1caractersticasbsicasdasorganizaesformaismodernas Apostila 141027085555 Conversion Gate02 Cópia

  • View
    17

  • Download
    4

Embed Size (px)

DESCRIPTION

caracteristacas formais básicas da administração publica

Text of 1caractersticasbsicasdasorganizaesformaismodernas Apostila 141027085555 Conversion Gate02 Cópia

  • Noes de Administrao Pblica Prof. Rafael Barbosa

    Noes de Administrao Pblica Prof. Rafael Barbosa

    CARACTERSTICAS BSICAS DAS ORGANIZAES FORMAIS MODERNAS: TIPOS DE ESTRUTURA ORGANIZACIONAL, NATUREZA, FINALIDADES E CRITRIOS DE DEPARTAMENTALIZAO

    1. Conceito de organizaes

    A organizao moderna caracteriza-se como um sistema constitudo de elementos interativos, que recebe entradas do ambiente, transformando-os, e emite sadas para o ambiente externo. Nesse sentido os elementos interativos da organizao, pessoas e departamentos, dependem uns dos outros e devem trabalhar juntos.

    As organizaes podem ser vistas como um sistema social, pois, apesar das limitaes pessoais existentes, os integrantes cooperam para o seu xito. Embora sejam compostas de pessoas, as organizaes devem ser estruturadas em torno dos seus objetivos e no das pessoas que a integram.

    As organizaes devem se adaptar s mudanas ambientais. Organizaes flexveis se adaptam mais rapidamente, enquanto organizaes rgidas, tais como aquelas altamente hierarquizadas, com uma cultura conservadora, se adaptam mais lentamente.

    Inicialmente as organizaes foram compreendidas como ambientes fechados, no sofrendo influncia do ambiente em que estavam inseridas. Tal entendimento foi compartilhado por Taylor e Fayol na abordagem clssica da administrao, sendo que estes enfatizavam, respectivamente, as tarefas e a organizao.

    Com o advento da Teoria Estruturalista, a nfase do estudo da administrao se expande e passa a abranger, alm da organizao e das pessoas que a compem, o ambiente e sua relao com a organizao.

    Surge a Teoria Geral dos Sistemas, a organizao deixa de ser compreendida como um sistema fechado e passar a ser um sistema aberto e dinmico em constante interao com o ambiente externo.

    A seguir grfico contendo a representao grfica das organizaes segundo a viso sistmica.

  • Noes de Administrao Pblica Prof. Rafael Barbosa

    Noes de Administrao Pblica Prof. Rafael Barbosa

    Sendo assim, podemos conceituar organizaes como um conjunto de atividades e recursos (humanos, financeiros, materiais) organizados de forma planejada e estruturada para atingir objetivos. Os objetivos so variados e correspondem s necessidades da sociedade. Embora possuam objetivos diferentes, as estruturas administrativas possuem muitos pontos convergentes.

    A partir da escolha dos objetivos possvel definir a estrutura e os recursos mais adequados

    organizao. O principal recurso das organizaes so as pessoas (recursos humanos) e o desempenho destas

    reflete os resultados das organizaes. A definio sobre o que fazer?, como fazer? e quando fazer? cabe s pessoas.

    Todas as organizaes so compostas por pessoas, portanto, consistem em organizaes sociais.

    Quanto mais eficientes e eficazes as pessoas, mais eficiente e eficaz ser a organizao.

    2. Organizaes Formais e Informais

    A diferena entre organizaes formais e informais um assunto cobrado em diversos concursos pblicos, portanto apresentaremos uma abordagem sobre cada uma a seguir.

    2.1. Formais A estrutura formal das organizaes composta pela estrutura instituda pela vontade humana

    para atingir determinado objetivo. Ela representada por um organograma composto por rgos, cargos e relaes de autoridade e responsabilidade.

    Elas so regidas por normas e regulamentos que estabelecem e especificam os padres para atingir

    os objetivos organizacionais.

    Caracterstica das organizaes formais

    Institudas pela vontade humana; Planejadas e deliberadamente estruturadas; Tangveis (visvel); Seus lderes se valem da autoridade e responsabilidade (lderes

    formais); Regidas por normas e regulamentos definidos de forma racional (lgica); Representadas por organogramas; Flexveis s modificaes em sua estrutura e nos processos

    organizacionais, em face da hierarquia formal e impessoal.

    2.1. Informais

    As organizaes formais so compostas pelas redes de relacionamento no ambiente de trabalho. Esse relacionamento d origem organizao informal.

  • Noes de Administrao Pblica Prof. Rafael Barbosa

    Noes de Administrao Pblica Prof. Rafael Barbosa

    Idalberto Chiavenato conceitua as organizaes informais como o conjunto de interaes e relacionamentos que se estabelecem entre as pessoas, sendo esta paralela organizao formal.

    As organizaes informais no possuem objetivos predeterminados, surgem de forma natural,

    esto presentes nos usos e costumes e se manifesta por meio de sentimentos e necessidade de associao pelos membros da organizao formal.

    Caracterstica das organizaes informais

    Oriunda das relaes pessoais e sociais desenvolvidas naturalmente entre os membros de determinada organizao;

    Relao de coeso ou de antagonismo; Lideranas informais por meio da influncia; Colaborao espontnea, independente da autoridade formal; Possibilidade de oposio organizao formal; A organizao informal transcende a organizao formal. Ela no se

    limita ao horrio de trabalho, barreiras organizacionais e hierarquia; Intangvel (no visvel); Resistentes s modificaes nos processos, uma vez que as pessoas

    tendem a defender excessivamente os seus padres.

    3. Caractersticas bsicas das organizaes formais modernas As organizaes formais modernas possuem cinco caractersticas bsicas a saber:

    Diviso do Trabalho: a maneira pela qual um processo complexo pode ser decomposto em diversas tarefas. Essa decomposio decorre da necessidade de aumento da produo de bens e servios durante a Revoluo Industrial. O trabalho e a produo, antes realizados de forma artesanal, passaram a ser realizado de forma macia, obrigando as pequenas manufaturas a ceder lugar para a produo em massa realizada por fbricas em indstrias. Vantagens:

    Aumento da produo e melhoria do rendimento do pessoal envolvido; Aumento da eficincia; Reduo dos custos de produo; Padronizao e simplificao das atividades;

    Especializao: em decorrncia da diviso do trabalho, as atividades semelhantes so

    agrupadas dentro da organizao resultando em uma maior especializao dos colaboradores. Essa especializao dar origem a uma estrutura funcional onde cada membro passa a ter funes e tarefas especficas.

  • Noes de Administrao Pblica Prof. Rafael Barbosa

    Noes de Administrao Pblica Prof. Rafael Barbosa

    Vantagens da especializao facilidade em substituir os empregados, bem

    como facilidade no treinamento destes. Desvantagens da especializao - falta de comprometimento dos funcionrios

    de um setor especfico com os objetivos gerais da organizao.

    Distribuio da autoridade e da responsabilidade: aps a criao dos cargos de chefia, torna-se necessrio distribuir funes de autoridade (direito organizacional de exigir o cumprimento de ordens e execuo de tarefas) e de responsabilidade (dever ou incumbncia de seguir ordens e executar tarefas). Tem tambm por finalidade a descentralizao do processo decisrio.

    Hierarquia: aps a diviso e agrupamento das especialidades necessrio organizar de forma hierarquizada as funes de cada unidade. Trata-se da criao de cargos de chefia e superviso, em virtude da necessidade de chefias especializadas.

    Racionalismo: O empirismo e improviso foram substitudos pela cincia e planejamento. Isso

    fez com que as organizaes passassem a ser planejadas, organizadas, dirigidas e controladas racionalmente (adequao entre os meios e os fins)

    IMPORTANTE As transformaes nas organizaes atuais ocorrem com maior freqncia. Isso acontece em decorrncia de alguns fatores, dos quais destacamos: Inovao tecnolgica; Desenvolvimento dos produtos e servios; Alterao do comportamento das pessoas; Globalizao.

    4. Estruturas Organizacionais

    Estrutura organizacional um meio utilizado pelas organizaes para atingir eficientemente seus objetivos. Pode ser identificada pelo agrupamento de pessoas em departamentos e de departamentos na composio da organizao. Ela o instrumento administrativo resultante de identificao, anlise, ordenao e agrupamento das atividades e dos recursos das empresas, incluindo o estabelecimento dos nveis de alada e dos processos decisrios, visando ao alcance dos objetivos estabelecidos pelos planejamentos das empresas.

    Ao definir a estrutura de uma organizao, o administrador deve estar atendo a alguns pontos principais a saber:

    Hierarquia resulta da distribuio de autoridade e responsabilidade. Pode ser resumida como a especializao vertical da organizao;

  • Noes de Administrao Pblica Prof. Rafael Barbosa

    Noes de Administrao Pblica Prof. Rafael Barbosa

    Departamentalizao a especializao horizontal da organizao baseada em critrios objetivos

    de homogeneidade, por meio dos quais so agrupadas pessoas em departamentos e departamentos na estrutura da organizao.

    Amplitude administrativa tambm conhecida como amplitude de controle. Relaciona-se como o nmero de subordinados por chefia.

    Tradicionalmente,existem trs tipos bsicos de estruturas organizacionais:

    Estrutura Linear Estrutura Funcional Estrutura Linha-Staff

    Estrutura Linear

    Trata-se da forma de organizao mais antiga e mais simples. Ela encontra suas origens nos antigos exrcitos e nas organizaes religiosas.

    Essas formas de estrutura possuem por principais princpios os seguintes:

    Autoridade linear hierarquia da autoridade;

    Cadeia escalar Linhas diretas e nicas de autoridade e responsabilidade entre superior e subordinado;

    Comunicao Formal Linhas de comunicao rigidamente estabelecidas. Segundo Idalberto Chiavenato (2011), a estrutura linear possui as seguintes caractersticas:

    Autoridade linear ou nica: autoridade nica e absoluta do superior sobre o