Sistema tegumentar e sustentação

Embed Size (px)

Text of Sistema tegumentar e sustentação

  • 1. Sistema de Revestimento dos Animais Prof. Tubo

2. Revestimento, ou Tegumento: 3. Tipos: 1) Membrana plasmtica: proteo e difuso de gases,nutrientes e excretas: Ocorre em protozorios:Amnia eexcesso degua e CO2O2 4. 2) Uniestratificada: Ocorre nos invertebrados.: a) nos porferos feita de pinaccitos (cel. Epitelial) eporcitos: 5. b) nos cnidrios apresenta clulas cnidantes, os cnidcitosou cnidobastos:: 6. c) Em platelmintos fina e permevel para realizar trocasgasosas. Muito susceptvel a evaporao. d|) Em nematelmintos apresenta uma cutcula de colgenoinelstica que mantm a presso interna de lquidos,possibilitando o esqueleto hidrosttico desses animais. 7. e) nos aneldeos fina e permevel e apresenta irrigaosangunea, funcionando como um verdadeiro rgo respiratrio(respirao cutnea): 8. f) Nos moluscos fina e permevel e apresenta uma camdaespecial, o manto, responsvel por produzir as conchas e asprolas: 9. g) Nos artrpodes revestida por um exoesqueleto de quitina: 10. h) Nos Equinodermos reveste o endoesqueleto e apresentapedicelrias e ps ambulacrais: 11. h) Nos Equinodermos reveste o endoesqueleto e apresentapedicelrias e ps ambulacrais: 12. 2) Pluriestratificada: Ocorre nos vertebrados. constitudapor duas camadas, a epiderme, (tecido epitelial) com vriascamadas de clulas justapostas e avascular, e a derme, tecidoconjuntivo, vascularizado. 13. a) nos peixes cartilaginosos revestida por escamasplacides, derivadas da epiderme, que facilita o deslocamentona gua: 14. b) nos peixes sseos revestida por escamas drmicas,umbricadas e flexveis. A pele apresenta glndulas mucosasque facilita o deslocamento. Alguns peixes (de couro) nopussuem escamas. 15. c) nos anfbios a epiderme fina, apresenta glndulasmucosas para umidificar a pele que realiza trocas gasosas, eglndulas de veneno. Nos sapos as glndulas de veneno ficamna regio dorsal de so chamadas paratides. Pode apresentarfina e descontnua camada de queratina. 16. d) nos rpteis existem vrias camadas de clulas mortas queformam a camada crnea (queratina) responsvel porimpermeabilizar a pele. Nas cobras e lagartos existemescamas de queratina. 17. e) nas aves a pele queratinizada e as escamas evolurampara penas de queratina que auxilia o vo mas tambm servempara manter o calor do corpo. Na regio posterior existe aglndula uropigiana que tem a funo e lubrificar as penas. 18. f) nos mamferos a pele queratinizada e as escamasevoluram para pelos de queratina servem para manter o calordo corpo. Na derme existem as glndulas sebceas, quelubrificam os pelos, as glndulas sudorparas, que ao eliminaro suor, reduzem o calor do corpo por evaporao e asglndulas mamrias, alm do folculo piloso ou capilar queproduz os pelos e vrias terminaes nervosas do tato. 19. Em aves e mamferos, abaixo da derme temos a hipodermeou tecido adiposo que tem funo de reserva energtica degorduras e funciona como um isolante trmico. Isso auxiliaesses animais a serem homeotrmicos. 20. homeotermia 21. Observao: Unhas, chifres, garras, cascos bicos e cornos soestruturas crneas e consideradas anexos da pele: 22. Sistemas de sustentao (esqueletos) 23. Sistemas de sustentao:Funes:Proteger ou impermeabilizar o corpo o corpo.Sustentar as partes moles do corpo.Fornecer apoio para os msculos.Produzir clulas do sangue (vertebrados).Podem ser externos (exoesqueltos ) ou internos (endoesqueletos). 24. Nos porferos as espculas, estruturas que do a sustentaodo corpo. (endoesqueleto). Podem ser: Calcreas (CaCO3) Slicas (Si O2) Proticas (esponjina). 25. Nos cnidrios (corais) o exoesqueleto de carbonato de clcio(CaCO3) forma os recifes de corais. So muito sensveis amudanas de temperatura e pH da gua. 26. Nos vermes no existem esqueletos, mas a partir dosnematelmintos a cavidade interna (pseudoceloma, cheia delquido) , forma o 1. Esqueleto hidrosttico. Isso s possvelgraas a uma cutcula inelstica (colgeno) muito resistente. 27. Nos moluscos encontramos um exoesqueleto incompleto ouconcha que cresce junto com o corpo do animal, formado porcarbonato de clcio e secretada pelo manto. (exceto em lulas,que tem concha interna e polvos, que no tem concha. 28. Os artrpodes possuem um exoesqueleto de quitina queimpermeabiliza o corpo, d sustentao, proteo e possibilitamovimentos. 29. O exoesqueleto Limita o crescimento forando o animal fazeras mudas ou ecdises, porm possibilitou seres estes os 1s a habitarem o ambiente terrestre. 30. Nos Equinodermos reveste o endoesqueleto forma osespinhos: 31. Nos Vertebrados a sustentao dos embries feita pelanotocorda, nos peixes cartilaginosos surge o primeiroesqueleto cartilaginoso 32. A partir dos peixes ossos surge o crnio e a coluna vertebral. 33. Ao ossos so formados por uma parte orgnica, o colgeno(cartilagens) e uma parte inorgnica, o fosfato de clcio. Sotecidos vivos, irrigados por vasos sanguneos e nervos, quepenetram pelo sistema de Havers. 34. Sistema de Havers: a) Canais de Havers: formado porlamelas concntricas com um canal central por onde passamvasos e nervos. So longitudinais. b) Canais de Volkmann: comunicao dos canais de Haverscom a medula. So Transversais. 35. Esqueleto axial (eixo central): 36. Esqueleto apendicular superior (cintura escapular): 37. Esqueleto apendicular inferior (cintura plvica): 38. Medula ssea vermelha: produo do tecidoSanguneo 39. Clulas que compe os ossos: a) Osteoblastos/Ostecitos: clulas jovens, com grandeatividade metablica. Produzem matriz ssea. b) Osteoclastos: promovem a reabsoro da matriz ssea(digerem a parte orgnica da matriz com enzima colagenasese H+ ). Faz a regenerao e modelao ssea. Esto ligadosao processo de osteoporose.