of 24 /24
R$ 1,50 home page: www.folhadeitapetininga.com.br e-mail: [email protected] FOLHA DE ITAPETININGA 42 Anos Com Itapetininga e Região Itapetininga, sexta-feira, 24 de dezembro de 2010 Nº 6038 ANO XLI Diretora - Proprietária: Benedita Rosely Salem Cerqueira “Que as realizações alcançadas este ano, sejam apenas sementes plantadas, que serão colhidas com maior sucesso no ano vindouro.” Feliz Natal e um próspero Ano Novo aos associados venancianos e respectivas familias. PRESIDENTE - NELSON ABRÃO JAMEL O comércio itapetininga- no, neste período natalino, vem funcionando até às 22 horas. Hoje, dia 24, véspe- ra do Natal, as lojas ficarão abertas até às 18 horas, Comércio aberto hoje até as 18 horas em Itapetininga permanecendo fechadas amanhã, dia 25. As lojas do Itapetininga Shopping tam- bém fecharão hoje às 18 horas. Na tarde de ontem, em meio às cantatas de Natal na cidade, foi destaque no cen- tro comercial a bonita apre- sentação do Coral Infantil “Tonzinho”, de São Miguel Arcanjo. (páginas internas) Programe seus fins de semana, festas, temporada . Em local privilegiado confira na pág B-15 A Câmara Municipal de Itapetininga aprovou, em ses- são extraordinária na última segunda-feira, o Projeto de Lei 062/2010, de autoria do Aprovado Orçamento de R$256.000.000,00 para Itapetininga em 2011 Poder Executivo, que estima a Receita Orçamentária do Município para 2011 em R$256.000.000,00 e fixa a Despesa para o mesmo exer- cício. Foram aprovadas tam- bém emendas de vereadores que agora irão à apreciação do Chefe do Executivo. De- talhes na página A-3 A direção da Editora Folha de Itapetininga in- forma que, no período de 25 de dezembro ao dia 3 de janeiro de 2011, os jornais Folha de Itapeti- Editora Folha de Itapetininga informa sobre circulação do jornal ninga e Tribuna Popular não circularão, para a re- visão de máquinas e equipamentos, retornan- do no dia 3 de janeiro de 2011. Hoje, véspera do Natal e no próximo dia 31, o pon- to será facultativo nas re- partições da Prefeitura Mu- Hoje e dia 31 ponto facultativo na Prefeitura nicipal de Itapetininga, com base em decreto firmado pelo prefeito Roberto Ra- malho Tavares. As agências bancárias na data de hoje, 24, terão ex- Agências bancárias atendem hoje das 8 às 10 h pediente ao público das 8 às 10 horas. No próximo dia 31 não haverá expediente bancário. Giriboni diplomado pelo TRE para o segundo mandato O Deputado Estadual Ed- son de Oliveira Giriboni (PV), que representa Itapetininga e a Região Sudoeste na Assem- bléia Legislativa do Estado de São Paulo foi diplomado pelo Tribunal Regional Eleitoral no último dia 17 de dezembro. A posse para o segundo manda- to está prevista para 15 de março. Giriboni foi reeleito depu- tado estadual com 93.128 vo- tos, depois de ter realizado, du- rante o primeiro mandato, um trabalho de enorme enverga- dura, consolidando a identida- de da região e conquistando, para a mesma, o maior volu- me de investimentos de sua história. Página A-5 Parlamentar formula votos de Feliz Natal e Próspero Ano Novo O Deputado Estadual Ed- son Giriboni está formulando seus votos de Feliz Natal e Prós- pero Ano Novo a toda popula- ção de Itapetininga, Região Su- doeste e Estado de São Paulo. Começa o monitora- mento eletrônico de presos beneficiados com as saídas temporárias. Cada torno- zeleira será identificada por 18 mil presos recebem indulto de Natal no Estado 18 mil detentos serão beneficiados neste ano com a sa- ída temporária de Natal e Ano Novo, entre os dias 23 de dezembro e 3 de janeiro. Começa o monitoramento eletrônico um número. Caso o lacre seja rompido, haverá a identificação do sentencia- do correspondente aquele número e a Polícia Militar será acionada para sua cap- tura. Página A-2

Folha 24/12/2010

Embed Size (px)

DESCRIPTION

O melhor jornal da região

Text of Folha 24/12/2010

  • R$ 1,50home page: www.folhadeitapetininga.com.br e-mail: [email protected]

    FOLHA DE ITAPETININGA42

    Anos

    Com It

    apetini

    nga

    e Regi

    o

    Itapetininga, sexta-feira, 24 de dezembro de 2010N 6038 ANO XLI Diretora - Proprietria: Benedita Rosely Salem Cerqueira

    Que as realizaes alcanadas este ano, sejam

    apenas sementes plantadas, que sero colhidas com

    maior sucesso no ano vindouro. Feliz Natal e um

    prspero Ano Novo aos associados venancianos e

    respectivas familias.

    PRESIDENTE - NELSON ABRO JAMEL

    O comrcio itapetininga-

    no, neste perodo natalino,

    vem funcionando at s 22

    horas. Hoje, dia 24, vspe-

    ra do Natal, as lojas ficaro

    abertas at s 18 horas,

    Comrcio aberto hoje at

    as 18 horas em Itapetininga

    permanecendo fechadas

    amanh, dia 25. As lojas do

    Itapetininga Shopping tam-

    bm fecharo hoje s 18

    horas.

    Na tarde de ontem, em

    meio s cantatas de Natal na

    cidade, foi destaque no cen-

    tro comercial a bonita apre-

    sentao do Coral Infantil

    Tonzinho, de So Miguel

    Arcanjo. (pginas internas)

    Programe seus fins

    de semana, festas,

    temporada . Em

    local privilegiado

    confira na pg B-15

    A Cmara Municipal de

    Itapetininga aprovou, em ses-

    so extraordinria na ltima

    segunda-feira, o Projeto de

    Lei 062/2010, de autoria do

    Aprovado Oramento de R$256.000.000,00

    para Itapetininga em 2011Poder Executivo, que estima

    a Receita Oramentria do

    Municpio para 2011 em

    R$256.000.000,00 e fixa a

    Despesa para o mesmo exer-

    ccio. Foram aprovadas tam-

    bm emendas de vereadores

    que agora iro apreciao

    do Chefe do Executivo. De-

    talhes na pgina A-3

    A direo da Editora

    Folha de Itapetininga in-

    forma que, no perodo de

    25 de dezembro ao dia 3

    de janeiro de 2011, os

    jornais Folha de Itapeti-

    Editora Folha de Itapetininga

    informa sobre circulao do jornalninga e Tribuna Popular

    no circularo, para a re-

    v i s o d e m q u i n a s e

    equipamentos, retornan-

    do no dia 3 de janeiro de

    2011.

    Hoje, vspera do Natal

    e no prximo dia 31, o pon-

    to ser facultativo nas re-

    parties da Prefeitura Mu-

    Hoje e dia 31 ponto

    facultativo na Prefeituranicipal de Itapetininga, com

    base em decreto firmado

    pelo prefeito Roberto Ra-

    malho Tavares.

    As agncias bancrias na

    data de hoje, 24, tero ex-

    Agncias bancrias atendem hoje das 8 s 10 hpediente ao pblico das 8 s

    10 horas. No prximo dia

    31 no haver expediente

    bancrio.

    Giriboni diplomado pelo TRE

    para o segundo mandato

    O Deputado Estadual Ed-

    son de Oliveira Giriboni (PV),

    que representa Itapetininga e

    a Regio Sudoeste na Assem-

    blia Legislativa do Estado de

    So Paulo foi diplomado pelo

    Tribunal Regional Eleitoral no

    ltimo dia 17 de dezembro. A

    posse para o segundo manda-

    to est prevista para 15 de

    maro.

    Giriboni foi reeleito depu-

    tado estadual com 93.128 vo-

    tos, depois de ter realizado, du-

    rante o primeiro mandato, um

    trabalho de enorme enverga-

    dura, consolidando a identida-

    de da regio e conquistando,

    para a mesma, o maior volu-

    me de investimentos de sua

    histria. Pgina A-5

    Parlamentar formula votos de Feliz Natal e Prspero Ano Novo

    O Deputado Estadual Ed-

    son Giriboni est formulando

    seus votos de Feliz Natal e Prs-

    pero Ano Novo a toda popula-

    o de Itapetininga, Regio Su-

    doeste e Estado de So Paulo.

    Comea o monitora-

    mento eletrnico de presos

    beneficiados com as sadas

    temporrias. Cada torno-

    zeleira ser identificada por

    18 mil presos recebem indulto de Natal no Estado18 mil detentos sero beneficiados neste ano com a sa-

    da temporria de Natal e Ano Novo, entre os dias 23 de

    dezembro e 3 de janeiro.

    Comea o monitoramento eletrnico

    um nmero. Caso o lacre

    seja rompido, haver a

    identificao do sentencia-

    do correspondente aquele

    nmero e a Polcia Militar

    ser acionada para sua cap-

    tura.

    Pgina A-2

  • FOLHA DE ITAPETININGA sexta-feira, 24 de dezembro de 2010 pgina 7

    SILAS GEHRING CARDOSO

    AJORI-033

    Jovani Salvini

    Os cinfilos em Itapetinin-ga esto animados com o in-cio de projees em TerceiraDimenso-3-D, numa das sa-las de exibio do Itapetinin-ga Shopping. Na ltima se-mana foram iniciadas as exi-

    Itapetininga a terceira cidade

    da regio a ter cinema em 3-Dbies em 3-D, integrando aprogramao de filmes na ci-dade.

    Com o melhoramento tc-nico, que exige o uso de cu-los especiais entregues en-trada do pblico, Itapetinin-

    ga passa a ser a terceira ci-dade da regio a ter a mo-dernidade cinematogrfica,depois de Sorocaba e Itu.

    O primeiro filme em exi-bio As crnicas de Nr-dia.

    Apesar de alguns amigosme colocarem a fama deencrenqueiro, o que real-mente no verdade, eu souuma pessoa calma que gos-taria de ser tratado comocliente que sou, e no comoum consumidor. E comofao valer essa minha con-vico, as opes de cho-perias, bares e lanchonetes,tem diminudo ao passar dostempos. Mas sou guerreiroe vou continuar lutando peloatendimento ideal.

    Gosto muito de freqen-tar bares, lanchonetes e res-taurantes, tanto aqui em Ita-petininga como em SoPaulo, onde moro com mi-nha famlia, e reparo muitono atendimento dos gar-ons, garonetes, balconis-ta, etc. O que mais me cha-ma a ateno que na mai-oria das vezes, aquela figu-ra simptica e atenciosa dogarom idealizado por nsatravs dos tempos, estsumindo, e em seu lugar estsurgindo o atendente.

    As relaes nesse tipode negcio esto tomandoo mesmo rumo que as re-des bancrias tomaram al-gum tempo atrs que nomeu modo de ver, no deucerto, tanto que mudarama estratgia. A falta de rela-cionamento pessoal entre aspartes tem sido deixada delado e o atendente temcomo objetivo somente sa-tisfazer o desejo de consu-mo do cliente.

    Estive recentemente noRestaurante da Baro aquiem Itapetininga, e notei queaquele garom que h anostem me atendido uma ra-ridade, a figura do atencio-so Nunes preocupado como bem estar de seus clien-tes, sempre perguntandodas pessoas com o sorrisodiscreto e educado, que nosdeixa to vontade, que noscativa a voltar sempre. Emuma conversa com o Nunes,ele me confidenciou que estmuito preocupado com anova gerao de profissio-nais desta rea que no tema menor preocupao comesses detalhes do atendi-mento, o que, diga-se depassagem, concordo plena-

    CLIENTIVIDADE

    mente com ele.Porm parece que os

    fast-food da vida tm ou-tra poltica de atendimen-to, que no tem a menorinteno de criar afinidadesentre o cliente e o estabe-lecimento, talvez pela agi-tao do dia a dia o me-lhor mesmo comer e cor-rer pro trabalho.

    Esse ritual enlouqueci-do faz com que nos esque-amos dos momentos quedeveramos curtir e sim-plesmente aproveitar o vi-sual, o sabor, o perfume etambm relaxar.

    Mais e mais, profissio-nais deste ramo de neg-cio tem aderido forma delidar com o cliente comoatendente, por falta detraquejo ou mesmo por in-competncia na profisso.Digo incompetncia, nopor ofensa, mas porqueacredito que a profisso degarom no s tirar pe-dido e servir, mas sim in-teragir e proporcionar mo-mentos de tranqilidade aocliente.

    Dai me lembrei de umcurso que fiz naAMCHAM(Cmara Ame-ricana de Comercio Brasil-Estados Unidos) sobreCLIENTIVIDADE.

    Assunto na poca pou-co abordado, mas muitolgico, que hoje em dia no mais passvel de ser ig-norado.

    Todos somos clientesde todos, marido e mulher,pais e filhos, patro e em-pregado, colegas de tra-balho, de escola, de cur-so, etc. Todos ns temosalgo a oferecer ao nossocolega que o torna nossocliente, e assim tambmque ele nos v, como seucliente.

    Tambm nessa relaode clientividade, os indiv-duos esto cada vez me-nos preocupados em agra-dar seu cliente, cada vezmais cresce o sentimentode individualidade no serhumano.

    Tudo isso me fez pen-sar no porque as coisasesto tomando esse rumo?Porque cada vez mais es-tamos esquecendo os nos-sos clientes, ou somenteatendendo e no servin-do como fazamos nostempos dos nossos pais eavs?

    Nos tempos modernosa clientividade, chama-senetworking, e as pessoassorriem umas para as ou-tras com um nico prop-sito, tirar vantagem desserelacionamento.

    Em uma passagem dolivro O Monge e o Exe-cutivo de James D. Hun-ter, ele cita uma conversaentre a galinha e o porco,onde est para ser realiza-da uma parceria. A galinhaentraria com os ovos e oporco com o bacon, dateriam um sensacional bre-akfast.

    James C. Hunter des-creve em seu livro vriaspassagens, e em todas elasdestaca que uma parcerias boa se ambas as par-tes tiverem ganhos. Noexemplo anterior a galinhaestaria ganhando, pois bo-taria mais ovos durante avida, porm o porco no te-ria como sobreviver aps daro bacon, pois estaria cortan-do a prpria carne.

    Vamos lembrar sempre,no devemos exigir dos ou-tros que cortem a prpriacarne se ns mesmos no es-tamos disposto a fazer isso.

    A famosa Lei de Gerson,coitado dele levou a famasem deitar na cama, estcaindo em desuso e tomarao nosso querido Nunes es-teja enganado e a nova ge-rao de profissionais darea de atendimento nossurpreenda e mostre todoseu valor.

    (comentrios/crticas/

    sugestes para o e-mail:

    [email protected])

    Multiplicam-se, nesta fasedo ano, as campanhas que vi-sam garantir um Natal commenos privaes para aque-les que, por fora de sua si-tuao, se encontram margi-nalizados do prprio conv-vio social. Essas campanhasso altamente meritrias. Noentanto, h necessidade ur-gente de uma mobilizaopara que no falte o essencialpermanentemente.

    Quando esta edio daFOLHA DE ITAPETININ-GA estiver sendo distribuda,j estaremos na vspera na-talina. noite, as famlias es-taro se reunindo. Muitos dosmenos favorecidos estaro

    Necessria mudana de viso que no

    pode se restringir a um dia por ano

    tendo uma alimentao dife-renciada. Tudo isso muitobom. No entanto, precisamosde solues permanentes. Nodia seguinte, esses mesmosestmagos voltaro a sentirfome. A falta de conforto emlocais difceis, a falta de quemvalorize a sua auto-estima,costuma doer muito.

    Junto com as providnci-as emergenciais, que so ne-cessrias, precisamos da con-jugao de esforos para eli-minar a misria, garantindo atodos, pelo menos o mnimoindispensvel para sobrevivercom dignidade. As pessoass conseguem sentir suaauto-estima valorizada, quan-do elas prprias conseguemmanter seu dia a dia. Por issomesmo, preciso ajudar es-sas pessoas a construir suaestrutura. Com ela, estarohabilitadas a mostrar seu po-tencial, sua vocao, dentroda certeza que no ficamnada a dever sociedade queas cerca.

  • FOLHA DE ITAPETININGA sexta-feira, 24 de dezembro de 2010pgina 6

    Rua Padre Albuquerque, 446 -3271-1309

    Carinhosamente estamos

    prestando a Joo e Nair esta

    homenagem que reflete no

    espao e no tempo lem-

    branas especiais que ja-

    mais sero esquecidos nes-

    te transcorrer de vida.

    No ano de 2000 o sr.

    Joo Batista de Oliveira re-

    alizou um baile no Clube

    Recreativo em comemora-

    o aos 50 anos de casado

    com sua senhora Nair Ri-

    HOMENAGEMbeiro.

    Passados esses 60 anos,

    Bodas de Diamante nova-

    mente realizaro no Clube

    Recreativo. Sendo nascidos

    na cidade cujo casamento

    foi realizado no dia 23 de

    dezembro de 1950. Ele faz

    parte da diretoria do clube

    e ex-funcionrio do DER.

    Casal muito unido, razo da

    estrutura de um casamento

    feliz. Ele amoroso, sempre

    cuidando da casa e dos fi-

    lhos, das noras, netos e bis-

    netos. Graciosamente mas

    com grande admirao, va-

    mos levando o nosso forte e

    caloroso abrao ao casal de

    idosos, mas jovens no esp-

    rito e na alma pelos caminhos

    percorridos por essa longa

    estrada da vida. Parabns

    Joo e Nair! So os nossos

    votos e tambm da Folha de

    Itapetininga.

    A Associao dos Funci-

    onrios Aposentados do

    Banco do Estado de So

    Paulo (AFABESP), atravs

    da diretoria, prestou um tri-

    buto de gratido aos que

    O itapetiningano Jos Nunes recebe homenagem

    pelo Jubileu de Ouro de Excelncia Profissional

    completaram neste ano de

    2010, cinqenta anos de liga-

    o profissional/sentimental

    com o Banco do Estado de

    So Paulo (antigo Banespa).

    O grande evento aconte-

    ceu dia 17 de dezembro, no

    Clube Crculo Militar de So

    Paulo, na Capital, constitu-

    do de um jantar-danante

    com msica ao vivo, uma ver-

    dadeira festa de gala, onde

    cada homenageado recebeu

    uma placa comemorativa.

    Estiveram presentes na ho-

    menagem os familiares e

    amigos do homenageado.

    Nas fotos: 1- A placa do

    homenageado; 2 Jos Nu-

    nes recebe a placa do presi-

    dente da AFABESP; 3

    Cumprimentos do presiden-

    te; 4 Famlia do homena-

    geado (uma parte da famlia);

    5 O colega Rubens Atay-

    de cumprimenta o homena-

    geado; 6 A filha Gislene,

    esposa Leomira e a amiga

    Marly de Paula, posam para

    a foto.

    Recordando o sucesso do Natal da Associao Criana Sorriso

    Na confirmao da expectativa e correspondendo aos es-

    foros dos dirigentes da entidade, equipes de trabalho, volunt-

    rios e colaboradores, foi sucesso, como em outros anos, o Na-

    tal deste ano promovido pela Associao Criana Sorriso,

    realizado no ltimo dia 5, entre 9 e 12 horas, em 18 locais (p-

    los) diferentes da cidade, acolhendo 16 mil crianas de baixa

    renda, como noticiamos na edio do ltimo dia 18.

    Cada um dos plos teve sua equipe de coordenao e tra-

    balho, distribudos em pontos estratgicos do entorno de Itape-

    tininga. Em meio distribuio dos brinquedos, as crianas

    participaram de jogos, brincadeiras, lanches e ampla confrater-

    nizao.

    Vamos repetir aqui o que foi a distribuio no Natal da ACS:

    22.000 cachorros-quentes (1.500 kg de salsinha e 22.000 pes);

    22.000 copos de refrigerantes (417 fardos); 16.000 saquinhos

    de pipoca-doce; 300 kg de pipoca salgada (45.000 saquinhos);

    300 kg de balas; 16.000 pirulitos; 70.000 mil brindes e 16.000

    brinquedos.

    Nas fotos, aspectos da bela festa natalina da Associao

    Criana Sorriso de Itapetininga.

    A diretoria do Clube dos

    Bancrios espera, uma vez

    mais, marcar sucesso no

    Rveillon no Clube dos Bancriosseu Rveillon do prximo

    dia 31, a partir das 23 ho-

    ras. Coquetel, jantar, quei-

    ma de fogos e baile sob o

    ritmo do Cocktail Banda

    Show.

    O bilhete da Loteria Fede-

    ral de n 16975, sorteio do l-

    timo dia 4 deste ms, primeiro

    prmio, saiu em Itapetininga,

    Mais um prmio da Loteria

    Federal em Itapetiningavendido pela Lotrica 10, ao

    lado da Estao Rodoviria. O

    prmio foi de R$600.000,00.

    Mais um felizardo na cida-

    de, e quando se aproxima o

    prmio maior da Mega da Vi-

    rada, do dia 31 prximo. Boa

    sorte!

    Os pescadores de Itape-

    tininga esto sempre ativos

    no calendrio e, periodica-

    mente, rumam para os rios

    do Mato Grosso e de outros

    estados. Nas fotos de hoje

    focalizamos um grupo de

    quatro amigos que foram

    Recordando a boa pescaria no Mato Grosso

    pescar, entre os dias 22 e 30

    de outubro ltimo, no rio

    Coliseu, afluente do rio Xin-

    g, na cidade Gacha do

    Norte, no estado de Mato

    Grosso. O peixe mais pesca-

    do nesta recente jornada foi

    a saborosa cachorra, que

    aparece nas fotos: 1) Pauli-

    nho, Lola, Z Grando e seu

    filho Clvis e Oswaldinho; 2)

    Clvis exibe uma bela ca-

    chorra; 3) Clvis e Zezo pre-

    parando os peixes; 4) T

    Furtado com seu robusto pei-

    xe.

  • FOLHA DE ITAPETININGA sexta-feira, 24 de dezembro de 2010 pgina 5

    PROCESSO SELETIVO 2011 - INSCRIES ABERTAS

    PROVA

    DIA 09/01/2011

    s 15h

    O deputado Edson Gi-

    riboni, na noite do ltimo

    dia 17, na sede campestre

    do Clube Venncio Ayres,

    foi um dos convidados

    para a expressiva e con-

    corrida solenidade na qual

    o Conselho Regional de

    Odontologia de So Pau-

    lo rendeu homenagens aos

    Deputado reeleito Giriboni foi diplomado

    pelo TRE em solenidade na Assemblia

    O Deputado Estadual Edsonde Oliveira Giriboni, que repre-senta Itapetininga e toda RegioSudoeste na Assemblia Legis-lativa do Estado de So Paulo,foi diplomado pelo TER Tribu-nal Regional Eleitoral em sole-nidade realizada no ltimo dia 17de dezembro, naquela Casa deLeis. Giriboni foi reeleito para umnovo mandato de 4 anos, tendorecebido 93.128 votos.

    Edson de Oliveira Giriboninasceu no municpio de Itapeti-ninga, em 1953, filho de OrlandoGiriboni e Benedita de OliveiraGiriboni, tendo como irmos r-cio, Edno, lvio, rico, Elston,Elide e Everson. Seu av, Lou-reno Giriboni, filho de imigran-tes italianos, depois de trabalhararduamente em cafezais desde

    a infncia, conseguiu, com mui-to esforo, fundar a empresa Ir-mos Giriboni. Essa empresateve expanso com as duas ge-raes seguintes, e hoje mantmo mesmo nome. Edson formou-se em Engenharia Civil pela Es-cola Politcnica da Universida-de de So Paulo e em Adminis-trao de Empresas pela Asso-ciao de Ensino de Itapetinin-ga, com cursos de especializa-o na Universidade de Campi-nas e Universidade Federal deMinas Gerais. casado com aSra. Sandra Brasil Giriboni, ten-do o casal trs filhos: Edson Jr.,Rodrigo e Camila. Em 1977 in-gressou na Fepasa, como enge-nheiro de implantao de obras.Graas ao seu dinamismo e ca-pacidade de trabalho, chegou

    Superintendncia.Seu ingresso na vida pblica

    se deu exatamente com ummovimento de fortalecimento dacategoria ferroviria. A mobili-zao acabou levando Giribonia ser eleito vice-prefeito de Ita-petininga para o perodo de1989/1992, quando tambmocupou a Secretaria Municipalde Obras e Servios Pblicos,desenvolvendo um trabalho denatureza estratgica na expan-so das vias urbanas e melhoriada malha viria rural. Foi nova-mente eleito vice-prefeito de Ita-petininga para o perodo 2001/2004, quando tambm ocupoua Secretaria Municipal de In-dstria e Desenvolvimento.

    Nas eleies de2006, Edson de Oliveira Giribo-

    ni foi eleito Deputado Estadualpelo Partido Verde com 47.968votos, tendo como base eleito-ral principal, alm de sua cidadenatal- Itapetininga, toda a re-gio sudoeste do Estado de SoPaulo. Sua grande conquistanesse primeiro mandato foi daruma identidade a essa regio,que por dcadas permaneceuesquecida no mbito poltico-ad-ministrativo. Sua primeira gran-de iniciativa, uma vez empossa-do, foi a realizao de um am-plo diagnstico em mais de 45municpios da mesma, culminan-do com o relatrio intitulado Es-tudo do Perfil Scio-Econmi-co das Regies Administrativasdo Estado de So Paulo. Esserelatrio foi entregue pessoal-mente ao governador do Esta-do e aos secretrios e tevecomo conseqncia imediata ,odirecionamento do maior volu-me de investimentos j visto na

    histria dessa regio. Algumasoutras iniciativas de grande im-pacto marcaram o primeiromandato de Giriboni ,com n-fase especial para a ampliaoda licena maternidade para180 dias, uma iniciativa sua, as-sumida pelo Governo do Esta-do por questes constitucionaise hoje plenamente em vigor be-neficiando milhares de funcio-nrias pblicas. Vale ressaltartambm o seu projeto de redis-tribuio de ICMS aos mais de600 municpios paulistas, aindaem tramitao na AssembliaLegislativa, que trar uma dis-tribuio mais justa benefician-do municpios com menor Re-ceita Per Capita e paralelamentecontribuindo, substancialmente,para a preservao ambiental.

    Nas eleies de2010, Edson de Oliveira Giribo-ni foi reeleito com mais de 93mil votos, praticamente o dobro

    da primeira votao, com 95%dos sufrgios vindos da regiosudoeste do Estado. Giriboni pre-tende agora dar seqncia aotrabalho de fortalecimento des-sa regio, estando empenhado,de forma especial, na duplica-o da Rodovia Raposo Tava-res entre Itapetininga e Soro-caba; na conquista de um cam-pus da UNESP para a regio;na extenso da duplicao dasestradas at a divisa com o Es-tado do Paran; na conclusodos Hospitais de Itapetininga eItapeva; na ampliao dos cur-sos da FATEC;na continuida-de do Programa de Recupera-o de Vicinais; e nos benef-cios diretos aos municpios eentidades. Seu hbito de estarpresente em todos esses mu-nicpios para ouvir suas reivin-dicaes e avaliar suas neces-sidades, ter continuidade nestesegundo mandato.

    Parlamentar participa de inaugurao

    de mais uma importante creche em Capo Bonito

    Na manh do ltimo dia 19,em Capo Bonito, a convite, odeputado Edson Giriboni parti-cipou da concorrida solenidadede inaugurao da nova e mui-to bem instalada Creche Muni-cipal Leoni da Silva Lopes, napopulosa Vila Aparecida, reunin-do, alm dos moradores, autori-dades do municpio e famlias das

    crianas que sero atendidas nomodelar estabelecimento.

    Na solenidade iniciada s 10horas, usaram da palavra paradestacar a importncia do even-to e citar as conquistas da VilaAparecida na atual administra-o municipal, a sra. Isabel Sac-co, proprietria da Escola ValeEncantado; vereadores Eze-

    quiel Pereira de Magalhes Sil-va e Clio de Melo; secretrioda Educao, Jos Dimas Cor-deiro de Miranda; profa. MariaLuiza de Freitas, da Educaoe vice-prefeito Marcos Citada-ni.

    O deputado Edson Giriboni,ao discursar, exaltando mais umaobra do prefeito Jlio Fernando

    e sua equipe, tambm agrade-ceu a expressiva votao re-cebida em Capo Bonito naeleio de outubro. O prefeitoJlio Fernando Galvo, ao usarda palavra, alm de agradecervrias obras onde tem sido va-liosa a contribuio do depu-tado Giriboni, anunciou 8 inau-guraes programadas, ainda

    este ano, em sua administrao,alm de outras para a Vila Apa-recida. Seguiu-se o corte da fitainaugural da nova Creche e des-cerramento da placa alusiva inaugurao. Depois, autorida-des e povo visitaram o novoe amplo estabelecimento, quevaloriza o ensino capoboni-tense. Em meio solenida-

    de, houve nmeros de cantoe danas das crianas dacreche, sob coordenao daprofa. Margarida de Freitas.

    O cerimonial coube aosecretrio municipal AriRusso, registrando-se tam-bm, na solenidade, a pre-sena do vereador Tarz, deItapeva.

    Deputado prestigia homenagens na APCDdentistas Jos Geraldo

    Lima de Lara, Miguel Ter-

    ra Domenici e Jos Gui-

    lherme Neves Campos,

    este representado pelo

    colega Marcos Kira, alm

    daqueles que receberam

    certificados como especi-

    alistas. A solenidade foi

    presidida pela dra. Eunice

    Cristina Gardieri, conse-

    lheira do CRO de So

    Paulo, que representou o

    presidente Emil Adib Ra-

    zuk. Dentre as saudaes

    dirigidas aos homenagea-

    dos, tambm discursou o

    deputado Edson Giriboni,

    visto na foto na mesa ofi-

    cial.

  • FOLHA DE ITAPETININGA sexta-feira, 24 de dezembro de 2010pgina 4

    LOTERIAS

    Fone: 3272-5200

    (Frente ao Mercado Municipal)

    Onde mora sua sorte

    Estamos recebendo

    todos os Boletos

    Bancrios

    Fone: 3271-2887

    (Frente a Elfran)

    P QUENTE LOTERIAS

    Faa seujogo ou

    pague suaconta no

    P Quente

    Rua Santa Clara, 184

    Fone/Fax (015) 3388-7604 - 3232-2939

    Sorocaba/SP - CEP 18080-420

    CROSP-5.209

    Dr. Carlos Alberto do NascimentoTelefone para Contato (3271 0889)

    Rua Monsenhor Soares, 1.032 - Centro - Itapetininga/SP

    Clnica Geral - Ortodontia -

    Implantes

    Cirurgias Avanadas

    Em acontecimento j tradi-

    cional na vida educacional de Ita-

    petininga e regio, na noite da

    ltima 4 feira, dia 22, na sede

    social do Clube Venncio Ayres,

    colaram grau dezenas de for-

    mandos dos cursos das Facul-

    dades de Cincias Contbeis e

    de Filosofia, Cincias e Letras

    da Organizao Superior de En-

    sino da AEI.

    No salo muito bem decora-

    do e lotado, instalou-se a soleni-

    dade presidida pelo dr. Omar

    Jos Ozi, presidente da OSE-

    AEI, de cuja mesa oficial tam-

    bm fizeram parte: dr. Jos Car-

    los de Oliveira, delegado do Con-

    selho Regional de Contabilidade;

    profa. Vanessa Kitizo Venturelli,

    Coordenadora do Curso de Le-

    tras; prof. Paulo Csar Martins

    Menck, Coordenador do Curso

    de Matemtica; prof. Ivan Bar-

    santi da Silveira, Coordenador do

    Curso de Pedagogia e padrinho

    da turma; profa. Marly Larizzatti

    Almeida Bueno, madrinha da tur-

    ma de Letras; prof. Marcelo

    Edlinger Camargo, padrinho da

    turma de Matemtica; vereador

    e professor Fuad Abro Isaac,

    Colao de Grau nas Faculdades da OSE

    presidente eleito da Cmara Mu-

    nicipal; prof. Antonio Carlos Go-

    mes de Almeida, Coordenador

    do Curso de Cincias Cont-

    beis e paraninfo das turmas;

    prof. Paulo Roberto de Olivei-

    ra, Coordenador do Curso de

    Administrao; prof. Walter

    Masson, Coordenador do Cur-

    so de Sistemas de Informao;

    prof. Francisco Ravacci Neto,

    padrinho da turma de Adminis-

    trao; prof. Arnildo de Oliveira

    Martins, padrinho da turma de

    Cincias Contbeis; Tarcisio

    Rosa, Secretrio das Faculdades

    de Cincias Contbeis e de Filo-

    sofia, Cincias e Letras.

    Aps a formao da mesa e

    entrada dos membros do corpo

    docente e dos formandos, hou-

    ve execuo do hino nacional,

    seguindo-se o discurso do pa-

    raninfo prof. Antonio Carlos

    Gomes de Almeida. Depois dis-

    cursaram os oradores de cada

    turma: Wilson Rodrigues Jr. (Ad-

    ministrao), Aline Michella Mi-

    ano Moscardi (Cincias Cont-

    beis), Danielle Cristina Noguei-

    ra (Letras), Willians dos Santos

    Arruda (Matemtica) e Patrcia

    de Moraes Prestes (Pedagogia).

    A solenidade prosseguiu com

    homenagens prestadas pelos

    formandos aos seus padrinhos

    e madrinhas. O delegado do

    Conselho Regional de Conta-

    bilidade, dr. Jos Carlos de Oli-

    veira, entregou placa de mrito

    acadmico melhor aluna do

    Curso de Cincias Contbeis,

    bel. Leila Maria Ferreira de Ara-

    jo.

    Na seqncia da cerimnia,

    o presidente Omar Jos Ozi di-

    rigiu o juramento dos forman-

    dos, antes da colao de grau.

    Fizeram o juramento: Marcelo

    Jordo Amalfi (Administrao);

    Andra Nunes de Souza (Cin-

    cias Contbeis), Andria Mar-

    condes de Oliveira (Letras),

    Bruno do Nascimento Caricatti

    (Matemtica) e Rosana Garcia

    Camilo (Pedagogia).

    O dr. Omar Jos Ozi pro-

    cedeu a solene colao de grua

    de cada formando, dentre de-

    zenas de cada turma.

    Os novos licenciados e ba-

    charis da OSE foram, a seguir,

    homenageados com nmero

    musical interpretado pela can-

    tora Ana Cludia, acompanha-

    da do tecladista Jos Rober-

    to.

    No encerramento, as pa-

    lavras de cumprimentos aos

    formandos, seus pais e pro-

    fessores, alm de agradeci-

    mentos presena do enor-

    me pblico, proferidas pelo

    presidente Omar Jos Ozi. Ele

    tambm destacou a trajetria

    da AEI, chegando aos 45 anos

    de atividades e citou a presen-

    a, dentre o pblico, de seu

    ex-colega vereador e ex-pre-

    feito de Itapetininga, Antonio

    Fernando Silva Rosa. O de-

    putado estadual Edson Giri-

    boni foi representado pelo as-

    sessor Antonio Carlos Pom-

    peu Piza.

    Em meio alegria dos for-

    mandos e seus familiares, o

    festivo encerramento de mais

    uma expressiva e histrica

    Colao de Grau das Facul-

    dades da OSE-AEI.

    Nas fotos, alguns flagrantes

    da bela solenidade: 1) Os forman-

    dos, a mesa oficial e parte do

    grande pblico; 2) presidente

    Omar Jos Ozi no ato de jura-

    mento e colao de grau de uma

    formanda; 3) Jos Carlos de Oli-

    veira, delegado regional do CRC-

    SP ao premiar a bacharel Leila Ma-

    ria Ferreira de Arajo; 4) Omar

    Jos Ozi ao usar da palavra.

    fotos: Syllos Eventos

  • FOLHA DE ITAPETININGA sexta-feira, 24 de dezembro de 2010 pgina 3

    OS MELHORES PRODUTOS E OS

    MENORES PREOS!!!

    Promoo

    R.: Padre Albuquerque, 182

    Balana Digital Uso Pessoal R$ 35,00

    Kit Medidor de Gliecemia Performa Nano R$ 79,00

    Aparelho de Presso Digital de Pulso R$ 182,90

    Termmetro Digital R$ 10,90

    Travesseiro p/ corpo Alpino R$ 64,90

    Aparelho de Presso colorido s/ estetoscpio

    Na compra acima de 30,00 reais, voc concorre a uma

    bicicleta.

    Cobrimos qualquer oferta da concorrncia.

    O jornal Folha de Itape-tininga agradece e retribui smensagens de Boas Festasrecebidas de: Ferrostcal;Sindicato Rural de Itapeti-ninga; Desembargador Dr.Antonio Carlos Munhoz So-ares; Drogasil; Prefeitura deItapetininga; Centro Socialde Apoio ao Adolescente;Auto Posto La Ville; CsarGontijo; Antonio CarlosMendes Thame; Centro Pro-fissionalizante MunicipalProf. Arino Loureno; Ma-ria Lcia Amary; ThiagoRomero; F&M Procultura;

    FOLHA agradece e retribui

    s mensagens de Boas FestasFlvia, Marg, Carol, Jami-le, Alessandra e Daniele; Ju-liana Ramos; Adriana Fran-co; Souza Franco Comuni-cao; ngela e RobertoRamalho; SBT; diretoria daTV Sorocaba; equipe doTeatro do Sesi de Itapetinin-ga; Casa Hope; Luiz MoreiraJr; Redao Cu-Comunica-o; Giuliana Benzi & Mir-tes Bogea, WN & Comuni-cao; Assessoria de Im-prensa do Hospital Srio-Li-bans; Vereador Fuad Isa-ac; Dr. Rodrigo Plens Tei-xeira; G8 Investimentos;

    Rubens Telles de CamargoJnior; Graziella Labatti;PAE Itapetininga; Camilae Luciana; Veris Faculdades;Patrcia Helena VerssimoBraga; Associao AnliaFranco; Mac Assessoria deComunicao; Link Portalde Comunicao; MarianaManzato; Imprensa Itapeva;Fbio Hyppolito.

    Formulamos, ao mesmotempo, os votos de Feliz Na-tal e Prspero Ano Novo atodos os nossos leitores, as-sinantes, anunciantes e cola-boradores.

    A Cmara Municipal deItapetininga, em sesso ex-traordinria realizada na l-tima segunda-feira, aprovouo Projeto encaminhado peloPrefeito que estima a Recei-ta e fixa a despesa do muni-cpio para o exerccio finan-ceiro de 2011. Junto com oprojeto, foram aprovadasemendas apresentadas pelosvereadores, que podero seracatadas ou vetadas peloChefe do Executivo.

    O valor deR$256.000.000,00 se des-dobra emR$244.060.000,00 do Or-amento Fiscal eR$11.940.000,00 do Ora-mento da Seguridade Soci-al.

    A despesa da Adminis-trao Direta ficou assimprevista: 1 LegislativaR$5.440.000,00; 4 Admi-nistrao R$42.796.000,00;

    Oramento Municipal de Itapetininga

    para 2011 ser de R$256.000.000,00

    6 Segurana PblicaR$1.700.000,00; 8 Assis-tncia SocialR$9.630.000,00; 10 Sa-de R$71.820.000,00; 11 R$ 100.000,00; 12 Edu-cao R$73.794.000,00; 13 Cultura R$2.690.000,00;14 Direitos da CidadaniaR$ 100.000,00; UrbanismoR$11.110.000,00; 16 Ha-bitao R$ 400.000,00; 17

    Saneamento R$200.000,00; 18 GestoAmbiental R$1.932.000,00;20 Agricultura R$888.000,00; 22 IndstriaR$ 470.000,00; 26 Trans-porte R$5.250.000,00; 27 Desporto e Lazer R$3.080.000,00; 28 EncargosSociais R$10.100.000,00;99 Reserva de Contingn-cia R$2.560.000,00.

    Em meio ao enorme pblico

    itapetiningano e de outras cida-

    des da regio que foi brindado,

    na noite da ltima 2 feira, dia

    20, com o espetculo Natal Ilu-

    minado, com a orquestra sinf-

    nica de Helipolis e o Coral da

    Gente, ainda ecoam os comen-

    trios e elogios ao magnfico

    concerto realizado na Catedral

    Nossa Senhora dos Prazeres,

    sob a regncia de Edlson Ven-

    tureli.

    Alm dos nmeros apresen-

    tados no interior do templo, com

    repertrio inicialmente erudito,

    depois natalino e de msica bra-

    sileira, grande pblico na Praa

    Duque de Caxias assistiu pro-

    jeo dos efeitos de som e luzes

    de motivos natalinos, na facha-

    da do templo. Um espetculo

    indito e muito aplaudido, como

    a calorosa manifestao do p-

    blico do interior da igreja, aps

    cada execuo musical, com

    bis e participao, inclusive,

    nos cantos natalinos a convite

    do maestro Edlson Ventureli.

    Alm dos detalhes que foca-

    lizamos na edio de TRIBUNA

    POPULAR da ltima 4 feira, re-

    cordando a grande noitada ar-

    tstica, registramos mais alguns

    flagrantes do marcante evento,

    promovido pela Federao das

    Associaes Comerciais do Es-

    tado de So Paulo, tendo a seu

    lado a Associao Comercial lo-

    cal, Prefeitura Municipal, Guaim-

    b (bureau de cultura), lei de in-

    centivo do Ministrio da Cultu-

    ra, com patrocnio Mster da Te-

    lefnica e apoio institucional da

    Volkswagen, Bradesco, Cielo e

    Assobrav.

    Na tarde desta ltima 4feira, o grupo do Clube Venn-cio Ayres que congrega sciosativos e remidos, diretores e

    Confraternizao natalina no

    Senadinho do C.V. Ayres

    ex-diretores, esteve reunidoem almoo natalino de final deano. Um encerramento festi-vo, comemorando os encon-

    tros do ano e prometendo mui-to mais para 2011. Na foto, osque integram o j famoso se-nadinho venanciano.

    Ainda as emoes de um grande espetculo

  • FOLHA DE ITAPETININGA sexta-feira, 24 de dezembro de 2010pgina 2

    Colaboradores

    Alberto Isaac, Carlos Jos de Oliveira, Darcy Pereira Pinto, Dirceu de

    Campos, Dr. Bastos, Dr. Jorge Paunovic, Joel Franco, Proj. Amar Bem (Dr.

    Moacir Costa), Manoel Silvrio, Marcos Cintra, Mauro M. Leonel, Maria do

    Carmo A. Franco, Waldomiro B. Carvalho, Roque Rolim Guilherme.

    A redao nao se reponsabiliza pelos conceitos e artigos assinados.Fica esclarecido que os colaboradores com colunas assinadas no tem vnculoempregatcio com a Editora Folha de Itapetininga Ltda, exceto os que tiverem contratoassinado com a mesma.

    Representante Exclusivo: So Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre,Belo Horizonte e Braslia.

    Consrcio Brasileiro de Imprensa - CBI - Av. Jos Maria Whitaker, 890CEP: 04057-000 - SO PAULO - SP FONE: (11) 5589-4643 - FAX (11) 5589-4662

    homepage: http://www.folhadeitapetininga.com.br

    e-mail: [email protected]

    Redao Administrao, Publicidade:Rua Saldanha Marinho, 532 - Centro

    Fone/Fax: (15) 3271-1576Oficina: Rua Sofia Cerqueira, n 125 - Centro

    CEP 18200-005 Itapetininga So PauloRegistrado no Cartrio Oficial de Registro

    de Pessoa Jurdica de Itapetininga sob o n 004437

    Proprietrios: Benedita Rosely Salem Cerqueira e filhos

    Jornalistas Responsveis: Jos Octvio Salem Cerqueira - Registro n 52.755/SP -Marcello Salem Cerqueira - PR1226Diretores Adjuntos:Jos Octavio Salem Cerqueira e Marcelo Salem Cerqueira

    Redator Chefe: Silas Gehring Cardoso

    Reprter: Jorge Luiz de Almeida - MTB 37782

    Diretor Comercial - Carlos Renato M. Gomes, Jos Raimundo Correia

    Diagramadores: Henrique J.O. Almeida, Mirian de Lima Eugnio

    Natao & Fitness

    * Atividades : Natao - Hidroginstica

    - Acqua Mix - Musculao* Programas : Bodypump - Power Jump -

    Bodycombat

    Rua Benedito Leonel Ferreira, 71 / Tel: 3373-3535/3511-5174

    Campos Sales, 395 FONE 3272-6300

    Aristides Lobo, 128 FONE 3271-0105

    Itapetininga Shopping FONE 3373-1577

    TUDO EM AT

    6 x

    18 mil presos recebem indulto

    de Natal este ano em SP

    Dos cerca de 21 mil de-tentos que cumprem pena emregime semiaberto no estadode So Paulo, um total deaproximadamente 18 mil de-vem ser beneficiados nesteano com a sada temporriade Natal e Ano Novo entreos dias 23 de dezembro e 3

    O Governo do Estado,por meio da Secretaria deAdministrao Penitenciria(SAP), inicia na prximaquinta-feira, 23, o monitora-mento eletrnico de presosdo regime semiaberto bene-ficiados com as sadas tem-porrias previstas na Lei deExecues Penais (LEP).Ao todo, 4.635 detentossero monitorados eletroni-camente em todo Estadodurante a sada de Natal eAno Novo, que este ano vaide 23 de dezembro a 3 dejaneiro.

    de janeiro. Em 2009, rece-beram o benefcio 23.331 eno retornaram 1.985(8,5%).

    A novidade deste anoser o monitoramento dospresos por meio das chama-das tornozeleiras eletrni-cas. Segundo a Secretaria

    de Administrao Penitenci-ria (SAP), por enquantoapenas 4.635 do montantepassaro por este monitora-mento. O preso que no re-tornar carceragem na dataestipulada pela justia ficaconsiderado foragido e per-de o direito do regime semi-aberto. A tecnologia, autori-zada mediante deciso judi-cial, deve ser aliada da pol-cia e da Justia para tentarcontrolar os passos dosdetentos, muitos dos quaispodem ter sido j recrutadospelo Primeiro Comando daCapital (PCC) para eventu-ais ataques a rgos pbli-cos e bases policiais.

    Na capital e Grande SoPaulo, o monitoramento ele-

    trnico ser realizado em1.379 detentos (Centro deDeteno Provisria I doBelm - 201; Centro deDeteno Provisria II doBelm - 145; Centro deDeteno Provisria deSanto Andr - 69 - Centrode Progresso Penitenciriade So Miguel Paulista - 68;Penitenciria Feminina deSantAnna - 147; Peniten-ciria Feminina da Capital -66; Penitenciria Femininado Butant - 683).

    Na regio noroeste doestado, sero 1.650 ( Peni-tenciria de Araraquara -43; Penitenciria de Marlia- 450; Penitenciria I deReginpolis - 416; Peniten-ciria II de Reginpolis -

    376; Penitenciria de Ava-nhandava - 120; Centro deRessocializao Femininode Araraquara - 30; Centrode Ressocializao Mascu-lino de Araraquara - 76;Centro de RessocializaoMasculino de Lins - 39;Centro de RessocializaoMasculino de Marlia - 50;Centro de RessocializaoMasculino de Ourinhos -50).

    J na regio oeste pau-lista, sero monitorados 878detentos ( Penitenciria I deMirandpolis - 135; Peni-tenciria de Presidente Pru-dente - 165; Penitenciriade Luclia - 40; Centro deProgresso Penitenciria deValparaso - 205; Centro de

    Progresso Penitenciria dePacaembu - 205; Centro deRessocializao Masculinode Araatuba - 38; Centrode Ressocializao Mascu-lino de Presidente Prudente- 45; Centro de Ressociali-zao Masculino de Birigui- 45)

    Na regio central do es-tado, a tornozeleira vai mo-nitorar 728 presos (Peniten-ciria de Casa Branca - 150;Centro de RessocializaoMasculino de Limeira - 74;Centro de RessocializaoMasculino de Mococa -206; Centro de Ressociali-zao Masculino de Mogi-Mirim - 118; Centro de Res-socializao Feminino de Pi-racicaba -180).

    Monitoramento eletrnico de presos comea em SPAo todo, 4.635 detentos sero monitorados eletronicamente em todo Estado durante a sada de Natal e Ano Novo

    Desde 2007, o governotem realizado diversas expe-rincias em torno do moni-toramento eletrnico de pre-sos. Ao longo deste pero-do, foram realizadas trs fa-ses de testes, incluindo oacompanhamento de 30 de-tentos voluntrios em dife-rentes regies do Estado.

    Detentos de todo o Es-tado beneficiados com a sa-da provisria sero monito-rados. Na capital paulista ena Grande So Paulo o mo-nitoramento ser realizadoem 1.379 detentos. Na re-

    gio noroeste sero 1.650.Nas regies Oeste e Cen-tral sero monitorados 878e 728 presos, respectiva-mente.

    Como funciona

    O sistema ser descen-tralizado, com as Coordena-dorias Regionais de Unida-des Prisionais fazendo o con-trole dos presos de sua re-gio. Cada tornozeleira seridentificada por um nmeroe a empresa que prestar oservio de monitoramentono ter acesso identida-de do reeducando - tal aces-

    so ser exclusivo do Depar-tamento de Inteligncia daSecretaria da AdministraoPenitenciria. Sero essesncleos regionais que acio-naro a Polcia Militar emcaso de evaso, quebra ouviolao do equipamento,declarou o secretrio deAdministrao Penitenciria,Lourival Gomes.

    Caso o lacre do apare-lho que fica preso ao corpodo reeducando seja rompi-do, o setor de intelignciaidentificar a qual sentenci-ado corresponde aquele n-

    mero e avisar a Polcia Mi-litar para que esta faa suacaptura. O reeducando re-

    capturado perde o benefciodo semiaberto e volta ao re-gime fechado.

    Polcia Militar realiza priso por

    trfico de entorpecente em ItapetiningaPoliciais Militares de ser-

    vio na cidade de Itapetinin-ga, na data de 20 de dezem-bro s 23:20h, durante pa-trulhamento pela Vila Reginadepararam com 02 (dois) in-divduos em atitude suspeita,

    sendo que no momento daabordagem o menor jogousobre o muro um pequenopacote contendo 20 (vinte pe-dras, 000,5 Kg) da droga co-nhecida como de crack, en-contrando tambm em seu

    poder R$ 75,00 reais em es-pcime e um celular, sendo con-duzido ao delegado de plan-to, onde foi autuado no Fla-grante de Ato Infracional/Tr-fico de Entorpecentes, ficando disposio da justia.

    Quase 5.200 policiais ci-vis e militares, alm de deze-nas de viaturas, entre elas setehelicpteros guia, vo refor-ar a segurana durante a Ope-rao Vero 2010-2011, que

    foi lanada pelo Governo doEstado, s 11h desta quinta-feira (23), no Emissrio Sub-marino, em Santos. No total,10.888 policiais, por meio deuma ao integrada, vo pre-

    venir e combater a criminalida-de nos 15 municpios que com-pem o litoral norte e sul evm sua populao aumentarcerca de 300% no perodo defestas e frias escolares.

    Governo refora segurana

    no litoral com 5.200 policiais

  • Itapetininga, sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

    ALTERNATIVASILAS GEHRING

    CARDOSOAJORI 033

    Comemorao em

    dose dupla

    No ltimo sbado, dia 18,

    foi realizado na Igreja Evan-

    glica Assemblia de Deus

    (Vila Nastri) um culto em ao

    de graas pelo aniversrio do

    pastor Adilson que aniversa-

    riou dia 23/12 e de sua espo-

    sa Ruth Lia que aniversariou

    no ltimo dia 4 de outubro. Ao

    casal desejamos votos de

    muita felicidade junto aos fi-

    lhos e noras.. Parabns!

    Em alegria e festas os avs

    Maria e Nelson Martins Lo-

    pes Filho, com o aniversrio

    do neto Joo Felipe, transcor-

    rido dia 13 p.p., com parabns

    dos pais Felipe e Nathalie.

    Parabns, tambm, do av

    Nestor e Elizabeth (in memo-

    riam), dos bisavs Nelson e

    No ltimo dia 13 de novem-

    bro, na Igreja Nossa

    Senhora do Brasil, no

    Jardim Amrica, em

    So Paulo, aconteceu

    a expressiva e con-

    corrida solenidade re-

    ligiosa do casamento

    de Tatiana, filha de

    Mrcio de Moraes

    Leonel e de Lcia Cris-

    tina de Campos Leo-

    nel, com Eduardo, filho de Anto-

    nio Domingos Bossolan e de Lu-

    Ainda ecoa na

    cidade o sucesso

    que revestiu o

    magnfico concer-

    to Natal Ilumina-

    do, que enorme

    pblico assistiu e

    aplaudiu na noite

    desta ltima 2

    feia, na Catedral

    N.Sra. dos Prazeres, com detalhes que focalizamos na Tribuna Popu-

    lar de 4 feira. Aps o concerto, entre os cumprimentos ao regente da

    Orquestra Sinfnica de Helipolis e Coral da Gente, se juntaram os

    que esto na foto ao lado de Edlson Ventureli, Carlos Feichtenberger

    Filho, esposa Marta e colega Vani.

    No prximo dia 29

    estar completando mais

    um ano de vida Marcello

    Salem Cerqueira, um dos

    diretores-proprietrios

    dos jornais FOLHA DE

    ITAPETININGA e TRI-

    Com o maestro Edlson

    Ventureli no belo concerto na CatedralNa noite do l-

    timo dia 17, em meio

    s homenagens

    prestadas aos

    dentistas de Itape-

    tininga, o nosso

    colega Carlos Jos

    foi saudado e ho-

    menageado pelo

    presidente da

    APCD local, dr. Ro-

    berto Lima de Lara.

    Carlos Jos, pelo

    apoio que tem

    prestado Associ-

    ao, desde sua fundao e na passagem recente de seu 80 aniversrio

    natalcio, recebeu uma placa de prata da entidade, como registra a foto na

    solenidade realizada na sede campestre do Clube Venncio Ayres.

    APCD homenageou

    nosso colega Carlos Jos

    O enlace matrimonial

    de Tatiana e Eduardo

    Parabns Marcello

    Salem Cerqueira!

    BUNA POPULAR. Ante-

    cipamos aqui os cumpri-

    mentos de todos os fa-

    miliares, amigos e de toda

    equipe que atua nos re-

    feridos jornais . Para-

    bns!

    Aniversrio dos netos de

    Nelson Martins e Maria

    Nair, Mavi e Valdir.

    E, no dia 26 prximo, co-

    memorar seu aniversrio o

    Cau, com os abraos dos

    pais Fernando e Vanessa, ir-

    mos Joo Victor e Iara, avs

    Nelson e Maria, Joo Sabro

    e Bernadete. Parabns e que

    Deus os abenoe!

    O jovem cantor

    evanglico Thiago Ro-

    drigues, que um valo-

    roso talento da nossa

    cidade no meio gospel

    recentemente lanou o

    CD Uma Nova Hist-

    ria, trazendo 14 belas

    msicas. Vale lembrar

    que Thiago j gravou

    varios CDs com o tambm cantor Ewerton Pires que pertence

    Assemblia de Deus de Itapetininga. Contatos podero ser

    feitos pelos telefones (15) 9741-0569 e 3273-4542.

    Cantor Thiago lana CD

    Os aniversariantes da semana no

    Clube dos VeteranosNo dia 21, aniversariou o scio

    Eduardo Augusto A. Fogaa, pes-

    soa muito benquista no meio dos

    grens. No dia 24 ser a data natal-

    cia do scio-remido Antonio Carlos

    de Campos, conhecido por Carlo

    Perer ou Carlo Sabesp, grande

    ponta dos grens.

    Aos aniversariantes os para-

    bns dos familiares, amigos e irmos

    do Clube dos Veteranos de Itapeti-

    ninga.

    zia Mazzer Bossolan.

    Aps a bno nupcial os

    noivos receberam cumprimentos

    na recepo aos convidados, que

    aconteceu no Espao Milla Mo-

    reno, na Rua Alvarenga, 1.083,

    So Paulo.

  • Itapetininga, sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

    Baile Reveillon

    Banda: Cocktail

    banda show

    3271-2164 / 3272-6561

    Informaes:

    Dentistas de Itapetininga homenageadosNa foto, ao lado da dra. Eunice Cristina Gardieri, conselheira do Conselho Regional de Odontologia de So

    Paulo, os cirurgies dentistas de Itapetininga homenageados no ltimo dia 17: Marcos Kira (que representou Jos

    Guilherme Neves Campos), Miguel Terra Domenici, Jos Geraldo Lima de Lara e Calil Aboarrage, delegado da

    Seccional de Itapetininga do CRO.

  • pgina 10 FOLHA DE ITAPETININGA sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

  • pgina 15FOLHA DE ITAPETININGA sexta-feira, 24 de dezembro de 2010.

    + Social

    Rua General Glicrio, 328 - Centro

    Fone: 3527-1002

    A FRISSON EST COM ASUA MAIS NOVA COLEOVERO PARA VOC BRI-LHAR

    EM TODAS ASOCASIES...E DESEJA ATODAS CLIENTES E AMI-GAS UM FELIZ NATAL E UMPRSPERO ANO NOVOCHEIO DE AMOR E PAZ!!!

    Na buclica Sarapu, o

    Recanto dos ColibrsEm Sarapu programe

    seus fins de semana, festas etemporada. local privile-giado, localizado em reacentral da cidade. Contatos,administrao e reservascom imobiliria Duarte im-veis (15)32725229 / 9772-0184 Celular (15) 9758-4734 c/ Veroca no horrio co-mercial

    Para visualizar a Chacra Recanto dos ColibrisAcesse e confira:

    www.folhadeitapetiniga.com.br/recantodoscolibris

    Henrique Ayres Salem MonteiroAdvogado - OAB/SP - 191283

    Ttulo de especialista em Direito Previdencirio

    Trabalhistas / Cveis / Previdencirias

    Rua Jlio Prestes, 821 - Centro - Itapetininga/SP - Tel: (15) 3271-2167 / 3272-1980www.ayresmonteiro.com.br

    A Eltrica Ma-

    lavazzi que tem

    frente o dinmico

    empresrio Joo

    Malavazzi, desta-

    que do ano nas pes-

    quisas de opinio

    pelo trabalho rea-

    lizado, reuniu sua

    equipe para uma

    gostosa confrater-

    nizao na ltima

    quarta feira para

    celebrar um ano de

    importantes reali-

    zaes...

    Em foco !!!

  • pgina 14 FOLHA DE ITAPETININGA sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

    DESPACHANTE POLICIAL

    Competncia e ResponsabilidadeTransferncia, licenciamento, 1 emplacamento,

    renovao de CNH, IPVA, multas, etc.

    Financiamento em at 12x.

    O mais completo escritrio de despachante da regio.

    Em novo endereo. Rua Capito Jos Leme n 258Telefones: 3271-9155 e Telefax: 3271-8084

    ROUPAS E CALADOSINFANTIS,

    MODA GESTANTE,JOVEM E ADULTO

    SETOR DO BRANCOPARA QUEM USA BRANCO

    NO DIA A DIA

    Dr. Jorge Paunovic - AJORI 416

    Loja I - Rua Quintino Bocaiva, 720Centro - Itapetininga - Fone: (15) 3272-7341

    Loja II - AV. Domingos Jos Vieira, 966Centro - ItapetiningaFone: (15) 3272-6343

    Acesse no site: www.lustresmattucci.com.br

    Lustres de

    cristal dourado

    Preos sob

    consulta

    O tempo e a

    saudade

    Fil de Truta

    Pirarucu

    Salmo

    Carneiro - Alcatra comalho picanha

    Gurijuba

    Jantar as Sextas

    ...34 anos de tradioCurso para renovao de carteira

    de habilitao diurno e noturno

    toda semana

    Quarta-Quinta e Sexta-feiras

    Auto Escola CFC A E CFC B

    Av. Francisco Vlio, 438 - Centro- Itapetininga - SP

    Fone: (15) 3271-2273

    Quando se fala do tem-

    po, pela correria dos dias

    atuais, a idia de se vai ter

    sol ou chuva, calor ou frio,

    ou ento o acmulo de atri-

    buies que nos leva a inda-

    gar se conseguiremos levar

    a cabo a tarefa. Tempo tam-

    bm pode significar os anos

    que se vo ou se foram. H

    tambm um ditado que diz

    que devemos dar tempo ao

    tempo. Em Eclesiastes 03 o

    Captulo refere que H,

    para todas as coisas, um tem-

    po determinado por Deus.

    Referido texto bblico inspi-

    rou a uma banda de rock dos

    anos sessenta comps uma

    msica cujo ttulo em ingls

    Turn, Turn,Turn.

    O tempo passa para to-

    dos e requer de cada um a

    previdncia e a sabedoria

    para aproveitar de forma

    honesta as oportunidades

    que nos so ofertadas evo-

    luindo como pessoas e se-

    res humanos.

    Para aqueles que esto no

    alvorecer da vida o horizonte

    se alarga e exige que tire o

    mximo proveito do tempo

    que tem para crescer como

    ser humano e desenvolver o

    dom herdado por Deus.

    Ouvi certa feita que aque-

    les que so mais experientes,

    os anteriormente chamados

    carinhosamente de vetera-

    nos hoje terceira idade ou

    idosos estariam no crepscu-

    lo, ora, no entendo dessa

    maneira, por que, embora

    no sejamos eternos e nem

    ficaremos para semente, todo

    ser humano almeja e sonha

    em prosseguir na vida e con-

    tinuamente construir sua his-

    tria, ento acho esse termo

    inapropriado por que todos

    querem e tem direito de ver

    o sol nascer, o que represen-

    ta uma nova vida um recome-

    o. O mais curioso que

    quando esses contam suas

    histrias ou fazem compara-

    es muitas vezes so cha-

    mados de saudosistas, ora

    saudade uma palavra rica e

    que s encontrada na ln-

    gua portuguesa e confesso

    que tive dificuldades para ex-

    primir referido sentimento

    para meus parentes Srvios

    e Canadenses por falta de

    palavra apropriada.

    Saudade, cantada em ver-

    so e prosa por nossos escri-

    tores e compositores deve

    ser considerado um sentimen-

    to positivo que deve estimu-

    lar a sensibilidade do ser hu-

    mano para aproveitar-se, no

    bom sentido e curtir o mo-

    mento que com certeza no

    voltar, numa dimenso de

    alegria. Saudade que pode

    exprimir o presente o passa-

    do e por que no o futuro que

    j est batendo porta deve

    ser ricamente sentido e apro-

    veitado em cada etapa, da

    infncia, do tempo em que a

    famlia era numerosa, dos

    amigos e das realizaes. O

    reencontro pode ser conside-

    rado como o melhor da sau-

    dade por que d a oportuni-

    dade de compartilhar as ale-

    grias com aqueles que ama-

    mos e com os amigos reme-

    morando o passado e tendo

    a curiosidade satisfeita a res-

    peito do caminho percorri-

    do pelos companheiros de

    jornada. O tempo tem cor-

    relao com a saudade por

    que faz referencia ao tempo

    da infncia, do estudo, da

    profisso na formao da

    famlia na construo do

    amanh melhor, mais justo e

    fraterno.

    Saudade no pode ter li-

    gao com a depresso por

    que tempo de recordar

    com alegria o tempo que

    passou e seus melhores mo-

    mentos. No foi dito que no

    caderno da vida somente as

    alegrias, conquistas e vitri-

    as devero constar?

    Saudades tambm da-

    queles que fizeram parte da

    nossa vida e por circunstn-

    cias no se encontram entre

    ns, entretanto souberam

    deixar suas marcas entre sor-

    risos e alegrias de forma bri-

    lhante e podem ser conside-

    radas como grandes estre-

    las que fazem parte do nos-

    so universo que a vida.

    Nesse tempo sejamos

    mais humanos e estendamos

    a mo aqueles que mais pre-

    cisam e o menor gesto que

    seja pode significar uma ale-

    gria que ficar registrada

    para sempre. Aproveite o

    seu tempo para que no fu-

    turo a saudade seja positi-

    va.

    43 Subseo de ITAPETININGAResp: Dr. Hrcules, Ajori 105, Presidente da Comisso de Relaes Publicas da OAB

    1.CUIDADO COM A AMANTEProjeto de lei aprovado na CCJ da Cmara, permite

    que amantes tenham direito a penso alimentcia e par-tilha de bens.

    Acabou a brincadeira !

    2.ATRAVANCANDOProblemas com aposentadoria e cartes de crdito atra-

    vancam a Justia, sendo as causas principais de sua moro-sidade.

    Sem falar, obviamente, das prprias aes contra asFazendas Publicas, que se eternizam quando o assunto precatrio...

    3.FALANDO EM LENTIDOPesquisa realizada pelo IBGE mostrou que para o bra-

    sileiro, PROCON mais eficaz que o Judicirio.

    4.A TOQUE DE CAIXAO imediato cumprimento das decises de Primeira Ins-

    tncia e o estimulo conciliao, so fatores que merece-ram destaque no projeto do Cdigo de Processo Civil,aprovado no Senado.

    Vamos conferir na pratica !!!

    5.CURSO DE FERIASNo perodo de l7 a 20/0l e 26 e 27/0l, o Dr. Adilson

    Sanches, especialista em Direito Previdencirio, estar mi-nistrando Curso na OAB local.

    s inscries !

    6.CURIOSIDADECorre solto na Internet, um calculo curioso.Se voc tivesse depositado R$ 100,00 em 0l.07.94,

    com o lanamento do Plano Real, teria hoje R$ 374,00,suficiente para comprar 02 pneus; Se nessa ocasio voctivesse sacado o mesmo valor do cheque especial, estariadevendo hoje R$ 139.259,00, ou o equivalente a 06 car-ros populares.

    E pensar que ainda tem Bancos quebrando...

    7.PEGOUE vai virar tradio, garante o Dr. Joo Aquiles Assaf,

    um dos entusiastas do projeto Passeio de motocicletasdos advogados.

    apenas o segundo passeio, comenta o Dr. Cassio

    Matarazzo, mas j se percebe o avantajamento do grupoem gnero, nmero e grau.

    8. INTEGRAOO recente Baile dos Advogados, promovido no Clube

    Venancio Ayres, havia batido todos os recordes de partici-pao de causdicos num mesmo evento.

    Quatro meses se passaram e a Diretoria da OAB duma nova demonstrao de empatia com a classe, reunin-do mais de 200 advogados no aconhegante restauranteBaro.

    Emocionado, o Presidente Alexandre Hungria, ao ladoda sua Diretoria, esbanjava simpatia, agradecendo a parti-cipao cada vez maior dos advogados, nas promoes daentidade.

    9. BURBURINHOCausando at um certo burburinho no ambiente, no

    faltaram verdadeiras figurinhas carimbadas da advocaciaItapetiningana, sabidamente arredias a esse tipo de reu-nio.

    Prestigio da direo ou esprito de Natal ?

    10. ALHOS COM BUGALHOSDemorou, mas a sensao de que a rivalidade entre os

    advogados est diminuindo, o respeito mutuo aumentandoe a agressividade ficando apenas no campo das idias e porconta da defesa ferrenha, mas juridica, de suas causas.

    11. O BAROFoi gentil, cortez e recepcionou, com classe, a cada

    um dos advogados que adentravam naquele restaurante paramais uma confraternizao de fim de ano.

    E a festa foi condizente com a nobreza do Baro. Confira na prxima edio as fotos !

    12.DUZENTOS MILHES DE REAISEsperam por voc, no dia 31.12, quando acontecer o

    sorteio da MEGASENA DA VIRADA.A Lotrica NOTA DEZ, ao lado da Rodoviria, est

    reservando um guich especial para os advogados aposta-rem em seus sonhos !

    13.ATE PROXIMABoas frias !Desejamos que este Natal seja o marco para as suas

    grandes realizaes em 2011 !

    Prof. Dirceu Campos

    AJORI 440

    Natal, religiosos se renem

    para comemorar o Nascimento

    do Senhor Jesus Cristo.

    Dos sofisticados palacetes aos

    mais humildes lares famlias con-

    fraternizam participando dessa

    alegria.

    Crianas alegres, mesmo di-

    ante s agruras da vida, ansiosas

    aguardam a chegada do bom ve-

    lhinho.

    Historia que passo a relatar

    no diferente daquelas conta-

    das pelos nossos avs.

    Segundo a lenda morava num

    humilde casebre uma menina

    sem o carinho paterno, contava

    apenas com av uma doente ve-

    lhinha. A misria era tanta que

    sobrevivia com ajuda dos vizinhos.

    A garota de pele clara, rosto

    rosado, cabelos castanhos claros,

    olhos azuis como o firmamento,

    simptica e comunicativa que fa-

    cilitava o seu bom relacionamen-

    to. Semi-analfabetas, sem escola

    com futuro comprometido.

    Ajudada pelas amiguinhas

    escreveu uma carta endereada

    ao papai do cu enviando para a

    pequena e nica igreja do bairro.

    Assim relatava missiva:

    paizinho do cu, ao invs de

    NATAL FESTA DA CRISTANDADE

    boneca peo neste Natal ape-

    nas um lar, uma mame que

    no precisa ser jovem e nem

    rica, um papai para cuidar de

    mim e da vov! coitadinha! j

    bem velhinha e muito doente,

    quase no enxerga a doena

    comprometeu a viso! mal

    consegue fazer comida .

    Sei que serei atendida!

    Com f aguardo a resposta!

    Assinado: - Maria dos An-

    jos!

    Colocou nos ps da ima-

    gem da Virgem Santa no San-

    turio para que a missiva che-

    gasse ao Cu.

    Os dias se passaram e a

    zeladora da igreja ao fazer lim-

    peza para a missa do galo no-

    tou nos ps da Santa um en-

    velope com letras mal escri-

    tas. Pensou tratar-se de um

    deficiente mental, depois de

    muito relutar consigo, entregou

    ao vigrio. Este corao bon-

    doso reuniu com diconos e

    religiosos, organizaram uma

    comitiva e foram procura da

    veracidade da correspondn-

    cia. Entrevistaram vizinhos, o

    seu Manoel do armazm e de-

    pois o endereo mencionado,

    constatou a precariedade da

    famlia, a necessidade do apoio

    moral e financeiro.

    Reuniram-se mais uma vez

    e uma das beatas, esposa de um

    sitiante, sem filhos, se prontificou

    atender o clamor da inocente e

    na vspera da noite de Natal fo-

    ram ao casebre, bateram na por-

    ta. A menina foi abrir enquanto a

    pobre velhinha na cama adoen-

    tada.

    O casal religioso emociona-

    do em voz suave falou:

    - o pai do cu mandou levar

    voc e sua vov para nossa casa.

    vamos cear e morar conosco!

    A menina em lagrimas com

    a voz sufocada gritou:

    -vov!!! vov!!! Viva!!!

    Viva!!! o paizinho do cu aten-

    deu o meu pedido! Nos vai dar

    um novo lar!

    Viva!!! Viva!!!

    Viva!!!Obrigado paizinho do

    cu!

    Esta uma historia de mui-

    ta outras Maria dos Anjos que

    vivem no anonimato em nosso

    pas.

    Dedico a crnica neste Na-

    tal a todos os meus leitores que

    vm me prestigiando com sua

    ateno. Aproveito tambm

    para desejar um Feliz Natal e

    que em 2011 que seus sonhos

    sejam realizados!

  • pgina 13FOLHA DE ITAPETININGA sexta-feira, 24 de dezembro de 2010.

    Igreja Assemblia de Deus Madureira Campo de Itapetininga

    Rua JOSE A. PIRES DE ALMEIDA,87- CENTRAL PARQUE 4L ITAPETININGA

    PASTOR RESPONSAVEL CARLOS ALEXANDRE DA SILVA

    SRIE : PROVRBIOS

    A Palavra:

    Alimento da Vida

    (Lucas 2,1-14)Liturgia Diria

    Proclamao do evangelho de Jesus Cristosegundo Lucas 1Aconteceu que, naqueles dias,Csar Augusto publicou um decreto, ordenandoo recenseamento de toda a terra. 2Esse primeirorecenseamento foi feito quando Quirino era go-vernador da Sria. 3Todos iam registrar-se, cada

    um na sua cidade natal. 4Por ser da famlia e descendncia de Davi, Jos subiu dacidade de Nazar, na Galileia, at a cidade de Davi, chamada Belm, na Judeia, 5pararegistrar-se com Maria, sua esposa, que estava grvida. 6Enquanto estavam em Be-lm, completaram-se os dias para o parto, 7e Maria deu luz o seu filho primognito.Ela o enfaixou e o colocou na manjedoura, pois no havia lugar para eles na hospeda-ria. 8Naquela regio havia pastores que passavam a noite nos campos, tomando contado seu rebanho. 9Um anjo do Senhor apareceu aos pastores, a glria do Senhor osenvolveu em luz, e eles ficaram com muito medo. 10O anjo, porm, disse aos pastores:No tenhais medo! Eu vos anuncio uma grande alegria, que o ser para todo o povo:11hoje, na cidade de Davi, nasceu para vs um salvador, que o Cristo Senhor. 12Istovos servir de sinal: encontrareis um recm-nascido envolvido em faixas e deitadonuma manjedoura. 13E, de repente, juntou-se ao anjo uma multido da coorte celes-te. Cantavam louvores a Deus, dizendo: 14Glria a Deus no mais alto dos cus, e pazna terra aos homens por ele amados. Palavra da salvao.

    Pastor Andr Rogrio Ri-

    beiro Pacheco

    Maiores informaes na secretaria da

    Parquia Nossa Senhora das Estrelas -

    Fone: (15) 3271-0844 / 3271-0848

    Prudncia e circinspeo

    1. No disputes com um homem poderoso, para que no caias em suas mos.

    2. No tenhas desavena com um rico, para no acontecer que ele te mova um processo;

    3. pois o ouro e a prata perderam a muitos, e o poder deles chega at a transviar o corao de um rei.

    4. No tenhas desavena com um grande falador, e no amontoes lenha em sua fogueira.

    5. No convivas com um homem mal-educado, para no acontecer que ele fale mal de teus antepassados.

    6. No desprezes um homem que renuncia ao pecado, no lhe dirijas censuras; lembra-te de que todos merecemos o castigo.

    7. No desprezes um ancio, pois alguns dentre ns tambm envelheceremos.

    8. No te alegres com a morte de teu inimigo, pois sabes que todos morreremos, e no queremos que com isso se regozijem.

    9. No desprezes o que contarem os velhos sbios, mas entretm-te com suas palavras,

    10. pois com eles que aprenders a sabedoria, os ensinamentos da inteligncia, e a arte de servir irrepreensivelmente os

    poderosos.

    11. No desprezes os ensinamentos dos ancios, pois eles os aprenderam com seus pais.

    12. Estudars com eles o conhecimento e a arte de responder com oportunidade.

    13. No acendas os ties dos pecadores, repreendendo-os, para no acontecer que te queimes nas chamas dos seus peca-

    dos.

    14. No resistas perante um insolente, para que ele no arme ciladas s tuas palavras.

    15. No emprestes dinheiro a algum mais poderoso do que tu, pois, se lhe emprestares, considera-o perdido.

    16. No prestes fiana a outrem alm de tuas posses, pois se o fizeres, considera-te na obrigao de pag-la.

    17. No julgues (o procedimento) de um juiz, pois ele julga conforme a eqidade.

    18. No enveredes por um caminho com um audacioso, para no acontecer que ele faa recair sobre ti seus delitos; pois ele

    s age segundo o seu capricho, e por causa de sua loucura perecers com ele.

    19. No tenhas desavena com um homem irascvel; no vs para o deserto com um audacioso, porque para ele nada vale o

    sangue, e ele te destruir quando te achares sem socorro.

    Reflexes BblicasTheotnio A. Pereira Jnior

    Ler, meditar e refletir

    Eclesistico, captulo 8, 1-19

    Voltando a nossa srie deProvrbios, vamos destacarhoje, mais trs, para nossameditao. Em PV 16.1, ve-mos escrito assim DO HO-MEM SO AS PREPARA-ES DO CORAO,MAS DO SENHOR, A RES-POSTA DA BOCA. Quan-tos de ns fazemos planos,projetos, ou intentamos fazeralgo que acabamos no reali-zando, e quantas vezes pedi-mos algo para Deus e no re-cebemos. Porque isso acon-tece? O ser humano tem acapacidade de pensar, e comisso planeja muitas coisas que,no seu ponto de vista, vo lheproporcionar grande satisfa-o. Bem, sabemos que o serhumano dotado de intelign-cia, podendo distinguir muitobem entre aquilo que bom eaquilo que ruim, mas nopode prever o futuro, ou seja,acredita que algo dar certoporque chegou a essa conclu-so de acordo com seu pr-prio conhecimento, mas oamanh desconhecido portodos ns, no sabemos o queproduzir o dia de amanh,porem Deus conhecedor detodas as coisas, do passado,presente e tambm do futuro,e por isso que muitas coisasno acontecem como ns que-

    remos, pois ns podemos su-por como ser o dia de ama-nh, mas s Deus realmentesabe como ser. Se a nossavida est nas mos do Senhor,e mesmo assim no recebe-mos algo que pedimos, issono motivo para deixarmosde buscar a Deus e nem ficartriste, pois Deus s dar paraaquele que est na sua pre-sena, aquilo que for o me-lhor, pois qual o pai que o fi-lho lhe pedindo po, lhe daruma pedra? O pai procurasempre dar o melhor para seufilho, e isso muitas vezes noinclui o que o filho quer, maso que o filho precisa, entono se preocupe, Deus sem-pre dar o melhor pra voc, ese algo no saiu como vocqueria, considere que o me-lhor ainda est por vir. O se-gundo provrbio de hoje NO DIGAS: VINGAR-ME-EI DO MAL; ESPERAPELO SENHOR, E ELE TELIVRAR PV 20.22. Mui-tas vezes somos maltratados,afrontados, humilhados, equando isso acontece, muitosno vem a hora de revidar,dar o troco. Mas de acordocom a palavra de Deus, issono certo e nem necessrio,pois quem livra o Senhor.Nunca pague o mau com omau, vamos ns fazer a nossaparte, Deus justo, e com

    certeza far justia, pois tudoo que o homem semear, tam-bm ceifar, diz a palavra deDeus. Pra encerrar vamos aoPV 22.6 que diz INSTRUIO MENINO NO CAMI-NHO EM QUE DEVE AN-DAR, E, AT QUANDOENVELHECER, NO SEDESVIAR DELE. Vai aquium alerta a todos os pais, poissabemos que o mundo emque vivemos est cada diapior, mas ns podemos fazera nossa parte ensinando nos-sos filhos nos caminhos doSenhor, disciplinando-os demodo agradvel a Deus. Te-mos tambm que mostrar anossos filhos, a necessidadede buscarmos a Deus, quetemos que ter uma vida espi-ritual na graa de Deus, paratermos uma vida saudvel efeliz. Por isso busque ao Se-nhor, e mostre esse Deus pratoda a sua famlia, e com cer-teza ter um lar abenoado efeliz, onde a paz, harmonia,sade e unio, estaro supe-rabundando, e a salvao doSenhor estar sobre todos.Amem. Feliz Natal a todos naPaz do Senhor Jesus Cristo.

    CULTOS: quarta-feira

    19:30 HS CAMPANHAS /

    SABADO 19:30 HS DE-

    PARTAMENTOS / Do-

    mingo 19:00 CULTO

    COM A FAMILIA

    Independente do Natalser ou no ser data corretado nascimento de Jesus, oque importa e o simbolismoda data e o esprito de soli-dariedade que ela encerra ,dentro dos ensinamentos dogrande aniversariante.

    Ao lado da confraterniza-o familiar, do troca de pre-sentes, da mesa especial, oque no pode faltar o ladoespiritual. A prece , a orao,a reza, a vibrao, tanto pe-los que ali esto encarnados,como tambm pelos familia-res e pessoas queridas desen-carnados, que continuam vi-vos e participando , atravsda sintonia, ou mesmo dapresena, do sublime acon-tecimento.

    No importa o nome queseja dado: prece, orao,reza, etc. A conversa comDeus, nosso Pai; ou com Je-sus, nosso mestre, uma con-versa franca, sincera, com ocorao aberto e sem ressal-vas. Atravs dela, agradece-mos, pedimos e conseguimoselevar o padro vibratrio.

    A Doutrina Esprita mos-tra a grande importncia daorao sincera e verdadeira,que nada tem a ver com asfrmulas mecnicas que saem

    O Natal , a prece e a vibrao

    pelos que partiramapenas da boca, enquanto opensamento est longe.

    Para fazer nossas preces,no precisamos estar em lu-gares especiais. Podemosestar em nosso lar, nas ruas,nas filas de bancos, toman-do banho, fazendo a barba,viajando, etc. Silenciosamen-te, em pensamento, podere-mos inclusive estar prestan-do caridade. Porque a cari-dade no apenas material,mas tambm moral e espiri-tual. s vezes podemos atno ter dinheiro para prestara caridade material, mas te-mos infinitos outros meios deprestar a caridade moral ouespiritual, e a prece o prin-cipal deles.

    A prece no pode serdesvirtuada, comercializadaou denegrida. Preces pagasconstituem explorao. Deusno cobra para ouvir seus fi-lhos. Toda assistncia espi-ritual deve ser inteiramentegratuita, dentro do preceitocristo de dar de graa o quede graa recebeu.

    A Doutrina Esprita nosensina que podemos e deve-mos fazer preces por todos,amigos ou no, e por encar-nados e desencarnados.Deus nos ouve, e nos con-

    cede, no o que queremos,mas o que precisamos. oque a prece do Pai Nosso,assinada por Jesus deixa cla-ro na afirmao "seja feita atua vontade". O grau de me-recimento das pessoas tam-bm varia. Nesse aspecto, aDoutrina Esprita lembra quetemos antecedentes de en-carnaes passadas. Porm,todos esto em processoevolutivo, processo de cres-cimento espiritual, e Deussempre sabe quais so osmelhores caminhos e as me-lhores lies para o nossoaprimoramento espiritual.

    Os pais devem ensinarseus filhos, desde a mais ten-ra idade, a fazerem suas pre-ces ou oraes, mostrandoque esto conversando comDeus e podem abrir o cora-o. Fazer preces junto coma famlia, ao levantar, na horadas refeies, na hora de dei-tar, cria um hbito salutar eajuda a elevar o padro vi-bratrio da casa. Lembran-do sempre que a verdadeiraprece a que vem do cora-o.

    O Natal acaba sendo umagrande oportunidade paraessa prtica.

    Silas Gehring Cardoso

    Renasa neste momento

    como filho de Deus !Masaharu Tanigushi

    Renasci neste momento.Renasci em Deus. Sou agora um perfeito

    filho de Deus.O antigo eu j se foi, nascendo um novo

    filho de Deus. A Vida de Deus minha vida .Por isso, estou sempre saudvel e

    cheio de vigor.Feliz Natal !

    Obrigada

  • pgina 12 FOLHA DE ITAPETININGA sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

    Filial / Av. Governador Lucas Nogueira Garcez n 324 - Centro Capo Bonito

    Matriz

    Av. 5 de Novembro, 2077 - Vila Nastri - Itapetininga

    Agricultura

    Sade Bucal

    SUA EMPRESA MERECE QUALIDADE

    FONE: 3271-7584FONE: 3271-7584FONE: 3271-7584FONE: 3271-7584FONE: 3271-7584

    RUA ALCIDES MARTINS SIMES,RUA ALCIDES MARTINS SIMES,RUA ALCIDES MARTINS SIMES,RUA ALCIDES MARTINS SIMES,RUA ALCIDES MARTINS SIMES,53 VILA ALIANA53 VILA ALIANA53 VILA ALIANA53 VILA ALIANA53 VILA ALIANA

    (15) 272-4092 - 271-7584

    - ABERTURA TRANSFERNCIA E ENCERRAMENTO DE EMPRESAS

    - ESCRITURAO FISCAL E CONTBIL

    - DECLARAO DE IMPOSTO DE RENDA DE PESSOA FSICA E JURDICA

    E ACIMA DE TUDO

    (Prximo Avenida Nisshinbo do Brasil )

    QUALIDADE...SERIEDADE...COMPETNCIA...

    Como garantir uma boa higiene bucal?

    Com os efeitos do

    La Nia sendo registra-

    dos por conta da es-

    cassez de chuvas e as

    altas temperaturas, ana-

    listas e climatologistas

    acreditam que a produ-

    o 2010/11 de soja da

    Argentina ficar seria-

    mente comprometida.

    A estimativa do Minis-

    trio da Agricultura era

    de 52 milhes de tone-

    ladas, originalmente.

    "Se a situao clim-

    tica no se modificar,

    a soja estar em m si-

    tuao. Primeiro, por-

    que com essa falta de

    gua ser difcil seme-

    ar a soja de segunda

    safra. Segundo porque

    com a falta de umida-

    de tambm foi atrasa-

    do o plantio da primei-

    ra safra e isso pode

    significar importantes

    perdas de produtivida-

    de por hectare", disse

    Ernesto Ambrosetti,

    economista do Institu-

    to de Estudios Econ-

    micos de la Rural.

    "H pereocupao

    pela falta de gua pois

    h soja da safra que

    plantada aps o trigo e

    que no pode ser se-

    meada por conta da

    Soja: Consultores j

    prevem queda na produofalta de chuvas em v-

    rias reas. O que j est

    plantado est aguentan-

    do, porm, esperamos

    mais chuvas", analisou

    Csar Rebella, do Ins-

    tituto de Clima del

    INTA Castelar.

    "Estamos entrando

    em um perodo crtico,

    quando os cultivos tm

    uma necessidade maior

    de gua. Se a falta de

    chuvas permanecer, po-

    der haver impacto nos

    rendimentos e no solo

    para a soja da safra ps

    trigo", disse o especia-

    lista.

    Nem mesmo as pou-

    cas chuvas que caram

    nos ltimos dias em al-

    gumas regies foram

    capazes

    de melhorar o pano-

    rama climtico no pas.

    Diante deste quadro, a

    consultoria alem Oil

    World reduziu sua es-

    timativa para a safra

    10/11 de soja de 52

    para algo em torno de

    43 a 48 milhes de to-

    neladas.

    Entretanto, para

    Gustavo Lpez, da

    consultoria Agritrend,

    "o relatrio da Oil

    World no razovel.

    Com esse cenrio cli-

    mtico pode haver uma

    queda importante da

    colheita, mas acredito

    que ficaremos perto

    dos 48 ou 49 milhes

    de toneladas".

    Para amenizar o baixo pre-

    o pago aos produtores de

    arroz do Rio Grande do Sul,

    o setor produtivo encaminhou

    ao ministro da Agricultura,

    Wagner Rossi, nesta quarta-

    feira (22), uma srie de reivin-

    dicaes. Os arrozeiros pe-

    dem R$ 100 milhes para su-

    porte comercializao de

    200 mil toneladas do produto

    por meio de Aquisies do

    Governo Federal (AGF) e R$

    50 milhes aos leiles de Pr-

    mio Equalizador Pago ao Pro-

    dutor Rural (Pepro). Essas

    medidas entrariam em vigor

    no incio de janeiro.

    Os produtores alegam que,

    mesmo no perodo de entres-

    safra, onde historicamente os

    preos so superiores, o va-

    lor pago em algumas regies

    chega a ficar R$ 3 abaixo do

    preo mnimo de R$ 25,8. No

    caso dos leiles de Prmio

    para Escoamento de Produto

    Arrozeiros solicitam R$

    150 milhes em apoio

    comercializao da safra(PEP), o Irga, a Federarroz e

    a Farsul acreditam que as ope-

    raes devem ser retomadas,

    mas com valor de prmio com-

    patvel com o mercado, em

    torno de R$ 6. Na ltima sex-

    ta-feira (17), o setor solicitou

    a suspenso desses preges

    devido ao baixo prmio esti-

    pulado pela Conab.

    De acordo com o diretor

    comercial do Irga, Rubens Sil-

    veira, os produtores esto

    buscando apoio do governo

    federal em mecanismos de

    comercializao que susten-

    tem os preos. O valor por

    saca de 50 quilos est bem

    abaixo do preo mnimo. O

    mercado precisa de um fato

    novo para reagir, afirma, ao

    acrescentar que o preo mni-

    mo lei e necessita ser cum-

    prido. Esses mecanismos vo

    ajudar na recuperao do mer-

    cado, acrescenta o presiden-

    te do Irga, Maurcio Fischer.

    Uma boa higiene bu-

    cal uma das medidas

    mais importantes que

    voc pode adotar para

    manter de seus dentes e

    gengivas em ordem. Den-

    tes saudveis no s

    contribuem para que

    voc tenha uma boa apa-

    rncia, mas so tambm

    importantes para que

    voc possa falar bem e

    mastigar corretamente os

    alimentos. Manter uma

    boca saudvel impor-

    tante para o bem-estar

    geral das pessoas. Os cui-

    dados dirios preventi-

    vos, tais como uma boa

    escovao e o uso corre-

    to do fio dental, ajudam a

    evitar que os problemas

    dentrios se tornem mais

    graves. Devemos ter em

    mente que a preveno a

    maneira mais econmica,

    menos dolorida e menos

    preocupante de se cuidar

    da sade bucal e que ao se

    fazer preveno estamos

    evitando o tratamento de

    problemas que se tornari-

    am graves. Existem algumas

    medidas muito simples

    que cada um de ns pode

    tomar para diminuir signi-

    ficativamente o risco do

    desenvolvimento de cri-

    es, gengivite e outros pro-

    blemas bucais.

    Escovar bem os den-

    tes e usar o fio dental di-

    ariamente.

    Ingerir alimentos ba-

    lanceados e evitar comer

    entre as principais refei-

    es.

    Usar produtos de hi-

    giene bucal, inclusive cre-

    me dental, que contenham

    flor.

    Usar enxagante bucal

    com flor, se seu dentis-

    ta recomendar.

    Garantir que as crian-

    as abaixo de 12 anos to-

    mem gua potvel fluo-

    retada ou suplementos

    de flor, se habitarem re-

    gies onde no haja flor

    na gua.

  • pgina 11FOLHA DE ITAPETININGA sexta-feira, 24 de dezembro de 2010.

    segundaGabriela confronta Pedro e afirma

    que Jacques ir obrig-lo a se casar comela. Luisa sugere Suzana que a jorna-lista est com cimes de Ariclenes. Alexelogia Marcela na frente de Luisa. Re-nato desiste de pedir a separao deMarcela. Edgar marca um novo encon-tro com Amanda. Gabriela ameaa re-velar os segredos de Jacques para arevista de fofocas de Help, se Pedrono se casar com ela.

    Bruna devolve a Julinho o quebra-cabea em que ele aparece com Osmar.Jacques resolve apoiar o casamento dePedro com Gabriela. Gustavo tentaconversar com Edgar, mas o filho orepele. Marcela tenta descobrir se Re-nato se envolveu com outras mulheresem Londres. Thasa ouve o pai combi-nando um encontro e estranha.

    Soledad diz que deixar sua heran-a para o convento se seu neto Thalesno se casar, e pede que Jaqueline oprocure. Bruna aconselha Edgar a nose afastar de Paulinho. Thasa flagraBreno se divertindo com Dorinha e sesurpreende. Irm Tormento diz aMassa que Thales no pode se casar.Edgar leva um presente para Paulinho.Jacques surge na casa de Marta e pedea mo de Gabriela para Pedro.

    TeraGabriela aceita o pedido de casa-

    mento de Pedro e Marta no se con-forma. Pedro despreza Gabriela. Ed-gar tenta conversar com Marcela, masos dois acabam brigando. Irm Flagelocritica Jaqueline por apoiar o casamentoarranjado do neto de Soledad. IrmTormento promete recompensarMassa se a herana de Soledad for parao convento.

    Jaqueline e Massa embarcam paraSaquarema levando Solange para secasar com Thales. Thasa v o pai cor-rendo de kart. Suzana incentiva Mar-cela a ser colunista da Moda Brasil.Edgar exige que Amanda seja reinte-grada ao casting da Agncia. Armandi-nho chamado para novos trabalhoscomo modelo, mas Stfany ameaaabandon-lo se ele aceitar. Massa seaproxima de Solange durante a viagempara Saquarema.

    Dona Mocinha faz uma propostapara Stfany deixar Armandinho. Mar-cela desabafa com Julinho sobre Ed-gar. ngelo conta para Dona Mocinhaque viu o gato Bibel pelas redonde-zas. Ariclenes mostra para Chico queos negcios vo bem e os dois come-moram. Jacques analisa suas contas ediz para Clotilde que est falido. Ja-queline encontra Thales e fica impres-sionada com sua beleza.

    QuartaThales reconhece Jaqueline da gri-

    fe DasPec. Thasa pressiona o pai paralhe contar a verdade. Solange apareceno quarto de Massa e se insinua paraele. Jaqueline diz a Thales que se eleno se casar com Solange a herana deSoledad ir para a sua Ordem. Clotildesugere que Jacques venda a marca Jac-ques Leclair para pagar as dvidas.Pedro procura Camila. Z Carlos vol-ta a vigiar Valquria e atrapalha seuencontro com Luti.

    Thales concorda em receber So-lange. Luti v Camila com Pedro e ficaenciumado. Renato e Marcela se emo-cionam com as lembranas do passa-do. Edgar sai com Amanda. Stfanyfinge que sua depresso piorou e as-susta Armandinho.

    SegundaAntero enfrenta Tot e afirma

    que vai tentar ficar com Gemma. Clconvence Jssica a inventar para Be-rilo que tem um amante. Mauro ex-pulsa Melina de seu quarto e exige queela fique longe de Vitria. Bete ficaconsternada com sofrimento da filha.Stela acredita que Bete provar queFred cometeu todos os crimes contraSaulo. Fred se rene com o respons-vel pela percia feita no elevador ondeMyrna sofreu o acidente.

    Cris e Laura pensam em uma for-ma de conseguir o laudo pericial. Cla-ra convence Danilo a receber Agne-llo. Agnello sai de casa e Clara avisa aDiogo, que segue para o apartamentoda amante. Diogo segura Clara e elapede socorro para Adamo.

    Agnello e Danilo conversam so-bre Stela. Laura leva o laudo da per-cia para Bete e afirma que Myrna foiassassinada. Tot enfrenta Diogo econsegue desarm-lo. Clara pega aarma e mira os dois.

    TeraAdamo se abraa a Tot e implo-

    ra que Clara chame uma ambulncia.Diogo foge. Danilo aceita que Agne-llo fique com Stela. Ftima ajuda Ar-thurzinho a colocar a mesa e Stela dizque ela no precisa se preocupar. Betee Melina ficam horrorizadas ao saberque Fred matou Myrna. Clara simuladesespero com a constatao da mor-te de Tot e Kelly a consola. Agnellofica transtornado ao saber o que acon-teceu com o pai.

    Clara repreende Diogo por noter seguido o seu plano. Gemma passamal ao saber da morte do irmo. Can-d decide avisar a Bete sobre a mortede Tot. Olavo conta para Cl sobrea morte de seu filho e consolado porBerilo. Fred fica admirado com Claraao ler a notcia sobre a morte de Tot.Gemma confronta Clara, que defen-dida por Adamo e Kelly.

    Berilo fica arrasado ao ver o cari-nho entre Mimi e Agostina. Olga co-menta com Talarico que acredita queClara matou Tot. Danilo diz a Stelaque conversar com os irmos sobreseu relacionamento com Agnello. To-dos na casa de Tot ficam furiososcom o telegrama de psames de Fred.Sinval fica irritado ao saber que Dani-lo apoia o namoro de Stela e Agnello.Diogo desconfia das intenes de Cla-ra em seu plano contra Tot.

    QuartaClara tenta convencer Diogo que

    no iria tra-lo. Laura orienta Fred aesperar para lanar uma nova marcada metalrgica, mas ele a destrata.Lorena diz a Stela que aceita o seuromance com Agnello. Brgida noaceita que Antero v ao enterro deTot. Fred insinua para Clara que sabesobre seu plano. Bete se descontrolaquando Fred a cumprimenta no cemi-trio. Clara tenta se aproximar de Betee Gemma, mas elas a afastam.

    Agnello sofre ao separar as rou-pas de Tot para doar. Clara vai delegacia prestar esclarecimentos.Telma, Mnica, Lorena e Chulepavisitam Danilo. Ftima conversa comGerson sobre sua me. Cand insistepara que Felcia revele o problema deGerson. Clara afirma, em seu depoi-mento, que atirou acidentalmente emTot. O delegado faz um telefonemamisterioso assim que a vil sai da de-legacia.

    Brgida reclama para Digenes eBenedetto que no quer ficar sozinha.Antero visita Gemma. Laura e Char-les repreendem Fred por seus gastosdesnecessrios para a empresa. Mau-ro conta para Bete a ideia de Fred demudar o nome da metalrgica. Claramostra para Diogo o falso testamen-to que fez seu ex-marido assinar semperceber.

    SegundaSolano mostra o caderno de

    Antoninha para Estela. PadreEmlio conta a verdade sobre suaviagem para Terezinha. Geraldoconstata que Pimpinela no estna estalagem e Ter e Neca ficampreocupados com o palhao. Es-tela tenta explicar para Solano queo ritual que fazia na cachoeira erapara proteg-lo. Mariquita ficafeliz ao perceber que Estela vaiembora da estncia.

    Glorinha entra no quarto deNancy procura de Pimpinela,que consegue fugir. Esmeralda eAmetista escondem Pimpinela eSafira tenta distrair o delegado.Solano se recusa a conversar comEstela.

    Nancy leva Pimpinela de vol-ta estalagem e se surpreendecom a presena de Geraldo. Glo-rinha se prontifica a transferir opalhao para outra jurisdio.Todos pensam em uma forma deajudar Pimpinela. Manuela eAmlia ficam apreensivas ao des-cobrir que Max saiu de casa semque elas vissem. Max invade osalo de beleza de Beatriz e exigefalar com ela. Solano decide ou-vir o que Estela tem para lhe di-zer.

    TeraMax ameaa Beatriz para que

    ela no se aproxime de sua fam-lia. Geraldo consegue prenderPimpinela e Max aprova. Vitoraciona Siqueira para ajudar Pim-pinela. Glorinha avisa ao palha-o que a testemunha que mentiuno depoimento de seu caso foiencontrada.

    Estela conta para Ruri queterminou seu relacionamento comSolano e ele orienta a neta a reto-mar suas origens. Amlia comen-ta com Vitor que acredita queMax sabe sobre o relacionamen-to dos dois. Estela se veste comouma ndia karu. Solano conver-sa com os colonos sobre a colhei-ta. Estela pega o caderno de An-toninha para saber mais sobre amaldio.

    Manuela vai ao salo de bele-za e Beatriz a observa. Jananasuspeita de que Nancy estejaapaixonada por Pimpinela. Necaconfessa a Ter que teme quePimpinela no volte mais. Fredleva Janana para ver a obra dacasa de show na qual sero sci-os. Estela surpreende toda a ci-dade ao aparecer vestida comouma karu.

    QuartaBeatriz conversa com Estela

    sobre a maldio de Solano. Ma-nuela desabafa com Ter sobresua preocupao com Solano.Bruno convida Terezinha paratomar sorvete, mas as crianasatrapalham o namoro dos dois.Geraldo v Amlia e Vitor con-versando e liga para Max. Bea-triz ordena que Estela se afastede Solano.

    Geraldo revela a Max que olaudo final da percia sobre a sa-botagem do avio de Vitor no foiconclusivo. Manuela procura So-lano. Estela l trechos do cader-no de Antoninha para Beatriz,que fica aterrorizada.

    Solano pede que Manuela oajude a se afastar de Estela. Es-tela afirma para Beatriz que anica que pode salvar Solano damaldio. Max recrimina o namo-ro de Janana e Fred para Amlia.Mariquita pede para ser levadaat Estela.

    Leia

    Contigo !

    Grupo CineItapetininga

    Shopping

    Casa de Carnes B r a s i lB r a s i lB r a s i lB r a s i lB r a s i lAos domingos temos assados

    Tambm variedades emcarnes nobres

    Fazemos entregas eaceitamos encomendas.

    Aceitamos cartes Visa eMasterCard !

    (15) 3272-6041

    R. Lopes de Oliveira, 146 Itapetininga SP

    Entretenimento

    As quatro crianas logo encon-tram um novo e intrigante persona-gem: o herdeiro legtimo do trono deNrnia, o jovem Prncipe Caspian,que foi forado a ficar escondido en-quanto seu tio Miraz planeja mat-lo para dar o trono a seu filho recm-nascido. Com a ajuda de um gentilduende, de um corajoso rato falantechamado Reepicheep, de um texugochamado Trufflehunter e do Duen-de Negro, Nikabrik, os narnianos,liderados pelos poderosos cavalei-ros Peter e Caspian, embarcam emuma fantstica jornada para encon-trar Aslan, retirar Nrnia do domniotirnico de Miraz e restaurar a magiae a glria da terra.

    13:45-18:50 - Dublado

    As crnicas de Nr-

    nia 3D

    Sam Flynn, o filho de 27 anosde Kevin Flynn, procura por infor-maes que o levem at seu pai, masquando Sam menos espera, ele se vdentro do mesmo mundo de ferozesprogramas e jogos gladiatoriais emque seu pai tem vivido h 25 anos.Juntos, pai e filho embarcam em umaaventura de vida ou morte atravs deum mundo ciberntico deslumbran-te que se tornou muito mais avana-do e extremamente perigoso. Comexibio em 3D.

    21:15- Legendado

    16:15 -Dublado

    Tron-O legado 3D

    Devoto de Nossa Senhora Apa-recida, o menino Marcos (ViniciusFranco) tem uma infncia humilde,mas feliz ao lado dos pais. Contudo,a morte do pai (Rodrigo Veronese)em um acidente na Baslica que tan-to cultuavam provoca uma duplaperda: a do familiar e a f. Trinta ecinco anos mais tarde, Marcos (Mu-rilo Rosa) um empresrio de su-cesso, vive separado de Sonia (Leo-na Cavalli), com quem se casou eteve Lucas (Jonatas Faro), e man-tm uma relao afetiva ruim comBeatriz (Maria Fernanda Cndido).Ligado nas conquistas materiais, ele um pai distante e frio, no aceita asescolhas do filho e tampouco acredi-ta em sua recuperao aps um en-volvimento com drogas. Aps umsrio acidente com o jovem, Marcosrevive a infncia e a convivncia como pai, relembrando a f daquele ho-mem simples. quando ele recorre asua me Julia (Bete Mendes) e elarevela a misteriosa graa que nor-teou a vida de toda a famlia.

    14:30-16:30-18:30-20:30

    Aparecida

    O milagre

  • Itapetininga, sexta-feira, 24 de dez