Click here to load reader

Madrid 082011

  • View
    272

  • Download
    2

Embed Size (px)

Text of Madrid 082011

RUMO A MADRID

Enraizados e Edificados nEle... Firmes na F (cf. Cl 2, 7).

Eu gostaria que TODOS OS JOVENSquer os que compartilham a nossa f em Jesus Cristo, quer todos os que hesitam, que esto na dvida ou no crem nEle, possam viver esta experincia, que pode ser decisiva para a vidaA EXPERINCIA DO SENHOR JESUS RESSUSCITADO E VIVO e do seu amor por todos ns. Em todas as pocas, tambm nos nossos dias, numerosos jovens sentem o desejo profundo de que as relaes entre as pessoas sejam vividas na verdade e na solidariedade. Muitos manifestam a aspirao por construir relacionamentos de amizade autntica, por conhecer o verdadeiro amor, por fundar uma famlia unida,por alcanar uma estabilidade pessoal e uma segurana real, que possam garantir um futuro sereno e felizjuventude a idadena qual se est em busca da vida maior. Faz parte do ser jovem desejar algo mais do que a vida quotidiana regular de um emprego seguro e sentir o anseio pelo que realmente grandeTrata-se apenas de um sonho vazio que esvaece quando nos tornamos adultos? No, o homem verdadeiramente criado para aquilo que grande, para o infinito. Qualquer outra coisa insuficienteo nosso corao est inquieto enquanto no repousar em Ti. O desejo da vida maior um sinal do fato que foi Ele quem nos criou, Deus vida, e por isso todas as criaturas tendem para a vida; de maneira nica e especial a pessoa humana, feita imagem de Deus, aspira pelo amor, pela alegria e pela paz.

um contra-senso querer eliminar Deus para fazer viver o homemDeus a fonte da vida; elimin-lo equivale a separar-se desta fonte e, inevitavelmente, a privar-se da plenitude e da alegria: De facto, sem o Criador a criatura esvaece (GS, 36)A cultura atualtende a excluir Deus, ou a considerar a f como um fato privado, sem qualquer relevncia para a vida social. Mas o conjunto de valores que esto na base da sociedade provm do Evangelho como o sentido da dignidade da pessoa, da solidariedade, do trabalho e da famlia constata-se uma espcie de eclipse de Deus, Por este motivo, queridos amigos, convido-vosa intensificar o vosso caminho de f em Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo. Vs sois o futuro da sociedade e da Igreja! Como escrevia o apstolo Paulo aos cristos da cidade de Colossos, vital ter razes, bases slidas!

O relativismo difundidosegundo o qual tudo equivale e no existe verdade alguma, nem qualquer ponto de referncia absoluto, no gera a verdadeira liberdade, mas instabilidade, desorientao, conformismo s modas do momento. Vs jovens tendes direito de receber das geraes que vos precedem pontos firmes para fazer as vossas opes e construir a vossa vida, do mesmo modo como uma jovem planta precisa de um slido apoio para que as razes cresam, para se tornar depois uma rvore robusta, capaz de dar fruto.

So Paulo (Cl 2,7)Enraizados e fundados em Cristo... firmes na f . Nela podemos ver trs imagens: enraizado recorda a rvore e as razes que a alimentamfundado refere-se construo de uma casa;

firme evoca o crescimento da fora fsica e moralno texto original as trs palavras, sob o ponto de vista gramatical, esto no passivo: isto significa que o prprio Cristo quem toma a iniciativa de radicar, fundar e tornar firmes os crentes.

rvore, firmemente plantada no solo atravs das razesque a tornam estvel e a alimentam. Sem razes, seria arrastada pelo vento e morreria. Quais so as nossas razes? Naturalmente, os pais, a famlia e a cultura do nosso pas, A Bblia revela outraBendito o homem que deposita a confiana no Senhor, e cuja esperana o Senhor. como a rvore plantada perto da gua, a qual estende as razes para a corrente; no teme quando vem o calor, a sua folhagem fica sempre verdejante. No a inquieta a seca de um ano; continua a produzir frutos (Jr 17, 7-8).

Estender as razes, significa ter confiana em DeusDEle obtemos a nossa vida; sem Ele no poderamos viver verdadeiramente. Deus deu-nos a vida eterna, e esta vida est em Seu Filho (1 Jo 5, 11). O prprio Jesus apresenta-se como nossa vida (cf. Jo 14, 6).

a f crist no s crer em verdadesmas antes de tudo uma relao pessoal com Jesus Cristo, Quando entramos em relao pessoal com Ele, Cristo revela-nos a nossa identidade e, na sua amizade, a vida cresce e realiza-se em plenitude.

H um momento, quando somos jovens, em que cadaum de ns se pergunta: que sentido tem a minha vida, que finalidade, que orientao lhe devo dar? Pensa-se no tipo de trabalho a empreender, quais relaes sociais estabelecer, que afetos desenvolver...

este verdadeiramente o meu caminho? deveras esta a vontade do Senhor para mim? Serei capaz de Lhe permanecer fiel e de estar totalmente disponvel para Ele, ao Seu servio? Uma deciso como esta deve ser tambm sofrida. No pode ser de outra forma. Sim, o Senhor quer-me, por isso tambm me dar a foraAo ouvi-Lo, ao caminhar juntamente com Ele torno-me deveras eu mesmo. No conta a realizao dos meus prprios desejos, mas a Sua vontade. Assim a vida torna-se autntica.

Os fundamentos do casa uma estabilidade duradouraMediante a f, ns somos fundados em Cristo, como uma casa construda sobre os fundamentos. Estar fundados em Cristo significa responder concretamente chamada de Deus, confiando nEle e pondo em prtica a sua Palavra.

Procurai tambm vs, todos os dias, seguir a Palavra de CristoSenti-O como o verdadeiro Amigo com o qual partilhar o caminho da vossa vida. Com Ele ao vosso lado sereis capazes de enfrentar com coragem e esperana as dificuldades, os problemas, tambm as desiluses e as derrotas. So-vos apresentadas continuamente propostas mais fceis, mas vs mesmos vos apercebeis que se revelam enganadoras, que no vos do serenidade e alegria.

S a Palavra de Deus nos indica o caminho autnticos a f que nos foi transmitida a luz que ilumina o caminho. Acolhei com gratido este dom espiritual que recebestes das vossas famlias e comprometei-vos a responder com responsabilidade chamada de Deus, tornando-vos adultos na f.

No acrediteis em quantos vos dizem que no tendes necessidade dos outros para construir a vossa vida! Ao contrrio, apoiai-vos na f dos vossos familiares, na f da Igreja, e agradecei ao Senhor por a ter recebido e feito vossa!

Pensamento LAICISTApretende marginalizar Deus da vida das pessoas e da sociedade, tentando criar um paraso sem Ele. Mas a experincia ensina que o mundo sem Deus se torna um inferno: prevalecem os egosmos, as divises nas famlias, o dio entre as pessoas e entre os povos, a falta de amor, de alegria e de esperana.

onde as pessoas e os povos acolhem a presena de Deuso adoram na verdade e ouvem a sua voz, constri-se concretamente a civilizao do amor, na qual todos so respeitados na sua dignidade, cresce a comunho, com os frutos que ela d. Aos irmos contagiados por ideias alheias ao Evangelhoo apstolo Paulo recorda o poder de Cristo morto e ressuscitado. Este mistrio o fundamento da nossa vida, o centro da f crist. Todas as filosofias que o ignoram, que o consideram escndalo (1 Cor 1, 23), mostram os seus limites diante das grandes perguntas que habitam o corao do homem.

Ns cremos firmemente que Jesus Cristo se ofereceu na Cruz para nos doar o seu amor; na sua paixo, carregou os nossos sofrimentos, assumiu sobre si os nossos pecados, obteve-nos o perdo e reconciliou-nos com Deus Pai, abrindo-nos o caminho da vida eterna.

Queridos amigos, muitas vezes a Cruz assusta-nosporque parece ser a negao da vida. Na realidade, o contrrio! Ela o sim de Deus ao homem, a expresso mxima do seu amor e a nascente da qual brota a vida eternaDeste modo fomos libertados do que mais entrava a nossa vida: a escravido do pecado, e podemos amar a todos, at os inimigos, e partilhar este amor com os irmos mais pobres e em dificuldadedo corao aberto de Jesus na cruz brotou esta vida divina,sempre disponvel para quem aceita erguer os olhos para o Crucificado. Portanto, no posso deixar de vos convidar a aceitar a Cruz de Jesus, sinal do amor de Deus, como fonte de vida nova.

Fora de Cristo morto e ressuscitadono h salvao! S Ele pode libertar o mundo do mal e fazer crescer o Reino de justia, de paz e de amor pelo qual todos aspiram.

Queridos jovens, aprendei a ver, a encontrar Jesus na Eucaristia, onde est presente e prximo at se fazer alimento para o nosso caminho; no Sacramento da Penitncia, no qual o Senhor manifesta a sua misericrdia ao oferecer-nos sempre o seu perdo.

Reconhecei e servi Jesus tambm nos pobresnos doentes, nos irmos que esto em dificuldade e precisam de ajuda. Abri e cultivai um dilogo pessoal com Jesus Cristo, na f. Conhecei-o mediante a leitura dos Evangelhos e do Catecismo da Igreja Catlica; entrai em dilogo com Ele na orao, dai-lhe a vossa confiana: ele nunca a trair!

Search related