CADERNO PAMPULHA

Embed Size (px)

DESCRIPTION

CADERNO DE ANÁLISES DAS PROPOSTAS PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO REGIONALIZADO Belo Horizonte, 30 de maio de 2012. APrefeituraagradeceasuaparticipaçãonasoficinasereuniõesdoPPRe espera seguir com o seu apoio e contribuição no planejamento participativo,queterácontinuidadeparaqueBeloHorizontefiquecada vez melhor. 1 Entregue em: 30/05/2012 Belo Horizonte, 30 de maio de 2012 CICLO A 2 Entregue em: 30/05/2012 CICLO A CICLO B CICLO C 172 276 235

Text of CADERNO PAMPULHA

  • REGIONAL PAMPULHA

    CADERNO DE ANLISES DAS PROPOSTAS

    PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO REGIONALIZADO

    Belo Horizonte, 30 de maio de 2012.

  • Prezados participantes do Planejamento Participativo Regionalizado

    PPR,

    Estamos juntos em mais uma fase dessa experincia de planejar a cidade

    que queremos. Em 2011 vocs tiveram conhecimento dos 40 Territrios

    de Gesto Compartilhada sendo 4 ou 5 em cada uma das 9 regionais

    e do Planejamento Participativo Regionalizado, um processo de escuta

    comunidade de cada territrio em relao s propostas de mdio e longo

    prazo que possam melhorar a qualidade de vida do local onde vivem.

    Foram 3 ciclos de oficinas pblicas onde, junto com a Prefeitura,

    moradores e lideranas comunitrias tiveram a oportunidade de discutir

    e elaborar propostas para cada um dos 40 territrios. Esse processo de

    escuta, que contou com mais de 7 mil participaes, gerou um valioso

    retrato da cidade com mais de 2.500 proposies. A prefeitura se

    comprometeu a olhar com ateno e analisar tecnicamente essas

    propostas. Para realizar essas anlises, criou-se o Grupo Tcnico de

    Avaliao da Prefeitura de Belo Horizonte (GTA), composto por tcnicos

    de todas as reas da PBH. Foi um extenso trabalho, onde cada proposta

    foi analisada, verificando a sua relao com as polticas municipais em

    curso, propondo encaminhamentos e identificando as que so viveis

    para implementao j a partir de 2012. Esses esforos foram

    aperfeioados em reunies com os Grupos de Trabalho Territorial (GTTs)

    dos 40 territrios.

    Conhea agora o CADERNO DE ANLISES DAS PROPOSTAS do

    Planejamento Participativo Regionalizado dos territrios da sua

    Regional. Nele os cidados e cidads tm a oportunidade de conferir os

    encaminhamentos sugeridos para cada proposta apresentada no PPR,

    identificando a poltica/programa que contempla a ao e a estimativa

    de custos sempre que possvel. Caso voc tenha dvidas em relao a

    alguma proposta, escreva para o email participe@pbh.gov.br ou ligue

    para o telefones 3277-1409 ou 3246-0070.

    A devoluo das anlises, um dilogo franco sobre os limites e

    possibilidades de execuo das propostas do PPR e um cenrio das

    polticas atualmente em curso so os pontos que caracterizam esses

    encontros pblicos do Ciclo D, que ora acontecem nas 9 regionais da

    cidade.

    A Prefeitura agradece a sua participao nas oficinas e reunies do PPR e

    espera seguir com o seu apoio e contribuio no planejamento

    participativo, que ter continuidade para que Belo Horizonte fique cada

    vez melhor.

    Belo Horizonte, 30 de maio de 2012

    1 Entregue em: 30/05/2012

  • CICLO A CICLO B CICLO C

    BALANO DAS PROPOSTAS

    TOTAL: 294

    235

    172

    276

    CICLO A

    CICLO B

    CICLO C

    BALANO DA PARTICIPAO TOTAL: 683

    2 Entregue em: 30/05/2012

  • 235 172 276

    N

    5

    7

    4

    5

    3

    4

    2

    3

    4

    3

    4

    44

    GESTO COMPARTILHADA

    POLTICA SOCIAL

    URBANIZAO

    SADE

    CULTURA,ESPORTE E LAZER

    SEGURANA PBLICA

    MOBILIDADE

    SANEAMENTO BSICO/MEIO AMBIENTE

    Bairros: Bispo de Maura; Branas; Cu Azul (parte); conjunto So Francisco de Assis;

    Copacabana (parte); Garas; Itapo; Jardim Atlntico; Nova Pampulha; Santa Amlia;

    Santa Branca; Santa Mnica (parte); Trevo; Unidas; Universo (parte); e Xangri-l.

    TEMTICA

    EDUCAO

    TERRITRIO P1

    POPULAO: 48.050 (IBGE/2010)

    Nmero de propostas apresentadas para o territrio

    TOTAL

    RESDUOS SLIDOS

    DESENVOLVIMENTO ECONMICO

    3 Entregue em: 30/05/2012

  • N PROPOSTA POLTICA/PROGRAMA ENCAMINHAMENTO(S) PREVISO/ SITUAOCUSTOS

    ESTIMADOS

    P1.1 A Implantar mais UMEIs

    (atendimento de 0 a 6 anos

    em tempo integral) e

    escolas regulares

    (municipais e estaduais)

    para atender grande

    demanda e total carncia

    do Bairro Trevo.

    Projeto Sustentador

    Expanso da Educao

    Infantil

    No territrio P1 esto previstas as seguintes obras:

    UMEI Santa Amlia e UMEI Branas. A construo

    da UMEI Santa Branca foi indicada para o PAC II

    2012, aguardando autorizao e financiamento. A

    implantao da UMEI Trevo dever ser includa em

    planejamentos futuros. A construo de UMEIs

    obedece a um padro definido pelo Ncleo de

    Projetos Especiais da Ed. Infantil (NEPE-EI ) da

    Sudecap, com capacidade para atendimento de 440

    crianas. As unidades so compostas por 12 salas

    de aula medindo 30m cada, em uma rea de

    terreno de, aproximadamente, 1200m .O tempo

    mdio de execuo de 18 meses entre projeto e

    obra, aps a licitao da empresa construtora.

    Previsto no

    planejamento da PBH

    R$ 2,8 milhes por

    UMEI, fora os

    custos com a

    desapropriao.

    P1.1 B Implantar escolas regulares

    (municipais e estaduais)

    para atender grande

    demanda e total carncia

    do Bairro Trevo.

    Educao Consta das prioridades, tanto da SMED quanto da

    SEE, a construo de uma escola no Territrio,

    considerando o crescimento acelerado da regio.

    Atualmente, os alunos vm sendo atendidos em

    trs escolas estaduais, sendo uma delas no bairro

    Trevo. A escola estadual Deputado lvaro Sales que

    est situada no bairro Trevo no comporta toda a

    demanda. Os alunos excedentes so atendidos em

    escolas de bairros prximos. A construo de uma

    escola demanda estudos, captao de recursos e

    planejamento oramentrio e financeiro. A

    construo de uma escola de ensino fundamental

    segue o padro arquitetnico nico da PBH,

    elaborado pela SUDECAP, para o atendimento de

    960 crianas no modelo escola integrada. O

    tamanho de terreno mnimo que comporte essa

    escola deve ser de 6.000 m2. O prazo de

    construo, aps a aprovao do projeto de 24

    meses.

    R$ 8 milhes por

    unidade, fora a

    desapropriao.

    ANLISE DAS PROPOSTAS DO PPR - REGIONAL PAMPULHA

    EDUCAO

    4 Entregue em: 30/05/2012

  • N PROPOSTA POLTICA/PROGRAMA ENCAMINHAMENTO(S) PREVISO/ SITUAOCUSTOS

    ESTIMADOS

    P1.2 Criar escolas de tempo

    integral na regio dos

    bairros Branas, Trevo,

    Enseada e outros.

    Projeto Sustentador

    Expanso da Escola

    Integrada

    No Territrio P1, todas as 3 escolas municipais j

    so integradas, atendendo a cerca de 820 alunos.

    No entanto, nos bairros indicados, no existem

    escolas municipais. A SMED tem articulado com a

    Secretaria do Estado da Educao SEE, atravs do

    projeto Territrios Educativos, para garantir que as

    redes de ensino da cidade atendam com a mesma

    qualidade e com projetos pedaggicos

    semelhantes. Os alunos do bairro Branas que

    participam do programa Escola Integrada so

    atendidos na E.M. Alice Nacif. Atualmente a PBH

    faz o transporte desses alunos. A poltica de tempo

    integral da PBH visa ao atendimento dos alunos no

    contraturno em que estudam, com atividades

    esportivas, de acompanhamento escolar, oficinas

    de artes, dentre outros.

    R$ 2 milhes para

    adequao da

    escola. Mais R$

    100 mil para cada

    200 alunos/ano

    P1.3 Investir em cursos de

    capacitao para

    professores e demais

    profissionais da educao

    para um enfrentamento

    mais eficaz da questo dos

    jovens usurios de drogas.

    Programa Municipal de

    Poltica sobre drogas em

    institucionalizao /

    Programa Rede Pela Paz

    A proposta da Poltica Municipal sobre drogas,

    elaborada pela PBH, tem carter intersetorial, com

    aes de preveno, tratamento e reinsero social.

    A SMED atua por meio do programa Rede Pela Paz,

    que tem por uma das funes apontar aes

    necessrias ao enfrentamento a esta desafiadora

    questo social, cuja responsabilidade compartilhada

    entre todos os cidados da cidade. O Programa Rede

    pela Paz atua em todas as escolas municipais para

    melhorar o clima escolar, na preveno e

    enfrentamento s diferentes manifestaes de

    violncia, utilizando-se da metodologia do trabalho

    em rede. So linhas de atuao do Rede pela Paz,

    dentre outras: *Formao de profissionais da rea da

    Educao e de demais agentes que atuam nas

    instituies escolares.*Anlise e produo de

    materiais que subsidiem o trabalho em sala de aula

    com a temtica em questo. *Monitoramento dos

    eventos que impactam no clima escolar e no processo

    de ensino-aprendizagem, o que inclui os boletins da

    Guarda Municipal.*Elaborao e execuo de

    programas, projetos e aes que trabalhem a

    temtica das drogas. *Participao de reunies

    intersetoriais, fomentando o trabalho em rede e

    atuando de forma participativa nas diversas questes

    da cidade.

    Ao em

    desenvolvimento

    ANLISE DAS PROPOSTAS DO PPR - REGIONAL PAMPULHA

    EDUCAO

    5 Entregue em: 30/05/2012

  • N PROPOSTA POLTICA/PROGRAMA ENCAMINHAMENTO(S) PREVISO/ SITUAOCUSTOS

    ESTIMADOS

    P1.4 Desapropriar os motis da

    regio de Santa Branca e

    transformar os prdios

    num complexo de

    EDUCAO e CULTURA

    onde funcionariam UMEIs,

    Escola Profissionalizante,

    Academia da Cidade, etc.

    Projeto sustentador

    Expanso da Educao

    Infantil/ Projeto

    sustentador

    Qualificao,

    profissionalizao e

    emprego / SMSA;

    Planejamento Urbano.

    No territrio P1 esto pre