Click here to load reader

ESCOLA DE CIÊNCIAS SOCIAIS - · PDF file Resumo Redes de sociabilidade é um conceito que é influenciado por diversas vertentes da condição de ... o entrevistado se quer focar

  • View
    0

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of ESCOLA DE CIÊNCIAS SOCIAIS - · PDF file Resumo Redes de sociabilidade é um...

  • ESCOLA DE CIÊNCIAS SOCIAIS

    DEPARTAMENTO DE SOCIOLOGIA

    REDES DE SOCIABILIDADE: PARA UMA COMPREENSÃO SOBRE PESSOAS EM

    CONDIÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIAL

    Mestranda: Marisa Isabel Candeias de Oliveira

    Orientação: Professor Doutor Joaquim Fialho

    Mestrado em Sociologia

    Área de especialização: Desenvolvimento regional

    Dissertação

    Évora, 2018

  • ESCOLA DE CIÊNCIAS SOCIAIS

    DEPARTAMENTO DE SOCIOLOGIA

    REDES DE SOCIABILIDADE: PARA UMA COMPREENSÃO SOBRE PESSOAS EM

    CONDIÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIAL

    Mestranda: Marisa Isabel Candeias de Oliveira

    Orientação: Professor Doutor Joaquim Fialho

    Mestrado em Sociologia

    Área de especialização: Desenvolvimento regional

    Dissertação

    Évora, 2018

  • REDES DE SOCIABILIDADE: PARA UMA COMPREENSÃO SOBRE AS PESSOAS EM CONDIÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIAL

  • 3

    Agradecimentos

    Esta dissertação de Mestrado representa para mim um grande marco na minha vida, e ajudou-me

    essencialmente, a crescer e a conhecer melhor uma realidade que, infelizmente, é comum em todos

    os sítios do mundo. Devo por isso agradecer, e ter em conta as pessoas que o tornaram possível.

    Em primeiro lugar, tenho de agradecer ao meu orientador, Professor Doutor Joaquim Fialho, pela

    disponibilidade em orientar-me nesta etapa, por toda a paciência e empenho com que me guiou

    neste estudo, por todas as sugestões e ideias que foram sempre um ponto guia durante a realização

    desta dissertação e por fazer com que não perdesse a motivação.

    Aos professores do Mestrado, que desde a licenciatura me acompanharam e sempre se

    disponibilizaram para ajudar, de uma maneira ou de outra.

    Á instituição da Cáritas Diocesana de Évora, que me receberam e ouviram a minha proposta e com

    agrado aceitaram ajudar-me a concretizar a minha investigação.

    Aos utentes da instituição da Cáritas que se disponibilizaram a realizar a entrevista.

    A todos os meus amigos que sempre me acompanharam durante este percurso e a todos os que o

    vivenciaram comigo. Obrigada por toda a força, por toda a motivação, por não me deixarem pensar

    que não ia conseguir, por limparem as minhas lágrimas de tristeza e por fazerem valer apena

    quando são de alegria, por todas as conversas e por todos os momentos de lazer, que no final do

    dia me davam sempre um bocadinho de mais força para continuar.

    Aos meus pais, que nunca me deixaram baixar os braços e sempre fizeram de tudo para que

    concluísse todas as etapas da minha vida. À minha mãe, um agradecimento especial por preencher

    os meus espaços em branco, nos momentos em que me faltam as palavras.

    À restante família, avós, tios e primos que (cada um de sua forma) motivou, ajudou e incentivou a

    lutar contra obstáculos para atingir os meus objetivos.

  • 4

    Resumo

    Redes de sociabilidade é um conceito que é influenciado por diversas vertentes da condição de

    vulnerabilidade, no sentido em que é notório um enfraquecimento das redes, uma, consequente,

    perda de relacionamentos e uma alteração das mesmas derivado da alteração de identidade da

    pessoa que se encontra nessa condição. Nesta condição de vulnerabilidade, também se pode

    observar o surgimento de novas redes alicerçadas ao apoio social.

    A presente investigação insere-se no âmbito do Mestrado em Sociologia, na área de especialização

    em Desenvolvimento e tem como objetivo geral compreender as redes de sociabilidade das pessoas

    em condição de vulnerabilidade social que recorrem às instituições de solidariedade social para

    suprir as suas lacunas em termos de bens de primeira necessidade e apoio social.

    Para a concretização dos objetivos definidos foi utilizada uma metodologia de caráter qualitativo,

    tendo como principal instrumento de recolha de dados a entrevista estruturada, pois é um

    instrumento frequente para quando existe uma delimitação da informação desejada e para quando

    o entrevistado se quer focar apenas no tema em questão para que os seus objetivos sejam

    atingidos.

    O trabalho de campo permite pode afirmar que o fenómeno da vulnerabilidade social alterar

    comportamentos, hábitos e costumes, afetando o nível social, económico e emocional das pessoas.

    Palavras-chave: Vulnerabilidade social; redes de sociabilidade; alteração de identidade; perda de

    relacionamentos; surgimento de novas redes;

  • 5

    Abstract

    Networks of sociability: For an understanding of people in Social Vulnerability

    Networks of sociability is a concept influenced by several aspects of the condition of vulnerability, in

    the sense that it is noticeable a weakening of this networks, a consequent loss of relationships and

    a change of those networks derived from the change of identity of the person who is in that condition.

    In this condition of vulnerability, one can also observe the emergence of new networks based on

    social support.

    The present research is part of the Masters in Sociology, in the area of specialization in

    Development, and its general objective is to understand the social networks of people in conditions

    of social vulnerability who resort to social solidarity institutions to fill their gaps in terms of basic

    necessities and social support.

    In order to achieve the defined objectives, a qualitative methodology was used, having as main

    instrument of data collection the structured interview, since it is a frequent tool when there is a

    delimitation of the desired information and for when the interviewee wants to focus only on the theme

    in order to achieve its objectives.

    The field work allows one to affirm that the phenomenon of social vulnerability change behaviors,

    habits and customs, affecting the social, economic and emotional level of people.

    Keywords: Social vulnerability; networks of sociability; identity change; loss of relationships;

    emergence of new networks;

  • 6

    Índice

    Agradecimentos .......................................................................................................................... 3

    Resumo ...................................................................................................................................... 4

    Abstract ....................................................................................................................................... 5

    Índice de tabelas ......................................................................................................................... 8

    Introdução ................................................................................................................................... 9

    Capítulo I- Revisão da Literatura ............................................................................................... 11

    1. Socialização - Conceito, mecanismos e tipos ........................................................................ 11

    Discussão conceptual ............................................................................................................... 11

    1.2. Tipos de socialização ......................................................................................................... 13

    2. Grupos sociais e sociabilidade.................................................................................................. 20

    2.1. Sociabilidade, sodalidade e socialidade ............................................................................. 20

    3. Desqualificação Social........................................................................................................... 25

    3.1. A propósito da noção de pobreza ................................................................................... 25

    3.2. O processo de desqualificação Social ............................................................................ 26

    3.3. Fragilidade e desqualificação social ............................................................................... 29

    3.3.1. A crise de status .......................................................................................................... 29

    3.3.2- A fragilidade interiorizada e a fragilidade negociada .................................................... 31

    3.3.3. A carreira psicossociológica dos assistidos ................................................................. 33

    3.4.4. Marginalidade e estigma .............................................................................................. 39

    4. Identidade e relações sociais .................................................................................................... 46

    4.1. A construção de uma identidade negativa .......................................................................... 46

    4.2. A dinâmica das relações sociais......................................................................................... 47

    5. Redes sociais e sociabilidade .........................................................................................