verdadeiramente ao bairro deixando de ter conotao dele apartada.

  • REFERNCIAS

    BIBLIOGRFICAS

    OCUP AO E L I ANA S I L VA

    Stios eletrnicos http://iconoclasistas.com.ar/ http://ocupacaoelianasilva.blogspot.com.br/ http://