Click here to load reader

Tuberculose – Wikipédia, a enciclopédia livre

  • View
    103

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Tuberculose – Wikipédia, a enciclopédia livre

04/11/11

Tuberculose

Wikipdia, a enciclopdia livre

TuberculoseOrigem: Wikipdia, a enciclopdia livre.

A tuberculose chamada antigamente de "peste cinzenta",[1] e conhecida tambm em portugus como t sica pulmonar[2] ou "doena do peito" - uma das doenas infecciosas documentadas desde mais longa data e que continua a afligir a Humanidade nos dias atuais. causada pelo Mycobacterium tuberculosis, tambm conhecido como bacilo-de-koch. Estima-se que a bactria causadora tenha evoludo h 40.000 anos, a partir de outras bactrias do gnero Mycobacterium.

TuberculoseAviso mdicoClassifica o e recursos externos

Raio-X do peito de um paciente com tuberculose pulmonar avanada

CID-10 CID-9 OMIM

A15 (http://apps.who.int/classifications/icd10/browse/2010/en#/A15) -A19 (http://apps.who.int/classifications/icd10/browse/2010/en#/A19) 010 (http://www.icd9data.com/getICD9Code.ashx?icd9=010) -018 (http://www.icd9data.com/getICD9Code.ashx?icd9=018) 607948 (http://www.ncbi.nlm.nih.gov/entrez/dispomim.cgi?id=607948)

DiseasesDB 8515 (http://www.diseasesdatabase.com/ddb8515.htm) MedlinePlus 000077 (http://www.nlm.nih.gov/medlineplus/ency/article/000077.htm) 000624 (http://www.nlm.nih.gov/medlineplus/ency/article/000624.htm) MeSH C01.252.410.040.552.846 (http://www.nlm.nih.gov/cgi/mesh/2006/MB_cgi? mode=&term=Tuberculosis&field=entry#TreeC01.252.410.040.552.846)

A tuberculose considerada uma doena socialmente determinada, pois sua ocorrncia est diretamente associada forma como se organizam os processos de produo e de reproduo social, assim como implementao de polticas de controle da doena. Os processos de produo e reproduo esto diretamente relacionados ao modo de viver e trabalhar do indivduo. A tuberculose pulmonar a forma mais frequente e generalizada da doena. Porm, o bacilo da tuberculose pode afetar tambm outras reas do nosso organismo, como, por exemplo, laringe,[3] os ossos e as articulaes,[4] a pele (l pus vulgar), os glnglios linfticos (escrfulo), os intestinos, os rins e o sistema nervoso. A tuberculose miliar consiste num alastramento da infeo a diversas partes do organismo, por via sangunea. Este tipo de tuberculose pode atingir as meninges (membranas que revestem a medula espinhal e o encfalo), causando infeces graves denominadas de "meningite tuberculosa".[5][6] Em diversos pases houve a ideia de que por volta de 2010 a doena estaria praticamente controlada e inexistente. No entanto, o advento do HIV e da AIDS mudaram drasticamente esta perspectiva. No ano de 1993, em decorrncia do n mero de casos da doena, a Organizao Mundial da Sa de (OMS) decretou estado de emergncia global e props o DOTS (Tratamento Diretamente Supervisionado) como estratgia para o controle da doena.[carece de fontes?]pt.wikipedia.org/wiki/Tuberculose 1/14

04/11/11

Tuberculose

Wikipdia, a enciclopdia livre

ndice1 Sintomas mais comuns 2 Contgio e evoluo 2.1 Notificao 2.2 Infeco 2.3 Evoluo 3 Resistncia a medicamentos 4 Diagnstico 4.1 Baciloscopia 4.2 Histrico mdico 4.3 Exame fsico 4.4 Radiografia do trax 4.5 Estudos microbiolgicos 4.6 Teste intradrmico de tuberculina 4.7 Classificao da reao tuberculina 4.8 Sistema de classificao 5 Tratamento 5.1 Tratamento de infeco latente de tuberculose 5.2 Tratamento de tuberculose ativa 6 Preveno 7 Histria 8 A tuberculose na arte e na literatura 9 Os percursores da hidroterapia 10 Transmisso 11 Vtimas famosas 12 Tuberculose no mundo 13 Ver tambm 14 Referncias 15 Bibliografia 16 Ligaes externas

80% dos casos de tuberculose no mundo concentram-se nos pases assinalados em tons de vermelho. Fonte: OMS (2007)

Sintomas mais comunsEntre seus sintomas, pode-se mencionar tosse com secreo, febre (mais comumente ao entardecer), suores noturnos, falta de apetite, emagrecimento, cansao fcil e dores musculares. Dificuldade na respirao, eliminao de sangue e acmulo de pus na pleura pulmonar so caractersticos em casos mais graves.

Contgio e evoluoA tuberculose se dissemina atravs de aerossis no ar que so expelidas quando pessoas com tuberculose infecciosa tossem, espirram. Contactos prximos (pessoas que tem contato freq ente) tm alto risco de sept.wikipedia.org/wiki/Tuberculose 2/14

04/11/11

Tuberculose

Wikipdia, a enciclopdia livre

infectarem. A transmisso ocorre somente a partir de pessoas com tuberculose infecciosa activa (e no de quem tem a doena latente). A probabilidade da transmisso depende do grau de infeco da pessoa com tuberculose e da quantidade expelida, forma e durao da exposio ao bacilo, e a virulncia. A cadeia de transmisso pode ser interrompida isolando-se pacientes com a doena ativa e iniciando-se uma terapia antituberculose eficaz.

Notifica oA tuberculose uma doena de notificao obrigatria (compulsria), ou seja, qualquer caso confirmado tem que ser obrigatoriamente notificado.[7][8]

Infec oA infeco pelo M. tuberculosis se inicia quando o bacilo atinge os alvolos pulmonares e pode se espalhar para os ndulos linfticos e da, atravs da corrente sangunea para tecidos mais distantes onde a doena pode se desenvolver: a parte superior dos pulmes, os rins, o crebro e os ossos. A resposta imunolgica do organismo mata a maioria dos bacilos, levando formao de um granuloma. Os "tubrculos", ou ndulos de tuberculose so pequenas leses que consistem em tecidos mortos de cor acinzentada contendo a bactria da tuberculose. Normalmente o sistema imunolgico capaz de conter a multiplicao do bacilo, evitando sua disseminao em 90% dos casos.

Evolu oEntretanto, em algumas pessoas, o bacilo da tuberculose supera as defesas do sistema imunolgico e comea a se multiplicar, resultando na progresso de uma simples infeco por tuberculose para a doena em si. Isto pode ocorrer logo aps a infeco (tuberculose primria 1 a 5% dos casos), ou vrios anos aps a infeco (reativao da doena tuberculosa, ou bacilo dormente 5 a 9 %). Cerca de 5% das pessoas infectadas vo desenvolver a doena nos dois primeiros anos, e outras 5% vo desenvolv-la ainda mais tarde. No total, cerca de 10% dos infectados com sistema imunolgico normal desenvolvero a doena durante a vida. [9] Algumas situaes aumentam o risco de progresso da tuberculose. Em pessoas infectadas com o HIV ou outras doenas que deprimem o sistema imunolgico tem muito mais chances de desenvolverem complicaes. Outras situaes de risco incluem: o abuso de drogas injetveis; infeco recente de tuberculose nos ltimos 2 anos; raio-x do trax que sugira a existncia de tuberculose (leses fibrticas e ndulos); diabetes mellitus, silicose, terapia prolongada com corticosterides e outras terapias imuno-supressivas, cncer na cabea ou pescoo, doenas no sangue ou reticuloendoteliais (leucemia e doena de Hodgkin), doena renal em estgio avanado, gastrectomia, sndromes de mal-absoro crnicas, ou baixo peso corporal (10% ou mais de peso abaixo do ideal). A tuberculose afeta principalmente os pulmes,[10] (75% ou mais) e chamada de tuberculose pulmonar. Os sintomas incluem tosse prolongada com durao de mais de trs semanas, dor no peito e hemoptise. Outros sintomas incluem febre, calafrios, suores noturnos, perda de apetite e de peso, e cansao fcil. A palavra consun o (consump o, em Portugal) surgiu porque os doentes pareciam ter sido "consumidos por dentro"pt.wikipedia.org/wiki/Tuberculose 3/14

04/11/11

Tuberculose

Wikipdia, a enciclopdia livre

pela doena. Outros locais do corpo que so afetados incluem a pleura, o sistema nervoso central (meninges), o sistema linftico, o sistema genitourinrio, ossos e articula es, ou pode ser disseminada pelo corpo (tuberculose miliar - assim chamada porque as les es que se formam parecem pequenos gros de milho). Estas so mais comuns em pessoas com supresso imunolgica e em crianas. A tuberculose pulmonar tambm pode evoluir a partir de uma tuberculose extrapulmonar.

Resistncia a medicamentosA tuberculose resistente transmitida da mesma forma que as formas sensveis a medicamentos. A resistncia primria se desenvolve em pessoas infectadas inicialmente com microorganismos resistentes. A resistncia secundria (ou adquirida) surge quando a terapia contra a tuberculose inadequada ou quando no se segue ou se interrompe o regime de tratamento prescrito.

Diagn sticoUma avaliao mdica completa para a tuberculose inclui um histrico mdico, um exame fsico, a baciloscopia, o teste subcutneo de Mantoux, uma radiografia do trax e culturas microbiolgicas.

BaciloscopiaA baciloscopia um exame realizado com o escarro do paciente suspeito de ser vtima de tuberculose, colhido em um potinho estril. O exame deve ser feito pela manh, com o paciente ainda em jejum e com boa higienizao oral. importante orientar o paciente a no cuspir, mas sim escarrar. Esse exame feito gratuitamente atravs do SUS e pode ser solicitado por enfermeiros e mdicos.

Hist rico mdicoO histrico mdico inclui a obteno de sintomas da tuberculose pulmonar: tosse intensa e prolongada por trs ou mais semanas; dor no peito; e hemoptise. Sintomas sistmicos incluem: febre; calafrios; suores noturnos; perda de apetite e peso; e cansao fcil. Outras partes do histrico mdico incluem: exposio anterior tuberculose, na forma de infeco ou doena; tratamento anterior de TB; fatores de risco demogrficos para a TB; e condi es mdicas que aumentem o risco de infeco por tuberculoses, tais como a infeco por HIV. Deve-se suspeitar de tuberculose quando uma doena respiratria persistente - num indivduo que de outrapt.wikipedia.org/wiki/Tuberculose 4/14

04/11/11

Tuberculose

Wikipdia, a enciclopdia livre

forma seria saudvel - no estiver respondendo aos antibiticos regulares.

Exame fsicoUm exame fsico feito para avaliar a sade geral do paciente e descobrir outros fatores que podem afetar o plano de tratamento da Tuberculose. No pode ser usado como diagnosticador da Tuberculose.

Search related