BRICS Estudos e Documentos

  • View
    223

  • Download
    5

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Os BRICS

Transcript

  • cole

    o Relaes

    Internacionais

    BRICSEstudos e Documentos

  • Ministrio das relaes exteriores

    Ministro de Estado Embaixador Mauro Luiz Iecker Vieira Secretrio Geral Embaixador Srgio Frana Danese

    Fundao alexandre de GusMo

    A Fundao Alexandre de Gusmo, instituda em 1971, uma fundao pblica vinculada ao Ministrio das Relaes Exteriores e tem a finalidade de levar sociedade civil informaes sobre a realidade internacional e sobre aspectos da pauta diplomtica brasileira. Sua misso promover a sensibilizao da opinio pblica nacional para os temas de relaes internacionais e para a poltica externa brasileira.

    Presidente Embaixador Srgio Eduardo Moreira Lima

    Instituto de Pesquisa deRelaes Internacionais

    Diretor Embaixador Jos Humberto de Brito Cruz

    Centro de Histria eDocumentao Diplomtica

    Diretor Embaixador Maurcio E. Cortes Costa

    Conselho Editorial da Fundao Alexandre de Gusmo

    Presidente Embaixador Srgio Eduardo Moreira Lima

    Membros Embaixador Ronaldo Mota Sardenberg Embaixador Jorio Dauster Magalhes e Silva Embaixador Gonalo de Barros Carvalho e Mello Mouro Embaixador Jos Humberto de Brito Cruz Embaixador Julio Glinternick Bitelli Ministro Lus Felipe Silvrio Fortuna Professor Francisco Fernando Monteoliva Doratioto Professor Jos Flvio Sombra Saraiva Professor Antnio Carlos Moraes Lessa

  • Renato BaumannFlvio Damico

    Adriana Erthal AbdenurMaiara Folly

    Carlos Mrcio CozendeyRenato G. Flres Jr.

    Braslia 2015

    BRICS Estudos e Documentos

  • Direitos de publicao reservados Fundao Alexandre de GusmoMinistrio das Relaes ExterioresEsplanada dos Ministrios, Bloco HAnexo II, Trreo70170 900 BrasliaDFTelefones: (61) 2030 6033/6034Fax: (61) 2030 9125Site: www.funag.gov.brE mail: funag@funag.gov.br

    Equipe Tcnica:Eliane Miranda PaivaFernanda Antunes SiqueiraGabriela Del Rio de RezendeAndr Luiz Ventura FerreiraLuiz Antnio GusmoRenata Nunes DuarteLvia Castelo Branco Marcos Milanez

    Projeto Grfico:

    Daniela Barbosa

    Programao Visual e Diagramao:Grfica e Editora Ideal

    B849 BRICS : estudos e documentos / Renato Baumann ... [et al.]. Braslia : FUNAG, 2015. 350 p. (Coleo relaes internacionais)

    ISBN 97885.7631.5469

    1. Agrupamento BrasilRssiandiaChinafrica do Sul (BRICS). 2. Relaes internacionais. 3. Bloco econmico. 4. Cooperao econmica internacional. 5. Novo Banco de Desenvolvimento (NBD). 6. Arranjo Contingente de Reservas (ACR). 7. Cpula do BRICS (6. , 2014, Fortaleza, CE). I. Baumann, Renato. II. Srie.

    CDU 339.92(1773)

    Impresso no Brasil 2015

    Depsito Legal na Fundao Biblioteca Nacional conforme Lei n 10.994, de 14/12/2004.

  • APRESENTAO

    A Fundao Alexandre de Gusmo vem organizando uma srie de iniciativas com o propsito de contribuir para a pesquisa e o debate de questes de interesse da agenda internacional do Brasil, entre as quais o BRICS (Brasil, Rssia, ndia, China e frica do Sul). Desse exerccio de reflexo resultaram duas publicaes sobre este tema: O Brasil, os BRICS e a agenda internacional e Debatendo o BRICS, editados em 2013, a partir de mesas redondas, seminrios e artigos escritos por acadmicos, empresrios, diplomatas e formadores de opinio, tanto do Brasil quanto dos demais pases membros do agrupamento. Este ltimo livro iniciou a compilao dos Comunicados Conjuntos das Cpulas anuais, a partir da reunio ministerial de Ecaterimburgo, em 2008, com vistas a facilitar o exame da matria. Em 2011, a FUNAG j havia editado o Catlogo Bibliogrfico BRICS, obra indita, em portugus e ingls, que apresenta um conjunto de leituras fundamentais para bem conhecer os cinco pases que compem o mecanismo intergovernamental.

    A VI Cpula, realizada em julho de 2014, em Fortaleza, aumentou o interesse sobre o estudo e o debate do tema, tornando necessria nova publicao que atualizasse a anlise da evoluo do

  • BRICS a partir do mais recente marco na sua trajetria: os acordos constitutivos do Novo Banco de Desenvolvimento e do Arranjo Contingente de Reservas. Esses instrumentos revestem se de importncia histrica, pois representam a primeira instituio com personalidade jurdica prpria criada por iniciativa do mecanismo. Diante de tais resultados, o exerccio diplomtico de coordenao no mbito do BRICS ganhou ainda maior visibilidade e credibilidade, reforado pela consistncia e alcance dos instrumentos econmicofinanceiros criados.

    A dinmica dessa evoluo e as perspectivas abertas fizeram com que elementos de algumas daquelas publicaes editadas anteriormente e acima referidas precisassem ser atualizados, embora mantivessem o valor como fonte de conhecimento do processo histrico de formao do mecanismo e dos debates que acompanharam o exerccio. A demanda por anlises mais recentes foi parcialmente atendida pelo artigo VI Cpula do BRICS: Perspectivas e Resultados, de autoria do Embaixador Jos Alfredo Graa Lima, que abre o primeiro nmero do Cadernos de Poltica Exterior, publicao semestral do Instituto de Pesquisa de Relaes Internacionais, lanada em 2015 e que pode ser consultada e baixada no portal da FUNAG1.

    No entanto, a importncia e a complexidade do tema exigiam esforo editorial ainda mais amplo. Justifica se, assim, o empenho na organizao desta nova coletnea de artigos que busca suprir a demanda por informaes e percepes abrangentes e atuais sobre item de interesse estratgico da agenda internacional do Brasil com impacto na governana global. Alm dos ensaios temticos, o leitor encontrar consolidada a compilao de todos os comunicados conjuntos do BRICS, inclusive da Cpula de Fortaleza, o que

    1 GRAA LIMA, Jos Alfredo. VI Cpula do BRICS: Perspectivas e Resultados. Cadernos de Poltica Exterior. Braslia: FUNAG, v. 1, n. 1, p. 11 26, 2015.

  • contribuir para responder expectativa de estudiosos, pesquisadores e do pblico em geral.

    Em maro de 2014, a FUNAG havia colaborado com o Instituto de Pesquisa Econmica Aplicada (IPEA) na organizao, no Rio de Janeiro, do Conselho de Think Tanks do BRICS, no Palcio Itamaraty, e do Frum Acadmico do BRICS, no Palcio da Cidade2. Em conjunto com o IPEA, a FUNAG coeditou o VI BRICS Academic Forum, que reuniu os textos discutidos durante aquele encontro de centros de pesquisa e de entidades representativas da academia dos cinco pases. Essa publicao encontra se disponvel em lngua inglesa para ser consultada e baixada gratuitamente na Biblioteca Digital.

    Em meio aos trabalhos preparatrios da VI Cpula do BRICS, foi realizada, em abril de 2014, pela FUNAG e o Itamaraty, em parceria com a Universidade de Fortaleza, o Seminrio Expectativas do BRICS para a VI Cpula, iniciativa de ampla repercusso local, que contou com a participao dos Embaixadores de Rssia, ndia, China e frica do Sul. O evento contribuiu para a compreenso da importncia histrica da reunio na capital cearense dos Chefes de Estado e de Governo de pases que representam 42% da populao do planeta. Este e outros ndices socioeconmicos reforaram a percepo de legitimidade da ao do BRICS e de sua capacidade de influir nos destinos da humanidade, razo pela qual esses pases so vistos como parceiros necessrios nas discusses de temas globais de alto interesse.

    Com o mesmo propsito de divulgar a poltica externa brasileira e ajudar na formao de opinio pblica sensvel aos problemas da convivncia internacional, a FUNAG, em conjunto com o Ministrio das Relaes Exteriores, organizou, em So Paulo, em colaborao

    2 O Frum Acadmico nasceu de proposta do Brasil durante a Cpula do ento BRIC (o S de South Africa foi introduzido a partir de 2011, com a adeso formal da frica do Sul ao mecanismo) realizada em Braslia, em 15 de abril de 2010.

  • com a Fundao Armando Alvares Penteado, em outubro de 2014, o Seminrio Avaliao da VI Cpula do BRICS: Resultados e Perspectivas. Copresidido pelo Presidente do Conselho Empresarial Brasil China, os debates contaram com a participao de negociadores diplomticos, especialistas acadmicos e formadores de opinio. Alm das questes institucionais e financeiras (Novo Banco de Desenvolvimento e Arranjo Contingente de Reservas), foram tratados temas polticos: coordenao intra BRICS; reas de cooperao; outreach com pases sul americanos; contatos interpessoais: Foro Acadmico e Foro Empresarial; crescimento inclusivo: solues sustentveis.

    A partir da Cpula de Fortaleza consolidou se o juzo de que o BRICS constitui um polo de articulao diplomtica capaz de induzir mudanas estruturais econmicas e sociais com impacto no sistema internacional. Os resultados do encontro demonstraram a densidade do dilogo, a confiana mtua e a capacidade de atuao em conjunto. O encontro representou marco na trajetria de consolidao do mecanismo e uma das mais proveitosas reunies de alto nvel, na avaliao de Graa Lima3.

    O novo livro ora editado pela FUNAG com o ttulo BRICS Estudos e Documentos foi organizado com o propsito de dar continuidade reflexo e ao debate sobre o mecanismo intergovernamental, consolidando, inclusive, a coletnea de documentos indispensveis ao estudo e pesquisa de um captulo das relaes internacionais deste incio do sculo XXI. Para os estudiosos do pensamento diplomtico brasileiro, a convergncia de posies entre pases BRICS em relao a questes de combate pobreza e promoo do desenvolvimento no surpreende. Bastaria examinar os registros da evoluo do multilateralismo econmico no sculo XX.

    3 GRAA LIMA, op. cit, p. 11.

  • A compreenso dos motivos que levaram pases como Brasil, Rssia, ndia, China e frica do Sul a reunir se para buscar um dilogo em relao aos problemas do desenvolvimento global4 importante para permitir a correta avaliao do que representa esse esforo comum em prol do aperfeioamento do sistema internacional, do multilateralismo e da capacidade de alcanar globalmente o desenvolvimento humano sustentvel. O BRICS se