Concordância verbal e concordância nominal

  • View
    38

  • Download
    3

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Prof. Flaverlei A. Silva. Concordância verbal e concordância nominal. Prof. Flaverlei A. Silva. Concordância Verbal. Caso Geral: Os verbos concordam com os sujeitos em número e pessoa. Prof. Flaverlei A. Silva. Casos especiais: - PowerPoint PPT Presentation

Text of Concordância verbal e concordância nominal

Apresentao do PowerPoint

Concordncia verbal e concordncia nominalProf. Flaverlei A. SilvaConcordncia VerbalCaso Geral:

Os verbos concordam com os sujeitos em nmero e pessoa.Prof. Flaverlei A. Silva

Casos especiais:

Sujeito pronome de tratamento Quando o sujeito for um pronome de tratamento, embora todos os pronomes desse tipo se refiram 2 pessoa, o verbo fica na 3 pessoa:

Prof. Flaverlei A. Silva

Sujeito Simples I:O verbo ficar no singular nos seguintes casos:Quando o sujeito for representado por um substantivo coletivo.O batalho perfilou-se diante do comandante. (3 p. s.)

Se o sujeito for representado pela expresso mais de um.Mais de um reservou lugar na primeira fila. (3 p. s.)

Ateno: Se o verbo expressar reciprocidade, ficar no plural.Mais de um poltico cumprimentaram-se.

Se o sujeito for a locuo um ou outro.Um ou outro far o levantamento das despesas. (3 p. s.)

Se o sujeito for representado pelas locues partitivas: a maioria, a maior parte, o menor nmero, grande quantidade, etc., seguidas de substantivos no plural, o verbo poder ficar no singular ou plural.A maioria das lojas estava fechada. (3 p. s.)A maioria das lojas estavam fechadas. (3 p. p.)Prof. Flaverlei A. SilvaSujeito simples II:O verbo ir para o plural nos seguintes casos:Se o sujeito for representado pela expresso um dos queEle foi um dos colegas que mais me apoiaram. (3 p. p.)

Ateno: Quando se quer destacar o indivduo dentro do grupo, emprega-se o verbo no singular: A professora foi uma das pessoas que me incentivou. (3 p. s.)

Se o sujeito for representado por nomes prprios no plural, antecedidos de artigo.Os Estados Unidos investem bastante em tecnologia. (3 p. p.)Minas Gerais produz muita soja no cerrado. (3 p. s.) (sem artigo)Prof. Flaverlei A. SilvaSe o sujeito for representado por pronomes interrogativos ou indefinidos no plural, seguido dos pronomes pessoais ns ou vs, a concordncia se faz com os pronomes interrogativos ou com os pronomes pessoais.Quais de ns agiram com justia. (ou agimos)Alguns de vs concluiro o curso. (ou concluireis)

Ateno: o verbo ficar no singular se o pronome estiver no singular.Qual de vs deseja um txi?Nenhum de ns acredita em discos voadores.

Se o sujeito for formado por ncleos ligados pela preposio com.O presidente com os ministros renem-se no Palcio da Alvorada.

Ateno: o verbo ficar no singular quando se quiser realar o primeiro elemento do sujeito.O promotor com o advogado dirigiu-se presena do juiz.

Prof. Flaverlei A. SilvaSujeito Composto ICom o sujeito composto, o verbo ficar no plural nos seguintes casos:Se o sujeito composto estiver antes do verbo.Os jogadores e a torcida abraaram-se no campo. (3 p. p.)

Se o sujeito composto vier depois do verbo, este concordar com todos (no plural) ou com o ncleo mais prximo (no singular)Voltaram ao hotel o turista e a polcia. (3 p. p.)Voltou ao hotel o turista e a polcia. (3 p. s.)

Caso o sujeito composto seja formado por pessoas gramaticais diferentes, o verbo ficar no plural. Se houver 1 pessoa (eu/ns), ela prevalecer sobre as outras; havendo 2 (tu/vs) e 3 (ele/eles), o verbo pode ficar na 2 ou na 3 pessoa.Eu, tu e eles faremos a pesquisa amanh. (1 p. p.)Tu e ela reivindicais justos direitos. (ou reivindicam 3 p. p.))

Prof. Flaverlei A. SilvaQuando os ncleos do sujeito forem ligados pela conjuno ou ou pela conjuno nem e no houver ideia de excluso ou isolamento de nenhum dos ncleos.Ou eu ou voc participaremos da eleio. (1 p. p.)Ou ela ou voc organizaro a festa. (3 p. p)Nem eu nem voc conseguimos o emprstimo. (1 p. p.)Nem Drummond nem Bandeira perderam seu valor. (3 p. p.)

Ateno: Com ideia de excluso o verbo fica no singular.Hugo ou Carlos ser o orador da turma. (3 p. s.)Ele ou tu carregars a tocha olmpica. (2 p. s.)Nem um nem outro fez o gol da vitria. (3 p. s.)Nem Jlio nem Cludia ocupou a chefia. (3 p. s.)

Quando os ncleos so ligados pelas conjunes: no s...mas tambm, tanto...como, etc. emprega-se o verbo no plural.No s Lgia mas tambm Wagner beneficiaram-se com as mudanas.Tanto ele como eu nos samos bem no exame.Prof. Flaverlei A. SilvaSujeito composto IICom o sujeito composto, o verbo ficar no singular nos seguintes casos:

Se o sujeito for uma sequncia de palavras resumidas por pronomes indefinidos (tudo, nada, ningum, etc.), pois concordar com o pronome.Casa, gua, comida e carinho, nada fez o pardalzinho feliz.Prdios, rvores, postes, tudo a tempestade derrubou.

Se o sujeito for formado por palavras sinnimas ou quase sinnimas.Muita raiva e indignao dominava seus gestos.

Se o sujeito for representado por verbos no infinitivo, empregados de forma genrica.Viajar e passear constitui seu ideal de vida.

Ateno: se o infinitivo estiver precedido de artigo (substantivado) o verbo ficar no plural.O ganhar e o perder fazem parte de nossa vida.

Prof. Flaverlei A. SilvaSujeito composto IIIQuando o sujeito composto representado por uma gradao de ideias, o verbo poder ficar no singular ou plural.Sua desconfiana, seu cime, sua mgoa abalou o relacionamento. (ou abalaram)

Sujeito pronome relativo queQuando o sujeito for o pronome relativo que, o verbo concordar com o antecedente desse pronome.Na verdade sou eu que pago as despesas.s tu que pintas estes quadros?Sero estes jogadores que recebero a taa.

Ateno: cuidado com a concordncia da expresso expletiva (realce) que: se o sujeito no aparece entre e que, a expresso fica invarivel; se o sujeito aparece, ela varia. contra as injustias que eles se voltam. (fora)So eles que se voltam contra as injustias. (entre)Prof. Flaverlei A. SilvaSujeito pronome relativo quemQuando o sujeito for expresso pelo pronome relativo quem, o verbo ficar na 3 p. s., ou concordar com o antecedente desse pronome.Fomos ns quem apresentou a proposta. (3 p. s.)Fomos ns quem organizamos a entrevista. (antecedente 1 p. p.)

Sujeito numeral fracionrio

Quando o sujeito representado por numeral fracionrio, o verbo concorda com o numerador.S um quarto dos alunos foi aprovado.Quase dois teros da produo sero exportados este ano.Prof. Flaverlei A. SilvaSujeito porcentagemQuando o sujeito representado por porcentagem, o verbo concorda com aquilo que expresso pela porcentagem.

Cerca de 50% dos produtos importados ficaram presos na alfndega.Cerca de 50% da produo foi despachada.

Ateno: no caso de 1%, o verbo fica sempre no singular.Somente 1% dos objetos roubados foi recuperado.

Concordncia do verbo parecerO verbo parecer seguido do infinitivo admite duas concordncias podemos flexion-lo ou flexionar o infinitivo.Os turistas pareciam estar encantados com a cidade romana.Os jogadores parece driblarem os adversrios com dificuldade.

Prof. Flaverlei A. SilvaConcordncia dos verbos haver e fazerCasos do verbo haver:Com sentido de existir impessoal e conjuga-se somente na 3 p. s.Havia histrias estranhas sobre a mulher do sobrado. (existiam)H pessoas bastante crdulas neste mundo! (existem)

Com o sentido de existir, formando locuo verbal, transmite sua impessoalidade ao outro verbo, ficando ambos na 3 pessoa do singular.Pode haver propostas mais interessantes.Deve haver melhores negociaes este ms.Penso que vai haver eleies para a direo do clube.

Ateno: o verbo existir pessoal e, portanto, concorda com seu sujeito. Em locuo verbal, o verbo que o acompanha que concorda com o sujeito.Aqui perto existem bons restaurantes.Devem existir mais dois aprovados que no constam da lista.

Prof. Flaverlei A. SilvaO verbo haver tambm impessoal quando indica tempo decorrido.H vrios meses viajou para os exterior. (faz)

O verbo haver, no sentido de ter, pessoal e concorda com o sujeito.Ns havamos obtido timos resultados com a pesquisa. (tnhamos)

Ateno: na linguagem popular, comum a substituio do verbo haver pelo verbo ter.J tem passageiros demais no nibus. (h)Quando samos, ainda tinha trs pessoas naquela sala. (havia)

Nesse caso, o verbo ter mantm a impessoalidade do verbo haverJamais se deve dizer: J tinham passageiros demais no nibus ou ainda tinham trs pessoas na sala.Prof. Flaverlei A. SilvaCasos do verbo fazer:O verbo fazer, expressando tempo transcorrido, impessoal e fica na 3 p. s.Faz alguns anos que o nosso casamento acabou. (h)Fazia horas que o congestionamento prejudicava o fluxo. (havia)

Como verbo pessoal, o verbo fazer concorda com o sujeito e significa executar.Os lavradores fazem muito por todos ns.Nas frias, ns fizemos belos passeios pelo lago.

Ateno: os verbos impessoais que exprimem fenmenos da natureza, e so conjugados apenas na 3 pessoa do singular, se empregados com sentido figurado tornam-se pessoais e concordam com seu sujeito.Choveu dias e dias na fazenda. (literal)J madrugava quando ele chegou. (literal)As lojas amanheceram enfeitadas para o Natal. (figurado)Choviam insultos entre os torcedores, aps o jogo. (figurado)Prof. Flaverlei A. SilvaConcordncia do verbo na voz passivaNa voz passiva sinttica ou pronominal, que formada com o pronome apassivador se, o verbo concorda com o sujeito.Aceitam-se terra e tijolos.Aguarda-se o resultado do sorteio com ansiedade.Oferecem-se vagas para digitadores.

Ateno: no confunda voz passiva sinttica com sujeito indeterminado. As oraes com sujeito indeterminado so formadas por verbo de ligao (VL), intransitivo (VI) ou transitivo indireto (VTI) + o pronome se; nelas, o verbo fica sempre no singular.Era-se feliz com pouco. (VL)Nesta cidade vive-se bem. (VI)Precisa-se de costureiras. (VTI)Prof. Flaverlei A. SilvaConcordncia dos verbos bater, soar e darNa indicao das horas, esses verbos concordam com o numeral.Bateu uma hora no relgio da catedral.Bateram doze horas no relgio da catedral.Soavam cinco badaladas na matriz.Deu uma hora ainda h pouco.

Quando o sujeito for determinado, ent