Revista Comemorativa de 45 anos da Paróquia Cristo Rei

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Publicação desenvolvida para comemorar os 45 anos da vida paroquial da Igreja Cristo Rei, localizada no bairro do Alvinópolis, em Atibaia/SP.

Text of Revista Comemorativa de 45 anos da Paróquia Cristo Rei

  • 1. 08 de dezembro de 1968 Realizao do primeiro sacramento - Batizado - na Igreja de Cristo Rei www.cristoreiatibaia.com.br
  • 2. www.cristoreiatibaia.com.br
  • 3. Editorial Qual a importncia de caminhar? O que aconteceria se o povo de Deus cansado e aflito no decidisse caminhar? Moiss sentiu o peso da responsabilidade de estar frente de um povo que no aceitava mais ser escravo e que por isso decidiu caminhar. Mesmo com fome, com um mar a ser atravessado e um exrcito em sua perseguio o caminho foi feito. Para a Parquia de Cristo Rei so quase 50 anos de caminhada, confiando na providncia de Deus pela ao evangelizadora de seus paroquianos. engraado utilizar a palavra caminhada, quando olhamos para o prdio to bonito e grandioso, s o telhado pesa toneladas, ento, caminhar com ele seria loucura no sentido literal ou, no mnimo, um equvoco na escolha das palavras. Mas eu insisto: a parquia caminhou. Caminhou porque comeou como Capela de So Sebastio e estava, no incio, alguns quilmetros distantes da localizao atual. Caminhou porque impossvel dizer que onde nada havia surgiram sem explicao uma bela capela de Cristo Rei, uma quadra, salas de aula, um salo paroquial, uma cripta com salas anexas e uma bela matriz de arquitetura arrojada e espao amplo. Caminhou porque isso que o povo de Deus faz nos momentos de provao, no espera parado, mas caminha. E aqui, em nossa comunidade, a sensao que temos a de que ningum ficou parado. A Igreja de Cristo Rei mais do que seu prdio imvel; as colunas que sustentam seus alicerces so seus paroquianos que h 45 anos caminham com os sacramentos celebrados e carregam os fardos, constroem as paredes e, contra todas as probabilidades, demonstram que possvel criar e manter uma parquia deste tamanho e desta importncia. Ento por que anunciar? Por que criar uma revista para registrar esses 45 anos de histria? Quando o Anjo Gabriel apareceu para Maria, seu anncio fez acontecer o plano de salvao de Deus para a humanidade. Mas para ns, simples pecadores, parece to difcil. Tantas vezes, por opo nos escondemos simplesmente por no nos assemelharmos figura graciosa do Anjo Gabriel. Mas e Pedro, que movido pelo Esprito Santo, converteu 3 mil fiis com apenas um discurso? E Paulo, que se tornou o maior evangelizador entre os gentios tendo antes perseguido os cristos? E o que dizer de Joo Batista? Todos homens como www.cristoreiatibaia.com.br ns, mas que optaram de forma corajosa por anunciar, quando certamente seria mais fcil se calar. Por isso a necessidade de hoje como Igreja abraarmos os meios de comunicao e torn-los instrumetos de aprendizagem e evangelizao. O que faria Pedro com um microfone na televiso? O que faria Paulo com uma grfica pronta para imprimir jornais e revistas? No sabemos, mas podemos responder o que cabe a ns: nossa responsabilidade fazer o melhor uso possvel desses meios de comunicao. Internet, computadores, celurares, realidades do nosso tempo que podem sim ser utilizadas para contar belas histrias e para registrar um caminho que ainda se inicia. Como ser bonito ter em mos essa revista daqui outros 45 anos e saber que algum se preocupou em olhar com carinho para a histria, para as pessoas, para os sacerdotes que construram esse templo como casa de Deus e de orao. Esta revista para todos. Caminhar e anunciar sero sempre uma misso, que, para no ser esquecida, precisa ser registrada. PASCOM Expediente: Revista Comemorativa de 45 anos sacramental da Parquia Cristo Rei Proco Responsvel: Csar Augusto Alves Bezerra Jornalista Responsvel: Armando Teixeira Junior MTB: 53.522/SP Coordenao: Claudinia Regiane Barboza de Oliveira e Veridiana Ins Murilo Financeiro: Snia Maria Pinto da Silva e Rildo Willian Alexandrino da Silva Reviso de Textos: Armando Teixeira Junior, Claudinia Regiane Barboza de Oliveira e Igor Cardoso Pinheiro Domingos Entrevistas e Publicidade: PasCom (Adriano Lopes dos Santos, Armando Teixeira Junior, Camila Dutra de Souza, Cristiane Aparecida Reis dos Santos, Danilo Gonalves da Silva, Denise Aparecida de Almeida Barbosa, Ednaldo Pessoa Cabral, Glauce Lucy Henrique Olmedo, Igor Cardoso Pinheiro Domingos, Marcelo Julio de Oliveira, Peter Landgraf Jnior, Rildo Willian Alexandrino da Silva, Reverson Mota de Frana, Roberto Doratioto, Snia Maria Pinto da Silva, Vanessa Mayumi Sugawar, Veridiana Ins Murilo). Fotografia: Acervo Claudinei Doratiotto Roberto Doratioto Projeto Grfico e Diagramao: Mokeka Publicidade
  • 4. PALAVRA do pastor Quero com alegria parabenizar a parquia de Cristo Rei pelos seus 45 anos de anncio e servio causa do Reino. Sendo uma parquia jovem, tem a sua frente um longo caminho a percorrer na Evangelizao. importante salientar que a parquia realiza a funo de ser igreja, enquanto comunidade de f. Isso significa que a Igreja una, santa, catlica e apostlica se encarna concretamente na parquia, que a comunidade de batizados, dos discpulos e missionrios de Jesus Cristo. lugar privilegiado para o encontro pessoal com Cristo, de fraterna relao com as pessoas e bens. Isso j nos diz o Conclio Vaticano II, pelo qual somos convidados a refletir e aplicar em nossa evangelizao. Na parquia celebramos a vida em Cristo, sobretudo na Palavra e Sacramentos. na parquia o ambiente que se vive a caridade, na busca de cada vez mais acolher os pequenos e pobres. Essa mesma caridade que aprendemos em comunidade, nos convida a missionariedade, no apenas abrindo as portas ou acolhendo as pessoas, mas essencialmente indo ao encontro de cada irmo e irm. J afirma a 5 Conferncia Latino Americana e do Caribe, ocorrido em Aparecida, que www.cristoreiatibaia.com.br
  • 5. no se pode guardar para si a experincia de encontro e anncio com Jesus Cristo, que ocorre na parquia de modo privilegiado, mas que devemos comunic-la a todos. Por isso que a parquia seja esse espao onde todos sintam-se consolados e acolhidos. Para que tudo isso ocorra, necessrio que a parquia seja uma autntica comunidade de f, seja portanto, uma comunidade de comunidades, como nos convida a refletir a Conferncia Nacional dos Bispos do Brasil em sua 51 Assembleia Nacional. Reafirmo aqui um grande servio da comunidade Evangelizao que a Pastoral da Comunicao. O Conclio Vaticano II j faz uma reflexo a cerca da comunicao, no decreto Inter Mirifica. Todos os batizados tm por misso o anncio do Evangelho, com tal desafio, todo cristo www.cristoreiatibaia.com.br chamado a utilizar os meios de comunicao para que a proclamao da Boa Nova seja cada vez mais eficaz. Pensar sobre o anncio do Reino de Deus e os meios de comunicao relembrar o que Jesus diz no Evangelho, a mensagem seja anunciada de cima dos telhados, ela deve alar horizontes, chegando cada vez mais longe. Hoje o mundo uma pequena aldeia, diante da comunicao e da tecnologia, que interliga tudo e todos em um rpido acesso informao. Nesse sentido, a comunicao indispensvel, uma vez que deve fazer chegar a mensagem do Reino de Deus a todos e no apenas aos que j fazem parte da comunidade. Mas no nos esqueamos do contato pessoal, como meio privilegiado de dilogo e encontro. comum que as parquias
  • 6. palavra do pastor possuam seus sites, pginas no Facebook, Blogs - que so meios de Evangelizar. O Papa um exemplo de Evangelizador que se utiliza das redes sociais, como ferramenta de aproximao e anncio do Reino, tendo ele mais de 10 milhes de seguidores no Twitter. O anncio do Evangelho tem que assim se utilizar e se encarnar no tempo pelo qual se encontra. me alegro com as parquias que tem se esforado em organizar e aprimorar a Pastoral da Comunicao, com o objetivo de integrar a todos e de fazer com que o Evangelho chegue com facilidade ao corao de cada irmo. Por isso parabenizo a diocese, pela caminhada que vem fazendo junto Pastoral da Comunicao e convido a todos a visitar o nosso site. Tambm Dom Sergio Aparecido Colombo Bispo Diocesano de Bragana Paulista Meu abrao e a beno de Deus a todos. www.cristoreiatibaia.com.br
  • 7. Palavra do Proco Estimada Parquia de Cristo Rei. Eu nasci no dia 30 de julho de 1972, na cidade de Princesa Isabel, na Paraba. Com 12 anos fui para So Paulo e aos 20 anos retornei minha vida comunitria. Aos 27 anos entrei no Seminrio da Arquidiocese de So Paulo, cursei filosofia e teologia na Pontifcia Universidade Catlica de So Paulo. Antes de terminar o curso de teologia, conheci Dom Jos Maria Pinheiro e quando ele foi nomeado Bispo de Bragana Paulista me www.cristoreiatibaia.com.br convidou para fazer parte do clero de Bragana. Ordenei-me dicono em 02 de Dezembro de 2006, e presbtero em 14 de abril de 2007. Fui proco na parquia So Benedito de Atibaia de 2007 at julho de 2012. Em maio de 2012, com a nomeao do Pe. Jeremias Antonio de Jesus para Bispo da Diocese de Guanhes, Dom Srgio Aparecido Colombo, nosso Bispo Diocesano, convidou-me para assumir a Parquia de Cristo Rei como Proco. Assumi esse servio em julho de 2012 e sou muito feliz aqui. A parquia possui muitos desafios, mas est cada vez mais aberta para a acolhida e para ao pastoral eficaz, e esse meu principal objetivo frente dessa parquia nos 6 anos que me foi
  • 8. palavra do proco posso deixar de agradecer a todo o povo de Deus que faz e fez da parquia Cristo Rei sinal do Reino de Como j salientei, temos grandes Deus em Atibaia. Agradecer todas desafios na as lideranas, dizimistas, evangelizao como Ns te