Destinação de Embalagens - Agrotóxicos

  • View
    216

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Destinação de Embalagens - Agrotóxicos

  • 7/24/2019 Destinao de Embalagens - Agrotxicos

    1/21

    DESTINAO FINAL DE EMBALAGENS VAZIAS DEAGROTXICOS

    Apresenta

    O principal motivo para darmos a destinao final correta para as embalagensvazias dos agrotxicos diminuir o risco para a sade das pessoas e decontaminao do meio ambiente.

    Durante vrios anos, a iniciativa privada e rgos do governo vm trabal!andoem con"unto num programa nacional para o destino final das embalagens, e!o"e sabemos #ue os principais ensinamentos sobre o tema abordado tmsurgido atravs de iniciativas da indstria e da participao voluntria dediversos segmentos da sociedade. $s parcerias estabelecidas e os convniosfirmados com empresas, entidades, revendedores e cooperativas permitiram aimplantao de uma rede de %nidades &entrais de 'ecebimento de (mbalagensno )rasil, #ue !o"e a"uda a reduzir o nmero de embalagens abandonadas na

    lavoura, estradas e *s margens de mananciais d+gua.

    &om a experincia ad#uirida nestes anos e a necessidade de atendermos asexigncias estabelecidas pela ei -ederal n. /./01 de 23423422 e Decreto n.1.201 de 25426427, o inp(8 redigiu este manual de orientao a fim de facilitaro entendimento da nova legislao.

    $ nova legislao federal disciplina a destinao final de embalagens vazias deagrotxicos e determina as responsabilidades para o agricultor, o revendedor, ofabricante e para o 9overno na #uesto de educao e comunicao. O nocumprimento destas responsabilidades poder implicar em penalidadesprevistas na legislao espec:fica e na lei de crimes ambientais ;ei /.32< de6=4274/5>, como multas e at pena de recluso.

    ?o poder:amos deixar de mencionar nesta publicao o importante apoio [email protected] ;grupo de trabal!o> para desenvolver planos de ao e implementarprogramas educativos #ue estimulem a devoluo correta e segura dasembalagens vazias de agrotxicos por parte dos usurios nas unidades derecebimentos. $s entidades #ue participaram do [email protected] soA $(?D$ B $ssociaodas (mpresas ?acionais de Defensivos $gr:colasC $?D$8 $ssociao ?acionalde Distribuidores de Defensivos $gr:colas e 8eterinriosC $?D(- $ssociao?acional de Defesa 8egetalC $?8EF$4GF B $gncia ?acional de 8igilHnciaFanitria4Ginistrio da FadeC &?$ &onfederao ?acional da $griculturaC(G)'$I$4&?IG$ &entro ?acional de Ies#uisa sobre Gonitoramento eEmpacto $mbientalC -$-'$G -aculdade de $gronomia -rancisco Gaeda C -?F$

    -rum ?acional de Fecretrios de $griculturaC E$I Enstituto $mbiental doIaranC E)$G$ Enstituto )rasileiro do Geio $mbiente e dos 'ecursos ?aturais'enovveisC E?&'$ Enstituto ?acional de &olonizao e 'eforma $grriaC E?-& Enstituto ?ovas -ronteiras da &ooperaoC G$ Ginistrio da $griculturaC GD$ Ginistrio do Desenvolvimento $grrioC GG$ Ginistrio do Geio $mbienteCO&) Organizao das &ooperativas )rasileirasC F($&OOI B Fervio ?acionalde $prendizagem do &ooperativismoC F(?$' Fervio ?acional de

    JJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJ$?D(- $ssociao ?acional de Defesa 8egetal

    'ua &apito $ntonio 'osa, =03 6= andar cepA 2611=262 Fo Iaulo FI-oneA ;66> =256

  • 7/24/2019 Destinao de Embalagens - Agrotxicos

    2/21

    $prendizagem 'ural e o FE?D$9 Findicato ?acional da Endstria de Irodutospara a Defesa $gr:cola.

    Entroduo

    $ destinao final das embalagens vazias de agrotxicos um procedimentocomplexo #ue re#uer a participao efetiva de todos os agentes envolvidos nafabricao, comercializao, utilizao, licenciamento, fiscalizao emonitoramento das atividades relacionadas com o manuseio, transporte,armazenamento e processamento dessas embalagens.

    &onsiderando a grande diversificao de embalagens e de formulaKes deagrotxicos com caracter:sticas f:sicas e composiKes #u:micas diversas e asexigncias estabelecidas pela ei -ederal n. /./01 de 23423422 e Decreto n.1.201 de 25426427, foi elaborado este manual contendo procedimentos,m:nimos e necessrios, para a destinao final segura das embalagens vaziasde agrotxicos, com a preocupao de #ue os eventuais riscos decorrentes desua manipulao se"am minimizados a n:veis compat:veis com a proteo da

    sade !umana e meio ambiente.

    @odos os pormenores dos procedimentos deste manualforam elaborados com o intuito de orientar os canais dedistribuio na fase de estruturao para as operaKes derecebimento e armazenamento das embalagens vazias.Dessa forma, evitaremos aKes isoladas de recepoinade#uada ;sem critrios prestabelecidos paraembalagens lavadas e nolavadas> das embalagens vaziasnas lo"as e, conse#Lentemente, o manuseio e armazenagemirregulares de embalagens contaminadas ;no lavveis> emreas urbanas.

    &om a colaborao de todos os envolvidos,

    estaremos estruturados para atuar de forma padronizadanas unidades de recebimento em todo )rasil e,conse#Lentemente, contribuir para a ade#uao euniformidade das atividades relacionadas ao manuseio deembalagens vazias * nova legislao.

    Ob"etivo

    (ste manual esclarece, inicialmente, algumas dvidas dos canais de distribuioe tcnicos #ue atuam na comercializao e utilizao de agrotxicos, comrelao * regulamentao sobre destinao final de embalagens.

    Divulga, tambm, com base na legislao, as principais responsabilidades dosfabricantes, canais de distribuio e usurios e amplia a discusso com ossetores envolvidos para facilitar a sua aplicao.

    JJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJ$?D(- $ssociao ?acional de Defesa 8egetal

    'ua &apito $ntonio 'osa, =03 6= andar cepA 2611=262 Fo Iaulo FI-oneA ;66> =256

  • 7/24/2019 Destinao de Embalagens - Agrotxicos

    3/21

    'esponsabilidades

    $s responsabilidades so do usurio, do revendedor e do fabricante.

    Os !s"#r$s %e&er'

    a(Ireparar as embalagens vazias para devolvlas nas

    unidades de recebimentoC

    M(mbalagens r:gidas lavveisA efetuar alavagem das embalagens ;@r:plice avagem ouavagem sob Iresso>C

    M(mbalagens r:gidas no lavveisA mantlasintactas, ade#uadamente tampadas e semvazamentoC

    M(mbalagens flex:veis contaminadasAacondicionlas em sacos plsticospadronizados.

    )($rmazenar na propriedade, em local apropriado, asembalagens vazias at a sua devoluoC

    *(@ransportar e devolver as embalagens vazias, com suasrespectivas tampas e rtulos, para a unidade de recebimentoindicada na ?ota -iscal pelo cana de distribuio, no prazo deat um ano, contado da data de sua compra. Fe, aps esseprazo, remanescer produto na embalagem, facultada suadevoluo em at 3 meses aps o trmino do prazo devalidade.

    %(Ganter em seu poder, para fins de fiscalizao, oscomprovantes de entrega das embalagens ;um ano>, a receitaagronNmica ;dois anos> e a nota fiscal de compra do produto.

    Os Cana$s %e D$str$)"$ %e&er '

    JJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJ$?D(- $ssociao ?acional de Defesa 8egetal

    'ua &apito $ntonio 'osa, =03 6= andar cepA 2611=262 Fo Iaulo FI-oneA ;66> =256

  • 7/24/2019 Destinao de Embalagens - Agrotxicos

    4/21

    a(Disponibilizar e gerenciar unidades de recebimento para a devoluo deembalagens vazias pelos usurios4agricultores6C

    )(?o ato da venda do produto, informar aos usurios4agricultores sobre osprocedimentos de lavagem, acondicionamento, armazenamento, transporte edevoluo das embalagens vaziasC

    *(Enformar o endereo da suaunidade de recebimento deembalagens vazias para o usurio,fazendo constar esta informao nocorpo da ?ota -iscal de venda doprodutoC

    %(-azer constar dos receiturios#ue emitirem, as informaKes sobredestino final das embalagensC

    e(Emplementar, em colaboraocom o Ioder Iblico e empresasregistrantes, programas educativos emecanismos de controle e est:mulo *$8$9(G ;@r:plice ou sob Iresso> e* devoluo das embalagens vaziaspor parte dos usurios.

    ;6> FugestoAos revendedores podem formar parcerias entre si ou com outras entidades, para aimplantao e gerenciamento de Unidades de Recebimento no intuito de otimizar custos e facilitar osagricultores tendo s um endereo para a regio.

    Os Fa)r$*antes %e&er'

    a( Irovidenciar o recol!imento, e dar a destruio final ade#uada *sembalagens vazias devolvidas *s unidades de recebimento em, no mximo, umano, a contar da data de devoluo pelos usurios4agricultoresC

    )(Emplementar, em colaborao com o IoderIblico, programas educativos e mecanismos decontrole e est:mulo * $8$9(G ;@r:plice e sobIresso> e * devoluo das embalagens vazias porparte dos usurios4agricultoresC

    *($lterar os modelos de rtulos e bulas para #ueconstem informaKes sobre os procedimentos delavagem, armazenamento, transporte, devoluo edestinao final das embalagens vazias.

    JJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJ$?D(- $ssociao ?acional de Defesa 8egetal

    'ua &apito $ntonio 'osa, =03 6= andar cepA 2611=262 Fo Iaulo FI-oneA ;66> =256

  • 7/24/2019 Destinao de Embalagens - Agrotxicos

    5/21

    Ireparao das embalagens

    E+)a,a-ens ,a&e$s

    De.$n$'Fo a#uelas embalagens r:gidas ;plsticas,metlicas e de vidro> #ue acondicionam formulaKes l:#uidas deagrotxicos para serem dilu:das em gua ;de acordo com anorma tcnica ?)'6=./35>.

    /0 1r*e%$+ents para 1repar e M&$+enta %as E+)a,a-ens'

    /0/0 La&a-e+ %as e+)a,a-ensA

    MIrocedimentos de lavagem das embalagens r:gidas ;plsticas, metlicas e devidro>A

    C+ .a2er a Tr3p,$*e La&a-e+4

    a((svazie completamente o contedo da embalagem no tan#uedo pulverizadorC

    )($dicione gua limpa * embalagem at do seu volumeC

    *(@ampe bem a embalagem e agitea por =2 segundosC

    %(Despe"e a gua de lavagem no tan#ue do pulverizadorC

    e(-aa esta operao = vezesC

    .(Enutilize a embalagem plstica ou metlica, perfurando o fundo.

    C+ .a2er a La&a-e+ S) 1ress4