2008-08-11 Apostila Revisada Contabilidade Basica

  • View
    1.363

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Contabilidade Basica

Text of 2008-08-11 Apostila Revisada Contabilidade Basica

SumrioFICHA DO CURSO OBJETIVO CONTEDO PROGRAMTICO METODOLOGIA BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA CURRICULUM RESUMIDO DO PROFESSOR Unidade I Noes Preliminares Unidade II Esttica Patrimonial Unidade III Procedimentos Contbeis Bsicos Unidade IV As Variaes do Patrimnio Lquido e a Formao do Resultado Unidade V Balano Patrimonial Unidade VI Operaes com Mercadorias Unidade VII Estrutura das Demonstraes Contbeis Unidade VIII Princpios e Convenes Contbeis Anexos: Lei n 11.638, de 28-12-2007 Extrato da Lei 6.404/76 Exerccios de Fixao (Sero entregues pelo professor) 2 2 2 4 4 4 5 6 11 16 21 32 40 43 ............49 ............55

OBJETIVO: Apresentar aos alunos as tcnicas de elaborao das demonstraes contbeis visando a anlise e tomada de deciso.

CONTEDO PROGRAMTICO: Unidade I - NOES PRELIMINARES 1.1 1.2 1.3 1.4 Conceitos Principais Usurios Especializaes da Contabilidade Tcnicas da Contabilidade

Unidade II - ESTTICA PATRIMONIAL 2.1 Componentes Patrimoniais Bsicos 2.2 Representaes do Patrimnio 2.3 Bens 2.4 Direitos 2.5 Obrigaes 2.6 Configuraes do Capital e Situaes Lquidas 2.7 Denominaes do Capital 2.8 Origem e Aplicaes de Recursos Unidade III - PROCEDIMENTOS CONTBEIS BSICOS 3.1 Contas 3.2 Plano de Contas 3.3 Livros Contbeis e Fiscais 3.4 Dbito e Crdito 3.5 Mecanismo de Dbito/Crdito 3.6 Mtodo das Partidas Dobradas 3.7 Partidas de Dirio 3.8 Balancete de Verificao 3.9 Atos e Fatos Contbeis Unidade IV - AS VARIAES DO PATRIMNIO LQUIDO E A FORMAO DO RESULTADO 4.1 Causas 4.2 Perodo Contbil 4.3 Formao do Resultado 4.4 Receitas e Despesas 4.5 Regime de Competncia 4.6 Mecanismo de Dbito/Crdito no Resultado 4.7 Demonstrao do Resultado do Exerccio/DRE www.sbcontabil.com.br E-mail: sergiobarbosa@sbcontabil.com.br 2

Unidade V - BALANO PATRIMONIAL 5.1 Conceito 5.2 Critrios de Classificao de Ativos 5.3 Critrios de Classificao de Passivos 5.4 Critrios de Classificao dos Resultados de Exerccios Futuros 5.5 Critrios de Classificao do Patrimnio Lquido de acordo com a Lei das S/A 5.6 Reservas 5.7 Provises 5.8 Procedimentos para Levantamento do Balano Patrimonial Unidade VI OPERAES COM MERCADORIAS 6.1 Sistemas de Inventrio 6.2 Sistemas de Inventrio Peridico 6.3 Sistemas de Inventrio Permanente 6.4 Outros Elementos de Operaes com Mercadorias 6.5 Consideraes Adicionais sobre o Inventrio 6.6 - Anlise da rea Fiscal Unidade VII - ESTRUTURA DAS DEMONSTRAES CONTBEIS 7.1 Relatrio da Diretoria 7.2 Demonstraes Financeiras 7.3 Notas Explicativas 7.4 Parecer dos Auditores Unidade VIII PRINCPIOS E CONVENES CONTBEIS 8.1 Princpios Contbeis (Resoluo CFC N 750/93) 8.2 Convenes Contbeis 8.3 Quadro Comparativo METODOLOGIA Exposio dos temas com debates abertos. Apresentao de embasamento terico dos assuntos seguidos da aplicao de Exerccios. BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA Iudcibus, Srgio e outros. Contabilidade Introdutria. So Paulo: Atlas, 9 Edio, 1.998. Iudcibus, Srgio e outros. Curso de Contabilidade para no contadores . So Paulo: Atlas, 2 Edio, 1.999. Fundao Instituto de Pesquisas Contbeis, Atuariais e Financeiras/FIPECAFI. Manual de Contabilidade das Sociedades por aes, aplicvel s demais sociedades. So Paulo: Atlas, 5 Edio, 2.000. Normas Brasileiras de Contabilidade. CFC. www.sbcontabil.com.br E-mail: sergiobarbosa@sbcontabil.com.br

3

CURRICULUM RESUMIDO DO PROFESSOR: SERGIO BARBOSA Contador, Administrador, Professor Universitrio, Ps-Graduado em Contabilidade Empresarial e Gerncia de Recursos Humanos e Mestrando em Economia Empresarial pela Universidade Cndido Mendes. Experincia profissional de mais de 25 anos em empresa de grande porte, alm de reunir experincia como peritocontbil na rea judicial e extrajudicial e Auditoria. Scio-Gerente e Responsvel Tcnico da empresa Sergio Barbosa Assessoria Contbil Ltda.E-mail:sergiocbarbosa@globo.com; sergiobarbosal@sbcontabil.com.br site: www.sbcontabil.com.br

www.sbcontabil.com.br E-mail: sergiobarbosa@sbcontabil.com.br

4

UNIDADE I NOES PRELIMINARES 1.1 Conceito A Contabilidade representa uma tcnica ou procedimento que tem por objetivo registrar, captar, acumular e interpretar os fenmenos econmicos e financeiros que afetam o patrimnio de uma entidade, com o objetivo de fornecer informaes teis aos diversos usurios da informao contbil. Este conceito pode divergir entre outros autores e estudiosos da classe contbil que adotam a conceituao de Arte ou Cincia. 1.2. Principais Usurios So usurios da informao contbil todos aqueles interessados em preservar uma informao, mantendo o registro desta, optando por uma maior segurana e facilidade de gesto de seus recursos. Os usurios sero grupados em indivduos, governos, bancos, acionistas e outros tratados como usurios externos ou no grupamento denominado de usurios internos em que esto inseridos aqueles cujo interesse restringem-se ao universo da entidade como Gerentes, Scios, Administradores e outros de interesse direto na entidade em questo. 1.3 Especializao de Contabilidade As atividades profissionais abrangidas pela Contabilidade estendem-se do Contador ao Diretor de Controladoria. As funes mais conhecidas alm das de Contador so as de Tcnico, Analista, Controller, Gerente, Auditores, Peritos e todas atividades que utilizam-se de conhecimentos contbeis. 1.4 Tcnicas da Contabilidade Para o desenvolvimento de suas atividades a Contabilidade utiliza-se das tcnicas de: Escriturao Formado pelo registro dos fatos de ordem econmica e financeira relacionados entidade. Esta tcnica formalizada pelas partidas de dirio em livros contbeis; Demonstraes Contbeis Demonstrao expositiva dos fatos contbeis executados pela tcnica de Escriturao, resultando em Balanos Patrimoniais e outras demonstraes contbeis; Auditoria Tcnica concebida para atestar a fidedignidade do contedo das demonstraes contbeis; Anlise de Balanos Considerada a tcnica mais refinada da Contabilidade, representada pela anlise interpretativa das demonstraes contbeis.

www.sbcontabil.com.br E-mail: sergiobarbosa@sbcontabil.com.br

5

UNIDADE II ESTTICA PATRIMONIAL 2.1 Componentes Patrimoniais Bsicos O patrimnio, do ponto de vista contbil, formado pelos bens e direitos pertencentes a entidade, alm das obrigaes assumidas por esta, que so colocados em operao com a finalidade de gerar renda. Podemos, ento, afirmar que o patrimnio o conjunto de bens, direitos e obrigaes. Na contabilidade, o patrimnio apresentado num relatrio contbil denominado balano patrimonial, que estruturado nos seguintes componentes bsicos:

Ativo Componente que representa a parte positiva do Patrimnio, formado pelos bens e direitos da entidade, apresentados no lado esquerdo do Balano Patrimonial. Passivo Representa a parte negativa do Patrimnio, formado pelas obrigaes assumidas pela entidade, ou seja, suas dvidas, em regra geral, este componente apresentado no lado direito do Balano Patrimonial. Patrimnio Lquido (PL) o Componente Patrimonial que representa a diferena entre o Ativo e o Passivo1 da entidade. As contas a serem registradas no PL se caracterizam por no reunirem condies de classificao nos componentes do Ativo ou Passivo da entidade. Neste componente est registrado o Capital Social, que representa o montante de recursos dos scios inserido no negcio.

2.2 Representaes do Patrimnio O Patrimnio da entidade, formado pelos bens, direitos e obrigaes da entidade, pode ser representado de forma matemtica ou grfica como a seguir: Graficamente: BALANO PATRIMONIAL Ativo Passivo (Bens+Direitos) (Obrigaes) Parimnio Lquido (AxP) 2.3 Bens Os bens se classificam em: Quanto substncia Tangveis - aqueles que possuem forma fsica, so palpveis, ocupam espao. Ex.: mesas, cadeiras, veculos, etc.Do ponto de vista da teoria contbil o lado direito do balano patrimonial subdividido em dois componentes bsicos: o Passivo e Patrimnio Lquido. No entanto, a Lei das S/A 6404/76 no pargrafo 2o. do artigo 178, nomeia o lado direito como Passivo, gerando desta forma uma confuso com a nomenclatura utlizada nesta demonstrao contbil.1

Matematicamente: PL = A - P

www.sbcontabil.com.br E-mail: sergiobarbosa@sbcontabil.com.br

6

Intangveis - so aqueles que no possuem forma fsica, so incorpreos, no ocupam espao. Ex.: Marcas, patentes, direitos autorais. Quanto a Mobilidade Mveis Aqules que podem ser removidos sem risco de danos e avarias. Ex.: Veculo, Mquinas, Equipamentos, Dinheiro, Gado, etc. Imveis Aqueles que no podem ser removidos sob risco de danos ou destruio. Ex.: edifcios, construes, reservas florestais, etc ... Obs.: Por exceo prevista em Lei, os navios e avies de bandeira estrangeira so considerados bens imveis, uma vez que so tratados como parte de territrio nacional. 2.4 Direitos So os valores de propriedade da empresa que esto na posse de terceiros, como dinheiro depositado em bancos, valores a receber de terceiros por vendas ou prestao de servios efetuadas a prazo, etc. Ex.: Bancos Conta Movimento; Duplicatas a Receber; Clientes; Promissrias a Receber; Carns a Receber, etc. 2.5 Obrigaes So os valores que esto na posse da empresa, mas que so de propriedade de terceiros, ou seja, as dvidas assumidas pela empresa, como os emprstimos bancrios, os impostos a pagar, os valores a pagar referente a compras e servios recebidos a prazo. Ex.: Bancos Conta Emprstimos; Duplicatas a Pagar; Fornecedores; Impostos a Pagar; Impostos a Recolher; etc. 2.6 Configurao do Capital do Estado Patrimonial e Representaes Grficas Situao Lquida A Situao Lquida de uma Entidade representa a configurao bsica da diferena obtida entre as contas do Ativo e do Passivo, podendo resultar nos seguintes casos:

A > P - Situao Lquida Positiva, Favorvel, Ativa ou Superavitria.

Ex.: Balano Patrimonial PASSIVO$ 20.000 Contas a Pagar $ 80.000 Capital Social $ 70.000

ATIVOCaixa Contas a Receber

PATRIMNIO LQUIDO$ 30.000

Total do Ativo

$ 100.000

Total do Passivo

(