Benzeno cardoso

  • View
    309

  • Download
    4

Embed Size (px)

Text of Benzeno cardoso

  • EXPOSIO OCUPACIONAL A BENZENO EXPERINCIA BRASILEIRA

    Luza Maria Nunes Cardoso Pesquisadora da FUNDACENTRO-MTE

  • Reconhecimento pela comunidade tcnica-cientfica dos males da exposio ocupacional ao benzenoOs primeiros trabalhos encontrados na literatura brasileira:1940 primeiros trabalhos alertando para os riscos de exposio a benzenoCillo, 1966 - Aplasia Medular adquirida-Timossi&Andrade,1971-Removedores e SolventesCarvalho,1972 - Aspectos qumicos dos SolventesMorrone & Andrade 1974-Anemia aplstica pelo benzeno em uma indstria de equipamentos plsticos - ocorrncia de 4 casos fataisWakamatsu & Ferncula- Intoxicao profissional por benzeno

  • Legislaes da Dcada de Oitenta1978 - Portaria 3214 - Ministrio do Trabalho - agressividade vrios agentes qumicos, segundo o conhecimento cientfico da poca.

    1982 - Portaria Interministerial n03 (MTB e MS) que estabeleceu como 1 % o limite mximo de contaminao por benzeno em produtos acabados . /Novaes&Gruenzner-Fundacentro-1981

  • Fortalecimento das Organizaes Sociais - Dcada de OitentaDenncia de benzenismo: na Cosipa que tomam proporo de epidemia (1983-1992), mais de dois mil trabalhadores afastados,50 casos CSN em volta redonda(1985),60 casos fbrica de BHC/Matarazzo(1986)2 mortes Nitrocarbono(1990)Campanhas:DIESAT (Departamento Intersindical de Estudos e Pesquisas de Sade e dos Ambientes de Trabalho) INST(Instituto Nacional de Sade no Trabalho) denominada Caa ao Benzeno.

  • Demanda Sobre o Servio PblicoIncluso de alteraes hematolgicas por exposio a benzeno no sistema de vigilncia da regio de cubato SES-SPFormao de grupos interinstitucionaisInterdio definitiva da fbrica de BHC das indstrias MatarazzoControle interlaboratorial da anlise de fenol urinrio (Tibiria/Fundacentro)Circular 297/86 INAMPS - critrios de diagnstico em trabalhadores com leucopenia por exposio a benzeno, restrita a cidade de CubatoCircular 3-87INPS amplia a mesma norma para o Estado de SP, e inclui procedimentos de reabilitaoInterdio em 1990 da NitrocarbonoS.A/BA- duas mortes por benzolismoNorma tcnica sobre intoxicao ao benzeno 1993

  • Eventos - final dos anos 80 /nicio 90Sindicatos:encontros de trabalhadores do setor siderrgico,qumico e petroqumico(Volta Redonda-RJ/1987;Ouro Branco-MG/1988 e em Vitria-ES/1989 e 1992.Instituies tcnicas:1983 Seminrio sobre Toxicologia do Benzeno- Riscos e meios de Controle/ABPA1987 Simpsio de Leucopenia /So Roque/SBH e CBH1988 Seminrio Nacional sobre Exposio a Benzeno/Fundacentro

  • Trabalhos- final dos anos 80 / anos 90Teses1988 -Benzenismo Experimental. Desenvolvimento de medula ssea ectpica - Santana USP 1989- Estudos morfolgicos da medula ssea em pacientes neutropnicos da indstria siderrgica de cubato - Ruiz UNICAMP1991-Estudo longitudinal e morfolgico(medula ssea) em pacientes com neutropenia secundria exposio ocupacional crnica ao benzeno - Augusto UNICAMP

  • Trabalhos e Teses nos anos 90/01 na Usp: metodologia analtica para anlise de trans trans mucnicona Fiocruz: anlise de trans trans mucnico em trabalhadores de refinaria de petrleo; postos de gasolina, mecnicos, trabalhadores no setor informal e de escritrio

  • Trabalhos e Teses nos anos 90/01 Estudo da srie histrica dos hemogramas dos trabalhadores da coqueria da Cosipa

    As doenas dos trabalhadores da Cosipa

  • Benzeno -Legislao - Anos 90Acordo e legislao do Benzeno MTENormas Tcnica do INSS sobre BenzenoNormas de vigilncia Sade do Ministrio da Sade (em discusso).

  • Ministrio do Trabalho convoca: tcnicos do governo, sindicatos dos trabalhadoresrepresentantes das empresas.

    Para propor uma nova norma regulamentadora que levasse em conta os anseios da comunidade e os novos conhecimentos cientficos.

  • O grupo produziu :BENZENO - Subsdios tcnicos Secretaria da Segurana e Sade no Trabalho (SSST/MTB)

    o benzeno foi introduzido na lista de substncias cancergenas na NR 15 anexo 13

  • Grupo Tcnico Tripartite sobre o Benzeno .

    Portaria 14, Instruo normativa 01Instruo normativa 02 Acordo coletivo.

  • Portaria 14regulamenta as aes, atribuies e procedimentos da preveno da exposio ocupacional ao benzeno; cria um novo parmetro para a avaliao da concentrao ambiental VRT-MPT que diferentemente do tradicional limites de tolerncia, no exclui risco sade; amplia a participao dos trabalhadores: estabelece a obrigatoriedade de cadastramento das empresas que utilizam benzeno; realizao do PPEOB (programa de Preveno a Exposio a Benzeno); sinalizao e rotulagem e requisitos de segurana nas situaes de emergncia.

  • As instrues Normativas 01 e 02

    Critrios para a Avaliao das concentraces de benzeno no ambiente de trabalho e de Vigilncia da Sade dos trabalhadores na preveno da Exposio Ocupacional ao Benzeno.

  • Acordo Coletivo as competncias dos rgos, empresas e trabalhadores;

    a criao da Comisso Nacional Permanente do Benzeno-CNT-benzeno, rgo Tripartite de discusso, negociao e acompanhamento do acordo; a participao dos trabalhadores atravs do Grupo de Representao dos Trabalhadores do Benzeno GTB;

    estabelecimento de prazos de adequao das empresas ao VRT-MPT;

    criao do Certificado de Utilizao Controlada do Benzeno;

    estabelecimento de penalidades s empresas infratoras, alm daquelas penalidades previstas pelos orgos de fiscalizao.

  • Sub-Gruposbenefcios aos trabalhadores que estiveram, que esto ou que ainda se afastaro por benzenismo; critrios de retorno ao trabalho dos trabalhadores; reduo da concentrao de benzeno em produtos acabados, substituio de benzeno, na produo de alcool anidro, definio dos indicadores biolgicos de exposio, realizao de Seminrio Internacional sobre benzeno,

  • Sub-Gruposampliao e ou discusso do controle do benzeno em outros setores que ainda no tinha sido abrangido pelo acordooff shoredistribuiocombustveis:frentistas, mecnicos,etc

  • Oficina de Trabalho/Orientao do MTbParticipao de agentes de inspeo e tcnicos do governo Discusso da implementao do acordo em sete Estados brasileiros (identificados como grandes produtores e consumidores de benzeno). Formao de Grupos estaduais e ou regionais em pelo menos quatro Estados (SP,RJ,BA e RS).

  • GRUPO TRIPARTITE ESTADUAL DO BENZENOReune os vrios sindicatos e instituies pblicas para discusso sobre a implementao do acordo do benzeno no Estado de So Paulo.Apoia a formao de grupos regionaisRealiza eventos para divulgao e discusso do acordo:realizao de dois cursos sobre o acordo do benzeno principalmente agentes de inspeo Patrocinou em maio de 2000 o Seminrio Estadual do Benzeno em Santo Andrrelatrio sobre as condices de sade e ambiente da Cosipa: subsidiou afastamento de trabalhadores pelo INSS e Ministrio Pblico

  • Grupos RegionaisGrupo Regional do Benzeno no Grande ABCPQU; UNIPAR; Recap; Transportadoras e OutrasGrupo Regional do Benzeno na Baixada SantistaCosipa; RPBC; CBE; Transportadoras e outrasGrupo Regional do Benzeno - InteriorUsinas de lcool anidro, Replan; Revap e outras

  • Grupo Regional sobre Benzeno no Grande ABCParticipam:DRT; FUNDACENTRO; DIR II; CRST -Santo Andr; CRST - SBC; VISAT - Mau; Sindicato dos Qumicos e Petroqumicos do ABC; Sindicato dos Petroleiros de Mau

  • Grupo Regional sobre Benzeno no Grande ABCDivididos em subgrupos:aes educacionais,protocolo de vigilncia sadeacompanhamento do acordo e mapeamento do benzeno:

  • Grupo Regional sobre Benzeno no Grande ABCAES EDUCACIONAIS:Seminrio Regional sobre benzeno no Grande ABCFolheto de informaes sobre benzenoVdeo informativo (em preparao)material para preparao de curso para formao de trabalhadores (GTB)

  • Grupo Regional sobre Benzeno no Grande ABCPROTOCOLO DE VIGILNCIA SADEDiscute o acompanhamento dos trabalhadores expostos benzeno na regio do ABC

    ACOMPANHAMENTO DO ACORDO E MAPEAMENTO DO BENZENO:Check List da legislao e do acordodiscusso de critrios mnimos para rotulagem, ficha de segurana, sinalizao e qualidade de anlisemapeamento do benzeno na regio do ABC

  • Grupo Regional sobre Benzeno no Grande ABCACOMPANHAMENTO DO ACORDO E MAPEAMENTO DO BENZENO:Visita as empresas da regio para adequao das mesmas as novas normas:em estgio final de negociao com a PQU para melhorias de controles da exposio; e de acompanhamento de casos suspeitos detectadosretomada do acompanhamento da Uniparbuscativa de trabalhadores que se expuseram a benzeno na Denar

  • Grupo Regional do Benzeno na Baixada Santista

    Reunio para formao do Grupo Regional da Baixada Santista em 31/08/2000 em Santos no Sindicato dos PetroleirosSeminrio sobre o acordo e legislao do benzeno 2000Curso de GTB para a Baixada Santista2001Retomada de inspeo na refinaria RPBC

  • Grupo Regional do Benzeno - InteriorLevantamento das Usinas de lcool anidro do interior de So Paulosubstituio: Ciclo Hexano; Solbrax; Univenarmazenamento e disposio de benzeno que sobrou

  • Comisso Nacional do Benzeno1998/1999/2000Portaria estabelecendo prazos para substituio do Benzeno no setor sucro-alcooleiro (03/1998)Posicionamento da CNPbenz sobre a Norma Tcnica do INSS(03/1998 e 08/1998)Seminrio Internacional do Benzeno(11/1998)

  • Comisso Nacional do Benzeno1998/1999/2000Oficina de Trabalho do Grupo de Representao dos Trabalhadores(pr seminrio)(11/1998)Oficina de trabalho sobre Indicador biolgico de exposio Oficina de trabalho sobre Valor de Referncia de curta duraoPenalidades (no jurdico do MTE)

  • Comisso Nacional do Benzeno1998/1999/2000Alta e Retorno e direito dos trabalhadores (no houve consenso)Substituio do benzeno no setor sucro alcooleiro- sesso solene (07/2000)Certificao de utilizao controlada do Benzeno (em discusso)Grupo de trabalho das siderrgicas (em andamento)

  • Comisso Nacional