ATENO PRIMRIA SADE E ESTRATGIA SADE PRIMRIA OU BSICA SADE Conceito: “A Ateno Bsica Sade compreende um conjunto de aes, de carter individual e coletivo,

  • View
    220

  • Download
    4

Embed Size (px)

Text of ATENO PRIMRIA SADE E ESTRATGIA SADE PRIMRIA OU BSICA SADE Conceito: “A Ateno Bsica Sade...

  • ATENO PRIMRIA

    SADE E ESTRATGIA SADE

    DA FAMLIA

    Milene Zanoni da Silva Vosgerau1

  • AULAS ANTERIORES

    Evoluo das Polticas de Sade no Brasil

    SUS Sistema nico de Sade

    NOB

    NOAS

    Pacto pela Sade

    Modelos de ateno sade

    Ateno Primria Sade

    Estratgia Sade da Famlia 2

  • ATENO PRIMRIA OU BSICA

    SADE

    Conceito:

    A Ateno Bsica Sade compreende um

    conjunto de aes, de carter individual e coletivo,

    que engloba a promoo da sade, a preveno de

    agravos, o tratamento e a reabilitao e constitui o

    primeiro nvel da ateno do Sistema nico de

    Sade.3

    Portaria GM 648/2006

  • A POPULAO ENVELHECE

    4

    19816 idosos para cada 12 crianas at 5 anos

    20046 idosos para cada 5 crianas at 5 anos

    Painel de Indicadores do SUS, 2006

  • A POPULAO ENVELHECE

    5

    Pirmides de idade da populao brasileira em 2005 e 2050.

    O grfico tende a tomar a forma de um quadrado, o que reflete

    o envelhecimento populacional (reproduo / IBGE).

  • NECESSIDADE DA ATENO

    PRIMRIA SADE

    6

    Situao epidemiolgica predominante = condies crnicas;

    Organizao atual do SUS centrado em doenas agudas;

    Conseqncia: Crise do modelo de ateno sade

    A ateno primria sade torna-se cada vez mais indispensvel

    GIOVANELLA; MENDONA, 2008

  • ALMA ATA: 30 ANOS

    Conferncia Internacional sobre os Cuidados

    Primrios de Sade.

    Alma Ata, Cazaquisto (ex URSS), 1978

    Organizao: OMS e UNICEF

    134 governos (Brasil ausente)

    Declarao de Alma- Ata: Meta Mundial de Sade

    Para Todos no Ano 2000 7

  • ALMA ATA: 30 ANOS

    Afirmava a responsabilidade dos governos sobre a

    sade de seus povos por meio de medidas sanitrias

    e sociais, reiterando a sade como direito humano

    fundamental e uma das mais importantes metas

    sociais mundiais.

    Combater as desigualdades entre os povos.

    8

  • HISTRICO

    Reforma Sanitria

    1970

    VIII Conferncia Nacional de

    Sade1986

    8 Constituio

    Federal Brasileira

    1988

    Criao do SUS1990

    NOB 91,92,93,96

    NOAS 20012002

    Pacto pela Sade 2006

    Linha do tempo

    PACS 1991

    PSF 1994

    Port6482006

  • BASES ESTRUTURANTES DA

    ATENO PRIMRIA SADE

    (APS)

    Pacto pela Sade

    Portaria n. 399, de 22 de fevereiro de 2006

    Poltica Nacional de Ateno Bsica

    Portaria n. 648, de 28 de maro de 2006

    Poltica Nacional de Promoo da Sade

    Portaria n. 687, de 30 de maro de 200610

  • ATENO PRIMRIA SADE COMO EIXO

    DE ORIENTAO DO MODELO DE ATENO

    SADE

    11

    OPAS, 2008

    a partir das necessidades de sade da populao;Adequao

    enfrentamento das condies crnicas e impacto nos nveis de sade da populao;Efetividade

    menores custos e reduo de procedimentos mais caros;Eficincia

    discriminam positivamente grupos e regies mais carentes;Equidade

    nfase na promoo da sade e na preveno das doenas.

    Maior qualidade

  • A ATENO PRIMRIA SADE

    COMO...

    12

    APS como programa

    APS como nvel de ateno

    APS como estratgia de estruturao dos servios de sade

    MENDES, 1996

  • APS ORGANIZADA PELA

    ESTRATGIA SADE DA FAMLIA

    13

  • ESTRATGIA SADE DA FAMLIA

    A Sade da Famlia constitui uma estratgia para

    a organizao e fortalecimento da Ateno Bsica

    como o primeiro nvel de ateno sade no SUS;

    Procura o fortalecimento da ateno por meio da

    ampliao do acesso, a qualificao e reorientao

    das prticas de sade embasadas na Promoo da

    Sade; 14

  • ESTRATGIA SADE DA FAMLIA

    O PSF uma estratgia:

    Prioriza aes de promoo, proteo e recuperao da

    sade dos indivduos e da famlia, do recm-nascido ao

    idoso, sadios ou doentes, de forma integral e contnua;

    1991 Programa de Agentes Comunitrios de Sade

    (PACS)

    PACS: objetivo central era contribuir para a reduo da

    mortalidade infantil e materna, principalmente nas

    regies norte e nordeste;15

  • Em 1994 primeiras equipes do Programa Sade da

    Famlia (PSF), incorporando e ampliando a atuao dos

    ACS;

    Primeiras experincias:

    Brumadinho Minas Gerais

    Camaragibe Pernambuco

    Assis So Paulo

    Campina Grande Paraba

    Curitiba e Londrina Paran

    ESTRATGIA SADE DA FAMLIA

  • Objetivos:

    Prestar assistncia comunidade, acompanhando-a

    Conhecer a realidade das famlias

    Identificar problemas de sade e situaes de risco

    Elaborar plano local para melhoria das condies

    Prestar assistncia na comunidade e no domiclio

    Desenvolver aes educativas

    ESTRATGIA SADE DA FAMLIA

  • ESTRATGIA SADE DA FAMLIA NA

    APS

    A ateno est centrada na famlia

    entendida e percebida a partir do seu

    ambiente fsico e social

    Equipes de PSF compreenso

    ampliada do processo sade-doena

  • A Estratgia Sade da Famlia atingiu em 2008 a cobertura de mais de 93,2 milhes de

    brasileiros

    Em 5.235 municpios existe, pelo menos uma equipe atuando

    COBERTURA BRASILEIRA

    DAB, 2008

  • 20

    Meta e Evoluo do Nmero de Equipes de Sade da Famlia Implantadas. BRASIL - 1994 DEZEMBRO/2008

    DAB, 2008

  • 21

    Evoluo do Nmero de Municpios com Equipes de Sade da Famlia Implantadas. BRASIL - 1994 DEZEMBRO/2008

    DAB, 2008

  • 22

    Evoluo da Populao Coberta por Equipes de Sade da Famlia Implantadas. BRASIL - 1994 DEZEMBRO/2008

    DAB, 2008

  • 23

    Meta e Evoluo do Nmero de Agentes Comunitrios de Sade Implantados. BRASIL - 1994 - DEZEMBRO/2008

    DAB, 2008

  • 24

    Meta e Evoluo do Nmero de Equipes de Sade Bucal Implantadas. BRASIL - 2001 - DEZEMBRO/2008

    DAB, 2008

  • SIAB Sistema de Informao da Ateno Bsica, 1998 2005

    Evoluo da Implantao de Equipes

    de Sade da Famlia - BRASIL,

    1998/2008

    25

    20081998

  • Distribuio per capita dos Recursos Financeiros da

    Ateno Bsica em reais/hab/ano - BRASIL 1998 e

    2006

    DAB, 2008

    at 20

    de 20 a 40

    de 40 a 60

    de 60 a 80

    mais de 80

    2005

    26

    1998 2006

  • FONTE: SIAB - Sistema de Informao da Ateno Bsica

    Situao de Implantao de Equipes de Sade da

    Famlia, Sade Bucal e ACS. BRASIL - Dezembro/2008

    ESF/ACS/SB

    ACS

    SEM ESF, ACS E ESB

    ESF

    ESF/ACS

    27

    DAB, 2008

  • PRINCPIOS DA ESF

    ADSCRIO DE CLIENTELA

    Definio precisa do territrio de atuao

    TERRITORIALIZAO

    Mapeamento da rea, compreendendo segmento populacional determinado

    DIAGNSTICO DA SITUAO DE SADE DA POPULAO

    Cadastramento das famlias e dos indivduos, gerando dados que possibilitem a anlise da situao de sade do territrio

    PLANEJAMENTO BASEADO NA REALIDADE LOCAL

    Programao das atividades segundo critrios de risco sade, priorizando soluo dos problemas

    INTERDISCIPLINARIDADE

    Trabalho interdisciplinar, integrando reas tcnicas e profissionais de diferentes formaes

    28

  • PRINCPIOS DA ESFVINCULAO

    Participao na dinmica social das famlias assistidas e da prpria comunidade

    COMPETNCIA CULTURAL

    Valorizao dos diversos saberes e prticas na perspectiva de uma abordagem integral e resolutiva, possibilitando a criao de vnculos de confiana com tica, compromisso e respeito

    PARTICIPAO SOCIAL

    Participao da comunidade no planejamento, execuo e avaliao das aes

    INTERSETORIALIDADE

    Trabalho intersetorial, integrando projetos sociais e setores afins, voltados para a promoo da sade

    FORTALECIMENTO DA GESTO LOCAL

    Apoio a estratgias de fortalecimento da gesto local 29

  • EQUIPES SADE DA FAMLIA

    Equipe multiprofissional:

    Responsabilidade por 600 a 1000 famlias

    Ou no mximo 4000 pessoas

    Mdia recomendada = 3000 pessoas

    Jornada de trabalho: 40 horas semanais para todos

    seus integrantes;

    ACS: mximo 750 pessoas e residir na rea de

    atuao 30

    Portaria GM 648/2006

  • COMPOSIO DAS EQUIPES

    SADE DA FAMLIA

    Mdico

    Enfermeiro

    Auxiliares de enfermagem

    Agentes comunitrios de sade

    Cirurgio-Dentista

    Auxiliar de consultrio dentrio e/ou

    Tcnico de higiene dental31

  • NCLEO DE APOIO SADE

    DA FAMLIA

    Objetivo: ampliar o atendimento e a qualidade

    dos servios prestados no SUS

    Portaria 154/2008 Criou os NASFs

    Insero de outros profissionais da sade na ateno

    bsica

    2 modelos(ou um ou outro)

    NASF 1

    NASF 232

  • NCLEO DE APOIO SADE

    DA FAMLIA - NASF

    NASF1

    Mnimo 5 profissionais de ocupaes no-coincidentes Mdico acupunturista

    Assistente social

    Profissional de Educao Fsica

    Farmacutico

    Fisioterapeuta

    Fonoaudilogo

    Mdico Ginecologista

    Mdico Homeopata

    Nutricionista

    Mdico pediatra

    Psiclogo

    Mdica psiquiatra

    Terapeuta Ocupacional

    Cada NASF 1 servir de referncia para 8 ESF (no mnimo)

    Em municpios com at 100 mil habitantes 5 ESF

  • NCLEO DE APOIO SADE DA

    FAMLIA - NASF

    NASF 2:

    Municpios com densidade populacional abaixo de 10

    habitantes por Km2(IBGE)

    Equipe: mnino de 3 profissionais de ocupaes no-

    coincidentes

    Assistente social

    Profissional de Educao F

Recommended

View more >