of 20/20
Máx: 30° / Mín: 19° Após seis anos, zoológico de Varginha será reinaugurado EDIÇÃO 9.169 R$ 1, 00 VARGINHA, 07 A 09 DE FEVEREIRO DE 2015 Ibama e a AGU interditaram o local em 2009; obras de adequação finalmente estão prontas 49 ANOS Revelando Verdades [email protected] www.jornalgazetadevarginha.com facebook.com/gazetavga página 02 PONTO DE VISTA DEUS É FIEL 1965 - 2014 Vinte cidades serão prejudicadas com fechamento do hemocentro local/página 05 Josué 15 As heranças das nove tribos e meia local/página 03 Após praticamente seis anos fechado, a Pre- feitura de Varginha anun- ciou que o Zoológico de Varginha será reinaugu- rado no dia 22 de feverei- ro. Segundo o administra- dor da instituição, o vete- rinário Marcos Mina, fo- ram concluídas as obras de reforma dos setores de veterinária e alimentação, a ala dos felinos e outras melhorias na infraestru- tura do local. O Ibama e a Advocacia Geral da União (AGU) interditaram o zo- ológico após serem en- contradas irregularida- des nas acomodações dos animais e na estrutura da instituição. A reinauguração do zoológico acontece a par- tir das 9 horas do primei- ro domingo após o Carna- val, com a presença de au- toridades da administra- ção municipal. AVISO IMPORTANTE Câmara de Varginha abre vagas para estágio local/página 04 local/página 04 A não renovação do convênio do Hemocentro com o SUS e o já anuncia- do fechamento da empre- sa em fevereiro terá como consequência transtornos imediatos tanto para os que doam sangue em Var- ginha quanto para quem precisa dele. Outras 19 ci- dades da região também ficarão sem o produto. Horário de verão pode ser ampliado neste ano O Cartório “Braga” 1º Ofício de Notas de Varginha, Minas Gerais, por sua titular, Celme Re- sende Braga, tem o prazer de comunicar que a partir de 9 de fevereiro de 2015, segunda-feira, para melhor atender e servir a todos, estará fun- cionando em suas novas instalações, logo acima do Hotel Fenícia, onde na antiga sede da Uni- med Varginha, na Praça Getúlio Vargas, nº 147, nesta cidade, onde continuará prestando servi- ços de Escrituras, Procurações, Separações, Di- vórcios, Testamentos, Inventários, Reconhecimen- tos de Firmas, Autenticações e outros atos, na forma da delegação que lhe foi outorgada. O telefone de contato é (35) 3222-3357 e o e-mail: [email protected] A ampliação do ho- rário de verão por mais um mês é uma das al- ternativas que estão sendo estudadas para diminuir o consumo de energia neste ano

Gazeta de Varginha - 07/02 a 09/02/2015

  • View
    226

  • Download
    2

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Edição 9.169

Text of Gazeta de Varginha - 07/02 a 09/02/2015

  • Mx: 30 / Mn: 19

    Aps seis anos, zoolgico deVarginha ser reinaugurado

    EDIO 9.169R$ 1, 00 VARGINHA, 07 A 09 DE FEVEREIRO DE 2015

    Ibama e a AGU interditaram o local em 2009; obras de adequao finalmente esto prontas

    49ANOS

    Revelando Verdades

    [email protected] facebook.com/gazetavga

    pgina 02

    PONTO DE VISTA

    DEUS FIEL

    1965 - 2014

    Vinte cidades sero prejudicadas

    com fechamento do hemocentro

    local/pgina 05

    Josu 15

    As heranas das nove tribos e meia

    local/pgina 03

    Aps praticamenteseis anos fechado, a Pre-feitura de Varginha anun-ciou que o Zoolgico deVarginha ser reinaugu-rado no dia 22 de feverei-ro. Segundo o administra-dor da instituio, o vete-rinrio Marcos Mina, fo-ram concludas as obrasde reforma dos setores deveterinria e alimentao,a ala dos felinos e outrasmelhorias na infraestru-tura do local. O Ibama e aAdvocacia Geral da Unio(AGU) interditaram o zo-olgico aps serem en-contradas irregularida-des nas acomodaes dosanimais e na estrutura dainstituio.

    A reinaugurao dozoolgico acontece a par-tir das 9 horas do primei-ro domingo aps o Carna-val, com a presena de au-toridades da administra-o municipal.

    AVISO IMPORTANTE

    Cmara de

    Varginha

    abre vagas

    para estgio

    local/pgina 04

    local/pgina 04

    A no renovao doconvnio do Hemocentrocom o SUS e o j anuncia-do fechamento da empre-sa em fevereiro ter comoconsequncia transtornosimediatos tanto para os

    que doam sangue em Var-ginha quanto para quemprecisa dele. Outras 19 ci-dades da regio tambmficaro sem o produto.

    Horriode veropode serampliadoneste ano

    O Cartrio Braga 1 Ofcio de Notas deVarginha, Minas Gerais, por sua titular, Celme Re-

    sende Braga, tem o prazer de comunicar que apartir de 9 de fevereiro de 2015, segunda-feira,

    para melhor atender e servir a todos, estar fun-cionando em suas novas instalaes, logo acima

    do Hotel Fencia, onde na antiga sede da Uni-med Varginha, na Praa Getlio Vargas, n 147,

    nesta cidade, onde continuar prestando servi-os de Escrituras, Procuraes, Separaes, Di-

    vrcios, Testamentos, Inventrios, Reconhecimen-tos de Firmas, Autenticaes e outros atos, na

    forma da delegao que lhe foi outorgada.O telefone de contato (35) 3222-3357 e o

    e-mail: [email protected]

    A ampliao do ho-rrio de vero por maisum ms uma das al-ternativas que estosendo estudadas paradiminuir o consumo deenergia neste ano

  • 07 A 09 DE FEVEREIRO DE 201502 | GAZETA DE VARGINHAPONTO DE VISTA

    Gazeta de Varginha LtdaCNPJ: 21.535.075/0001-47

    Telefones:(35)3221-4668

    (35)3221-4845 (fax)

    E-mail:[email protected]

    (redao)[email protected]

    (comercial)

    Site oficial:www.jornalgazetadevarginha.com

    Endereo:Av. dos Imigrantes, 445

    Santa Maria - CEP: 37022-560Varginha/MG

    EquipeDiretora administrativa

    Ana Maria Silva Piva

    Editor e colunistaRodrigo S. FernandesSindjori - MG 312/99

    Departamento comercialJocasta Fvaro eRosemeire Luiz

    Jornalista responsvelRbertson Fidlis

    Reportagem e redaoSrgio Avellar e

    Rbertson Fidlis

    ABRAJORI - AssociaoBrasileira de Jornais do

    InteriorSINDJORI - Sind. Prop. de

    Jornais e Revistas doInterior

    ADJORI - Associao dosJornais do Interior

    ADI - Associao dosJornais do interior de

    Minas Gerais

    A redao no respondepor artigos assinados,

    mesmo sob pseudnimos,que so de inteira respon-sabilidade de seus autores.

    Dane Avanzi

    A expanso da inter-net, que cresce em ritmoexponencial, tem desafia-do empresas, governos eentidades de regulamen-tao na proteo contracrimes cibernticos. Mui-tos so os desafios da rede,que at ento tem cresci-do num ambiente de gran-de informalidade. Discus-ses em mbito mundialsobre neutralidade, espec-tro radioeltrico e cyber-security tendem a perma-necer definitivamente naagenda dos players domercado.

    Em verdade, tais de-bates acirraram o desen-volvimento da internet dascoisas, na qual eletrodo-msticos, veculos auto-motores, gadgets e muitosoutros dispositivos pode-ro se comunicar via inter-net, aumentando drastica-

    mente a quantidade de en-dereos e transaes narede.

    Tal incremento na de-manda - como as aplicaesbastante sofisticadas doscarros que so autoguiadose geladeiras capazes de fa-zer compras em super-mercados virtuais, so-mam-se s transaes exis-tentes, tais como as banc-rias, de acesso a contedosmultimdias, dentre ou-tras.

    Para atender a deman-da de usurios no acesso dearquivos em qualquer par-te ou hora, servios de clou-ding computing (compu-tao em nuvem), temcrescido no somente noambiente domstico, mastambm no ambiente cor-porativo.

    Com o intuito de for-mar uma aliana mundialde combate aos hackersdesde 2010, a UIT - Unio

    Internacional de Teleco-municaes, tem promovi-do fruns para debates po-lticos e aes conjuntas -alm de articular em todosos continentes as aes detreinamento de boas pr-ticas no combate aos ha-ckers - envolvendo os fa-bricantes de hardwares esoftwares, academia e go-vernos.

    O trabalho de incre-mento em polticas de se-gurana na web multidis-ciplinar e, portanto, ocor-re em vrias frentes. Narea tcnica, pode ser re-forada com softwares es-pecficos e conscientizaodos usurios sobre aesque devem ser evitadas.Na web e na rea jurdica,podem ser combatidoscom regulamentao espe-cfica e criao de agnciasprivadas de seguranacomo a IMPACT - Inter-national Multilateral Part-

    nership Against CyberThreats, que trabalharem conjunto com agnciaspblicas, como a Interpol.

    Tambm faz partetambm da Agenda de Se-gurana na Internet daUIT, a promoo de meca-nismos jurdicos que per-mitam processar hackersem um nmero cada vezmaior de pases, haja vistaque em muitos pases notem tipificao legal paraos cybercrimes. Dentre osprogramas especficos,merece destaque o Progra-ma de Proteo s Crian-as, desenvolvido em par-ceria com as Naes Uni-das com o fito de promo-ver um ambiente mais se-guro.

    *Dane Avanzi empres-rio, advogado e vice-pre-sidente da Aerbras - Asso-ciao das Empresas de Ra-diocomunicao do Brasil.

    Cybercrimes: os desafios da segurana na internet

    1 - A SORTE quecoube tribo dos fi-lhos de Jud, segun-do as suas famlias, foiat ao termo deEdom, o deserto deZim, para o sul, na ex-tremidade do ladomeridional.

    2 - E foi o seu ter-mo para o sul, desdea extremidade do MarSalgado, desde a baaque olha para o sul;

    3 - E sai para o sul,at subida de Acra-bim, e passa a Zim, esobe do sul a Cades-Barnia, e passa porHezrom, e sobe aAdar, e vira para Car-ca;

    4 - E passa Az-mom, e sai ao ribeirodo Egito, e as sadasdeste termo vo at aomar; este ser o vossotermo do lado do sul.

    5 - O termo, po-rm, para o orienteser o Mar Salgado,at foz do Jordo; eo termo para o norteser da baa do mar,

    desde a foz do Jordo. 6 - E este termo su-

    bir at Bete-Hogla, epassar do norte a Bete-Arab, e este termo su-bir at pedra de Bo,filho de Rben.

    7 - Subir mais estetermo a Debir desde ovale de Acor, indo parao norte rumo a Gilgal,a qual est em frente dasubida de Adumim,que est para o sul doribeiro; ento este ter-mo continua at sguas de En-Semes; eas suas sadas esto dolado de En-Rogel

    8 - E este termosobe pelo vale do filhode Hinom, do lado suldos jebuseus (esta Je-rusalm) e sobe este ter-mo at ao cume domonte que est diantedo vale de Hinom parao ocidente, que est nofim do vale dos refainsdo lado do norte.

    9 - Ento este ter-mo vai desde a alturado monte at fontedas guas de Neftoa; e

    Palavras de Vida

    As heranas das nove tribos e meiaJOSU 15Parte Isai at s cidades domonte de Efrom; vaimais este termo at Ba-al (esta Quiriate-Je-arim).

    10 - Ento voltaeste termo desde Baalpara o ocidente, at smontanhas de Seir, epassa ao lado do montede Jearim do lado donorte (esta Quesalom)e desce a Bete-Semes, epassa por Timna;

    11 - Sai este termomais ao lado de Ecrom,para o norte, e este ter-mo vai a Sicrom e passao monte de Baal, e saiem Jabneel; e assim estetermo finda no mar.

    12 - Ser, porm, otermo do lado do oci-dente o Mar Grande, esuas adjacncias; este o termo dos filhos deJud ao redor, segun-do as suas famlias.

    13 - Mas a Calebe,filho de Jefon, deuuma parte no meio dosfilhos de Jud, confor-me a ordem do SE-NHOR a Josu; a sa-

    ber, a cidade de Arba,que Hebrom; esteArba era pai de Ana-que.

    14 - E Calebe expul-sou dali os trs filhos deAnaque; Sesai, e Aim,e Talmai, gerados deAnaque.

    15 - E dali subiu aoshabitantes de Debir; efora antes o nome deDebir, Quiriate-Sefer.

    16 - E disse Calebe:Quem ferir a Quiriate-Sefer, e a tomar, lhe da-rei a minha filha Acsapor mulher.

    17 - Tomou-a, pois,Otniel, filho de Que-naz, irmo de Calebe; edeu-lhe a sua filha Acsapor mulher.

    18 - E sucedeu que,vindo ela a ele, o per-suadiu que pedisse umcampo a seu pai; e eladesceu do seu jumen-to; ento Calebe lhe dis-se: Que que tens?

    19 - E ela disse: D-me uma bno; poisme deste terra seca, d-me tambm fontes de

    guas. Ento lhe deu asfontes superiores e asfontes inferiores.

    20 - Esta a heran-a da tribo dos filhos deJud, segundo as suasfamlias.

    21 - So, pois, as ci-dades da tribo dos filhosde Jud, at ao termode Edom, no extremosul: Cabzeel, e Eder, eJagur.

    22 - E Quin, e Di-mona, e Adada,

    23 - E Quedes, eHazor, e Itn,

    24 - Zife, e Telem,e Bealote,

    25 - E Hazor-Ha-data, e Queriote-He-zrom (que Hazor),

    26 - Am e Sema, eMolad,

    27 - E Hazar-Gada,e Hesmom, e Bete-Pa-lete,

    28 - E Hazar-Sual,e Berseba, e Bizioti,

    29 - Baal, e Iim, eAzem,

    30 - E Eltolade, eQuesil, e Horm. 31 - EZiclague, e Madmana, e

    Sansana,32 - E Lebaote, e

    Silim, e Aim, e Ri-mom; todas as cida-des e as suas aldeias,vinte e nove.

    33 - Nas planci-es: Estaol, e Zor, eAsn,

    34 - E Zanoa, eEn-Ganim, Tapua, eEn.

    35 - E Jarmute, eAdulo, Soc, e Aze-ca,

    36 - E Saaraim, eAditaim, e Geder, eGederotaim; catorzecidades e as suas al-deias.

    37 - Zen, e Ha-dasa, e Migdal-Gade,

    38 - E Dile, e Mi-zpe, e Jocteel,

    39 - Laquis, e Bo-zcate, e Eglom,

    40 - E Cabom, eLaams, e Quitlis,

    41 - E Gederote,Bete-Dagom, e Naa-m, e Maqueda, de-zesseis cidades e assuas aldeias.

    Continua...

  • LOCALGAZETA DE VARGINHA | 0307 A 09 DE FEVEREIRO DE 2015

    MANIFESTO

    A Unimed Federao Sul de Minas, represen-tante institucional das 15 Unimeds do Sul de Mi-nas, vem a pblico manifestar sua indignao comas graves denncias que esto denegrindo a cate-goria mdica nas ltimas semanas.

    As atitudes inadequadas destes mdicos devemser rigorosamente apuradas pelos rgos compe-tentes e caracterizadas crimes, exemplarmente pu-nidos.

    De nossa parte estamos prontos a colaborarnaquilo que nos for possvel pois todos, inclusiveas Unimeds, esto sendo lesados por estes mausprofissionais.

    Da mesma forma nos comprometemos a ba-nir, definitivamente da nossa Rede, todos aquelesque comprovadamente utilizarem prticas ilegaisque ultrajem essa profisso fundamentada na arte Unimed Federao Sul de Minas

    e cincia de fazer o bem.

    Toda nossa estrutura de Controladoria, nossosAuditores e nossa Central de Compras de Materiasesto orientados a rigorosamente garantir a quali-dade dos atendimentos e denunciar qualquer prti-ca suspeita.

    Mais que uma profisso a Medicina uma mis-so de extrema responsabilidade e nos colocamosombro a ombro com os bons e honestos profissio-nais, que afortunadamente so a maioria, e assimassistem envergonhados toda uma categoria sermanchada.

    O que nos conforta a confiana na nobreza depropsitos e determinao desta maioria. isto quenos irmana. em busca disso que trabalhamos.

    Cmara de Varginhaabre vagas para estgio

    A Cmara Munici-pal de Varginha estlanando o Programade Estgios do Legisla-tivo. Esto sendo ofere-cidas duas vagas para area de Comunicao euma para Direito.

    Os editais foramdistribudos nas insti-tuies conveniadascom a Cmara na lti-ma quinta-feira (5) e asinscries j comeam aser abertas na prximasegunda (9).

    As oportunidadesso para alunos do 3ao 5 perodo do cursode Direito, do 3 per-odo do curso de Jorna-lismo e do 7 perododo curso de Publicida-de e Propaganda.

    O Programa de Es-

    tgios da Cmara deVarginha uma inicia-tiva implantada pelaatual Mesa Diretora eque tem sido batalhadah muito tempo pelovereador Rogrio Bue-no. O objetivo propi-ciar aos estudantes umaprendizado prtico aoenvolv-los na atuaodos trabalhos desenvol-vidos na rea adminis-trativa do Legislativo e,

    em contrapartida, osestagirios contribui-ro para o enriqueci-mento das atividadesdesempenhadas na C-mara.

    Todas as informa-es sobre as vagasconstam nos editaisque podem ser confe-ridos em um link no siteda Cmara: http://www.camaravarginha.mg.gov.br.

    Grupo de teatro de Varginhainaugura ncleo infanto-juvenil

    Aproximar os jovensdo teatro. Com o entusi-asmo que lhe caracte-rstico, o Grupo Teatrixacolheu cerca de 10 es-tudantes varginhenses,entre 10 e 12 anos para oseu elenco. A prticaocorrida no incio da noi-te desta quinta-feira(04), no espao da Asso-ciao Oficina do Ser,inaugura o ncleo infan-to-juvenil do grupo. Naocasio os jovens parti-ciparam de uma srie deexerccios conduzidospelos professores de ar-tes cnicas EvertonLima e Franciele Perei-ra. A atividade serviupara mostrar que umbom ator deve, antes dequalquer coisa, desco-brir os limites de seucorpo e interagir com oambiente no qual estinserido. Nossa inten-

    o foi mostrar como fun-cionam os bastidores doespetculo., conta Perei-ra.

    Durante o processo osalunos experimentaramdiferentes situaes ldi-cas e nelas trabalharamequilbrio e concentrao.De acordo com o profes-sor Everton Lima a experi-ncia positiva e para mui-tos serve, como porta deentrada para o universo dasartes. Dessa forma apren-dem que a vida de um atornem sempre cercada de

    glamour e bom ter essaconscincia., afirma.

    O Teatrix um pro-jeto do Ecoetrix Par-quescola, com apoio daAssociao Oficina doSer, que investe na for-mao de novos atores.Para mais informaessobre o grupo basta en-trar em contato pelo te-lefone (35) 3221-953 ouprocurar pela sede doEcoetrix Parquescola,que fica na Rua Domin-gos Pereira Braga, 75,Centro.

  • LOCAL04 | GAZETA DE VARGINHA 07 A 09 DE FEVEREIRO DE 2015

    Vinte cidades sero prejudicadascom fechamento do hemocentroVereadores de Varginha pedem uma soluo; entidade vai encerrar atividades ainda este ms

    A no renovao doconvnio do Hemocen-tro com o SUS e o janunciado fechamentoda empresa em feverei-ro ter como consequ-ncia transtornos ime-diatos tanto para osque doam sangue emVarginha quanto paraquem precisa dele. Ou-tras 19 cidades da re-gio tambm ficarosem o produto.

    O vereador AdilsonP de Chumbo (PR)aprovou requerimentona reunio de quarta-feira (4), endereado aoExecutivo, pedindo r-pida soluo para oproblema. Muitos semanifestaram.

    Em sua justificati-va, P de Chumbo in-forma que o motivo dofechamento o cum-primento de um decre-to federal, que deter-mina que s unidadesdo Hemominas podemfornecer bolsas de san-

    gue para hospitais e queo Estado seja o nicofornecedor de sanguepara a rede pblica.

    Argumenta aindaque o Hemocentroatende 19 cidades daregio e presta servioao Estado h quase 40anos, uma empresaparticular que possuicontrato com o Sistemanico de Sade (SUS)para captar e fornecersangue para hospitaisda regio. No entanto,segundo o Hemomi-nas, o servio no vaiser renovado.

    O requerimentoquestiona o Executivosobre questes perti-nentes aps o fecha-mento como a coletalocal de hemoderiva-dos, estrutura da RedePblica Municipal deSade para a captaode sangue; o custo doservio para o Munic-pio; se h pessoal capa-citado para a captao

    e preparao.E ainda se existe re-

    serva de hemoderiva-dos de sangue para otempo necessrio en-quanto o Municpio e oestado preparam umnovo sistema de capta-o.

    Adilson MarcianoRosa (PR) explicou aos

    vereadores que a deci-so se deve a uma por-taria de 2013. E que aprefeitura conseguiuuma prorrogao deum ano, prazo que ven-ce no dia 24 deste ms.Lamentou o fechamen-to da empresa, que se-gundo ele, prestava umservio de alta qualida-

    de.O presidente da

    Cmara, Rmulo Aze-vedo, tambm se mani-festou, estranhando ofato de j ter se passa-do tanto tempo entre apublicao da portariae o encerramento dasatividades do Hemo-centro, sem que outro

    rgo estadual se pre-parasse para assumiressa funo em Vargi-nha.

    Todos tm consci-ncia da lacuna na do-ao de sangue na re-gio. Joozinho En-fermeiro, por exemplo,disse que doador desangue cadastrado. Eque ia regularmente aoHemocentro. Infor-mou que muitas pesso-as precisam regular-mente do produto,como quem tem pro-blemas renais e precisade hemodilise.

    A nica agncia doHemominas na regiofica em Poos de Cal-das, distante cerca de150 quilmetros de Var-ginha. H a previso deque pelo menos duasvezes por semana a pre-feitura v at aquela ci-dade para levar doado-res e trazer sangue paraficar em estoque noshospitais.

    Horrio de vero pode ser ampliado; reunio deve definirA ampliao do hor-

    rio de vero por mais umms uma das alternati-vas que esto sendo estu-dadas pelo governo paradiminuir o consumo deenergia neste ano. Segun-do o Ministrio de Minase Energia, uma reunio naprxima quinta-feira (12),

    com a presena de repre-sentantes da Agncia Na-cional de Energia Eltri-ca e da Empresa de Pes-quisa Energtica, vai dis-cutir se o prazo do hor-rio diferenciado deverou no ser ampliado.

    O horrio de verocomeou no dia 19 de ou-

    tubro para os estados dasregies Sul, Sudeste eCentro-Oeste e, em prin-cpio, acabaria no dia 22 defevereiro. O principal ob-jetivo da medida redu-zir o consumo de energiano horrio de pico, regis-trado a partir das 18h,aproveitando melhor a lu-minosidade natural.

    Um dos argumentosque ser debatido pelostcnicos o deslocamen-to que vem sendo verifi-cado neste horrio de mai-or consumo de energia,que ultimamente temsido registrado por voltadas 14h. Neste caso, aprorrogao do horrio devero no seria necess-ria.

    Segundo o ministrio,no h, em princpio, uma

    predisposio do governoem ampliar o perodo devigncia do horrio de ve-ro, esta apenas uma dasalternativas que esto em

    estudo, mas no h nadadefinido. No incio do ho-rrio de vero deste ano,a estimativa do governoera uma economia de R$

    278 milhes, com geraode energia trmica no ho-rrio de pico. Na edioanterior, a economia foiR$ 405 milhes.

  • LOCALGAZETA DE VARGINHA | 0507 A 09 DE FEVEREIRO DE 2015

    Ibama e a AGU interditaram o local em 2009; obras de adequao finalmente esto prontas

    Aps seis anos, zoolgico deVarginha ser reinaugurado

    Aps praticamenteseis anos fechado, aPrefeitura de Varginhaanunciou que o Zool-gico de Varginha serreinaugurado no dia22 de fevereiro. Segun-do o administrador dainstituio, o veterin-rio Marcos Mina, foramconcludas as obras dereforma dos setores deveterinria e alimenta-o, a ala dos felinos eoutras melhorias na in-fraestrutura do local. OIbama e a AdvocaciaGeral da Unio (AGU)

    interditaram o zoolgi-co aps serem encon-tradas irregularidadesnas acomodaes dosanimais e na estruturada instituio.

    A reinaugurao dozoolgico acontece apartir das 9 horas doprimeiro domingo apso Carnaval, com a pre-sena de autoridades daadministrao munici-pal. O local ficar aber-to para visitao todosos dias, das 9h s 16h.A entrada para visitar olocal custar R$ 2.

    A expectativa era deque ele comeasse afuncionar at dezembrodo ano passado, masatrasos na reforma eprocessos de licitaoem andamento adia-ram a visitao ao local.Segundo a biloga Ja-ara Cardoso Tavares,atrasos na entrega demateriais e a chuva adi-aram o trmino dasobras de reforma.

    FechamentoO zoolgico foi fe-

    chado em maro de

    2009 por decreto doIbama e da AdvocaciaGeral da Unio (AGU)aps serem encontra-das irregularidades naacomodao dos ani-mais. As obras de ade-quao chegaram a seriniciadas, mas foramparalisadas em setem-bro de 2012 por falta depagamento da prefei-tura junto construto-ra responsvel e s fo-ram retomadas em abrilde 2013. Atualmenteso gastos cerca de R$22 mil por ms com a

    manuteno do zool-gico, que abriga cercade 350 animais e aves.

    O zoolgicoO Zoolgico de

    Varginha foi inaugura-do em 1966 e declara-do de utilidade pblicaem 1967. A instituiotambm tombadapelo Patrimnio Cultu-ral de Varginha. O lo-cal abriga cerca de 350animais, entre mamfe-ros, rpteis e aves. Ozoolgico ocupa umarea de 44 mil metros

    quadrados.O Ibama e a AGU

    decretaram a interdiodo zoolgico pelo nocumprimento do Ter-mo de Ajustamento deConduta (TAC) firma-do em 2009 com a ad-ministrao passada,quando foram encon-tradas diversas irregu-laridades na infraestru-tura do local, entre elasas acomodaes dosanimais. Segundo a ad-ministrao, ainda se-ro reformados outrosrecintos de animais.

    Acidentes com animais peonhentos crescem no vero, alerta SadeO calor intenso e as

    chuvas frequentes no ve-ro tornam o ambientepropcio proliferao deanimais peonhentos. ASecretaria de Estado deSade (SES/MG) alertaque os acidentes causa-dos por esses animaistendem a aumentar entreos meses de janeiro emaro, seja na zona ruralou urbana, e sofrem in-fluncia de atuais dese-quilbrios ecolgicos.

    O perodo de frias eas atividades de campodas pessoas, envolvendoagricultura e ecoturismo,tambm deixam a popu-lao mais exposta aosacidentes. A faixa etriamais acometida entre

    20 e 65 anos de idade. Osagentes de endemias ezoonoses recomendamque as residncias, esta-belecimentos comerciaise depsitos devem peri-odicamente realizar oucolaborar com os servi-os constantes de limpe-za, roada e capina, remo-o de lixo, entulhos,gua parada e galhadas,que reduzem drastica-mente a infestao deanimais peonhentos.

    De acordo com a re-ferncia tcnica de Aci-dentes com Animais Pe-onhentos da Superin-tendncia Regional deSade (SRS), PatrciaBrito, o cuidado deve serredobrado dentro das re-

    sidncias. muito co-mum o ataque de escor-pies s pessoas dentrodas residncias, issoacontece porque o animalest procura de alimen-to, como baratas, e podeficar escondido dentro dearmrios e debaixo de ca-mas. A populao deve fi-car atenta e verificar oscmodos da casa sempreque possvel, vedar fres-tas e ralos de banheiros.

    Saiba como proceder

    Em caso de acidentes,a pessoa deve ser encami-nhada o mais rpido pos-svel para o hospital quetenha soro antipeonhen-to. Durante o socorro, eladeve se mover o mnimo

    possvel. A Secretaria deSade ainda orienta queo local da picada deve serlavado apenas com guae sabo. Nunca colocaroutras substncias comourina, cachaa, borra decaf, em nenhum tipo deacidente por animal pe-

    onhento, pois esta pr-tica pode ocasionar com-plicaes como infeco.

    Os animais peo-nhentos so reconheci-dos como aqueles queproduzem ou modificamalgum veneno e possuemalgum aparato para inje-

    t-lo na sua presa ou pre-dador. Os principais ani-mais peonhentos quecausam acidentes noBrasil so algumas esp-cies de serpentes, de es-corpies, de aranhas, delepidpteros (mariposase suas larvas), de hime-npteros (abelhas, formi-gas e vespas), de colep-teros (besouros), de qui-lpodes (lacraias), depeixes, de cnidrios(guas-vivas e caravelas),entre outros. Os animaispeonhentos de interes-se em sade pblica po-dem ser definidos comoaqueles que causam aci-dentes classificados pe-los mdicos como mode-rados ou graves.

  • REGIONAL07 A 09 DE FEVEREIRO DE 201506 | GAZETA DE VARGINHA

    O Ministrio Pbli-co recomendou que aPrefeitura de Poos deCaldas desista de apro-var um projeto de leique pretende aumentaro repasse dos lucros doDepartamento Munici-pal de Eletricidade(DME) para os cofresmunicipais. Atualmen-te, o executivo fica commetade do faturamen-to das trs empresasque compe o departa-mento. Se a lei for apro-vada, o repasse para aprefeitura passar de50% para 85%.

    Por causa da inter-veno do MinistrioPblico, o projeto podenem ser votado. Nestasemana, o promotorEmmanuel Levenha-gen Pelegrini publicouuma recomendao ao

    Poos quer aumentar de 50% para85% repasse do DME para prefeituraMinistrio Pblico recomenda que departamento no aumente o percentual de repasse

    prefeito e aos vereado-res, pedindo que noaprovem a lei.

    Para o promotor, oprojeto deve ser arqui-vado. Em um docu-mento, ele faz vrias

    consideraes para queo repasse no seja fei-to, entre elas, o aumen-to na demanda porenergia eltrica na re-gio de atuao doDME e o alto investi-

    mento necessrio paraa operao deste setor.Alm disso, para o Mi-nistrio Pblico, a leique permitiria o au-mento do repasse teriaque ser discutida pelo

    menos uma vez em au-dincia pblica antesde ir a votao em ple-nrio, o que no acon-teceu.

    Entre os vereado-res, o assunto divideopinies. SegundoPaulo Tadeu SilvaDArcadia, o dinheirodo DME pertence aopovo. Esse dinheirotem que ser investidoem educao, sade epromoo social para apopulao, disse.

    J Tiago Cavelag-na contrrio ao repas-se. A prefeitura nopode mais sangrar asfinanas do DME,usando-o como bancoe recorrendo sempreaos cofres da autarquiapara sanear as suas con-tas, comentou.

    Questionado, o

    prefeito Elosio do Car-mo Loureno afirmouque o repasse de 85%no vai prejudicar osservios do DME. Eutenho convico da ne-cessidade do municpioe da legalidade do pe-dido, tanto que esta-mos falando em lucro eeste recurso no farfalta ao DME e aindapoder ser revertido emservios para a popula-o como melhorias emcreches, escolas, sadee nas vias, destacou.

    Apesar de toda dis-cusso em torno doprojeto e da recomen-dao do MinistrioPblico, ele segue naComisso de Constitui-o e Justia da Cma-ra de Vereadores e ain-da no tem data paraser votado.

    CPI remarca para prxima semana reunio sobre 'Supersalrios'A CPI dos "Supersa-

    lrios", da Cmara Mu-nicipal de Pouso Alegre,remarcou para o dia 12de fevereiro a reunioem que devem ser ouvi-dos os trs mdicos in-vestigados por recebe-rem salrios acima damdia paga a profissio-nais do mesmo setor. Asoitivas estavam previstaspara acontecer na tardedesta quinta-feira (5),mas o advogado que re-

    presenta os mdicos,Denilson Marcondes Ve-nncio, solicitou umanova data para o primei-ro encontro formal en-tre seus clientes e os ve-readores porque teriauma audincia agenda-da para o mesmo dia ehorrio.

    A ida Cmara deMaria do Carmo Borges,Wanderclayton Bueno eRicardo Chcara bas-tante aguardada dentro

    da comisso processan-te. Desde que a CPI foicriada, em junho de2014, eles no se mani-festaram formalmentesobre a suposta irregu-laridade no pagamentode salrios por parte daSecretaria Municipal deSade.

    Com a suspenso dasoitivas, a comisso auto-rizou a participao daimprensa e do pblico nareunio, que, inicialmen-

    te, a-conteceria a portasfechadas. A reunio foiaberta apenas para infor-mar a transferncia paraa semana seguinte daterceira etapa dos traba-lhos da CPI.

    Valores pagosaos mdicos

    Considerando os da-dos divulgados pelo Por-tal DataSus, possvelsaber quanto cada umdesses mdicos recebeu

    da prefeitura. Foramconsiderados supersal-

    rios os rendimentos aci-ma de R$ 40 mil reais.

  • Os jovens embaixa-dores selecionados pelaEmbaixada Americanapara participarem deum intercmbio nos Es-tados Unidos j estono Brasil. Cora, alunada rede estadual de Al-fenas, Lucas e Fabrcio,alunos da rede estadualmineira tambm esta-vam entre os 50 estu-dantes que tiveram aoportunidade de co-nhecer a cultura e pol-tica dos Estados Unidose aprender mais sobrevoluntariado.

    Em territrio ameri-cano por trs semanas,os estudantes tiveramalguns dias para ver deperto o processo polti-co do pas. Eles ficaramna cidade de Washing-ton, capital do pas, nes-sa primeira etapa. De-pois disso, separaram-se e foram para diferen-tes cidades, Seattle,Reno, Pensacola, Por-tland e Tulsa, onde vi-veram com famlias lo-cais.

    Cora Wallach San-

    07 A 09 DE FEVEREIRO DE 2015REGIONAL

    GAZETA DE VARGINHA | 07

    Depois de trs semanas, estudante deAlfenas retorna de intercmbio nos EUA

    ches, aluna do 3 anodo ensino mdio da Es-cola Estadual DoutorEmlio Silveira, de Alfe-nas, foi para Tulsa, quefica no estado deOklahoma. Foi um so-nho, nunca imagineique seria to bom.Aprendemos muito so-bre liderana, sobre serum modelo pra nossacomunidade. Essa via-gem me mudou. Soumais independente eaberta a novas oportu-nidades. Mudou minha

    vida, conta Cora.J Lucas Rodrigues

    Fonseca, ex-aluno daEscola Estadual DoutorJos Gonalves, de Ita-na, foi para Seattle, noestado de Washington.O estudante, que termi-nou o terceiro ano em2014 e agora cursa di-reito, afirma que tam-bm ganhou muito coma viagem. Eu melhoreibastante, sou outra pes-soa. Minha perspectivade vida mudou, almejocoisas maiores.

    Os estudantes tive-ram que apresentar ac-tion plans, planos deao que sero coloca-dos em prtica aqui noBrasil, no fim do inter-cmbio. O trabalho deCora sobre bullying,mas a estudante ressal-ta que essa s uma pri-meira verso. Eles en-sinaram como montaro projeto de um jeitopara colocar em prticabem rapidamente. Pre-tendo fazer algo dife-rente, mais focalizado

    na minha regio, umprojeto para solucionarum problema local.Lucas tambm preten-de mudar o projeto dereciclagem que apre-sentou.

    Alm de Cora e Lu-cas, foi selecionado Fa-brcio Izauro MartinsRezende, de Abadia dosDourados, que estuda-va na Escola EstadualProfessor Vicente Lo-pes Perez, de MonteCarmelo. Ele tambm jterminou o ensino m-dio. Arthur OliveiraAbrantes, de Paracatu,e Warley Almeida Silva,de Juiz de Fora, tam-bm participaram dointercmbio.

    Volta aos EUATanto Cora quanto

    Lucas j pensam em vol-tar aos Estados Unidospara reencontrar osamigos que fizeram nes-se perodo. Para Cora,que ainda tem um anode estudos na educaobsica pela frente, osplanos esto um pouco

    Morreu na madru-gada desta sexta-feira(6) a terceira vtima deum atropelamento du-rante uma festa de con-gadas que aconteceu nodia 28 de dezembro doano passado em SoToms de Aquino. Naocasio, 15 pessoas fo-ram atropeladas depoisque um motorista comsintomas de embria-guez invadiu uma ruainterditada onde acon-tecia a festa.

    O agricultor Jairdos Reis Oliveira, de 48anos, estava internadono CTI da Santa Casade So Sebastio do Pa-raso. O corpo dele foilevado para o IML da

    cidade. As outras duasvtimas fatais so Simo-ne Martins, de 38 anos,que morreu no dia 1 dejaneiro, e o marido dela,Silsio Martins, de 41anos, que morreu 12dias depois.

    No dia 5 de janeiro,o delegado responsvelpelo caso, Rodrigo Bit-tar, indiciou o motoris-ta Cludio MumicNeto, de 19 anos, porhomicdio e outras 14tentativas. De acordocom ele, o caso j estsob responsabilidade doMinistrio Pblico, quedeve acrescentar a mor-te de Silsio e agora deJair, ao processo. Mu-mic permanece preso

    Morre terceira vtima de atropelamento em congadano Presdio de So Se-bastio do Paraso.

    O acidenteQuinze pessoas fo-

    ram atropeladas depoisde um motorista inva-dir uma rua que estavainterditada para a rea-lizao de uma festa decongadas no incio damadrugada do dia 28de dezembro em SoToms de Aquino. Ima-gens de cmeras de cir-cuito de seguranamostraram quando ocarro passou em altavelocidade pela ruacom o farol apagado eatingiu as pessoas.

    Segundo a PolciaMilitar, a festa aconte-

    cia no bairro Rosrio,quando o motorista ba-teu em um cavalete eem outros trs carros eatropelou as pessoas.Entre as vtimas, esta-vam duas crianas que

    Entre os 50 estudantes de escolas pblicas selecionados em todo o pas, uma estudante do Sul de MGdistantes, mas para Lu-cas isso est um poucomais perto. Estou man-tendo contato com a fa-mlia que me recebeu eestou juntando dinhei-ro. Tambm estou deolho nas oportunidades,como os programas deintercmbio do Gover-no Federal, conta.

    Programa JovensEmbaixadores

    O Programa daEmbaixada Americanano Brasil existe desde2002 e oferece a estu-dantes a oportunidadede expandirem seus ho-rizontes ao mesmo tem-po em que os ajudam afortalecer os laos deamizade, respeito e co-laborao entre o Brasile os Estados Unidos.Desde o lanamento,331 brasileiros de esco-las pblicas, inclusiveestudantes da rede es-tadual mineira, j foramselecionados para setornarem Jovens Em-baixadores dos EstadosUnidos no Brasil.

    participavam da festa.Ambulncias do hospi-tal da cidade, do Cor-po de Bombeiros e car-ros da Polcia Militarajudaram no resgatedas vtimas, que foram

    encaminhadas para ohospital da cidade epara a Santa Casa deSo Sebastio do Para-so. Por causa do aci-dente, a festa foi cance-lada.

  • 07 A 09 DE FEVEREIRO DE 2015

    REGIONAL08 | GAZETA DE VARGINHA

    Servidores municipais de Poos deCaldas tero reviso salarial de 6,23%

    A administraomunicipal vai encami-nhar Cmara, projetode autoria do Executi-vo que autoriza a revi-so geral anual da re-munerao dos servi-dores pblicos munici-pais. O ndice de6,23%, referente s per-das salariais no perodode janeiro a dezembrode 2014.

    A Secretaria Muni-cipal de Administraoe Gesto de Pessoas jest finalizando os es-tudos e a SecretariaMunicipal de Fazendacalcula os impactos fi-nanceiros do repasse.Em seguida, o projeto

    ser encaminhado paraapreciao dos verea-dores.

    Conforme anuncia-do pelo prefeito Elosio

    do Carmo Loureno naltima tera-feira (3),durante a abertura dostrabalhos do Legislati-vo, a reviso geral anu-

    al dos salrios dos ser-vidores, estabelecidapelo artigo 37 da Cons-tituio Federal, serretroativa a janeiro,

    conforme estipuladopela Lei ComplementarMunicipal 138/2012.

    O valor adotadopara a reviso refe-rente ao ndice Nacio-nal de Preos ao Con-sumidor (INPC), acu-mulado no perodo dejaneiro a dezembro de2014, e ser aplicadoaos salrios e venci-mentos dos emprega-dos e servidores pbli-cos municipais, inati-vos e pensionistas daAdministrao Direta eIndireta.

    Desde o primeiroano de mandato, o pre-feito Elosio do CarmoLoureno vem cum-

    prindo a legislao tra-balhista, em respeitoaos servidores munici-pais.

    Em 2013, a revisogeral anual foi de6,20%. J em 2014, ondice foi de 5,56%,alm de reajuste de1,44%, totalizando re-passe de 7%.

    Reiteramos nossocompromisso com osservidores pblicosmunicipais, j que, des-de o primeiro momen-to, buscamos estabele-cer uma relao de res-peito entre a adminis-trao e o funcionalis-mo, destacou o prefei-to Elosio.

    Polcia Militar realiza o lanamento oficial da

    Rede de Comerciantes Protegidos em LavrasNesta ltima quinta-

    feira (05), na Praa Dou-tor Augusto Silva, o 8Batalho de Polcia Mili-tar realizou o lanamentoofocial da Rede de Co-merciantes Protegidos.

    A solenidade contoucom a presena do Co-mandante do 8BPM Cel. Antnio Claret dosSantos, do Comandanteda 54 Cia Cap. Leonar-do, da banda de msica daPM, do Prefeito SilasCosta Pereira e secret-rios municipais, de co-merciantes de Lavras e da

    populao em geral quepde acompanhar o lan-amento do programa e odescerramento da placaque ser utilizada peloscomerciantes credencia-dos.

    Em parceria com aAssociao Comercial,Industrial e de Prestaode Servios de Lavras(ACIL) , a Rede de Co-merciantes Protegidosintensificou seus traba-lhos em 2014, com a rea-lizao de reunies bi-mensais e j conseguiu aadeso de 96 comercian-

    tes centrais que foramcadastrados. Mas, a meta que o projeto atingatoda cidade.

    A Rede de Comerci-antes Protegidos, umprojeto desenvolvido es-pecialmente para o co-mrcio, por meio do es-tabelecimento de uma

    rede de vigilncia mtua,que oferece assistnciapor meio de aplicativoscomo o Whatsapp, ondeinformaes de interesseda rede, como as carac-tersticas de pessoas sus-peitas e dicas de seguran-a so repassadas pelapolcia.

    Casos de dengue assustam moradores nobairro Nossa Senhora de Lourdes em Lavras

    Uma onda de casosconfirmados de denguetem provocado preocu-pao em moradores dobairro Nossa Senhora deLourdes, em Lavras.

    Mesmo com a exten-sa campanha de preven-o doena promovidanos ltimos dias na cida-de pelo Setor de Dengue vinculado Coordena-doria de Vigilncia em

    Sade da Prefeitura Mu-nicipal de Lavras, noimpediu que casos dedengue fossem notifica-dos no bairro.

    Morador da rua Ana-ir Paranagu, AndersonDias Vilela, 34 anos, foicontaminado pelo mos-quito Aedes aegypti,

    Na madrugadadesta sexta-feira (6),cerca de 500 sacas decaf foram furtadas deum armazm s mar-gens da Rodovia VitalBrazil em Conceio doRio Verde.

    De acordo com aPolcia Militar, os la-dres destruram o sis-

    tema de alarme e ar-rombaram a cerca e oporto.

    Ainda de acordocom a PM, os suspeitosentraram com uma car-reta no local, que foiusada para furtar amercadoria. At o mo-mento ningum foipreso.

    Ladres furtam 500 sacasde caf de armazm emConceio do Rio Verde

    Passa Quatro recebenova sede de CartrioEleitoral do TRE-MG

    Foi inauguradonesta sexta-feira (6),pelo Tribunal RegionalEleitoral de Minas Ge-rais (TRE-MG) a novasede do cartrio da207 zona eleitoral dePassa Quatro.

    Localizado Aveni-da Coronel Ribeiro,910, no Centro da ci-dade, o local tem 165metros de rea cons-truda e foi cedido pelaprefeitura para o usoeleitoral para os prxi-

    mos 15 anos.A solenidade de

    inaugurao comeouas 17h, no Hotel Re-canto das Hortnciasna Avenida Coronel Ti-brcio, 10, no Centro.

    O presidente doTRE-MG, desembar-gador Geraldo Augus-to, tambm recebeu, nainaugurao, o ttulo deCidado Honorrio doMunicpio de PassaQuatro cedido pela C-mara Municipal.

    transmissor da doena. Aesposa dele e o sogrotambm receberam diag-nsticos positivos dedengue.

    Mesmo assim ele re-vela que h inseguranapor parte de muitos mo-radores.

    Ele revelou que pelomenos 10 pessoas foramcontaminadas pela den-gue no bairro.

  • Duas pessoas fica-ram feridas aps umacidente na tarde destaquinta-feira (5) na BR-146, na Serra do Sela-do, em Poos de Cal-das. Segundo a PolciaRodoviria Federal, omotorista de uma ca-minhonete no conse-guiu fazer a curva ecaiu de uma ribanceiracom cerca de 15 metrosde altura. Chovia nahora do acidente.

    Ainda de acordocom a PRF, o Corpo deBombeiros foi chamadopara resgatar as vtimas.Por causa da chuva e dodifcil acesso, os bom-beiros tiveram trabalhopara realizar a opera-o. O motorista teveapenas ferimentos levese foi atendido e libera-

    GAZETA DE VARGINHA | 0907 A 09 DE FEVEREIRO DE 2015REGIONAL

    Caminhonete cai de ribanceira de 15metros e deixa 2 feridos na BR-146

    As fundaes de apoio Universidade Federalde Lavras (Ufla) - Funda-o de Apoio ao Ensino,Pesquisa e Extenso (Fa-epe) e Fundao de De-senvolvimento Cientficoe Cultural (Fundecc) - jesto colhendo os primei-ros resultados do PlanoEstratgico 2014-2018.Aprovado pelo ConselhoDeliberativo das Funda-es e endossado pela Di-retoria Executiva da Ufla,as metas do plano fazemparte dos objetivos atuaisdas instituies.

    O projeto, em pro-cesso de implantao, foiencomendado em marode 2014, pelo diretorexecutivo da Faepe eFundecc, professor RilkeTadeu Fonseca de Frei-tas, com o objetivo de re-estruturar as fundaespara oferecerem umapoio ainda melhor para aUfla e seus pesquisado-res, quebrando muros e

    construindo novas pontesentre seus departamen-tos e a comunidade aca-dmica, e no aprimora-mento de projetos educa-cionais, culturais, sus-tentveis e socialmenteimportantes para a popu-lao em geral.

    "Nossa inteno aoencomendar esse planoestratgico foi preparar eatualizara Faepe e Fun-decc, para que possamacompanhar e atendercom mais eficincia oenorme crescimento daUfla nos ltimos anos.Reestruturar as funda-

    do no local. J o passa-geiro foi levado para aSanta Casa de Poos deCaldas.

    Santana da VargemEm Santana da Var-

    gem outro motorista fi-cou ferido em um aci-

    dente na tarde destaquinta-feira (05) naMG 167 prximo dabalana no municpio.

    Fundaes de apoio Ufla esto sendo reestruturadas

    es para que se tornemtambm referncia naci-onal, como a Ufla, quenos ltimos cinco anosest sempre entre as me-lhores universidades dopas, de acordo com a ava-liao do IGC/MEC. OPlano Estratgico foi ela-borado para tornar asfundaes ainda mais efi-cientes em seu apoio,gesto e captao de re-cursos para o desenvolvi-mento de novos projetos,e aumentar a vocao cul-tural, educativa e socialdas fundaes" explica oprofessor Rilke Tadeu,

    Ronan Jlio de Souza27 anos estava em umveculo Celta placas deBoa Esperana, seguiasentido Santana da Var-gem quando foi desvi-ar de um cachorro queestava na pista, perdeuo controle da direo edesceu uma ribanceirade cerca de 5 metros de

    altura. Ele viajava sozi-nho, teve ferimentosleves, foi socorrido pelaambulncia da Prefeitu-ra de Santana da Var-gem com a ajuda daPolcia Militar da cida-de e encaminhado parao Pronto AtendimentoMunicipal (PAM) deTrs Pontas.

    Motorista perdeu o controle e desceu uma ribanceirade cerca de 5 metros de altura em Santa da Vargem

    Caminhonete cai de ribanceira de 15 metros e deixa 2 feridos na BR-146

    diretor executivo da Fa-epe e Fundecc.

    Com a superviso doprofessor Paulo Bermejoe desenvolvido durantesete meses de trabalho,pela equipe do LabGTILaboratrio de Gover-nana, Tecnologia e Ino-vao do Departamentode Cincia da Computa-o da Ufla, o Plano Es-tratgico Faepe/ Fun-decc, 2014-2018 , foi re-alizado de maneira parti-cipativa, atravs da anali-se das pesquisas realiza-das com funcionrios dasfundaes e colaborao

    de 97 professores e pes-quisadores da Ufla, quedispuseram-se a partici-par dentro de um univer-so de 567 professorescontatados. Apesar da sa-tisfao de 72,1% do cor-po docente consultado,que avaliou como bom eexcelente o servio pres-tado pelas fundaes deapoio a Ufla, foram apon-tadas inmeras possibili-dades de melhorias, quesomadas ao resultado daspesquisas junto aos fun-cionrios das fundaes,deram origem ao PlanoEstratgico.

    Faz parte da reestru-turao em curso, aesde governana e gesto,que iro trazer uma mai-or aproximao das fun-daes com a Ufla, ofertade novos servios, au-mento na captao de re-cursos para o desenvolvi-mento de novos projetos,aes que busquem umamaior sustentabilidadedas fundaes, e refor-mulao dos serviosprestados para a comuni-dade, mantendo uma ava-liao constante dos re-sultados atravs do moni-toramento dos serviosofertados. O projeto pre-v tambm, entre outras,a reestruturao da TVUniversitria, RdioUniversitria e Hotel Al-vorada, cuja outorga egesto pertencem a Fae-pe. O plano ser apresen-tado no incio de maro de2015, no auditrio daUfla, para toda comuni-dade.

    Motorista no conseguiu fazer a curva e caiu de uma ribanceira com cerca de 15 metros de altura

  • OAB/MG 81667Delfim Moreira, 258,

    sala 201- CentroVarginha -MGTel: 3222 2851

    OAB/MG 81424Rua Argentina, 535

    Vila PintoTel: 3222-4801

    [email protected]

    Dr. Gustavo Chalfun

    Mande sua pergunta para [email protected]

    OAB/MG 106.276Rua Dona Margarida, n 48,

    Bairro Vila Pinto,Tel: (35) 3222-1049

    Dr. GustavoPinto Biscaro

    [email protected]

    OAB/MG 65099Av Salum Assad. David,

    70 - Santa LuizaTel: ( 35) 3214-5051

    Dr. PatrciaBregalda Lima

    [email protected]

    OAB/ MG 84.17620 Sub-Seo

    Rua Maria Benedita,63 -sala 106 - Vila Pinto

    3223-5362/9988-3485

    Dr. VicenteLima Lordo

    [email protected]

    Dr. Daniel Piva

    [email protected]

    10 | GAZETA DE VARGINHASAIBA SEUS DIREITOS

    Operao a pedido da Justia fazapreenses na casa de Eike no Rio

    Operao da PolciaFederal por determina-o da Justia Federalterminou com apreen-ses nesta sexta-feira (6)na casa do empresrioEike Batista, no JardimBotnico, Zona Sul doRio, para cumprir man-dados de busca e apre-enso expedidos pelaJustia.

    Durante a operao,que teve como objetivogarantir o pagamentode indenizaes, foramapreendidos o celular doempresrio, documen-tos, carros, um piano erelgios, e cerca de R$80 mil em dinheiro. In-dignado o advogadoSrgio Bermudes disseque foi deciso selvageme brutal.

    "No deixaram di-nheiro nem para elecomprar bananas para ofilho de 3 anos. A Pol-cia Federal foi extrema-mente correta e corts.Mas a deciso judicial spode ser classificadacomo fria selvagem. Eo juiz Flvio Roberto deSouza foi covarde por-que deu a deciso masno teve coragem de as-sinar o documento. A

    deciso judicial de bus-ca e apreenso de todosos bens do Eike Batistafoi assinada pelo juiz V-tor Valpuesta", disseBermudes. SegundoBermudes, a apreensode todos os bens do em-presrio foi para garan-tir o pagamento de in-denizao de vtimas desupostos atos fraudulen-tos, caso Eike seja con-denado. No entanto, oadvogado informou queo processo que corre na3 Vara Federal Crimi-nal ainda est no incio.

    Agenda da OAB Varginhapara o ms de fevereiro

    1) 60 Sesso Solene - Dia 12, a partir das 18h30min, noAuditrio da OAB Varginha (Rua Presidente Evaristo Soares,20 Vila Pinto);

    2) Curso de Peticionamento Eletrnico Dia 26, a partir das19 horas, no Auditrio da OAB Varginha (Rua PresidenteEvaristo Soares, 20 Vila Pinto). Valor: R$ 15,00. Vagas limi-tadas;

    3) Atendimento para emisso do Certificado Digital pela Mi-nas Digital - NOVA CAA, nos dias 24, 25, 26 e 27. Informaespelos telefones 3222-9454 / 3222-9574 com a funcionriaLuiza, no horrio de 12 s 18 horas . Vagas limitadas. Agendeseu horrio para atendimento nas datas supracitadas, cliqueaqui e tenha acesso ao cartaz OAB Varginha

    "Isso foi um ato devingana do juiz, que naprimeira audincia doprocesso para ouvir tes-temunhas deu uma s-rie de declaraes im-prensa emitindo concei-tos sobre Eike, dizendoque ele era megaloma-naco e que este seria oprimeiro caso de umculpado de manipula-o de mercado. Ou seja,ele fez uma antecipaode julgamento. E os ad-vogados criminais dele,Ary Bergher e RafaelMatos, arguiram a sus-peio do juiz aps es-sas declaraes", expli-cou Bermudes, desta-cando que Eike s po-der ser condenado apso processo ser transita-do e julgado e se esgo-tarem todos os recursosprevistos em lei.

    O advogado disseainda que o correto se-

    ria fazer um levanta-mento de todos os bensdo empresrios, acaute-l-los e deixar Eike comofiel depositrio. Bermu-des lamenta que os car-ros, o piano, quadros eobras de arte vo ficarmal acondicionados emdepsitos da Justia Fe-deral, sofrendo a aodo tempo.

    "Processos comoesse, que ainda esto noincio, demoram. Issosignifica que os bens voficar largados por anos.Vamos entrar ainda nes-ta sexta-feira, com medi-das judiciais contra essasituao. Vamos denun-ciar o juiz Flvio de Sou-za ao Ministrio Pblico,ao Conselho Nacional deJustia, arguir a suspei-o e denunciar no Tri-bunal Regional Fede-ral", garantiu, indigna-do Srgio Bermudes.

    07 A 09 DE FEVEREIRO DE 2015

  • GAZETA DE VARGINHA | 11COLUNA SOCIAL

    07 A 09 DE FEVEREIRO DE 2015

    Estes colunveis participam do desenvolvimento de Varginha

    Assessora de Imprensa da Cmara,jornalista Mirella Penha, e o

    Secretario Robson, em visita aoGazeta de Varginha

    Presidente da Cmara, RmuloAzevedo, fez uma visita ao Gazeta deVarginha e aproveitou para falar de

    seus projetos

    Diretora Pedaggica do ColgioBatista, Din Souza Melo. A institui-o comeou o ano com quase duas

    centenas de alunos a mais

    Vereadora, Racibe Faria, por ora sempartido, promete uma guinada, navida poltica e na pessoal tambm

    Mdica oftalmologista, FrancyneCirino, que alm de Varginha atendetambm em Ribeiro Preto, estado

    de So Paulo

    Secretrio de Sade, Antnio Valrioe esposa. Muito preocupado com o

    fechamento do Hemocentro emVarginha

    Advogado e professor, Vtor Comuni-an, quando representava a OAB-Varginha em recente evento em

    Varginha

    Casal de juristas, Patrcia Bregalda eReinaldo Azoubel. O escritrio e naAV. Salum Assad David, no Bairro

    Santa Luza

    Professor e Advogado, Vicente LimaLoredo, sendo convencido por

    colegas a usar de sua argcia emoutro setor

    Vice-prefeito, Vrdi Lcio Melo,coordenando pessoalmente parceria

    entre a prefeitura e a empresa BHAirport

    Empresrio Andr Yuki, da Cachaa-ria Agua Doce dando show desimpatia todos os dias no seu

    restaurante

    O vereador, Zacarias Piva, cumpri-menta o recm-empossado secretrioda Fazenda, Wadson Silva Carvalho

    Varginha e regio muito bemrepresentada no sindicato dos moto-ristas profissionais por Jos Paulino

    Neto

    Presidente do sindicato doscontabilistas de Varginha, JaniltonPaiva, na foto com a filhaq, todo

    sorrisos

    Titular do Cartrio do 1 Ofcio,Celme Braga, agora passa a atender

    na Praa Getlio Vargas, antigaUnimed

    Jurista de renome, Marco AntnioSales, tambm marca presena no

    meio acadmico de Varginha, comoprofessor

    Engenheiro, Leo Miranda, fazendopalestras para colegas na regioalertando sobre a crise hdrica e

    apontando solues

    A novidade nesta legislatura apresena do advogado Gustavo

    Chalfun. Ao lado, o vice-presidente,Pastor Fausto

    Presidente do Grupo Unis, StefanoBarra Gazzola, lanando o Unis

    Snior curso para quem tem maisde 60 anos

    Paula Direne, assessora especial dadeputada estadual, Geisa Teixeira,

    com a funo agora de ouvir apopulao da regio

  • No pode a rvore boa dar mausfrutos, nem a rvore m dar frutos bons.

    (Mateus 7:18)

    Missionrio brasileiro luta parareconstruir sua casa no Nger

    EVANGLICA

    O missionrio Alexan-dre Canhoni, ex-paquito,foi um dos cristos queteve sua casa destruda pe-los muulmanos do Ngerno ms de janeiro. Assimcomo outros cristos, elesesto refugiados na casa deamigos e agora tentam re-construir seu lar e espaoque atendia 250 crianasdiariamente.

    O espao, por ser or-ganizado por cristos, foialvo dos ataques dos mu-ulmanos extremistas queprotestaram contra as char-ges publicadas no jornalfrancs Charlie Hebdo.

    Canhoni e sua esposamoram no Nger desde2001, ali trabalham comovoluntrios atendendo cri-anas na organizao evan-glica Guerreiros de Deus.Agora ele pretende levan-tar recursos para recupe-rar os prejuzos.

    Conseguimos um

    O caminhoO Senhor perfei-

    to em todos os Seusatos. Ao criar o homem,Ele cuidou de tudo doque este precisaria paracumprir Sua vontade.Se algo lhe falta, ore epea ao Criador que lhemostre como deve agir.Ao entender o que com-pete a voc fazer, nodeixe de exercer a suaautoridade em o Nomede Jesus para tomarposse. Sem dvida, so-fremos por coisas que jesto ao nosso alcance.

    Ao fazermos partedo Seu Reino, o Todo-Poderoso emitiu decre-tos que muito bem nosfaro. Por ser Pai, Elejamais deixaria Seus fi-lhos ficarem sem o po-der para vencer. A faltade entendimento doque lhe pertence e doque voc deve fazerpara assumir as bnos o responsvel porqualquer deficincia ouproblema que estejapassando. Afinal, a sal-vao uma obra com-pleta. necessrio cla-mar para que tudo o queEle falou a nosso respei-to seja revelado. Essa a direo dada por meiodo versculo que esta-mos estudando. Quemno faz a sua obrigaofica sem o que lhe per-tence. Portanto, ore efique atento ao que lheser mostrado e, ento,em um abrir e fechar deolhos, voc descobrirque era isso o que falta-va para pr fim a umasrie de circunstnciasruins em sua vida. De-vemos orar com f, a fimde aprendermos o ca-minho de cada decretoemitido por Ele. Ne-nhuma orao sem f recebida ou atendida

    pelo Pai; porm, quan-do oramos com f, de-vemos continuar cren-do e, assim, a respostavir sem demora. Orarpor orar no adianta e,ao mesmo tempo, pe-rigoso, pois, como noobedecemos ordemde ter f em Deus, oinimigo pode atuar.

    Junto com o decre-to, vem a fora para elese tornar realidade.Cada promessa do Alts-simo, ou declarao,traz o poder para secumprir. Portanto, nodespreze nenhum dosmandamentos, por me-nor ou mais insignifi-cante que parea. Dei-xar de assumir o que seu concordar com oladro e ter parte comele. Com Cristo, sem-pre h vitria. Ao com-preender o que lhe per-tence em Deus, guar-de-o at o fim. Do con-trrio, isso ser tidocomo um insulto ao Al-tssimo. Veja, Ele Seprontifica a realizar umaobra, emite o decreto e,por fim, revele a umapessoa o que foi dado aela. No entanto, ela, es-tranhamente, em vezde crer e assumir, con-sidera aquilo comonada. Sem dvida, issoO deixa insatisfeito. Aousufruir o que lhe presenteado, voc pro-va amar a Deus; mas, aorecusar ou no dar aateno, a sua atitude um ultraje para Quemsabe tudo. O Senhor de-seja fazer de voc al-gum muito especial.No h como no serbem-sucedido se con-fiar e reivindicar o quelhe dito. Procuresempre ser honrado porDeus, honrando-O.

    pouco de ajuda, mas esttudo detonado. Literal-mente, ns perdemostudo: geladeira, fogo, pa-nelas, mesa, cadeira, coi-sas de escritrio, cama,roupas. A casa est vazia.Abalaram as estruturas,como paredes, grades,portes, cercas de segu-rana. Entraram com pica-reta rasgando tudo, disseAlexandre.

    Os prprios morado-

    12 | GAZETA DE VARGINHA

    res esto se ajudando atra-vs de mutires para reti-rar os restos das coisas elimpar as igrejas, escolas,restaurantes e outros espa-os que foram atacados.

    A gente est aguar-dando ajuda, ofertas, pes-soas que podem contri-buir, disse o ex-paquitoXandy que lanou umacampanha na internet paraarrecadar verbas para a re-construo do espao Guer-

    reiros de Deus.Apesar dos riscos de

    novos ataques, Canhoni um dos missionrios queno pretende deixar o N-ger. A gente est num mo-mento bem delicado. Masuma coisa certa, o que nstemos a ver com a chargeque aconteceu l em Pa-ris? Quer dizer, isso in-dependente de religio, a questo do bom senso doser humano, de a gentecontinuar a dar comidapara essas crianas que sosubnutridas. Essa a nossavontade, diz.

    Eu no vim pra cpara aventurar. Estou aquih 14 anos. Se eu quisesseficar rico eu no estava aqui.A gente cuida de cerca de2 mil crianas aqui no N-ger, o ultimo IDH do pla-neta. E eu decidi vir pra cexatamente pra ajudar opas mais pobre do mun-do.

    Corramos, com perseverana, acarreira que nos est proposta"Os maiores obst-

    culos, mesmo que pa-ream impossveis devencer, sero ultrapas-sados, quando houveresforo, determinao eperseverana."

    Muitas vezes per-demos a nossa bnoporque desistimos mui-to rpido diante de umfracasso. Se a primeiratentativa no d certo,voltamos atrs. Se noincio de uma caminha-da sofremos uma que-da, levantamos e volta-mos atrs. Se as pesso-as com quem contva-

    mos nos decepcionam,murmuramos e volta-mos atrs. Se precisa-mos atravessar um rioe a gua est fria, vol-tamos atrs. Se a subi-da exige certo esforo,preferimos ficar em-

    baixo, no alcanamos oobjetivo e nem o topo,preferindo voltar atrs.

    E assim se conta ahistria dos que, frus-trados, no chegam alugar algum.

    Os vencedores no

    desanimam! Eles cr-em que Deus est aolado e seguem em fren-te. Eles sabem que so"mais que vencedores"e nunca perdem as es-peranas. Se a primei-ra tentativa no deucerto, empreendem asegunda, a terceira, aquarta... Se caem emum momento qualquerenquanto buscam assuas conquistas, saco-dem o p das roupas,limpam os joelhos feri-dos, lavam o rosto parater mais nimo e... re-comeam.

    07 A 09 DE FEVEREIRO DE 2015

  • BRASIL07 A 09 DE FEVEREIRO DE 2015

    Inflao oficial fica em 1,24% em janeiro,a mais elevada em 12 anos, diz IBGE

    GAZETA DE VARGINHA | 13

    A inflao oficial dopas, medida pelo ndi-ce de Preos ao Consu-midor Amplo (IPCA),ficou em 1,24% em ja-neiro, depois de avan-ar 0,78% em dezem-bro do ano passado, se-gundo o Instituto Bra-sileiro de Geografia eEstatstica (IBGE).

    Essa foi a taxa maisalta desde fevereiro de2003, quando ficou em1,57%.

    Em 12 meses, o in-dicador acumula altade 7,14%, acima do tetoda meta do governopara o IPCA, que de6,5%. A variao amaior desde setembrode 2011, quando o n-

    dice atingiu 731%. Emjaneiro de 2014 a taxamensal havia ficado em0,55%.

    As despesas comhabitao tiveram amaior alta de preosentre todas as pesqui-sadas pelo IBGE. A va-

    riao passou de 0,51%em dezembro do anopassado para 2,42%em janeiro, fortementeinfluenciada pela ener-gia eltrica, que ficou8,27% mais cara.

    Tambm pressio-naram o IPCA de janei-

    ro, ainda que tenhamregistrado variaesmenores, o avano depreos dos alimentos ebebidas (de 1,08% para1,48%) e dos transpor-tes (de 1,38% para1,83%).

    Nos alimentos, os

    maiores aumentos par-tiram de batata-inglesa(38,09%), feijo-cario-ca (17,95%) e tomate(12,35%).

    Nos transportes, osdestaques ficaram comnibus urbano (8,02%),nibus intermunicipal(6,59%), nibus inte-restadual (1,21%), me-tr (9,23%), txi(2,63%), trem (8,95%).Tambm ficaram maiscaros, de dezembropara janeiro, automvelnovo (1,03%) e usado(1,38%), conserto deautomvel (1,97%) eetanol (1,47%).

    Outra alta partiu dedespesas pessoais. Ospreos desse grupo su-

    biram, no geral, 1,68%,depois de avanar me-nos, 0,7%, no ltimoms do ano passado. Oitem que teve o preomais reajustado foi ocigarro, que subiu qua-se 7%.

    A expectativa domercado para o IPCAdeste ano subiu para7,01% na ltima sema-na. Foi a quinta alta se-guida na estimativa domercado financeiropara a inflao de 2015,segundo boletim Fo-cus, do Banco Central.Se confirmada, a taxade 7,01% ser a maiordesde 2004, quando fi-cou em 7,6%, ou seja, amais alta em 11 anos.

    Aneel aumenta valores

    da bandeira tarifria

    A Agncia Nacionalde Energia Eltrica(Aneel) aprovou pro-posta que aumenta emat 83% os valores darecm-criada bandeiratarifria que, desde 1de janeiro vem sendocobrada nas contas deluz para repassar aoconsumidor o aumen-to de custos de geraopara o setor de energiaeltrica.

    Com isso, os preospara a bandeira amare-la passaro dos atuaisR$ 1,50 por 100 quilo-watts-hora (kWh) paraR$ 2,50 aumento de67%. No caso da ban-deira vermelha, a tarifapassar de R$ 3 paraR$ 5,50: aumento de

    Governo lana campanha de proteoaos jovens durante o perodo de carnaval

    83%. No h cobranano caso da bandeiraverde. Consumidoresdo Amazonas, do Ama-p e de Roraima tam-bm no pagam a taxa.

    Por meio da bandei-ra tarifria, que adota ascores verde, amarelo evermelho, o consumi-dor pode saber, a cadams, se est pagandomais caro pela energiaque gasta.

    A proposta ser dis-cutida em audinciaspblicas previstas parao perodo de 9 a 20 defevereiro na Aneel.Caso no haja alteraono texto, os novos va-lores comearo a vigo-rar a partir de 1 demaro.

    A Secretaria de Di-reitos Humanos daPresidncia da Rep-blica (SDH/PR) e o Mi-nistrio do Turismo(MTur) promoveramna manh desta sexta-

    feira (6), um bate-papona internet de lana-mento da campanhaProteja - No Desvie oOlhar. Com participa-o aberta aos usuriosda rede, o debate virtu-

    al teve a presena doministro do Turismo,Vincius Lages, e daministra da SDH/PR,Ideli Salvatti.

    O objetivo da ao conscientizar a socieda-de sobre a importnciade prevenir e denunci-ar possveis casos de vi-olao de direitos dapopulao infanto-ju-venil, especialmentedurante o carnaval, pe-rodo de grande movi-mentao turstica noBrasil.

    De acordo com oministro do Turismo, o

    Brasil deve movimentaraproximadamente 6,8milhes de turistas bra-sileiros e estrangeirosno carnaval. Para IdeliSalvatti, a parceria como Ministrio do Turis-mo fundamental paraeficcia da campanha,principalmente paraatingir os estrangeiros.

    Os turistas chegampor avies, se hospe-dam em hotis e andamde txi pela cidade. Emtodos esses locais elestero acesso a materiaisda campanha, disseSalvatti.

    Chuvas elevam nvel de todos os mananciais de So Paulo

    A crise hdrica aindaest longe de acabar, maso volume de gua arma-zenada subiu de quin-ta(5) para sexta (6), nosseis sistemas de abaste-cimento administradospela Companhia de Sane-amento Bsico do Estadode So Paulo (Sabesp). Aelevao resultado daschuvas praticamentecontnuas que caramtanto na regio metropo-

    litana quanto nas cabecei-ras dos mananciais, in-formou a empresa.

    No principal deles, oCantareira, de onde re-tirada a gua para abaste-cer 6,5 milhes de pes-soas na regio metropo-litana de So Paulo, o n-vel aumentou de 5,2%para 5,4%. Ao contrrioda pouca chuva de janei-ro, o sistema conseguiucaptar quase a metade da

    mdia histrica previstapara fevereiro, acumu-lando, em apenas cinco

    dias, 80,1 milmetros. Oesperado para todo o ms 199,1 milmetros.

  • MINAS

    Mineroduto vai gastar umaMontes Claros e meia de gua

    Em plena crise h-drica, mais um minero-duto pode receber li-cena para funcionarem Minas Gerais e usarmais gua para trans-portar minrio parafora do Estado. Nestaquinta noite foi reali-zada em Gro Mogol,Norte de Minas, umaaudincia pblica quefaz parte do processode licenciamento doprojeto Vale do RioPardo, da Sul America-na de Metais (SAM). Aempresa j tem outor-ga da Agncia Nacionalde guas (ANA) paracaptar at 6.200 m degua por hora na bar-ragem de Irap, cons-truda no rio Jequiti-nhonha. Por ano, oprojeto usar cerca de50 milhes de m, osuficiente para abaste-cer uma cidade e meiado porte de MontesClaros. O municpio,

    tambm no Norte deMinas, tem cerca de400 mil habitantes econsome cerca de 30milhes de m porano, segundo Estudode Impacto Socioambi-ental encomendadopelo deputado Rogrio

    O atraso da Coor-denadoria Especial deApoio e Assistncia Pessoa com Deficincia(Caade), do governo deMinas, em repassar ver-bas para pais de alunoscom necessidades espe-ciais est comprome-tendo algumas escolasparticulares do Estado.Na manh desta quin-ta-feira (5), cerca de 50pais protestam na por-ta de uma dessas insti-tuies no bairro Serra,na regio Centro-Sulde Belo Horizonte.

    O filho da autno-ma Mrcia Magalhes,de 48 anos, frequentauma escola do bairroPlanalto, na regioNorte da capital, emhorrio integral, mas,desde agosto de 2014,ela no recebe a bolsaque o adolescente de 17

    anos tem direito. Meufilho no fala e precisade muitos cuidados.Ele fica na escola emtempo integral.

    A mensalidade R$752, mas no tenhocondies de pagar epreciso desse dinheiro,contou a dona de casa.

    Mrcia e outros paisresolveram protestar naporta da Escola Espe-cializada em Atendi-mento Pessoas comDeficincia Ser Especi-al, no bairro Serra. Ainstituio, segundo adiretora Viviane Cma-ra Pereira, atende 13

    bolsistas.A escola est sem

    receber desde outubro.A Caade no passou odinheiro para os pais,que tambm no tmcondies de pagar aescola.

    Fomos informadosque os pagamentos vo

    Correa. O minerodutoser o segundo maiordo pas, atrs apenas doMinas-Rio, da Anglo-American, que tam-bm o maior do mun-do, mas vai ser o cam-peo em uso de gua.Os trs da Samarco, j

    em operao, tm ou-torga para captar4.900 m por hora. Jo Minas-Rio capta2.500 m por hora.

    Em abril do anopassado, em audinciapblica realizada naAssembleia Legislativa,

    a mineradora informouque o volume que serretirado corresponde a14% do volume outor-gvel da barragem deIrap.

    Naquela poca,quando a crise hdricaainda no era to gra-ve, j havia preocupa-o dos deputados e doMinistrio Pblico emrelao ao alto uso degua em uma regioque tradicionalmentesofre com a seca. Nestaquinta, o deputado Ro-grio Correa voltou adizer que o rio Jequiti-nhonha no comportao projeto. O rio est mngua, afirma.

    A audincia destaquinta noite faz partedo processo para ob-teno de licena prvia(LP), o primeiro passopara viabilizar o proje-to. Em abril de 2014, aempresa previa que alicena sairia at o fim

    07 A 09 DE FEVEREIRO DE 2015

    do ano e o incio daoperao era esperadopara 2017. Nesta quin-ta, a assessoria de im-prensa informou queno h nova previsopara o licenciamento. Aempresa no informouse houve alteraes noprojeto inicial.

    O projeto inicialprev um minerodutoque corta 21 cidades,em Minas Gerais e naBahia, at chegar aoporto em Ilhus. Sero25 milhes de tonela-das de minrio por ano.

    O minrio que serretirado da regio deGro Mogol tem baixoteor de ferro, cerca de20%. Para comparar, ominrio retirado de Ca-rajs, no Par, tem 65%de ferro. Para ser bemaceito no mercado in-ternacional, ele ser be-neficiado e enriquecidoantes de ser transpor-tado e exportado.

    Governo atrasa repasse e prejudica escolas de alunos especiais de MGvoltar s em maio. muito tempo e fica di-fcil esperar. Vivemosda mensalidade, expli-cou a diretora.

    A diretora disse queos servios aos alunosno foram afetados,mas a escola est pre-judicada sem o dinhei-ro. No vamos fecharas portas para os meni-nos, mas, para arcarcom as despesas, a es-cola teve que pedir em-prstimo em banco eentrou no cheque espe-cial. Virou uma bola deneve e, mesmo assim,no conseguimos qui-tar tudo. Os salriosdos funcionrios estoatrasados, desabafouViviane.

    Na escola coman-dada por ela, os alunostm disposio terapiaocupacional, pedago-

    gia, oficinas de arte,musicoterapia, psicolo-gia, entre outras ativi-dades.

    No queremos queos alunos fiquem emcasa sem fazer nada.Eles precisam se movi-mentar e o tratamento essencial, explicou adiretora.

    Por meio de nota, aSecretaria de Estado deTrabalho e Desenvolvi-mento Social (Sedese),responsvel pela Caa-de, informou que osrepasses referentes aoutubro, novembro edezembro, que totali-zam R$ 450 mil, noforam feitos pela ges-to anterior, uma vezque o governo passadoantecipou o fechamen-to do exerccio finan-ceiro para novembro de2014.

    14 | GAZETA DE VARGINHA

  • POLTICA

    Presidente do Banco do Brasil ser

    substituto de Graa na PetrobrsNa quarta (4), Graa

    Foster e outros cincoconselheiros pediramdemisso do cargo. OConselho de Administra-o da companhia estreunida na manh destasexta-feira (6) para esco-lher os novos nomes dadiretoria.

    O conselho com-posto por dez pessoas e presidido por GuidoMantega, ex-ministro daFazenda. Ele est noconselho por indicaodo acionista controlador,ou seja, o Tesouro Naci-onal - portanto, o gover-no. Os demais membrosso conselheiros. GraaFoster tambm participa.

    Guido Mantega, elei-to pelo acionista contro-lador Maria das GraasSilva Foster, eleita peloacionista controlador

    Luciano Galvo Couti-nho, presidente do BN-DES, eleito pelo acionis-ta controlador FranciscoRoberto de Albuquer-que, eleito pelo acionistacontrolador Mrcio Pe-reira Zimmermann, se-cretrio-executivo doMinistrio de Minas e

    Energia, eleito pelo aci-onista controlador SrgioFranklin Quintella, elei-to pelo acionista contro-lador Miriam AparecidaBelchior, ex-ministra doPlanejamento, eleita peloacionista controladorJos Guimares Monfor-te, eleito pelos acionistas

    Defesa pede Justia internao imediata de CerverA defesa do ex-dire-

    tor da rea Internacio-nal da Petrobras NestorCerver, preso na Ope-rao Lava Jato, pediu Justia Federal inter-nao hospitalar. Napetio, os advogadosalegam que o mdicoparticular de Cerver semostrou preocupadocom a sade do inves-tigado, que tem diabe-tes e hipertenso. Ainternao imediatachegou a ser pedida a

    um delegado da PolciaFederal (PF), mas oentendimento foi o deque exames prelimina-res devem ser feitos.

    Cerver est na car-ceragem da Superin-tendncia da PolciaFederal, em Curitiba, efoi atendido na quarta-feira (4) por uma am-bulncia do Servio deAtendimento Mvel deUrgncia (Samu), apsapresentar um quadroclnico de ansiedade,

    preferencialistas MauroGentile Rodrigues daCunha, eleito pelos acio-nistas minoritrios SlvioSinedino Pinheiro, eleitopelos empregados.

    A renncia coletivaocorreu aps os diretoresno aceitarem o crono-grama definido por Dil-

    ma Rousseff para a mu-dana na direo da em-presa. Dilma queria queeles ficassem at o fim doms.

    Restou a Graa in-formar Dilma de que jno tinha condies decontrolar os demais co-legas de diretoria e que amudana teria que serantecipada para esta sex-ta. Ao contrrio das ne-gativas anteriores, destavez Dilma concordoucom a sada da auxiliar,de quem amiga. A po-sio de Dilma s mudoudepois que o Conselhode Administrao da em-presa divulgou, na sema-na passada, uma baixaem seus ativos da ordemde R$ 88 bilhes, frutode desvios e ineficinciana execuo de projetos.

    O nmero acabou

    fora do balano no au-ditado referente ao ter-ceiro trimestre de 2014,mas enfureceu Dilma,que considerou a contadescabida e superestima-da. Para ela, conformedefiniram assessores, asua mera divulgao foium "tiro no p." Na opi-nio de ministros, a che-fe da empresa jamais po-deria ter deixado que osconsultores contratadospara fazer o clculo che-gassem a um nmero toalto sem contestao dametodologia.

    O episdio acaboudeteriorando ainda maisa situao financeira daPetrobras, que perdeuquase 3/4 de seu valor demercado nos ltimosanos devido poltica deinvestimentos considera-da inflada e corrupo.

    com alta de presso ar-terial, segundo os ad-vogados. Em outro pe-dido apresentado Jus-tia nesta semana, a de-fesa requereu que o juizfederal Srgio Moroautorize Cerver a ini-ciar um tratamentocontra a depresso. Se-gundo laudo de umapsicloga particular,ele apresenta sintomasdepressivos severos,necessitando de trata-mento psicolgico.

    GAZETA DE VARGINHA | 1507 A 09 DE FEVEREIRO DE 2015

  • 16 | GAZETA DE VARGINHAESPORTE

    07 A 09 DE FEVEREIRO DE 2015

    O Boa Esporte en-frenta neste domingo emVarginha o Democrata,de Governador Valada-res.

    A partida comea s17 horas e vlida pelasegunda rodada do Cam-peonato Mineiro Unisef2015. As duas equipesperderam na primeirarodada e buscam reabili-tao.

    Um ar de mistriopaira sobre as duas equi-pes. Nem Boa Esportenem Democrata-GV pa-recem dispostos a darmunio ao adversrio.As duas equipes treina-ram com portes fecha-dos nesta semana.

    Na primeira rodada, otime de Varginha jogoufora de casa e foi derrota-do pela URT por 2 a 1 e

    ocupa agora a oitava co-locao na tabela de clas-sificao.

    Para esta partida noMelo, o tcnico Ney daMatta no poder contarcom o armador Morato,expulso em Patos de Mi-nas. O time ainda no estentrosado, mas uma dasopes seria o desloca-mento do lateral direitoHiltinho para o meio, po-sio que ele est acostu-mado a jogar.

    O treinador, preven-do dificuldade nos pri-meiros jogos inclusivepediu pacincia torci-da. So muitos jogadoresno elenco e em poucotempo de treinamentocom bola no possvelavaliar as melhores op-es.

    Mas o time no deve

    ser muito diferente doque enfrentou a URT.

    A zaga deve ser man-tida, inclusive porque ozagueiro Matheus Ferrazprecisa de ritmo de jogo.Ele foi um dos destaquesdo Cricima em 2013 epor isso foi vendido a umtime japons.

    Uma das alteraesacontece na lateral direi-ta, caso Ney da Mattaopte por adiantar Hilti-nho para o meio de cam-po para a funo de arma-dor. Em seu lugar na di-

    Ficha tcnica

    Aps derrota, Boa espera vitriaem casa frente ao Democrata-GV

    Local: Estdio Dilzon Melo, em Varginha.Horrio: 17 horas.Motivo: 2 rodada da primeira fase doCampeonato Mineiro Unisef 2015rbitro: Wanderson Alves de Souza (CBF/FMF);Assistente 1: Breno Rodrigues (CBF/FMF);Assistente 2: Marciano Pires de Lima (FMF);Quarto rbitro: Wilson do Carmo (FMF);Assessor: ngelo Antnio Ferrari.

    Boa Esporte: Douglas, Edmar, Thiago Carvalho,Matheus Ferraz e Marinho Donizete; Leonardo,Gilson, Mardley e Hiltinho; Danielzinho e Natan.Tcnico: Ney da Matta.

    Democrata: Fbio Noronha; Rodrigo Lima,Jadson, Ricardo Duarte e Denilson; Marcel, JlioCsar, Osvaldir (Douglas) e Paulinho (LeandroAlves); Joo Paulo (Hamilton) e Rodrigo Tcnico: Gilmar Estevam.

    2 Etapa do Sulmineiro de Tnis ser

    dias 28/02 e 1/03 em Trs CoraesO campeonato sul-

    mineiro de tnis, pro-movido pela SandyEventos, ter prosse-guimento nos dias28 de fevereiro e 1 demaro, quando ser dis-putada a 2 ETAPAclassificatria nas qua-dras do clube Umuara-ma em Trs Coraes.

    Tenistas de diversascidades do sul de mi-nas e tambm do inte-rior de So Paulo, par-ticiparo da competi-o , que ser disputa-

    da separadamente nascategorias :

    Mirim, Infantil,Adulto A e B, VeteranoA e B, Snior, Principi-ante ( Idade Livre ),Feminino e Especial..

    As inscries devemser feitas pelo telefone9988-1970 o [email protected] o dia 26 de feverei-ro.

    De acordo com oregulamento, os ven-cedores desta 2 Etapaem T. Coraes, tero

    gratuidade na inscrioda 3 ETAPA que serrealizada nos dias 21 e22 de maro no clubecampestre em Vargi-nha, quando estar sen-do disputado o 13 Var-ginhab Itatiaia Opende tnis. Durante o ano, sero realizadas dozeetapas classificatrias, eno ms de outubro, osdoze melhores tenistasde cada categoria nasoma geral das etapas,participaro do MAS-TERS / 2015.

    reita poderia entrar entoEdmar, substituio fei-ta em Patos de Minas.

    No meio de campo, osvolante Leonardo e Gil-son podem ter a compa-nhia de Mardley que sehouve muito bem no pri-meiro jogo entrando emlugar de Lo Baiano.Completando o meio decampo, Hiltinho. No ata-que o treinador pode op-tar por Natan em lugar docentroavante Pedro Au-gusto fazendo dupla comDanielzinho.

    Clssico Palmeiras x Corinthians ser

    de torcida nica no Allianz ParqueA Federao Paulista

    de Futebol (FPF) deter-minou, aps reunio nasede da entidade, que oclssico entre Palmeirase Corinthians, domingo,s 17h (horrio de Bras-lia), na arena do Verdo,ter torcida nica. A de-ciso uma medida paraevitar confrontos entretorcedores rivais e deve-r ser aplicada em todosos clssicos disputadosentre os quatro grandesclubes paulistas.

    Na noite da ltimaquarta-feira, o Ministrio

    Pblico recomendou aosdois clubes e tambm Federao que o Drbitivesse torcida apenas dotime mandante, levandoem conta o histrico en-tre as torcidas.

    A diretoria do Pal-meiras sempre preferiuo Drbi exclusivamentecom torcedores alviver-

    des, por diversos moti-vos. Para montar um se-tor visitante direcionadoaos torcedores corintia-nos, o clube teria de abrirmo de boa parte de seusprprios assentos: o localimediatamente acima deonde ficariam os alvine-gros permaneceria fecha-do.

  • ANNCIOS www.jornalgazetadevarginha.com VARGINHA, FEVEREIRO DE 2015

    A Construtora Cherem Ltda, oferece vagas de emprego narea da Construo Civil para Portadores de NecessidadesEspeciais para as seguintes funes: Pedreiro, Servente, Pin-tor, Carpinteiro, Bombeiro.Os interessados entrar em contato no Tel.: 35-8417-6774 falarcom Rosane , ou canteiro de obras situado Rua Lidia Alva-renga de Carvalho, 515 Bairro: Dos Carvalhos ResidencialNovo Tempo Varginha/MG.

    VAGAS DE EMPREGO

  • ANNCIOS www.jornalgazetadevarginha.com VARGINHA, FEVEREIRO DE 2015

  • ANNCIOS www.jornalgazetadevarginha.com VARGINHA, FEVEREIRO DE 2015

    - Tablet Genesis 7 apenas R$ 299,00

    - Smartphones com Android a partirde R$ 290,00

    - Capas e pelculas para todos osmodelos de celulares e tablets

    Confira nossaspromoes:

    Mr. Micro: 18 anos trazendo

    tecnologia e facilidades para

    voc e sua famlia!

    Rua Santa Cruz, 867

    Centro - Varginha-MG

    Telefone: 35 3222-3975

  • Dra. Francyne Veiga

    Reis Cyrino

    Avaliao das doenasda retina e do vtreo,

    mapeamento de retina,retinografia simples epapilas, angiografia

    fluorescente da retina,tomografia de coerncia

    ptica (OCT)

    Consultas

    Clnica de Olhos Dr Clnica de Olhos Dr Clnica de Olhos Dr Clnica de Olhos Dr Clnica de Olhos Dr. F. F. F. F. Franciscoranciscoranciscoranciscorancisco

    Nogueira ReisNogueira ReisNogueira ReisNogueira ReisNogueira ReisAv. Rui Barbosa, 318 - Tel (35) 3222-1490

    Consultas e Exames

    OftalmoCenterOftalmoCenterOftalmoCenterOftalmoCenterOftalmoCenterAv. Rui Barbosa, 372 - Tel: (35) 3221-5471

    Oftalmologia - Retina e Vtreo

    CRM: 29.545

    ANNCIOS www.jornalgazetadevarginha.com VARGINHA, FEVEREIRO DE 2015

    Construir para desenvolver!!!

    FBRICA DEBLOCOS

    LUCIANO Avenida dos Imigrantes, 4.425Vargem - Varginha - MGFone: 3223-8833 / 9971-0206

    Blocos - CanaletasAreias - Britas

    A Fbrica de Blocos Luciano tem atendido grandes obrasem Varginha e regio! Com qualidade e presteza tem feitocom que seus clientes se mantenham sempre satisfeitos.

    Leia e assineGazeta de Varginha

    Contato: (35) 3221-4668Email: [email protected]