Click here to load reader

VASCO ARAÚJO | BIOGRAFIA

  • View
    0

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of VASCO ARAÚJO | BIOGRAFIA

Microsoft Word - Vasco Araujo_CVPT.docxVASCO ARAÚJO | BIOGRAFIA
Vasco Araújo, nasceu em Lisboa, em 1975, cidade onde vive e trabalha. Em 1999
concluiu a licenciatura em Escultura pela FBAUL., entre 1999 e 2000 frequentou o Curso
Avançado de Artes Plásticas da Maumaus em Lisboa. Desde então tem participado em
diversas exposições individuais e colectivas tanto nacional como internacionalmente,
integrando ainda programas de residências, como Récollets (2005), Paris; Core Program
(2003/04), Houston. Em 2003 recebeu o Prémio EDP Novos Artistas.
Das exposições individuais destacam-se : Momento à Parte, MAAT, Lisboa (2019);
Decolonial desires, Autograph ABP, Londres, U.K. (2016); Potestad, MALBA – Museu de
Arte Latino-Americana de Buenos Aires, Buenos Aires, Argentina (2015); Under the
Influence of Psyche, The Power Plant, Toronto (2014); Debret, Pinacoteca do Estado de
S. Paulo, S. Paulo (2013); Avec les voix de l’autre, Musée d’art de Joliette, Joliette
(2011); Mais que a vida, Fundação C. Gulbenkian/ CAM, Lisboa e MARCO, Vigo (2010) ;
Eco Jeu de Paume, Paris (2008); Vasco Araújo: Per-Versions, the Boston Center for the
Arts, Boston (2008); About being Different, BALTIC Centre for Contemporary Art, U.K
(2007); Pathos, Domus Artium 2002, Salamanca (2006); Dilemma, S.M.A.K., Gent
(2005); L’inceste Museu do Azulejo Lisboa (2005); The Girl of the Golden West, The
Suburban, Chicago (2005); Dilema, Museu de Serralves, Porto (2004); Sabine/Brunilde,
SNBA, Lisboa (2003).
Nas exposições colectivas destaque para a participação na All that Falls, Palais de
Tokyo, Paris (2014); Investigations of a Dog, Fondazione Sandretto Re Rebaudengo,
Turim (2009); Everything has a name, or the potential to be named, Gasworks, Londres
(2009); Em Vivo Contacto, 28º Bienal de S. Paulo, São Paulo (2008); Artes Mundi, Wales
Internacional Visual Art Exhibition and Prize, National Museum Cardiff, Cardiff (2008);
Kara Walker and Vasco Araújo: Reconstruction, Museum of Fine Arts, Houston, (2007);
Drei Farben – Blau, XIII Rohkunstbau, Grobleuthen (2006); Experience of Art; La Biennale
di Venezia. 51th International Exhibition of Art, Veneza; Dialectics of Hope, 1st Moscow
Biennale of Contemporary Art, Moscovo, (ambas em 2005); Solo (For Two Voices), CCS,
Bard College, Nova Iorque (2002); The World Maybe Fantastic Biennale of Sydney,
Sydney (2002); Trans Sexual Express, Barcelona 2001, a classic for the Third millennium,
Centre d’Art Santa Mònica, Barcelona (2001).
Em julho 2018, Vasco Araújo vai participar numa exposição na Fosun Foundation, em
Xangai, na China.
Vasco Araújo | Bio & CV 2
O seu trabalho está publicado em vários livros e catálogos e representado em várias
colecções, públicas e privadas, como Centre Pompidou, Musée d’Art Modern (França);
Museu Colecção Berardo, Arte Moderna e Contamporânea, (Portugal); Fundação
Calouste Gulbenkian (Portugal); Fundación Centro Ordóñez-Falcón de Fotografía – COFF
(Espanha); Museo Nacional Reina Sofia, Centro de Arte (Espanha); Fundação de
Serralves (Portugal); Museum of Fine Arts Houston (EUA), Pinacoteca do Estado de S.
Paulo (Brasil).
VASCO ARAÚJO | CV
FORMAÇÃO
Curso Avançado em Artes Plásticas da Maumaus, Escola de Artes Plásticas e
Fotografia, Lisboa, Portugal.
Licenciatura no Curso de Escultura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de
Lisboa, Lisboa, Portugal.
2016 – Artist-in-Residence, FLACC, Genk, Bélgica.
2015 – Artist-in-Residence, FLORA ars+nature, Honda/Bogotá, Colômbia.
2014 – Artist-in-Residence, Artspace – Gibraltar Point, Toronto, Canadá.
2013 – Artist-in-Residence, Pinacoteca do Estado de S. Paulo, Brasil.
2007 – Artist-in-Residence, University of Arts, Filadelfia, EUA.
2007 – Artist-in-residence, Baltic Center for Contemporary Art, Newcastle, Reino Unido.
2005 – Artist-in-Residence, Récollets, Paris, França.
2003/04 – Artist-in-Residence, Core Program, Museum of Fine Arts, Houston, EUA.
2002 – Prémio Novos Artistas da EDP, Electricidade de Portugal, Portugal.
EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS (Selecção)
Recital, Teatro de Almada, Almada, Portugal.
Momento à Parte, MAAT – Museu de Arte, Arquitectura e Tecnologia, Lisboa, Portugal.
It could have been otherwise, Galería Horrach Moya, Palma de Maiorca, Espanha. LIEBESTOD (Love and Death), Goethe Institut, Baku, Azerbeijão.
2018
Vasco Araújo, Museum Leuven, Lovaina, Bélgica.
Potestad, CAC Málaga – Centro de Arte Contemporaneo de Málaga, Málaga, Espanha.
Todas as Histórias, Fundação Carmona e Costa, Lisboa, Portugal.
Partir a Louça, Galeria Esteves de Oliveira, Lisboa, Portugal.
La Morte del Desiderio, Galeria Francisco Fino, Lisboa, Portugal.
Vasco Araújo | Bio & CV 4
Potestad, Centro Cultoral España, Montevidéo, Uruguay.
2017
É por isso que me lembrei do passado, por ter medo do futuro…, Galeria Presença, Porto,
Portugal.
2016
Decolonial Desire – Vasco Araújo, Autograph ABP, Londres, Reino Unido.
E daqueles que não queremos saber, Colégio das Artes/ Laboratório de curadoria,
Coimbra, Portugal.
Traducciòn, FLORA ars + nature, Bogotá, Colômbia.
Memoria Infinita, Galeria Horrach Moya, Palma de Maiorca, Espanha.
Potestad, MALBA – Museu de Arte Latino-Americana de Buenos Aires, Buenos Aires,
Argentina.
E eles tinham coisa para me dizer, CAV – Centro de Artes Visuais de Coimbra, Coimbra,
Portugal.
La Schiava, CAPC – Musée d’Art Contemporain de Bordeaux, Bordeus/ Bordeaux, France.
Demasiado Pouco, demasiado tarde, CIAJG – Centro Internacional de Arte José de
Guimarães, Guimarães, Portugal.
2014
Dia Positivo, Acção no âmbito da exposição “Poesia Espacial” de Salette Tavares, CAM-
Fundação C. Gulbenkian, Lisboa, Portugal.
Re Cordum – Voltar ao Coração Galeria Baginski, Lisboa, Portugal.
O inferno não são os outros, Galeria Municipal Vieira da Silva – Pavilhão de Macau, Loures,
Portugal.
Under the influence of Psyche, The Power Plant – Contemporary Art Gallery, Toronto,
Canadá.
Filmes de Vasco Araújo, Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema, Lisboa, Portugal.
É nos sonhos que tudo começa, Galeria Progetti, Rio de Janeiro, Brasil.
Botânica, Museu Nacional de Arte Contemporânea – Museu do Chiado, Lisboa, Portugal.
Vasco Araújo | Bio & CV 5
2013
Hipólito, MAP – Museu de Arte Popular, Lisboa, Portugal.
Dame de…, Old School #Paris, Loge Sarah Bernard – Théâtre de la Ville, Paris, França.
Debret, Pinacoteca do estado de S. Paulo, S. Paulo, Brasil.
Vulcano, Museu Geológico- LNEG, Lisboa, Portugal.
2012
Historias de identidade, Galeria Horrach Moya, Palma de Maiorca, Espanha.
Story telling, Northampton Museum and Arte Gallery/ Abington Park Museum and
Picturedrome, Northampton, Reino Unido.
2011
Trabalhos para nada: O Modelo, Fundação Carmona e Costa, Lisboa, Portugal.
Império, Carpe Diem – Arte e Pesquiza, Lisboa, Portugal.
Insula, Old School – Teatro Praga, Lisboa Portugal.
Família, Ermida Stª Maria de Belém, Lisboa, Portugal.
Avec les voix de l’autre/ With the Voice of the others, Musée d’art de Joliette, Joliette,
Canadá.
2010
Vasco Araujo – “IN_TER_VA_LO_ DOS” – CICLO DE ARTE CONTEMPORÁNEO Y FLAMENCO
– Collecion CajaSol, Edifício sede Cajasol Sevilla, Sevillha, Espanha.
Insula – Porta 33, Funchal, Madeira, Portugal.
Mais que a Vida, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, Portugal; MARCO, Museum of
Contemporary Art of Vigo, Vigo, Espanha.
Debret, Museu da Cidade – Pavilhão Branco, Lisboa, Portugal.
2009
2008
Eco, Jeu de Paume, Paris, França.
Vasco Araújo: Per-Versions, The Boston Center for the Arts, Boston, EUA.
Ex Ovo Omnia, Galeria Filomena Soares, Lisboa, Portugal.
Sôdade, Voyeur Project View, Lisboa, Portugal.
Vasco Araújo | Bio & CV 6
2007
Perruque, La Suite – La Maison Rouge – Fondation Antoine de Galbert (Comissariado por
Gérard Wajcman), Paris, França.
Facing the others, University of the Arts, Filadelfia, EUA.
A Hand of Bridge, Centro de Arte Moderna, Fundação C. Gulbenkian, Lisboa, Portugal.
About being Different, Baltic – Centre for Contemporary Art, Newcastle, Reino Unido.
2006
Hereditas, Museu do Caramulo, Caramulo, Portugal.
Pathos, Domus Artium 2002, Salamanca, Espanha.
Vasco Araújo, La Nuova pesa Centro per l’arte Contemporanea, Roma, Itália.
O que eu fui, Galeria Filomena Soares, Lisboa, Portugal.
2005
Made in France, Galerie Gabrielle Maubrie, Paris, França.
The Girl of the Golden West, The Suburban, Oak Park, Chicago, EUA.
Dilemma, Stedelijk Museum voor Actuele Kunst, S.M.A.K. (Comissariado por Eva
Wittocx), Gent, Bélgica.
2004
Dilema, Museu de Serralves/ Museu de Arte Contemporânea, Porto, Portugal.
Hamlet, Galerie Gabrielle Maubrie, Paris, França.
O Amante, Galeria Filomena Soares, Lisboa, Portugal.
A Hand of Brigde, Galeria Luís Serpa, Lisboa, Portugal.
2003
Sabine/Brunilde, Novos Artistas da EDP, Electricidade de Portugal, SNBA, Lisboa,
Portugal.
2002
Vasco Araújo | Bio & CV 7
2001
FADO, Home Project, xxx Las Lavras, Lisboa, Portugal.
EXPOSIÇÔES COLECTIVAS (Selecção)
Travesías Atlânticas, IV Bienal de Montevideo, Montevideo, Uruguay.
A Oficina de Pintura encarregar-se-á das partes pintadas do Cenário, Galeria Quadrum,
Lisboa, Portugal.
Arte em São Bento – Coleção Norlinda e José Lima, Lisboa, Portugal.
Ponto de Fuga. Obras da Coleção António Cachola, Galeria do Torreão Nascente da
Cordoaria, Lisboa, Portugal.
Criteria, Galeria do Torreão Nascente da Cordoaria, Lisboa, Portugal.
Bel Canto: Contemporary Artists Explore Opera, SITE Santa Fé, EUA.
On Danse?, MUCEM, Marselha, França.
2018
Transantiquity, Galeria Municipal do Porto, Porto, Portugal.
Uma palavra vale mais que mil imagens, Galeria Cristina Guerra, Lisboa, Portugal.
Saudade, Museu Coleção Berardo, Lisboa, Portugal.
La NO Comunidad, CentroCentro Cibeles, Madrid, Espanha.
Second Nature: Portuguese Contemporary Art from the EDP Foundation Collection, The
Kreeger Museum, Washington DC, EUA.
ReSignifications: Black Portraiture in the Mediterranean Blue, ZAC – Cantieri Culturali
alla Zisa, Palermo, Itália.
Do tirar polo natural. Inquérito ao retrato português, MNAA – Museu Nacional de Arte
Antiga, Lisboa, Portugal.
Escutar as Águas. Obras da coleção Schneider em diálogo com artistas portugueses,
MNAA – Museu Nacional de Arte Antiga, Lisboa, Portugal.
Fosun Foundation, Xangai, China.
ReSignifications, Cooper Gallery, Harvard, Boston, EUA.
A Preto & Branco na Colecção da Fundação PLMJ, Sociedade Nacional de Belas Artes,
Lisboa, Portugal.
Vasco Araújo | Bio & CV 8
Germinal – O Núcleo Cabrita Reis Na Coleção De Arte da Fundação EDP, Galeria
Municipal do Porto, Porto, Portugal.
Variations Portugaises, Centre d’Art Contemporain Abbaye Saint André, Meymac,
França.
AIETHOPIA, Museo de Arte Africano, Valladolid, Espanha.
2017
10 000 Anos Depois Entre Vénus e Marte, Galeria Municipal do Porto, Porto, Portugal
Género na Arte. Corpo, sexualidade, identidade, resistência, Museu Nacional de Arte
Contemporânea do Chiado, Lisboa, Portugal.
10 Anos MACE – UMA Coleção = UM MUSEU | 2007-2017, Museu de Arte
Contemporânea de Elvas, Elvas, Portugal.
Vanguardas e Neovanguardas na Arte Portuguesa Séculos XX e XXI, Museu Nacional de
Arte Contemporânea do Chiado – MNAC, Lisboa, Portugal.
Quatro Elementos, Galeria Municipal do Porto, Porto, Portugal.
Re-emergence/Refaire Surface, Art Centre Le LAIT, Albi, França.
Ser e Estar – Videos da Coleção Berardo, Museu Coleção Berardo, Lisboa, Portugal.
Morphogenesis, Galeria Francisco Fino, Lisboa, Portugal.
Racismo e Cidadania, Padrão dos Descobrimentos, Lisboa, Portugal.
Da coleção em Caminha: música e palavras, Museu Municipal de Caminha, Caminha,
Portugal.
Cosmic, Sonic, Animistic, CIAJG – Centro Internacional das Artes José de Guimarães,
Guimarães.
A coisa está Preta, 7º Gradioso Fim-de-semana do Bregas, Lisboa, Portugal.
2016
O outro quando não estamos a olhar, Projecto Estórias: Portugal – África (CECL),
Biblioteca FCT – UNL Caparica, Portugal.
O Jardim – da Colecção de Serralves em Braga, Museu da Imagem, Braga, Portugal.
Arquivo e Observação, BF16 – Bienal Fotografia de Vila Franca de Xira, Museu Municipal
de VFX, Vila Franca de Xira, Portugal.
Gente – De Amadeo de Sousa-Cardoso a Pedro A.H.Paixão. Cem anos de representação
humana na coleção Manuel de Brito, Palácio dos Anjos – Centro de Arte Manuel de Brito,
Lisboa, Portugal.
Vasco Araújo | Bio & CV 9
Segunda Natureza, MAAT – Museu de Arte, Arquitectura e Tecnologia/ Fundação EDP,
Lisboa, Portugal.
Convidados de Verão, Fundação C. Gulbenkian/Museu C. Gulbenkian, Lisboa, Portugal
O lugar da voz – Sequências de filmes no anfiteatro ao ar livre, Fundação C. Gulbenkian
Lisboa, Portugal
Vanguardas e Neo-Vanguardas na Arte Portuguesa séc. XXI e XXI, Museu Nacional de
Arte Contemporânea do Chiado, Lisboa, Portugal.
Ponto de partida – Uma seleção de obras da coleção de artes contemporânea Figueira
Ribeiro, Quartel – Galeria Municipal de Arte, Abrantes, Portugal.
P.I.G.S., Galeria Municipal do Porto, Porto, Portugal.
Herdar o vento – Novas perspectivas sobre o património, Centro Cultural Fórum Eugénio
de Almeida, Évora, Portugal.
There is no why, there is no I: Corpo e Fisicalidade na Coleção Norlinda e José Lima,
Centro de Cultura Contemporânea de Castelo Branco, Castelo Branco, Portugal.
Coleção L.Ferreira – arte contempôranea, pintura, desenho, escultura, fotografia e
instalação, Quartel/ Galeria Municipal de Abrantes, Abrantes, Portugal.
Exposição 27 – Linhas de Diálogos – Obras das Coleções Fundación Coca-Cola e de
Fotografia Contemporânea de NOVO BANCO, Espaço Banco Novo, Lisboa, Portugal.
Ao amor do publico I – Doações da ArtRio (2012-2015) e MinC/Funarte, MAR – Museu de
Arte do Rio, Rio de Janeiro, Brasil.
P.I.G.S., ARTIUM – Basque Museum-Centre of Contemporary Art, Vitoria-Gasteiz,
Espanha.
2015
Through the Barricades – 30th Anniversary of the Biennale of Young Artists from Europe
and the Mediterranean, Fabbrica del Vapore, Milão, Itália.
Alrededor de una passion, Dialogo entre un coleccionista y una comisaria, Centro de arte
contemporáneo Huarte, Navarra, Espanha.
As Casas na Colecção do CAM, Centro de Arte Moderna – Fundação C. Gulbenkian,
Lisboa, Portugal.
Elective Affinities, Museu da Electricidade, Lisboa, Portugal
Gente feliz com lágrimas, Festival Art&Talk 2015, Ponta Delgada, Açores, Portugal.
Tensão e Liberdade, CAM – Fundação C. Gulbenkian, Lisboa, Portugal.
Rio Setecentista, MAR – Museu de Arte do Rio, Rio de Janeiro, Brasil.
Notas de Cambio, Cercle del Liceu, Festival Loop, Barcelona, Espanha.
ReSignifications: European Blackamoors, Africana Re-Stagings, Sala D’Arme in Palazzo
Vecchio, Palazzo Strozzi, the Medici Palazzo, and Villa La Pietra, Florença, Itália.
Vasco Araújo | Bio & CV 10
Tarsila e mulheres modernas no Rio, MAR – Museu de Arte do Rio, Rio de Janeiro, Brasil.
Primeira pessoa Plural/ First person Plural, AA Contemporary Art Collection, Coimbra,
Portugal.
O Museu a Haver, Fundação Eugénio de Almeida, Évora, Portugal.
Homeless Monalisa, Colégio das Artes da Universidade de Coimbra, Coimbra, Portugal.
Eu (título em construção), #26 Exposição – Obras da Coleção Novo Banco, Espaço Novo
Banco, Lisboa, Portugal.
Pode o museu ser um jardim? – Obras da Colecão de Serralves, Museu, Museu de
Serralves/ Museu de Arte Contemporânea, Porto, Portugal.
2014
Para lá da Pintura, CAMB – Centro de Arte Manuel de Brito, Algés, Portugal.
O Morto, Encontros para alem da história 2014, CIAJG-Centro Internacional de Arte José
Guimarães, Guimarães, Portugal.
O que seria do Mundo sem as coisas que não existem?/ FRESTAS – Trienal das Artes,
SESC Sococaba, Sococaba, S. Paulo, Brasil.
Acervo – Artistas Portugueses en la Colección Navacerrada, Centro de Arte Alcobendas
(CAA), Madrid, Espanha.
#interference, The Farjam Foundation, Dubai, UAE.
How the Light Gets In: Recent Work by Seven Former Core Fellows, Laura Lee Blanton
Gallery, the Glassell School of Art, MFAH, Houston, EUA.
Before day break, Nuit Blance, Toronto, Canadá.
De Ultramar, The Pipe Factory, Glasgow, Reino Unido.
A composição do ar; Coleção permanente e outras obras, CIAJG – José de Guimarães
Internacional Arts Centre, Guimarães, Portugal.
Intendente, Sociedade Recreativa do Intendente, Lisboa, Portugal.
All that Falls, Palais de Tokyo, Paris, França.
Do Sagrado na Arte – Envangelho Comentados por artistas, Mosteiro de S. Vicente,
Lisboa, Portugal.
Les Belles Infidèles, Galeria Horrach Moya, Palma de Maiorca, Espanha.
A visão Incorporada, performance para a câmara, Museu Nacional de Arte
Contemporânea – Museu do Chiado, Lisboa, Portugal.
Sequins, Self & Struggleer, University of Cape Town, Cidade do Cabo, África do Sul.
Barockt, Kulturhuset Stadsteatern, Estocolmo, Suécia.
(W)hen (O)ceans (M)eet, Michaelis School of Fine Art, Upper Gallery, Cidade do Cabo,
África do Sul.
The bells are still ringing, Galeria Graça Brandão, Lisboa, Portugal.
Vasco Araújo | Bio & CV 11
2013
Música e Palavras: Obras da Coleção de Serralves, Edificio AXA, Porto, Portugal.
Sob o Sigo de Amadeo, Um Século de Arte, CAM – Centro de Arte Moderna, Fundação C.
Gulbenkian, Lisboa, Portugal.
Um retrato quase apagado, Bienal de Cerveira, Vila Nova de Cerveira, Portugal.
Sobre Papel/ On Paper, Centro de Artes Visuales – Fundación Helga de Alvear, Cáceres,
Espanha.
Coleção Manuel de Brito – Aquisições Recentes, CAMB – Centro de Arte Manuel de Brito,
Lisboa, Portugal.
Sincronias: Artistas Portugueses en la colección António Cachola, MEIAC – Museu
Extremeño e Iberoamericano de Arte Contemporâneo, Badajoz, Espanha.
Old School #Paris, Théâtre de la Ville, Paris, França.
Explotations, extraction and market, The Glasgow School of Art, Glasgow, Escósia.
Super 8, MAM- Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro, Brasil.
2012
Trayectorias. Diez años de video y fotografía en la colección Coca-Cola – Museo
Extremeño e Iberoamericano de Arte Contemporáneo MEIAC, Badajoz, Espanha.
SUPER 8 – Part 2 – Künstlerhaus Bethanien, Berlim, Alemanha.
Premio Bienal de Fotografía Purificación García 2012 – Círculo de Bellas Artes de Madrid
(CBA), Madrid/ Museo de Pontevedra, Pontevedra/ DA2 – Domus Artium 2002,
Salamanca, Espanha.
Camcloser, Interferências- Mostra de arte publica, Galeria da estação Baixa-Chiado
Bluestation/ Metropolitano de Lisboa, Lisboa, Portugal.
Are you still awake?, MNAC – Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado, Lisboa,
Portugal.
Riso, Fundação EDP, Lisboa, Portugal.
Trayectorias. Diez años de vídeo y fotografia en la colección Coca-Cola, Museo
Extremeño e Iberoamericano de Arte Contemporâneo – MEIAC, Badajoz, Espanha.
100 Obras, 10 anos: Uma selecção da colecção da Fundação PLMJ, Fundação Arpad
Szenes – Vieira da Silva, Lisboa, Portugal.
Eu fui o que tu és, e tu será o que eu sou, Paço das Artes, S. Paulo, Brasil.
Paredes, chão e tecto, Fuso- Anual de vídeo arte internacional de Lisboa/ Bes Arte &
Finança, Lisboa, Portugal.
Entre espaços – Obras da coleção CAM, CAM/ Fundação C. Gulbenkian, Lisboa, Portugal.
Vasco Araújo | Bio & CV 12
Super 8, Yerba Buena Center for the Arts, San Francisco, EUA.
Video in the City, Galerie de la Reine, Bruxelas, Bélgica.
Explotations, extraction and market (The Penzance Convention, 2012), The Exchance,
Pezance, Cornwall, Reino Unido.
Travesti – Jugadas a 3 bandas, Galeria Rita Castellote, Madrid, Espanha.
Look twice – Obras de arte na colecção da Fundação, Museu das Comunicações, Lisboa,
Portugal.
2011
Museum, Celje, Eslovénia.
Los últimos serán los primeros – videoarte e instalaciones en la colección CAAM , San
Martín Centro de Cultura Contemporánea Canarias, Espanha.
Negras Paixões, CAPC, Coimbra, Portugal.
Arqueologia do detalhe, Casa das Artes, Vigo, Espanha.
Super 8, Christopher Grimes Gallery, Los Angeles, EUA.
Investigations of a Dog, Works from the FACE Collections, DESTE Foundation, Atenas,
Grécia.
Stories of material Life, People, places, events, fictions, Fundación Helga de Alvear,
Cáceres, Espanha.
Coleccionando el tiempo: Selección de obras audiovisuales de la colección Pi Fernandino
– Madrid, Instituto Cervantes S. Paulo, S. Paulo, Brasil.
Investigations of a Dog, Works from the FACE Collections, Magasin 3 Stockholm
Konsthall, Estocolmo, Suécia.
Espanha.
2010
Muito obrigado Fundacion Coca Cola Juan Manuel Sáinz de Vicuña, DA2 – Domus Artium
2002, Salamanca, Espanha.
Bipolar – Videoarte y Fotografía en la Coleccíon del CAAM, Centro Atlantico de Arte
Moderna, Canarias, Espanha.
A culpa não é minha – Colecção António Cachola, Museu Colecção Berardo, Arte Moderna
e Comtemporânea, Lisboa, Portugal.
Res Publica, 1910 e 2010 face a face– Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, Portugal
Investigations of a Dog, Works from the FACE Collections, La maison Rouge, Paris,
França.
Vasco Araújo | Bio & CV 13
Uma das margens da história – exemplos de video arte Portuguesa, Centro de Arte Hélio
Oiticica, Rio de Janeiro; MIS – Museu da Imagem e do Som, S. Paulo, Brasil.
Impresiones y comentario – Fotografía contemporánea portuguesa, Fundació Foto
Colectania, Barcelona, Espanha.
Investigations of a Dog, Works from the FACE Collections, Ellipse Foundation –
Contemporary art Collection, Art Center, Alcoitão, Portugal.
IN_TER_VA_LO_ DOS– CICLO DE ARTE CONTEMPORÁNEO Y FLAMENCO – Collecion
CajaSol, MADC – Museo de arte y diseño contemporaneo, Costa Rica.
Tiresias – Video de artistas made in Portugal, Centro Cultural Espana, Montevideo,
Uruguai.
Arrivals and Departures_Europe, Galleria Comunale d’Arte Contemporanea de
Monfalcone, Ancona, Itália.
2009
Tiempo del arte – 20 CAAM, 1989-2009, Centro Atlantico de Arte Moderno,
Las Palmas, Espanha.
Investigations of a Dog, Works from the FACE Collections, Fondazione Sandretto Re
Rebaudengo, Turim, Itália.
CajaSol, Sala Fonseca, Salamanca, Espanha
A Beleza do Erro, LX Factory, Lisboa, Portugal.
Serralves 2009: A Colecção, 2ª Parte: Vídeos e Filmes na Cidade, Porto, Portugal. (cat.)
Timeless Territories, Tão Brilhante como o Sol/ Art Algarve 2009, Mina Campina de Cima,
Loulé, Portugal.
Arriscar o Real Colecção Berardo, Museu Colecção Berardo, Arte Moderna e
Comtemporânea, Lisboa, Portugal.
Varios Artistas, Nuevas Adquisicviones Fundacion Coca Cola Juam Manuel Sáinz de
Vicuña, DA2 – Domus Artium 2002, Salamanca, Espanha.
Portugal,CAC – Centro de Arte Contemporânea de Vilamoura, Vilamoura, Portugal.
Intervalo – Alonso Gil y Vasco Araújo – Collecion CajaSol, Sala…