7
Boletim Informativo nº 39- ANO XXIII - Distribuição Interna OFICINAS INTERATIVAS INCENTIVAM O APRENDIZADO NA PRÁTICA Alunas integrantes do Grêmio do Santo Ivo e a Orientadora Educacional Silvia Leal ABRAM AS CORTINAS PARA O TEATRO DO COLÉGIO SANTO IVO ALUNOS CRIAM CAMPANHA PUBLICITÁRIA CONTRA A VIOLÊNCIA Pág. 4 Pág. 6 Pág. 7

Boletim Informativo nº 39- ANO XXIII - Distribuição Internasantoivo.com.br/novo/images/jornal/jornal_santo_ivo.pdfBoletim Informativo nº 39- ANO XXIII - Distribuição Interna

  • Upload
    dothuy

  • View
    218

  • Download
    0

Embed Size (px)

Citation preview

Boletim Informativo nº 39- ANO XXIII - Distribuição Interna

OFICINAS

INTERATIVAS

INCENTIVAM O

APRENDIZADO NA

PRÁTICA

Alunas integrantes

do Grêmio do Santo

Ivo e a Orientadora

Educacional Silvia Leal

ABRAM AS CORTINAS PARA O TEATRO DO

COLÉGIO SANTO IVO

ALUNOS CRIAM

CAMPANHA

PUBLICITÁRIA

CONTRA A

VIOLÊNCIA

Pág. 4Pág. 6

Pág. 7

JORNAL SANTO IVO JORNAL SANTO IVO 2 3

Em todo lugar, sempre há algo importante a ser melhorado ou construído. Na escola,

não é diferente.

O Grêmio Estudantil é uma das pri-meiras oportunidades que os jovens têm de par-ticipar da sociedade. Com o Grêmio, os alunos têm voz participativa na escola, apresen-tando suas ideias e opiniões, e ain-da a possibilidade de dar os primeiros passos em sua forma-ção política.

“A experiência de-mocrática inerente ao processo de formação do grêmio é um importante processo pe-dagógico. Afinal, os alunos vivenciam a construção de uma chapa, elabo-ram coletivamente planos de ação, pautados nos anseios deles próprios

e dos demais estudantes; participam do pleito eleitoral e, posteriormente, gerenciam o grêmio. Os alunos que não participam do processo colabo-ram com os eleitos, cobrando-os ou construindo com eles a gestão estu-

dantil”, explica a Orientadora Silvia Leal.

Entre as funções do Grêmio, está a participação ati-va no Voluntaria-do do Santo Ivo. Neste ano, as alu-

nas da chapa ven-cedora tinham como

meta colaborar para o Bazar Beneficente do colégio. “Além da venda de roupas doa-

das em bom estado, ti-vemos a ideia de organizar

uma oficina de produção de panos de prato, para vendê-los no bazar. O resultado foi muito bom”, afirma Maria Carolina Pallis da Silva, do 8º A, que integra o Grêmio.

NESTA EDIÇÃO

Sede: Rua Duarte da Costa, 1246 - Tel: (11) 3837-0566; Unidade II: Pça. Dr. José Getúlio de Lima, 26 (Alt. da R. Passo da Pátria, 1705) - Tel:(11) 3836-3563www.santoivo.com.br

Produção: Agora Comunicação Tel: (11) 3297-1992Jornalista Responsável:Carolina Lobo(Mtb 38200)

Para encontrar notícias sobre a série de seu interesse, basta seguir os sinais gráficos no começo de cada matéria.

EI EM

EM

EFI PI

Educação Infantil Ensino Médio

Ensino Fundamental I Período Integral

Ensino Fundamental II

PARTICIPAÇÃO

Informativo semestral, dirigido aos alunos do Colégio Santo Ivo - Ano XXIII - nº 38

EFII

3• Grêmio Estudantil• Bazar Beneficente• Passeio Ciclístico e Caminhada Pela Paz

PARTICIPAÇÃO

6 EXTRACURRICULAR• Teatro do Colégio Santo Ivo

8 DESAFIOS CONTEMPORÂNEOS• Ética na Internet

7 PROJETO IMPRESSÕES HUMANAS• O outro sou eu: a paz precisa de mim

5PREPARAÇÃO• Benefícios de uma competição saudável

4EDUCAÇÃO INFANTIL• Oficinas interativas• Folclore brasileiro

11 ACONTECEU• Eventos que ocorreram no semestre

9 SEMANA LITERÁRIA• Unidade na Diversidade - Somos Todos Um

10 •Período Integral tem novidadesATIVIDADES

12 ESPORTES• Alunos participam de eventos externos

Uma experiência democrática, de participação e de formação pessoal

Colégio realiza Passeio Ciclístico e Caminhada pela Paz

PROFESSOR CRIA BLOG COMO

RECURSO PEDAGÓGICO

JORNAL SANTO IVO 3

EFII

GRÊMIO ESTUDANTIL

O 4º Bazar Beneficente do Santo Ivo, realizado nos dias 30 de agosto e 6 de

setembro, foi um sucesso de pú-blico e arrecadação. Com as ven-das de roupas e produtos doados e dos artigos produzidos pelos alunos do Colégio foram obtidos R$ 11.187,00, repassados ao Lar Zulmira, instituição do Jaguaré que cuida de crianças .

"A arrecadação foi muito acima do esperado. Superar o valor do bazar anterior foi muito impor-tante para o lar e mostra o em-penho de toda a comunidade, alunos, funcionários e familiares em ajudar", afirma a Coordena-dora de Eventos do Santo Ivo, Hidely Lopes.

Bazar: todos unidos pelo bem

Procurando expandir o co-nhecimento além da sala de aula, Ricardo Costa, pro-

fessor de Química do 9º e Ensino Médio, criou, em agosto, o Blog de Ciência (http://ricardoaugustomar-

ques.blog.uol.com.br/). O educador aponta que o site é uma ferramenta a

mais para expor conteúdo e incentivar a apresentação de dúvidas e soluções.

Ricardo conta que teve a ideia observando outras iniciativas semelhantes. “Antes das avaliações trimestrais, eu preparava um roteiro de estudos que incluía consultas a sites e blogs de outros acadêmicos, com conteúdos que apresento em sala. As-sim, tive proximidade com as ferramentas on-line para construir meu próprio espaço”.

Há tempos o professor planejava criar um espaço para falar não só de Química, mas também sobre uso de tecnologias na educação. Ricardo aposta na funcionalidade e abrangência da rede como parte importante do aprendizado. Ele é estudante de mestrado em Ciências e Matemática, cujo trabalho discute as influências do livro digital nas práticas dos professores.

Além dos conteúdos próprios, Ricardo quer incentivar alu-nos a colaborarem no blog, de forma a aprimorar posiciona-mento e atitude crítica. “Acredito que um blog possa ser um espaço de socialização de ideias, bem como uma forma cola-borativa de se aprender. Por seu caráter interativo, aposto na ideia de disponibilizar trabalhos de outros profissionais da área e também dos alunos ”, explica.

A 18º edição do Passeio Ciclístico e a Caminhada pela Paz acon-teceram no dia 19 de outubro e

contaram com mais de 300 pessoas. Os ciclistas fizeram um percurso de 5 km, enquanto os participantes da ca-minhada andaram por 2 km. As saídas e chegadas se concentraram na Praça John Lennon, em frente à Sede.

EI

EM

EFI

PI

EFII

Oficina de pintura em panos de prato para o Bazar

Beneficente

Crianças e adultos participaram do Passeio Ciclístico

Balões brancos homenageando a Caminhada pela Paz

JORNAL SANTO IVO 4

Atividades que envolvem desafios são sucesso garantido entre os alunos

PREPARAÇÃO

EM

EFI

EFII

DESENVOLVIMENTO

OFICINAS INTERATIVAS Incentivando o aprendizado na prática

OS BENEFÍCIOS DE UMA COMPETIÇÃO SAUDÁVEL

EI

Os alunos do maternal ao 1º ano comemoraram o Dia do Folclore, no dia 22 de agosto,

confeccionando um painel alusivo ao tema. Os alunos do Pré II e dos 1ºs anos produziram livros em tecidos que abordavam lendas tipicamente nacionais, trava-línguas, parlendas, adivinhas e ditos populares. Foram dias de produção e uma semana de exposição, quando os pais puderam conferir o trabalho dos pequenos no pátio da Sede do colégio.

A atividade foi uma união dos projetos “Pátria Amada“, que retrata

características da cultura nacional, e “Curiosidades”, que traz para sala de aula assuntos diversos, que procuram

aguçar a imaginação dos alunos. “Tudo foi realizado em conjunto à nossa proposta de alfabetização. Os alunos

dos primeiros anos, por exemplo, já passaram do conhecimento do alfabeto para a produção de textos e colocaram esse aprendizado nos livrinhos que desenvolveram”, relata a professora Elis Rossi, do 1º ano.

O trabalho foi feito coletivamente

entre os alunos da mesma sala, com a escolha de um personagem e o acompanhamento das professoras. “Esse foi o primeiro livro confeccionado pelos alunos do Pré II e 1ºs anos e tem como proposta enriquecer a imaginação, a criação e o desenvolvimento dos alunos”,explica a professora.

JORNAL SANTO IVO 5

Contato com animais e produção de vegetais são atividades comuns entre os alunos da

Educação Infantil e dos 1ºs anos no Santo Ivo. Essas experiências, chamadas de oficinas interativas, têm como finalidade aproximar as crianças de um conhecimento real, que envolva proximidade com o meio ambiente.

Para ter esse contato mais estrei-to com o mundo, os alunos recebem, dentro da sala de aula, a visita de ani-mais que não fazem parte do seu dia a dia, como pintinhos e tartarugas.”A maioria das crianças nunca tinha vis-to um pintinho, por exemplo. Tocar nele, vê-lo caminhando e comendo é uma experiência muito rica. Eles ado-raram e isso vai ficar marcado para sempre”, explica a professora Silvia Dentello, do Pré II.

Além do trato com os animais, eles também trabalham no cultivo de uma horta, cuidando da terra, fazendo o plantio e observando o desenvolvimen-to daquilo que virá a ser o seu próprio

alimento. “Com as frutas e verduras, fazemos molhos, sucos, chás e saladas. A criança inserida nesse con-texto consegue entender a lógica de tudo isso, que a natureza requer cuidados e precisa de um tempo para produzir tudo”, conta Silvia.

A Coordenadora da Educação Infantil e dos 1°s anos, Terezinha Fulanetto, aponta que a evolução dos alunos por meio do conhecimento observável é muito eficaz. “A escola não vê o aluno como um depósito de informações. Com observação e prática, eles entendem o porquê das coisas tornando-se protagonistas no processo. Levam esse conhecimento para casa, socializam com a família encantando a todos, inclusive nós”, conta Terezinha.

No sábado anterior ao Dia dos Pais, em agosto, alunos e pais puderam rea-

lizar juntos atividades de integração em Educação Física, Artes, Inglês, Mú-sica e hora do conto, com a realização de brincadeiras, jogos, oficinas de do-bradura e jogos interativos. “Todas as atividades contaram com um trabalho em equipe entre pai e filho. Eles pude-ram passar a tarde juntos, realizando diversas atividades. Foi uma experiên-cia muito gratificante para eles e para nós”, relata a Coordenadora.

ALUNOS PRODUZEM LIVROS SOBRE O FOLCLORE BRASILEIRO

Alunos recebem troféu no Festival Esportivo Premiação de uma das turmas da Olimpíada de Matemática

Vivemos em uma sociedade al-tamente competitiva, que co-bra das pessoas cada dia mais

preparação e conhecimento. Apesar de a escola fazer parte desse contex-to social, deve estar atenta e refletir sobre o papel da competição no pro-cesso pedagógico.

No Santo Ivo, o foco é trabalhar sempre a colaboração e a coope-ração, sem ignorar a realidade que existe fora dos muros da escola. “As competições são estimulantes, mo-tivadoras e tiram o aluno da zona de conforto, trabalham a autoestima e a luta por superação, mas a principal vantagem delas é ensinar a criança e o jovem a se frustrar. Com essas ati-vidades, eles aprendem a ter contro-le da ansiedade, a saber ganhar com humildade e, principalmente, a saber perder”, explica a Coordenadora do Ensino Fundamental, Miriã Sales.

“As competições estão presen-tes na vida do ser humano desde os tempos mais primitivos e os alunos precisam ser preparados para com-preender os desafios que enfrentarão no mercado profissional”, afirma a

Coordenadora do 9º e Ensino Médio, Izis Bernardi.

No colégio, a Olimpíada de Ma-temática, o Concurso Literário, o Festival e o Desafio Esportivo, entre

outras atividades que envolvem dis-puta, são sucessos garantidos entre os alunos. Foi o que apontou um le-vantamento feito pelos estudantes do Ensino Fundamental, durante as aulas de Orientação Educacional.

O aluno do 3º ano Vinicius Galvani Azevedo, de 8 anos, confirma a prefe-rência por essas atividades. “Eu gos-

to de participar das disputas e adoro o clima na escola, que fica sempre agitado, em festa. Pela primeira vez, tive o meu texto selecionado entre os cinco melhores do Concurso Literá-rio. Não sei se vou ficar em primeiro lugar, mas já fico muito feliz, porque arrisquei e dei o meu melhor”, conta.

Com o passar dos anos, os inte-resses dos alunos mudam, confor-me a fase da vida. Segundo Izis, no Ensino Médio, o foco se volta mais à busca do conhecimento e supe-ração. “Sempre gostei muito das gincanas e torneios esportivos, mas vejo que eu e meus colegas temos nos interessado ainda mais quando a competição é uma prova, que testa nossos conhecimentos”, diz a aluna Manuela Santorsola Strutsel, do 9º ano A.

Assim, ganham espaço outros projetos competitivos, como o Desafio BM&F Bovespa, que se-leciona alunos para conhecerem o funcionamento do mercado na Bolsa de Valores, e o Parlamen-to Jovem Paulistano, no qual es-tudantes podem se candidatar a

JORNAL SANTO IVO JORNAL SANTO IVO 6 7

Uma mentira que acabou prejudicando alguém. Pais que não concordam

com a escolha profissional do fi-lho. Criança que é algumas vezes deixada de lado pelos colegas na sala de aula. Quem já não viveu histórias como essas, como autor, vítima ou espectador?

Situações de conflito e soluções inspiradoras, discutidas em Rodas de Conversa na aula de Orientação Educacional, vira-ram teatro no Co-légio Santo Ivo. A peça “Faça valer com o seu cora-ção” foi apresen-tada pelos alunos das turmas Kids e Teens do Perío-do Integral no dia 6 de setembro e emocionou o pú-blico, com histó-rias e atuações comoventes.

Segundo Silvia Leal, Orientadora Educacional do Ensino Fundamental, a ideia foi transportar para o palco situa-ções infelizmente frequentes no ambien-te escolar ou fora dele. “Os casos foram relatados pelos próprios alunos durante as aulas. Os textos ficaram tão bons e contavam histórias tão marcantes e, ao mesmo tempo, comuns entre os jo-vens, que decidimos transformá-los em peça e expandir esses temas para além da aula”.

A professora de teatro do Santo Ivo, Lilian Grzegorz, responsável pela produ-ção e direção da montagem, comemora o resultado da apresentação. “Tanto os alunos quanto o público se identificaram em algum momento com os temas e, por isso, a peça foi um sucesso”, conta. “A evolução desses jovens no teatro é visível, por isso tenho uma expectativa muito boa para as desafiadoras peças do fim do ano, que abordarão obras de Shakespeare”, completa.

Benefícios As vantagens

da prática do teatro englobam tanto a evolução acadêmica quanto a comporta-mental dos alunos. O contato com a linguagem teatral ajuda os jovens a desenvolverem a noção do trabalho em grupo, a se saí-rem bem de situa-ções onde é exigi-do o improviso e a

PI

JORNAL SANTO IVO 7JORNAL SANTO IVO 6

ABRAM AS CORTINASPARA O TEATRO DO COLÉGIO SANTO IVO

se interessarem mais por textos e autores variados.

Além do desenvolvimento da cria-tividade, coordenação, memorização e vocabulário, o teatro ajuda na socia-lização.“ Para que uma criança faça teatro não é necessário que ela seja desinibida ou desenvolta. Muitos dos que integram o grupo são tímidos e entraram no teatro justamente para se soltar”, explica a professora Lilian.

É o caso das alunas Ana Paula Al-ves, da 1ª série, e Inês Martinez, do 9º ano. “Sempre fui tímida e tinha di-ficuldade de me comunicar. O teatro me ajudou a ser uma pessoa mais confiante e desinibida e agora é muito mais fácil fazer amigos”, conta Inês.

O resultado tem sido tão posi-tivo que a turma não para de cres-cer. “Começamos com 11 alunos e agora já nos aproximamos dos 90. Acho que, por esses números, po-demos medir como os benefícios do teatro têm ecoado pela escola”, conclui Lilian.

O OUTRO SOU EU: A PAZ PRECISA DE MIM

PROJETO IMPRESSÕES HUMANAS

O projeto Impressões Humanas, que abrange os alunos do 9º ano até a 2ª série do Ensino

Médio, tem como finalidade unir to-das as matérias de Humanas (História, Geografia, idiomas, Literatura e Reda-ção) em torno de um assunto de im-portância global. Este ano, a temática escolhida envolveu uma reflexão sobre os impedimentos que vivenciamos em nosso cotidiano e que, de certa forma, nos distanciam da cultura de paz.

O início do projeto se deu com a leitura dos livros "Eu sou Malala" e "Cinderela Chinesa". As obras tratam de personagens com a mesma faixa de idade dos alunos e que fizeram algo para mudar a vida delas, acabando por influenciar ações em todo o mundo.

Na segunda etapa, os estudantes formaram grupos e escolheram subte-mas. Neste ano, as opções eram: A luta da mulher contra a violência, Paz nos estádios de futebol, Direitos humanos dos reclusos, Ações contra o racismo, entre outros, somando 14 assuntos.

Nesta fase, são organizadas as pesquisas e começa o processo de construção dos argumentos. “Os alu-nos são incentivados a desenvolver o

discurso de modo a argumentar com propriedade sobre sua posição", conta a Coordenadora dos 9os anos e do En-sino Médio, Izis Bernardi.

Izis aponta que é notória a evo-lução dos alunos ao longo dos anos com o envolvimento nos projetos Impressões Humanas. “O aluno amadurece muito. É possível per-ceber a riqueza que os argumentos ganham com o passar dos anos. Desenvolvemos este projeto desde 2011 e acompanhamos o amadu-recimento deles em assuntos com-plexos e de grande importância. É o despertar para o pensamento crí-tico”, avalia.

O seminário final trará a apre-sentação de uma campanha pu-blicitária contra a violência, foca-da no subtema que escolheram. A ideia da produção de uma propa-ganda é que o aluno reflita sobre o poder da informação e da comuni-cação. “Eles passam a ser autores da campanha e usam dos recursos tecnológicos que dominam para desenvolvê-las. É importante que os alunos sintam o mundo deles fazendo parte da escola”, conclui a Coordenadora.

EM

JORNAL SANTO IVO JORNAL SANTO IVO 8 9

Os professores João Ricardo, de História, e Ronan Gava, de Re-dação e Gramática, abordaram

em suas aulas um tema muito discutido na atualidade: o comportamento dos jovens na internet e os motivos e danos do cyberbullying.

As aulas de Desafios Contemporâ-neos do primeiro trimestre, ministradas para o 9º ano pelo professor João Ri-cardo, abordaram o comportamento na internet. A matéria foi inserida na grade há três anos e tem como finali-dade abrir um espaço exclusivo para assuntos atuais. “Antes, o debate sobre os assuntos do momento ficava restrito a um espaço nas aulas das disciplinas tradicionais, como História e Geografia. Hoje, com a inclusão de Desafios Con-temporâneos na grade, esses temas podem ser discutidos de maneira apro-fundada e com atividades específicas”, esclarece o professor João.

O educador explica que a ideia surgiu de uma carência especial que os alunos tinham de orientação sobre temas do momento, alguns bastante

complexos, mas que fazem parte do dia a dia dos jovens. “Muitos são vítimas e também praticantes de intolerância e cyberbullying, acabam se expondo ou reproduzindo preconceitos por falta de orientação, reflexão e debate. É o que procuramos promover nessas aulas”.

Em uma das ativida-des propostas por João, os alunos levaram à sala de aula casos de difama-ções virtuais que ficaram famosos na mídia, como o da atriz Carolina Dieckmann, vítima de divulgação de fotos íntimas. O caso da artista foi tão comentado que interfe-riu na pauta da Câmara dos Deputados, que aprovou, em 2012, a lei 12.737, classificando crimes no mundo virtual.

No Ensino Médio, a discussão em torno do assunto foi incentivada pelo professor Ronan Gava, responsável pela Oficina de Redação. “O foco da discussão não foi a punição, mas o que leva alguém a agredir gratuita-mente ou postar alguma coisa que

sabe que vai machucar outra pes-soa”, aponta Ronan.

O professor explica que o jovem tem dificuldade em distinguir a linha entre o público e o privado e que isso só pode ser revertido por meio de orientação. “Ao ter noção das con-sequências causadas pelos casos de bullying na rede, que geram até trau-mas psicológicos, os jovens deixam de praticá-lo. Acredito que esses atos não sejam feitos por maldade, mas por falta de consciência e empatia”.

Ronan afirma que é preciso sa-ber valorizar a liberdade de expres-são que a internet dá e que isso só é possível por meio da conscientiza-ção. “A discussão coletiva é sempre mais interessante. Nos debates, os alunos são incentivados a irem além de sua individualidade”, aponta o professor. “Eles têm muitas coisas interessantes para acrescentar na discussão. Por serem ‘nativos digi-tais’, lidam com isso o tempo todo e precisam compartilhar seus co-nhecimentos e percepções sobre o assunto”, conclui.

CIDADANIA

ETICA NA INTERNETAula de Desafios Contemporâneos e Oficina de Redação discutem tema

presente na vida dos alunos: o comportamento dos jovens no mundo virtual

NO SANTO IVO, SOMOS TODOS UM

SEMANA LITERÁRIA

O Santo Ivo acredita que o conhecimento pode ser um poderoso aliado na

construção de um mundo mais pacífico. Não foi à toa, então, que o tema escolhido para a edição deste ano da Semana Literária foi “Unidade na Diversidade - Somos Todos Um”. Atividades realizadas ao longo da semana de 22 a 26 de setembro levaram aos alunos a ideia de que entender as culturas, os valores e posturas dos outros é uma das principais formas de se promover a paz.

“Procuramos, com a Semana

Literária, despertar no estudante a ideia de que ele é parte transformadora da sociedade. Incentivamos o respeito ao que é diferente e a mediação de conflitos sempre por meio do diálogo”, explica Myrna Ibrahim, Diretora Pedagógica do colégio.

O trabalho de incentivo à re-flexão foi iniciado com a Feira de Livros, que tem como função ensi-nar os alunos, em especial os mais novos, a identificarem títulos, gê-neros e autores que mais os agra-dam. “Assim, eles aprendem desde pequenos a escolherem o que que-

rem ler”, explica Miriã Sales, Coor-denadora dos 2°s aos 8°s anos.

A feira foi complementada com outras atividades artísticas, como a Dança Circular, de caráter fol-clórico, realizada em vários países e que promove a ação cooperati-va entre os alunos; a Contação de Histórias, que retratou as tradicio-nais ficções infantis e mitos gregos por meio da expressão oral e cor-poral; e as paradas Literária e Ar-tística, que promovem a união de experiências tão individuais, como a leitura e a pintura, em uma intera-ção coletiva entre os alunos.

EI

EFIEM

JORNAL SANTO IVO8

NOS DEBATES, OS ALUNOS SÃO

INCENTIVADOS A IREM ALÉM DE SUA INDIVIDUALIDADE.

EFII

Ronan Gava, professor de

Redação e Gramática

JORNAL SANTO IVO JORNAL SANTO IVO 10 11

Os alunos do Período Integral estão sob nova coordenação. Vânia Scátola assumiu suas

funções neste semestre, trazendo pro-jetos que visam despertar nos alunos o ímpeto de investigação e aprofunda-mento do conhecimento. "Apresentei para as professoras projetos que pre-tendem despertar a curiosidade dos alunos para temas cotidianos e incen-tivando a reflexão, tornando-os auto-confiantes em suas inúmeras poten-cialidades", explica a coordenadora.

A ideia é que os projetos impli-quem uma combinação de ativida-des, que trabalhem as habilidades motora, cognitiva e a sociabilidade entre os estudantes. "No Integral, eles têm a possibilidade de convi-ver por mais tempo com os amigos. Observam, repartem, discutem e aprendem a lidar com o outro. É uma oportunidade especial para que trabalhem a autonomia e as responsabilidades nas relações no dia a dia", continua.

Os novos projetos, implementa-dos no começo deste semestre, são "Água", "Reciclagem", "Horta", "In-formação", entre outros. "Apresenta-mos aos alunos a ideia dos projetos, o que será feito em cada um, discu-timos a importância deles e elabora-mos um roteiro de suas ações. Com essa programação em mãos, eles realizam todas as etapas da ativida-de. Lógico que isso acontece com a supervisão da coordenação e do gru-po de professores", conclui.

ATIVIDADES

EFI

EFII

EI

EM

EFI

PI

EFII

ACONTECEU. . .Confira alguns dos eventos que ocorreram ao longo do semestre:

O ciclo de palestras recebeu 19 profissionais, que apresen-taram aos alunos do 9º ano e do Ensino Médio aspectos de diferentes campos do conhecimento, para que pudessem dar mais um passo na escolha da carreira profissional.

Em agosto, os alunos dos 2ºs anos foram conhecer o maior zoológico do Brasil, que fica na zona sul de São Paulo. Além de conhecer parte dos 3000 animais que o parque reúne, os alunos realizaram um delicioso piquenique.

Professoras da Educação Infantil e 1ºs Anos do Ensino Fun-damental encenaram a peça teatral "Flor de Maio", baseada na obra literária de Maria Cristina Furtado, durante a semana de comemoração ao Dia da Criança.

Alunos do 6º ao 8º ano do Fundamental visitaram, em agos-to, a exposição “A ópera da lua”, no Galpão Fortes Vilaça, na Barra Funda. A mostra trazia mais de 30 produções dos irmãos grafiteiros conhecidos como OSGEMEOS.

Manhã Profissional

Zoológico de São Paulo

Pelas Ruas de São Paulo

Dia das Crianças

Paraty e Saco do MamanguáHorta do Período Integral

Os alunos do Integral colocaram a mão na terra, manusearam mudas de diferentes plantas e aprenderam mais sobre seu pro-cesso de germinação. Além de divertido, o plantio na horta de-senvolve valores relacionados às questões ambientais.

Em setembro, as 1ªs e 2ªs séries do Ensino Médio realizaram um Estudo do Meio em Paraty e Saco do Mamanguá, onde estudaram o patrimônio histórico e ambiental, as condições socioeconômicas e os ecossistemas da região.

JORNAL SANTO IVO 11

NOVIDADES NO PERÍODO INTEGRALProjetos buscam dar autonomia aos alunos e instigar a curiosidade

Meio Ambiente / Reciclagem Folclore

Contação de Histórias Dia da Pizza

Em setembro, o Período Integral deu continuidade à sema-na literária, que ocorreu na Unidade I.Os alunos do 1º ao 4º ano se reuniram para conhecerem um pouco mais sobre o livro "Titanic", levado ao colégio pelo aluno Natan Mazzi Nogueira.Natan contou aos colegas toda a história do livro.

Os estudantes leram reportagens da revista “Ciências Hoje das Crianças”. Conhecendo os "três erres" da sus-tentabilidade - reduzir,reaproveitar e reciclar - puderam debater o tema e pensar maneiras de cuidar melhor do mundo onde vivemos. Ao final do estudo, elaboraram jogos com a temática ambiental.

A Turma da Mônica aguça o imaginário infantil há gerações. O livro “Lendas folclóricas” traz toda a turma do Maurício de Souza interagindo com personagens da cultura nacional, como o saci e a mula sem cabeça. A atividade foi realizada com alunos dos 1os anos e con-cluída com pintura das figuras folclóricas.

Durante as aulas de Inglês, e com a ajuda das monitoras de estudo, os alunos montaram uma pizzaria. O nome escolhido foi “Pizza Pazza”. Eles criaram o ma-terial publicitário, o cardápio, selecionaram ingredientes e prepararam as pizzas, além de saboreá-las também. Tra-balho completo!

* Os textos dos quadros coloridos foram escritos pela aluna Rafaela Monteiro Ourique, 6º ano.

JORNAL SANTO IVO 12

SANTO IVO BEM REPRESENTADO

12

ESPORTES

JORNAL SANTO IVO

Alunos dos times de futsal, handebol e basquete do Colégio demonstraram garra nos torneios dos quais participaram. Confira alguns dos eventos:

XIII Torneio Interação do Colégio Santo Ivo Futsal Sub 12: XXXV Jogos de Integração Rainha da Paz

Amistoso de basquete com ACM - Lapa Futsal Sub 8: Colégio Santo Ivo

Futsal Sub14: Intercâmbio Esportivo do Colégio Van Gogh Futsal Sub 10: IV Copa do Colégio Canello Marques