Click here to load reader

Sistema Alternativo de Criação de Galinhas Caipiras

  • View
    224

  • Download
    2

Embed Size (px)

Text of Sistema Alternativo de Criação de Galinhas Caipiras

  • 7/27/2019 Sistema Alternativo de Criao de Galinhas Caipiras

    1/33

    Sistema Alternativo de Criaode Galinhas Caipiras

    Embrapa Meio-NorteSistemas de Produo, 4

    ISSN 1678-8818 Verso EletrnicaNov/2007

    Apresentao

    A galinha caipira por meio da qualidade e palatabilidade dos seus produtos se tornouum dos pratos mais apreciados no Brasil. Ela criada na quase totalidade dos ncleosagrcolas familiares, alimentando famlias e gerando renda.

    Por ser uma ave rstica e capaz de suportar adversidades climticas e resistir a

    algumas doenas, se torna uma alternativa principalmente para locais com menor infra-estrutura produtiva.

    Este trabalho apresenta recomendaes tcnicas e inovaes tecnolgicas que viabilizama criao da galinha caipira, tornando-a uma ave competitiva, inserindo-a no mercadode produtos agroecologicamente corretos, uma vez que pode ser criada com o usoracional dos recursos naturais renovveis, inclusive com agregao de valor produoagrcola, agroindustrial e extrativista, j que pode ser perfeitamente integrada comas mais variadas atividades.

    importante salientar que a conservao desses recursos genticos sero de bom uso nofuturo da agropecuria nacional, tendo em vista que novos trabalhos podero serrealizados em prol do desenvolvimento tcnico-cientifico.

    Valdemcio Ferreira de SousaChefe-Geral da Embrapa Meio-Norte

    Introduo

    O Sistema Alternativo de Criao de Galinhas Caipiras (SACAC), ao mesmo tempo em queresgata a tradio de criao de galinhas caipiras, tem como objetivo o aumento dopadro econmico da agricultura familiar, melhorando a qualidade e aumentando aquantidade da produo. O sistema minimiza os danos ao meio ambiente, adotandoadequaes necessrias a cada ecossistema onde implantado, seja com relao s suasinstalaes e equipamentos, seja na forma de alimentar ou de medicar alternativamente

    as aves (BARBOSA et al., 2004).Outro importante fato a ser observado no SACAC a capacidade de integrao de criaode galinhas com outras atividades agrcolas, agroindustriais, extrativistas,pecurias, que so costumeiramente desenvolvidas pelo agricultor familiar, o queresulta na agregao de valor e maior remunerao por produto acabado (SAGRILO, 2002).As aves criadas em sistemas mais naturais so submetidas a menos estresse do queaquelas nos sistemas de criao intensiva, em galpes com elevada populao, e suacarne considerada de melhor sabor e menor teor de colesterol.

    Desenvolver uma tecnologia que impulsione a criao de uma ave domstica, atividadeque encontrada em 99,9 % dos ncleos agrcolas familiares (RAMOS et al., 2001), aforma que a pesquisa tem de inserir a galinha caipira nos diversos mercados

    consumidores, principalmente porque a mesma pode ser tratada de forma que se utilizeracionalmente os recursos naturais renovveis, o que indubitavelmente a tornaagroecologicamente correta.

  • 7/27/2019 Sistema Alternativo de Criao de Galinhas Caipiras

    2/33

    Embora seja reconhecida como uma fonte de alimentos de alta qualidade protica (carnee ovos), e tenha se transformado ao longo desse perodo em um dos pratos tpicosconhecidos em todo o territrio brasileiro, a criao de galinhas caipiras precriaem termos zootcnicos (Fig. 1), com prejuzos para a sua produtividade.

    Foto: F.J.V. Barbosa

    Fig.1.Animais de vrias espcies domsticas criados juntosde forma desordenada.

    No SACAC, de acordo com o planejamento e a estrutura de produo, o agricultorfamiliar poder optar pelo avirio completo ou juntar-se a outros criadores einstalarem um ncleo de multiplicao de galinhas caipiras. No primeiro caso, oagricultor familiar vai desenvolver todas as prticas de manejo nas mais diversasfases de criao. No segundo, o criador adquirir os ovos j fertilizados para umaposterior incubao sob sua responsabilidade ou receber pintos recm-nascidos, e suaestrutura de criao ser um galpo de crescimento. A aquisio de insumos e acomercializao dos produtos podero ser realizadas de forma coletiva nos dois casos.

    Nos segmentos que tratam de origem genealgica e raas, reproduo, alimentao,instalaes e equipamentos, sanidade e comercializao, o agricultor familiar ter umaviso ampla da proposta do sistema de criao e com isso poder fazer as adequaesque lhe convier, desde que sejam mantidas as caractersticas desejveis dos produtos,com o mnimo de danos natureza.

    A galinha, Gallus gallus domesticus, pertence ao grupo de aves galiformes efasiandeas, sendo encontrada em todos os continentes do planeta, com mais de 24bilhes de cabeas (FUMIHITO et al., 1996; PERRINS, 2003).

    Introduzida na poca do descobrimento do Brasil, originria de quatro ramosgenealgicos distintos, o americano, o mediterrneo, o ingls e o asitico, a galinha

    caipira, no recebendo as prticas de manejo adequadas, adquiriu resistncia a algumasdoenas e se tornou adaptada ao clima local.

    Atravs de acasalamentos de todas as formas, inclusive consangneos, as galinhascaipiras atuais apresentam semelhanas com as principais raas que as originaram(Andalusian, Buff Plymouth Rock, Silver-Spangled Hamburgs, Australorp, ColumbianWyandottes, Assel, Partridge Plymouth Rock e Brown Leghor). As semelhanas se refletemno somente em termos de plumagem e porte (Fig. 1 a 8), mas tambm em caractersticasde carcaa.

    O conhecimento da origem genealgica e das raas de galinhas introduzidas no Brasilpermitir que o criador mantenha as caractersticas desejveis da sua criao, assimcomo introduzir de maneira ordenada genes capazes de responder positivamente ao manejo

    e ao planejamento de criao.

  • 7/27/2019 Sistema Alternativo de Criao de Galinhas Caipiras

    3/33

    Origem genealgica e raas

    A galinha, Gallus gallus domesticus, pertence ao grupo de aves galiformes efasiandeas, sendo encontrada em todos os continentes do planeta, com mais de 24bilhes de cabeas (FUMIHITO et al., 1996; PERRINS, 2003).

    Introduzida na poca do descobrimento do Brasil, originria de quatro ramos

    genealgicos distintos, o americano, o mediterrneo, o ingls e o asitico, a galinhacaipira, no recebendo as prticas de manejo adequadas, adquiriu resistncia a algumasdoenas e se tornou adaptada ao clima local.

    Atravs de acasalamentos de todas as formas, inclusive consangneos, as galinhascaipiras atuais apresentam semelhanas com as principais raas que as originaram(Andalusian, Buff Plymouth Rock, Silver-Spangled Hamburgs, Australorp, ColumbianWyandottes, Assel, Partridge Plymouth Rock e Brown Leghor). As semelhanas se refletemno somente em termos de plumagem e porte (Fig. 1 a 8), mas tambm em caractersticasde carcaa.

    O conhecimento da origem genealgica e das raas de galinhas introduzidas no Brasil

    permitir que o criador mantenha as caractersticas desejveis da sua criao, assimcomo introduzir de maneira ordenada genes capazes de responder positivamente ao manejoe ao planejamento de criao.

    Foto: F.J.V. Barbosa

    Fig.1. Raa Andalusian (espanhola,ornamentalde ovos brancos).

    Foto: F.J.V. Barbosa

    Fig.2. Raa Buff Plymouth Rock(americana, mistade ovos marrom).

    Foto: F.J.V. Barbosa Foto: F.J.V. Barbosa

  • 7/27/2019 Sistema Alternativo de Criao de Galinhas Caipiras

    4/33

    Fig.3. Raa Silver-SpangledHamburgs (poedeiraalem, ornamental de ovosbrancos).

    Fig.4. Raa Australorp(australiana, corpointermedirio e ovos marrons).

    Foto: F.J.V. Barbosa

    Fig.5. Raa Columbian Wyandottes(americana,mista de ovos marrons).

    Foto: F.J.V. Barbosa

    Fig.6. Raa Assel (oriental emusculosa, ovosbrancos e azuis).

    Foto: F.J.V. Barbosa

    Fig.7. Raa Partridge PlymouthRock (americana,mista, de ovos marrons).

    Foto: F.J.V. Barbosa

    Fig.8. Brown Leghorn (inglesa,poedeira de ovosbrancos).

  • 7/27/2019 Sistema Alternativo de Criao de Galinhas Caipiras

    5/33

    Alimentao

    Manejo nutricional

    A alimentao representa cerca de 70 % do custo da produo das aves, principalmenteporque as matrias-primas so largamente usadas tanto para criao de aves altamentetecnificadas quanto para o consumo humano. Portanto, devem-se buscar fontes

    alternativas de alimentos, principalmente energticos e proticos, como tambm deformulaes que atendam s necessidades qualitativas e econmicas de produo dagalinha caipira.

    No caso das galinhas caipiras, no se tem interesse de acelerar o crescimento por meiode promotores como antibiticos e hormnios, e nem aumentar a digestibilidade e aeficincia digestiva por meio de enzimas e aminocidos sintticos. O desafio nacriao de galinhas caipiras tornar a produo mais eficiente com a diminuio doscustos com alimentao, sem perder as caractersticas dos seus produtos. A sada,ento, seria se conhecer mais o potencial nutritivo que se tem em cada ecossistema,gros, folhas, frutos etc., process-los sem perdas, torn-los disponveis sempre quenecessrio, e ofert-los s aves de acordo com as necessidades e peculiaridades decada fase de criao.

    No caso das galinhas caipiras, no se tem interesse de acelerar o crescimento por meiode promotores como antibiticos e hormnios, e nem aumentar a digestibilidade e aeficincia digestiva por meio de enzimas e aminocidos sintticos. O desafio nacriao de galinhas caipiras tornar a produo mais eficiente com a diminuio doscustos com alimentao, sem perder as caractersticas dos seus produtos. A sada,ento, seria se conhecer mais o potencial nutritivo que se tem em cada ecossistema,gros, folhas, frutos etc., process-los sem perdas, torn-los disponveis sempre quenecessrio, e ofert-los s aves de acordo com as necessidades e peculiaridades decada fase de criao.

    Graas ao seu sistema grastrointestinal (Fig. 1), a galinha caipira tem maior

    capacidade que a galinha industrial de converter alimentos de menor qualidade em carnee ovos. Essa vantagem se deve capacidade de triturao da sua moela (estmagomecnico) e presena da flora no ceco (parte do intestino gr