Click here to load reader

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO CONTINUADA E · PDF fileINSTITUTO DE EDUCAÇÃO CONTINUADA E PESQUISA MESTRADO PROFISSIONAL EM GESTÃO SOCIAL, EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO

  • View
    219

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO CONTINUADA E · PDF...

  • CENTRO UNIVERSITRIO UNA INSTITUTO DE EDUCAO CONTINUADA E PESQUISA

    MESTRADO PROFISSIONAL EM GESTO SOCIAL, EDUCAO E DESENVOLVIMENTO LOCAL

    ANDRIA CRISTINA BARRETO

    PARCERIA ENTRE ESTADO E ORGANIZAES NO GOVERNAMENTAIS:

    Uma anlise da eficincia na execuo conjunta da Poltica Pr-Criana e Adolescente no estado de Minas Gerais- O Programa De

    Volta Para casa.

    Belo Horizonte 2012

  • ANDRIA CRISTINA BARRETO

    PARCERIA ENTRE ESTADO E ORGANIZAES NO GOVERNAMENTAIS:

    Uma anlise da eficincia na execuo conjunta da Poltica Pr-Criana e Adolescente no estado de Minas Gerais- O Programa de

    Volta Para casa.

    Projeto de Pesquisa e Interveno apresentado ao Mestrado Profissional de Gesto Social, Educao, Desenvolvimento Local do Centro Universitrio UNA, como requisito parcial obteno do ttulo de Mestre.

    rea de concentrao: Inovaes Sociais Educao e Desenvolvimento Local.

    Linha de pesquisa: Processos Poltico-Sociais: Articulaes Institucionais e Desenvolvimento Local.

    Orientadora: Prof. Dra. Raquel Garcia Gonalves

    Belo Horizonte 2012

  • Dedico minha filha Mal que, com apenas 8 meses de idade, j aprendeu a ser compreensiva

    com as minhas ausncias, ao meu marido, meu Porto Seguro.

    E a todas as crianas e adolescentes a quem dediquei minha carreira profissional

    na luta pelos seus direitos.

  • AGRADECIMENTOS

    Parceria, um dos temas dessa dissertao, tambm parte do resultado

    deste trabalho. Se no fosse o engajamento e contribuio de todos ao meu redor,

    nada disso seria possvel.

    Dois partos concretizaram-se nesses anos de 2011 e 2012, um biolgico, da

    minha filha Maria Luiza, que veio a esse mundo me ensinar o verdadeiro sentimento

    do amor e, o segundo parto, essa dissertao, que, como uma filha, trouxe dores,

    preocupaes, noites sem dormir e muitas realizaes.

    Minha famlia ficou mais completa com a chegada da Mal, em meio ao caos

    do fim do mestrado, ela compreendeu, com muita doura, os momentos de

    ausncia. Com a grandeza de um corao ainda to pequeno, recebeu-me todos os

    dias com sorrisos e carinhos que encobriam todas as dificuldades.

    Ao meu grande companheiro de sonhos e projetos de vida, Cludio Vieira

    Dias, pela dedicao, pelo apoio, pelo cuidado e por no me deixar desistir.

    minha me, Ivone Barreto, que incondicionalmente abdicou de sua vida

    para cuidar da minha, pela dedicao ao meu bem maior e a mim, neste ano de

    tantos atropelos e exigncias.

    Aos amigos da Kindernothilfe, o apoio e compreenso de vocs foram

    fundamentais, o aprendizado de cada dia frente dessa instituio possibilitou-me

    chegar ate aqui.

    s minhas grandes amigas, Lucinara e Glaucineide, pela torcida, pelas

    risadas e incentivos.

    Aos colegas e amigos que fiz no mestrado, em especial querida amiga

    Roberta Cardoso, uma menina-mulher que me ensinou grandes lies. amiga

    Maria Cristina Abreu, exemplo de profissional. Ao Frederico Oliveira, companheiro

    nas produes e Daniela Portes que acreditou em mim e propiciou-me uma das

    melhores oportunidades na minha vida acadmica.

    Aos professores que cruzaram meu caminho, um particular agradecimento ao

    Aluzio Barros, que iniciou essa jornada ao meu lado, orientando-me e apoiando-me,

    e Elosa Cabral, por quem tenho uma grande admirao. Obrigada pelas lies.

    Um agradecimento especial s Unidades de Acolhimento Institucional que

    participaram desta pesquisa, a contribuio de vocs foi fundamental para a

  • produo de conhecimento. Um especial agradecimento Liziane da Casa Novella,

    por ter aberto todas as portas para que esta pesquisa fosse possvel.

    Agradeo ao Murilo Tadeu Moreira e Eliane Quaresma, junto Secretaria de

    Estado de Desenvolvimento Social do Estado de Minas Gerais, por permitir a

    realizao desta pesquisa e contribuir com a troca de experincias.

    orientadora Raquel Garcia Gonalves, no tenho palavras para expressar

    tamanha gratido pela contribuio, troca de conhecimentos, construo e

    amadurecimento no meu percurso acadmico. Sua sensibilidade e compreenso

    foram muito importantes neste momento nico da minha vida - a maternidade.

    Aos professores Armindo Teodsio e Adilene Gonalves Quaresma, por

    aceitarem contribuir para minha banca de defesa.

    E como no podia faltar, a Deus, por ter me concedido mais essa beno, a

    oportunidade de realizar o sonho de fazer um mestrado.

    Por fim, dedico e agradeo a todos que sonharam comigo e contriburam

    para que este trabalho fosse realizado. O meu muito obrigada!!!!!

    .

  • O saber a gente aprende com os mestres e os livros. A sabedoria se aprende com a vida e com os humildes.

    Cora Coralina

  • RESUMO

    As relaes Estado e Sociedade Civil sofreram, nos ltimos anos, mudanas significativas de paradigmas, concomitantemente, nessa mesma poca, cresceu o investimento na rea social no Brasil. Nesse contexto, surgem as parceiras Pblico- privado na execuo de polticas sociais que se constituram como um campo inovador, no qual a visibilidade e discusso de resultados e impactos dinamizam um processo de transformaes locais. Logo o estudo da gesto das polticas sociais, juntamente com seus programas, projetos e aes, constitui-se um desafio no atual cenrio brasileiro. Enredada em torno do tema das parcerias entre Estado e Organizaes No Governamentais (ONGs) na execuo da poltica da criana e do adolescente, esta pesquisa buscou identificar se a gesto das polticas pblicas da criana e do adolescente mais eficiente quando executada por uma Organizao No Governamental em parceria com o Estado. Para isso, foi analisado o programa De Volta Para Casa (DVPC). A conduo do estudo tem como base os pressupostos e pesquisas no campo das polticas pblicas para criana e adolescente, da Gesto Social e no tema da avaliao. A discusso terica levanta as principais correntes acerca dos novos papis do Estado, partindo do pressuposto de que, para possibilitar impactos mais efetivos e eficientes para a superao da pobreza e promoo do desenvolvimento, fundamental a articulao e coordenao de diversos atores. Para a investigao emprica, optou-se por uma pesquisa qualitativa, na qual foram realizadas entrevistas semiestruturadas e anlise documental dos relatrios de gesto dos anos de 2008 a 2010 do DVPC. Os resultados indicam que existem muitos desafios para a avaliao das polticas sociais na rea da criana e adolescente, Sem dvida, h um dficit de investigao em relao eficincia da gesto de programas e projetos nessa rea. Existem lacunas a preencher nas parcerias Estado e ONGs na execuo de um programa/projeto e uma delas a avaliao, seja ela de eficincia, de impacto ou de qualquer outro tipo. O estudo dos processos e dinmicas do programa De Volta para Casa foi fundamental para conhecer e discutir se a execuo conjunta Estado e ONGs torna a poltica da criana e do adolescente mais eficiente. Como a avaliao de polticas sociais na rea da criana e do adolescente uma prtica ainda muito nova e em construo, as informaes coletadas levam a crer que organizaes bem estruturadas, com instrumentos de gesto social na sua prtica e com autonomia financeira, tm mais chances de ser mais eficientes na execuo da poltica.

    Palavras chave: Gesto Social; Avaliao de Polticas Sociais; Parcerias.

  • ABSTRACT

    Keywords:

  • LISTA DE FIGURAS

    FIGURA 01 Logomarca do Programa De Volta Para Casa XX

    FIGURA 02 Mapa de cobertura do Programa De Volta Para Casa XX

    FIGURA 03 .Fluxograma do Programa De Volta Para Casa XX

  • LISTA DE QUADROS

    QUADRO 01 Quadro de atores envolvidos no do Programa DVPC................ XX

    QUADRO 02 Perfil dos Entrevistados........................................... XX

    QUADRO 03 - Recursos Financeiros do Programa DVPC........................ XX

  • LISTA DE SIGLAS

    ABONG - Associao Brasileira de Organizaes No Governamentais AC - Anlise de Contedo ACB - Avaliao Custo Benefcio ACI - Avaliao Custo Impacto BID - Banco Interamericano de Desenvolvimento

    CAO IJ - Centro de Apoio Operacional s Promotorias da Infncia e Juventude do Estado de Minas Gerais

    CDC - Conveno dos Direitos das Crianas CEBs - Comunidades Eclesiais de Base CEDCA - Conselho Estadual dos Direitos da Criana e do Adolescente CEPAL - Comisso Econmica para a Amrica Latina e o Caribe CEPCAD - Coordenadoria Especial da Poltica Pr-Criana e Adolescente CNAS - Conselho Nacional de Assistncia Social CONANDA - Conselho Nacional dos Direitos da Criana e do Adolescente CRAS - Centro Referncia da Assistncia Social DVPC - De Volta Para Casa ECA - Estatuto da Criana e do Adolescente ENAPEGS - Encontro Nacional de Pesquisadores em Gesto Social FEBEMs - Fundao Estadual para o Bem Estar do Menor IDH - ndice de Desenvolvimento Humano OCDE - Organizao de Cooperao e.Desenvolvimento Econmico OIT - Organizao Internacional do Trabalho ONG - Organizao No Governamental OSCIP - Organizaes da Sociedade Civil de interesse Pblico PNCFC - Plano Nacional de Convivncia Familiar e Comunitria RITS - Rede de Informao para o Terceiro Setor SEDESE - Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social UAI - Unidades de Acolhimento Institucional

  • SUMRIO

    1 INTRODUO................................................................................................ 1,1 Do tema e objetivos da pesquisa ............................................................. 1.2 Justificativa e Resultados esperados ..................................................... 1.3 Metodologia................................................................................................

Search related