of 359 /359
Este diário foi assinado digitalmente consoante a Lei 11.419/06. O documento eletrônico pode ser encontrado no sítio do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia, endereço: http://www.tjro.jus.br/novodiario/ ANO XXXVI NÚMERO 126 PORTO VELHO-RO, QUARTA-FEIRA, 11 DE JULHO DE 2018 ESTADO DE RONDÔNIA TRIBUNAL DE JUSTIÇA CORREGEDORIA-GERAL ATAS ATA DA CORREIÇÃO REALIZADA NA 1ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE CACOAL/RO Processo Nº 0001640-09.2018.8.22.8800 Aos vinte dias do mês de junho de dois mil e dezoito (20/06/2018), de ordem do Corregedor-Geral da Justiça, Desembargador José Jorge Ribeiro da Luz, com a coordenação dos Juízes Auxiliares da Corregedoria, Adolfo Theodoro Naujorks Neto e Cristiano Gomes Mazzini, procedeu-se à CORREIÇÃO VIRTUAL na Ji-Paraná - 1ª Vara Cível, designada pela Portaria Corregedoria Nº 157/2018, publicada no DJE Nº 104, de 08 de junho de 2018. Inicialmente, houve análise do Questionário de Atividades encaminhado pela Corregedoria, sobre as funções administrativas do magistrado, da serventia e dos ofícios de Justiça em geral, a partir da compilação dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PJePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatório. Compõem esta Correição os seguintes documentos: Ata, Relatório (coleta de dados - que demonstram graficamente a evolução dos números da Unidade Jurisdicional inspecionada) e do Anexo I - Processos Arquivados com Saldo de Depósito Judicial. Todas as sugestões, recomendações e determinações constam no relatório e no anexo I. Consigna-se que todas as determinações deverão ser cumpridas no prazo de 60 (sessenta) dias, caso outro não tenha sido mencionado no próprio relatório. Nada mais havendo, aos vinte dias do mês de junho de dois mil e dezoito (20/06/2018), lavrou-se a presente ata que, depois de lida e achada em conformidade, vai assinada pelos acima nominados, além do(a) Juiz(a) Titular da unidade e do(a) Diretor(a) de Cartório. Desembargador José Jorge Ribeiro da Luz Corregedor-Geral da Justiça Adolfo Theodoro Naujorks Neto Juiz Auxiliar da Corregedoria ATA DA CORREIÇÃO REALIZADA NA 1ª VARA CÍVEL DA COMARCA DE COLORADO DO OESTE/RO Processo Nº 0001293-73.2018.8.22.8800 Aos vinte e nove dias do mês de maio de dois mil e dezoito (29/05/2018), de ordem do Corregedor-Geral da Justiça Desembargador José Jorge Ribeiro da Luz, os Juízes Auxiliares da Corregedoria, Adolfo Theodoro Naujorks Neto e Cristiano Gomes Mazzini, procedeu-se à CORREIÇÃO VIRTUAL na 1ª Vara Cível de Colorado do Oeste, designada pela Portaria Corregedoria Nº 142/2018, publicada no DJE Nº 82, de 21 de maio de 2018.Inicialmente, houve análise do Questionário de Atividades encaminhado pelo Corregedoria, sobre as funções administrativas do magistrado, da serventia e dos ofícios de Justiça em geral, a partir da compilação dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PjePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatório. Compõem esta Correição os seguintes documentos: TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE RONDÔNIA COMPOSIÇÃO BIÊNIO 2018/2019 PRESIDENTE Desembargador Walter Waltenberg Silva Junior VICE-PRESIDENTE Desembargador Renato Martins Mimessi CORREGEDOR-GERAL Desembargador José Jorge Ribeiro da Luz TRIBUNAL PLENO Des. Eurico Montenegro Júnior Des. Renato Martins Mimessi Des. Valter de Oliveira Des. Roosevelt Queiroz Costa Des. Rowilson Teixeira Des. Sansão Saldanha Des. Kiyochi Mori Des. Marcos Alaor Diniz Grangeia Des. Miguel Monico Neto Des. Raduan Miguel Filho Des.ª Marialva Henriques Daldegan Bueno Des. Alexandre Miguel Des. Daniel Ribeiro Lagos Des. Gilberto Barbosa Batista dos Santos Des. Oudivanil de Marins Des. Isaias Fonseca Moraes Des. Valdeci Castellar Citon Des. Hiram Souza Marques Des. José Jorge Ribeiro da Luz Juiz Convocado José Antônio Robles 1ª CÂMARA CÍVEL Desembargador Rowilson Teixeira (Presidente) Des. Sansão Saldanha Desembargador Raduan Miguel Filho 2ª CÂMARA CÍVEL Des. Marcos Alaor Diniz Grangeia (Presidente) Des. Kiyochi Mori Des. Alexandre Miguel Des. Isaias Fonseca Moraes CÂMARAS CÍVEIS REUNIDAS Des. Rowilson Teixeira (Presidente) Des. Sansão Saldanha Des. Kiyochi Mori Des. Marcos Alaor Diniz Grangeia Des. Raduan Miguel Filho Des. Alexandre Miguel Des. Isaías Fonseca Moraes 1ª CÂMARA CRIMINAL Des. Valter de Oliveira (Presidente) Des. Daniel Ribeiro Lagos Juiz Convocado José Antônio Robles 2ª CÂMARA CRIMINAL Desembargador Miguel Monico Neto (Presidente) Desembargadora Marialva Henriques Daldegan Bueno Desembargador Valdeci Castellar Citon CÂMARAS CRIMINAIS REUNIDAS Desembargador Valter de Oliveira (Presidente) Desembargador Miguel Monico Neto Desembargadora Marialva Henriques Daldegan Bueno Desembargador Daniel Ribeiro Lagos Desembargador Valdeci Castellar Citon Juiz Convocado José Antônio Robles 1ª CÂMARA ESPECIAL Desembargador Eurico Montenegro Júnior (Presidente) Desembargador Gilberto Barbosa Batista dos Santos Desembargador Oudivanil de Marins 2ª CÂMARA ESPECIAL Desembargador Renato Martins Mimessi (Presidente) Desembargador Roosevelt Queiroz Costa Des. Hiram Souza Marques CÂMARAS ESPECIAIS REUNIDAS Desembargador Eurico Montenegro Júnior (Presidente) Desembargador Renato Martins Mimessi Desembargador Roosevelt Queiroz Costa Desembargador Gilberto Barbosa Batista dos Santos Desembargador Oudivanil de Marins Des. Hiram Souza Marques SECRETARIA GERAL Juiz de Direito Sérgio William Domingues Teixeira Secretário-Geral DIRETOR DA DIGRAF Administrador Enildo Lamarão Gil

ESTADO DE RONDÔNIA - tjro.jus.br · Renato Martins Mimessi Des. Valter de Oliveira Des. Roosevelt Queiroz Costa Des. Rowilson Teixeira Des. Sansão Saldanha Des. Kiyochi Mori Des

  • Author
    vukiet

  • View
    256

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of ESTADO DE RONDÔNIA - tjro.jus.br · Renato Martins Mimessi Des. Valter de Oliveira Des. Roosevelt...

  • Este dirio foi assinado digitalmente consoante a Lei 11.419/06. O documento eletrnico pode ser encontrado no stio do Tribunal de Justia do Estado de Rondnia, endereo: http://www.tjro.jus.br/novodiario/

    1DIARIO DA JUSTIAANO XXXVI NMERO 126 QUARTA-FEIRA, 11-07-2018

    ANO XXXVI NMERO 126 PORTO VELHO-RO, QUARTA-FEIRA, 11 DE JULHO DE 2018

    E S T A D O D E R O N D N I A

    NMERO 001 PORTO VELHO-RO, SEGUNDA-FEIRA, 30 DE JUNHO DE 2014

    TRIBUNAL DE JUSTIA

    cORREgEDORIA-gERAL

    ATAS

    ATA DA CORREIO REALIZADA NA 1 VARA CVEL DA COMARCA DE CACOAL/RO

    Processo N 0001640-09.2018.8.22.8800

    Aos vinte dias do ms de junho de dois mil e dezoito (20/06/2018), de ordem do Corregedor-Geral da Justia, Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz, com a coordenao dos Juzes Auxiliares da Corregedoria, Adolfo Theodoro Naujorks Neto e Cristiano Gomes Mazzini, procedeu-se CORREIO VIRTUAL na Ji-Paran - 1 Vara Cvel, designada pela Portaria Corregedoria N 157/2018, publicada no DJE N 104, de 08 de junho de 2018. Inicialmente, houve anlise do Questionrio de Atividades encaminhado pela Corregedoria, sobre as funes administrativas do magistrado, da serventia e dos ofcios de Justia em geral, a partir da compilao dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PJePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatrio. Compem esta Correio os seguintes documentos: Ata, Relatrio (coleta de dados - que demonstram graficamente a evoluo dos nmeros da Unidade Jurisdicional inspecionada) e do Anexo I - Processos Arquivados com Saldo de Depsito Judicial. Todas as sugestes, recomendaes e determinaes constam no relatrio e no anexo I. Consigna-se que todas as determinaes devero ser cumpridas no prazo de 60 (sessenta) dias, caso outro no tenha sido mencionado no prprio relatrio. Nada mais havendo, aos vinte dias do ms de junho de dois mil e dezoito (20/06/2018), lavrou-se a presente ata que, depois de lida e achada em conformidade, vai assinada pelos acima nominados, alm do(a) Juiz(a) Titular da unidade e do(a) Diretor(a) de Cartrio.

    Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz

    Corregedor-Geral da Justia

    Adolfo Theodoro Naujorks NetoJuiz Auxiliar da Corregedoria

    ATA DA CORREIO REALIZADA NA 1 VARA CVEL DA COMARCA DE COLORADO DO OESTE/RO

    Processo N 0001293-73.2018.8.22.8800

    Aos vinte e nove dias do ms de maio de dois mil e dezoito (29/05/2018), de ordem do Corregedor-Geral da Justia Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz, os Juzes Auxiliares da Corregedoria, Adolfo Theodoro Naujorks Neto e Cristiano Gomes Mazzini, procedeu-se CORREIO VIRTUAL na 1 Vara Cvel de Colorado do Oeste, designada pela Portaria Corregedoria N 142/2018, publicada no DJE N 82, de 21 de maio de 2018.Inicialmente, houve anlise do Questionrio de Atividades encaminhado pelo Corregedoria, sobre as funes administrativas do magistrado, da serventia e dos ofcios de Justia em geral, a partir da compilao dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PjePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatrio. Compem esta Correio os seguintes documentos:

    TRIBUNAL DE JUSTIA DO ESTADO DE RONDNIAcOMPOSIO BINIO 2018/2019

    PRESIDENTE Desembargador Walter Waltenberg Silva Junior

    VIcE-PRESIDENTE Desembargador Renato Martins Mimessi

    cORREgEDOR-gERAL Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz

    TRIBUNAL PLENODes. Eurico Montenegro JniorDes. Renato Martins Mimessi

    Des. Valter de OliveiraDes. Roosevelt Queiroz Costa

    Des. Rowilson TeixeiraDes. Sanso Saldanha

    Des. Kiyochi MoriDes. Marcos Alaor Diniz Grangeia

    Des. Miguel Monico NetoDes. Raduan Miguel Filho

    Des. Marialva Henriques Daldegan BuenoDes. Alexandre Miguel

    Des. Daniel Ribeiro LagosDes. Gilberto Barbosa Batista dos Santos

    Des. Oudivanil de MarinsDes. Isaias Fonseca MoraesDes. Valdeci Castellar CitonDes. Hiram Souza Marques

    Des. Jos Jorge Ribeiro da LuzJuiz Convocado Jos Antnio Robles

    1 cMARA cVELDesembargador Rowilson Teixeira (Presidente)

    Des. Sanso SaldanhaDesembargador Raduan Miguel Filho

    2 cMARA cVELDes. Marcos Alaor Diniz Grangeia (Presidente)

    Des. Kiyochi Mori Des. Alexandre Miguel

    Des. Isaias Fonseca Moraes

    cMARAS cVEIS REUNIDAS Des. Rowilson Teixeira (Presidente)

    Des. Sanso SaldanhaDes. Kiyochi Mori

    Des. Marcos Alaor Diniz Grangeia Des. Raduan Miguel Filho

    Des. Alexandre Miguel Des. Isaas Fonseca Moraes

    1 cMARA cRIMINALDes. Valter de Oliveira (Presidente)

    Des. Daniel Ribeiro LagosJuiz Convocado Jos Antnio Robles

    2 cMARA cRIMINALDesembargador Miguel Monico Neto (Presidente)

    Desembargadora Marialva Henriques Daldegan BuenoDesembargador Valdeci Castellar Citon

    cMARAS cRIMINAIS REUNIDASDesembargador Valter de Oliveira (Presidente)

    Desembargador Miguel Monico NetoDesembargadora Marialva Henriques Daldegan Bueno

    Desembargador Daniel Ribeiro LagosDesembargador Valdeci Castellar CitonJuiz Convocado Jos Antnio Robles

    1 cMARA ESPEcIALDesembargador Eurico Montenegro Jnior (Presidente)Desembargador Gilberto Barbosa Batista dos Santos

    Desembargador Oudivanil de Marins

    2 cMARA ESPEcIALDesembargador Renato Martins Mimessi (Presidente)

    Desembargador Roosevelt Queiroz CostaDes. Hiram Souza Marques

    cMARAS ESPEcIAIS REUNIDASDesembargador Eurico Montenegro Jnior (Presidente)

    Desembargador Renato Martins MimessiDesembargador Roosevelt Queiroz Costa

    Desembargador Gilberto Barbosa Batista dos SantosDesembargador Oudivanil de Marins

    Des. Hiram Souza Marques

    SEcRETARIA gERAL Juiz de Direito Srgio William Domingues Teixeira

    Secretrio-Geral

    DIRETOR DA DIGRAF Administrador Enildo Lamaro Gil

  • Este dirio foi assinado digitalmente consoante a Lei 11.419/06. O documento eletrnico pode ser encontrado no stio do Tribunal de Justia do Estado de Rondnia, endereo: http://www.tjro.jus.br/novodiario/

    2DIARIO DA JUSTIAANO XXXVI NMERO 126 QUARTA-FEIRA, 11-07-2018Ata, Relatrio (coleta de dados - que demonstram graficamente a evoluo dos nmeros da Unidade Jurisdicional inspecionada) e do Anexo I - Processos Arquivados com Saldo de Depsito Judicial. Todas as sugestes, recomendaes e determinaes constam no relatrio e no anexo I. Consigna-se que todas as determinaes devero ser cumpridas no prazo de 60 (sessenta) dias, caso outro no tenha sido mencionado no prprio relatrio.Nada mais havendo, aos vinte e nove dias do ms de maio de dois mil e dezoito (29/05/2018), lavrou-se a presente ata que, depois de lida e achada em conformidade, vai assinada pelos acima nominados.

    Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz

    Corregedor-Geral da Justia

    Adolfo Theodoro Naujorks Neto Juiz Auxiliar da Corregedoria

    ATA DA CORREIO REALIZADA NA 1 VARA CVEL DA COMARCA DE JI-PARAN/RO

    Processo N 0001640-09.2018.8.22.8800

    Aos vinte dias do ms de junho de dois mil e dezoito (20/06/2018), de ordem do Corregedor-Geral da Justia, Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz, com a coordenao dos Juzes Auxiliares da Corregedoria, Adolfo Theodoro Naujorks Neto e Cristiano Gomes Mazzini, procedeu-se CORREIO VIRTUAL na Ji-Paran - 1 Vara Cvel, designada pela Portaria Corregedoria N 157/2018, publicada no DJE N 104, de 08 de junho de 2018. Inicialmente, houve anlise do Questionrio de Atividades encaminhado pela Corregedoria, sobre as funes administrativas do magistrado, da serventia e dos ofcios de Justia em geral, a partir da compilao dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PJePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatrio. Compem esta Correio os seguintes documentos: Ata, Relatrio (coleta de dados - que demonstram graficamente a evoluo dos nmeros da Unidade Jurisdicional inspecionada) e do Anexo I - Processos Arquivados com Saldo de Depsito Judicial. Todas as sugestes, recomendaes e determinaes constam no relatrio e no anexo I. Consigna-se que todas as determinaes devero ser cumpridas no prazo de 60 (sessenta) dias, caso outro no tenha sido mencionado no prprio relatrio. Nada mais havendo, aos vinte dias do ms de junho de dois mil e dezoito (20/06/2018), lavrou-se a presente ata que, depois de lida e achada em conformidade, vai assinada pelos acima nominados, alm do(a) Juiz(a) Titular da unidade e do(a) Diretor(a) de Cartrio.

    Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz

    Corregedor-Geral da Justia

    Adolfo Theodoro Naujorks NetoJuiz Auxiliar da Corregedoria

    ATA DA CORREIO REALIZADA NA 1 VARA CRIMINAL DA COMARCA DE COLORADO DO OESTE/RO

    Processo N 0001295-43.2018.8.22.8800

    Aos vinte e dois dias do ms de maio de dois mil e dezoito (22/05/2018), de ordem do Corregedor-Geral da Justia, Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz, com a coordenao dos Juzes Auxiliares da Corregedoria, Cristiano Gomes Mazzini e Adolfo Theodoro Naujorks Neto, procedeu-se CORREIO VIRTUAL na 1 Vara Criminal de Colorado do Oeste, designada pela Portaria Corregedoria N 142, publicada no DJE N 82, de 21 de maio de 2018. Inicialmente, houve anlise do Questionrio de Atividades encaminhado pelo Corregedoria, sobre as funes administrativas do magistrado, da serventia e dos ofcios de Justia em geral, a partir da compilao dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PjePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatrio. Compem esta Correio os seguintes documentos: Ata, Relatrio (coleta de dados - que demonstram graficamente a evoluo dos nmeros da Unidade Jurisdicional inspecionada) e do Anexo I - Processos Arquivados com Saldo de Depsito Judicial. Todas as sugestes, recomendaes e determinaes constam no relatrio e no anexo I. Consigna-se que todas as determinaes devero ser cumpridas no prazo de 60 (sessenta) dias, caso outro no tenha sido mencionado no prprio relatrio. Nada mais havendo, aos vinte e dois dias do ms de maio de dois mil e dezoito (22/05/2018), lavrou-se a presente ata que, depois de lida e achada em conformidade, vai assinada pelos acima nominados.

    Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz

    Corregedor-Geral da Justia

    Adolfo Theodoro Naujorks NetoJuiz Auxiliar da Corregedoria

  • Este dirio foi assinado digitalmente consoante a Lei 11.419/06. O documento eletrnico pode ser encontrado no stio do Tribunal de Justia do Estado de Rondnia, endereo: http://www.tjro.jus.br/novodiario/

    3DIARIO DA JUSTIAANO XXXVI NMERO 126 QUARTA-FEIRA, 11-07-2018ATA DA CORREIO REALIZADA NA 1 VARA CRIMINAL DA COMARCA DE VILHENA/RO

    Processo N 0001301-50.2018.8.22.8800

    Aos vinte e trs dias do ms de maio de dois mil e dezoito (23/05/2018), de ordem do Corregedor-Geral da Justia, Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz, com a coordenao dos Juzes Auxiliares da Corregedoria, Cristiano Gomes Mazzini e Adolfo Theodoro Naujorks Neto, procedeu-se CORREIO VIRTUAL na 1 Vara Criminal de Vilhena, designada pela Portaria Corregedoria N 142, publicada no DJE N 82, de 21 de maio de 2018. Inicialmente, houve anlise do Questionrio de Atividades encaminhado pelo Corregedoria, sobre as funes administrativas do magistrado, da serventia e dos ofcios de Justia em geral, a partir da compilao dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PjePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatrio. Compem esta Correio os seguintes documentos: Ata, Relatrio (coleta de dados - que demonstram graficamente a evoluo dos nmeros da Unidade Jurisdicional inspecionada) e do Anexo I - Processos Arquivados com Saldo de Depsito Judicial. Todas as sugestes, recomendaes e determinaes constam no relatrio e no anexo I. Consigna-se que todas as determinaes devero ser cumpridas no prazo de 60 (sessenta) dias, caso outro no tenha sido mencionado no prprio relatrio. Nada mais havendo, aos vinte e cinco dias do ms de maio de dois mil e dezoito (25/05/2018), lavrou-se a presente ata que, depois de lida e achada em conformidade, vai assinada pelos acima nominados

    Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz Corregedor-Geral da Justia

    Adolfo Theodoro Naujorks NetoJuiz Auxiliar da Corregedoria

    ATA DA CORREIO REALIZADA NA 2 VARA CVEL DA COMARCA DE CACOAL/RO

    Processo N 0001634-02.2018.8.22.8800

    Aos vinte e oito dias do ms de julho de dois mil e dezoito (28/06/2018), de ordem do Corregedor-Geral da Justia, Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz, com a coordenao dos Juzes Auxiliares da Corregedoria, Adolfo Theodoro Naujorks Neto e Cristiano Gomes Mazzini, procedeu-se CORREIO VIRTUAL na Cacoal - 2 Vara Cvel, designada pela Portaria Corregedoria N 157/2018, publicada no DJE N 104, de 28 de junho de 2018. Inicialmente, houve anlise do Questionrio de Atividades encaminhado pela Corregedoria, sobre as funes administrativas do magistrado, da serventia e dos ofcios de Justia em geral, a partir da compilao dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PJePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatrio. Compem esta Correio os seguintes documentos: Ata, Relatrio (coleta de dados - que demonstram graficamente a evoluo dos nmeros da Unidade Jurisdicional inspecionada) e do Anexo I - Processos Arquivados com Saldo de Depsito Judicial. Todas as sugestes, recomendaes e determinaes constam no relatrio e no anexo I. Consigna-se que todas as determinaes devero ser cumpridas no prazo de 60 (sessenta) dias, caso outro no tenha sido mencionado no prprio relatrio. Nada mais havendo, aos vinte e oito dias do ms de julho de dois mil e dezoito (28/06/2018), lavrou-se a presente ata que, depois de lida e achada em conformidade, vai assinada pelos acima nominados, alm do(a) Juiz(a) Titular da unidade e do(a) Diretor(a) de Cartrio.

    Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz

    Corregedor-Geral da Justia

    Adolfo Theodoro Naujorks NetoJuiz Auxiliar da Corregedoria

    ATA DA CORREIO REALIZADA NA 2 VARA CVEL DA COMARCA DE JI-PARAN/RO

    Processo N 0001641-91.2018.8.22.8800

    Aos vinte e dois dias do ms de junho de dois mil e dezoito (22/06/2018), de ordem do Corregedor-Geral da Justia, Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz, com a coordenao dos Juzes Auxiliares da Corregedoria, Adolfo Theodoro Naujorks Neto e Cristiano Gomes Mazzini, procedeu-se CORREIO VIRTUAL na Ji-Paran - 2 Vara Cvel, designada pela Portaria Corregedoria N 157/2018, publicada no DJE N 104, de 22 de junho de 2018. Inicialmente, houve anlise do Questionrio de Atividades encaminhado pela Corregedoria, sobre as funes administrativas do magistrado, da serventia e dos ofcios de Justia em geral, a partir da compilao dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PJePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatrio. Compem esta Correio os seguintes documentos: Ata, Relatrio (coleta de dados - que demonstram graficamente a evoluo dos nmeros da Unidade Jurisdicional inspecionada) e do Anexo I - Processos Arquivados com Saldo de Depsito Judicial. Todas as sugestes, recomendaes e determinaes constam no relatrio e no anexo I. Consigna-se que todas as determinaes devero ser cumpridas no prazo de 60 (sessenta) dias, caso outro no tenha sido mencionado no prprio relatrio. Nada mais havendo, aos vinte e dois dias do ms de junho de dois mil e dezoito (22/06/2018), lavrou-se a presente ata que, depois de lida e achada em conformidade, vai assinada pelos acima nominados, alm do(a) Juiz(a) Titular da unidade e do(a) Diretor(a) de Cartrio.

    Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz Corregedor-Geral da Justia

    Adolfo Theodoro Naujorks NetoJuiz Auxiliar da Corregedoria

  • Este dirio foi assinado digitalmente consoante a Lei 11.419/06. O documento eletrnico pode ser encontrado no stio do Tribunal de Justia do Estado de Rondnia, endereo: http://www.tjro.jus.br/novodiario/

    4DIARIO DA JUSTIAANO XXXVI NMERO 126 QUARTA-FEIRA, 11-07-2018ATA DA CORREIO REALIZADA NA 2 VARA CVEL DA COMARCA DE ROLIM DE MOURA/RO

    Processo N 0001313-64.2018.8.22.8800

    Aos trinta dias do ms de maio de dois mil e dezoito (30/05/2018), de ordem do Corregedor-Geral da Justia, Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz, com a coordenao dos Juzes Auxiliares da Corregedoria, Adolfo Theodoro Naujorks Neto e Cristiano Gomes Mazzini, procedeu-se CORREIO VIRTUAL na Rolim de Moura - 2 Vara Cvel, designada pela Portaria Corregedoria N 142/2018, publicada no DJE N 82, de 29 de maio de 2018. Inicialmente, houve anlise do Questionrio de Atividades encaminhado pela Corregedoria, sobre as funes administrativas do magistrado, da serventia e dos ofcios de Justia em geral, a partir da compilao dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PJePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatrio. Compem esta Correio os seguintes documentos: Ata, Relatrio (coleta de dados - que demonstram graficamente a evoluo dos nmeros da Unidade Jurisdicional inspecionada) e do Anexo I - Processos Arquivados com Saldo de Depsito Judicial. Todas as sugestes, recomendaes e determinaes constam no relatrio e no anexo I. Consigna-se que todas as determinaes devero ser cumpridas no prazo de 60 (sessenta) dias, caso outro no tenha sido mencionado no prprio relatrio. Nada mais havendo, aos trinta dias do ms de maio de dois mil e dezoito (30/05/2018), lavrou-se a presente ata que, depois de lida e achada em conformidade, vai assinada pelos acima nominados.

    Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz Corregedor-Geral da Justia

    Adolfo Theodoro Naujorks NetoJuiz Auxiliar da Corregedoria

    ATA DA CORREIO REALIZADA NA 2 VARA CRIMINAL DA COMARCA DE JI-PARAN/RO

    Processo N 0001646-16.2018.8.22.8800

    Aos vinte e um dias do ms de junho de dois mil e dezoito (21/06/2018), de ordem do Corregedor-Geral da Justia, Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz, com a coordenao dos Juzes Auxiliares da Corregedoria, Cristiano Gomes Mazzini e Adolfo Theodoro Naujorks Neto, procedeu-se CORREIO VIRTUAL na 2 Vara Criminal de Ji-Paran, designada pela Portaria Corregedoria N 157/2018, publicada no DJE N 104, de 08 de junho de 2018. Inicialmente, houve anlise do Questionrio de Atividades encaminhado pela Corregedoria, sobre as funes administrativas do magistrado, da serventia e dos ofcios de Justia em geral, a partir da compilao dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PJePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatrio. Compem esta Correio os seguintes documentos: Ata, Relatrio (coleta de dados - que demonstram graficamente a evoluo dos nmeros da Unidade Jurisdicional inspecionada) e do Anexo I - Processos Arquivados com Saldo de Depsito Judicial. Todas as sugestes, recomendaes e determinaes constam no relatrio e no anexo I. Consigna-se que todas as determinaes devero ser cumpridas no prazo de 60 (sessenta) dias, caso outro no tenha sido mencionado no prprio relatrio. Nada mais havendo, aos vinte e um dias do ms de junho de dois mil e dezoito (21/06/2018), lavrou-se a presente ata que, depois de lida e achada em conformidade, vai assinada pelos acima nominados, alm do(a) Juiz(a) Titular da unidade e do(a) Diretor(a) de Cartrio.

    Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz Corregedor-Geral da Justia

    Adolfo Theodoro Naujorks Neto Juiz Auxiliar da Corregedoria

    ATA DA CORREIO REALIZADA NA 2 VARA GNRICA DA COMARCA DE CEREJEIRAS/RO

    Processo N 0001292-88.2018.8.22.8800

    Aos vinte e um dias do ms de maio de dois mil e dezoito (21/05/2018), de ordem do Corregedor-Geral da Justia, Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz, com a coordenao dos Juzes Auxiliares da Corregedoria, Cristiano Gomes Mazzini e Adolfo Theodoro Naujorks Neto, procedeu-se CORREIO VIRTUAL, NA 2 Vara Genrica da Comarca de Cerejeiras, designada pela Portaria Corregedoria N 142/2018, publicada no DJE N 82, de 04 de maio de 2018.Inicialmente, houve anlise do Questionrio de Atividades encaminhado pelo Corregedoria, sobre as funes administrativas do magistrado, da serventia e dos ofcios de Justia em geral, a partir da compilao dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PjePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatrio. Compem esta Correio os seguintes documentos: Ata, Relatrio (coleta de dados - que demonstram graficamente a evoluo dos nmeros da Unidade Jurisdicional inspecionada) e do Anexo I - Processos Arquivados com Saldo de Depsito Judicial. Todas as sugestes, recomendaes e determinaes constam no relatrio e no anexo I. Consigna-se que todas as determinaes devero ser cumpridas no prazo de 60 (sessenta) dias, caso outro no tenha sido mencionado no prprio relatrio. Nada mais havendo, aos vinte e um dias do ms de maio de dois mil e dezoito (21/05/2018), lavrou-se a presente ata que, depois de lida e achada em conformidade, vai assinada pelos acima nominados.

    Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz Corregedor-Geral da Justia

    Adolfo Theodoro Naujorks Neto Juiz Auxiliar da Corregedoria

  • Este dirio foi assinado digitalmente consoante a Lei 11.419/06. O documento eletrnico pode ser encontrado no stio do Tribunal de Justia do Estado de Rondnia, endereo: http://www.tjro.jus.br/novodiario/

    5DIARIO DA JUSTIAANO XXXVI NMERO 126 QUARTA-FEIRA, 11-07-2018ATA DA CORREIO REALIZADA NA 3 VARA CVEL DA COMARCA DE CACOAL/RO

    Processo N 0001635-84.2018.8.22.8800

    Aos vinte e oito dias do ms de junho de dois mil e dezoito (28/06/2018), de ordem do Corregedor-Geral da Justia, Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz, com a coordenao dos Juzes Auxiliares da Corregedoria, Cristiano Gomes Mazzini e Adolfo Theodoro Naujorks Neto, procedeu-se CORREIO VIRTUAL na Cacoal - 3 Vara Cvel, designada pela Portaria Corregedoria N 157/2018, publicada no DJE N 104, de 08 de junho de 2018. Inicialmente, houve anlise do Questionrio de Atividades encaminhado pela Corregedoria, sobre as funes administrativas do magistrado, da serventia e dos ofcios de Justia em geral, a partir da compilao dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PJePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatrio. Compem esta Correio os seguintes documentos: Ata, Relatrio (coleta de dados - que demonstram graficamente a evoluo dos nmeros da Unidade Jurisdicional inspecionada) e do Anexo I - Processos Arquivados com Saldo de Depsito Judicial. Todas as sugestes, recomendaes e determinaes constam no relatrio e no anexo I. Consigna-se que todas as determinaes devero ser cumpridas no prazo de 60 (sessenta) dias, caso outro no tenha sido mencionado no prprio relatrio. Nada mais havendo, aos vinte e oito dias do ms de junho de dois mil e dezoito (28/06/2018), lavrou-se a presente ata que, depois de lida e achada em conformidade, vai assinada pelos acima nominados, alm do(a) Juiz(a) Titular da unidade e do(a) Diretor(a) de Cartrio.

    Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz Corregedor-Geral da Justia

    Adolfo Theodoro Naujorks NetoJuiz Auxiliar da Corregedoria

    ATA DA CORREIO REALIZADA NA 3 VARA CVEL DA COMARCA DE JI-PARAN/RO

    Processo N 0001642-76.2018.8.22.8800

    Aos vinte e cinco dias do ms de julho de dois mil e dezoito (25/06/2018), de ordem do Corregedor-Geral da Justia, Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz, com a coordenao dos Juzes Auxiliares da Corregedoria, Adolfo Theodoro Naujorks Neto e Cristiano Gomes Mazzini, procedeu-se CORREIO VIRTUAL na Ji-Paran - 3 Vara Cvel, designada pela Portaria Corregedoria N 157/2018, publicada no DJE N 104, de 08 de junho de 2018. Inicialmente, houve anlise do Questionrio de Atividades encaminhado pela Corregedoria, sobre as funes administrativas do magistrado, da serventia e dos ofcios de Justia em geral, a partir da compilao dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PJePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatrio. Compem esta Correio os seguintes documentos: Ata, Relatrio (coleta de dados - que demonstram graficamente a evoluo dos nmeros da Unidade Jurisdicional inspecionada) e do Anexo I - Processos Arquivados com Saldo de Depsito Judicial. Todas as sugestes, recomendaes e determinaes constam no relatrio e no anexo I. Consigna-se que todas as determinaes devero ser cumpridas no prazo de 60 (sessenta) dias, caso outro no tenha sido mencionado no prprio relatrio. Nada mais havendo, aos vinte e cinco dias do ms de julho de dois mil e dezoito (25/06/2018), lavrou-se a presente ata que, depois de lida e achada em conformidade, vai assinada pelos acima nominados, alm do(a) Juiz(a) Titular da unidade e do(a) Diretor(a) de Cartrio.

    Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz Corregedor-Geral da Justia

    Adolfo Theodoro Naujorks Neto Juiz Auxiliar da Corregedoria

    ATA DA CORREIO REALIZADA NA 3 VARA CVEL DA COMARCA DE VILHENA/RO

    Processo N 0001298-95.2018.8.22.8800

    Aos vinte e trs dias do ms de maio de dois mil e dezoito (23/05/2018), de ordem do Corregedor-Geral da Justia, Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz, com a coordenao dos Juzes Auxiliares da Corregedoria, Cristiano Gomes Mazzini e Adolfo Theodoro Naujorks Neto, procedeu-se CORREIO VIRTUAL na 3 Vara Cvel de Vilhena, designada pela Portaria Corregedoria N 142, publicada no DJE N 82, de 21 de maio de 2018. Inicialmente, houve anlise do Questionrio de Atividades encaminhado pelo Corregedoria, sobre as funes administrativas do magistrado, da serventia e dos ofcios de Justia em geral, a partir da compilao dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PjePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatrio. Compem esta Correio os seguintes documentos: Ata, Relatrio (coleta de dados - que demonstram graficamente a evoluo dos nmeros da Unidade Jurisdicional inspecionada) e do Anexo I - Processos Arquivados com Saldo de Depsito Judicial. Todas as sugestes, recomendaes e determinaes constam no relatrio e no anexo I. Consigna-se que todas as determinaes devero ser cumpridas no prazo de 60 (sessenta) dias, caso outro no tenha sido mencionado no prprio relatrio. Nada mais havendo, aos vinte e trs dias do ms de maio de dois mil e dezoito (23/05/2018), lavrou-se a presente ata que, depois de lida e achada em conformidade, vai assinada pelos acima nominados

    Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz Corregedor-Geral da Justia

    Adolfo Theodoro Naujorks NetoJuiz Auxiliar da Corregedoria

  • Este dirio foi assinado digitalmente consoante a Lei 11.419/06. O documento eletrnico pode ser encontrado no stio do Tribunal de Justia do Estado de Rondnia, endereo: http://www.tjro.jus.br/novodiario/

    6DIARIO DA JUSTIAANO XXXVI NMERO 126 QUARTA-FEIRA, 11-07-2018ATA DA CORREIO REALIZADA NA 4 VARA CVEL DA COMARCA DE CACOAL/RO

    Processo N 0001636-69.2018.8.22.8800

    Aos vinte e nove dias do ms de junho de dois mil e dezoito (29/06/2018), de ordem do Corregedor-Geral da Justia, Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz, com a coordenao dos Juzes Auxiliares da Corregedoria, Adolfo Theodoro Naujorks Neto e Cristiano Gomes Mazzini, procedeu-se CORREIO VIRTUAL na Cacoal - 4 Vara Cvel, designada pela Portaria Corregedoria N 157/2018, publicada no DJE N 104, de 29 de junho de 2018. Inicialmente, houve anlise do Questionrio de Atividades encaminhado pela Corregedoria, sobre as funes administrativas do magistrado, da serventia e dos ofcios de Justia em geral, a partir da compilao dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PJePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatrio. Compem esta Correio os seguintes documentos: Ata, Relatrio (coleta de dados - que demonstram graficamente a evoluo dos nmeros da Unidade Jurisdicional inspecionada) e do Anexo I - Processos Arquivados com Saldo de Depsito Judicial. Todas as sugestes, recomendaes e determinaes constam no relatrio e no anexo I. Consigna-se que todas as determinaes devero ser cumpridas no prazo de 60 (sessenta) dias, caso outro no tenha sido mencionado no prprio relatrio. Nada mais havendo, aos vinte e nove dias do ms de junho de dois mil e dezoito (29/06/2018), lavrou-se a presente ata que, depois de lida e achada em conformidade, vai assinada pelos acima nominados, alm do(a) Juiz(a) Titular da unidade e do(a) Diretor(a) de Cartrio.

    Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz Corregedor-Geral da Justia

    Adolfo Theodoro Naujorks Neto Juiz Auxiliar da Corregedoria

    ATA DA CORREIO REALIZADA NA 4 VARA CVEL DA COMARCA DE JI-PARAN/RO

    Processo N 0001643-61.2018.8.22.8800

    Aos vinte e cinco dias do ms de junho de dois mil e dezoito (25/06/2018), de ordem do Corregedor-Geral da Justia, Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz, com a coordenao dos Juzes Auxiliares da Corregedoria, Cristiano Gomes Mazzini e Adolfo Theodoro Naujorks Neto, procedeu-se CORREIO VIRTUAL na 4 Vara Cvel de Ji-Paran, designada pela Portaria Corregedoria N 157/2018, publicada no DJE N 104, de 08 de junho de 2018. Inicialmente, houve anlise do Questionrio de Atividades encaminhado pela Corregedoria, sobre as funes administrativas do magistrado, da serventia e dos ofcios de Justia em geral, a partir da compilao dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PJePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatrio. Compem esta Correio os seguintes documentos: Ata, Relatrio (coleta de dados - que demonstram graficamente a evoluo dos nmeros da Unidade Jurisdicional inspecionada) e do Anexo I - Processos Arquivados com Saldo de Depsito Judicial. Todas as sugestes, recomendaes e determinaes constam no relatrio e no anexo I. Consigna-se que todas as determinaes devero ser cumpridas no prazo de 60 (sessenta) dias, caso outro no tenha sido mencionado no prprio relatrio. Nada mais havendo, aos vinte e cinco dias do ms de junho de dois mil e dezoito (25/06/2018), lavrou-se a presente ata que, depois de lida e achada em conformidade, vai assinada pelos acima nominados, alm do(a) Juiz(a) Titular da unidade e do(a) Diretor(a) de Cartrio.

    Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz Corregedor-Geral da Justia

    Adolfo Theodoro Naujorks Netouiz Auxiliar da Corregedoria

    ATA DA CORREIO REALIZADA NA 4 VARA CVEL DA COMARCA DE VILHENA/RO

    Processo N 0001299-80.2018.8.22.8800

    Aos vinte e oito dias do ms de maio de dois mil e dezoito (28/05/2018), de ordem do Corregedor-Geral da Justia Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz, com a coordenao dos Juzes Auxiliares da Corregedoria, Cristiano Gomes Mazzini e Adolfo Theodoro Naujorks Neto, procedeu-se CORREIO VIRTUAL na 4 Vara Cvel de Vilhena, designada pela Portaria Corregedoria N 142, publicada no DJE N 82, de 24 de maio de 2018. Inicialmente, houve anlise do Questionrio de Atividades encaminhado pelo Corregedoria, sobre as funes administrativas do magistrado, da serventia e dos ofcios de Justia em geral, a partir da compilao dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PjePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatrio. Compem esta Correio os seguintes documentos: Ata, Relatrio (coleta de dados - que demonstram graficamente a evoluo dos nmeros da Unidade Jurisdicional inspecionada) e do Anexo I - Processos Arquivados com Saldo de Depsito Judicial. Todas as sugestes, recomendaes e determinaes constam no relatrio e no anexo I. Consigna-se que todas as determinaes devero ser cumpridas no prazo de 60 (sessenta) dias, caso outro no tenha sido mencionado no prprio relatrio. Nada mais havendo, aos vinte e oito dias do ms de maio de dois mil e dezoito (28/05/2018), lavrou-se a presente ata que, depois de lida e achada em conformidade, vai assinada pelos acima nominados.

    Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz Corregedor-Geral da Justia

    Adolfo Theodoro Naujorks NetoJuiz Auxiliar da Corregedoria

  • Este dirio foi assinado digitalmente consoante a Lei 11.419/06. O documento eletrnico pode ser encontrado no stio do Tribunal de Justia do Estado de Rondnia, endereo: http://www.tjro.jus.br/novodiario/

    7DIARIO DA JUSTIAANO XXXVI NMERO 126 QUARTA-FEIRA, 11-07-2018ATA DA CORREIO REALIZADA NOS JUIZADOS ESPECIAIS DA COMARCA DE CACOAL/RO

    Processo N 0001639-24.2018.8.22.8800

    Aos trs dias do ms de julho de dois mil e dezoito (03/07/2018), de ordem do Corregedor-Geral da Justia, Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz, com a coordenao dos Juzes Auxiliares da Corregedoria, Adolfo Theodoro Naujorks Neto e Cristiano Gomes Mazzini, procedeu-se CORREIO VIRTUAL no Juizado Especial Cvel, Criminal e da Fazenda Pblica de Cacoal, designada pela Portaria Corregedoria N 157/2018, publicada no DJE N 104, de 02 de julho de 2018. Inicialmente, houve anlise do Questionrio de Atividades encaminhado pela Corregedoria, sobre as funes administrativas do magistrado, da serventia e dos ofcios de Justia em geral, a partir da compilao dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PJePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatrio. Compem esta Correio os seguintes documentos: Ata, Relatrio (coleta de dados - que demonstram graficamente a evoluo dos nmeros da Unidade Jurisdicional inspecionada) e do Anexo I - Processos Arquivados com Saldo de Depsito Judicial. Todas as sugestes, recomendaes e determinaes constam no relatrio e no anexo I. Consigna-se que todas as determinaes devero ser cumpridas no prazo de 60 (sessenta) dias, caso outro no tenha sido mencionado no prprio relatrio. Nada mais havendo, aos trs dias do ms de julho de dois mil e dezoito (03/07/2018), lavrou-se a presente ata que, depois de lida e achada em conformidade, vai assinada pelos acima nominados, alm do(a) Juiz(a) Titular da unidade e do(a) Diretor(a) de Cartrio.

    Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz Corregedor-Geral da Justia

    Adolfo Theodoro Naujorks NetoJuiz Auxiliar da Corregedoria

    ATA DA CORREIO REALIZADA NOS JUIZADOS ESPECIAIS DA COMARCA DE JI-PARAN/RO

    Processo N 0001645-31.2018.8.22.8800

    Aos vinte e seis dias do ms de junho de dois mil e dezoito (26/06/2018), de ordem do Corregedor-Geral da Justia, Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz, com a coordenao dos Juzes Auxiliares da Corregedoria, Adolfo Theodoro Naujorks Neto e Cristiano Gomes Mazzini, procedeu-se CORREIO VIRTUAL na Ji-Paran - Juizado Especial Cvel, Criminal e da Fazenda Pblica, designada pela Portaria Corregedoria N 157/2018, publicada no DJE N 104, de 26 de junho de 2018. Inicialmente, houve anlise do Questionrio de Atividades encaminhado pela Corregedoria, sobre as funes administrativas do magistrado, da serventia e dos ofcios de Justia em geral, a partir da compilao dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PJePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatrio. Compem esta Correio os seguintes documentos: Ata, Relatrio (coleta de dados - que demonstram graficamente a evoluo dos nmeros da Unidade Jurisdicional inspecionada) e do Anexo I - Processos Arquivados com Saldo de Depsito Judicial. Todas as sugestes, recomendaes e determinaes constam no relatrio e no anexo I. Consigna-se que todas as determinaes devero ser cumpridas no prazo de 60 (sessenta) dias, caso outro no tenha sido mencionado no prprio relatrio. Nada mais havendo, aos vinte e seis dias do ms de junho de dois mil e dezoito (26/06/2018), lavrou-se a presente ata que, depois de lida e achada em conformidade, vai assinada pelos acima nominados, alm do(a) Juiz(a) Titular da unidade e do(a) Diretor(a) de Cartrio.

    Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz Corregedor-Geral da Justia

    Adolfo Theodoro Naujorks NetoJuiz Auxiliar da Corregedoria

    ATA DA CORREIO REALIZADA NOS JUIZADOS ESPECIAIS DA COMARCA DE VILHENA/RO

    Processo N 0001304-05.2018.8.22.8800

    Aos vinte e cinco dias do ms de maio de dois mil e dezoito (25/05/2018), de ordem do Corregedor-Geral da Justia, Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz, com a coordenao dos Juzes Auxiliares da Corregedoria, Cristiano Gomes Mazzini e Adolfo Theodoro Naujorks Neto, procedeu-se CORREIO VIRTUAL no Juizados Especiais de Vilhena, designada pela Portaria Corregedoria N 142, publicada no DJE N 82, de 21 de maio de 2018. Inicialmente, houve anlise do Questionrio de Atividades encaminhado pelo Corregedoria, sobre as funes administrativas do magistrado, da serventia e dos ofcios de Justia em geral, a partir da compilao dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PjePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatrio. Compem esta Correio os seguintes documentos: Ata, Relatrio (coleta de dados - que demonstram graficamente a evoluo dos nmeros da Unidade Jurisdicional inspecionada) e do Anexo I - Processos Arquivados com Saldo de Depsito Judicial. Todas as sugestes, recomendaes e determinaes constam no relatrio e no anexo I. Consigna-se que todas as determinaes devero ser cumpridas no prazo de 60 (sessenta) dias, caso outro no tenha sido mencionado no prprio relatrio. Nada mais havendo, aos vinte e dois dias do ms de maio de dois mil e dezoito (22/05/2018), lavrou-se a presente ata que, depois de lida e achada em conformidade, vai assinada pelos acima nominados

    Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz Corregedor-Geral da Justia

    Adolfo Theodoro Naujorks NetoJuiz Auxiliar da Corregedoria

  • Este dirio foi assinado digitalmente consoante a Lei 11.419/06. O documento eletrnico pode ser encontrado no stio do Tribunal de Justia do Estado de Rondnia, endereo: http://www.tjro.jus.br/novodiario/

    8DIARIO DA JUSTIAANO XXXVI NMERO 126 QUARTA-FEIRA, 11-07-2018ATA DA CORREIO REALIZADA NA 1 VARA GNRICA DA COMARCA DE CEREJEIRAS/RO

    Processo N 0001290-21.2018.8.22.8800

    Aos vinte e um dias do ms de maio de dois mil e dezoito (21/05/2018), de ordem do Corregedor-Geral da Justia, Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz, com a coordenao dos Juzes Auxiliares da Corregedoria, Cristiano Gomes Mazzini e Adolfo Theodoro Naujorks Neto, procedeu-se CORREIO VIRTUAL, NA 1 Vara Genrica da Comarca de Cerejeiras, designada pela Portaria Corregedoria N 142/2018, publicada no DJE N 82, de 04 de maio de 2018.Inicialmente, houve anlise do Questionrio de Atividades encaminhado pelo Corregedoria, sobre as funes administrativas do magistrado, da serventia e dos ofcios de Justia em geral, a partir da compilao dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PjePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatrio. Compem esta Correio os seguintes documentos: Ata, Relatrio (coleta de dados - que demonstram graficamente a evoluo dos nmeros da Unidade Jurisdicional inspecionada) e do Anexo I - Processos Arquivados com Saldo de Depsito Judicial. Todas as sugestes, recomendaes e determinaes constam no relatrio e no anexo I. Consigna-se que todas as determinaes devero ser cumpridas no prazo de 60 (sessenta) dias, caso outro no tenha sido mencionado no prprio relatrio. Nada mais havendo, aos vinte e um dias do ms de maio de dois mil e dezoito (21/05/2018), lavrou-se a presente ata que, depois de lida e achada em conformidade, vai assinada pelos acima nominados.

    Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz Corregedor-Geral da Justia

    Adolfo Theodoro Naujorks NetoJuiz Auxiliar da Corregedoria

    ATA DA CORREIO REALIZADA NA 2 VARA CRIMINAL DA COMARCA DE VILHENA/RO

    Processo N 0001302-35.2018.8.22.8800

    Aos vinte e cinco dias do ms de maio de dois mil e dezoito (25/05/2018) , de ordem do Corregedor-Geral da Justia, Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz, com a coordenao dos Juzes Auxiliares da Corregedoria, Cristiano Gomes Mazzini e Adolfo Theodoro Naujorks Neto, procedeu-se CORREIO VIRTUAL na 2 Vara Criminal de Vilhena, designada pela Portaria Corregedoria N 142, publicada no DJE N 82, de 04 de maio de 2018. Inicialmente, houve anlise do Questionrio de Atividades encaminhado pelo Corregedoria, sobre as funes administrativas do magistrado, da serventia e dos ofcios de Justia em geral, a partir da compilao dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PjePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatrio. Compem esta Correio os seguintes documentos: Ata, Relatrio (coleta de dados - que demonstram graficamente a evoluo dos nmeros da Unidade Jurisdicional inspecionada) e do Anexo I - Processos Arquivados com Saldo de Depsito Judicial. Todas as sugestes, recomendaes e determinaes constam no relatrio e no anexo I. Consigna-se que todas as determinaes devero ser cumpridas no prazo de 60 (sessenta) dias, caso outro no tenha sido mencionado no prprio relatrio. Nada mais havendo,aos vinte e cinco dias do ms de maio de dois mil e dezoito (25/05/2018), lavrou-se a presente ata que, depois de lida e achada em conformidade, vai assinada pelos acima nominados.

    Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz Corregedor-Geral da Justia

    Adolfo Theodoro Naujorks NetoJuiz Auxiliar da Corregedoria

    ATA DA CORREIO REALIZADA NA 1 VARA CRIMINAL DA COMARCA DE PIMENTA BUENO/RO

    Processo N 0001631-47.2018.8.22.8800

    Aos dezenove dias do ms de junho de dois mil e dezoito (19/06/2018), de ordem do Corregedor-Geral da Justia, Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz, com a coordenao dos Juzes Auxiliares da Corregedoria, Cristiano Gomes Mazzini e Adolfo Theodoro Naujorks Neto, procedeu-se CORREIO VIRTUAL na 1 Vara Criminal de Pimenta Bueno , designada pela Portaria Corregedoria N 157/2018, publicada no DJE N 104, de 08 de junho de 2018. Inicialmente, houve anlise do Questionrio de Atividades encaminhado pela Corregedoria, sobre as funes administrativas do magistrado, da serventia e dos ofcios de Justia em geral, a partir da compilao dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PJePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatrio. Compem esta Correio os seguintes documentos: Ata, Relatrio (coleta de dados - que demonstram graficamente a evoluo dos nmeros da Unidade Jurisdicional inspecionada) e do Anexo I - Processos Arquivados com Saldo de Depsito Judicial. Todas as sugestes, recomendaes e determinaes constam no relatrio e no anexo I. Consigna-se que todas as determinaes devero ser cumpridas no prazo de 60 (sessenta) dias, caso outro no tenha sido mencionado no prprio relatrio. Nada mais havendo, aos dezenove dias do ms de junho de dois mil e dezoito (19/06/2018), lavrou-se a presente ata que, depois de lida e achada em conformidade, vai assinada pelos acima nominados.

    Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz Corregedor-Geral da Justia

    Adolfo Theodoro Naujorks NetoJuiz Auxiliar da Corregedoria

  • Este dirio foi assinado digitalmente consoante a Lei 11.419/06. O documento eletrnico pode ser encontrado no stio do Tribunal de Justia do Estado de Rondnia, endereo: http://www.tjro.jus.br/novodiario/

    9DIARIO DA JUSTIAANO XXXVI NMERO 126 QUARTA-FEIRA, 11-07-2018ATA DA CORREIO REALIZADA NA 1 VARA CRIMINAL DA COMARCA DE ROLIM DE MOURA/RO

    Processo N 0001315-34.2018.8.22.8800

    Aos trinta dias do ms de maio de dois mil e dezoito (30/05/2018), de ordem do Corregedor-Geral da Justia, Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz, com a coordenao dos Juzes Auxiliares da Corregedoria, Cristiano Gomes Mazzini e Adolfo Theodoro Naujorks Neto, procedeu-se CORREIO VIRTUAL na Rolim de Moura - 1 Vara Criminal, designada pela Portaria Corregedoria N 142/2018, publicada no DJE N 82, de 04 de maio de 2018. Inicialmente, houve anlise do Questionrio de Atividades encaminhado pela Corregedoria, sobre as funes administrativas do magistrado, da serventia e dos ofcios de Justia em geral, a partir da compilao dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PJePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatrio. Compem esta Correio os seguintes documentos: Ata, Relatrio (coleta de dados - que demonstram graficamente a evoluo dos nmeros da Unidade Jurisdicional inspecionada) e do Anexo I - Processos Arquivados com Saldo de Depsito Judicial. Todas as sugestes, recomendaes e determinaes constam no relatrio e no anexo I. Consigna-se que todas as determinaes devero ser cumpridas no prazo de 60 (sessenta) dias, caso outro no tenha sido mencionado no prprio relatrio. Nada mais havendo, aos trinta dias do ms de maio de dois mil e dezoito (30/05/2018), lavrou-se a presente ata que, depois de lida e achada em conformidade, vai assinada pelos acima nominados.

    Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz Corregedor-Geral da Justia

    Adolfo Theodoro Naujorks NetoJuiz Auxiliar da Corregedoria

    ATA DA CORREIO REALIZADA NA 2 VARA CVEL DA COMARCA DE PIMENTA BUENO/RO

    Processo N 0001630-62.2018.8.22.8800

    Aos vinte dias do ms de junho de dois mil e dezoito (20/06/2018), de ordem do Corregedor-Geral da Justia, Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz, com a coordenao dos Juzes Auxiliares da Corregedoria, Adolfo Theodoro Naujorks Neto e Cristiano Gomes Mazzini, procedeu-se CORREIO VIRTUAL na 2 Vara Cvel de Pimenta Bueno, designada pela Portaria Corregedoria N 157/2018, publicada no DJE N 104, de 08 de junho de 2018. Inicialmente, houve anlise do Questionrio de Atividades encaminhado pela Corregedoria, sobre as funes administrativas do magistrado, da serventia e dos ofcios de Justia em geral, a partir da compilao dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PJePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatrio. Compem esta Correio os seguintes documentos: Ata, Relatrio (coleta de dados - que demonstram graficamente a evoluo dos nmeros da Unidade Jurisdicional inspecionada) e do Anexo I - Processos Arquivados com Saldo de Depsito Judicial. Todas as sugestes, recomendaes e determinaes constam no relatrio e no anexo I. Consigna-se que todas as determinaes devero ser cumpridas no prazo de 60 (sessenta) dias, caso outro no tenha sido mencionado no prprio relatrio. Nada mais havendo, vinte dias do ms de junho de dois mil e dezoito (20/06/2018), lavrou-se a presente ata que, depois de lida e achada em conformidade, vai assinada pelos acima nominados, alm do(a) Juiz(a) Titular da unidade e do(a) Diretor(a) de Cartrio.

    Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz

    Corregedor-Geral da Justia

    Adolfo Theodoro Naujorks NetoJuiz Auxiliar da Corregedoria

    ATA DA CORREIO REALIZADA NA VARA NICA DA COMARCA DE ALTA FLORESTA DO OESTE/RO

    Processo N 0001308-42.2018.8.22.8800

    Aos vinte e nove dias do ms de maio de dois mil e dezoito (29/05/2018), de ordem do Corregedor-Geral da Justia Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz, com coordenao dos Juzes Auxiliares da Corregedoria, Adolfo Theodoro Naujorks Neto e Cristiano Gomes Mazzini, procedeu-se CORREIO VIRTUAL na Vara nica de Alta Floresta do Oeste, designada pela Portaria Corregedoria N 142/2018, publicada no DJE N 82, de 04 de maio de 2018. Inicialmente, houve anlise do Questionrio de Atividades encaminhado pelo Corregedoria, sobre as funes administrativas do magistrado, da serventia e dos ofcios de Justia em geral, a partir da compilao dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PjePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatrio. Compem esta Correio os seguintes documentos: Ata, Relatrio (coleta de dados - que demonstram graficamente a evoluo dos nmeros da Unidade Jurisdicional inspecionada) e do Anexo I - Processos Arquivados com Saldo de Depsito Judicial. Todas as sugestes, recomendaes e determinaes constam no relatrio e no anexo I. Consigna-se que todas as determinaes devero ser cumpridas no prazo de 60 (sessenta) dias, caso outro no tenha sido mencionado no prprio relatrio. Nada mais havendo, aos vinte e nove dias do ms de maio de dois mil e dezoito (29/05/2018), lavrou-se a presente ata que, depois de lida e achada em conformidade, vai assinada pelos acima nominados.

    Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz Corregedor-Geral da Justia

    Adolfo Theodoro Naujorks NetoJuiz Auxiliar da Corregedoria

  • Este dirio foi assinado digitalmente consoante a Lei 11.419/06. O documento eletrnico pode ser encontrado no stio do Tribunal de Justia do Estado de Rondnia, endereo: http://www.tjro.jus.br/novodiario/

    10DIARIO DA JUSTIAANO XXXVI NMERO 126 QUARTA-FEIRA, 11-07-2018ATA DA CORREIO REALIZADA NA VARA NICA DA COMARCA DE NOVA BRASILNDIA DO OESTE/RO

    Processo N 0001311-94.2018.8.22.8800

    Aos trinta dias do ms de maio de dois mil e dezoito (30/05/2018), de ordem do Corregedor-Geral da Justia, Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz, com a coordenao dos Juzes Auxiliares da Corregedoria, Cristiano Gomes Mazzini e Adolfo Theodoro Naujorks Neto, procedeu-se CORREIO VIRTUAL na Nova Brasilndia do Oeste - Vara nica, designada pela Portaria Corregedoria N 142/2018, publicada no DJE N 82, de 04 de maio de 2018. Inicialmente, houve anlise do Questionrio de Atividades encaminhado pela Corregedoria, sobre as funes administrativas do magistrado, da serventia e dos ofcios de Justia em geral, a partir da compilao dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PJePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatrio. Compem esta Correio os seguintes documentos: Ata, Relatrio (coleta de dados - que demonstram graficamente a evoluo dos nmeros da Unidade Jurisdicional inspecionada) e do Anexo I - Processos Arquivados com Saldo de Depsito Judicial. Todas as sugestes, recomendaes e determinaes constam no relatrio e no anexo I. Consigna-se que todas as determinaes devero ser cumpridas no prazo de 60 (sessenta) dias, caso outro no tenha sido mencionado no prprio relatrio. Nada mais havendo, aos trinta dias do ms de maio de dois mil e dezoito (30/05/2018), lavrou-se a presente ata que, depois de lida e achada em conformidade, vai assinada pelos acima nominados.

    Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz Corregedor-Geral da Justia

    Adolfo Theodoro Naujorks Neto Juiz Auxiliar da Corregedoria

    ATA DA CORREIO REALIZADA NA VARA NICA DA COMARCA DE SANTA LUZIA DO OESTE/RO

    Processo N 0001310-12.2018.8.22.8800

    Aos trinta dias do ms de maio de dois mil e dezoito (30/05/2018), de ordem do Corregedor-Geral da Justia, Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz, com a coordenao dos Juzes Auxiliares da Corregedoria, Adolfo Theodoro Naujorks Neto e Cristiano Gomes Mazzini, procedeu-se CORREIO VIRTUAL na Santa Luzia do Oeste - Vara nica, designada pela Portaria Corregedoria N 142/2018, publicada no DJE N 82, de 04 de maio de 2018. Inicialmente, houve anlise do Questionrio de Atividades encaminhado pela Corregedoria, sobre as funes administrativas do magistrado, da serventia e dos ofcios de Justia em geral, a partir da compilao dos dados dos sistemas SAPPG, PROJUDI, PJePG, bem como, da consulta de amostras de processos selecionados no Relatrio. Compem esta Correio os seguintes documentos: Ata, Relatrio (coleta de dados - que demonstram graficamente a evoluo dos nmeros da Unidade Jurisdicional inspecionada) e do Anexo I - Processos Arquivados com Saldo de Depsito Judicial. Todas as sugestes, recomendaes e determinaes constam no relatrio e no anexo I. Consigna-se que todas as determinaes devero ser cumpridas no prazo de 60 (sessenta) dias, caso outro no tenha sido mencionado no prprio relatrio. Nada mais havendo, aos trinta dias do ms de maio de dois mil e dezoito (30/05/2018), lavrou-se a presente ata que, depois de lida e achada em conformidade, vai assinada pelos acima nominados, alm do(a) Juiz(a) Titular da unidade e do(a) Diretor(a) de Cartrio.

    Desembargador Jos Jorge Ribeiro da Luz Corregedor-Geral da Justia

    Adolfo Theodoro Naujorks Neto Juiz Auxiliar da Corregedoria

    TABELA DE FATORES

    TABELA DE FATORES DE ATUALIZAO MONETRIAPublicada de acordo com o Provimento 013/98-CG

    Ms de Referncia: JUNHO DE 2018

    1980 1981 1982 1983 1984 1985 1986 1987 1988 1989

    JAN 0,1420499 0,0938337 0,0476603 0,0238055 0,0091832 0,0028363 0,0008657 0,5331299 0,1160857 11,2308078

    FEV 0,1363213 0,0893649 0,0453907 0,0224580 0,0083636 0,0025189 0,0007448 0,4563766 0,0996351 7,8691198

    MAR 0,1314570 0,0839110 0,0432294 0,0210478 0,0074475 0,0022858 0,6512802 0,3815661 0,0844643 7,1446521

    ABR 0,1267676 0,0789377 0,0411708 0,0193099 0,0067705 0,0020282 0,6520156 0,3332030 0,0728077 6,7344733

    MAl 0,1222457 0,0744696 0,0390245 0,0177155 0,0062171 0,0018136 0,6469631 0,2754660 0,0610394 6,2759535

    JUN 0,1182267 0,0702545 0,0369901 0,0164033 0,0057090 0,0016487 0,6380280 0,2231547 0,0518250 5,7086685

    JUL 0,1145600 0,0662779 0,0350617 0,0152164 0,0052281 0,0015097 0,6300229 0,1890808 0,0433573 4,5730011

    AGO 0,1110072 0,0625265 0,0330771 0,0139600 0,0047399 0,0014028 0,6226075 0,1834835 0,0349543 3,5514152

    SET 0,1075644 0,0590987 0,0309132 0,0128664 0,0042856 0,0012968 0,6123197 0,1725117 0,0289693 2,7459043

  • Este dirio foi assinado digitalmente consoante a Lei 11.419/06. O documento eletrnico pode ser encontrado no stio do Tribunal de Justia do Estado de Rondnia, endereo: http://www.tjro.jus.br/novodiario/

    11DIARIO DA JUSTIAANO XXXVI NMERO 126 QUARTA-FEIRA, 11-07-2018

    OUT 0,1044310 0,0559116 0,0288909 0,0117501 0,0038784 0,0011886 0,6019477 0,1632381 0,0233605 2,0197723

    NOV 0,1011934 0,0528963 0,0270008 0,0107111 0,0034444 0,0010905 0,5907102 0,1495129 0,0183579 1,4676329

    DEZ 0,0980561 0,0501387 0,0253529 0,0098811 0,0031341 0,0009813 0,5718925 0,1325001 0,0144642 1,0377797

    1990 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999

    JAN 0,6758578 0,0356684 0,0061701 0,0004940 0,0190791 5,0027409 4,1197944 3,7755734 3,6185244 3,5307050

    FEV 0,4329383 0,0297460 0,0049000 0,0003836 0,0135006 4,9205675 4,0605109 3,7452370 3,5880262 3,5079036

    MAR 0,2505716 0,0244080 0,0039364 0,0003074 0,0096042 4,8723314 4,0318845 3,7284590 3,5687549 3,4632280

    ABR 0,1359438 0,0218338 0,0032366 0,0002410 0,0067125 4,8045867 4,0202259 3,7032767 3,5513533 3,4194589

    MAl 0,0938838 0,0207921 0,0026784 0,0001877 0,0046986 4,7140764 3,9831823 3,6811895 3,5354438 3,4034626

    JUN 0,0870342 0,0194901 0,0021513 0,0001481 0,0032920 4,5959603 3,9328419 3,6771447 3,5101706 3,4017617

    JUL 0,0794470 0,0175856 0,0017802 0,0001136 6,1069500 4,5138089 3,8812217 3,6643196 3,5049132 3,3993822

    AGO 0,0703569 0,0156818 0,0014582 0,0866833 5,7569288 4,4054352 3,8351993 3,6577356 3,5147545 3,3744115

    SET 0,0628019 0,0135633 0,0011915 0,0650092 5,4588742 4,3609535 3,8161187 3,6588333 3,5320616 3,3559538

    OUT 0,0556952 0,0117309 0,0009611 0,0479313 5,3776714 4,3105204 3,8153556 3,6551781 3,5430451 3,3429164

    NOV 0,0487698 0,0096886 0,0007623 0,0357376 5,2794732 4,2510063 3,8009121 3,6446087 3,5391520 3,3111296

    DEZ 0,0421957 0,0076601 0,0006203 0,0262777 5,1123010 4,1877710 3,7880328 3,6391500 3,5455339 3,2802948

    2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009

    JAN 3,2561989 3,0931289 2,8262784 2,4632020 2,2314868 2,1025339 2,0015105 1,9467406 1,8512933 1,7386064

    FEV 3,2364565 3,0694938 2,7963574 2,4038275 2,2131180 2,0906174 1,9939336 1,9372481 1,8386069 1,7275501

    MAR 3,2348391 3,0545266 2,7877155 2,3692367 2,2045203 2,0814589 1,9893581 1,9291457 1,8298238 1,7222113

    ABR 3,2306393 3,0399349 2,7705381 2,3372168 2,1920258 2,0663744 1,9840013 1,9206947 1,8205390 1,7187737

    MAl 3,2277343 3,0146122 2,7518257 2,3054022 2,1830752 2,0477400 1,9816233 1,9157138 1,8089617 1,7093722

    JUN 3,2293490 2,9975263 2,7493513 2,2828025 2,1743777 2,0335054 1,9790505 1,9107459 1,7917608 1,6991771

    JUL 3,2196899 2,9796484 2,7326819 2,2841730 2,1635599 2,0357448 1,9804368 1,9048409 1,7756028 1,6920704

    AGO 3,1755498 2,9469374 2,7016134 2,2832597 2,1478803 2,0351342 1,9782608 1,8987648 1,7653637 1,6881876

    SET 3,1375850 2,9238391 2,6785776 2,2791572 2,1371944 2,0351342 1,9786565 1,8876278 1,7616642 1,6868381

    OUT 3,1241512 2,9110305 2,6565284 2,2606201 2,1335673 2,0320861 1,9754957 1,8829205 1,7590256 1,6841435

    NOV 3,1191605 2,8839217 2,6154656 2,2518379 2,1299464 2,0203680 1,9670374 1,8772886 1,7502743 1,6801112

    DEZ 3,1101411 2,8471929 2,5297085 2,2435369 2,1206157 2,0095166 1,9588104 1,8692509 1,7436484 1,6739177

    2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019

    JAN 1,6699099 1,5685031 1,4786054 1,3923129 1,3189444 1,2416134 1,1157945 1,0469084 1,0257077

    FEV 1,6553429 1,5538964 1,4711028 1,3796203 1,3106871 1,2235055 1,0991967 1,0425297 1,0233540

    MAR 1,6438361 1,5455505 1,4653878 1,3724834 1,3023520 1,2094756 1,0888526 1,0400336 1,0215152

    ABR 1,6322471 1,5354167 1,4627548 1,3642976 1,2917596 1,1914842 1,0840826 1,0367162 1,0208007

    MAl 1,6204181 1,5244407 1,4534527 1,3562955 1,2817619 1,1830843 1,0771886 1,0358874 1,0186615

    JUN 1,6134801 1,5158007 1,4455025 1,3515650 1,2741172 1,1714866 1,0667346 1,0321716 1,0143000

    JUL 1,6152569 1,5124732 1,4417539 1,3477912 1,2708130 1,1625350 1,0617444 1,0352775 1,0000000

    AGO 1,6163883 1,5124732 1,4355809 1,3495456 1,2691631 1,1558312 1,0549925 1,0335205

    SET 1,6175206 1,5061474 1,4291497 1,3473898 1,2668827 1,1529488 1,0517321 1,0338306

    OUT 1,6088329 1,4994001 1,4202024 1,3437616 1,2607053 1,1470986 1,0508914 1,0340374

    NOV 1,5941666 1,4946173 1,4101901 1,3356144 1,2559327 1,1383335 1,0491079 1,0302256

    DEZ 1,5779141 1,4861463 1,4026160 1,3284408 1,2493114 1,1258367 1,0483740 1,0283745

  • Este dirio foi assinado digitalmente consoante a Lei 11.419/06. O documento eletrnico pode ser encontrado no stio do Tribunal de Justia do Estado de Rondnia, endereo: http://www.tjro.jus.br/novodiario/

    12DIARIO DA JUSTIAANO XXXVI NMERO 126 QUARTA-FEIRA, 11-07-2018Observao I - A atualizao dos dbitos compreender apenas uma operao matemtica: Multiplicar o valor a atualizar (observando o padro monetrio vigente poca) pelo fator do ms do termo inicial da dvida, encontrando-se o valor atualizado, j convertido automaticamente para o Real (no necessrio qualquer converso de moeda, porque a tabela leva em considerao as retiradas de trs zeros da moeda, ocorridas em fevereiro/67, maro/86, janeiro/89 e agosto/93 e a converso de Cruzeiro Real para Real ocorrida em julho/94). Essa tabela somente procede atualizao monetria devendo ser adicionados ainda os juros e outros acrscimos, conforme sentena.

    Observao II - Os fatores de atualizao monetria foram compostos pela aplicao dos seguintes indexadores, nos respectivos perodos:

    ORTN de outubro/64 a fevereiro/86OTN de maro/86 a dezembro/88 (pro rata de abril/86 a fevereiro/87)IPC-IBGE de 42.72% em janeiro/89IPC-IBGE de 10.14% em fevereiro/89BTN de maro/89 a fevereiro/90IPC-IBGE de maro/90 a fevereiro/91TR de maro/91 a junho/94IPC-r de julho/94 a junho/95INPC-IBGE de julho/95 em diante

    Observao III - Os fatores da tabela so vlidos para converso em Reais desde que a moeda correspondente aos respectivos valores histricos seja:

    Cr$ (Cruzeiro) para datas anteriores a 28.02.86. Cz$ (Cruzado) para datas entre 01.03.86 e 31.12.88. NCz$ ou Cr$ (Cruzado novo ou Cruzeiro) para datas entre 01.01.89 e 31.07.93. Se o valor histrico no perodo de 01 a 15.01.89 for expresso em Cz$, dividir o resultado obtido por 1000. CR$ (Cruzeiro Real) para datas entre 01.08.93 e 30.06.94. (Os valores em URV devem ser convertidos para Cruzeiros Reais antes de serem atualizados)

    R$ (Real) a partir de 01.07.94

    Observao IV - A Tabela de Atualizao de autoria de Gilberto da Silva Melo.

    O Provimento n 013/98 e a respectiva fundamentao para aplicao da presente tabela encontram-se publicados no D.J. n 181, de 25-09-98 e disposio na Corregedoria-Geral da Justia ou no site www.tj.ro.gov.br.

    Site: http://www.gilbertomelo.com.br

    Data: 11/07/2018

    EScOLA DA MAgISTRATURA DO ESTADO DE RONDNIA

    PORTARIAS

    Portaria Emeron N 125/2018O DIRETOR DA ESCOLA DA MAGISTRATURA DO ESTADO DE RONDNIA, no uso das atribuies que lhe so conferidas pela

    Resoluo n. 006/2015-PR, publicada no DJE n. 089 de 18/05/2015,Considerando o que consta na Resoluo n. 0020/2014-PR, de 22/09/2014, publicada no DJE 178, de 23/09/2014, alterada pela

    Resoluo n. 052/2015-PR, publicada no DJE n. 118, de 30/06/2015,Considerando o que consta na Instruo n. 001/2018-PR, de 20/06/2018, publicada no DJE 116, de 27/06/2018,Considerando o que consta no Documento de Solicitao de Dirias, processo eletrnico SEI n. 0001022-73.2018.8.22.8700,R E S O L V E:CONCEDER passagens areas de ida e volta senhora CAROLINA YUKARI VELUDO WATANABE, como Colaboradora deste

    Tribunal de Justia de Rondnia, pelo deslocamento cidade de Porto Velho, para proferir proferir palestra no II Congresso Internacional de Direitos Humanos e Desenvolvimento da Justia, no perodo de 07 a 11/08/2018.

    Registre-se.Cumpra-se.

    Documento assinado eletronicamente por ALBERTO NEY VIEIRA SILVA, Secretrio Geral da Emeron, em 10/07/2018, s 08:36, conforme art. 1, III, a, da Lei 11.419/2006. N de Srie do Certificado: 3979730683897995467

    Documento assinado eletronicamente por MARCOS ALAOR DINIZ GRANGEIA, Diretor (a) da Emeron, em 10/07/2018, s 09:48, conforme art. 1, III, a, da Lei 11.419/2006. N de Srie do Certificado: 1205063793781694265

    A autenticidade do documento pode ser conferida no site http://sei.tjro.jus.br/sei/controlador_externo.php?acao=documento_conferir&id_orgao_acesso_externo=1 informando o cdigo verificador 0777232 e o cdigo CRC D6393D8B.

  • Este dirio foi assinado digitalmente consoante a Lei 11.419/06. O documento eletrnico pode ser encontrado no stio do Tribunal de Justia do Estado de Rondnia, endereo: http://www.tjro.jus.br/novodiario/

    13DIARIO DA JUSTIAANO XXXVI NMERO 126 QUARTA-FEIRA, 11-07-2018

    SEcRETARIA JUDIcIRIA

    PJE INTEgRAO

    VIcE-PRESIDNcIA

    ESTADO DE RONDNIA PODER JUDICIRIOTRIBUNAL DE JUSTIAVice Presidncia do TJRO / Gabinete Vice Presidncia do TJRO Autos N. 0801499-70.2018.8.22.0000Classe: Agravo De Instrumento (202)Origem: 7007384-80.2017.8.22.0010 1 Vara Cvel De Rolim De MouraAgravante: Irineu Ferreira, Michely Silverio, Vera Lucia De Souza SoaresAdvogado(A): Valter Carneiro (OAB/RO 2466)Agravado: Ympactus Comercial S/A Data da Distribuio: 28/05/2018 14:58:21Relator: Desembargador Renato Martins MimessiIntimao Vistos.Trata-se de agravo de instrumento o interposto por Irineu Ferreira, Michely Silverio e Vera Lucia De Souza Soares inconformados com a deciso proferida pelo Juzo da 1 Vara Cvel da Comarca de Rolim De Moura, que indeferiu a benesse da gratuidade judiciria, nos autos do Cumprimento provisrio de sentena movida em desfavor de Ympactus Comercial Ltda (Telexfree) (autos n. 7007384-80.2017.8.22.0010).Aduzem os Agravantes em suas razes que propuseram demanda em face do Agravado, e o Juzo a quo indeferiu o pedido de gratuidade da justia, inclusive rejeitando embargos de declarao oposto.Sustentam que a deciso contraria norma prevista no art. 13 da Lei 3.896/2016, no havendo a cobrana de recolhimento de custas em cumprimento de sentena.Enfim, requer seja deferido efeito suspensivo, e ao final seja provido o recurso, a fim de reformar a deciso agravada e conceder-lhe a gratuidade da justia. o relatrio.Decido.Presente os pressupostos recebo o recurso.Trata-se de agravo de instrumento interposto conta deciso de 1 grau que indeferiu pedido de gratuidade da justia.No formalizada a angularizao da relao processual, desnecessrio a manifestao da parte agravada.Estando os autos aptos a serem julgado, deixo de apreciar a liminar e passo anlise do mrito. sabido que a concesso de tutela acautelatria em agravo de instrumento tem por objetivo resguardar a situao das partes at a soluo final do litgio.O artigo 1.019 do Novo Cdigo de Processo Civil (Lei n. 13.105/2015), confere ao Relator do agravo de instrumento competncia para suspender o cumprimento da deciso agravada, desde que susceptvel de causar graves danos.Pretende o agravante ver reformada a deciso de primeira instncia que indeferiu seu requerimento de justia gratuita.Pois bem.Inicialmente necessrio prestar alguns esclarecimentos.A luz da Lei n. 1.060/50, a hipossuficincia no significa dizer estado de miserabilidade da parte, mas to somente que esta no possui naquele momento disponibilidade financeira para arcar com os custos inerentes s despesas processuais sem que isso afete sensivelmente sua prpria mantena ou de sua famlia.A aludida lei, concerne ao julgador, inadmitir a concesso do benefcio quando houver nos autos latente contradio entre seu pedido e os documentos ali contidos.

    certa a previso constitucional e legal que resguarda o direito assistncia judiciria gratuita a quem dela necessite e que ser deferida a quem comprovar a insuficincia de recursos.Do mesmo modo, estabelece o art. 98 do CPC, que a pessoa natural ou jurdica, brasileira ou estrangeira, com insuficincia de recursos para pagar custas, as despesas processuais e os honorrios advocatcios tm direito gratuidade, na forma da lei.Alm disso, o entendimento j consolidado por esta Egrgia Corte, em sede de incidente de uniformizao de jurisprudncia, no sentido de que a simples declarao de pobreza aliada situao ftica apresentada pode ser o suficiente para o deferimento do benefcio, como tambm possvel que o magistrado investigue a real situao do requerente, exigindo a respectiva prova, quando os fatos levantarem dvidas acerca da hipossuficincia alegada. (Incidente de Uniformizao de Jurisprudncia n. 0011698-29.2014.8.22.0000, Rel. Des. Raduan Miguel Filho, Cmaras Cveis Reunidas, J. 05/12/2014).Ressalto que, a simples declarao de pobreza no goza de presuno absoluta, mas relativa. E nesse sentido jurisprudncia desta Corte:Gratuidade processual. Indeferida. Declarao de pobreza. Presuno no absoluta.Por certo, em princpio, suficiente a declarao de necessidade, tal qual dispe o art. 4 Lei n 1.060/50, hoje encontrada no 3 do art. 99, CPC/15, para deferimento do benefcio da gratuidade de justia. No entanto, a presuno por ela gerada no absoluta, cedendo ante elementos demonstrativos em contrrio, tal como se d no caso dos autos, em que configurada a necessidade da parte. (Apelao, Processo n 0006827-50.2014.822.0001, Tribunal de Justia do Estado de Rondnia, 1 Cmara Cvel, Relator(a) do Acrdo: Des. Raduan Miguel Filho, Data de julgamento: 21/06/2017).Estelionato. Presena dos Elementos do Tipo. Vantagem Ilcita. Induzimento a Erro. Meio Fraudulento. Conto do Bilhete. Prejuzo da Vtima. Autoria. Materialidade. Palavra da vtima. Relevncia. Substituio da pena restritiva de direitos por multa. Impossibilidade. Ao ru no cabe escolher a pena substitutiva a ser aplicada. Justia gratuita. Advogado particular. Comerciante. Indcios de arcar com as custas processuais. Recurso no provido. [...]O benefcio da justia gratuita apenas pode ser concedido queles que no tm condies de arcar com os custos do processo, sem prejuzo para seu sustento e de sua famlia. A declarao de pobreza feita por pessoa fsica possui presuno apenas relativa de veracidade.Recurso no provido.(Apelao, Processo n 0002520-79.2016.822.0002, Tribunal de Justia do Estado de Rondnia, 2 Cmara Criminal, Relator(a) do Acrdo: Des. Miguel Mnico Neto, Data de julgamento: 28/06/2017).Colaciono tambm jurisprudncia do STJ, in verbis:PROCESSUAL CIVIL. AGRAVO INTERNO NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL. JULGAMENTO MONOCRTICO. CABIMENTO. ARGUMENTAO RECURSAL DEFICIENTE. SMULA 284/STF. JUSTIA GRATUITA. DECLARAO DE POBREZA. INDEFERIMENTO DO BENEFCIO. POSSIBILIDADE.1. No est o relator do recurso no Superior Tribunal de Justia, na vigncia do novo Cdigo de Processo Civil, impedido de realizar o julgamento monocrtico com base na jurisprudncia dominante desta Corte. Inteligncia dos arts. 932, VIII, do CPC/2015 e 253, pargrafo nico, II, b, e 255, 4, II, do RISTJ.2. inadmissvel o recurso extraordinrio, quando a deficincia na sua fundamentao no permitir a exata compreenso da controvrsia (Smula 284/STF).3. A declarao de hipossuficincia estabelecida pelo art. 4 da Lei n. 1.060/1950 goza de presuno relativa de veracidade, podendo o magistrado, em razo de fundadas razes, indeferir ou revogar o benefcio. Precedentes.4. Agravo interno a que se nega provimento.(AgInt no AREsp 1066117/SP, Rel. Ministro OG FERNANDES, SEGUNDA TURMA, julgado em 12/12/2017, DJe 19/12/2017)

  • Este dirio foi assinado digitalmente consoante a Lei 11.419/06. O documento eletrnico pode ser encontrado no stio do Tribunal de Justia do Estado de Rondnia, endereo: http://www.tjro.jus.br/novodiario/

    14DIARIO DA JUSTIAANO XXXVI NMERO 126 QUARTA-FEIRA, 11-07-2018

    AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO (ART. 544 DO CPC/73) - INDEFERIMENTO DO BENEFCIO DE GRATUIDADE DE JUSTIA - DECISO MONOCRTICA QUE CONHECEU DO AGRAVO PARA NEGAR SEGUIMENTO AO RECLAMO.IRRESIGNAO DO REQUERENTE.1. Embora milite em favor do declarante a presuno acerca do estado de hipossuficincia, essa no absoluta, no sendo defeso ao juiz a anlise do conjunto ftico-probatrio que circunda as alegaes da parte (art. 5, caput, da Lei n. 1.060/50).2. Rever os fundamentos que ensejaram o indeferimento do pedido de justia gratuita exigiria reapreciao da situao ftica, o que vedado em sede de recurso especial, a teor da Smula 7 do Superior Tribunal de Justia.3. A declarao de pobreza implica simples presuno juris tantum, suscetvel de ser elidida pelo magistrado se tiver fundadas razes para declarar que o requerente no se encontra no estado de miserabilidade anunciado (REsp 1.019.233/SP, Relator Ministro Mauro Campbell Marques, Segunda Turma, julgado em 09/12/2008, DJe 06/02/2009).4. Agravo regimental desprovido.(AgRg no AREsp 808.673/RJ, Rel. Ministro MARCO BUZZI, QUARTA TURMA, julgado em 08/02/2018, DJe 23/02/2018)No caso em tela, os Agravantes afirmam no possuem condies de arcar com os encargos decorrentes do processo, sem que haja prejuzo a sua prpria subsistncia e de sua famlia, no entanto, dos documentos apresentados no identifico a presena dos pressupostos necessrios a concesso da benesse requerida, limitando-se apenas a apresentar declarao de pobreza.Da declarao de hipossuficincia apresentada. Como dito acima, a afirmao/declarao de hipossuficincia, de per si, no goza de presuno absoluta de veracidade, cabendo a parte interessada comprovar a falta de recursos que o impedem de pagar as custas processuais.Assevero que no h nos autos outros documentos capazes de demonstrar a insuficincia de recursos, mesmo que momentnea, como despesas habituais, que o impeam de arcar com as custas do processo e que lhe cause prejuzo a subsistncia. certo que deveria a parte Agravante ter apresentado documentos que comprovassem a alegada hipossuficincia, uma vez que insatisfeito com a deciso do Juzo a quo.Nesse sentido o art. 1.017 do Cdigo de Processo Civil, faculta a parte a apresentao de outras peas que reputar teis ao deferimento do pedido.Portanto, no caso, entendo que ausente a comprovao da situao de hipossuficincia, no h como ser deferido o pedido da gratuidade, impondo-se a manuteno da deciso agravada.Ademais, no tocante a proibio de cobrana de custas em fase de cumprimento de sentena, entendo inaplicvel a regra prevista no art. 13 da Lei 3.896/2016, visto tratar-se de ao de liquidao de sentena coletiva, na qual cabia a cada exequente, individualmente, ajuizar demanda autnoma de execuo, consubstanciado no negcio jurdico que realizou com a empresa executada. Portanto, o presente caso, no se refere a mera fase procedimental, mas sim de ao executiva autnoma. Nesse sentido:AGRAVO DE INSTRUMENTO - CUMPRIMENTO INDIVIDUAL DE SENTENA COLETIVA 1. DECISO AGRAVADA QUE INDEFERIU O PEDIDO DE ASSISTNCIA JUDICIRIA GRATUITA. 2. CUSTAS INICIAIS EM CUMPRIMENTO DE SENTENA - EXIGIBILIDADE -PARTE QUE NO COMPS O PLO ATIVO DA AO CIVIL PBLICA ORIGINRIA. RECURSO DESPROVIDO.1. Hodiernamente, o deferimento do pedido de assistncia judiciria no est mais condicionado ao simples pedido acompanhado de declarao de insuficincia econmica. necessrio que o requerente demonstre efetivamente no ter condies de arcar com as custas processuais sem isso lhe cause os prejuzos descritos no nico do artigo 2 da Lei 1.060/1950. 2. Alm disso, a alterao promovida pela Lei n 11.232/05, que transformou a execuo da sentena como uma fase do processo, tornando desnecessrio o ajuizamento de ao autnoma de

    execuo, como ocorria antes da entrada em vigor da 11.232/05 no se aplica no presente caso, em que a pretenso do autor, ora agravante, a execuo de sentena proferida em ao civil pblica da qual, saliente-se, no foi parte. Assim, as custas da fase de cumprimento de sentena devem ser recolhidas pelo ora agravante, o que no ocasiona prejuzo algum vez que caso seja vencedor nesta fase as custas lhe sero restitudas. (TJPR - 14 C.Cvel - AI - 1342018-9 - Palotina - Rel.: LUCIANO CAMPOS DE ALBUQUERQUE - Por maioria - - J. 06.05.2015.CUMPRIMENTO DE SENTENA - EXPURGOS INFLACIONRIOS - AO COLETIVA - SENTENA GENRICA - ILIQUIDEZ - EXTINO DO FEITO - DESCABIMENTO - VALORES APRESENTADOS - CALCULO - No bojo do cumprimento da sentena condenatria genrica, proferida em ao civil coletiva, apuram-se a titularidade do crdito e o quantum debeatur do beneficirio da tutela jurisdicional, haja vista a iliquidez do ttulo executivo judicial, a complexidade do clculo acerca dos expurgos inflacionrios incidentes em caderneta de poupana e a necessidade de se acertar o direito material da parte exequente. - No caso, comprovado o direito material, bem como o quantum debeatur, deve ser dado normal prosseguimento ao feito, com intimao da parte r para pagamento do valor devido. V.V.: APELAO CVEL - LIQUIDAO INDIVIDUAL DE SENTENA COLETIVA - AO CIVIL PBLICA - IDEC x BANCO DO BRASIL - PREPARO - NECESSIDADE. A no incidncia de custas e de taxa judiciria prevista no caput do artigo 51 do Provimento Conjunto n 15, de 2010, no se aplica quando se tratar de requerimento individual, ou em litisconsrcio, de cumprimento de sentena proferida em ao coletiva. Considerando que o procedimento de liquidao de sentena no isento de custas, consequentemente, os apelantes devem ser intimados para recolhimento do preparo, sob pena de no conhecimento do recurso. (TJ-MG - AC: 10487140040444001 MG , Relator: Domingos Coelho, Data de Julgamento: 27/05/2015, Cmaras Cveis / 12 CMARA CVEL, Data de Publicao: 01/06/2015).Por derradeiro, preciso asseverar que, se pretende a parte propor ao causa cujo valor atribudo menor que 60 (sessenta) salrios-mnimos e para tanto intenta a gratuidade da justia, pode a parte interessada demandar junto aos Juizados Especiais que em primeiro grau de jurisdio, independe do pagamento de custas, taxas ou despesas (art. 54, da Lei 9.099/95).Ante o exposto, nego provimento ao presente agravo de instrumento.Notifique-se o Juzo da causa sobre o teor desta deciso.Custas na forma da lei.Transitado em julgado, arquivem-se os autos.Publique-se. Cumpra-se.Porto Velho, 09 de julho de 2018.Desembargador RENATO MARTINS MIMESSIRelator

    ESTADO DE RONDNIA PODER JUDICIRIOTRIBUNAL DE JUSTIAVice Presidncia do TJRO / Gabinete Vice Presidncia do TJRO Autos n. 0801469-35.2018.8.22.0000 Classe: AGRAVO DE INSTRUMENTO (202)Origem: 7009605-45.2017.8.22.0007 1 Vara Cvel da Comarca de CacoalAGRAVANTE: NOEMI GABRIEL DA SILVA SOUZA Advogado(a): ANA CLARA CABRAL DE SOUSA CUNHA (OAB/RO 5562) AGRAVADO: YMPACTUS COMERCIAL S/A Data da Distribuio: 24/05/2018 16:13:52Relator: Desembargador Renato Martins MimessiIntimaoVistosTrata-se de agravo de instrumento interposto por Noemi Gabriel da Silva Souza inconformada com a deciso do Juiz da 1 Vara Cvel, que indeferiu o pedido de gratuidade da justia formulado nos autos da Ao de execuo de ttulo extrajudicial n 7009605-45.2017.8.22.0007 que move em face do Ympactus Comercial S/A.

  • Este dirio foi assinado digitalmente consoante a Lei 11.419/06. O documento eletrnico pode ser encontrado no stio do Tribunal de Justia do Estado de Rondnia, endereo: http://www.tjro.jus.br/novodiario/

    15DIARIO DA JUSTIAANO XXXVI NMERO 126 QUARTA-FEIRA, 11-07-2018

    Constatou-se nos autos que a deciso agravada foi proferida no dia 24/01/2018 e o presente agravo de instrumento somente adveio no dia 24/05/2018, conforme certido de extemporaneidade da insurgncia.Intimado a se manifestar, o Agravante aduz que o agravo foi equivocadamente interposto nos prprios autos, dentro do prazo legal, e por se tratar de mero erro de forma, no compromete a tempestividade.Pois bem.Em que pese os argumentos apresentados pela Agravante, eles no merecem prosperar.Como j sabido, o art. 1003, do CPC estabelece que: o prazo para interposio de recurso conta-se da data em que os advogados, a sociedade de advogados, a Advocacia Pblica, a Defensoria Pblica ou o Ministrio Pblico so intimados da deciso.Quanto ao momento da realizao da intimao, dispe o art. 5, da Lei n. 11.419, de 19 de Dezembro de 2006 (Informatizao do processo judicial):Art. 5o As intimaes sero feitas por meio eletrnico em portal prprio aos que se cadastrarem na forma do art. 2o desta Lei, dispensando-se a publicao no rgo oficial, inclusive eletrnico. 1o Considerar-se- realizada a intimao no dia em que o intimando efetivar a consulta eletrnica ao teor da intimao, certificando-se nos autos a sua realizao.No presente caso, compulsando os autos originrios no Sistema de Processo Judicial Eletrnico de 1 Grau, verifico que o sistema registrou cincia do despacho que indeferiu o pedido de gratuidade no dia 29/01/2018, s 23:59:59. A patrona da parte protocolou via sistema eletrnico, sua petio de agravo de instrumento na primeira instncia no dia 21/02/2018, s 22:06:51 e o Juzo a quo proferiu sentena de indeferimento da petio inicial no dia 24/04/2018. Passado um ms, no dia 24.05.2018 que foi protocolado corretamente o presente gravo de instrumento neste E. Tribunal.No resta dvida, a respeito da interposio do agravo de instrumento em juzo diverso, ou seja, no juzo de origem, pois o Superior Tribunal de Justia, j firmou entendimento, vejamos:PROCESSUAL CIVIL. TELEFONIA. AO DE OBRIGAO DE FAZER CUMULADA COM RESSARCIMENTO DE DANOS MATERIAIS E MORAL. AGRAVO INTERPOSTO NA ORIGEM. JUZO DIVERSO. INTEMPESTIVIDADE. ERRO GROSSEIRO. SMULA 83/STJ.1. O Tribunal a quo concluiu pela intempestividade do Agravo, uma vez que foi interposto fora do prazo sem qualquer informao a respeito de indisponibilidade do protocolo eletrnico nesse interregno. No prevalece a alegao de equvoco do protocolo feito no Colgio Recursal da comarca de Limeira, porque no se trata de processo que tramita pelo Juzo Especial Cvel. O erro cometido pelos advogados da agravante grosseiro, no merecendo convalidao (fl. 120, e-STJ).2. A jurisprudncia do STJ tem o entendimento que a tempestividade aferida na data do protocolo no juzo ou tribunal correto, no aproveitando parte recorrente a circunstncia de haver protocolado o recurso dentro do prazo, mas em juzo diverso, se o equvoco somente corrigido aps o decurso do prazo.3. Agravo Regimental no provido.(AgRg no AREsp 738.093/SP, Rel. Ministro HERMAN BENJAMIN, SEGUNDA TURMA, julgado em 15/09/2016, DJe 10/10/2016)AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL. NEGATIVA DE PRESTAOO JURISDICIONAL. ART. 535 DO CPC. NO OCORRNCIA. JUZO DIVERSO. INTEMPESTIVIDADE. ERRO GROSSEIRO. 1. No h falar em negativa de prestao jurisdicional se o tribunal de origem motiva adequadamente sua deciso, solucionando a controvrsia com a aplicao do direito que entende cabvel hiptese, apenas no no sentido pretendido pela parte. 2. A jurisprudncia desta Corte Superior tem o entendimento que a tempestividade aferida na data do protocolo no juzo ou tribunal correto, no aproveitando parte recorrente a circunstncia de haver protocolado o recurso dentro do prazo, mas em juzo diverso, se o equvoco somente corrigido aps o decurso do prazo (REsp 1.438.001 /DF, Rel. Min. Herman Benjamin, DJe 21/03/2014). (AgRg no AREsp 591.542/RS, Rel. Ministro RICARDO VILLAS BOAS CUEVA, TERCEIRA TURMA, julgado em 18/06/2015, DJe 06/08/2015)

    Ademais disso, resta evidente a perda do objeto do presente recurso, face o julgamento da ao originria, sendo foroso considerar prejudicado o presente recurso.Ante o acima exposto, diante da manifesta intempestividade do agravo de instrumento, deixo de conhec-lo, o que fao monocraticamente nos termos do art. 932, inciso III, CPC/15. Transcorrido o prazo recursal sem manifestao, arquive-se.Intime-se.Porto Velho, 09 de julho de 2018.Desembargador Renato Martins MimessiRelator

    TRIBUNAL PLENO

    ESTADO DE RONDNIA PODER JUDICIRIOTRIBUNAL DE JUSTIATribunal Pleno / Gabinete Des. Eurico Montenegro Processo: 0801196-90.2017.8.22.0000 - DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE - PJeRequerente : Procurador-Geral de Justia do Estado de RondniaRequerido : Estado de RondniaProcuradores : Juraci Jorge da Silva (OAB/RO 528) e outrosInteressada (Parte Passiva) : Assembleia Legislativa do Estado de RondniaAdvogados : Celso Ceccatto (OAB/RO 111) e Leme Bento Lemos (OAB/RO 308-A)Amicus Curiae : Associao dos Praas e Familiares da Polcia e Bombeiro Militar do Estado de Rondnia - ASSFAPOMAdvogados : Marcelo Estebanez Martins (OAB/RO 3.208) e Thiago Azevedo Lopes (OAB/RO 6.745)Despacho Vistos.Nos termos do art. 1.023, 2, c/c art. 186,do NCPC, manifeste-se o embargado acerca dos embargos interpostos pela Assembleia Legislativa do Estado de Rondnia, no prazo de 5 (cinco) dias.Aps, com ou sem as manifestaes, retornem os autos conclusos.Publique-se. Intime-se. Cumpra-se.Porto Velho, 09 de julho de 2018.DALMO ANTNIO DE CASTRO BEZERRAJUIZ CONVOCADO

    ESTADO DE RONDNIA PODER JUDICIRIOTRIBUNAL DE JUSTIATribunal Pleno / Gabinete Des. Daniel Lagos Processo: 0801382-79.2018.8.22.0000 - TUTELA ANTECIPADA ANTECEDENTE - PJeRelator: Desembargador Daniel Ribeiro LagosRequerente : Joo Bosco Frana Silva Filho Advogado : Joo da Cruz Silva (OAB/RO 5747)Requerido : Governador do Estado de RondniaVistos.Joo Bosco Frana Silva Filho, com qualificao nos autos, interps esta MEDIDA CAUTELAR INCIDENTAL EM CUMPRIMENTO DE SENTENA, postulando a concesso de liminar aos fins de reintegrao provisria em cargo pblico, alegando descumprimento de ordem judicial emanada do Mandado de Segurana n.0803739-03.2016.8.22.0000, impetrado contra ato do Governador do Estado de Rondnia, que lhe garantiu o recebimento de recurso de reviso de ato administrativo.Disse haver respondido ao PAD 050/2011, que culminou com sua pena de demisso do quadro de servidores da Polcia Civil do Estado de Rondnia. Relata que, sobrevindo na ao penal circunstncias favorveis comprovao de sua inocncia, props, em 15.06.2015, ao de reviso de processo administrativo disciplinar dirigida ao Governador do Estado, que a rejeitou de plano.

  • Este dirio foi assinado digitalmente consoante a Lei 11.419/06. O documento eletrnico pode ser encontrado no stio do Tribunal de Justia do Estado de Rondnia, endereo: http://www.tjro.jus.br/novodiario/

    16DIARIO DA JUSTIAANO XXXVI NMERO 126 QUARTA-FEIRA, 11-07-2018

    Ressaltou que, impetrada a ao mandamental, foi concedida a segurana, garantindo-lhe o recebimento e processamento do aludido recurso.Destacou que, protocolado, em 10.10.2017, na DGPC, o novo pedido revisional, com cpia da ordem judicial transitada em julgado, at a data desta medida cautelar no houve resposta da Administrao.Diante da omisso da Administrao em adotar as medidas aos fins de processamento da reviso de ato administrativo, e final julgamento pelo Senhor Governador do Estado, quer ser reconduzido ao cargo, ainda que provisoriamente, e assim mitigar os efeitos danosos da mora.Apenas por cautela, requisitei informaes ao Chefe do Executivo a fim de afastar o eventual descumprimento de ordem mandamental, mas o prazo transcorreu in albis.Relatei. Decido.A deciso judicial, cujo cumprimento se discute, garantiu ao impetrante, ora requerente, o recebimento incontinenti do pedido revisional, que dever ser processado e instrudo de conformidade com as leis complementares estaduais a reger a matria, sem prejuzo das leis processuais vigentes, possibilitando o reexame do ato que culminou com sua exonerao do quadro de servidores efetivos da Polcia Civil do Estado de Rondnia.O requerente juntou cpia do pedido de reabertura de PAD, aos fins de reviso, protocolado na Administrao do Estado em 10.10.2017 (ID 3766300); e, em 10.5.2018, ofertou defesa prvia (ID 3766304), o que faz pressupor que o pedido foi regularmente recebido, incumbindo ao interessado fazer prova em contrrio.No h, portanto, prova incontroversa de descumprimento.Por outro lado, sob o vis de possvel descumprimento da segurana concedida, o requerente formulou o presente pedido, visando a se ver reintegrado ao cargo do qual foi exonerado, medida, de todo, incabvel, por extrapolar os limites da prpria ordem mandamental.Repise-se que a eventual demora no andamento dos atos do processo administrativo, em princpio, no se sujeita ao controle judicial, tampouco gera ao interessado a presuno do direito reclamado, reconduo provisria ao cargo.Disso decorre a impertinncia notria do pedido de reintegrao a cargo pblico, por refugir segurana concedida.No mais, se dvida remanesce acerca do recebimento do processo de reviso, tanto quanto se houve intimao aos fins de oferecer defesa preliminar, incumbiria ao requerente dirimi-la, pela prova pr-constituda.Nesse contexto, se a aparncia dos fatos conduz inferncia de tratar-se de mera demora no trmite do processo de reviso de ato administrativo, no sujeita ao controle judicial, e no h direito reintegrao ao cargo, de se reconhecer faltar ao autor interesse processual.Posto isso, indefiro a inicial, por falta de interesse processual, decretando, por consequncia, a extino do feito, e o fao com apoio no art.123, IV do RITJ-RO e art.485, I e VI do NCPC.Publique-se.Transitada em julgado, arquivem-se.Porto Velho, 3 de julho de 2018.Desembargador Daniel Ribeiro LagosRelator

    1 cMARA cVEL

    ESTADO DE RONDNIA PODER JUDICIRIOTRIBUNAL DE JUSTIA1 Cmara Cvel / Gabinete Des. Sanso Saldanha Processo: 0801869-49.2018.8.22.0000 - AGRAVO DE INSTRUMENTO (202)Relator: SANSO SALDANHAData distribuo: 09/07/2018 09:16:21Polo Ativo: GILVAN GUIDINAdvogado(s) do reclamante: ROBERTO JARBAS MOURA DE SOUZAPolo Passivo: RUBIA BEATRIZ GUIDIN e outros

    Advogado(s) do reclamado: PAULO VIRGILIO DE CARVALHO CANTERGIANIDespacho Vistos.Conforme Termo de Triagem e Anlise (ID Num. 4057639) existe com relao a origem de n 7008466-42.2018.8.22.0001 (ao cautelar em carter antecedente), a interposio de agravo de instrumento distribudo relatoria do Desembargador Sanso Saldanha, no sistema Pje 2 grau.Examinados. Decido.Realizada a anlise aos autos e registros dos Sistemas Jurdicos desta Corte, verifica-se que em relao a ao primria, houve efetivamente a interposio de agravo de instrumento, sob o n. 0801497-03.2018.8.22.0000, distribudo em 28/05/2018, no mbito da 1 Cmara Cvel, ao Relator Desembargador Sanso Saldanha, em que indeferiu o pedido de liminar, monocraticamente, em 06/06/2018. Os autos aguardam julgamento.Assim, evidenciada a preveno, determino a redistribuio do presente recurso relatoria do Desembargador Sanso Saldanha, no mbito da 1 Cmara Cvel nos termos do art. 142 do RITJ/RO.Cumpra-se. Publique-se.Porto Velho, 06 de julho de 2018.Desembargador RENATO MARTINS MIMESSIVice-Presidente do TJ/RO

    1 Cmara Cvel ACRDOData distribuio: 26/06/2017 09:25:42Data julgamento: 19/06/2018Apelao n. 7018827-26.2015.8.22.0001 (PJe)Origem: 7018827-26.2015.8.22.0001 Porto Velho/ 9 Vara CvelApelante: Sul Amrica Companhia de Seguro SadeAdvogados: Karina de Almeida Batistuci (OAB/RO 4.571), Marco Antnio Bevilaqua (OAB/SP 139.333), Renato Tadeu Rondina Mandaliti (OAB/SP 115.762), Alexandre Cardoso Jnior (OAB/SP 139.455), Paulo Sogayar Jnior (OAB/SP 132.968) e outrosApelado: Jesse RibeiroAdvogados: Gardnia Souza Guimares (OAB/RO5.464), Paulo Francisco de Matos (OAB/RO1.688), Paulo Timteo Batista (OAB/RO2.437), Douglas Ricardo Aranha da Silva (OAB/RO 1.779) e Victor Emmanuel Botelho de Carvalho Maron (OAB/SP 299.179)Relator: Desembargador Raduan Miguel FilhoResponsabilidade civil. Plano de sade. Negativa de cobertura. Procedimento cirrgico. Angioplastia coronria. Indicao mdica. Dever de custeio. Hospital credenciado no equipado. Exposio do paciente a risco de vida. Clusulas contratuais. Benefcio do consumidor. Honorrios advocatcios. Percentual. devida a cobertura integral, pelo plano de sade, do procedimento cirrgico de angioplastia coronria, comprovada a finalidade de assegurar a sade do paciente em situao grave.Quando o hospital credenciado no possui os equipamentos necessrios realizao do procedimento indicado pelo mdico, impe-se seja efetivado em nosocmio que atenda aos requisitos, independentemente de estar integrado ou no rede do plano de sade.A recusa de autorizao para a realizao do procedimento no hospital escolhido, com exposio desnecessria do paciente ao risco de vida, deixa evidente que este experimentou aflio e incerteza quanto realizao da cirurgia, ensejando dano moral.As clusulas contratuais devem ser interpretadas de maneira mais favorvel ao consumidor.Fixados os honorrios advocatcios conforme os critrios estabelecidos na lei processual, no h razes para modific-los. RECURSO NO PROVIDO NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR, UNANIMIDADE.RADUAN MIGUEL FILHO

    1 Cmara CvelACRDOData distribuio: 30/12/2016 11:05:51Data julgamento: 19/06/2018Apelao n. 0004520-47.2015.8.22.0015 (PJe) Origem: 0004520-47.2015.8.22.0015 Guajar-Mirim/ 1 Vara Cvel

  • Este dirio foi assinado digitalmente consoante a Lei 11.419/06. O documento eletrnico pode ser encontrado no stio do Tribunal de Justia do Estado de Rondnia, endereo: http://www.tjro.jus.br/novodiario/

    17DIARIO DA JUSTIAANO XXXVI NMERO 126 QUARTA-FEIRA, 11-07-2018

    Apelante: Madalena Freitas dos SantosAdvogado: Samir Mussa Bouchabki (OAB/RO 2.570)Apelada: Renova Companhia Securitizadora de Crditos Financeiros S/AAdvogados: Luciano da Silva Buratto (OAB/SP 179.235), Alan de Oliveira Silva (OAB/SP 208.322), Edson Mrcio Arajo (OAB/RO 7.416), Alexandre Tadeu Ciotti Costa (OAB/SP 32.078), Dulio de Oliveira Beneduzzi (OAB/SP 29