of 23/23
Introdução .......................................................................... 2 Definição do conjunto ........................................................ 2 Dimensões ........................................................................ 5 Dados técnicos.......................................................................6 Instalação física dos equipamentos ..........................................7 Instalação do skimmer .......................................... 8 Instalação hidráulica .............. .................................................9 Colocação da areia no tanque ...........................................11 Instalação elétrica .............. .................................................12 Operação filtrar .........................................................................13 Outras operações .............................................................. 14 Operações e procedimentos ...................................................15 Montagem e denominação ....................................................... 18 Garantia........................................................................ 20 INDÍCE

Filtros residenciais

  • View
    731

  • Download
    2

Embed Size (px)

Text of Filtros residenciais

  • 1. Introduo ..........................................................................2 Definio do conjunto ........................................................2 Dimenses ........................................................................5 Dados tcnicos.......................................................................6 Instalao fsica dos equipamentos ..........................................7 Instalaodo skimmer..........................................8 Instalao hidrulica .............. .................................................9 Colocao da areia no tanque ...........................................11 Instalao eltrica .............. .................................................12 Operao filtrar .........................................................................13 Outras operaes ..............................................................14 Operaes e procedimentos ...................................................15 Montagem e denominao ....................................................... 18 Garantia........................................................................20 INDCE

2. INTRODUOParabns! Voc acaba de adquirir o que h de mais avanado em sistemade filtrao para piscinas.Os filtros e motobombas Sodramar, srie Millenium, so equipamentos in-dispensveis no tratamento da gua e higiene da piscina. Desenvolvidos parafiltragem de alta vazo, os filtros possuem meio filtrante permanente que removedetritos e impurezas com eficincia e rapidez. Para circulao da gua, a Sodramaroferece o que h de mais avanado em tecnologia de motobombas, purificando agua e priorizando a qualidade do lazer e a sade dos usurios. DESCRIO DO FILTRO VLVULA SELETORA A funo deste componente possibilitar a seleo das 06 operaesdispostas no filtro: filtrar, pr-filtrar, drenar, retrolavar, recircular e fechar. F3 2 3. TANQUE Os filtros Sodramar, srie millenium,so rotomoldados, de polietileno, sememendas e monobloco, garantindo uma altaresistncia a tenses internas e totalmente prova de corroso, fig.4. MEIO FILTRANTEO meio filtrante dos filtros Sodramar constitudo por areia altamentequalificada, com granulometria apropriada,livre de carbonatos, terra e matria orgnica.F4 A areia colocada no interior do tanque atravs do guiapara colocao de areia, fig.5; e todo o seu procedimento estindicado na pg.11.F5 SELEO DO FILTRO Para dimensionar corretamente o filtro e a bomba a serem utilizados, deve-se calcular e/ou anotar os seguintes dados: volume da piscina, suasprofundidades, a classificao quanto utilidade, e o tempo mximo defiltragem da gua, de acordo com a norma (NBR 10.339, da ABNT). Atravsdestes dados siga as tabelas e selecione o filtro.*ABNT - Associao Brasileira de Normas TcnicasA tabela 1 classifica sua piscina quanto utilizao social.T6 3 4. DESCRIO DA MOTOBOMBA As motobombas Sodramar, srie Millenium, foram desenvolvidasespecialmente para o mercado de piscinas, e trabalham em conjunto com a linhade filtros desta marca. Constituda de material resistente e prova de corroso, as motobombastm potncia que variam de 1/4cv a 3cv, com alta vazo, atuando com eficincia esegurana na piscina. Observe abaixo seus principais componentes: F7CORPO DA BOMBA Desenvolvido em PP com fibra de vidro, forma uma pea nica com o pr-filtro, totalmente prova de corroso, garantindo vida longa aos componentesinternos da motobomba e um aspecto sempre novo do conjunto.TAMPA DO PR-FILTROCom design anatmico, a tampa do pr-filtro constituda de policarbonatocristal, propiciando transparncia ao conjunto interno e remoo fcil do cestocoletor.SELO MECNICO a pea responsvel pela vedao interna da bomba, entre o eixo do motore o rotor; evitando que a gua vaze no local onde o equipamento for instalado. 4 5. CESTO COLETOR O cesto coletor fica posicionado no interior do pr-filtro e responsvelpela reteno das sujeiras mais grossas, antes de entrar no filtro.MOTOR ELTRICO Os motores so de alta confiabilidade e resistem de maneira eficaz aosesforos nos quais a bomba foi dimensionada. Maiores detalhes na pg. 12. DIMENSEST9DIMENSES EM MILMETROSF85 6. DADOS TCNICOS DO FILTRO A tabela 2 indica a capacidade do filtro e o modelo da motobomba quedevero ser instalados na sua piscina, juntamente com alguns dados tcnicos quejustificam a eficincia dos filtros e motobombas Sodramar, srie millenium.Consulte a tabela da pgina 14 para definir o tempo de recirculao ou filtragemda gua.T10 DADOS TCNICOS DA MOTOBOMBA Antes de qualquer providncia quanto instalao eltrica, verifique adistncia do quadro de energia motobomba. Verifique se a rede est de acordo com o sistema de ligao e dimensioneos cabos eltricos seguindo as tabelas abaixo.DIMENSIONAMENTO DOS CABOSDIMENSIONAMENTO DOS CABOSPARA SISTEMA DE LIGAO 110VPARA SISTEMA DE LIGAO 220V (BIFSICO)DIMENSIONAMENTO DOS CABOSPARA SISTEMA DE LIGAO 220V (TRIFSICO)T11 6 7. INSTALAO FSICA DOS EQUIPAMENTOSIMPORTANTE: No seguir os procedimentos de instalao contidos nestemanual acarretar na perda de garantia do equipamento.Aps a seleo do filtro e motobomba, e o reconhecimento dos principaiscomponentes que formam o conjunto, a instalao pode ser iniciada seguindo ostpicos de instalao que vm a seguir. Leia atentamente as instrues antes deas iniciar.Nesta pgina constam as informaes bsicas para o posicionamento elocalizao no ambiente de trabalho do filtro em conjunto com a motobomba, paraque os equipamentos possam oferecer o mximo de rendimento, eficincia esegurana.Os filtros FM100 foram projetados para operar em conjunto com amotobomba BM-300, tambm de fabricao da Sodramar. A utilizao de umequipamento de outra procedncia poder reduzir a eficincia dos filtros, econseqentemente, acarretar na perda da garantia de fabricao.LOCALIZAO DOS EQUIPAMENTOS O local onde deve ser instalada a motobomba e o filtro chamado de casade mquinas, um recinto coberto e parcialmente fechado, onde esto instaladostodos os registros que comandam o fluxo de gua do tanque da piscina. Esterecinto deve possuir em sua base, um dreno para evitar acmulo de gua que porventura venha ocorrer em eventuais manutenes no sistema. Sendo que, o maisimportante que o local seja seco, ventilado e livre de intempries que diminuema vida til dos equipamentos, vide fig.12 pg.9.POSICIONAMENTO NA INSTALAOO filtro e a motobomba so equipamentos que devem ser posicionados emlocal prximo da piscina para diminuir as perdas na tubulao de suco da bomba.Uma perda elevada pode exigir uma motobomba de maior potncia.A bomba deve ser instalada preferencialmente abaixo do nvel da gua dapiscina (afogada), podendo ser colocada, por ser auto-escorvante, at 1m acimado nvel da gua..7 8. RECOMENDAES PARA OS FILTROS FM 100 LOCAL DE INSTALAO 1 PASSOAo posicionar o filtro FM 100 no local onde ser instalado, no o coloqueprximo s paredes, pois em funcionamento o mesmo se movimenta verticalmente,podendo causar um desgaste nas laterais do tanque. 2 PASSOEstando no local definido, retire a abraadeira que prende a vlvula multi-vias do tanque. Coloque uma quantidade de gua at cobrir as crepinas e em seguidacoloque 500Kg de areia SODRAMAR. Faa a adaptao da vlvula multi-viasverificando que a abraadeira ter que unir as duas partes. INSTALAO HIDRULICAO filtro FM 100, por ser fabricado em polietileno rotomoldado, testado comat 4 Kgf de presso e se movimenta em sentido vertical, como mencionado acima.Portanto aconselhvel que se atenda s recomendaes hidrulicas, como aseguir:A A tubulao de sada do esgoto e retorno para piscina devero ter nomnimo 0,90m de comprimento livre. Deve-se evitar o uso de cotovelos, recomenda-se o uso de curvas 90.B As entradas e sadas da vvula multi-vias so de 2 (polegadas); comrosca para facilitar a manuteno; com isso deve-se tomar o cuidado quandorosque-lo para que no ocorra um aperto excessivo, causando a trinca na roscada vlvula.C imprescindvel a colocao de vlvulas, registros e unies, em pontosadequados da tubulao, para permitir a remoo para limpeza do cesto do pr-filtro, ajustar as vazes de filtrao, retrolavagem e aspirao; e possibilitar a retiradados equipamentos para manuteno. INSTALAO DO SKIMMER Este acessrio indispensvel para manuteno e higienizao da guada piscina. Sua funo eliminar toda sujeira superficial que fica pendente na gua,tais como, folhas, oliosidades provocadas por bronzeadores ou similares e secreesque afetam diretamente a aparncia da gua e dificilmente so removidas peloprocesso de aspirao convencional. As instalaes exemplificadas neste manual citam o skimmer como peaobrigatria e essencial na piscina, tanto para higienizao, quanto para controle devazo, seguindo as normas Americanas de instalao e segurana. 8 9. INSTALAO FSICA DOS EQUIPAMENTOSEXEMPLO ESQUEMTICO PARA QUE A BOMBATRABALHE AFOGADA.F12INSTALAO HIDRULICAToda instalao hidrulica em piscinas dever seguir as normas que constamna ABNT prescristas na NBR 10.339. Seguir a norma, bem como, os tpicos deprocedimentos citados neste manual uma questo de segurana. A empresa nose responsabiliza por instalaes que estejam em desconformidade com o queestiver prescrito na norma, que podem acarretar desde danos equipamentos eacessrios, at acidentes graves. obrigatrio a instalao de no mnimo 2 ralos de fundo em qualquerpiscina interligados ao skimmer, independente do formato ou tamanho.A distncia entre os mesmos dever ser de no mnimo 1,5m e avelocidade mxima nos drenos no devero ultrapassar 0,6m/s.F13 9 10. INSTALAO HIDRULICA 1- Todas as sadas de gua da piscina devem ser ligadas ao bocal desuco da motobomba. Estas sadas de gua so skimmers, drenos de fundo,dispositivos de aspirao.NOTA: Os dispositivos de aspirao devem ser instalados de 20 a 40 (cm)abaixo do nvel da gua. 2- O bocal de sada da motobomba deve ser ligado entrada da vlvulaseletora. 3- Todos os dispositivos de retorno devem ser conectados sada davlvula seletora.NOTA: Os dispositivos de retorno devem ser instalados de 30 a 50 (cm) abaixodo nvel da gua. 4- Esta sada da vlvula deve ser conectada diretamente com a rede deesgoto. 5- Os registros utilizados devem ser preferencialmente de esferas. RECOMENDAES IMPORTANTES -Registros, vlvulas e conexes devem permitir a retirada de filtros emotobombas e impossibilitar a perda de gua pelo esgoto. - Instalar no mnimo dois dispositivos para executar a suco, j que, estatarefa no pode ser feita por apenas um dispositivo por motivo de segurana. - Nas conexes em curva, utilizar curvas e no cotovelos. - As conexes do sistema (vlvula/motobomba/piscina) devem ser feitaspor tubo de PVC, colocados de acordo com a recomendao do fabricante damesma. Para perfeita aderncia, lixe ligeiramente a parte externa do tubo e internada conexo, para ento, aplicar a cola e embutir o tubo. - Muito cuidado com o excesso de cola ao instalar as unies nos bocais davlvula ou da bomba. O acumulo de cola poder danificar o distribuidor da vlvulado filtro ou as peas internas da motobomba. - Ao instalar um aquecedor de piscina, recomendamos a instalao de umaoutra motobomba que trabalhe sozinha com o aquecedor; pois o mesmo instaladona tubulao de retorno da piscina, logo aps a vlvula do filtro; por esse motivoter a sua vida til comprometida pelo excesso de presso e reteno de gua.Tambm aconselhvel que se faa um sistema by-pass entre a tubulao deentrada e sada do trocador de calor. - Qualquer outro tipo de produto instalado na sada do tanque queaumente a sua presso interna, far com que o equipamento sofra trinca ouqualquer outro tipo de deformao que acarretar na perda da garantia.10 11. COLOCAO DE AREIA A colocao da areia a ltima operao no processo de instalao do filtro. Para executa- l de maneira rpida e segura, siga abaixo passo a passo conforme as ilustraes. 3 PASSO1 PASSO2 PASSOF14A F14B F14C1 Passo- Retire as porcas de fixao da vlvula seletora e remova-a.- Retire a guarnio de borracha que se localiza entre a vlvula seletora e o tanque, fig. 14A.2 Passo- Apoie o guia de colocao de areia na boca do tanque, encaixando-o no tubo principal eassim tapando sua entrada de gua, fig.14B..3 Passo- Com o guia posicionado, coloque a areia no interior do tanque, fig. 14C, de acordo com acarga indicada na tabela 2.Atravs de uma mangueira, encha o tanque at metade da sua capacidade mxima., fig.15.4 Passo- Aps a colocao da carga de areia necessria, retire o guia. - Limpe o encosto da vlvula, recoloque a guarnio e vlvula fixando-a de forma segura. NOTA: A granulometria correta da areia especial que dever ser utilizada nos filtros SODRAMAR (05 a 08) ou de 0,5 a 0,8 mm.F15 Qualquer areia fora do especificado acima tornar nula e sem efeito da respectiva garantia de qualidade de filtrao; bem como da prpria garantia especificada no certificado de garantia.11 12. INSTALAO ELTRICA DA MOTOBOMBA Todo motor requer chave disjuntora ou chave seccionada dotada de fusveis,para motores trifsicos torna-se indispensvel o uso de chave magntica.A ligao eltrica entre o motor e os cabos de ligao, deve seguir as informaesque esto contidas nas plaquetas de identificao do motor, e o esquema que asegue.Depois de completada a instalao eltrica, verifique o sentido de rotaodo eixo, acionando e desligando imediatamente o motor. O sentido correto horrio,quando a motobomba vista por trs do motor, caso necessite altera-lo, procedada seguinte forma: - Motores trifsicos: inverta a ligao de dois fios. - Motores monofsicos: conforme indica a amperagem na plaqueta do motor.A garantia do motor eltrico de total responsabilidade dofabricante do mesmo. PRECAUES - Nunca deixe a motobomba funcionar sem gua, (para no danificar o selomecnico e o rotor). - Nunca deixe a motobomba funcionar com os registros fechados. (excetona operao fechar seguindo o tempo mximo indicado na operao). - Limpar o cesto coletor do pr-filtro sempre que necessrio. - Antes de acionar a motobomba verifique se a tampa do pr-filtro est bemfixada, e as conexes orbitais esto bem colocadas e acopladas, pois qualquerentrada de ar provocar rudo no conjunto. SEGURANAA suco da motobomba NUNCA DEVE SER FEITA POR APENAS 01DISPOSITIVO seja ele, dreno de fundo, skimmer, ou dispositivo de aspirao.A empresa recomenda a instalao de no mnimo 2 ralos de fundointerligados sem registro, independente do formato ou tamanho da piscina.A distncia entre os mesmos dever ser de no mnimo 1,5m e avelocidade mxima nos drenos no devero ultrapassar 0,6m/s e os mesmosdevero ter interligao com o skimmer.A aspirao, recirculao, drenagem ou qualquer operao quenecessite da suco dos drenos ou dispositivos devero ser realizadas sem apresena de banhistas no interior da piscina.Aps a operao todos os registros de suco devero ser fechados.Antes de acionar a motobomba, esteja seguro de que no mnimo doisdispositivos estaro trabalhando na suco e com seus registros abertos.Caso contrrio, no acione a motobomba enquanto sua instalaohidrulica no estiver de acordo com os tpicos acima estabelecidos. 12 13. OPERAO FILTRAR FINALIDADE DA OPERAO A operao filtrar realizada quando h necessidade de retirar o acmulode sujeira do interior da piscina, sem possibilitar o retorno da mesma gua, bemcomo, mant-la sempre limpa e cristalina. DESCRIO DA OPERAO A operao inicia-se com aspirao da gua, por meio da suco da bombaproveniente de dispositivos, drenos e skimmers instalados na piscina. Aps a suco, a gua atravessa a vlvula seletora e distribuda nomeiofiltrante atravs do cesto defletor, onde as impurezas so captadas pela areia,desta forma, a gua infiltra nas crepinas j lmpida, retorna a piscina direcionadapela vlvula seletora, (fig. 16). F16 TEMPO DE FILTRAGEM O tempo de filtragem, indica o n mximo de horas pela qual toda gua dapiscina dever circular pelo meio filtrante para desenvolver seu ciclo de filtragem. O tempo mximo de filtragem determinado de acordo com a profundidadeda piscina e a classificao da mesma, conforme tabela abaixo. Quanto menor otempo, maior e mais eficiente deve ser a capacidade do conjunto bomba/filtro paraque a filtragem no ultrapasse o seu tempo mximo.T1713 14. OPERAO RETROLAVAGEMFINALIDADE DA OPERAO A operao retrolavar dever realizar-se quando o meio filtrante (areia) estiversaturado por acmulo de sujeira. Isto ocorrer aps diversos ciclos de filtragem dagua. SITUAO EM QUE O FILTRO DEVE SER RETROLAVADO Deve-se retrolavar o filtro mediante anlise de suco da bomba, ou baixo fluxode gua no retorno para piscina OPERAO PR-FILTRAR FINALIDADE DA OPERAOEsta operao deve ser realizada aps a retrolavagem, j que a mesma consisteem retirar qualquer resduo que esteja dentro do tanque, principalmente nas crepinas,e na vlvula . Atravs do visor de retrolavagem , observa-se o aspecto da gua quesai da pr-filtragem, onde a gua deve mostrar-se transparente, sendo que o tempode durao desta operao no deve ultrapassar a 1 minuto.OPERAO FECHARFINALIDADE DA OPERAOEst operao tem o intuito de testar os equipamentos que trabalhamem conjunto com o filtro como a tubulao hidrulica , bomba e o prprio filtro.O tempo mximo de durao no pode ultrapassar a 30 segundos.OPERAO DRENARDRENAR FINALIDADE DA OPERAOEsta operao realizada quando h necessidade de esvaziar a piscina,ou quando a gua estiver extremamente suja, por motivo de decantao atravsde produtos qumicos ou por acmulo natural de sujeira. Estas so situaesem que deve ser utilizado o bom senso para que a aspirao com excesso desujeira no passe pelo filtro, para no saturar o sistema, e sim, seja despejadano esgoto.Caso necessite esvaziar a piscina, somente o dreno deve executar asuco e a piscina no pode ser utilizada por banhistas.RECIRCULAR OPERAO RECIRCULARFINALIDADE DA OPERAOEsta operao realizada quando h necessidade de misturarde forma homognea os produtos qumicos despejados na gua da piscina,logo aps a sua adio. 14 15. OPERAES E SEUS PROCEDIMENTOSA ilustrao abaixo um exemplo tpico de instalao hidrulica. Parafacilidade e comodidade na execuo das operaes, siga a planilha pratica deoperaes no prprio manual de instrues. Para usufruir desta praticidade esegurana, analise atentamente sua instalao, identifique cada registro eacompanhe a planilha de operaes para obter a maneira exata de proceder emcada operao.A- Registro aberto F- Registro fechadoF18T19 recomendado a instalao de no mnimo 2 ralos de fundo em qualquer piscina interligados ao skimmer, independente do formato ou tamanho. A velocidade mxima nos drenos no devero ultrapassar 0,6m/s. 15 16. USO DE ASPIRADORO aspirador tem a funo de limpar o fundo da piscina, este acessrio utiliza-se da suco da bomba para executar sua operao, podendo ser acoplado noskimmer ou no dispositivo de aspirao.NOTA: Para utilizar o aspirador atravs do dispositivo de aspirao, bastaabrir o registro do dispositivo de aspirao (R3a) totalmente, porm aconselhvelque controle a vazo da gua, abrindo o registro do dreno (R3b) apenas onecessrio, para manter o controle da suco, evitando assim, problemas decavitao no sistema motobomba.A alavanca do filtro pode estar na operao drenar ou filtrar conforme pgs.13 e 14.NOTA: A aspirao, recirculao, drenagem ou qualquer operao quenecessite da suco dos drenos ou dispositivos devero ser realizadas sem apresena de banhistas no interior da piscina.Aps a operao todos os registros de suco devero ser fechados. TRATAMENTO QUMICO DA GUAO tratamento qumico da gua feito por meio de substncias quedesinfectam - na, tornando-a quimicamente balanceada, evitando assim, irritaonos olhos e na pele dos banhistas, bem como, a corroso prematura de acessriosmetlicos da piscina.O cloro a substncia mais utilizada na desinfeco da gua, impedindo aproliferao de algas, evitando o aparecimento de microrganismos e oxidando asmatrias orgnicas que dificultam o processo de filtragem. Alm do cloro, o controledo pH atravs de produtos qumicos, muito importante para manter a qualidadeda gua da piscina. NOTA: Qualquer tipo de produto qumico misturado com a gua da piscina,ao entrar em contato com a areia do filtro, produz uma espcie de blocos ou torresde areia que dificultam a filtragem e acarreta uma precoce troca de areia. Paraevitar este problema, nunca se deve executar a operao de filtragem aps aadio de produtos qumicos na gua, e sim, imediatamente fazer a recirculaoda gua atravs da operao recircular, vide pg.14. CONTROLE QUMICO IDEAL DA GUA16 17. MANUTENONormalmente o conjunto filtro/motobomba requer poucos cuidados commanuteno, verifique abaixo alguns quesitos importantes a serem observados.- Limpar o cesto do pr-filtro.- Retrolavar o filtro periodicamente sempre antes do processo de filtragem.- Verificar a ocorrncia de vazamentos nas tubulaes e juntas de vedao,com auxlio da operao fechar, pg. 14. SEGURANA A segurana um fator importante no momento da operao e para evitaracidentes com usurios e danos ao sistema filtro/motobomba siga essas regrasbsicas: - No ultrapasse o tempo mximo permitido nas operaes que tm minutose segundo determinados. - No mude a posio da alavanca com a motobomba em funcionamento. - Antes de ligar a motobomba verifique a operao indicada na alavanca. - obrigatrio a instalao de no mnimo 2 ralos de fundo interligados semregistro, independente do formato ou tamanho da piscina. - A velocidade mxima nos drenos no devero ultrapassar 0,6m/s e osmesmos devero ter interligao com o skimmer. - A aspirao, recirculao, drenagem ou qualquer operao que necessiteda suco dos drenos ou dispositivos devero ser realizadas sem a presena debanhistas no interior da piscina. - Aps a operao todos os registros de suco devero ser fechados. -A suco no deve ser feita somente pelos dois dreno de fundo, exceto nadrenagem ou esvaziamento total da piscina, neste caso, a mesma no deve serusada por banhistas. - Muito cuido com o excesso de cola ao instalar as unies nos bocais davlvula ou da bomba. O acmulo de cola poder danificar o distribuidor da vlvulado filtro ou as peas internas da motobomba. - Ao instalar um aquecedor de piscina, recomendamos a instalao de umaoutra bomba que trabalhe sozinha com o aquecedor, pois o trocador de calor(aquecedor de piscina) instalado na tubulao de retorno da piscina logo aps avlvula do filtro; por esse motivo ter a sua vida til comprometida, pelo excesso depresso e reteno de gua. Tambm aconselhvel que se faa um sistema by-pass entre a tubulao de entrada e sada do trocador de calor. (Siga as instruesdo fabricante de aquecedor de piscinas).17 18. ESPECIFICAO DO FILTRO Esta ilustrao facilita o reconhecento interno do equipamento, para uma eventual manuteno, ou aquiusio de componentes do filtro.F2118 19. ESPECIFICAO DA MOTOBOMBAF22 19 20. GARANTIA O seu produtoSodramar garantido contra defeitos de fabricao, pelo prazo de 12 meses, contados a partir da datade emisso da nota fiscal ao consumidor, sendo: - Os 3 (trs) primeiros meses garantia legal; - Os 9 (nove) ltimos meses garantia especial concedida pela FILTER UP IND. E COM. LTDA; A garantia compreende a substituio de peas e mo de obra no reparo de defeitos devidamente constados, pelofabricante ou pelo assistente tcnico Sodramar, como sendo de fabricao;A GARANTIA LEGAL E/OU ESPECIAL FICAM AUTOMATICAMENTE INVLIDAS SE:- Na instalao do produto no forem observadas as especificaes e recomendaes do manual de operao einstalao, quanto s condies para instalao do produto, tais como, adequao do local para instalao, tenso eltricae instalao hidrulica compatvel com o produto, etc...;- Na instalao, as condies eltricas e/ou hidrulicas no forem compatveis com a ideal recomendada nosmanuais dos produtos;- O produto tiver recebido maus tratos, descuido, quedas, ou ainda, sofrido alteraes ou modificaes estticas e/ou funcionais, bem como, tiver sido realizado conserto por pessoas ou entidades no credenciadas pela FILTER UP IND.E COM. LTDA;- Houver sinais de violao do produto, remoo e/ou adulterao do nmero de srie ou da etiqueta de identificaodo produto.A GARANTIA LEGAL E/OU ESPECIAL NO COBREM:- Despesas com instalao do produto realizada por pessoas ou entidades credenciadas ou no pela FILTER UPIND. E COM. LTDA;- Despesas decorrente e conseqentes de instalao de peas e acessrios que no pertenam ao produto;- Despesas com mo de obra, materiais, peas e adaptaes necessrias preparao do local para instalao doproduto, ou seja: rede eltrica, hidrulica, alvenaria, aterramento, esgoto, etc...;- Falhas no funcionamento do produto decorrentes da falta de fornecimento ou problemas e/ou insuficincia deenergia eltrica ou gua na residncia, tais como: oscilao de energia eltrica superiores e/ou inferiores ao estabelecidopelo manual de instalao, presso de gua insuficiente para o ideal funcionamento do produto;- Servios e/ou despesas de manuteno e/ou limpeza do produto;- Falhas no funcionamento normal do produto decorrentes de falta de limpeza e excesso de resduos, ou ainda,decorrente da existncia de objetos em interior, estranhos ao seu funcionamento e finalidade de utilizao;- Transporte do produto at o local definitivo da instalao;- Produtos ou peas que tenham sido danificadas em conseqncia de remoo, manuseio, quedas ou atos eefeitos decorrentes da natureza, tais como relmpago, chuva, inundao, raios, etc...;- Despesas por processos de inspeo e diagnsticos, includo a taxa de visita do tcnico, que determinem que afalha no produto foi causada por motivo no coberto por esta garantia. A GARANTIA ESPECIAL NO COBRE: - Deslocamento para atendimento de produtos instalados fora do municpio sede da FILTER UP IND. E COM. LTDA;o qual poder cobrar taxa de locomoo do tcnico, previamente aprovada pelo consumidor, conforme tabela divulgadapelo SAC ( SERVIO DE ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR); - Peas sujeitas ao desgaste natural, descartveis ou consumveis, peas mveis ou removveis em uso normal,tais como, rotores, selos mecnicos, molas, borrachas de vedao, orings, bem como, a mo de obra utilizada na aplicaodas peas e as conseqncias advindas dessas ocorrncias.CONSIDERAES GERAISA FILTER UP IND. E COM. LTDA no autoriza nenhuma pessoa ou entidade a assumir em seu nome, qualquer outraresponsabilidade relativa garantia de seus produtos alm das aqui explicitadas.A FILTER UP IND. E COM. LTDA reserva-se o direito de alterar caractersticas gerais tcnicas de seus produtos,sem aviso prvio. Todo produto Sodramar, Srie Millenium, tem a sua garantia concedida caso a pea defeituosa seja colocada, como frete pago, no assistente tcnico autorizado mais prximo ou diretamente na Filter-Up, em Diadema, tambm com ofrete pago, e a fbrica dever ser avisada com antecedncia.Este termo de garantia vlido para produtos vendidos e instalados em territrio brasileiro.Para sua tranqilidade, preserve e mantenha este manual, o termo de garantia e a nota fiscal de compra do produtosempre a mo, e no se esquea de enviar a carta resposta do certificado de garantia.FITER UP IND E COM. LTDARua Aimors, 507 Vila ConceioCep : 09990 310 Diadema S.P.Tel: (0xx11) 4055 4810www.sodramar.com.br 20 21. INFORMAES IMPORTANTES Nunca substitua a motobomba da sua piscina por outra de maior potncia,SEM ANTES, analisar as condies de vazo do seu sistema hidrulico,principalmente se os drenos de fundo so compatveis em segurana com estanova motobomba. Velocidade mxima de suco por dreno 0,6m/s (ABNT / NBR10.339). O NO cumprimento das normas desde o projeto, at a construo, instalaoe manuteno dos acessrios da piscina, seja ela, privada ou pblica, tornameminentes os riscos de acidentes graves, podendo ser fatais para adultos e crianas. Faa manutenes peridicas nos drenos ou grades de fundo instalados napiscina, inspecione as condies da grade de proteo e respeite o volume mximode vazo especificado pelo fabricante dos acessrios instalados. A Sodramar recomenda a instalao de no mnimo 2 drenos ou grades defundo por piscina, independente do modelo do acessrio (Anti-turbilho ou grade),respeitando sempre as normas de segurana prescritas na ABNT. Piscinas comapenas 1 dreno devem ser submetidas a uma anlise tcnica que possa asseguraras reais condies de segurana da mesma. Abaixo exemplos de acidentes provocados por suco ou falta demanuteno no sistema hidrulico da piscinas. Maiores informaes tcnicas acesso o site www.sodramar.com.br no Link segurana. ATENOOs filtros Sodramar no devem ser instalados na mesma linha hidrulicade qualquer tipo de aquecedor ou produto que aumente a presso interna dotanque, (Pg.10). E por este motivo, caso o equipamento tenha o seufuncionamento comprometido por trincas ou buracos na parede do tanque, agarantia no cobrir a troca ou ressarcimento do mesmo.21