Valor ocial - instituto-omp.org.br .SAP, Colônia Solidária ... Férias Solidárias, que são oito

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Valor ocial - instituto-omp.org.br .SAP, Colônia Solidária ... Férias Solidárias, que são oito

  • Segundo Thiago Salvetti, integrante do Grupo de Jovens Araucria, da Colnia

    Solidria, nem mesmo a chuva atrapalhou a grande brincadeira. O dia foi excelente! Depois

    de uma roda com todas as crianas iniciamos as atividades como faz de conta de cozinheiros a

    bambol, pular corda e danar ciranda.

    Parque do Cordeiro palco de diversas brincadeiras

    O brincar, com suas variadas possibilidades, parte fundamental do desenvolvimento infantil, mas esse ato, to

    caracterstico da infncia, vem perdendo espao na nossa

    sociedade. Pensando nisso, em 24 de maio, o Instituto OMP

    reuniu cerca de 80 pessoas, entre crianas e voluntrios, no

    Parque do Cordeiro, na zona sul de So Paulo, para a

    promoo da ao denominada de Dia Mundial do Brincar.

    Mais de 40 crianas da Instituio Canto de Luz

    foram beneficiadas. A ao foi realizada em conjunto com as

    Organizaes Aliana pela Infncia, Prefeitura de So Paulo,

    SAP, Colnia Solidria, Marjan Farma e GranSapore.

    Uma publicao do Instituto Olinto Marques de

    Paulo Edio agosto/2014

    www.facebook.com/institutoomp

    1

    ValorSocial

    As crianas foram estimuladas a criar as suas prprias

    brincadeiras, utilizando os objetos disponveis no Parque.

    Contamos com a superviso de monitores experientes em

    lidar com os pequenos, a investir no ldico e que valorizam o

    dilogo livre e aberto, diz Corrado Bruno, pediatra e

    coordenador do Grupo de Jovens Araucria, da Colnia

    Solidria.

    Valor Social Publicao do Instituto Olinto Marques de Paulo

    Edio agosto/2014

    www.facebook.com/institutoomp

  • A importncia do Brincar

    J um consenso que ato de brincar

    essencial para as crianas. Essa atividade ajuda

    no fortalecimento da autonomia, pois

    desenvolve a criatividade, habilidades motoras

    e principalmente sociais, como resoluo de

    conflitos.

    Para o monitor Thiago, o brincar livre

    deixou de ser valorizado. Hoje, so poucas as

    crianas que tem oportunidades frequentes de

    simplesmente brincar. Esse simplesmente

    representa um brincar que no est associado a

    nenhuma recompensa, mas sim ao simples

    prazer de brincar, de estar completamente

    focado em uma atividade que se goste.

    O coordenador Corrado da mesma

    opinio. Se voc observar, muitos dos

    brinquedos que atualmente so vendidos

    praticamente brincam sozinhos, fazendo que a

    criana seja expectadora somente. Dando

    outro exemplo, j presenciei uma ao que

    envolvia uma aula de pintura, em que quem de

    fato pintava era o monitor e a criana apenas

    olhava e depois levava o desenho para casa.

    Corrado acredita que atravs da parceria com o Instituto

    OMP a iniciativa teve maior alcance. A participao do

    Instituto foi fundamental devido ao suporte financeiro,

    fornecendo transporte e alimentao para as crianas.

    Essa parceria vai muito alm dessa ao

    especifica. Por exemplo, uma vez por ano realizamos as

    Frias Solidrias, que so oito dias de atividades cheias

    de msica, histrias e contato direto com a natureza.

    Participam aproximadamente 80 crianas, de quatro

    diferentes instituies, entre elas a Horizonte Azul. O

    Instituto OMP auxilia no aluguel do nibus que leva as

    crianas da Horizonte Azul at o Espao Araucria, onde

    ocorre a recreao, completa Thiago.

    2

    Ou seja, faltam oportunidades para que se possa exercer com liberdade o seu brincar e foi isso

    que proporcionamos no Parque Cordeiro.

    Valor Social Edio Agosto/2014

  • A Aliana pela

    Infncia surgiu na Inglaterra

    em 1997. um movimento

    internacional que desenvolve

    aes estratgicas com o

    compromisso de preservar a

    infncia. Est presente no

    Brasil desde 2001, com sede em So Paulo e

    30 ncleos espalhados pelo pas. Promove

    campanhas importantes, como a Semana

    Mundial do Brincar e o Ms da Criana.

    Sempre buscamos refletir sobre

    questes que fazem parte da vida dos

    pequenos. Nosso trabalho voltado a

    adultos que atuam ou vivem com crianas e

    ao encaminhamento de projetos e aes que

    visem levar conhecimento sobre este

    perodo da vida to importante para todos

    ns, explica Giovana Barbosa de Souza,

    Gestora Institucional da Aliana pela

    Infncia no Brasil.

    Em maio de 2014, a Aliana pela

    Infncia realizou a quinta edio da

    campanha Semana Mundial do Brincar, do

    qual o Instituto OMP participa. A ao

    contou com

    o envolvimento de mais de 135 mil crianas

    em mais de 115 municpios. Outras

    atividades j esto agendadas para este

    ano.

    Teremos as Campanhas sobre

    Aleitamento Materno, Cultura de paz, Ms

    da Criana e o Natal sem Consumo. Estamos

    tambm trabalhando com a questo da moda

    e a infncia, de como os estilistas e a

    indstria da moda refletem o conceito de

    infncia de um pas. Outra questo presente

    em nosso caminho a ampliao do trabalho

    da Aliana pela Infncia em relao

    alimentao equilibrada, destaca Giovana.

    De acordo com a Gestora

    Institucional, a parceria do Instituto OMP

    tem colaborado muito para a concretizao

    das iniciativas.

    O Instituto tem uma atuao direta

    nas escolas pblicas e onde nosso

    contedo precisa estar. Somos parceiros

    muito alinhados nas aes, nos conceitos, e

    concepes de trabalho. Juntos, esperamos

    plantar sementes de conscincia e de

    transformao da sociedade.

    Uma aliana por uma infncia mais livre Parceiros por um mundo melhor

    3

    Valor Social Edio Agosto/2014

  • Em 13 de maio, as coordenadoras das escolas participantes do projeto Ilumina em

    Vargem Grande do Sul, interior de So Paulo, participaram de um workshop de capacitao

    para gestores, promovido pelo Instituto OMP. O encontro, aconteceu na cidade de Casa

    Branca, com a palestra e orientao de Odille Vianna, consultora organizacional da "LLeNe

    Consultoria".

    O objetivo do evento era trocar experincias sobre a rotina diria das unidades de

    educao infantil e alinhar posicionamentos diante das mais diversas situaes. Dessa forma,

    foi possvel estabelecer certas ferramentas de apoio ao trabalho das educadoras.

    A consultora organizacional conversou com as presentes e elencou os principais eixos

    que devem ser levados em considerao: os nveis de escuta e os processos de organizar,

    planejar, agir e avaliar. Como previsto, o grupo retornou trazendo observaes do exerccio

    da aplicao das ferramentas na prtica, gerando uma consolidao do processo de

    transformao.

    Precisamos escutar nossos pensamentos, sentimentos e as nossas intenes. dessa

    maneira que garantiremos a continuidade do nosso trabalho, destaca Lucia Antonialli,

    coordenadora do projeto Ilumina, polo Vargem Grande do Sul, citando as palavras da

    palestrante.

    Para Benedita Simoni Marques, assessora de educao infantil do Departamento da

    Secretaria de Educao de Vargem Grande do Sul, o workshop foi uma excelente

    oportunidade de capacitao continuada.

    Antes da realizao do curso, fizemos um estudo do que poderamos levar para as

    coordenadoras e acredito que o

    apresentado foi ao encontro das

    necessidades reais das creches.

    Valeu muito. Alm do lado

    profissional, nessa interao

    tambm houve um olhar muito

    pessoal para cada uma.

    Lucia Antonialli considera que

    o curso motivou as coordenadoras.

    Senti que, aps o workshop, elas

    ficaram mais comprometidas em

    envolver as educadoras nesse

    processo de aperfeioamento e

    transformao nas creches.

    3 Legado Permanente do Projeto Ilumina nas Creches: Workshop capacita gestores

    4

    Valor Social Edio Agosto/2014

  • Com a palavra, os atores do Projeto Ilumina

    Quando o Projeto Ilumina chegou foi tudo muito novo e surpreendente porque me foi apresentada uma viso muito diferente da que eu tinha do educar, da minha experincia

    prpria e da minha formao. E eu logo me apaixonei pelo Projeto e, colocando em prtica

    no dia a dia, vi que realmente funcional. A viso humanista da criana, como um ser

    independente do que ainda vai adquirir, do saber, faz com que ela aprenda de maneira

    prazerosa. O ser humano gosta muito de resultados, de ver as coisas no papel, ento antes

    a minha prtica com as crianas tinha a parte afetiva, mas eu era

    muito preocupada em mostrar que ela estava aprendendo. E o

    Instituto nos trouxe que as mudanas no precisam de papel, vemos

    os resultados na felicidade das crianas. Levei esse conhecimento

    para a minha vida pessoal, na educao da minha filha de seis anos,

    j que devido aos cuidados de me, por medo dela se machucar, eu

    no a deixava brincar livremente. Agora ela est mais livre, brinca

    mais. Seria de imenso valor que todos os profissionais de educao

    infantil pudessem ter contato com o Projeto Ilumina e at mesmo

    famlias.

    Andreia Ferreira de Albuquerque, professora do CEI Arco ris

    5

    Participo do Projeto Ilumina h mais de um ano e meio, acompanho as

    palestras e oficinas, e tudo tem sido de grande valia! O Instituto

    trouxe o conhecimento de forma clara, possibilitando o

    aperfeioamento da prtica pedaggica. Acredito que essa

    experincia j se reflete muito no meu trabalho de educadora e

    tento levar o mximo disso para a minha equipe.