LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE IBEMA -  · LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE IBEMA SÚMULA:

  • View
    214

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE IBEMA -  · LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE IBEMA SÚMULA:

1

LEI ORGNICA

DO MUNICPIO DE IBEMA

2

LEGISLATURA 2005 / 2008LEGISLATURA 2005 / 2008LEGISLATURA 2005 / 2008LEGISLATURA 2005 / 2008

Presidente PAULO LUIZ PAUWELZ 1 Vice-presidente LUIZ PEREIRA 2 Vice-presidente DIRCEU FILIPPINI 1 Secretrio ANTONINHO DE LARA 2 Secretrio JOSE RIBEIRO BONFIM VereadoresVereadoresVereadoresVereadores DOUGLAS IVANIR VIGO JAIR MENOM JURANDIR PILOTI RONALDO ARROSI

IBEMA - 2008

3

LEI ORGNICA DO MUNICPIO DE IBEMA

SMULA: Dispe sobre a organizao do Municpio de Ibema, Estado do Paran e d outras providncias.

A Cmara Municipal de Ibema, Estado do Paran, aprovou a Lei Orgnica e eu, Presidente da Cmara Municipal, promulgo a seguinte LEI ORGNICA DO MUNICPIO DE IBEMA.

TTULO I

DA ORGANIZAO DO MUNICPIO

CAPTULO I

DA ORGANIZAO POLTICA ADMINISTRATIVA

Art. 1. O Municpio de Ibema, entidade componente da Repblica Federativa do Brasil, dotado de autonomia poltico-administrativa, financeira e legislativa, nos termos da Constituio Federal, da Constituio Estadual e desta Lei Orgnica.

caput com redao dada pela Emenda n 03/07.

Art. 2 - mantida a integridade do Municpio, que s poder ser alterada atravs de Lei Estadual e mediante aprovao da populao interessada, em plebiscito prvio.

Pargrafo nico - A incorporao, a fuso e o desmembramento de parte do Municpio para integrar ou criar outros municpios, obedecer aos requisitos previstos na Constituio Federal, Constituio Estadual e legislao prpria.

Art. 3. So smbolos do Municpio de Ibema, alm dos nacionais e estaduais, o Braso, a Bandeira e o Hino, representativos de sua cultura e histria, estabelecidos por Lei Municipal aprovada por maioria absoluta da Cmara.

caput com redao dada pela Emenda n 03/07.

4

Pargrafo nico. Alm do Braso do Municpio, nos impressos, documentos oficiais e bens pblicos, podero constar logomarca formada pelo nome do Municpio, encimado por desenho contendo imagem do sol e montanhas, em forma estilizada, o sobrescrito ADM 2005/2008 e subscrio, em letra menos, abaixo do nome do Municpio, da frase Municpio do bem viver., nas cores azul, amarela, verde e preto.1

Art. 4 - So Poderes do Municpio, independentes e harmnicos entre si, o Legislativo e o Executivo.

I Revogado.

II Revogado.

Incisos I e II revogados pela Emenda n 03/07

CAPITULO II

DAS COMPETNCIAS DO MUNICPIO

SEO I

DA COMPETNCIA PRIVATIVA

Art. 5 - Compete ao Municpio:

I - legislar sobre assuntos de interesse local;

II - suplementar a legislao federal e estadual, no que lhe couber;

III - instituir e arrecadar tributos de sua competncia, bem como aplicar sua rendas, com a obrigatoriedade de prestar contas e publicar balancetes nos prazos fixados em lei;

IV - criar, organizar e suprimir Distritos Administrativos observada a legislao Estadual;

V - organizar e prestar, diretamente ou sob regime de concesso ou de permisso, os servios pblicos de interesse local, includo o de transporte coletivo;

5

VI - manter, com a cooperao tcnica e financeira da Unio e do Estado, programas de educao pr-escolar, de ensino bsico e de erradicao do analfabetismo e elaborar seu plano decenal de educao;

Inciso VI com redao dada pela Emenda n 03/07.

VII - prestar, com a cooperao tcnica e financeira da Unio e do Estado, servios de atendimento sade da populao;

VIII - elaborar e executar a poltica de desenvolvimento urbano com o objetivo de ordenar as funes sociais das reas habitadas, inadequadamente aproveitadas ou em desconformidade com as normas do Plano Diretor do Municpio e garantir o bem-estar dos seus habitantes;

Inciso VIII com redao dada pela Emenda n 03/07.

IX - promover a proteo do patrimnio histrico-cultural local, observada a legislao e a ao fiscalizadora Federal e Estadual;

X - instituir guarda municipal, destinada proteo de seus bens, servios e instalaes, conforme dispuser a lei;

XI - elaborar o seu plano plurianual, as diretrizes oramentrias e os seus oramentos anuais;

XII - elaborar o plano de desenvolvimento do municpio;

XIII - dispor sobre a utilizao, a administrao e a alienao de seus bens;

XIV - adquirir bens, inclusive mediante desapropriao por necessidade de utilidade pblica ou por interesse social, na forma da legislao federal;

XV organizar o quadro de servidores municipais, estabelecendo o Plano de Cargos e Carreiras;

Inciso XV com redao dada pela Emenda n 03/07.

XVI - instituir as normas de edificao, de loteamento, de arruamento e de zoneamento urbano, fixando as limitaes urbansticas;

6

XVII - constituir as servides necessrias aos seus servios;

XVIII - dispor sobre a utilizao dos logradouros pblicos e especialmente, sobre:

a - os locais de estacionamento de txis e outros veculos;

b - os itinerrios e os pontos de parada dos veculos de transporte coletivo;

c - os limites e a sinalizao das reas de silncio de trnsito e de trfego em condies peculiares;

d - os servios de carga e descarga, e a tonelagem permitida aos veculos que circulem em vias pblicas;

XIX - sinalizar as vias urbanas e as estradas municipais, e fiscalizar o trnsito na rea de competncia do Municpio, conforme o Cdigo Brasileiro de Trnsito;

Inciso XIX com redao dada pela Emenda n 03/07.

XX - promover a limpeza dos logradouros pblicos, o transporte e o destino do lixo domiciliar e de outros resduos de qualquer natureza, obrigao de conservao das margens das estradas rurais e urbanas pelos proprietrios;

XXI - dispor sobre os servios funerrios, administrar os cemitrios pblicos e fiscalizar os cemitrios particulares;

XXII - dispor sobre a fixao de cartazes e anncios, bem como a utilizao de quaisquer outros meios de publicidade e de propaganda em logradouros pblicos;

XXIII - dispor sobre o depsito e destino de animais e mercadorias apreendidas em decorrncia de transgresso da legislao municipal;

XXIV - garantir a defesa do meio ambiente e da qualidade de vida;

XXV - arrendar, conceder o direito de uso ou permutar bens do municpio;

XXVI - aceitar legados e doaes, mediante autorizao legislativa;

Inciso XXV com redao dada pela Emenda n 03/07.

7

XXVII - dispor sobre espetculos e diverses pblicas;

XXVIII - quanto aos estabelecimentos industriais, comerciais e de prestao de servios:

a - conceder ou renovar a licena para sua abertura e funcionamento;

b - revogar a licena daqueles cujas atividades se tornarem prejudiciais sade, higiene, ao bem-estar, recreao, ao sossego pblico e aos bons costumes, atravs de regular processo administrativo em que seja assegurada a ampla defesa;

Alnea b com redao dada pela Emenda n 03/07.

c - promover o fechamento daqueles que funcionarem sem licena ou depois da revogao desta, atravs de regular processo administrativo em que seja assegurada a ampla defesa;

Alnea c com redao dada pela Emenda n 03/07.

XXIX - dispor sobre o comrcio ambulante;

XXX - instituir e impor as penalidades por infraes das suas leis e regulamentos;

XXXI - prover sobre qualquer outra matria de sua competncia exclusiva;

XXXII - exigir que o proprietrio do solo urbano no edificado, subutilizado ou no utilizado promova o seu adequado aproveitamento, sob pena de, sucessivamente, parcelamento ou edificao compulsrios, incidncia do imposto sobre a propriedade predial e territorial urbana progressivo no tempo ou desapropriao;

Inciso XXXII acrescentado pela Emenda n 03/07.

XXXIII - legislar supletivamente sobre normas especiais de licitao e contratao, em todas as modalidades para a administrao municipal, direta ou indireta, inclusive para as fundaes pblicas municipais e empresas sob o seu controle, respeitadas as normas gerais da legislao federal;

Inciso XXXIII acrescentado pela Emenda n 03/07.

8

XXXIV - elaborar o seu Plano Diretor, na forma do Estatuto da Cidade.

Inciso XXXIV acrescentado pela Emenda n 03/07.

SEO II

DA COMPETNCIA COMUM

Art. 6 - competncia comum do Municpio, juntamente com a Unio e o Estado:

I - zelar pela guarda da Constituio, das Leis e das Instituies Democrticas, e conservar o patrimnio pblico;

II - cuidar da sade e assistncia pblica, e da proteo e garantia das pessoas portadoras de deficincias;

III - proteger documentos, obras e outros bens de valor histrico, artstico e cultural, os monumentos, as paisagens naturais notveis e os stios arqueolgicos;

IV - impedir a evaso, a destruio e a descaracterizao de obras de arte e de outros bens de valor histrico, artstico e cultural do Municpio;

V - proporcionar os meios de acesso cultura, educao e cincia;

VI - proteger o meio ambiente e combater a poluio em qualquer de suas formas;

VII - preservar as florestas, a fauna e a flora;

VIII - fomentar a produo agropecuria e organizar o abastecimento alimentar;

IX - promover programas de construo de moradias e melhoria das condies habitacionais e de saneamento bsico;

9