A SOCIOLOGIA DE - .Sociologia da educação. Contribuição valiosa para a Sociologia como ciência

Embed Size (px)

Text of A SOCIOLOGIA DE - .Sociologia da educação. Contribuição valiosa para a Sociologia como ciência

  • A SOCIOLOGIA DE...

    MILE DURKHEIM

    (18581917)

    Universidade Estadual do Piau UESPI

    Prof. Ms Radams Rogrio

    Sociologia da educao

  • Contribuio valiosa para a Sociologia como cincia emprica;

    Levou a Sociologia para a academia e foi seu primeiro professor;

    O contexto histrico do perodo em que viveu foi conturbado e cheio de conflitos;

    Sistematizou metodologicamente a Sociologia, definindo como seu objeto de estudo os Fatos Sociais.

  • A sistematizao metodolgica da Sociologia, isto , a definio de seu objeto, das regras para observao dos

    fatos sociais etc.

    O desenvolvimento de vrios estudos sobre os mais diversos aspectos da vida social (diviso do trabalho,

    religio, suicdio).

    A conduo da Sociologia para a Universidade, tornando-a uma disciplina acadmica.

    O MTODO: a influncia de Comte sobre o pensamento contemporneo ocorre via mtodo Durkheimniano.

  • A grande questo que move a

    sociologia do autor:

    Por que os agrupamentos humanos

    no costumam desfazer-se facilmente

    e, ao contrrio, desenvolvem

    mecanismos para lutar contra

    ameaas de desintegrao?

    (2002:77).

  • Fatos Sociais

    Regras morais; Regras jurdicas; Dogmas religiosos; Sistemas financeiros; Formas de vestir; De se comunicar; De se divertir; De trabalhar; Valores sociais; Necessidade de respeitar limites

  • Maneiras de ser

    Maneiras de pensar

    Maneiras de agir

    No extrapolam os limites sociais. Refletem a prtica social da maioria da populao.

    Se encontram fora dos limites permitidos pela ordem social e pela moral vigente. Transitrios e excepcionais.

  • CARACTERSTICAS DOS FATOS SOCIAIS

    EXTERIOR (ao indivduo) Existe antes, durante e depois da existncia do indivduo e independe deste.

    COERCITIVO (se impe fora) Mesmo que no queiramos somos forados a agir de tal forma sob pena de leis ou sanes.

    GERAL (difundido socialmente) Se apresenta na maioria de indivduos de uma dada sociedade

  • CONSCINCIA

    Individual Coletiva

    - Representa nossa

    individualidade;

    - Fatos de nossa vida

    pessoal;

    - Aspectos psicolgicos

    individuais.

    - Sistema de hbitos grupais

    dos quais fazemos parte;

    - Prticas morais sociais ou

    dentro das empresas;

    - Tradies nacionais ou

    profissionais;

    - Crenas religiosas.

  • Nas sociedades complexas

    Pouca diviso social do Trabalho; Baixa especializao; Conscincia coletiva prevalente sobre a individual; SOLIDARIEDADE MECNICA

    Diviso do Trabalho acentuada; Intensa especializao; Predomnio da conscincia individual; SOLIDARIEDADE ORGNICA

    Nas sociedades primitivas

  • Famlia, Escola, Religio, Estado, Casamento, Sindicatos, Gerncia etc.

    ATORES DO CONTROLE SOCIAL Pais, Educadores, Padres, Polcia Juzes, Exrcito, Fiscais etc.

    ESTADO DE ANOMIA

    ENFRAQUECIMENTO DA CONSCINCIA COLETIVA

    FALHAS NA COESO SOCIAL