Apresentacao copel

  • View
    685

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

  • 1.

2. Superintendncia Regional Oeste

  • Resoluo Normativa ANEEL n 414/2010, de 09 de setembro de 2010
  • Principais Alteraes

3. Objetivo

  • Estabelece as Condies Gerais de Fornecimento de Energia Eltrica de forma atualizada e consolidada.

4. Correspondncia enviada aos clientes

  • DRCSDO C- 3880/2010
  • ALTERAES RESOLUO NORMATIVA ANEEL 414/2010- IDENTIFICAO CLIENTE
  • Prezado Cliente,
  • Informamos que, em virtude da atualizao das Condies Gerais de Fornecimento de Energia Eltrica, constantes da Resoluo Normativa n 414 de 2010, da Agncia Nacional de Energia Eltrica (ANEEL), houveram alteraes quanto:
  • ULTRAPASSAGEM DE DEMANDA
  • a nova regra para cobrana da ultrapassagem da demanda contratada ser aplicada nos faturamentos processados a partir de01/04/2011 , da seguinte forma: Quando os montantes de demanda de potncia ativa medidos excederem em mais de5%(cinco por cento) os valores contratados, ser aplicada a cobrana da ultrapassagem conforme disposto nos artigos 93 e 134, 4, da Resoluo414/2010.
  • Os pedidos de acrscimo dos montantes de demanda contratados devero ser formalizados pelo cliente e sero analisados e respondidos pela Copel em at30 (trinta)dias.
  • DEMANDA NICA DE POTNCIA ATIVA
  • para os clientes com contrato de demanda escalonada a partir do vencimento do Contrato de Fornecimento atual, dever definir umvalor de demanda nicoe, quando cabvel, por posto horrio (ponta e fora de ponta), para a nova vigncia do contrato. No se incluem nesta regra os clientes da Classe Rural e os Sazonais.
  • A solicitao poder ser realizada por uma das seguintes alternativas:
  • - PorFAX 45 3220 2301;
  • - Peloe-mail[email_address]
  • - Pelos Correios remetendo para o endereo: Rua Vitria, 105, CEP 85802-020, Cascavel PR.
  • Somente ser considerado efetivado o pedido de aumento de demanda aps o envio da confirmao do recebimento da solicitao por esta concessionria.
  • Demais disposies relativas Resoluo n414podero ser consultadas no site daANEEL -www.aneel.gov.brou no site daCOPEL -www.copel.com
  • Colocamo-nos disposio atravs do telefone0800 643 7575ou e-mail comercial.cascavel@copel.com.
  • Copel s ordens.

5. Condies Gerais de Fornecimento

  • Definies
  • Tarifa Convencional:modalidade caracterizada pela aplicao de tarifas de consumo de energia eltrica e demanda de potncia, independentemente das horas de utilizao do dia e dos perodos do ano;

6. Condies Gerais de Fornecimento

  • Tarifa Horossazonal : modalidade caracterizada pela aplicao de tarifas diferenciadas de consumo de energia eltrica e de demanda de potncia, de acordo com os postos horrios, horas de utilizao do dia, e os perodos do ano.

7. Condies Gerais de Fornecimento

  • Horrio de Ponta:perodo composto por 3 ( trs ) horas dirias, exceto aos sbados, domingos e feriados nacionais.
  • No horrio normal : das 18:00 s 21:00
  • Durante o horrio de vero: das 19:00 s 22:00
  • Horrio Fora de Ponta:perodo composto pelo restante das horas dirias consecutivas e complementares quelas definidas no horrio de ponta;

8. Condies Gerais de Fornecimento

  • Perodo mido:perodo de 5 ( cinco ) ciclos de faturamento consecutivos, referente aos meses de dezembro de um ano a abril do ano seguinte;
  • Tarifa Vigente:
  • Horossazonal Verde Ponta: 0,98913
  • Horossazonal Verde Fora Ponta: 0,13166
  • Perodo Seco:perodo de 7 ( sete ) ciclos de faturamentos consecutivos, referente aos meses de maio a novembro;
  • Tarifa vigente:
  • Horossazonal Verde Ponta: 1,00917
  • Horossazonal Verde Fora Ponta: 0,14329

9. Condies Gerais de Fornecimento

  • Tarifa Azul :modalidade caracterizada pela aplicao de tarifas diferenciadas de consumo de energia eltrica, de acordo com as horas de utilizao do dia e os perodos do ano, assim como de tarifas diferenciadas de demanda de potncia, de acordo com as horas de utilizao do dia;
  • Tarifa Verde:modalidade caracterizada pela aplicao de tarifas diferenciadas de consumo de energia eltrica, de acordo com as horas de utilizao do dia e os perodos do ano e uma nica tarifa de demanda de potncia.

10. Condies Gerais de Fornecimento

  • Sazonalidade
  • Artigo 10
  • A sazonalidade deve ser reconhecida pela distribuidora, para fins de faturamento, mediante solicitao do consumidor.
  • Principal Requisito:
  • I Energia eltrica destinada atividade que utilize matria-prima advinda diretamente da agricultura, pecuria, ou, ainda, para fins de extrao de sal ou de calcrio, este destinado agricultura...

11. Condies Gerais de Fornecimento

  • Demanda Complementar
  • Artigo 105
  • A cada 12 ciclos de faturamento, contados da celebrao do Contrato de Fornecimento, a distribuidora deve:
  • I Verificar se as unidades consumidoras da classe rural e as reconhecidas como sazonal, registraram, no perodo referido no caput, o mnimo de 3 valores de demanda iguais o superiores aos contratados, excetuando-se aqueles ocorridos durante o perodo de testes; e
  • II Faturar, considerando o perodo referido no caput, os maiores valores obtidos pela diferena entre as demandas contratadas e os montantes medidos correspondentes, pelo nmero de ciclos em que no tenha sido verificado o mnimo referido do inciso I.

12. Condies Gerais de FornecimentoAssunto Alteraes Contrato de Fornecimento (art. 63)

  • Forma decontratao nicada demanda de potncia, por posto horrio e para o perodo de vigncia do contrato, exceto consumidores com sazonalidade reconhecida e consumidores rurais;
  • Somente uma reduo no perodo de 12 (doze) meses com comunicao prvia de 180 (cento e oitenta) dias;

13. ACRSCIMOS DE DEMANDA CONTRATADA

  • Acrscimos demanda contratada com at 30 (trinta) dias de antecedncia data prevista para o eventual aumento, entrando em vigor, aps este prazo, no primeiro dia do prximo ciclo de faturamento, desde que aprovado pelaDISTRIBUIDORA .

14. Condies Gerais de FornecimentoAssunto Alteraes Contrato de Fornecimento (art. 63)

  • Contratos com vigncia de 12 (doze) meses com prorrogaes automticas e sucessivas, desde que o consumidor no se manifeste em contrrio com antecedncia mnima de 180 ( cento e oitenta ) dias em relao ao trmino de cada vigncia;
  • O encerramento antecipado implica no pagamento das demandas contratadas subsequentes, limitado a 6 (seis) meses e faturamento de 30 kW para perodos superiores.

15. Condies Gerais de FornecimentoAssunto Alteraes Ultrapassagem de demanda (art. 93) Quando a demanda medida exceder em mais de 5% ( cinco por cento ) os valores contratados, deve ser adicionado ao faturamento regular a cobrana pela ultrapassagem.Exemplo: Res. 456/2000Res. 414/2010Contrato: 100 kW Contrato: 100 kW Medido: 106 kW Medido: 106 kW Faturado: 100 kW c/ tarifa normal Faturado: 106 kW c/ tarifa normal 6 kW c/ tarifa de ultrapassagem( 3 x tarifa normal )6 kW c/ tarifa de ultrapassagem ( 2 x tarifa normal) 16. Condies Gerais de Fornecimento

  • Opo de Faturamento
  • Artigo 100.Em unidade consumidora ligada em tenso primria, o consumidor pode optar por faturamento com aplicao da tarifa do grupo B, correspondente respectiva classe, se atendido pelo menos um dos seguintes critrios:
  • I A potncia nominal total dos transformadores for igual ou inferior a 112,5 kVA;
  • III A unidade consumidora se localizar em rea de veraneio ou turismo cuja atividade seja a explorao de servios de hotelaria ou pousada, independentemente da potncia nominal total dos transformadores;...
  • Pargrafo nico. Considera-se rea de veraneio ou turismo aquela oficialmente reconhecia como estncia balneria, hidromineral ou turstica.

17. Simulao de Faturamento 18. Atendimento aos clientes

  • Telefone : 0800 643 75 75
  • Fax: 45 3220-2301
  • E-mail: comercial.cascavel@copel.com
  • Endereo: Rua Vitria, 105 CEP 85802-020
  • Cascavel PR
  • Departamento de Relacionamento com Clientes e Medio Oeste

19. Obrigado

  • ANTONIO ANZOLIN NETO
  • ROBERTO BARCELOS FERNANDES
  • RAMO ANTONIO KRUGER