Gestao de cursos a distancia

  • Published on
    01-Nov-2014

  • View
    1.751

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Transcript

  • 1. CINTED-UFRGS Novas Tecnologias na Educao GESTO DE EAD: A IMPORTNCIA DA VISO SISTMICA E DA ESTRUTURAO DOS CEADs PARA A ESCOLHA DE MODELOS ADEQUADOS Luis Otoni Meireles Ribeiro, PPGIE-UFRGS, CEFET-RS, luis.otoni@terra.com.br Maria Isabel Timm, CESUP-UFRGS, betatimm@ufrgs.br Milton Antonio Zaro, PPGIE-UFRGS, zaro@ufrgs.brResumo: Este artigo apresenta relato de experincias e reflexes sobre a importnciada estruturao de um setor para desenvolver instrumentos de planejamento e gestodos cursos a distncia, de acordo com necessidades especficas da instituio,levando-se em conta mltiplos cursos, pblicos e nveis, bem como a gesto dosclientes internos da instituio (equipe de professores, produtores de mdia, tutores,etc.). So apresentados modelos de cursos distncia para situaes diferenciadas,em especial para a educao profissional e tecnolgica e o ensino de engenharia. Aeducao a distncia, quando trabalhada numa perspectiva de economia de escala,pressiona por uma abordagem profissional de gesto, a qual pressupe, alm de infra-estrutura tecnolgica, um planejamento eficaz, dinmico e adequado frente sdemandas de atendimento dos clientes externos e internos de uma IES.Palavras-Chave: educao a distncia, educao profissional, educao tecnolgica,ensino de engenharia, ensino de cincia e tecnologia.Abstract: This paper summarizes experiments report and reflections about theimportance of creating a local distance education structure in each university, todevelop tools and strategic planning, focused on the specific needs of the institution,like multiple courses, publics and levels, as well as internal clients (teachers team,media production team, tutors, etc.). Models of distance courses are presented, fordifferent situations, mainly for professional and technological and engineeringeducation. Distance education, in a scale prospective, requires professionalV. 5 N 1, Julho, 2007 1
  • 2. Novas Tecnologias na Educao CINTED-UFRGSapproaches, besides technological infrastructure, including dynamic, efficient andadequate planning to support internal and external university clients demands.Key-Words: distance learning, vocacional education, technological education,engineering education, scientific and technology educacion.Introduo: importncia de um CEAD A educao a distncia (EAD), que no seu formato convencional j temmais de um sculo, foi revigorada com o uso dos computadores e da internet,ao longo da ltima dcada. Alm disso, atividades viabilizadas pela EADcontempornea tambm podem ter carter de apoio extraclasse, permitindo aoprofessor presencial continuar sua atividade de ensino, resolvendo problemasde calendrio escolar, carga horria de disciplinas, ou at mesmo, vencercontedos programticos extensos. Hoje, vrios educadores se valem dorecurso da internet para programar estudos e atividades para os alunos,agendando atendimentos virtuais via programas de mensagem instantnea oufruns de discusso em ambientes virtuais de aprendizagem AVAs, pedindoque os alunos enviem trabalhos por e-mail, para posterior correo. Astecnologias de informao e comunicao TICs passaram a ser incorporadasao arsenal de atividades pedaggicas sem que os docentes percebam queesto educando a distncia. Na educao profissional e tecnolgica e noensino de engenharia tambm se acompanha um crescimento do uso pelosestudantes, fora do horrio normal de aula, de softwares de projeto auxiliadopor computador CAD, e de suas extenses para engenharia CAE emanufatura CAM, assim como de simuladores de projetos e circuitoseltricos, eletrnicos, pneumticos, enfim de automao em diversos nveis(Ribeiro et al., 2005) (Ribeiro et al., 2006). A elaborao de programas de educao a distncia para um grandenmero de estudantes encerra desafios relacionados s necessidades delogstica, suporte de tutoria, produo de material e etc. Ao pensar-se emtermos de escala, projetos com milhares de alunos, abandonam-se asexperincias fragmentadas ou isoladas, ou o amadorismo (soluesimprovisadas) com que muitas equipes permitem-se trabalhar, seja portrabalharem com um nmero reduzido de alunos ou por estarem nos primeiros2 ________________________________________________________________________ V. 5 N 1, Julho, 2007
  • 3. CINTED-UFRGS Novas Tecnologias na Educaoestgios da EAD dentro da organizao escolar, em fase de adoo depolticas de fomento e de diversidade de experincias de EAD1. A educao a distncia, quando trabalhada numa perspectiva deeconomia de escala, prpria das instituies particulares de ensino, pressionapor uma abordagem profissional de gesto, a qual pressupe, alm de infra-estrutura tecnolgica, um planejamento eficaz, dinmico e adequado frente sdemandas de atendimento, no s dos clientes externos (alunos ecomunidade), como relativas s necessidades de coordenao e satisfaodos clientes internos (docentes e equipe tcnico-pedaggica). No se trata,portanto, apenas de infra-estrutura tecnolgica, declarao de princpiospedaggicos e de um local fsico devidamente identificado, mas de um pontode referncia institucional que norteie e agregue os recursos de planejamento edesenvolvimento da educao a distncia, com critrios claros de planejamentoe gesto, bem como instrumentos para acompanhar e coordenar cada etapa dotrabalho. A implantao de um Centro de Educao a Distncia CEAD2 - temsido procedimento comum das instituies educacionais, como rgo capaz decumprir esta funo no processo de gesto. Contudo, ainda existem desafiosenormes a serem superados na implantao efetiva de um CEAD. O primeirodeles se refere estruturao e planejamento estratgicos que, realmente,dem conta de atender aos clientes internos do CEAD, os professores, tutores,equipes de produo de mdias, suporte tcnico e gestores, que estaro nalinha de frente durante os primeiros meses do funcionamento do CEAD,quando esto sendo criados os programas, cursos e materiais de educao adistncia. Alm disso, o sucesso na estruturao destes centros influenciadiretamente o sucesso do atendimento dos clientes externos, uma vez que1 Normalmente, as instituies iniciam suas atividades de EAD sem uma idia clara oucompleta de todos os desafios, ou da natureza de todas as demandas a serem atendidas.Grande parte das instituies rene sua equipe em funo das competncias j existentes nainstituio, baseando-se na experincia de educadores e gestores que trabalharampreviamente com educao a distncia, ou trazendo profissionais externos com experinciapara se juntar a equipe. Em qualquer um dos casos, so necessrias aes expressivas decapacitao da equipe, tanto pela natureza da atividade quanto pela sua prpria caractersticamultidisciplinar, incluindo professores e futuros tutores.2 Ser usado CEAD neste artigo, como uma forma geral de designao de setor encarregado da EAD na instituio, embora existam organizaes com estas funes chamadas ncleos, departamentos, entre outros nomes.V. 5 N 1, Julho, 2007 3
  • 4. Novas Tecnologias na Educao CINTED-UFRGSestes profissionais devero ser capazes de compreend-las, equacion-las deforma eficiente, otimizar recursos e garantir a sustentabilidade do projeto, emlarga escala e longo tempo. A problemtica central de um CEAD est relacionada dificuldade deelaborar-se, de forma cientfica, um plano de trabalho para o Centro que,realmente, atenda as necessidades de todos os clientes (internos e externos).As indefinies so muito amplas, principalmente para os CEADs que iniciamsuas atividades, os quais precisam identificar suas prioridades, desde aestruturao de plos at a identificao do melhor modelo de negcios paraofertar aos parceiros, passando pela identificao de prioridades nacapacitao de todos os atores envolvidos nos processos. Essas e muitasoutras questes tm sido resolvidas com base na experincia pessoal dosgestores da EAD, sem que alguma metodologia cientfica tenha sidoempregada para auxiliar nesse sentido. O primeiro dos autores deste artigoest desenvolvendo tese de doutorado onde aplica uma metodologia detrabalho3 robusta o suficiente para permitir levantar as demandas de qualidadedo servio a ser prestado por um CEAD e ajudar a se estabelecer asprioridades de ao do Centro, o que permitiria uma gesto eficiente derecursos humanos e financeiros, alm de uma implementao da educao adistncia com um enfoque profissional e de qualidade. Instituies privadas e pblicas investem na educao a distnciageralmente preocupando-se com a escolha do ambiente de aprendizagem ecom as tecnologias a serem adotadas. Enquanto umas direcionam esforos namontagem de um sistema de transmisso via satlite e organizam seus cursosem funo desta soluo tecnolgica, por exemplo, outras do nfase escolha de uma plataforma de EAD, seja comprando, produzindo ouapropriando-se de solues livres, como o Moodle4 e Teleduc5. Entretanto,3 Trata-se da metodologia Quality Function Deloyment QFD (Desdobramento da Funo Qualidade) a ser implantada no Centro de Educao a Distncia CEAD de uma instituio de ensino superior. Com o objetivo de mapear os requisitos de funcionamento com qualidade do CEAD, desdobrando as matrizes em todas as fases, do projeto, produo e operao de solues de EAD (Cheng & Filho, 2007).4 Moodle (Modular Object Oriented Dynamic L