of 37 /37
Universidade de Uberaba Concurso Vestibular 8 de dezembro de 2012 Caderno de Prova Curso de Medicina

Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Embed Size (px)

Citation preview

Page 1: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Universidade de Uberaba Concurso Vestibular

8 de dezembro de 2012

Caderno de Prova

Curso de Medicina

Page 2: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 2

Medicina

Prova de Redação INSTRUÇÕES:

1) ­ Nesta prova, há três propostas de redação: Proposta A – Dissertação Argumentativa. Proposta B – Narração. Proposta C – Carta Argumentativa. Você deverá desenvolver apenas uma delas. Procure ler atentamente as orientações específi cas de cada proposta e escolha aquela com a qual você tenha maior afi nidade ou aquela que trata de assunto acerca do qual você tem maior conhecimento.

2) ­ Dê um título para sua redação, caso sua opção seja a dissertação ou a narração. Esse título deverá deixar claro o aspecto da situação escolhida que você pretende abordar. Escreva o título no lugar apropriado na folha de prova.

3) ­ Se sua escolha for a carta argumentativa, não lhe dê um título, nem a assine, pois, nos exames seletivos das universidades, o candidato não deve ser identifi cado como autor da redação. No lugar da assinatura, deverá ser colocado apenas um traço.

4) ­ A redação deve ser escrita a caneta azul ou preta, em prosa, com um mínimo de 20 (vinte) linhas das 35 (trinta e cinco) linhas contidas na folha de redação. Antes de passá­la a limpo, faça revisão do texto, observando sua adequação à modalidade escrita culta. Escreva seu texto com letra legível.

O CANDIDATO PERDERÁ PONTOS SE NÃO SEGUIR AS INSTRUÇÕES GERAIS E ESPECÍFICAS DA PROVA DE REDAÇÃO.

ATENÇÃO: Casos de ELIMINAÇÃO do candidato:

• Fuga ao tema. • Nome do candidato, uso de pseudônimo, abreviatura

ou quaisquer palavras que possam identifi cá­lo, no campo destinado ao texto.

• Redação escrita a lápis

Proposta A – Dissertação argumentativa

Leia o texto abaixo, extraído do livro O Profeta, do escritor libanês Gibran Khalil Gibran:

E a sacerdotisa adiantou­se novamente e disse: “Fala­nos da razão e da paixão.”

E ele respondeu, dizendo: “Vossa alma é frequentemente um campo de

batalha onde vossa razão e vosso juízo combatem vos­ sa paixão e vosso apetite.

Pudesse eu ser o pacifi cador de vossa alma, transformando a discórdia e a rivalidade entre vossos elementos em união e harmonia. (...)

Vossa razão e vossa paixão são o leme e as velas de vossa alma navegante.

Se vossas velas e vosso leme se quebram, só podereis derivar ou permanecer imóveis no meio do mar.

Pois a razão, reinando sozinha, restringe todo impulso; e a paixão, deixada a si, é um fogo que arde até sua própria destruição.

Que vossa alma eleve, portanto, vossa razão à altura de vossa paixão, para que ela possa cantar.

E que dirija vossa paixão a par com vossa ra­ zão, para que ela possa viver numa ressurreição coti­ diana e, como a fênix, renascer das próprias cinzas.

Gostaria que tratásseis vosso juízo e vosso apetite como trataríeis dois hóspedes amados em vossa casa.

Certamente não honraríeis um hóspede mais do que o outro; pois quem procura tratar melhor um dos dois, perde o amor e a confi ança de ambos.

GIBRAN, Gibran Khalil. O Profeta. Rio de Janeiro: Associação Cultural Internacional Gibran – Acigi, p. 47­48.

Redija uma dissertação argumentativa abordando o fato de que a racionalidade do homem não con­ siste só em razão e juízo, como Deus, nem só em impulso da paixão e do apetite, como um animal, mas no equilíbrio e na harmonia entre essas duas faces, entre essas duas realidades da essência humana.

Page 3: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 3

Medicina

Proposta B – Narração

Leia o texto abaixo, extraído da revista INFO EXAME:

O Jurassic Park é real Recriar dinossauros é impossível, mas cientis­

tas planejam ressuscitar espécies que desapareceram há menos tempo (...).

Transformar um genoma em criatura viva não será fácil. “Por enquanto, não consigo imaginar como isso seria feito”, afi rma Svante Päävo, do Instituto de Antropologia Evolutiva Max Panck, na Alemanha. Além de reunir fragmentos e montar o DNA completo, será necessário inserir o código num óvulo de uma espécie compatível. O embrião precisará ainda de uma mãe de aluguel. Supondo que isso será possível um dia, sele­ cionamos dez espécies extintas que gostaríamos que voltassem a fazer parte do planeta. [Para esta proposta de narração, será mencionada esta espécie:]

Homem de Neandertal. Data da extinção: 25 mil anos atrás. (...) O rascunho de uma sequência de genoma do

Neandertal foi publicado em agosto [2009]. “Para che­ gar a um DNA de qualidade mínima, comparável ao do chimpanzé, vai demorar mais dois anos”, diz Svante Päävo (...). Com o código, os cientistas esperam enten­ der as diferenças entre nós, humanos, e nossos miste­ riosos primos. Seríamos ótimos doadores de óvulos e mães de aluguel, mas isso nem passa pela cabeça dos pesquisadores. No máximo, serão trocados alguns ge­ nes humanos por genes do Neandertal em células em amadurecimento, só para ver no que dá.

Info Exame. out / 2009, p 58­60.

Em continuação à frase fi nal do texto acima, imagi­ ne “no que dá” a experiência proposta e narre um episódio que contenha fantásticas consequências. Lembre­se dos aspectos que constituem um texto narrativo. Dê nomes aos personagens, caracterize o tempo e o lugar, enfatize a ação, crie expectativas (suspense, emoção, surpresa) e apresente um fi nal interessante.

Proposta C – Carta argumentativa

Leia o texto abaixo, extraído de entrevista com o cientista social Luiz Werneck Vianna, publicada na re­ vista ÉPOCA:

O cientista social diz que as instituições demo­ cráticas saíram vitoriosas no julgamento do mensalão e que agora é preciso fortalecê­las com uma reforma política (...)

ÉPOCA – Qual deveria ser essa reforma políti­ ca?

Werneck – Ela terá de interferir no sistema elei­ toral, na vida partidária, criar um fi nanciamento público de campanha. Outras mudanças necessárias são o fi m das coligações nas eleições proporcionais e a introdu­ ção de mecanismos que protejam o sistema partidário dessa invasão de pequenas siglas não representativas que ganham lugar no espaço público, que deveria ser reservado a partidos com expressividade eleitoral. Qual tem sido a fi nalidade dessas pequenas siglas? Elas fun­ cionam inteiramente à margem dos cidadãos, ajudam a compor maiorias governamentais e servem unicamente aos interesses de reprodução eleitoral de seus dirigen­ tes.

(...) Não deve haver interdição para que se organizem partidos novos, porque nossa sociedade é plural, e essa pluralidade tem de ser respeitada. Mas é preciso ter critério e mecanismos de fi ltro para que os partidos novos alcancem as verbas do fundo partidário. Ter 30 partidos abre o sistema político brasileiro à irra­ cionalidade.

Época. 29 out. 2012, p. 52.

Se você é a favor da proposta de redução da quan­ tidade de partidos políticos para a criação de novos partidos com legítima expressividade eleitoral, es­ creva uma carta à presidente Dilma Rousseff, so­ licitando­lhe que encaminhe tal proposta ao Con­ gresso Nacional, expondo seus argumentos que justifi quem a ideia de que poucos partidos, mas fortes, surtem mais efeito político, ético e econô­ mico. Se você é contra, escreva uma carta ao Sr. Luiz Werneck Vianna, expondo seus argumentos que justifi quem a quantidade elevada de partidos políticos, mesmo os de pequena ou nula expressi­ vidade, porque isso reforça a participação ampla e variada de todos os segmentos da sociedade no processo eleitoral. Em ambos os casos, lembre­se de que a arte de convencer é fundamental.

Page 4: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 4

Medicina

Prova de Conhecimentos Gerais e Específi cos

Área de Linguagens e Códigos

Texto para questões de 1 a 3

Médicos que não querem conversa

Durante minha formação, tive o privilégio de conviver com Danilo Perestrello, autor de “A Medicina da Pessoa” (Atheneu). Vinham ao consultório não só pessoas doentes, mas pessoas que se sentiam doen­ tes.

Um dia, em conversa com meu pai, cardiologis­ ta cujos passos segui, comentei que metade dos meus atendimentos eram de pessoas sem doença física. Ele retrucou: “Só metade? Você deve estar adoecendo al­ guns”.

Em inúmeros casos, a simples conversa resol­ via a “doença”. Muitos saíam da consulta sem solicita­ ção de exames ou receitas. Em nova consulta, estavam totalmente “curados”.

Na medicina atual, aos poucos a pessoa foi re­ duzida à condição de doente. Não mais interessa sua vida, história, personalidade ou situação psicológica e social, mas apenas os sintomas no momento da con­ sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, passou a se limitar aos dados da doença apresentada. A alteração biológica passa a ser tudo. Na medicina atu­ al, não se leva em conta características específi cas de cada paciente [...]

Médicos se sentem oprimidos em relação ao tempo que podem dispensar a uma consulta e perde­ ram o espírito crítico em relação ao valor da anamnese – que, segundo Howard Barrows, da Universidade de Southern Illinois, dá ao bom médico 90% de chance de diagnóstico certo. Deixamos de lado os princípios médicos para atender volume. Recém­formado, fui colocado em um ambulató­ rio com uma lista de 40 pacientes para serem atendidos em quatro horas. Atendi como deveria e, ao fi nal do meu tempo, havia atendido por volta de 15. No dia seguinte, fui chamado à diretoria do hospital, que questionava mi­ nha conduta. Médicos não têm de atender fi las, têm de atender pacientes.

Na nossa época de estudantes, aprendíamos que exames serviam para confi rmar ou não o diagnósti­ co e quantifi car alguns parâmetros. Hoje, isso foi esque­ cido. Além disso, médicos se fi am em laudos de colegas que não conhecem, sem avaliar o grau de sua capaci­ dade médica.

Com esse reducionismo, o médico é cada vez mais dispensável, podendo ser substituído por compu­ tadores.

Luiz Roberto Londres, 71, médico e mestre em fi losofi a pela PUC­RJ Folha de S. Paulo, 9 set. 2012

Questão Nº 02

Nos itens abaixo, marque 1 para asserções que repre­ sentam fato e 2 para as que representam opinião.

( ) Vinham ao consultório não só pessoas doentes, mas pessoas que se sentiam doentes.

( ) Em inúmeros casos, a simples conversa resolvia a “doença”.

( ) “Só metade? Você deve estar adoecendo alguns”. ( ) Médicos não têm de atender fi las, têm de atender

pacientes. ( ) ...médico é cada vez mais dispensável, podendo

ser substituído por computadores. ( ) Muitos saíam da consulta sem solicitação de exa­

mes ou receitas.

A alternativa que contém a CORRETA sequência nu­ mérica é:

A) 1, 1, 2, 1, 2, 1 B) 2, 2, 1, 2, 1, 2 C) 1, 1, 2, 2, 1, 1 D) 1, 1, 2, 2, 2, 1 E) 2, 1, 2, 1, 1, 2

Page 5: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 5

Medicina

Questão Nº 03

Sabe­se que as aspas, utilizadas como sinal de pontua­ ção, bloqueiam a interpretação literal e fornecem indica­ ções de interpretação peculiares. Observe as palavras aspeadas no trecho:

Em inúmeros casos, a simples conversa resolvia a “do­ ença”. Muitos saíam da consulta sem solicitação de exames ou receitas. Em nova consulta, estavam total­ mente “curados”.

É CORRETO dizer que o efeito de sentido produzido pela utilização das aspas nas palavras “doença” e “cura­ dos” foi de:

A) mostrar a postura do enunciador frente a essas pa­ lavras.

B) enfatizar o campo semântico a que pertecem as pa­ lavras.

C) ressaltar o sentido abrangente das duas palavras. D) indicar que as palavras aspeadas referem­se a si

mesmas. E) deixar ao leitor a atribuição de signifi cado a essas

palavras.

Texto para questões 4 e 5

Subúrbio

Chico Buarque

Lá não tem brisa Não tem verde­azuis Não tem frescura nem atrevimento Lá não fi gura no mapa No avesso da montanha, é labirinto É contra­senha, é cara a tapa Fala, Penha Fala, Irajá Fala, Olaria Fala, Acari, Vigário Geral Fala, Piedade Casas sem cor Ruas de pó, cidade Que não se pinta Que é sem vaidade

Vai, faz ouvir os acordes do choro­canção Traz as cabrochas e a roda de samba Dança teu funk, o rock, forró, pagode, reggae Teu hip­hop Fala na língua do rap Desbanca a outra A tal que abusa De ser tão maravilhosa

Lá não tem moças douradas Expostas, andam nus Pelas quebradas teus exus Não tem turistas Não sai foto nas revistas

Lá tem Jesus E está de costas Fala, Maré Fala, Madureira Fala, Pavuna Fala, Inhaúma Cordovil, Pilares Espalha a tua voz Nos arredores Carrega a tua cruz E os teus tambores

Vai, faz ouvir os acordes do choro­canção

Traz as cabrochas e a roda de samba

Dança teu funk, o rock, forró, pagode, reggae Teu hip­hop Fala na língua do rap Fala no pé Dá uma ideia Naquela que te sombreia

Lá não tem claro­escuro A luz é dura A chapa é quente Que futuro tem Aquela gente toda Perdido em ti Eu ando em roda É pau, é pedra É fi m de linha É lenha, é fogo, é foda

Fala, Penha Fala, Irajá Fala, Encantado, Bangu Fala, Realengo...

Fala, Maré Fala, Madureira Fala, Meriti, Nova Iguaçu Fala, Paciência...

Questão Nº 04

A respeito da letra da música, pode­se inferir que o au­ tor teve o objetivo de :

A) fazer uma exaltação às diferentes manifestações ar­ tísticas e culturais dos habitantes do subúrbio.

B) propagar o “choro­canção,” o “funk”, “o rock”, o “for­ ró”, “o pagode”, “o reggae”, “o hip­hop” e “o rap”, que são os estilos musicais do subúrbio.

C) mencionar e divulgar os nomes dos vários bairros de subúrbio que proliferam na cidade maravilhosa.

D) demonstrar que, apesar das carências, a vida dos habitantes do subúrbio é mais alegre que a dos mo­ radores de bairros privilegiados da cidade.

E) fazer uma crítica social tentando transformar cons­ ciências não só do subúrbio, mas de todo o universo citadino

Page 6: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 6

Medicina

Questão Nº 05

Leia as asserções a respeito do texto

I) “As cabrochas e a roda de samba” são exaltadas na frase “perdido em ti eu ando em roda”. II) Os “exus”, fi gura metonímica, refl etem o cotidiano pobre dos favelados, que “andam nus”. III) A metáfora “labirinto” remete às ruas que se entrecruzam, apertadas, de difícil acesso, e ao caos que impera

no subúrbio. IV) A fi gura de “Jesus”, postado “de costas,” reitera a ausência de religião que faz gerar a violência.

Estão CORRETAS as asserções contidas em:

A) I, II e III, apenas B) I, II e IV, apenas C) III e IV, apenas D) II e III, apenas E) I, e IV, apenas

Questão Nº 06

Sobre a linguagem utilizada na tirinha, é correto dizer que, para adequá­la à norma culta:

I) No primeiro quadrinho, o pronome “este” deve ser trocado por “esse”, já que o interlocutor de Calvin – sua mãe – é quem trouxe o livro para ele.

II) No primeiro quadrinho, a forma “pra”, considerada marca de oralidade, deve ser substituída por “para”. III) No segundo quadrinho, o enunciado “Me deu muito o que pensar” deve ser trocado por “ Deu­me muito o que

pensar”. IV) No último quadrinho, o enunciado “Não me traga mais nenhum” deve ser mudado para “Não traga­me mais

nenhum”.

Estão CORRETAS as asserções contidas em:

A) I e II, apenas B) III e IV, apenas C) II e III, apenas D) I, III e IV, apenas E) I, II e IV, apenas

Page 7: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 7

Medicina

Leia o poema que segue e responda às questões 07 e 08:

VEM SENTAR­TE comigo, Lídia, à beira do rio. Sossegadamente fi temos o seu curso e aprendamos Que a vida passa, e não estamos de mãos enlaçadas.

(Enlacemos as mãos.)

Depois pensemos, crianças adultas, que a vida Passa e não fi ca, nada deixa e nunca regressa, Vai para um mar muito longe, para ao pé do Fado,

Mais longe que os deuses.

Desenlacemos as mãos, porque não vale a pena cansarmo­nos. Quer gozemos, quer não gozemos, passamos como o rio. Mais vale saber passar silenciosamente

E sem desassosegos grandes.

Sem amores, nem ódios, nem paixões que levantam a voz, Nem invejas que dão movimento demais aos olhos, Nem cuidados, porque se os tivesse o rio sempre correria,

E sempre iria ter ao mar.

Amemo­nos tranquilamente, pensando que podíamos, Se quiséssemos, trocar beijos e abraços e carícias, Mas que mais vale estarmos sentados ao pé um do outro

Ouvindo correr o rio e vendo­o.

Colhamos fl ores, pega tu nelas e deixa­as No colo, e que o seu perfume suavize o momento – Este momento em que sossegadamente não cremos em nada,

Pagãos inocentes da decadência.

Ao menos, se for sombra antes, lembrar­te­ás de mim depois Sem que a minha lembrança te arda ou te fi ra ou te mova, Porque nunca enlaçamos as mãos, nem nos beijamos

Nem fomos mais do que crianças.

E se antes do que eu levares o óbolo ao barqueiro sombrio, Eu nada terei que sofrer ao lembrar­me de ti. Ser­me­ás suave à memória lembrando­te assim – à beira­rio,

Pagã triste e com fl ores no regaço.

(LOPES, Teresa Rita (Seleção). Melhores poemas: Fernando Pes­ soa. São Paulo: Global, 2004, p.132­133)

Questão Nº 07

Fernando Pessoa é conhecido por seus heterônimos, ou seja, escreveu utilizando seu nome real e suas ca­ racterísticas literárias, assim como criou novos nomes com personalidades e características literárias próprias. O poema acima descrito foi escrito por qual destes po­ etas?

A) Fernando Pessoa, ele mesmo B) Alberto Caeiro C) Álvaro de Campos D) Ricardo Reis E) Bernardo Soares

Questão Nº 08

Com base na leitura do poema e nos conhecimentos sobre Fernando Pessoa e seus heterônimos, analise as afi rmações que seguem:

I) No poema há uma leveza de imagens, elaboradas pelo poeta com o objetivo de construir uma proposta suavemente melancólica da relação amorosa.

II) O fl uir de um rio é uma imagem frequente na poesia clássica, indicando normalmente que o tempo está estático, parado.

III) Um elemento importante do poema é a presença de uma fi gura feminina a quem o poeta dirige suas pa­ lavras: Lídia.

IV) Viver sabiamente o presente (Colhamos fl ores.../ ... e que o seu perfume suavize o momento) e evitar a paixão excessiva é a forma que o poeta encontra de fugir da dor provocada por uma saudade violenta.

V) O barqueiro sombrio é uma referência à fi gura mi­ tológica de Caronte, o barqueiro que conduzia as sombras dos mortos ao reino de Hades, deus das profundezas, os infernos.

São CORRETAS as afi rmações contidas apenas em:

A) I, II, III, IV, apenas B) I, III, IV, V, apenas C) II, III, IV, V, apenas D) I, II, III, V, apenas E) I, II, IV, V, apenas

Page 8: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 8

Medicina

Questão Nº 09

E nós ali presos, como se nosso trem tivesse descarrilado e fôssemos obrigados a pousar entre estranhos. (LISPECTOR, Clarice. Felicidade Clandestina: contos. Rio de Janeiro: Rocco, 1998, p.88)

A frase acima faz parte do conto A repartição dos pães, de Clarice Lispector, e refere­se ao trem descarrilado, que obriga todos os passageiros a permanecerem em um lugar estranho, entre estrangeiros, desconhecidos que não conhecem o prazer de cada um que ali se encontra. Essa referência constitui um/uma:

A) metonímia B) antítese C) paradoxo D) paródia E) metáfora

Questão Nº 10

“Policarpo era patriota. Desde moço, aí pelos vinte anos, o amor da pátria tomou­o todo inteiro.” Lima Barreto diz que o objetivo de Policarpo era um “conhecimento inteiro do Brasil” e dos recursos do país, “para depois então apontar os remédios, as medidas progressivas, com pleno conhecimento de causa.”

(SCLIAR, Moacyr. Ataque do comando P.Q.. São Paulo: Ática, 2003, p.31.)

Com base na leitura do livro Triste fi m de Policarpo Quaresma, analise os fragmentos a seguir, todos retirados do livro: (BARRETO, Lima. Triste fi m de Policarpo Quaresma. 24 ed. São Paulo: Ática, 2010).

I) “Era onde estava bem. No meio de soldados, de canhões, de veteranos, de papelada inçada de quilos de pólvora, de nomes de fuzis e termos técnicos de artilharia, aspirava diariamente aquele hálito de guerra, de bravura, de vitória, de triunfo, que é bem o hálito da Pátria.”

II) “Desde moço, aí pelos vinte anos, o amor da pátria tomou­o todo inteiro. Não fora o amor comum, palrador e vazio; fora um sentimento sério, grave e absorvente.”

III) “De resto, a situação geral que o cercava, aquela miséria da população campestre que nunca suspeitara, aquele abandono de terras à improdutividade encaminhavam sua alma de patriota meditativo a preocupações angustiosas.”

IV) “– Folgo muito que o senhor concorde comigo... Vejo que é um patriota... Resolvi por isso fazer um rateio pelos ofi ciais, em proporção ao posto: um alferes concorre com cem mil­réis, um tenente com duzentos... O senhor que patente quer? Ah! É verdade! O Senhor é major, não é? ”

V) “Viu bem o que havia nisso de vingança mesquinha; mas o seu pensamento voou logo para as cousas gerais, levado pelo seu patriotismo profundo.”

Dos fragmentos acima, quais caracterizam Policarpo Quaresma como um homem nacionalista? Assinale a alter­ nativa CORRETA:

A) I, II, IV, V, apenas B) II, III, IV, apenas C) I, II, III, IV, V D) I, III, V, apenas E) II, III, IV, V, apenas

Page 9: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 9

Medicina

A medicina se dedica a compreender um fenômeno em que um indivíduo hospeda células vindas de outro ser vivo. Saiba como isso pode acontecer e suas implicações com a leitura do texto “How Male DNA Gets in a Woman´s Brain”. Leia­o e responda às questões de 11 a 14.

How Male DNA Gets in a Woman’s Brain

Scientists fi nd male DNA hidden in women’s brains.

In case any doubt remained that guys get into girls’ heads, for the fi rst time scientists have found male DNA in the human female brain. Researchers at the Fred Hutchinson Cancer Research Center in Seattle examined dozens of women’s brains and discovered that the majority of them contained genetic material found only on the Y chromosome.

Língua Inglesa (Para os que fi zeram opção por esta modalidade no ato da inscrição)

This material almost certainly isn’t found in girls’ genomes when they’re born (except in cases of rare genetic abnormalities). So when material from the Y chromosome is found in women’s bodies, a phenomenon more broadly called microchimerism, scientists suspect that it somehow got in later on. But how?

The most likely explanation is that during a pregnancy cells from a male fetus slipped across the placenta, circulated in the mother’s body and lodged in her brain. In the new work, made public in September in the journal PLOS ONE, J. Lee Nelson, an immunogeneticist, and her colleagues examined autopsy specimens from 59 women and found that 63 percent of them had male genetic material in their brains. (Cells from a female fetus can also slip in, but they are harder to detect in the mother, hence the focus on sons.) Even for those who’ve never given birth to sons, a pregnancy that ended in abortion or miscarriage can also lead to microchimerism. (So can blood transfusions of nonirradiated blood, as trauma victims sometimes receive, and so can having a twin, including one that disappeared in utero.)

While microchimerism has been found in other parts of the body, the discovery extends the phenomenon to the human brain. And it energizes many questions about how this curious mix of self and other functions in our bodies — and how its presence in such a crucial and sensitive organ might differ. To start with, researchers are not sure how, exactly, fetal cells or genetic material is tolerated by the mother’s immune system, which can go into attack mode when foreign or semiforeign material enters the body. Researchers also wonder how the new cells manage to stick around for so long and in what form: the oldest subject in the autopsy study was 94, meaning that male DNA that arrived during pregnancy could have been there for more than half a century.

Most importantly, they puzzle over whether this semiforeign material is detrimental or benefi cial to the host mother. “The question,” explains Diana Bianchi, a reproductive geneticist and professor at Tufts University School of Medicine, “is whether it is helping or hurting.” And as the burgeoning literature on autoimmune diseases, cancer, and tissue injury and repair suggests, the answer is probably some of both.

On the negative side, studies now suggest links to autoimmune diseases, like scleroderma, lupus, and in some cases rheumatoid arthritis. Rheumatoid arthritis (like scleroderma and lupus) is known to affect more women than men. It also has a strong genetic basis. A similarly adverse fi nding exists for colon cancer: in one study, those with higher levels of microchimerism seemed to be more likely to develop cancer later on.

On the other hand, higher levels of microchimerism may protect some women from breast cancer. V.K. Gadi, an oncologist at the University of Washington, and his colleagues recently found that the women who had less microchimerism were more likely to develop breast cancer. In other words, not having this foreign genetic material, perhaps from a fetus, seemed to increase their chances of getting the disease, says Gadi. “It’s as if they were missing something that might have been protective.”

Texto adaptado. Disponível em: <http://www.thedailYbeast.com/newsweek/2012/10/07/how­male­dna­gets­in­a­woman­s­brain.html>. Acesso em: 02 nov. 2012.

Page 10: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 10

Medicina

Questão Nº 11

Segundo o texto, o fenômeno chamado “microchimerism” pode ser interpretado como:

A) caso anormal caracterizado pela presença de mate­ rial genético do cromossomo Y na placenta de grávi­ das.

B) material genético geralmente encontrado nos geno­ mas das mulheres, quando elas nascem.

C) material do cromossomo Y encontrado no corpo das mulheres, especialmente no cérebro.

D) material do cromossomo Y que, após circular pelo corpo da mulher, aloja­se na placenta.

E) material que tem origem na placenta, fruto de um feto do sexo feminino que foi abortado.

Questão Nº 12

A expressão “On the other hand”, no último parágrafo, é um marcador de discurso que expressa a ideia de:

A) ênfase. B) contraste. C) exemplifi cação. D) consequência. E) conclusão.

Questão Nº 13

Veja o fragmento a seguir:

Most importantly, they puzzle over whether this semiforeign material is detrimental or benefi cial to the host mother. The question’, explains Diana Bianchi, a reproductive geneticist and professor at Tufts University School of Medicine, ‘is whether it is helping or hurting’. And as the burgeoning literature on autoimune diseases, cancer, and tissue injury is probably some of both.

A ideia que se depreende de “The question [...] is whether it is helping or hurting” se traduz como:

A) algo que se traduz como ‘ajuda’ ou ‘prejuízo’ no pro­ cesso das doenças autoimunes.

B) algo que auxilia a pesquisa médica rumo à desco­ berta do tratamento do câncer.

C) algo que prejudica o avanço das pesquisas genéti­ cas nas mães.

D) algo que carece de um estudo mais aprofundado para a certeza dos cientistas.

E) algo que revela dúvida, pois a literatura médica do assunto é escassa.

Questão Nº 14

Leia o fragmento a seguir:

“The most likely explanation is that during a pregnancy cells from a male fetus slipped across the placenta, cir­ culated in the mother´s body and lodged in her brain.”

A expressão em negrito, “most likely”, transmite a ideia de:

A) probabilidade. B) certeza. C) incerteza. D) comparação. E) esperança.

Questão Nº 15

Na cena a seguir, veja o parecer do médico sobre o exa­ me realizado em seu paciente:

Disponível em: <http://www.gocomics.com/thefl Yingmc­ coYs/2012/10/19>. Acesso em: 28 out. 2012.

Com base na leitura do quadrinho, conclui­se que os raios­X foram:

A) demorados. B) desnecessários. C) dispendiosos. D) esclarecedores. E) inconclusivos.

Page 11: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 11

Medicina

Língua Espanhola (Para os que fi zeram opção por esta mo­

dalidade no ato da inscrição) La desnutrición

El stock tecnológico básico está siendo totalmente renova­ do, y la humanidad tiene una excepcional capacidad para producir bienes y servicios de nuevo cuño. Es posible am­ pliar fuertemente la esperanza de vida, tener cosechas plurianuales fuera de estación, contar con bibliotecas cuasi universales en internet, interconectar la computa­ dora, el televisor y el teléfono, fabricar autos movidos por electricidad, y muchos otros desarrollos casi no sonables poco tiempo atrás. Sin embargo, los benefi cios del progre­ so tecnológico están llegando solo a un sector del género humano. Grupos masivos están excluidos y luchando por asegurar sus necesidades básicas de sus familias, como es alimentarse, vestirse y educar.

Con la revolución verde, y las nuevas tecnologías dispo­ nibles, los niveles de productividad en las actividades ge­ neradoras de alimentos han ascendido fuertemente. Las evaluaciones técnicas indican que se pueden producir ali­ mentos sufi cientes para una población signifi cativamente superior a la actual.

Contrariamente el número de hambrientos supera los 1000 millones. Casi uno de cada seis habitamos del planeta pa­ dece de ese problema inadmisible. Los más afectados son los más vulnerables, los niños. El défi cit de desnutrición en las edades tempranas se pagan con daños para toda la vida.

La Unicef ha establecido que si un niño no se alimenta ade­ cuadamente en sus primeros años no se establecen las conexiones interneuronales en su cerebro y quedará con retraso y disminuciones severas o incapacidades.

En el 2011, se está registrando una suba de consideración en los valores de los alimentos. El índice global de precios de los alimentos de la FAO creció un 32% entre junio y diciembre del 2010, y sigue subiendo. Ante el aumento, los pobres tratan de enfrentarlo salteando comidas y reducien­ do la calidad de los alimentos que ingieren.

Cuanto más alimentos se produzca mejor será, pero como anota el Nobel Amartya Sen en sus trabajos pioneros sobre el hambre (1981), no es sólo un tema de producción, sino también de acceso a esos alimentos. Las pronunciadas de­ sigualdades limitan el acceso, y factores como entre otros, la especulación en los mercados de alimentos, y la inde­ fensión de los pobres, contribuyen a agravarlo.

La desnutrición, fenómeno de alcance mundial, está direc­ tamente relacionado con más de la mitad de los casos de mortalidad infantil.

La Organización Mundial de la Salud (OMS) calcula que la mitad de todas las muertes de niños que ocurrieron en los países en desarrollo durante 1995, se debieron a graves consecuencias sobre los niños, la sociedad y el futuro de la humanidad.

La Convención sobre los Derechos del Niño establece la obligación de los Estados de afrontar esta problemática, a los fi nes de reducir la mortalidad infantil. En este sentido, una de las soluciones estaría dada por proporcionar una buena nutrición. Ésta incluye tres componentes: la alimen­

tación, la salud y la atención.

De esta forma, los grupos más vulnerables de sufrir des­ nutrición son los fetos en desarrollo, los niños menores de tres años y las mujeres (antes y durante el embarazo y en la etapa de amamantamiento).

Entre las consecuencias de la desnutrición se destacan: incapacidades de por vida, mayor propensión a sufrir en­ fermedades durante el resto de su vida y menor capacidad de aprendizaje. Las causas de este grave fenómeno son múltiples y de distinta índole: social, política, económica y cultural. Por ejemplo, las enfermedades, la alimentación inadecuada, la falta de acceso a una educación de calidad y a una información correcta.

En el mundo nacen anualmente unos 24 millones de niños con peso inferior al normal (menos de 2,5 kg), lo que repre­ senta un 17% de la totalidad de nacimientos. La mayoría de esos niños nace en los países en desarrollo y la causa del bajo peso al nacer es el desarrollo fetal defi ciente.

Disponible en:< http://www.portalplanetasedna.com.ar/poblacion16. htm>Accesado en 30 out. 2012

Questão Nº 11 Observe as expressões em negrito no primeiro parágrafo e marque a alternativa cuja compreensão é CORRETA:

A) aumentar continuamente a expectativa de vida; ter vá­ rias colheitas dentro da estação.

B) ampliar contundentemente a expectativa de vida; ter várias colheitas anuais fora de estação.

C) ampliar duramente a luta pela vida, fazendo várias co­ letas de grãos anuais.

D) aumentar signifi cativamente o nível de vida, fazendo várias colheitas de grãos ao ano.

E) melhorar fortemente o nível de vida, com várias cole­ tas durante o ano.

Questão Nº 12 Com base no texto, analise as afi rmativas, assinalando V para as verdadeiras e F para as falsas:

( ) la producción de los alimentos, en el planeta, ha au­ mentado enormemente, en los últimos años.

( ) la desnutrición es fruto de la especulación de los ali­ mentos, en los países en desarrollo.

( ) los alimentos siguen subiendo de precio y, con eso, limitan el acceso de la población de baja renta a su consumo.

( ) las madres embarazadas y en etapa de amamanta­ miento son las que más sufren con la desnutrición.

( ) una educación de calidad contribuye para la elimina­ ción de niños incapacitados, enfermos.

A sequência CORRETA é:

A) F F V F V B) V F V F V C) V V F V F D) F V V F V E) F V V F F

Page 12: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 12

Medicina

Questão Nº 13

Com base na leitura do texto, analise as afi rmativas:

I) El número de hambrientos en el mundo está alrede­ dor de los millones.

II) Una buena alimentación, en los primeros años de vida, desarrolla mejor las conexiones del cerebro.

III) La reducción de la mortalidad infantil depende de las políticas gubernamentales.

IV) Los alimentos producidos, en gran escala, mejoran sobremanera la desnutrición en los países en desar­ rollo.

V) La desnutrición, de entre otros, disminuye la capaci­ dad efectiva de aprendizaje.

Estão CORRETAS as afi rmações contidas em:

A) I, II, e III, apenas B) I, III, e IV, apenas C) II, III, e V, apenas D) II, III, e IV, apenas E) II, IV, e V, apenas

Questão Nº 14

No primeiro parágrafo, na frase: “Sin embargo, los benefi cios del progreso tecnológico están llegando solo a un sector del género humano”, a locução em negrito pode ser substituída, sem modifi car o sentido, por:

A) no obstante B) más C) aunque D) sino E) apenas

Questão Nº 15

Disponible en<http://www.gaturro.com/tiras/> Accesado en 30 out. 2012

Após a leitura da tira, conclui­se que:

A) Gaturro se dirige a Ágatha, en el primer globo. B) los dos gatos son personajes mitológicos del Nilo. C) el juego de conquista de Tután­Gatón es fatal. D) él la conquista disfrazándose de faraón. E) ella usa un juego de palabras para decirle lo que quiere.

Page 13: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 13

Medicina

Área de Ciências da Natureza e suas Tecnologias

O texto a seguir refere­se às questões 16 e 17.

“Nas últimas décadas, a polêmica sobre um possível aquecimento global do nosso planeta, decorrente de uma exacerbação do efeito estufa, passou a fazer parte das preocupações da humanidade.” “A retenção de energia pelos gases estufa decorre de um mecanismo, físico­químico, bem diferente daquele que ocorre nas estufas agrícolas. Cabe destacar que grande parte do efeito estufa natural se deve à presença de vapor d’água na atmosfera. Outros gases­estufa são o dióxido de carbono (CO 2 ), o metano (CH 4 ), o óxido nitroso (N 2 O), os clorofl uorcarbonetos (CFCs), os hidro­ clorofl uorcarbonetos (HCFCs) e o hexafl uoreto de en­ xofre ( SF 6 ).”

Fonte: Químa nova na escola – Química no Efeito Estufa – N° 8, nov 1998

Questão Nº 16

Um dos grandes problemas enfrentados atualmente pe­ los cientistas é tentar estudar uma forma de minimizar os efeitos causados pela emissão de gases que provo­ cam, principalmente, o aquecimento global, fenômeno esse conhecido como efeito estufa. O gás carbônico é apontado como o grande vilão no agravamento desse fenômeno, já que sua existência na atmosfera provém, em grande parte, de atividades humanas em decorrên­ cia do aumento do uso de combustíveis fósseis deriva­ dos do petróleo. O tipo de queima desses combustíveis pode ser representado por:

Combustível + O 2 → produtos + energia

A combustão completa do metanol produz dióxido de carbono e água. O volume de CO 2 formado a partir da queima de 3,2 Kg desse combustível nas condições de 1 atm e 27 ºC é de, aproximadamente:

Dados: R = 0,082 atm.L.mol ­1 .K ­1

A) 2460 L B) 2,46x10 3 mL C) 2,46 L D) 221 L E) 0,22 L

Questão Nº 17

Outro grande problema gerado pela queima de combus­ tíveis fósseis em veículos e indústrias é a chuva ácida. Este fenômeno provoca impactos negativos sobre as fl orestas, à saúde humana e, principalmente, à econo­ mia, já que provocam danos às estruturas de edifícios e equipamentos que estão expostos ao ar. Algumas rea­ ções que ocorrem na atmosfera até à formação da chu­ va ácida são mostradas a seguir:

2 NO + O 2 → 2 NO 2 2 SO 2 + O 2 → 2 SO 3 NO 2 + O 2 → NO + O 3 SO 3 + H 2 O → H 2 SO 4

2 NO 2 + H 2 O → HNO 3 + HNO 2

O número de oxidação (Nox) do elemento nitrogênio nos compostos NO; NO 2 ; HNO 3 e HNO 2 é, respectivamente:

A) +2; +3; +5 e +4 B) +2; +3; +4 e +5 C) +2; +4; +5 e +3 D) +2; +3; ­5 e ­4 E) ­2; ­3; +4 e +5

Questão Nº 18

Os laxantes são substâncias, normalmente, constitu­ ídas por sais normais altamente higroscópicos. Sen­ do assim, encontra­se certo número de moléculas de água incluído em sua estrutura. Considere um laxante cuja fórmula do sal seja MgSO 4 . x H 2 O, em que x indica a quantidade de matéria de água por mol de MgSO 4 . Sabe­se que, quando 4,061 g desse sal hidratado são aquecidos a 300 °C, toda a água de hidratação se per­ de, deixando 1,588 g de MgSO 4 . Com isso, podemos afi rmar que o valor mais aproximado de x na estrutura do referido laxante é:

Dados: Mg = 24 g/mol; S = 32 g/mol; O = 16 g/mol; H = 1g/mol.

A) 2 B) 8 C) 12 D) 10 E) 5

Page 14: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 14

Medicina

Questão Nº 19

As aplicações médicas dos rastreadores radioativos são muito evidenciadas pela tomografi a por emissão de pó­ sitron (TEP). Esse método é usado para diagnóstico clí­ nico de muitas doenças, em que compostos contendo radionuclídeos que decaem por emissão de pósitron são injetados no paciente. Esses compostos são esco­ lhidos para permitir aos pesquisadores monitorar o fl u­ xo sanguíneo, as velocidades metabólicas da glicose e do oxigênio e outras funções biológicas. O carbono­11, muito usado nesse método, tem meia­vida de 20,4 mi­ nutos. Os nuclídeos de carbono­11 são formados e, a seguir, incorporados dentro de um composto desejado. A amostra resultante é injetada no paciente e a imagem médica é obtida. Todo o processo leva cinco meias­ ­vidas. Qual a porcentagem de carbono­11 original que resta ao fi nal desse tempo?

A) 32 % B) 25% C) 31,2 % D) 5% E) 3,12 %

Questão Nº 20

Os íons cálcio e ácido oxálico presentes na alimentação humana podem, através de uma reação de precipitação oriunda das atividades fi siológicas do organismo, pro­ duzir o oxalato de cálcio, um dos principais constituintes dos cálculos renais (pedra nos rins). As medidas labora­ toriais indicam que a concentração média desse sal na urina de uma pessoa adulta sem distúrbios metabólicos é da ordem de 6,7 mg/L. Sendo assim, podemos afi r­ mar que, à temperatura corpórea, 37ºC, o produto de solubilidade (Kps) do oxalato de cálcio para um paciente metabolicamente compensado é de, aproximadamente:

Dados: CaC 2 O 4 M = 128g/mol

A) 2,7 x 10 ­9 B) 7,3 x 10 ­18 C) 2,8 x 10 ­8 D) 5,2 x 10 ­5 E) 1,1 x 10 ­4

Questão Nº 21

A titulação é uma técnica muito usada em análises quí­ micas quantitativas com o intuito de determinar a con­ centração de um reagente. Apesar do surgimento das técnicas instrumentais e do rápido estabelecimento des­ tas como técnicas padrão para diversos procedimentos, as titulometrias volumétricas se mostram presentes, pois, apesar de serem técnicas relativamente antigas, elas representam ainda economia e confi abilidade nas análises laboratoriais, podendo perfeitamente ser utili­ zadas na quantifi cação na grande maioria de agentes químicos em diversos segmentos. Existem vários tipos de titulação, dentre as quais a mais comum é a titula­ ção ácido­base. Na medicina, a titulação é utilizada para ajuste da dosagem de medicação com o efeito deseja­ do. Sabe­se que 5,0 mL de ácido sulfúrico de densidade 1,7g/mL e 73,5 % em massa são diluídos em 50,0mL em água destilada e, a seguir, são transferidos, quan­ titativamente, para um balão volumétrico contendo 2,0 g de carbonato de cálcio puro. A mistura resultante foi aquecida, cuidadosamente, à ebulição para eliminar to­ talmente o gás liberado na reação. Em seguida o volu­ me foi completado para 250,0 mL com adição de água destilada. Após a homogeneização da solução resultan­ te, retirou­se dela uma alíquota de 25,0 mL, que foi titu­ lada com uma solução de hidróxido de sódio 0,4 mol/L. O volume de hidróxido de sódio necessário para neutra­ lizar todo o ácido em excesso é de, aproximadamente:

Dados: H 2 SO 4 M = 98 g/mol; CaCO 3 M = 100 g/mol

A) 12 mL B) 32 mL C) 25 mL D) 30 mL E) 22 mL

Page 15: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 15

Medicina

Questão Nº 22

Compostos conhecidos por fl uorquinolonas constituem uma classe de antibióticos capazes de combater diferentes tipos de bactérias. Dentre alguns compostos dessa classe, pode ser citada a norfl oxacina, a esparfl oxacina e a levofl oxacina, todos com ação antibacteriana. A seguir, são apresentadas as estruturas químicas dessas substân­ cias.

Analisando as estruturas químicas dos antibióticos da fi gura acima, é verdadeira a afi rmação:

A) A norfl oxacina apresenta os grupos funcionais cetona e amida em sua estrutura química. B) A norfl oxacina e a esparfl oxacina apresentam em comum os grupos funcionais amina e ácido carboxílico. C) A levofl oxacina apresenta a função orgânica éter e aldeído em sua estrutura. D) As três substâncias apresentam em comum as funções orgânicas aminas, éter e ácido carboxílico. E) Somente a norfl oxacina e a levofl oxacina apresentam anel aromático em suas estruturas químicas.

Questão Nº 23

Na indústria alimentícia, é comum designarem­se os aditivos de alimentos por meio de códigos, formados geral­ mente por letras e algarismos romanos. Quando aparece no rótulo de um produto alimentício a indicação “contém conservante P.I.”, isso signifi ca que há benzoato de sódio, um sal orgânico. Os reagentes que representam corre­ tamente a reação de obtenção desse sal são:

Page 16: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 16

Medicina

Questão Nº 24

Uma maneira de extração do petróleo atualmente é através do pré­sal, mesmo sendo um método que pro­ duz grande poluição devido aos seus muitos derivados, como, por exemplo, o enxofre, o dióxido de carbono e outros gases poluentes. Acredita­se que esses fatores devem ser considerados na decisão de exploração des­ se tipo de petróleo, pois os benefícios podem signifi car a contramão do processo de evolução do homem. Ou­ tro fator importante é que os oceanos, além das plantas, atuam na retirada do excesso de dióxido de carbono da atmosfera em aproximadamente 30% do que é emitido no mundo anualmente, e podendo interferir na formação de corais, conchas, podendo comprometer a cadeia ali­ mentar dos animais marinhos. O gás carbônico, quando reage com a água, pode formar os seguintes equilíbrios químicos:

Observando essas reações, é possível afi rmar que:

I) A água é considerada um ácido de Arrhenius ao in­ teragir com o dióxido de carbono.

II) O H 2 CO 3 é um ácido de Bronsted e Lowry. III) O íon H 3 O + é um ácido conjugado, segundo Brons­

ted e Lowry. IV) As espécies na equação química H 2 CO 3 e HCO 3

­

são consideradas, respectivamente, ácido e base conjugada, segundo Bronsted e Lowry.

V) As espécies HCO 3 ­ e CO 3

2­ podem ser considera­ das, respectivamente, ácido e base conjugada, se­ gundo Bronsted e Lowry.

Estão CORRETAS as afi rmativas contidas em:

A) I, II e IV, apenas B) II, III, e V, apenas C) I, II, V, apenas D) I, III, IV e V, apenas E) II, III, IV e V, apenas

Questão Nº 25

Em 1881, para prevenção de oftalmia (conjuntivite) go­ nocócica (causada pelo gonococo ou Neisseria gonor­ rhoeae, bactéria que pode ser transmitida da mãe para o bebê no canal do parto, caso ela esteja infectada), iniciou­se o uso do nitrato de prata a 1%. A aplicação de nitrato de prata, ou Método de Credé, é também conhe­ cida como credeização. O nitrato de prata causa uma conjuntivite química, levando a uma resposta infl amató­ ria com efeito antibiótico secundário. Ele é instilado no saco conjuntival inferior e o excesso da medicação é re­ movido com gaze. Não se devem lavar os olhos do bebê logo em seguida. Pode­se retardar o uso da medicação por até uma hora (não mais que isso), para evitar a rotu­ ra do contato visual precoce entre mãe e fi lho na sala de parto. A Academia Americana de Pediatria recomenda a profi laxia para todos os bebês, independente da via de nascimento (parto normal ou cesariana).

Fonte: http://www.pediatriabrasil.com.br/2010/04/nitrato­de­prata­me­ todo­de­crede.html, Acesso em 01 nov. 2012.

O nitrato de prata pode ser obtido por meio da intera­ ção do ácido nítrico concentrado com prata metálica, segundo a equação da reação química completa, não balanceada:

Ag (s) + HNO 3(conc) → AgNO 3(aq) + NO 2(g) + H 2 O (l)

De acordo com a reação, é possível afi rmar que:

I ) O hidrogênio sofre redução. II ) A prata sofre oxidação. III ) A prata é o agente redutor. IV ) Durante a reação, são formados dois mols de dióxi­

do de nitrogênio. V ) O somatório dos coefi cientes do balanceamento da

reação é igual a 6.

Estão CORRETAS as afi rmativas contidas em:

A) I e II, apenas B) I, II e IV, apenas C) II, III e IV, apenas D) II, III, e V, apenas E) III, IV, e V, apenas

Page 17: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 17

Medicina

Questão Nº 26 O olho de uma pessoa pode apresentar algumas anor­ malidades que levam a difi culdades de enxergar em algumas situações, tais como miopia, hipermetropia, astigmatismo, presbiopia e estrabismo.

Sobre essas situações são feitas algumas afi rmações:

I) O míope vê mal de longe, mas enxerga bem de per­ to, e a correção da miopia é feita com uma lente divergente.

II) O hipermétrope vê, em princípio, melhor de longe do que de perto, e a correção da hipermetropia é feita com uma lente divergente.

III) Na presbiopia, chamada de “vista cansada” pelo fato de ocorrer na maioria dos casos em pessoas de idade avançada, o cristalino vai se tornando mais rígido, originando as difi culdades na sua acomoda­ ção visual.

IV) O astigmatismo é um problema que se manifesta quando os olhos se movimentam em direções dife­ rentes e não conseguem focalizar juntos os objetos, e sua correção é feita com uma lente divergente.

Estão CORRETAS as afi rmações contidas em:

A) I e II, apenas B) I e III, apenas C) III e IV, apenas D) I e IV, apenas E) II e III, apenas

Questão Nº 27

Um turista está sendo perseguido por um lobo furioso. O turista então corre até seu carro, buscando entrar no veículo e se proteger do animal. A velocidade média do turista pode ser considerada 4,0m/s, enquanto o lobo se movimenta com velocidade 6,0m/s. Num determinado instante, o turista está a uma distância D do seu carro, e o lobo se encontra 26m atrás do turista. Sabendo que o turista alcança o carro com segurança, o máximo valor da distância D é, aproximadamente, igual a:

A) 60m B) 38m C) 50m D) 42m E) 55m

Questão nº 28

Um resistor apresenta resistência elétrica R. Quando o resistor é submetido a uma diferença de potencial V, ele é percorrido por uma corrente elétrica i e dissipa, por efeito Joule, uma potência P. Se associarmos dois des­ ses resistores em série, e submetermos a associação a uma diferença de potencial 2V, os valores da corrente elétrica e da potência dissipada pela associação são, respectivamente:

A)

B)

C)

D)

E) 2 4 i e P

2 4 i P e

2 2 P i e

i e P

e 2 i P

Questão Nº 29

Uma ousada nadadora salta, correndo e horizontalmen­ te, do topo de um rochedo para dar um mergulho na água. Conforme ilustra a fi gura abaixo, em seu salto, a nadadora deverá ultrapassar a saliência no “pé” do ro­ chedo, com largura de 1,6 m e localizada 9,0 m abaixo do topo, para então cair na água. As forças de resis­ tência do ar que atuam sobre a nadadora durante sua queda podem ser desprezadas, e o valor da aceleração gravitacional atuante no movimento pode ser adotado igual a 10 m/s 2 .

Fonte: adaptado de Física para Cientistas e Engenheiros, 5 ed. LTC: 2006.

Dentre as alternativas abaixo, aquela que indica o me­ nor valor da velocidade v 0 , para que a nadadora consiga ultrapassar a saliência e atingir a água, é:

A) 0,8 m/s B) 1,3 m/s C) 1,9 m/s D) 1,0 m/s E) 2,1 m/s

Page 18: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 18

Medicina

Questão Nº 30

Dentre as duas leis da termodinâmica, a segunda é a que tem maior aplicação na construção de máquinas e utilização na indústria, pois trata diretamente do rendi­ mento das máquinas térmicas. Dois enunciados, aparentemente diferentes, ilustram a 2ª Lei da Termodinâmica, os enunciados de Clausius e Kelvin­Planck:

• Enunciado de Clausius: O calor não pode fl uir, de forma espontânea, de um cor­ po de temperatura menor, para um outro corpo de tem­ peratura mais alta.

• Enunciado de Kelvin­Planck: É impossível a construção de uma máquina que, ope­ rando em um ciclo termodinâmico, converta toda a quantidade de calor recebido em trabalho.

Fonte: http://www.sofi sica.com.br/conteudos/Termologia/Termodinami ca/2leidatermodinamica.php

Sobre as defi nições acima e sobre a segunda lei da ter­ modinâmica são feitas algumas afi rmações:

I) O enunciado de Clausius determina o sentido natu­ ral do fl uxo de calor que vai da temperatura mais alta para a mais baixa, e, para que o fl uxo seja inverso, é necessário que um agente externo realize um tra­ balho sobre esse sistema, tal como o que ocorre nos refrigeradores.

II) O enunciado de Kelvin ­ Planck implica que é possí­ vel existir um dispositivo térmico que tenha um ren­ dimento de 100%.

III) Em certa situação, um motor a vapor realiza um tra­ balho de 24kJ. Quando lhe foi fornecida uma quan­ tidade de calor igual a 46kJ, o rendimento esperado dessa máquina foi de 100%, pois ela transformou integralmente calor em trabalho útil.

IV) No ciclo de Carnot, o rendimento máximo teórico de uma máquina a vapor, cujo fl uido entra a 500ºC e abandona o ciclo a 300ºC, foi de, aproximadamente, 26%.

Estão CORRETAS as afi rmações contidas em:

A) I e IV, apenas B) I e III, apenas C) I e II, apenas D) II e IV, apenas E) III e IV, apenas

Questão Nº 31

Abaixo, encontram­se os números de casos confi rma­ dos de malária no Brasil, notifi cados no Sinan (Sistema de Informação de Agravos de Notifi cação), no período de 2007 a 2011.

Fonte: Sinan net. Disponivel em www.datasus.gov.br. Acesso em 04 nov. 2012

A malária é uma doença que pode agravar­se em até 16% das pessoas infectadas e pode ser letal em até 50% dos casos graves. Porém, como no Brasil a ocor­ rência dessa doença está concentrada na Amazônia Le­ gal, os brasileiros que vivem em outras regiões pouco a conhecem.

Analise a veracidade das afi rmativas abaixo sobre a malária:

I) É transmitida pela picada da fêmea de um mosquito do gênero Culex.

II) Os hepatócitos são as primeiras células parasitadas pelo Plasmodium sp no hospedeiro humano.

III) Os humanos são hospedeiros intermediários do Plasmodium sp.

IV) A esporogonia é a forma de reprodução assexuada do Plasmodium sp.

V) Os picos febris coincidem com o rompimento das he­ mácias.

As afi rmativas CORRETAS estão contidas em:

A) I e II, apenas B) II, III e IV, apenas C) II, III e V, apenas D) I, IV e V, apenas E) II, III, IV e V, apenas

Page 19: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 19

Medicina

Questão Nº 32

Para sobreviver às agressões de diferentes naturezas, todos os seres vivos necessitam utilizar mecanismos de defesa. Ao que tudo indica, inicialmente, as estratégias de defesa eram inespecífi cas, pouco organizadas e sem muita efi ciência. Mas a evolução permitiu o desenvolvi­ mento de estratégias específi cas altamente complexas e efi cientes, sem, contudo, abandonar as anteriores. Assim, os mamíferos possuem um sistema de defesa (Sistema Imunológico) que contém tanto componentes da defesa inespecífi ca quanto da defesa específi ca.

O desenho esquemático abaixo representa elementos do sangue dentro de um vaso. A maioria dos componen­ tes do sistema de defesa do nosso organismo pode ser encontrada no sangue.

Fonte: http://terragiratg.blogspot.com.br/2009/04/o­sangue.html

Analise a veracidade das afi rmativas abaixo sobre os componentes do Sistema Imunológico:

I) Os anticorpos são proteínas encontradas no plasma. II) Os glóbulos vermelhos participam da defesa inespe­

cífi ca. III) Os neutrófi los são tipos de glóbulos brancos que es­

tão relacionados à defesa contra bactérias. IV) Os anticorpos são produzidos por glóbulos brancos. V) As células sanguíneas que participam da defesa do

organismo originam­se da medula óssea.

As afi rmativas CORRETAS estão contidas em:

A) I, apenas B) II, III e IV, apenas C) II, III e V, apenas D) I, III, IV e V, apenas E) II, IV e V, apenas

Questão Nº 33

Observe a célula animal representada na fi gura abaixo e, considerando as funções das organelas citoplasmáti­ cas identifi cadas na ilustração, julgue os itens a seguir:

Figura: Célula animal. Fonte: Disponível em: <http://www.invivo.fi ocruz.br/celula/imagens/ celula_animal.gif>.Acesso em: 15 nov. 2012.

I) O complexo de Golgi é responsável pelo “empaco­ tamento” de substâncias sintetizadas pelo Retículo Endoplasmático Rugoso (RER).

II) A mitocôndria realiza a respiração celular, processo em que moléculas orgânicas dos alimentos reagem com gás oxigênio (O 2 ), transformando­se em gás carbônico (CO 2 ), água, e liberando energia.

III) Os lisossomos são bolsas membranosas repletas de enzimas capazes de digerir diversas substâncias or­ gânicas e organelas já existentes.

IV) O Retículo Endoplasmático Liso (REL) participa dos processos de desintoxicação do organismo, que ocorrem nas células hepáticas.

Estão CORRETAS as assertivas contidas em:

A) I e II, apenas B) I, III e IV, apenas C) I, II e III, apenas D) II, III e IV, apenas E) I, II, III e IV

Page 20: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 20

Medicina

Questão Nº 34

“No cenário mais simples, o desaparecimento de um predador permite que as populações de presas cres­ çam, o que impacta na população de plantas que es­ sas espécies comem. Os biólogos chamam essa cadeia de eventos de cascata trófi ca. A reintrodução de lobos no Parque Nacional Yellowstone na metade da década de 90, quase um século após terem sido exterminados daquele local, fornece um exemplo marcante da impor­ tância dos maiores predadores: a população de alces não apenas foi reduzida a um tamanho mais controlá­ vel, como choupos e álamos começaram a se recupe­ rar, assim como os salgueiros, que trouxeram de volta os castores, que com seus diques criam lagos. Como os ecossistemas da África Oriental foram afetados pela perda de grandes carnívoros há 2 milhões de anos, po­ rém, ainda não foi determinado”.

Trecho adaptado de: Scientifi c American Brasil. Disponível em: <http://www2.uol.com.br/sciam/noticias/competicao_por_alimentos. html>. Acesso em: 15 nov. 2012.

Com base no texto acima e na teia alimentar a seguir, podemos afi rmar que:

A) os castores são consumidores de terceira ordem. B) os castores são consumidores de segunda ordem. C) os lobos são consumidores de segunda ordem. D) os lobos são consumidores de terceira ordem. E) os alces são consumidores de segunda ordem.

Questão Nº 35

Aparentemente, os vertebrados são animais que se di­ ferem profundamente entre si no porte e na aparência geral, como as ascídias (urocordados que se desenvol­ vem nas pedras, junto à linha das marés), o anfi oxo (um cefalocordado), as lampreias, os peixes, os anfíbios, os répteis, as aves e os mamíferos.

Considerando as informações do texto e analisando a fi gura a seguir, assinale a alternativa CORRETA.

Figura: Os vertebrados. Fonte: Disponível em: http://edubiomar.blogspot.com.br/2010/11/um­ ­quinto­dos­vertebrados­corre­risco.html. Acesso em: 15 nov.2012.

A) Os mamíferos possuem circulação dupla e comple­ ta, e corpo coberto de pelos, os quais contribuem para a manutenção da temperatura corpórea.

B) Todas as classes de animais representadas na fi gu­ ra acima são pecilotérmicas ou poiquilotérmicas e apresentam hemácias ovoides e nucleadas.

C) Os peixes, as aves e a maioria dos anfíbios apresen­ tam quatro membros para a locomoção.

D) A respiração dos urocordados e dos vertebrados ou eucordados é estritamente pulmonar, com pulmões parenquimatosos revestidos de pleura.

E) Os répteis e os mamíferos apresentam pele lisa, fi na, coberta de muco, ricamente vascularizada.

Page 21: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 21

Medicina

Questão Nº 36 Os animais são popularmente conhecidos por nomes muito variáveis de um idioma para outro ou, até mesmo, de uma região para outra num mesmo país. Numa tentativa de universalizar os nomes dos animais, há muito tempo os cientistas vinham procurando criar uma nomenclatura internacional para a designação dos seres vivos. No primeiro livro de Zoologia publicado por um americano, Mark Catesby, por volta de 1740, o pássaro conhecido por tordo (sabiá americano) foi denominado cientifi camente assim ­ Turdus minor cinereo­albus non maculatus, que signifi cava: tordo pequeno branco acinzentado sem manchas. As regras atuais para a denominação científi ca dos seres vivos foram formadas, com base na obra Systema naturae, do sueco Karl von Linné, no qual propunha regras para classifi car e denominar animais e plantas. Mas só na décima edição do seu livro, em 1758, foi que ele propôs efetivamente uma forma de nomenclatura mais simples, em que cada organismo seria conhecido por dois nomes apenas, seguidos e inseparáveis. Assim, surgiu a nomenclatura binomial moderna adotada.

Fonte: SOARES, José Luís. A Biologia no terceiro milênio. São Paulo: Scipione,1999, p.15.

Figura: Classifi cação de alguns animais carnívoros. Fonte: Disponível em: http://e­portefl io.blogspot.com.br/2009/01/sistemtica­dos­seres­vivos­hierarquia.html. Acesso em: 14 nov. 2012.

Analisando o texto e a ilustração acima, e considerando a classifi cação e nomenclatura científi ca dos seres vivos, analise as proposições a seguir e assinale as CORRETAS.

(01) Na designação científi ca, os nomes dos animais devem ser latinos de origem ou, então, latinizados. (02) Em obras impressas, todo nome científi co deve ser escrito em itálico, diferente do corpo tipográfi co usado no

texto corrido. Em trabalhos manuscritos, esses nomes devem ser sublinhados. (04) Um organismo deve ser reconhecido por uma designação binomial, cujo primeiro termo identifi ca o seu gêne­

ro, e o segundo, a sua espécie. (08) Em Zoologia, o nome da família é dado pela adição do sufi xo IDAE ao radical correspondente ao nome do

gênero. Para a subfamília, o sufi xo usado é INAE. (16) O leopardo e o cão pertencem a uma mesma ordem e família,sendo enquadrados em diversos fi los. (32) Todos os animais representados na fi gura acima pertencem ao fi lo Chordata, classe Mammalia e ordem Car­

nivora.

O somatório dos itens CORRETOS está contido em:

A) 31 B) 47 C) 55 D) 62 E) 63

Page 22: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 22

Medicina

Questão Nº 37

Segundo Trevor D. Lamb, 2012 (Scientif American Brasil), o olho humano, em vez de um fi lme fotográfi ­ co, apresenta uma retina altamente especializada que detecta e processa os sinais usando dezenas de tipos de neurônios. O olho humano é tão complexo que sua origem provoca discussão entre criacionistas e defen­ sores do desenho inteligente, que o têm como exemplo básico do que chamam de complexidade irredutível: um sistema que não funciona na ausência de quaisquer de seus componentes e, portanto, não poderia ter evoluído naturalmente de uma forma mais primitiva. O registro fóssil revela que, durante a explosão cambriana, surgi­ ram basicamente dois tipos diferentes de olhos:

No primeiro tipo (fi gura1), uma série de unidades idên­ ticas de geração de imagens – cada uma constituindo uma lente ou um refl etor – irradia luz para alguns ele­ mentos sensíveis a ela, denominados fotorreceptores, e oferece um amplo ângulo de visão e resolução espa­ cial moderada.

Figura1: Disponível em: <http://upload.wikimedia.org/wikipedia/com­ mons/thumb/6/64/Krilleyekils.jpg/220px­Krilleyekils.jpg. Acesso em: out. 2012.

No segundo tipo (fi gura 2), todos os fotorreceptores compartilham uma única lente que foca a luz e estão dispostos como uma lâmina que reveste a superfície interna da parede ocular, e ocorrem em duas modalida­ des: cones e bastonetes.

Figura 2: Disponível em: <http://www.laboratoriorigor.com.br/images/ olho_img2.jpg>. Acesso em: out. 2012.

Tomando como base o texto acima e os estudos sobre o mecanismo da visão nos animais, podemos afi rmar que o 1º e o 2º tipos pertencem, respectivamente, aos:

A) vertebrados e moluscos B) artrópodes e moluscos C) moluscos e vertebrados D) artrópodes e vertebrados E) moluscos e artrópodes

Questão Nº 38

”A Síndrome de Down ou Trissomia do cromossomo 21 é o distúrbio genético mais comum na espécie humana e recebe esse nome em homenagem ao médico britâ­ nico John Langdon Down, que a descreveu em 1862. A síndrome é caracterizada por uma combinação de diferenças maiores e menores na estrutura corporal. Pessoas com esta síndrome podem ter uma habilidade cognitiva abaixo da média, geralmente variando de re­ tardo mental leve a moderado, e, num pequeno número de casos, o retardo é profundo.”

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%ADndrome_de_Down. Acesso em: nov 2012.

Em relação à Síndrome de Down, analise as informa­ ções a seguir:

I) A expressão “trissomia do cromossomo 21” signifi ca que o indivíduo apresenta três cromossomos 21 ao invés de dois.

II) A incidência da Síndrome de Down geralmente está relacionada com o aumento da idade da mãe.

III) A Síndrome de Down é uma alteração cromossômi­ ca que envolve cromossomos autossomos.

IV) A alteração genética presente em indivíduos com Síndrome de Down pode ser visualizada com a aná­ lise do cariótipo.

V) Indivíduos com Síndrome de Down geralmente apre­ sentam 45 autossomos e 2 cromossomos sexuais.

Estão CORRETAS as informações contidas em:

A) I, II, III, IV, V B) I, II e III, apenas C) III, IV e V, apenas D) I, II e IV, apenas E) I, IV e V, apenas

Page 23: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 23

Medicina

Questão Nº 39

Segundo Schmidt e Buainain, 2012, a palavra metabolismo vem do grego (metabolein) e signifi ca “tranformar”. Conceitua os processos bioquímicos que transformam substâncias do mundo exterior em energia, mantendo as estruturas celulares dos organismos. Quando pensamos em anabolizantes, vêm à mente esportistas desonestos, jovens exageradamente musculosos e mortes prematuras. Mas os anabolizantes são todas as substâncias que, direta ou indiretamente, promovem crescimento intracelular ou proliferativo. O hormônio do crescimento (HGH), considerado com efeitos “anabólicos”, é produzido pela hipófi se anterior e atua em todas as células do corpo (fi gu­ ra). Durante a vida, temos dois grandes picos de produção: o primeiro, na fase intrauterina, e o segundo, durante a puberdade.

Fonte: Disponível em: <http://www.medicinageriatrica.com.br/wp­content/uploads/2007/07/gh.jpg >. Acesso em: out. 2012

Assinale a alternativa CORRETA referente às ações do HGH no metabolismo lipolítico e glicolítico:

A) Reduz a concentração de glicose circulante. B) Inibe a liberação da insulina para manter a glicemia adequada. C) Atua diretamente de forma antagônica aos efeitos provocados pela insulina. D) Reduz a lipólise e a oxidação de ácidos graxos no tecido adiposo e na musculatura esquelética e cardíaca. E) Inibe a produção hepática de glicose, principalmente pela inibição da glicogenólise.

Page 24: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 24

Medicina

Questão Nº 40

A fi gura abaixo ilustra uma parte importante do metabolismo da glicose, conhecida como fermentação láctica. Analise­a e, com os conhecimentos sobre o assunto, assinale a alternativa CORRETA.

Fonte: LINHARES, Sérgio & GEWANDSZNAJDER, Fernando. Biologia Hoje. v. I. 2000. São Paulo: Ed. Ática, p. 164.

A) O processo de fermentação láctica ocorre unicamente no músculo, quando o oxigênio não é sufi ciente para a produção aeróbica de energia.

B) O processo de fermentação láctica é realizado por certos tipos de bactérias, tais como os lactobacilos, e é a base do processo de produção de iogurtes e coalhadas.

C) O processo de fermentação láctica ocorre mesmo nas células musculares que estejam recebendo suprimento sufi ciente de oxigênio, pois é o único modo de o músculo obter energia.

D) O processo de fermentação láctica pode ocorrer em qualquer tecido do corpo humano, mas sempre na ausên­ cia de oxigênio.

E) O processo de fermentação láctica pode ocorrer em qualquer tecido do corpo humano, independentemente do suprimento de oxigênio para esses tecidos.

Page 25: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 25

Medicina

Questão Nº 41

A fi gura abaixo ilustra o processo conhecido como “fase escura” da fotossíntese, também conhecido como Ciclo de Calvin. Analise­a e, juntamente com os conhecimentos sobre o assunto, assinale a alternativa que contenha todas as afi rmações CORRETAS.

I) A realização da “fase escura” da fotossíntese independe totalmente das reações da “fase clara” da fotossínte­ se.

II) A cada rodada do Ciclo de Calvin, 3 moléculas de CO 2 se unem entre si para formar um composto de 3 carbo­ nos que irá gerar glicose.

III) A molécula de 6 carbonos formada na primeira reação do Ciclo de Calvin será quebrada em 2 moléculas de 3 carbonos cada uma, para dar prosseguimento ao ciclo.

IV) Pode­se dizer que, para formar uma molécula de glicose, o Ciclo de Calvin deve “rodar” duas vezes, cada uma delas utilizando 3 moléculas de CO 2 .

Estão CORRETAS as afi rmações contidas em:

A) I e II, apenas B) I e IV, apenas C) II e III, apenas D) III e IV, apenas E) II, III e IV, apenas

Fonte: LINHARES, Sérgio & GEWANDSZNAJDER, Fernando. Biologia Hoje. v. I. 2000. São Paulo: Ed. Ática, p. 182.

Page 26: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 26

Medicina

Matemática e suas Tecnologias Questão Nº 42 A distribuição binomial de probabilidades tem muitas aplicações. Aplica­se a experimentos que têm as seguintes características:

• consiste de n ensaios; • são possíveis apenas dois resultados em cada ensaio – um considerado como sucesso e o outro como fracas­

so; • a probabilidade de um sucesso é indicada por p e não se modifi ca de um ensaio para outro, e a probabilidade

do fracasso é dada por (1 ­ p); • os ensaios são independentes – a ocorrência de um não interfere na ocorrência do outro.

Assim, a lei que fornece a probabilidade de x sucessos em n ensaios é dada por:

em que

Considere o seguinte experimento binomial e calcule o que se pede:

Um lojista sabe, por dados históricos, que a probabilidade de um cliente que entra na loja num dia normal fazer uma compra é de 0,20. Considerando as decisões de compra dos 5 próximos clientes que entrarão na loja, a pro­ babilidade de que 3 façam uma compra é dada por:

A) 5,12% B) 50,12% C) 0,8% D) 8% E) 20%

Leia o texto para responder as questões 43 e 44

Uma mastaba é um túmulo egípcio, uma capela, com a forma de um tronco de pirâmide (paredes inclinadas em direção a um topo plano de menores dimensões que a base). Por todo o Egito existem milhares de mastabas com uma grande variedade de pinturas murais, algumas com valor artístico inestimável. Essas imagens retratam, geralmente, atividades do cotidiano no antigo Egito. Desse modo, esses monumentos funerários revelam­se uma fonte importantíssima de in­ formação sobre esse período da história da humanidade, no que diz respeito à vida das classes mais modestas (ainda que fossem túmulos de luxo de personalidades eminentes). As pinturas que ornamentam as mastabas contrastam com as das pirâmides que representam, essencialmente, a vida na corte e as atividades no palácio do faraó.

Disponivel em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Mastaba Fonte: http://pyramidengeheimnisse.de/index.php?top=pyr_e&page=bare

Suponha que uma mastaba tenha como bases dois quadrados de lados 30 m e 40 m, respectivamente. Marque a alternativa que representa a altura da mastaba, considerando seu volume igual a 18.500 m 3 . Utilize:

A) 5 m B) 10 m C) 15 m D) 20 m E) 30 m

3 B B b b h V A A A A = + ⋅ +

Questão Nº 43

Page 27: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 27

Medicina

Questão Nº 45

A sequência dos números triangulares, mostrada abaixo, pode ser obtida somando­se sucessivamente a sequ­ ência dos números naturais (1, 2, 3, 4, 5.....). Assim, o primeiro número triangular é o 1; o segundo é o 3, porque 1 + 2 = 3; o terceiro é o 6, porque 1 + 2 + 3 = 6, e, assim, sucessivamente. Portanto, cada termo é o resultado da soma dos termos de uma progressão aritmética. A sequência dos números quadrados pode ser obtida, elevando­se ao quadrado, sucessivamente, os números naturais.

Com base nas informações e nos conhecimentos sobre sequências, analise as afi rmações e coloque V para as verdadeiras e F para as falsas.

( ) O centésimo termo da sequência dos números triangulares é igual a 5.050. ( ) O décimo termo da sequência dos números quadrados é 10 4 . ( ) A sequência dos números triangulares forma uma progressão aritmética. ( ) A sequência dos números quadrados forma uma progressão geométrica. ( ) Todo número quadrado é a soma de dois triangulares sucessivos, exceto o primeiro. ( ) O décimo termo dos números quadrados é a soma de 45 e 55, que correspondem ao nono e ao décimo núme­

ros triangulares respectivamente.

A sequência CORRETA está contida em:

A) V V V V V V B) V F F F V V C) V V F V F F D) F F F F V V E) F V V F V F

Questão Nº 44

Considere que uma das paredes laterais de uma mastaba tenha a forma geométrica de um trapézio com área lateral igual a 135m 2 , base menor 15m e altura 6m. A medida de sua base maior é:

A) 10 m B) 20 m C) 50 m D) 40 m E) 30 m

Page 28: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 28

Medicina

Questão Nº 46 A equipe de plantonistas de um hospital é constituída de 5 médicos e 8 enfermeiras. Para cada plantão são esca­ lados 3 médicos e 5 enfermeiras. O número de equipes de plantonistas que poderão ser constituídas, quando não há qualquer impedimento, é:

A) 560 B) 66 C) 56 D) 660 E) 600

Questão Nº 47

Um agricultor dispõe de certa quantidade de sementes para plantio e se encontra na seguinte situação:

­ se plantar 30 kg de sementes por hectare, sobram 2 hectares das terras que separou para a plantação; ­ se plantar 28 kg por hectare, a região toda que separou para a plantação é ocupada e sobram 10 kg de sementes.

De acordo com esses dados, pode­se dizer que a quantidade de hectares destinados à plantação e a quantidade de sementes de que o agricultor dispõe em quilogramas é, respectivamente,

A) 30 e 1000 B) 33 e 900 C) 32 e 940 D) 35 e 990 E) 34 e 970

Questão Nº 48

Um estudante de engenharia observa a construção de dois prédios. Em dado momento, resolve registrar em dois gráfi cos, semanalmente, a altura de cada prédio. Com esse registro, ele percebe que o progresso das construções mantém um ritmo constante, de modo que o estudante obtém os gráfi cos apresentados abaixo:

Em uma determinada semana, o estudante constata, de um ponto da rua onde se encontra, que os topos dos pré­ dios alinham­se a uma elevação de 45°, como indicado a seguir.

Com essa informação e os dados coletados pelo estudante, podemos determinar que esse alinhamento dá­se em que semana?

A) Na 27ª semana B) Na 12ª semana C) Na 8ª semana D) Na 37ª semana E) Na 41ª semana

Page 29: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 29

Medicina

Área de Ciências Humanas e suas Tecnologias

Questão Nº 49

As reformas religiosas do século XVI dividiram o mundo ocidental entre católicos e protestantes. Entre as novas correntes religiosas, destacam­se o lute­ ranismo e o calvinismo, que defendiam, respectivamen­ te:

A) a riqueza é um indicativo da salvação; o homem é justifi cado pelas obras que realiza.

B) a fé é o fundamento da salvação humana; o homem é predestinado ou não à salvação.

C) os santos medeiam a relação entre Deus e os ho­ mens; a salvação é obtida pelas indulgências.

D) o trabalho é um mecanismo de purifi cação da alma; não há mediador entre Deus e os homens.

E) a Bíblia pode ser livremente interpretada; a interpre­ tação bíblica é dada pelos sacerdotes.

Questão Nº 50

No século XIX, na Europa, enquanto se intensifi cava o processo de industrialização, os trabalhadores viam agravar suas precárias condições de vida. Nesse con­ texto, desenvolveu­se o pensamento socialista no afã de buscar soluções para essa realidade. O pensamento socialista fi cou dividido em duas correntes: socialismo utópico e socialismo científi co. As ideias comum e diver­ gente entre eles são, respectivamente:

A) a tomada do poder político pelo proletariado; a distri­ buição das riquezas de acordo com as necessidades dos indivíduos.

B) a base da justiça social está na centralização estatal; a bondade dos homens levará à igualdade social.

C) o reconhecimento da luta de classes como base das desigualdades sociais; o trabalho como mecanismo produtor de riquezas e bem estar.

D) a transformação social pela revolução; a criação de uma sociedade alternativa de base humanista e cris­ tã.

E) a concepção de uma sociedade mais justa; a ausên­ cia de análise da realidade concreta para viabiliza­ ção das transformações sociais.

Questão Nº 51

Na segunda metade do século XX, a guerrilha constituiu uma das estratégias de luta pelo poder político na Amé­ rica Latina, porém poucas obtiveram êxito. Relacione o movimento que utilizou táticas de guerrilha e seu res­ pectivo país de origem.

1) Sendero Luminoso 2) FARC 3) Guerrilha do Araguaia 4) Exército Zapatista de Libertação Nacional 5) Frente Sandinista de Libertação Nacional

( ) Brasil ( ) Nicarágua ( ) Peru ( ) Colômbia ( ) México

A sequência CORRETA de numeração está contida em:

A) 3, 1, 4, 5, 2 B) 4, 1, 5, 2, 3 C) 3, 5, 1, 2, 4 D) 2, 5, 3, 4, 1 E) 5, 2, 4, 3, 1

Questão Nº 52

“A Síria está atravessando um período bastante turbu­ lento com o crescimento das revoltas contra o governo do presidente Bashar al­Assad. Mesmo com as sanções impostas pela ONU, o presidente sírio não cede e a es­ calada de violência aumenta a cada dia.”

www.brasilescola.com.br. Acesso em 13 nov. 2012.(adaptado)

As revoltas na Síria começaram em março de 2011 e os revoltosos reivindicam:

A) convocação de uma assembleia constituinte, cessar fogo sobre às áreas rebeldes, apoio e proteção aos desertores do governo e adesão à Liga Árabe.

B) liberdade religiosa e secularização do poder político, repatriamento dos refugiados e suspensão das san­ ções econômicas da ONU.

C) concessão de liberdade de imprensa, desmilitariza­ ção das forças de segurança e formação de um go­ verno de coalizão para a democracia.

D) fi m da intervenção estrangeira, valorização da cultu­ ra e dos costumes do mundo árabe e suspensão das perseguições e repressão política.

E) renúncia do presidente, formação de um sistema político mais democrático e com maior liberdade de expressão e reformas sociais.

Page 30: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 30

Medicina

Questão Nº 53

“Gandhi pregava a resistência à dominação e a luta con­ tra os britânicos por meio da não­violência e da desobe­ diência civil, métodos que já havia empregado contra o Apartheid, na África do Sul, onde vivera.

A ação de Gandhi consistia em desobedecer as leis in­ glesas sem se importar em sofrer as consequências do ato, em boicotar os produtos ingleses, em fazer greves de fome para que hindus e muçulmanos deixassem de lado as divergências religiosas e se unissem em favor da causa comum: a independência. Sua fi gura acabou por conquistar admiradores no mundo todo, inclusive na Inglaterra, e o gandhismo inspira até hoje os movimen­ tos pacifi stas.”

http://educacao.uol.com.br/historia/independencia­da­india­nao­vio­ lencia­e­desobediencia­civil­de­ghandi.jhtm. Acesso em 27 out. 2012

O surgimento de novas nações na Ásia foi consequência da Segunda Guerra Mundial, e um dos momentos mais importantes desse contexto histórico foi a Independên­ cia da Índia. Analise e assinale a alternativa CORRETA:

A) A Índia era a principal colônia britânica da Inglaterra, já que era uma fonte econômica considerável.

B) A Índia, que era a principal fonte de lucros para os ingleses, lutou e obteve sua independência através de lutas sangrentas e boicote à Inglaterra.

C) A Índia obteve sua independência com o enfraqueci­ mento da Inglaterra pela 2ª Guerra Mundial e com o princípio da não violência.

D) A Índia adquiriu sua independência pela união dos grupos islâmicos e induístas que se mobilizaram dei­ xando de lado as divergências religiosas.

E) A Índia conquistou sua independência através da obediência civil e pelos confl itos ocasionados por ci­ dadãos islâmicos e induístas.

Questão nº 54

“Em Janeiro de 1968, os guerrilheiros do vietcongue, apoiados por forças do Vietnã do Norte, desfecharam intensos ataques em todo o território do Vietnã do Sul. Conhecidos como Ofensiva do Tet (ano novo), esses ataques chegaram ao centro de Saigon, capital sul­vie­ tnamita.”

ESCOBAR, Pepe. 21 – O século da Ásia. Iluminuras, 1997.

Considere as proposições, assinalando V para as ver­ dadeiras e F para as falsas.

( ) As divergências ocorridas no Vietnã eram decor­ rentes da divisão ofi cial do território coreano em dois países – a República da Coreia (Sul) e a Re­ pública Popular Democrática da Coreia (Norte).

( ) A Unifi cação do Vietnã Norte e do Sul foi impedi­ da pelos Estados Unidos, que temiam a vitória dos comunistas e, portanto, impediram a realização do pleito.

( ) A potente força bélica dos Estados Unidos não im­ pediu os vietcongues de vencerem a Guerra, sendo fi rmada a paz em Hanói e Saigon.

( ) O exército de guerrilheiros, organizado pelos co­ munistas do Norte – os vietcongues, lutou contra o governo do Vietnã do Sul e as forças norte­ameri­ canas.

A alternativa que contém a sequência CORRETA é:

A) V, F, F, F B) F, V, V,V C) F, V, V, F D) V, V, V, V E) V, V, F, V

Page 31: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 31

Medicina

Questão Nº 55

Com anúncios de novas fábricas e a prorrogação da redução do IPI, o setor automobilístico brasileiro puxa a recu­ peração da indústria e atrai cada vez mais investimentos estrangeiros. Pela primeira vez na história, participaram da abertura do Salão Internacional do Automóvel de São Paulo os presidentes mundiais de algumas das maiores montadoras do planeta. O que mais chamou a atenção foi o que eles disseram: “o Brasil tem sido considerado há muito tempo um país do futuro, mas hoje prova que é um país do presente”, afi rmou o alemão Martin Winterkorn, presidente da Volkswagen. “O Brasil será um dos líderes do mercado mundial e nós queremos ter presença forte aqui, com produtos globais”, declarou o americano Dan Aker­ son, presidente da GM. O país é um dos mercados mais pujantes da indústria automobilística e a 27ª edição do Salão de São Paulo é prova disso. “O Brasil é um mercado com um potencial tremendo para nosso futuro”, disse o alemão Ian Robertson, chefe das vendas e marketing do BMW, ao anunciar a construção de uma fábrica na cidade de Araquari, em Santa Catarina. A desaceleração da economia chinesa e a crise na Europa explicam parte desse movimento. Em setembro, o mer­ cado automotivo europeu retraiu 10,8%, no ritmo mais rápido dos últimos 12 meses.

Fonte: Revista ISTOÉ p.162­164 – nº2242 – 31 out. 2012 – adaptado

Sobre a industrialização brasileira, analise as afi rmativas:

I) Os elementos indispensáveis para o processo de industrialização do Brasil, como os imigrantes, o trabalho assalariado, o mercado consumidor, o café e os capitais disponíveis, estavam concentrados no Centro­Sul do país, principalmente em São Paulo.

II) Por volta de 1970, começou a ocorrer uma relativa desconcentração industrial no Brasil, com um decréscimo relativo de São Paulo e um crescimento maior em outras unidades da federação (Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Bahia, Minas Gerais, Goiás, Amazonas, Mato Grosso, entre outros).

III) A descentralização industrial pode ser explicada pelo esgotamento de São Paulo, especialmente de sua capi­ tal e arredores. É o que se chama de deseconomia de escala: ela ocorre quando uma aglomeração torna­se desfavorável às novas localizações empresariais em face dos custos elevados com impostos, terrenos dema­ siadamente caros, congestionamentos, poluição, etc.

IV) Somente com a eleição do General Castelo Branco, para a Presidência da República, os investimentos que antes eram voltados para as ferrovias, começaram a ser canalizados para a construção de rodovias. Isso era parte do plano de ampliação da indústria brasileira, principalmente a automobilística, que instalava suas fi liais no país, naquela época.

Estão CORRETAS as afi rmativas contidas em:

A) I e II, apenas B) I e III, apenas C) I, II, III e IV D) II e IV, apenas E) I , II e III, apenas

Page 32: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 32

Medicina

Questão Nº 56

Segundo o Plano Nacional de Recursos Hídricos (PNRH), o grande potencial hidrelétrico brasileiro re­ presenta uma indiscutível vantagem comparativa em relação às matrizes elétricas adotadas por outros paí­ ses. O aproveitamento hidrelétrico próximo dos grandes centros consumidores (Sudeste e Sul) do Brasil já foi feito. Dessa forma, conclui­se que há muito pouco espa­ ço para a expansão da hidroeletricidade fora da região Amazônica. A região Amazônica será o palco preferencial para a ex­ pansão da geração hidrelétrica nas próximas décadas.

Sobre o aproveitamento hidrelétrico da Amazônia, é CORRETO afi rmar que:

A) O rio Tapajós está entre as sub­bacias do Amazonas, que apresenta o maior potencial inventariado. Nesse rio está prevista a instalação de usinas­plataforma com baixo nível de alagamento da área no entorno.

B) A hidrelétrica de Jirau, de 3,750MW de capacidade, em construção no rio Xingu, no estado do Pará, será uma grande experiência de construção que visa a sustentabilidade da região.

C) Considerando a relação entre a capacidade de ins­ talação e as dimensões do reservatório, a usina de Santo Antônio, construída no rio Juruá, tem baixo im­ pacto ambiental.

D) A hidrelétrica de Belo Monte deixará submersa parte do rio Tapajós, inclusive as águas dos igarapés de Altamira, no lugar da inundação sazonal.

E) As novas hidrelétricas na Amazônia, incluindo as recém­inauguradas Jirau e Estreito, alagarão uma área pequena, com poucos danos ambientais e de deslocamento de comunidades ribeirinhas.

Questão Nº 57

A intensa urbanização que vem ocorrendo no Brasil, desde 1950, tem sido acompanhada por um processo de metropolização, isto é, concentração demográfi ca nas metrópoles e formação de regiões metropolitanas. Isso signifi ca que as grandes cidades, sobretudo as me­ trópoles, normalmente têm crescido em um ritmo supe­ rior ao das pequenas e médias cidades.

Cada região metropolitana possui um planeja­ mento integrado de seu desenvolvimento urbano, que é elaborado por um conselho deliberativo, nomeado pelo governo de cada estado, auxiliado por um conselho consultivo formado por representantes de cada muni­ cípio integrante da região. Com isso, procura­se tratar de forma global, certos problemas que afetam o conjun­ to de área metropolitana e que, antes, fi cavam a cargo apenas das prefeituras de cada município.

Considerando a ocupação do solo urbano e as ativida­ des econômicas das regiões metropolitanas, analise as afi rmativas.

I) A verticalização pode ser defi nida como a multipli­ cação da terra urbana para o seu intenso aprovei­ tamento através do adensamento populacional e do ambiente construído. Seu estudo permite identifi car os agentes responsáveis pela produção e apropria­ ção desse espaço.

II) Nas áreas de maior industrialização e maior den­ sidade urbana, sobretudo com cidades mais bem equipadas, o nível de exigências para considerar um centro urbano como metrópole (grande cidade) é bem maior do que nas áreas pouco povoadas.

III) As modifi cações dos padrões residenciais trazem uma nova realidade urbana e demográfi ca e novas camadas sociais de moradores. Cada edifi cação construída determina uma apropriação de parcela do território, o que acarreta a atração e a expulsão de atividades econômicas e de setores sociais.

IV) O sistema urbano articulado é fruto da divisão ter­ ritorial do trabalho entre o campo e a cidade e entre cidades com recursos (populacional, equipamen­ tos urbanos) diferentes. Esse sistema urbano só se completará quando a indústria se tornar o setor dominante em todo o território, desde que este seja totalmente ocupado e se torne economicamente produtivo.

Estão CORRETAS as afi rmativas contidas em:

A) I e II, apenas B) I e III, apenas C) I, II, III e IV D) II, III e IV, apenas E) II e IV, apenas

Page 33: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 33

Medicina

Questão Nº 58

A elaboração de mapas remonta aos primórdios da civilização humana e, desde o princípio, sua confi abilidade e precisão sempre desafi aram aqueles que fi zeram uso dessa técnica. Nesse contexto, a ciência da Cartografi a foi elaborando suas bases e construiu sua própria evolução. Atualmente, o uso de mapas está incorporado ao nosso cotidiano, e muitas das nossas atividades se apoiam na utilização de um mapa confi ável e preciso, estruturando ações na política, nas comunicações, nos transportes, na economia, no lazer e em inúmeras outras ações humanas.

Sob o ponto de vista técnico, na elaboração de um mapa, é fundamental a indicação da escala, bem como elemen­ tos que permitam uma orientação e localização corretas, além da legenda, título e outras informações mais que se fi zerem necessárias.

Assim, utilizando­se dos mapas abaixo, assinale a alternativa CORRETA:

A) A redução da escala permite maior detalhamento das informações, conforme se constata no MAPA 2. B) A escala utilizada na representação do MAPA 1 é menor do que a utilizada no MAPA 2. C) O MAPA 2 refere­se a uma área localizada no hemisfério ocidental da Terra e predominantemente em sua por­

ção setentrional. D) A cidade de Santarém localiza­se a Nordeste da cidade de Redenção. E) Os polos madeireiros ocorrem, na sua maioria, isoladamente na paisagem, sem a presença de qualquer via de

acesso.

Page 34: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 34

Medicina

Questão Nº 59

A sigla “BRIC” foi criada em 2001 pelo economista americano Jim O’Neil para indicar as quatro maiores potências emergentes no mundo que deveriam ser priorizadas pelos investidores. Posteriormente, tornou­se um grupo de cooperação diplomática e econômica, contando com a adesão da África do Sul, potência regional média. Porém, o grupo BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) ainda não superou o G7 (EUA, Japão, Alemanha, Fran­ ça, Reino Unido, Itália e Canadá) no PIB mundial, conforme se observa no gráfi co.

“Pela primeira vez desde 1880, os países ricos representam menos de 50% da produção mundial e o centro da gravidade da economia global toma o rumo sul”. (Carta na Escola, nº 39, setembro de 2009). Um dos movimentos geopolíticos atuais e que dá sentido à afi rmação acima se refere aos BRIC:

De acordo com o texto e com o gráfi co, assinale a alternativa CORRETA a respeito dos países que compõem o BRICs:

A) É o conjunto dos países denominados emergentes que vêm apresentando crescimento econômico inferior à média mundial nos últimos anos.

B) Esse grupo de países é dotado de grande população e extensão territorial, porém, com escassos recursos na­ turais, fato que poderá difi cultar a concretização da aliança.

C) Os países que o constituem possuem, em comum, disponibilidade de recursos naturais e forte atração de in­ vestimentos nas áreas de mercado interno e infraestrutura.

D) Trata­se de um novo Bloco Político­Econômico de poder, que atualmente supera os países ditos desenvolvidos no contexto econômico mundial.

E) Constitui um rearranjo da geopolítica, em que os países que o integram reivindicam maior infl uência e uma realocação de suas posições exclusivamente no plano político mundial.

Page 35: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor

Concurso Vestibular ­ 8 de dezembro de 2012 35

Medicina

Questão Nº 60

Analise o texto:

Quebrar privilégios é desafi o para nova China

A transição de liderança na China propicia inúmeras especulações sobre as políticas que os novos líderes deverão favorecer, tanto na esfera econômica, quanto na esfera política. A economia em desaceleração será sua maior preocupação. Depois de manter crescimento em dois dígitos por três décadas, a China mostra sinais de fadiga. Sobrecarregada de desequilíbrios estruturais como o excesso de investimento e o consumo insufi ciente, a eco­ nomia está especialmente vulnerável à queda na demanda externa e na lucratividade causada pelo excesso de capacidade da indústria. A combinação entre uma política de crédito frouxa e um sistema fi nanceiro precariamente regulamentado criou uma bolha de imóveis e no setor de infraestrutura. O setor bancário talvez tenha criado mais de US$ 1 trilhão em maus empréstimos, o que representa uma bomba­ ­relógio que pode explodir a qualquer momento nos próximos três anos. É urgente a necessidade em colocar o crescimento econômico em um percurso sustentável. Os novos líderes não poderão mais depender do investimento para promover crescimento. Precisam canalizar recursos ao setor domiciliar para incentivar o consumo. Mas isso requererá reformas quase revolucionárias no sistema tributário, nos mercados de capitais, na Previdência e nos serviços governamentais e de privatização. Politicamente, essas reformas serão extremamente difíceis, porque requerem transferência de renda e riqueza dos grupos de interesse dominantes, principalmente a burocracia, os governos locais e as estatais, para as pessoas comuns. Porque esses grupos formam o núcleo do regime, é difícil imaginar que aceitem perder privilégios sem lutar. A reforma econômica não acontecerá a menos que a oposição política a ela seja removida. Eliminar essa oposição é impossível sem a mobilização da população. Ou seja, alguma forma de democratização será necessária a fi m de forçar as elites a fazer concessões. Mas “democracia” é uma palavra que o PC vem tentando expurgar. Assim, os novos líderes enfrentam um impasse. Não podem reformar a economia sem introduzir reformas demo­ cráticas. Mas correm o risco de perder o poder caso concedam liberdades que o povo poderia aproveitar para promover uma revolução.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1180343­analise­quebrar­privilegios­e­desafi o­para­nova­china.shtml. Acesso em 04 nov. 2012. (Adaptado)

A análise do texto e os conhecimentos sobre essa temática permitem afi rmar que:

A) A transição política na China encontra­se em um estágio avançado, indicando para uma democratização plena em que a justiça social, característica do atual governo, consolida o gigante asiático como a maior economia do planeta.

B) O episódio que fi cou conhecido como o massacre da Praça da Paz Celestial refere­se ao desfecho de uma série de manifestações ocorridas entre 15 de abril e 4 de junho de 1989 em Pequim, capital chinesa. Nesse período, manifestantes, sobretudo estudantes universitários, intelectuais e trabalhadores, acamparam na Praça Tian An Men e reivindicaram, com sucesso, maior liberdade econômica.

C) Os protestos de Pequim fazem parte do movimento que varreu todo o mundo socialista no fi nal da década de 1980 e que resultou no colapso da maioria dos governos do bloco socialista, incluindo a própria China e a União Soviética.

D) O signifi cativo crescimento econômico da China apoia­se, dentre vários fatores, em um crescente consumo de matéria­prima, emprego de numerosa mão de obra de baixo custo e uma política agressiva de exportações para as mais diferentes regiões da Terra.

E) A política monetária da China praticada pelo Banco Central caracteriza­se pela manutenção de elevada cotação da moeda nacional, o yuan, frente ao dólar, visando com isso estimular continuamente as maciças exportações do país.

Page 36: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor
Page 37: Universidade de Uberaba Concurso Vestibular - liceuasabin.br UNIUBE... · sulta. A anamnese, entrevista inicial com o paciente, ... ram o espírito crítico em relação ao valor