O Monumento - edição 119

  • View
    220

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

rgo oficial do municpio de Mariana

Transcript

  • RGO OFICIAL DO MUNICPIO DE MARIANA - LEI 705/84 DE 22 DE MARO DE 1984Ano XXIX - EDIO 119 - 13 A 19 DE fEvErEIrO DE 2014 - www.mariana.mg.gov.br - DISTrIBUIO GrATUITA

    A Prefeitura de Mariana, por meio da Secre-taria de Obras, est com uma srie de obras no distrito de Monsenhor Horta. No momento, so pelo menos trs grandes aes de infraes-trutura sendo realizadas na regio: pavimen-tao e drenagem na Rua do Galho, requalifi-cao urbana na Rua da Praia e recapeamento asfltico nos trechos que contemplam o trevo at a chegada da rua principal e na estrada sentido guas Claras.

    Na Rua da Praia, a Prefeitura de Mariana est construindo 1.500 metros quadrados de pas-seios, quebra-molas e implantando sinalizaes. A ideia melhorar o fluxo de pedestres, dos ve-culos e, principalmente, dos estudantes da Esco-la Cnego Braga, visando a segurana de todos.

    Na Rua do Galho, depois do asfaltamento da via realizado no final do ano passado, vrios servios de contenes, como a estabilizao de taludes, alm da construo de redes pluviais, meios-fios e escoadouros para guas das chuvas esto sendo executados. J nas estradas de aces-so Monsenhor Horta, esto sendo pavimenta-dos mais de quatro quilmetros de estrada.

    O morador do distrito, Jacir Silva, 46 anos, acredita que as obras iro trazer grandes bene-fcios comunidade. O trabalho de requalifica-o urbana importante para ns, pois muitos moradores ficavam no prejuzo na poca das chuvas, com as enxurradas e lamas nas ruas. O asfalto tambm vai facilitar o acesso de todos, j que antes existiam muitos buracos e o asfalto estava trincado, o que gerava riscos de acidentes e estragos nos veculos, ressalta Jacir.

    FOTOS: FILIPE BARBOZA | PREFEITURA DE MARIANA

    Prefeitura realiza obras de infraestrutura no distrito de Monsenhor Horta

    Drenagem da Av. Getlio Vargas recebe manutenoA Prefeitura de Mariana est

    realizando obras na rede pluvial da Avenida Getlio Vargas. Nos prximos 15 dias, os encanamentos obstrudos vo ser trocados por novas manilhas. O objetivo da ao evitar possveis alagamentos provenientes das chuvas.

    Segundo informaes da Secretaria de Obras e Planejamento Urbano, reformas semelhantes de drenagem ocorrem nos Bairros Santa Clara, Vila do Carmo e Colina.

    Vrias sinalizaes esto sendo posicionadas na rea para segurana dos trabalhadores, pedestres e motoristas. A prefeitura informa que o trnsito da Avenida Getlio Vargas no ser impedido durante o perodo das obras.

    FOTOS: FILIPE BARBOZA | PREFEITURA DE MARIANA

  • 13 a 19 de fevereiro de 2014 - RGO OFICIAL DO MUNICPIO DE MARIANAo monumento

    Prefeiturade Mariana

    ExpedientePREFEITO Celso Cota VICE-PREFEITO Duarte Jnior SECRETRIO DE GOVERNO E RELAES INSTITUCIONAIS Raul Jos de Almeida Junior SECRETRIO ADJUNTO DE COMUNICAO Arlindo Lus COORDENADOR DE COMUNICAO Douglas Couto ENCARREGADO DO SERVIO DE DIVULGAO OFICIAL Alln Passos JORNALISTA Tbatha Campelo DIAGRAMAO Whinter Gonalves COLABORAO Diogo Queiroga, Filipe Barboza, Flvia Rodrigues, Flvio Ulha, Kria Ribeiro, Nbia Cunha, Thain Cunha IMPRESSO Sempre Editora TIRAGEM 3.000 exemplares DISTRIBUIO GRATUITA Acesse: www. mariana.mg.gov.br

    2PREFEITURA DE MARIANA

    LEIS

    LEI N 2.823, DE 11 DE FEVEREIRO DE 2014.

    Altera a Lei Municipal n 2.821/2013 que dispe sobre o Plano Plurianual para o perodo de 2014 a 2017, a Lei Municipal n 2.727/2013 que dispe sobre a Lei de Diretrizes Oramentrias para 2014 e autoriza a abertura de crdito suplementar no oramento do exerccio financeiro de 2014.O Povo do municpio de Mariana por seus representantes legais aprovou e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei:Art. 1. Fica o Executivo Municipal autorizado a abrir suplementar no or-amento vigente no valor de R$ 2.939.979,82 (dois milhes, novecentos e trinta e nove mil, novecentos e setenta e nove reais e oitenta e dois cen-tavos).Art. 2. Fica autorizada a incluso da Fonte de Recurso 00.01.0046 Outras Transferncias de Recursos do FNDE (exerccio corrente) e 00.02.0046 Outras Transferncias de Recursos do FNDE (exerccios anteriores) na ao-projeto 1.306 Construo, Ampliao e Reforma de Unidades de Ensino Infantil, do oramento financeiro de 2014, a qual est vinculada ao pro-grama 0018 Educando para a Vida e contm as seguintes especificaes:

    Especificaes Valor (R$)rgo: 09 Secretaria Municipal de Educao SEMED Unidade: 09.01 Administrao Geral da SEMED Funo: 12 Educao Subfuno: 365 Educao Infantil Programa: 0018 Educando para a Vida Ao: 1.306 Construo, Ampliao e Reforma de Unidades de Ensino Infantil Natureza da Despesa: 4.4.90.51 Obras e Instalaes Fonte de Recurso: 00.01.0046 Outras Transferncias de Recursos do FNDE 2.326.009,00Fonte de Recurso: 00.02.0046 Outras Transferncias de Recursos do FNDE 613.970,82

    Art. 3. Os recursos necessrios abertura do crdito de que trata o art. 1 desta Lei correro conta das seguintes fontes:

    I Do supervit financeiro do exerccio de 2013, apurado no Balan-o Patrimonial pela Secretaria Municipal de Fazenda, no valor de R$ 581.502,26, oriundos dos recursos vinculados do Termo de Compromisso PAC202758/2012 do FNDE/MEC transferidos ao Municpio e R$ 32.468,56 de rendimentos de aplicao financeira, totalizando R$ 613.970,82, sendo estes recursos provenientes da Fonte Vinculada 00.02.0046 Outras Trans-ferncias de Recursos do FNDE (exerccios anteriores), conforme inciso I, pargrafo 1 do art. 43 da Lei n 4.320/64;II Da tendncia ao excesso de arrecadao de recursos vinculados refe-rente ao Termo de Compromisso PAC202758/2012 do FNDE/MEC a serem transferidos ao Municpio no valor de R$ 2.326.009,00, provenientes da Fonte Vinculada 00.01.0046 Outras Transferncias de Recursos do FNDE (exerccio corrente), conforme inciso II, pargrafo 1 do art. 43 da Lei n 4.320/64.

    Art. 4. Fica autorizada a incluso de que trata o art. 2 desta Lei, no Anexo de Metas e Prioridades da Lei de Diretrizes Oramentrias para 2014 Lei 2.727/2013 e na Lei do Plano Plurianual 2014/2017 Lei 2.821/2013.Art. 5. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicao.MANDO, portanto, a todos a quem o conhecimento e execuo desta Lei pertencer, que a cumpram e a faam cumprir, to inteiramente como nela se contm.

    Mariana, 11 de fevereiro de 2014

    Celso Cota NetoPrefeito Municipal

    LEI N 2.824, DE 11 DE FEVEREIRO DE 2014

    Altera a Lei Municipal n 2.821/2013 que dispe sobre o Plano Plurianual para o perodo de 2014/2017, a Lei Municipal n 2.727/2013 que dispe sobre a Lei de Diretrizes Oramentrias e autoriza a abertura de crdito especial no oramento do exerccio financeiro de 2014.

    O Povo do municpio de Mariana por seus representantes legais aprovou e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei:

    Art. 1 - Fica o Poder Executivo autorizado a abrir crdito especial no ora-mento vigente, no valor de R$ 584.280,00 (quinhentos e oitenta e quatro mil e duzentos e oitenta reais), com a seguinte classificao:

    Especificaes Valor (R$)rgo: 09 Secretaria Municipal de Educao SEMED Unidade: 09.01 Administrao Geral da SEMED Funo: 12 Educao Subfuno: 361 Ensino Fundamental Programa: 0018 Educando para a Vida Ao: 1.307 Aquisio de nibus Escolar PAR Natureza da Despesa: 4.4.90.52 Equipamento e Material Permanente Fonte de Recurso: 0.1.0046 Outras Transferncias de Recursos do FNDE 584.280,00

    Art. 2. Fica autorizada a incluso da Ao: 1.307 Aquisio de nibus Escolar - PAR, no Plano Plurianual para o perodo de 2014-2017, a qual ser vinculada ao Programa 0018 Educando para a Vida e conter as seguintes especificaes:

    Art. 3. Fica autorizada a incluso da ao de que trata o artigo 2 desta Lei no Anexo de Metas e Prioridades da Lei de Diretrizes Oramentrias para 2014.

    Art. 4. Os recursos necessrios abertura do crdito de que trata o art. 1 desta Lei sero os decorrentes do excesso de arrecadao dos recursos vinculados oriundos da fonte 0.1.0046 Outras Transferncias do FNDE, a serem transferidos ao Municpio pelo programa PAR Plano de Aes Articuladas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educao FNDE / MEC, atravs dos Termos de Compromissos PAR N 201302406/2013 e PAR N 201303483/2013, no valor de R$ 434.280,00 e R$ 150.000,00, respectiva-mente, totalizando R$ 584.280,00, conforme inciso II, pargrafo 1 do art. 43 da Lei n 4.320/64.

    Art. 5. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicao.

    MANDO, portanto, a todos a quem o conhecimento e execuo desta Lei pertencer, que a cumpram e a faam cumprir, to inteiramente como nela se contm.

    Mariana, 11 de fevereiro de 2014

    Celso Cota NetoPrefeito Municipal

    LEI N 2.825, DE 11 DE FEVEREIRO DE 2014.

    Autoriza concesso de subvenes sociais s Agremiaes Carnavalescas do municpio para o exerccio financeiro de 2014.

    O Povo do municpio de Mariana por seus representantes legais aprovou e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei:

    Art. 1o Atendidas s exigncias legais, fica o Executivo Municipal autori-zado a conceder subvenes sociais s seguintes entidades:

    1. Escola de Samba Acadmicos do Barro Preto at o valor de R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais);2. Escola de Samba Vila do Carmo at o valor de R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais);3. Escola de Samba Morro da Saudade at o valor de R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais);4. Escola de Samba Mirim Maestro Athayde dos Santos at o valor de R$ 12.000,00 (doze mil reais);5. Escola de Samba Mirim Vila do Carmo at o valor de R$ 12.000,00 (doze mil reais);6. Associao Banda dos Farrapos at o valor de R$ 6.000,00 (seis mil reais);

    Art. 2o. As subvenes sociais autorizadas no art. 1o desta Lei sero con-cedidas, exclusivamente s entidades que prestarem servios essenciais ou atividades de interesse pblico nas reas de cultura e turismo, e que atendam as condies e exigncias estabelecidas na Lei de Diretrizes Or-amentrias.

    Art. 3o - A aplicao dos recursos ser destinada exclusivamente s ativi-dades fins das entidades,