4 décadas gerando vida e informação • AGOSTO - 2010 • ANO ... décadas gerando vida e informação

  • View
    216

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of 4 décadas gerando vida e informação • AGOSTO - 2010 • ANO ... décadas gerando vida e...

4 dcadas gerando vida e informao AGOSTO - 2010 ANO XVI NMERO 116

Impresso Especial

9912207376/2008 - DRMGCAPUL

CORREIOS

Manuteno de tanques e ordenhadeiras est 50% mais barato. O setor comea o ms de agosto cheio de novidades.

10 CooperJovemMais de 300 jovens

cooperativistas participam da dcima edio do Encontro

Entressafra:CapuL

bonifica cooperado em R$ 0,05 por litro de leite nos meses de agosto,

setembro e outubro

1 Copa CapuL Integrao mobiliza a

cooperativa

Projeto de Assistncia

Tcnica Balde Cheio

Pgina 10Pgina 17

Comisso do Dia C realiza mutiro para a venda de bilhetes da Ao

Entre AmigosPgina 14

Pgina 11

Pgina 3

Pgina 7

2 AGOSTO - 2010Jornal CAPUL

Resolvi utilizar este espao para demonstrar meu reconhecimento queles que raramente so lembrados, aqueles que levantam cedo, enfrentando chuva e frio, para contribuir com a produo e coleta de nosso sagrado alimento, fonte de vida e sade para milhares de consumido-res.

Sei das dificuldades que os produtores rurais enfrentam, notadamente aqueles que dedicam produo de leite, principal-mente os que no possuem colaborado-res. Sinto orgulho de ser produtor de leite, mas reconheo que se no fosse o trabalho rduo de meus colaboradores (vaqueiros e vaqueiras) no estaria exercendo essa atividade permanente-mente trabalhosa.

Admiro aqueles que lidam diariamente com os animais, tratando, ordenhando e melhorando-os geneticamente. Admiro a persistncia do produtor de leite, penso que uma vocao.

Sei que grande parcela do leite produ-zido e entregue em nossa cooperativa sai das mos de pequenos produtores, que com suas famlias dedicam integral-mente seu tempo atividade. Essas pessoas so dignas de reconhecimento e respeito, j que contribuem efetiva-mente com o crescimento da entidade,

seja com o fornecimento de leite ou com o consumo de produtos por ela vendidos.

Sabemos que em qualquer atividade preciso unir esforos para que, com responsabilidade, consigamos atingir nossos objetivos. Sabemos tambm que s cresceremos se respeitarmos a desigualdade dos desiguais e a igualdade de direitos e deveres de todos.

Nossa cooperativa, graas ao esforo comum dos produtores, traba-lhadores rurais, funcionrios e diretoria, conseguiu se consolidar como uma das maiores empresas do noroeste mineiro. Me sinto orgulhoso de fazer parte deste time, primeiro por ser produtor, segundo por ter merecido a confiana dos associados para represent-los no Conselho Fiscal.

Por ltimo, aproveitando a data festiva do dia dos pais, gostaria de parabenizar a todos aqueles que foram, como eu, agraciados com a ddiva da paternidade e desejar que continuem firmes no propsito de construir um futuro dgno para seus filhos, para que eles cresam com humildade, honestidade, sade, f e esperana e, no futuro, venham cooperar conosco em busca de nossos sonhos.

Um grande abrao a todos.

EDIO/REDAOREPORTAGENS/FOTOS

Comisso de Marketing (CAPUL)capul@capul.com.br

(38) 2102-5131Fotos: Arquivo CAPUL

Diagramao, Editorao e Arte Final:

Print HouseFone: (38) 88182188

E-mail: folhadeunai@hotmail.comSite: www.folhadeunai.com

R. Prefeito Joo Costa, 1375 Centro - 38610-000 Una-MG

Tel.: (38) 2102 5100Fax: 2102 5102

www.capul.coop.br

ENTREPOSTOS

Arinos - 38 3635 1025 Bonfi npolis - 38 3675 2128

Buritis - 38 3662 1622 Cabeceira Grande - 38 3677 8090

Dom Bosco - 38 3675 7087

Nmero de funcionrios: 480Nmeros de Associados: 3884

DISTRIBUIO GRATUITA

Tiragem: 3.000 exemplaresImpresso: FUMARC - 31 3249 7400

REPRESENTANTE COMERCIALAgromdia Ltda.

Fone: (11) 5092 3305E-mail: agromidia@zaz.com.br

CONSELHO DE ADMINISTRAO

Adriano Ceclio Dib Adriles Barbosa de Brito

Adalton Rodrigues Milito (Processo)Cludio Manoel Rocha LimaCosme Damio Neto Silva

Elcio Heber Frana ResendeJesus Pedro Machado

Jos Venncio CamargosJos Amrico Carniel

Luciano Lander LousadoTarciso Braz da Silva

SuplentesArenos Marinho AlvesPedro Santana Melo

Diretor PresidenteJesus Pedro Machado

Diretor AdministrativoTarciso Braz da Silva

CONSELHO FISCALEfetivos

Aguinelo Silvestre de OliveiraEdson Machado Guimares

Jos Alves Viana Filho

SuplentesWillian da Mota Fernandes

Joo Batista dos Santos Jos Paulo Matias

Mensagem da Diretoria

RGO DE DIVULGAO E EDUCAO DA

COOPERATIVA AGROPECURIA UNA

LTDA.

EDSONMACHADO

GUIMARES Conselho

Fiscal

Meu nome Helio Rodrigues Xavier, sou nascido em Una, filho de Jos Pinto Xavier e Iren Rodrigues Xavier. Sou casado h 17 anos com Antnia Aparecida Silva Aguiar. Conclu o curso de Cincias Contbeis no ano de 2002, pelo Inesc (Instituto de Ensino Superior Cenecista).

Comecei a trabalhar na Capul no dia 20 de outubro de 2003, no depsito do Supermercado, hoje Centro de Distribui-o. Naquela poca, as dificuldades eram muitas, pois a CapuL no dispunha de um sistema se informtica que desse segurana no controle de estoque, e o espao para carga e descarga era o mesmo, o que atrasava muito o servio.

Quando assumi a coordenao dos traba-lhos daquele setor, fizemos algumas sugestes Diretoria da poca, como: a contratao de mais funcionrios; a retirada da oficina eltrica que funcionava ao lado do depsito, ganhando assim um espao para fazer as descargas de mercadorias, separando cargas de descargas; comeamos a trabalhar com leitor de cdigo de barras, dando mais segurana no controle de estoques.

Antes de entrar para a CapuL eu trabalhava na construo civil, onde adquiri certa experin-cia com obras. Ento no ano de 2005, a direto-ria da CapuL me convidou deixar a gerncia do Centro de Distribuio e assumir a coordenao da construo do complexo industrial da CapuL (Fbrica de Nutrio Animal).

Estava diante de um desafio muito grande j que a minha experincia era com obras residen-ciais e naquele momento estava diante de um grande projeto industrial. Mesmo contando com

a experincia de um funcionrio do engenheiro que cuidava da parte tcnica, o medo de no atender as espectativas da Diretoria (e as minhas) era muito grande.

O tempo foi passando, o medo foi dando lugar ao trabalho, as etapas da construo foram vencidas uma a uma e no dia 19 de maro de 2009, a CapuL inaugurava uma das mais modernas fbricas de suplementos minerais do pas. Fbrica esta que motivo de

orgulho para o povo unaiense e para todos os funcionrios da CapuL e em especial para mim, por ter uma participao direta na construo.

Com o trmino das obras da Fbrica de Rao continuei a cuidar da parte de obras da CapuL, onde reformamos o Depsito de Rao, o Posto de Abastecimento Interno, o Posto de Combustveis de Arinos, o Entreposto de Arinos, e atualmente estamos preparando o imvel de Natalndia para a abertura de mais um Entreposto.

Outra funo que desempenho na empresa a de cuidar da rea de segurana, que envolve a portaria da Matriz e da Fbrica de Rao, e a rea de telefonia (telefones fixos e celulares) da cooperativa.

Com a sada do encarregado da rea ambiental, passei a responder por esse setor tambm, que a partir de agora dar suporte diretamente ao produtor rural nas questes ambientais.

Essa a minha histria com a CapuL at aqui, e espero continuar fazendo parte dela ainda por muitos anos. Um abrao a todos e que Deus nos abenoe hoje e sempre.

HLIO XAVIERGerente Setor

de Manuteno e Obras

Fala Gerente

3AGOSTO - 2010 Jornal CAPUL

No dia 19 de julho, a CapuL convi-dou os produtores que adquiriram as novilhas do Projeto Social de Aquisio de Novilhas Leiteiras. Este encontro teve como objetivo mostrar aos associados a viabilidade econmica deste investimento e levar informaes tcnicas importantes para um bom manejo destes animais.

O Assistente de Crdito Rural, Slvio Jos da Silva, inicialmente mostrou aos cooperados a simulao dos resultados fi nanceiros que cada produtor ter, adquirindo cinco (5) e dez (10) novilhas.

Slvio apresentou e explicou que as planilhas abaixo foram elaboradas utilizando parmetros do Ministrio da Agricultura Pecuria e Abasteci-mento, e destacou a preocupao da Diretoria da CapuL em contribuir para o fortalecimento dos coope-rados, focando que o produtor no desembolsou nenhum Real de capital para auferir um incremento de receita

anual e ao fi nal dos 60 meses o capital demonstrado nas simulaes abaixo.

O Coordenador de Projetos de Assistncia Tcnica da CapuL, Juliano Albuquerque, ministrou uma palestra sobre os Principais Cuidados no Manejo de Rebanhos Leiteiros.

Na palestra, ressaltou a importncia que, alm da quantidade de volumoso fornecida para o rebanho tambm no se deve esquecer da sua qualidade, pois este fator est diretamente relacionado com o concentrado que ser dado aos animais no cocho.

Ainda explicou a importncia de se fazer o Pr-parto das novilhas (que o preparo do animal para parir em boas condies) e os cuidados no Ps-parto, que somados, iro garantir uma vaca com boa produo leiteira, saudvel e com tima efi cin-cia reprodutiva.

Segundo Juliano, O produtor deve ter conscincia que qualquer altera-o no manejo, na alimentao, por

CapuL realiza encontro com produtores contemplados com o Projeto Social de Aquisio de Novilhas Leiteiras

DEMONSTRAO FINANCEIRA 1 ANO 2 ANO 3 ANO 4 ANO 5 ANO 6 ANOReceita leite (100%) 8.100,00 7.938,00 7.779,24 7.623,66 10.132,79 12.538,51Receita Natalidade (bezerros) 684,29 670,60 891,31 1.102,92 1.305,72Total receitas Anuais 8.100,00 8.622,29 8.449,84 8.514,97 11.235,72 13.844,23Despesas de Manuteno (50%) 4