Click here to load reader

Varginha Cultural - Dezembro de 2014

  • View
    216

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Informativo da Fundação Cultural de Varginha/MG, em sua 8ª edição.

Text of Varginha Cultural - Dezembro de 2014

  • CulturalV A R G I N H AJornal da Fundao Cultural de Varginha / MG Dezembro 2014 n 8 VarginhaCultural.com.br

    Varginha o primeiro muncipiobrasileiro a implementar sistema de economia criativa

    A poltica pblica municipal de cultura tem como prioridade a transformao social e a constru-o da sociedade do conhecimento. O conhecimento liberta, fornece ao cidado os princpios que lhe per-mita exercer a cidadania com tica e dignidade e o habilita para ser um empreendedor proativo e prota-gonista do seu prprio desenvolvi-mento e do desenvolvimento da co-munidade a que pertence. A cultura o protoplasma do conhecimento, essncia do processo civilizatrio.

    Neste ms de novembro de 2014 dois acontecimentos emble-mticos contriburam para robus-tecer e consolidar o trabalho da Fundao Cultural de Varginha, gestora da poltica pblica munici-pal de cultura: 1) A Casa da Cultura de Varginha completou 1 ano de existncia, em cujo perodo prestou inestimveis e relevantes servios ao desenvolvimento cultural do municpio; 2) A parceria construda e formalizada da Fundao Cultu-ral de Varginha com o Sebrae-MG transforma em realidade a implan-tao do Sistema Municipal de Eco-nomia Criativa, viabilizando a im-plantao das Casas de Economia Criativa, inserindo 1000 varginhen-ses ( jovens e adultos) na economia da cultura.

    com empreendimentos des-ta qualidade que eliminaremos as matrizes e razes da violncia, da criminalidade e das desigualdades.

    Prof. Francisco Graa de MouraDiretor-superintendente

    EDITORIAL

    Fundao Cultural apresenta os eventos para o Natal 2014

    Zanya Gazola exps na Casa da Cultura de Varginha

    Depois de Expor na Casa da Cultura de Varginha, Artista

    Plstica e Fotgrafa Varginhense Expe em Paris

    EPTV Sul de Minas e Fundao Cultural de Varginha Firmam

    Parceria

    Casa da Cultura completa 1 ano de implantao e de trabalho

    fecundo pelo desenvolvimento cultural de Varginha

    E mais:

  • 2 CulturalV A R G I N H A

    EPTV Sul de Minas e Fundao Cultural de Varginha firmam parceria

    CulturalV A R G I N H AAntnio Silva - Prefeito de Varginha

    Vrdi Lcio Melo - Vice-prefeito

    Francisco Graa de Moura - diretor-superin-tendente da Fundao Cultural de Varginha

    Conselho de ProgramaoFrancisco Graa de Moura, Rosana Aparecida Carvalho, Vnia de Ftima Flores Paiva, Rog-rio Moreno e Aparecida Luciene Resende Rosa

    Conselho DeliberativoDin de Souza Melo, Jos Roberto Sales, Rosa-na Aparecida Carvalho, Vnia Vinhas Cardoso e Aparecida Luciene Resende Rosa

    Conselho EditorialAna Luiza Romanielo, Marco Antnio Pinto, Rafael Barros Filho, Anny Meiry Albinati Ramos e Rosildo Beltro

    Jornalista responsvelKeila Costa MG 10.019 JP

    Tiragem: 2.000 exemplaresImpresso: Grfica Iguau

    www.varginhacultural.com.br

    Biblioteca Pblica, Museu e PinacotecaTel.: (35) 3690-2720

    Pa Governador Valadares, 141

    CODEPACTel.: (35) 3690-2718

    Praa Matheus Tavares, 121

    COMICTel.: (35) 3690-2718

    Praa Matheus Tavares, 121

    Rdio Melodia FMTel.: (35) 3690-2720

    Rua Radialista Gilberto Lima, 50

    Theatro CapitlioTel.: (35) 3690-2721

    Rua Presidente Antnio Carlos , 522

    TV Princesa - Canal 7Tel.: (35) 3690-2710

    Praa Champagnat, 29 4 andar

    O Fato marcante no ms de outu-bro foi a reunio entre o Diretor Supe-rintendente da Fundao Cultural do Municpio de Varginha Prof. Francisco Graa de Moura e o Diretor Regional da EPTV Paulo Brasileiro, para discutir, analisar e firmar parceria ampla e total para os eventos natalinos oficiais que sero realizados este ano. Como re-sultado prtico e objetivo a EPTV ser parceira privilegiada para a vinda da Orquestra Sinfnica de Ribeiro Preto e seu coral lrico, que se apresentaro no Theatro Municipal Capitlio no dia 13 de dezembro, abrindo oficialmente as comemoraes do Natal de 2014. Na mesma data ser aberta no Foyer Au-rlia Rubio a mostra do concurso de prespios e oratrios. A parceria abran-ger tambm, a cobertura e divulgao

    da Feira Natalina de Economia Criativa. Com esta deciso a EPTV ratificou o seu compromisso com o desenvolvimento social e cultural de Varginha.

    Jornalista Paulo Brasileiro, Diretor Re-gional da EPTV Sul de Minas (esquerda) e Prof. Francisco Graa de Moura, Dire-tor Superintendente da Fundao Cul-

    tural de Varginha (direita)

    Parceria com a Cemig assegura novos espetculos para os Eventos Natalinos de 2014

    Em reunio realizada no Gabinete do Diretor Superintendente da Fun-dao Cultural de Varginha Prof. Fran-cisco Graa de moura, a Gerente de Planejamento e Acompanhamento do Relacionamento Comercial com Clien-tes da CEMIG Senhora Maria de Ftima Fernandes Valias, concluiu os contatos e formalizou a parceria CEMIG/ FUNDA-O CULTURAL, integrando o Projeto Teatro de Luz CEMIG aos eventos nata-linos programados pela Fundao Cul-tural de Varginha para o NATAL 2014.

    A parceria possibilitar a apresen-tao dos seguintes espetculos, do mais alto nvel:

    - CONCERTO ESPECIAL DE NATAL pelo renomado CORAL CANTUS CNI-CO, dia 16/12 s 20h, na Concha Acs-tica Maringela Calil e no dia 19/12, s 20h, no Theatro Municipal Capitlio, com entrada franca.

    - Apresentao no dia 21/12, com duas encenaes, do espetculo O NATAL DA DONA BARATINHA, atrao especialmente destinada ao pblico infantil e seus familiares.

    Todos os eventos, espetculos e encenaes do Natal de 2014 sero embasados em uma cultura de paz e fraternidade e protagonizados por ar-tistas e talentos de Varginha; destacou o Diretor Superintendente Prof. Fran-cisco Graa de Moura.

    | Dezembro de 2014 n 8

  • Inovando na construo da sociedade do conhecimento 3

    Casa da Cultura recebeu exposio de arte sacra da artes Zanya Gazola

    Entre os dias 15 de outubro e 07 de novembro, a Casa da Cultura de Varginha abrigou a exposio de Zanya Gazola. A artes utiliza gesso, madeira, tintas e tecidos para compor seus trabalhos por meio de diferentes tcnicas. So cerca de 200 peas que compuseram a exposio, com pre-dominncia da arte sacra e religiosa, segmento no qual a expositora goza de conceito nacional e internacional.

    Deve-se distinguir entre arte re-ligiosa e arte sacra. A diferena est fundada no tanto nos caracteres in-trnsecos de ambos e na inspirao de cada uma, mas no destino da obra ar-tstica. Existem obras de profunda ins-pirao religiosa e que, no obstante isto, no so destinadas ao culto e, portanto, no devem ser considera-das propriamente como sendo arte sacra.

    A arte sacra aquela arte reli-giosa que tem um destino de liturgia,

    Depois de expor na Casa da Cultura de Varginha, artista plstica varginhense expe em Paris

    Entre os dias 24 e 26 de outubro, aconte-ceu em Paris, Frana, o Salon dArt Contempo-rain, evento que rene artistas do mundo in-teiro no famoso salo Carrousel Du Louvre. A fotgrafa e artista visu-al Varginhense Vanessa Caldeira Teixeira Reis foi selecionada no incio do ano para participar deste evento. Ela viajou a Paris com duas de suas obras para exposio.

    A vernissage aconteceu no dia 24 de outubro tendo como evento conse-cutivo o lanamento do Guide Bien-nal DArt Contemporain 2014/2015. A artista participou da mostra com duas obras da srie Fragmentos, que tambm esto reproduzidas no Gui-

    isto , aquela que se ordena a fomen-tar a vida litrgica nos fiis e que por isso no s deve conduzir a uma ati-tude religiosa genrica, mas h de ser apta a desencadear a atitude religiosa exigida pela Liturgia, ou seja, para o culto divino. A arte sacra necessria que seja compreensvel, ou seja, que sirva de ensinamento, porque uma teologia em imagens. Deve repre-sentar as verdades da f, no de um modo arbitrrio, mas de exposio do dogma cristo com a maior fidelidade possvel e com sentimentos autentica-mente piedosos.

    Os artesos da arte santeira, como Zanya Gazola, apresentam a habilidade em talhar imagens em ma-deira e a delicadeza em manter a sim-plicidade nas peas que expressam uma viso de mundo. Como tradio cultural, a arte santeira um dos mais significativos braos da cultura popu-lar. Ela consiste em esculpir as peque-

    nas imagens de santos ou os ex-votos, que so peas que simbolizam dife-rentes partes do corpo, geralmente para marcar o pagamento de alguma promessa ou a concesso de alguma graa por parte do santo protetor.

    A abertura da exposio acon-teceu no dia 14 de outubro, s 19h30 na Casa da Cultura, com a presena de convidados especiais e de repre-sentantes das entidades e instituies culturais da cidade e da mdia.

    de Biennal dArt Con-temporain, catlogo direcionado para cole-cionadores, leiloeiros e galeristas na Europa.

    No processo cria-tivo de suas obras a artista varginhense se aventura em novos ca-minhos. Em seu est-

    dio de fotografia e arte ela desenvol-ve trabalhos em que se observa uma potica visual contempornea, suas criaes artsticas privilegiam os senti-dos, a reflexo e possuem um enorme potencial crtico. Seus trabalhos so experimentaes hbridas que mes-clam tcnicas de fotografia, desenho, pintura e tecnologia digital.

    Alm desta exposio Vanessa Reis j participou, em anos anteriores, de ex-

    posies na Itlia, ustria, Portugal, Ale-manha, entre outros pases europeus.

    Vanessa Reis ocupa a cadeira 5 da AVLAC - Academia Varginhense de Letras, Artes e Cincias; ps-gradu-ada e especialista em Artes Visuais, possuindo em seu currculo diversas exposies individuais e coletivas.

    A curadoria da exposio foi de Heloza de Aquino Azevedo, brasileira, escritora, produtora cultural, Comis-sria de Exposies e Sales de Arte na Europa, h seis anos radicada na Frana.

    As fotos apresentadas em Paris fazem parte da exposio realizada na Casa da Cultura de Varginha, o que de-monstra o alto nvel dos nossos artis-tas e talentos, que, agora, contam com o apoio efetivo da Fundao Cultural de Varginha.

  • 4 CulturalV A R G I N H A

    Quinta da Boa Msica foi transferida para a Concha Acstica / Praa do ET

    A Diretoria Superintendente da Fundao Cultural do Municpio de Varginha, depois de avaliar as condi-es de insegurana e vulnerabilidade da plataforma da estao ferroviria, espao no qual as pessoas que bus-cavam realmente a boa msica eram importunadas por vndalos e indiv-duos de conduta pessoal e social ina-dequada e at perigosa. Analisando, tambm, a insegurana do entorno do referido equipamento cultural onde no h instalada qualquer cmera de segurana, e nenhuma guarita e ou dispositivo de segurana pblica preventiva no local. Finalmente, ten-do em vista proporcionar conforto, segurana, comodidade e ambiente sadio para que a populao desfrute realmente de uma boa msica, DELI-BEROU de forma sensata, equilibrada e prudente TRANSFERIR A APRESEN-TAO DO QUINTA DA BOA MSICA PARA A CONCHA ACSTICA MARIN-GELA CALIL.

    A experincia realizada no dia 16 de outubro do corrente ano fortaleceu todas essas preliminares e reflexes, pois o evento transcorreu na maior tranquilidade sem nenhum incidente e com a gratificante presena das fa-mlias, com destaque para os jovens.

    Realizada no dia 16/10, na Con-cha Acstica Maringela Calil, a edi-

    o especial do Projeto Quinta da Boa Msica, em apoio ao Movimento Outubro Rosa e a Motosseata rumo ao Varginha Motor Fest, apresentando as bandas Visconde e os Sabugosas e a Banda Plgio de Varginha.

    A Banda Visconde e os Sabugosas que abriu o show da noite tem como vocalista o super conhecido Luciano Big Dog, que estreia a nova formao prometendo o melhor do velho e bom Rock `n Roll. J a Banda Plgio que a cada apresentao vem conquistando maior nmero de fs, j tem seu espa-o garantido na regio com centenas

    de apresentaes nos mais variados eventos como festivais, encontro de motociclistas e sempre com sucesso de pblico e critica. Super conhecidos na regio, a banda preparou novo re-pertrio prometendo balanar o fiel pblico da QBM que j estava com saudade das Quintas Musicais.

    Segundo a produo do Projeto QBM, esta edio especial na Con-cha acontecer devido aos inmeros pedidos do pblico e tambm para prestigiar o Varginha Motor Fest, que tradicionalmente vem realizando uma Motosseata na semana que antecede o Varginha Motor Fest, que neste ano realiza a 7 edio entre 24 e 26 de ou-tubro, no Estdio Municipal Melo.

    Outro importante fator o apoio ao Movimento Outubro Rosa, que vem desenvolvendo amplo trabalho divulgando a Preveno ao Cncer de Mama na cidade, e que far uma pan-fletagem durante as apresentaes musicais.

    A nova temporada do Quinta da Boa Msica comeou dia 30 de outu-bro do corrente ano.

    A plataforma da estao ferrovi-ria e o seu entorno passaro por um processo de revitalizao e ser trans-formado em corredor cultural.

    | Dezembro de 2014 n 8

  • Inovando na construo da sociedade do conhecimento 5

    Varginha o primeiro municpio brasileiro a im-plantar um Sistema de Economia Criativa

    No dia 13 de outubro de 2014, o diretor-superintendente da Fundao Cultural do Munic-pio de Varginha esteve em Belo Horizonte para realizar uma reu-nio tcnica com a senhora Regi-na Faria, diretora da CASA DA ECO-NOMIA CRIATIVA, do Sebrae-MG. O empreendimento tem o objetivo de fomentar a economia criati-va por meio de cursos, oficinas e insero mercadolgica, prin-cipalmente nas reas do design, fotografia, msica, artes plsticas, gastronomia, tecnologia da infor-mao e design de embalagens e design de publicidade.

    A reunio formalizou uma parceria com a Casa da Econo-mia Criativa, atravs do Sebra-e-MG / Gerncia Regional Sul do referido rgo, para trazer para Varginha, sem nenhum custo, to-dos os 30 cursos que visam dar orientao para elaborao de plano de negcio, viabilizao da produo cultural no mercado mineiro e nacional e melhoria no marketing dos produtos prove-nientes da criatividade e do ta-lento de todos os que atuam na diversidade cultural.

    Como resultado prtico foi agendado para o dia 4 de novem-bro em Varginha, uma reunio entre as equipes tcnica e ope-racional da Fundao Cultural de Varginha, da Casa da Economia Criativa Sebrae-MG, Gerncia Regional Sul do Sebrae, Secre-taria Municipal de Educao e CDCA, para fixar as diretrizes e as estratgias para a parceria indi-ta e pioneira que incluir na eco-nomia da cultura 1.000 artesos, artistas

    Parceria Fundao Cultural de Varginha / Sebrae-MG consolida e viabiliza o empre-endimento. Casas de Economia Criativa sero uma realidade

    Sra. Regina Vieira de Faria Ferreira, Professor Francisco Graa de Moura e a Tcnica Adrie-ne Maria Zenbio Franco no Gabinete e na entrada da sede da CASA DA ECONOMIA CRIA-TIVA Belo Horizonte/MG

  • 6 CulturalV A R G I N H A

    Com 60 exposies realizadas no Foyer Aurlia Rubio (anexo ao Thea-tro Municipal Capitlio) no perodo de 01 de maio de 2013 a 31 de outubro de 2014, com a participao de 180 arte-sos e 20 pintores e escultores; com 20 Feiras Artesanais realizadas na Praa do ET / Concha Acstica Maringela Calil pela Assoart e pela Minart, asso-ciaes compostas por artesos da cidade, no perodo acima menciona-do, com a participao efetiva e per-manente de 60 filiados de ambas as entidades. E, posteriormente, com a realizao, em maio de 2014, da I FEI-RA DE ECONOMIA CRIATIVA (a primeira efetivada em Minas Gerais e no Brasil),

    com a participao de 120 artesos e de 20 representantes da gastronomia local e regional, pela qual transitaram 18 mil pessoas, gerando uma receita de R$300.000,00 (trezentos mil reais), ficou evidente incontestvel que o Mu-nicpio de Varginha, por meio da Fun-dao Cultural de Varginha, conseguiu consolidar o PROJETO ESTRUTURAN-TE DE ECONOMIA CRIATIVA, um dos pilares da poltica pblica de cultura da atual administrao pblica muni-cipal de Varginha, liderada pelo Prefei-to Antnio Silva.

    Por outro lado, o SEBRAE-MG promoveu, viabilizou e instalou em Belo Horizonte a CASA DA ECONOMIA

    Pela Fundao Cultural de Varginha- Prof. Francisco Graa de Moura, Diretor Superintendente (Coordenador do evento).- Anny Meiry Albinati Ramos, Diretora do Museu Municipal / Casa da Cultura.- Marco Antnio Pinto, Administrador do Theatro Municipal Capitlio / Concha Acs-tica Maringela Calil.- Carlos Eduardo Ribeiro, Dudu da Bateria Nota 10.Pela Secretaria Municipal de Educao- Prof. Rosana Aparecida Carvalho, Secretria Municipal de Educao.- Vnia de Ftima Flores Paiva, Secretria Adjunta da Educao.Pelo CDCA Centro de Desenvolvimento da Criana e do Adolescente- Maria Alice Bemfica, Coordenadora.- Ana Lcia Prado, Tcnica.Pelo SEBRAE MG- Regina Vieira de Faria Ferreira, Diretora da Casa da Economia Criativa BH.- Juliano Cornlio, Gerente Regional Sul.- Nereida Avelar, Analista.- Luis Caldeira, Analista.

    CRIATIVA, com o objetivo de contri-buir para o aperfeioamento da atu-ao no mercado de profissionais e jovens empreendedores, nas reas da msica, artesanato, fotografia, gastro-nomia, design da moda, design de pu-blicidade, tecnologia de informaes, dentre outros.

    No dia 04 de novembro de 2014, em reunio histrica, que foi realiza-da na Casa da Cultura de Varginha, de 14 s 17 horas, com a participao de gestores e tcnicos da Fundao Cul-tural de Varginha e do SEBRAE-MG / Gerncia Regional Sul, tendo por ob-jetivo bsico discutir, analisar e for-mular as estratgias, fixar a metas e definir os papis dos parceiros na im-plantao das CASAS DA ECONOMIA CRIATIVA na cidade de Varginha, as primeiras no interior de Minas Gerais. A Secretaria Municipal de Educao e o CDCA Centro de Desenvolvimento da Criana e do Adolescente, parcei-ros privilegiados e solidrios, parti-ciparam do evento, consagrando a integrao das polticas pblicas mu-nicipais de cultura, educao e juven-tude, experincia pioneira em munic-pios Brasileiros.

    O empreendimento possibilita-r a execuo nos anos 2015/2016 em Varginha, de 30 cursos nas reas j mencionadas, sem nus, com a previso inicial de atender 1.000 be-neficirios, dentre os quais 200 sero os participantes do Projeto Jovem Empreendedor do Futuro (16 aos 21 anos), que visa fomentar o protagonis-mo juvenil e transformar o jovem em cidado e empreendedor.

    At o dia 31 de dezembro de 2014 a Fundao Cultural de Vargi-nha apresentar ao SEBRAE-MG o seu PLANO ESTRATGICO DE AO PARA 2015/2016, dimensionando no referido documento as aes que sero desenvolvidas no mbito do SISTEMA MUNICIPAL DE CULTU-RA e de suas CASAS DE ECONOMIA CRIATIVA.

    Reunio histrica formalizou e oficializouparceria Fundao Cultural/Sebrae-MG em 04/11

    | Dezembro de 2014 n 8

  • Inovando na construo da sociedade do conhecimento 7

  • 8 CulturalV A R G I N H A

    Fundao Cultural de Varginha apresenta os eventos para o Natal 2014!

    A Fundao Cultural formou parcerias e alianas estrat-gicas, planejou a disponibilidade de recursos, mobilizou todos os segmentos culturais e definiu os aspectos logsticos e infra-estruturais, para realizar, no perodo de 16 a 24 de dezembro de 2014, a Feira natalina de Economia Criativa FENEC que, pela sua extraordinria dimenso, ocupar todo o espao do Complexo Cultural Concha Acstica / Praa do ET e a Praa da Fonte onde sero instaladas 40 tendas para abrigar os exposi-tores, enquanto na Concha Acstica acontecero, diariamente, das 18h s 22 horas, concertos de corais; orquestras sinfnicas e cameratas; shows e apresentaes artsticas diversificadas.

    Feira de Economia Criativa

    Participaes

    ASSOART - Associao dos Artesos e Artistas Populares de Varginha ASSOCIAO JANETE FINATI AMINART - Associao Mineira de Artes e Artesanatos ASSOCIAO VARGINHENSE DE ARTESOS - AVA ASSOCIAO DOS APOSENTADOS E PENSIONISTAS ASSOCIAO DOS VENDEDORES AMBULANTES DIVERSAS ASSOCIAES E ENTIDADES FILANTRPICAS CON-VIDADAS DIVERSOS ARTESOS AUTONOMOS INTEGRANTES DO GRU-PART Grupo Solidrio de Produo Artesanal. ATRAES MUSICAIS NA CONCHA

    | Dezembro de 2014 n 8

    ~

  • Inovando na construo da sociedade do conhecimento 9

    Concha Acstica Maringela Calil

    Abertura solene oficial: dia 16/12 tera 10h Cerimonial conduzido pelo Diretor Superintendente com a presena das principais Autoridades Municipais Quarta 17/12 quarta 20h Grupos instrumentais de flautas e violinos Quinta - 18/12 - 20h Quinta da Boa Msica vai para Concha com duas bandas convidadas apresentando o melhor da MPB de todos os tempos. Sexta - 19/12 - 20h Coral Cantus Cnico apresentando o Concerto Especial de Natal sob a regncia do Maestro Alessandro Dias Sbado 20/12 de 10h s 12h - Principais aes culturais e artsticas do Projeto DOM Sbado 20/12 - 19h - Ezo coordena o Encontro de Rap de Varginha e periferia com diversos convidados da regio Domingo - 21/12 de manh - 10h s 12h Coral dos Aposentados de Varginha e Projetos Musicais aprovados pelo COMIC. Domingo noite 20h Seresta na Praa com grupo Primo Trombini Segunda 22/12 20h Msica Instrumental apresentando rias Opersticas Clssicas e seleo de Canes Natalinas Tera 23/12 20h Auto de Natal com diversos grupos teatrais convidados

    Programao Artstica e Musical

    Concurso de Prespios e Oratrios

    Evento que resgata as tradi-es do Natal cristo.

    De 13/12 a 06/01/2015 no Foyer Aurlia Rubio, do

    Theatro Municipal Capitlio.

    H 75 anos a Associao Musi-cal de Ribeiro Preto mantenedora da Orquestra Sinfnica de Ribeiro Preto (OSRP). Esta Orquestra conta uma histria de devoo e amor arte. Desde que foi fundada em 1921 pelo alemo Marx Bartsch, a OSRP desenvolveu e participou de im-portantes projetos que difundiram a msica erudita, reafirmando seu papel de destaque no setor artstico e nos cenrios municipal e nacional. A credibilidade conquistada atra-vs dos anos justifica o fato de ser a segunda orquestra mais antiga do Brasil em atividade constante, ape-sar de ser administrada por uma en-tidade totalmente privada, sem fins lucrativos, responsvel pela gesto e manuteno da OSRP a Associa-o Musical de Ribeiro Preto, que conta com parcerias desenvolvidas junto s iniciativas pblicas e priva-das atravs de projetos da Lei Roua-net e contribuio de patronos e as-sociados. Essa mesma caracterstica atraiu para a Orquestra Sinfnica de Ribeiro Preto, regentes consagra-dos como Eleazar de Carvalho, Isaac Karabtchevsky, Filipe Lee, Spartaco Rossi, Roberto Minczuk , Norton Mo-rorozowicz, Ricardo Kanji, Joo Car-

    los Martins e Gunter Neuhold, Clu-dio Cruz entre outros.

    Atualmente seu regente titular o maestro Alex Klein, ganhador do

    Grammy 2002 de Melhor Solista Ins-trumental com Orquestra. A OSRP con-ta com corpo Coral prprio e com mais de mil concertos oficiais realizados.

    Concerto de Natal da Orquestra Sinfnica de Ribeiro Preto

    ~

  • 10 CulturalV A R G I N H A

    Concurso de Prespios e OratriosO prespio e o oratrio so uma

    incontestvel expresso da cultura popular e ocupam lugar de desta-que nas festividades natalinas. So manifestaes culturais que importa valorizar, reforando, por um lado, a identidade e a tradio religiosa e, por outro, fornecendo instrumentos de potencializao da criatividade artstica. Nesse mbito, a Fundao Cultural de Varginha, atravs da Casa da Cultura, promove a primeira edio do Concurso de Prespios e Oratrios, visando incentivar a participao de todos na cultura e, assim, divulgar e distinguir, simultaneamente, a produ-o artesanal do municpio.

    A seguir expressam-se os termos e condies do I Concurso de Pres-pios e Oratrios.

    Regulamento / Inscries

    1. O concurso est aberto a toda a populao de Varginha e cidades sul mineiras, e rege-se pelas normas constantes do presente Regulamento.

    2. Sero aceitas as inscries de todos os concorrentes em nome indi-vidual ou de associaes.

    3. As inscries devero ser efe-tuadas at o dia 14 de novembro de 2014, atravs do preenchimento de formulrio prprio de inscrio, con-forme o modelo do Anexo II deste Re-gulamento.

    4. As inscries podero ser feitas:a) pessoalmente, no Museu Mu-

    nicipal, localizado Casa da Cultura (Praa Governador Benedito Valada-res, n 141 Centro);

    b) Virtualmente, enviando o for-mulrio com todos os dados preen-chidos para o seguinte endereo de e-mail: [email protected];

    Obs.: Os formulrios estaro dis-ponveis no site da Fundao Cultural de Varginha:

    www.varginhacultural.com.br.c) por telefone, atravs dos nme-

    ros (35) 3690-2706 ou (35) 3690-2716.

    5. Cada participante poder ins-crever SOMENTE 01 (um) Prespio e 01 (um) Oratrio.

    6. As inscries esto sujeitas a apreciao prvia dos organizadores e sero excludas aquelas que no atenderem a todos os requisitos apre-sentados neste Regulamento.

    Exposio

    1. Cada participante fica respon-svel pela montagem e decorao de seu prprio espao de exposio no Foyer Aurlia Rubio, entre os dias 08 e 16 de dezembro, de forma a viabili-zar sua apresentao pblica em tem-po hbil.

    2. O espao para a exposio ser designado ao candidato pela Funda-o Cultural de acordo com a ordem das inscries.

    3. Os trabalhos ficaro expostos no Foyer Aurlia Rubio entre 13 de dezembro de 2014 e 06 de janeiro de 2015.

    4. O Foyer ficar aberto para visi-tao e circulao pblica de segunda a sexta-feira, das 10h s 20h.

    Votao

    1. Os prespios e oratrios ad-mitidos a concurso estaro expostos para apreciao pblica e sero sub-metidos a escrutnio popular.

    2. Cada visitante receber um cupom numerado, que ser distri-budo pelos servidores do Theatro Capitlio entrada, no qual dever assinalar qual prespio ou oratrio considerou o melhor. Aps o que, o cupom ser depositado em urna pr-pria.

    3. A votao estar aberta entre 17 e 31 de dezembro de 2014.

    Resultado e premiao 1. Sero classificados os 03 (trs) prespios e/ou oratrios que receberem maioria absoluta de votos.

    Obs.: Em caso de empate, o crit-rio para classificao ser o da maior idade.

    2. Sero concedidos prmios aos 03 (trs) prespios e/ou oratrios clas-sificados e um

    certificado de participao a to-dos os concorrentes.

    3. A classificao final e a atribui-o dos prmios sero anunciadas na mdia local.

    4. A divulgao do resultado final e a entrega dos prmios e certificados sero realizadas em 06 de janeiro de 2015, nos jardins da Casa da Cultura de Varginha, localizada Praa Go-vernador Benedito Valadares, n 141 Centro, em horrio a ser definido.

    Varginha, 09 de setembro de 2014.Professor Marcos Valrio Albinati

    ANEXO I

    Os prmios abaixo indicados se-ro atribudos pela Fundao Cultural de Varginha aos

    participantes classificados, de acordo com o definido no Regula-mento.

    PREMIAO

    1 LUGAR R$1.500,00 e Trofu Aurlia Rubio2 LUGAR R$1.000,00 e Trofu Oneyda Alvarenga3 LUGAR R$500,00 e Trofu Marina Prado

    | Dezembro de 2014 n 8

  • Inovando na construo da sociedade do conhecimento 11

    Ao longo de um ano abrigamos 09 exposies histricas e artsti-cas, recepcionamos o lanamento de 03 livros e aplicamos 17 oficinas pedaggicas e projetos sociais. Grande parte destes eventos s se realizou graas a parcerias fir-madas com a Associao Artstica Janet Finatti (AFinatti), a Funda-o de Apoio ao Desenvolvimento Social e Comunitrio (FADESC), a

    A Casa da Cultura, mais signi-ficativa conquista na trajetria cul-tural de Varginha, est comemo-rando seu primeiro aniversrio! Desde sua inaugurao, em 05 de novembro de 2013, o Museu Municipal contou com a pre-sena de cerca de 2251 estu-dantes de escolas pblicas e privadas do municpio, alm de 2360 visitantes, oriundos das mais diversas partes do Brasil e do mundo, perfazendo um total de 4611 visitas a exposies e eventos (de acordo com os dados da direo do Museu). Na Bibliote-ca Pblica, constam 860 pessoas no sistema cadastral, 1022 registros de pesquisa, 4897 livros emprestados, 798 vistas a exposies e 2699 regis-tros de frequncia em geral (segun-do os dados fornecidos pela direo da Biblioteca).

    Escola de Samba da Vila Mendes, a Escola de Samba Hora H, o Clube de Varginha, o Orquidrio LUMANI, a Rdio Vanguarda FM, o estdio de fotografias Vanessa CTReis, o Instituto Artetude, a Universida-

    de Federal de Alfenas (UNI-FAL/Varginha), a Academia Varginhense de Letras, Artes

    e Cincias (AVLAC) e as Secre-tarias Municipais de Educao (SEDUC), Turismo (SETEC),

    Obras e Servios Urbanos (SO-SUB) e Desenvolvimento Social (SEHAD) de Varginha.Agradecemos a todos os expositores e artistas pelo inexprimvel privilgio de nos escolherem para apresentar seus trabalhos e colees particulares ao pblico varginhense e regio!

    A seguir, uma retrospectiva de todos os trabalhos desenvolvidos nos ltimos doze meses:

    Inaugurao da Casa da Cultura: novembro de 2013

    Exposio Redescobrindo Minas, do fotgrafo Mrcio Carvalho: novembro de 2013

    Exposio do projeto EDUCAR: Memrias das Catanduvas: novembro de 2013

    Exposio Prespios: In Nativitate Domini, dezembro 2013 e janeiro 2014

    Confraternizao dos Funcionrios da Fundao Cultural: dezembro de 2013

    Apresentao do Grupo Rei dos Reis e entrega certificados do Comic: 06 de janeiro de 2014

    Exposio O Samba Bate Outra Vez: fevereiro e maro de 2014.

    Oficinas carnavalescas, com Mestre Cludio e Waguinho: fevereiro de 2014

    Lanamento do livro guas da Esperana, do fotgrafo Cyro Jos e do escritor Joo Novais: maro de 2014

  • Cultural12 CulturalV A R G I N H A | Dezembro de 2014 n 8

    Exposio Gemas e Cristais, da colecionadora argentina Graciela Mara E. Difilipo: maro e abril de 2014.

    Exposio xodos, do renomado fotgrafo Sebastio Salgado: maio de 2014

    06 oficinas da Mostra Interplanetria de Cultura, promovidas pela Associao Janet Finatti: maio e junho de 2014

    Lanamento do livro Batalhas do Futebol, de Lcio Caldeira: 03 de junho de 2014

    Frum Microrregional Permanente de Cultura: 01 de julho de 2014

    Mostra de Orqudeas, com 02 palestras de Luis Carlos Flix, do Orquidrio LUMANI: julho de 2014

    Exposio e homenagem ao Dia do Escritor, com membros da AVLAC: 25 de julho de 2014

    Exposio A Era do Rdio, do radialista Jos Galvo Conde: julho e agosto de 2014

    Lanamento do livro Revirando a lata do lixo (me encontrei), de Gustavo Tavares: 02 de setembro de 2014

    Exposio Vagando em Versus, da artista plstica Vanessa C. T. Reis: setembro de 2014

    4 oficinas do projeto Arte no Museu, em parceria com a FADESC e a E.E. Prof. Gabriel P. de Paiva: setembro de 2014

    Exposio Arte Sacra, da artes Zanya Gazola: outubro e novembro de 2014

    Oficina de sabonetes artesanais Criativa Idade: outubro de 2014

    02 oficinas promovidas pela Associao Janet Finatti: outubro de 2014

    Palestras sobre patrimnio cultural do projeto EDUCAR 2014: outubro de 2014