of 17 /17
Código de Conduta Agrupamento de Escolas de Monção Anexo VIII do Regulamento Interno 2017 Agrupamento de Escolas de Monção 24-03-2017

Código de Conduta - aemoncao.comaemoncao.com/sites/default/files/8-anexo_8_codigo_de_conduta_aem.pdf · Código de Conduta 2017 3 Agrupamento de Escolas de Monção INTRODUÇÃO

Embed Size (px)

Text of Código de Conduta -...

Cdigo de Conduta Agrupamento de Escolas de Mono

Anexo VIII do Regulamento Interno

2017

Agrupamento de Escolas de Mono 24-03-2017

Cdigo de Conduta 2017

2 Agrupamento de Escolas de Mono

ndice

INTRODUO .................................................................................................................................................................... 3

CDIGO DE CONDUTA: PROFESSORES ............................................................................................................................. 4

CONDUTA DE CONDUTA: PESSOAL NO DOCENTE .......................................................................................................... 4

CDIGO DE CONDUTA: PAIS/ENCARREGADOS DE EDUCAO ........................................................................................ 5

CDIGO DE CONDUTA: ALUNOS ....................................................................................................................................... 6

TIPIFICAO DAS INFRAES, QUANTIFICAO DO NVEL DE GRAVIDADE E MEDIDAS DISCIPLINARES PROPOSTA ... 7

QUALIFICAO DA INFRAO .......................................................................................................................................... 9

PARTICIPAO DE OCORRNCIA ................................................................................................................................... 9

MEDIDAS DISCIPLINARES .............................................................................................................................................. 9

GUIO DE PROCEDIMENTOS........................................................................................................................................... 12

MEDIDA CORRETIVA DE ORDEM DE SADA DE SALA DE AULA ................................................................................... 12

OCORRNCIAS DISCIPLINARES EM ESPAOS EXTERIORES .......................................................................................... 13

Anexo 1|Registo Sumrio de Ocorrncias ...................................................................................................................... 14

Anexo 2|Registo sumrio de ocorrncias em espao exterior ....................................................................................... 15

Anexo 3|TAREFA DISCIPLINAR - FICHA DE OBSERVAO ............................................................................................... 16

Anexo 4|Registo de reflexo do aluno ........................................................................................................................... 17

Cdigo de Conduta 2017

3 Agrupamento de Escolas de Mono

INTRODUO

A necessidade da criao de um cdigo de conduta decorreu da emergncia de situaes relacionadas com a

indisciplina e do reconhecimento de que este facto afeta a qualidade da relao pedaggica entre professores e

alunos, prejudicando o regular desenvolvimento do processo ensino/aprendizagem.

Todos os alunos devem ser responsveis pelo seu comportamento no sentido de criar e manter um ambiente de

ensino/aprendizagem saudvel, criativo, produtivo e exigente e fomentar o respeito pelos direitos, pela propriedade

e pela segurana deles prprios e dos outros.

tambm objetivo deste cdigo o desenvolvimento de uma cultura de responsabilizao de pais e encarregados de

educao no acompanhamento do percurso escolar dos seus educandos, nomeadamente em situaes de

incumprimento dos seus deveres, enquanto alunos, referidos no Regulamento Interno.

O presente cdigo de conduta destina-se a todos os utentes do agrupamento e um documento

orientador que integra um conjunto de normas, determina responsabilidades e estabelece princpios, no

sentido de promover a aprendizagem do saber estar e de modificar comportamentos desviantes.

Cdigo de Conduta 2017

4 Agrupamento de Escolas de Mono

CDIGO DE CONDUTA: DOCENTES

Os docentes tm o dever de:

Exercer o seu papel de figura de autoridade;

Conhecer bem as suas funes e os procedimentos do Agrupamento;

Fazer cumprir as normas e as regras do Agrupamento e agir de acordo com os procedimentos institudos;

Criar condies de aprendizagem saudveis e seguras;

Chegar a horas e s deixar os alunos sair da aula hora prevista;

Respeitar as crianas/alunos e todos os membros da comunidade escolar e fazer-se respeitar;

Participar na educao dos alunos e membros da comunidade;

No abandonar a sala de atividades/aula antes da hora prevista;

Exercer as suas funes com empenho e profissionalismo;

Comunicar superiormente sempre que algo no esteja a correr de acordo com o previsto;

Atuar de imediato e de acordo com a sua funo;

Garantir que os espaos fiquem limpos e arrumados;

Garantir que os espaos fiquem limpos e arrumados depois das atividades letivas;

No utilizar telemveis ou outros equipamentos multimdia, para uso pessoal, em contexto de sala de

atividades/aula;

No difundir, na escola ou fora dela, nomeadamente, via internet ou atravs de outros meios de comunicao,

sons ou imagens captados nos momentos letivos e no letivos, sem autorizao do diretor;

Participar de forma ativa na vida do Agrupamento apresentando propostas/ideias de melhoria nos locais

adequados para o efeito;

Cooperar na promoo do bem-estar das crianas/alunos, protegendo-os de situaes de violncia fsica e/ou

psicolgica.

CONDUTA DE CONDUTA: PESSOAL NO DOCENTE

O pessoal no docente tem o dever de:

Exercer o seu papel de figura de autoridade;

Conhecer bem as suas funes e os procedimentos do Agrupamento;

Fazer cumprir as normas e as regras do Agrupamento e agir de acordo com os procedimentos institudos;

Respeitar as crianas/alunos e todos os membros da comunidade escolar e fazer-se respeitar;

Exercer as suas funes com empenho e profissionalismo;

Comunicar superiormente sempre que algo no esteja a correr de acordo com o previsto;

Garantir que os espaos fiquem limpos e arrumados;

Participar de forma ativa na vida escolar, apresentando propostas/ideias de melhoria nos locais adequados para o

efeito;

Cdigo de Conduta 2017

5 Agrupamento de Escolas de Mono

Cooperar na promoo do bem-estar das crianas/alunos, protegendo-os de situaes de violncia fsica e/ou

psicolgica, se necessrio solicitando a interveno de outros (diretores de turma/professores/direo);

Uso de farda.

No utilizar os telemveis ou outros equipamentos multimdia nos espaos adjacentes s salas de

atividades/aula e durante as mesmas, para uso pessoal;

Manter a disciplina dentro do recinto escolar, zelando pela correta implementao do cdigo de conduta.

CDIGO DE CONDUTA: PAIS/ENCARREGADOS DE EDUCAO

Os pais e encarregados de educao tm o dever de:

Ser responsveis pela educao dos seus educandos acompanhando ativamente a sua vida escolar;

Exercer o seu papel de figura de autoridade, estabelecendo limites;

Reconhecer e respeitar a autoridade dos professores no exerccio da sua profisso e incutir nos seus filhos ou

educandos o dever de respeito para com os docentes, assistentes operacionais, assistentes tcnicos e os colegas

da escola, contribuindo para a preservao da disciplina e harmonia da comunidade educativa;

Garantir que o seu educando cumpre rigorosamente os seus deveres, nos termos do presente Cdigo de

Conduta, em termos de comportamento e de empenho no seu processo de ensino e aprendizagem;

Garantir que o seu educando se faz acompanhar do material necessrio a cada uma das disciplinas;

Comunicar com o diretor de turma/docente titular de grupo/turma, sempre que julguem pertinente, nas horas

estipuladas para o efeito;

Promover a comunicao saudvel com o Agrupamento, confiando e dando credibilidade escola;

Participar ativamente na gesto de problemas de indisciplina;

Verificar regularmente as mensagens da escola atravs da caderneta escolar, ou outros meios de comunicao

institudos no agrupamento;

Verificar regularmente o caderno dirio e acompanhar os trabalhos de casa do seu educando;

Comparecer sempre que forem chamados escola;

No interromper as atividades letivas;

Indemnizar a escola relativamente a danos patrimoniais causados pelo seu educando;

Manter atualizados os seus contactos (telefnicos, endereo postal e eletrnico), bem como os do seu educando,

quando diferentes, informando a escola em caso de alterao;

Certificar-se de que os seus educandos se organizam, de forma a gerir os momentos de trabalho e de lazer;

Promover uma cultura de trabalho, de empenho e de brio pessoal;

Conhecer o estatuto do aluno e o regulamento interno;

Apoiar a escola na implementao correta do Cdigo de Conduta, responsabilizando-se pelas aes inadequadas

dos seus educandos bem como pelas suas consequncias

Cdigo de Conduta 2017

6 Agrupamento de Escolas de Mono

CDIGO DE CONDUTA: ALUNOS

De acordo com a Lei n 51/2012 de 5 de setembro, que aprova o Estatuto do Aluno e tica Escolar, a autonomia dos

agrupamentos de escolas () pressupe a responsabilidade de todos os membros da comunidade educativa pela

salvaguarda efetiva do direito educao e igualdade de oportunidades no acesso escola, bem como a promoo

de medidas que visem o empenho e o sucesso escolares, a prossecuo integral dos objetivos dos referidos projetos

educativos, incluindo os de integrao sociocultural, e o desenvolvimento de uma cultura de cidadania capaz de

fomentar os valores da pessoa humana, da democracia e exerccio responsvel da liberdade individual e do

cumprimento dos direitos e deveres que lhe esto associados (artigo 39, ponto 1).

Os alunos devem:

Ser pontuais;

Respeitar a autoridade e as instrues dos docentes e do pessoal no docente;

Participar com empenho nas atividades educativas ou formativas desenvolvidas pela escola;

Respeitar a integridade fsica e psicolgica de todos os membros da comunidade educativa, no

praticando quaisquer atos violentos, fsicos ou verbais, que possam prejudicar os outros;

Ter comportamentos e atitudes que no atentem contra os direitos dos outros ou contra o estipulado

na lei;

Zelar pela preservao, conservao e asseio das instalaes, material didtico, mobilirio e espaos

verdes da escola, fazendo uso correto dos mesmos;

No utilizar equipamentos tecnolgicos, designadamente telemveis ou tablets, nos locais onde

decorram aulas ou outras atividades formativas, exceto quando autorizado pelos professores ou pelos

responsveis pela direo da escola, para alguma atividade especfica;

No captar sons ou imagens, nomeadamente, de atividades letivas e no letivas, sem autorizao prvia

dos professores ou dos responsveis pela direo da escola;

No difundir, na escola ou fora dela, via Internet ou atravs de outros meios de comunicao, sons e

imagem captados nos momentos letivos e no letivos, sem autorizao da direo da escola;

Apresentar-se com postura e vesturio que se revelem adequados, em funo da idade, dignidade do

espao e especificidade das atividades escolares, no respeito pelas regras estabelecidas na escola;

Entrar, sair ou circular nos espaos escolares de forma ordeira, calma e, em especial nos corredores,

sem fazer barulho.

Cdigo de Conduta 2017

7 Agrupamento de Escolas de Mono

TIPIFICAO DAS INFRAES, QUANTIFICAO DO NVEL DE GRAVIDADE E MEDIDAS DISCIPLINARES

PROPOSTA

Dever Infrao Nvel de gravidade

(1-5)

Ser pontual Chegar atrasado s atividades letivas 1

Respeitar a autoridade e as instrues dos professores e do

pessoal no docente

No acatar ordens do professor/funcionrio 3

Levantar-se sem autorizao 2

Intervir na aula, sem levantar o brao 1

Intervir despropositadamente em contexto de aula 2

Recusar-se a obedecer quando recebe ordem de sada da sala de aula

5

Participar nas atividades educativas ou formativas desenvolvidas na escola

Conversar/brincar durante as aulas 2

Desrespeitar os materiais fornecidos pelo professor 3

Recusar-se a participar nas atividades 3

Respeitar a integridade fsica e psicolgica de todos os membros da comunidade educativa, no praticando quaisquer atos violentos

Agredir fisicamente um professor/funcionrio 5

Proferir ofensas verbais contra um professor/funcionrio 5

Ameaar ou intimidar um professor/funcionrio 5

Agredir fisicamente outro aluno 5

Proferir ofensas verbais contra outro aluno que ofendem ou ridicularizam

Leves 2

Graves 4

Muito graves 5

Ameaar fisicamente ou intimidar outro aluno 5

Intimidar outro aluno com frases ou insultos de carter sexual

5

Espalhar rumores ou mentiras acerca de outro aluno

Leves 2

Graves 4

Muito graves 5

Humilhar publicamente ou em privado outro aluno 5

Arremessar objetos contra outro aluno 5

Perseguir outro aluno 5

Ter comportamentos e atitudes que no atentem contra os direitos dos outros ou contra a lei

Estragar, com inteno, objetos que no lhe pertencem 4

Roubar ou furtar objetos ou praticar dano 5

Obrigar, atravs de ameaas, um colega a fazer coisas que no quer (por exemplo, dar dinheiro, fazer tarefas ou dar-lhe as suas coisas)

5

Ameaar um colega com armas (facas, bastes, etc.) 5

Possuir, consumir ou promover o trfico ou facilitao de substncias aditivas (tabaco, drogas ou lcool, etc.)

5

Cdigo de Conduta 2017

8 Agrupamento de Escolas de Mono

Proferir frases, ostentar smbolos ou praticar atos com mensagens de carter racista, xenfobo, ou discriminatrio do tipo racial, religioso ou sexual; importunar sexualmente, ou praticar ato, coao ou fraude sexual

Leves 2

Graves 4

Muito Graves 5

Usar ou ser portador de arma, artigo de imitao perigoso ou artefacto de pirotecnia

5

Perturbar o bom funcionamento da escola, com motim, ameaa, alterar ou tentar alterar as regras de acesso ao recinto escolar

5

Zelar pela preservao, conservao e asseio das instalaes, material didtico, mobilirio e espaos verdes da escola, fazendo uso correto dos mesmos

Escrever, rabiscar ou desenhar nas paredes ou mobilirio da escola

3

Danificar paredes, janelas, portas ou mobilirio 5

Sujar os espaos da escola ou da sala de aula 2

Mexer nos estores sem autorizao 2

Comer ou beber fora dos espaos reservados para o efeito 2

No utilizar equipamentos tecnolgicos, designadamente telemveis ou tablets, nos locais onde decorram aulas ou outras atividades formativas, exceto quando autorizado pelos professores ou pelos responsveis pela direo da escola, para alguma atividade especfica

Utilizar o telemvel ou outro equipamento multimdia sem a autorizao do professor ou dos responsveis pela direo da escola,

3

No captar sons ou imagens, designadamente, de atividades letivas e no letivas, sem autorizao prvia dos professores ou dos responsveis pela direo da escola

Captar sons ou imagens de atividades letivas ou no letivas, sem autorizao prvia dos professores ou dos responsveis pela direo da escola

5

No difundir, na escola ou fora dela, nomeadamente, via Internet ou atravs de outros meios de comunicao, sons ou imagens captados nos momentos letivos e no letivos, sem autorizao da direo da escola

Difundir, na escola ou fora dela, nomeadamente, via Internet ou atravs de outros meios de comunicao, sons ou imagens captados nos momentos letivos e no letivos, sem autorizao da direo da escola bem como dados pessoais e fotografias ilcitas

5

Apresentar-se com postura e vesturio que se revelem adequados, em funo da idade, dignidade do espao e especificidade das atividades escolares, no respeito pelas regras estabelecidas na escola

Usar auscultadores durante a aula sem autorizao 3

Estar sentado de forma inapropriada 2

Balanar a cadeira ou mesa 2

Mascar pastilha elstica 2

Cdigo de Conduta 2017

9 Agrupamento de Escolas de Mono

Entrar, sair ou circular nos espaos escolares de forma ordeira, calma e, em especial nos corredores, sem fazer barulho

Obstruir propositadamente as passagens essenciais 3

Circular aos gritos e empurres 3

Correr nos corredores 2

Desrespeitar as filas da cantina e do bar 3

Circular nos espaos interditos a alunos 3

Entrar e sair da sala de aula aos gritos e empurres 3

Circular nos corredores, durante o perodo de aulas, fazendo ostensivamente rudo desnecessrio.

3

Nota: As infraes em que o aluno for reincidente passam para o nvel seguinte de gravidade, sendo aplicadas as medidas correspondentes.

QUALIFICAO DA INFRAO

A violao pelo aluno dos deveres previstos no Cdigo de Conduta do agrupamento, de forma reiterada e/ou

em termos que se revelem perturbadores do funcionamento normal das atividades da escola ou das relaes

no mbito da comunidade educativa, constitui infrao disciplinar passvel da aplicao de medida corretiva ou

medida disciplinar sancionatria.

PARTICIPAO DE OCORRNCIA

O membro do pessoal no docente que presencie ou tenha conhecimento de comportamentos suscetveis de

constituir infrao disciplinar deve particip-los imediatamente Professor Titular de Turma/Diretor de Turma

ou, no caso de se tratar de uma infrao de maior gravidade (Muito Grave - Grau 5), diretamente Direo do

agrupamento.

O aluno que presencie comportamentos suscetveis de constiturem infrao disciplinar deve comunic-los

imediatamente ao Professor Titular de Turma/Diretor de Turma, o qual, no caso de se tratar de infraes de

maior gravidade, os participa, no prazo de um dia til, ao diretor do agrupamento.

O professor que presencie ou tenha conhecimento de comportamentos suscetveis de constituir infrao

disciplinar deve tomar as medidas definidas de acordo com a gravidade da infrao.

MEDIDAS DISCIPLINARES

De acordo com a Lei n 51/2012 de 5 de setembro, que aprova o Estatuto do Aluno e tica Escolar, todas as

medidas disciplinares corretivas e sancionatrias prosseguem finalidades pedaggicas, preventivas, dissuasoras

e de integrao, visando, de forma sustentada, o cumprimento dos deveres do aluno, o respeito pela

autoridade dos professores no exerccio da sua atividade profissional e dos demais funcionrios, bem como a

segurana de toda a comunidade educativa (artigo 24, ponto 1).

Cdigo de Conduta 2017

10 Agrupamento de Escolas de Mono

Assim, na determinao da medida disciplinar corretiva ou sancionatria a aplicar deve ter-se em considerao

a gravidade do incumprimento do dever, as circunstncias atenuantes e agravantes apuradas em que esse

incumprimento se verificou, o grau de culpa do aluno, a sua maturidade e demais condies pessoais, familiares

e sociais (artigo 25, ponto 1).

Consideram-se circunstncias atenuantes o bom comportamento anterior do aluno, o seu aproveitamento

escolar e o reconhecimento com arrependimento da natureza ilcita da sua conduta.

Consideram-se circunstncias agravantes da responsabilidade do aluno a premeditao, a gravidade do dano

provocado a terceiros e a acumulao de infraes disciplinares e a reincidncia nelas.

1. Medidas disciplinares corretivas:

a) A advertncia: consiste numa chamada verbal de ateno ao aluno, perante um comportamento

perturbador do funcionamento normal das atividades escolares ou das relaes entre os presentes no local

onde elas decorrem, com vista a alert-lo para que deve evitar tal tipo de conduta e a responsabiliz-lo pelo

cumprimento dos seus deveres como aluno.

b) A ordem de sada da sala de aula e demais locais onde se desenvolva o trabalho escolar: da exclusiva

competncia do professor respetivo e implica a marcao de falta injustificada ao aluno.

A aplicao no decurso do mesmo ano letivo e ao mesmo aluno da medida corretiva de ordem de sada da sala de

aula pela terceira vez, por parte do mesmo professor, ou pela quinta vez, independentemente do professor que a

aplicou, implica a anlise da situao em conselho de turma, tendo em vista a identificao das causas e a

pertinncia da proposta de aplicao de outras medidas disciplinares corretivas ou sancionatrias, nos termos do

Estatuto do Aluno e tica Escolar.

c) A realizao de tarefas e atividades de integrao na escola ou na comunidade, podendo para o efeito ser

aumentado o perodo dirio e/ou semanal de permanncia obrigatria do aluno na escola ou no local onde

decorram as tarefas ou atividades: realiza-se em perodo suplementar ao horrio letivo, no espao escolar ou

fora dele, neste caso com acompanhamento dos pais ou encarregados de educao ou de entidade local ou

localmente instalada idnea e que assuma coresponsabilizar-se, nos termos a definir em protocolo escrito

celebrado nos termos previstos no regulamento interno da escola.

d)O condicionamento na participao em certas atividades extracurriculares, sem prejuzo das que se

encontrem afetas a atividades letivas.

e) O condicionamento no acesso a certos espaos escolares ou na utilizao de certos materiais e

equipamentos, sem prejuzo dos que se encontrem afetos a atividades letivas.

e) A mudana de turma.

2. Medidas disciplinares sancionatrias:

Cdigo de Conduta 2017

11 Agrupamento de Escolas de Mono

a) Repreenso registada: quando a infrao for praticada na sala de aula, da competncia do professor

respetivo; nas restantes situaes da competncia do diretor do agrupamento, a mesma inclui o processo

individual do aluno.

b) A suspenso at 3 dias teis;

c) A suspenso da escola entre 4 e 12 dias teis;

d) A transferncia de escola;

e) A expulso da escola.

Nvel da Infrao Tipo de Infrao Medida Disciplinar

1 Leve Medidas Disciplinares Corretivas

2

3 Grave

Medidas Disciplinares Sancionatrias 4

5 Muito grave

Cdigo de Conduta 2017

12 Agrupamento de Escolas de Mono

GUIO DE PROCEDIMENTOS

MEDIDA CORRETIVA DE ORDEM DE SADA DE SALA DE AULA

A medida corretiva de ordem de sada do aluno do espao de aula deve ser encarada como excecional e aplicada apenas em ltimo recurso, quando outras estratgias de controlo do comportamento aplicadas, no resultem. Na aplicao desta medida, o aluno deve ser encaminhado para a Biblioteca ou Sala de Estudo ou Equipa

Disciplinar para a realizao e trabalho especfico a definir pelo professor.

A. Procedimentos do Professor

1. Se a ocorrncia for muito grave, avisa, de imediato, a Direo, atravs do(a) Assistente Operacional;

2. Preenche, de imediato, a Ficha de Registo Sumrio de Ocorrncias (Anexo 1), descrevendo sumariamente a ocorrncia e indicando a proposta de atividade a realizar pelo aluno;

3. Marca falta disciplinar, que considerada injustificada;

4. Chama o Assistente Operacional, que acompanhar o aluno ao destino disponvel no momento, levando consigo a Ficha de Registo Sumrio de Ocorrncias (Anexo 1);

5. O docente deve ter sempre consigo exemplares da Ficha de Registo Sumrio de Ocorrncias (Anexo 1), podendo no entanto, se for necessrio, solicit-la ao Assistente Operacional do bloco;

6. O docente faz, posteriormente, a participao detalhada da ocorrncia disciplinar no INOVAR, no prazo mximo de 48 horas classificando-a de acordo com o grau de gravidade.

B. Procedimentos do Assistente Operacional

1. Acompanha o aluno Equipa Disciplinar/BE/SEO e entrega a Ficha de Registo Sumrio de Ocorrncia ao tcnico ou docente de servio;

2. Fica responsvel, se for o caso, por ir buscar o aluno na hora designada pelo docente e encaminh-lo para a sala de aula novamente.

C. Procedimentos do Tcnico/Docente da Equipa Disciplinar

1. Recebe o aluno e a Ficha de Registo Sumrio de Ocorrncias (Anexo 1);

2. Procede ao registo do aluno no documento Registo de Ocorrncias (Anexo 3), indicando o nome, nmero e turma, a disciplina que o aluno estava a frequentar e a tarefa proposta pelo docente da disciplina;

3. Solicita ao aluno um relato e reflexo por escrito sobre a ocorrncia disciplinar, na Ficha de reflexo do aluno (Documento 3);

4. Faz cumprir a tarefa indicada na Ficha de Registo Sumrio de Ocorrncias;

5. Providencia o regresso do aluno sala de aula, caso assim seja indicado pelo docente da disciplina;

6. Os professores da Equipa Disciplinar comunicam a ocorrncia disciplinar, num prazo mximo de 48 horas ao Diretor de Turma.

D. Procedimentos do Diretor de Turma:

1. Verifica regularmente a existncia de Fichas de Ocorrncia;

2. Logo que tome conhecimento da ocorrncia disciplinar procura inteirar-se, o mais rapidamente possvel, do sucedido junto dos intervenientes e informa sobre os Encarregados de Educao;

Cdigo de Conduta 2017

13 Agrupamento de Escolas de Mono

3. Procede de acordo com a situao e o historial do Aluno, em conformidade com a Lei n51/2012 (Estatuto do Aluno e tica Escolar), Regulamento Interno do Agrupamento e Cdigo de Conduta.

OCORRNCIAS DISCIPLINARES EM ESPAOS EXTERIORES

As ocorrncias disciplinares em espaos exteriores sala de aula devem ser objeto de interveno corretiva por parte dos Assistentes Operacionais/Tcnicos ou Professores que as presenciem. No caso de o aluno no acatar a autoridade ou, se a gravidade da ocorrncia disciplinar o justificar, devem ser adotados os procedimentos que a seguir se indicam.

A. Procedimentos do Assistente Operacional/Tcnico, Docente:

1. Identifica o Aluno e o respetivo Diretor de Turma;

2. Conduz o Aluno Equipa Disciplinar e relata a ocorrncia;

3. Preenche a Ficha de Ocorrncia em Espaos exteriores (Anexo 2);

4. Se a ocorrncia disciplinar for Muito Grave relata-a diretamente Direo.

B. Procedimentos do Professor da Equipa Disciplinar

1. Recebe o aluno e a Ficha de Ocorrncia em Espaos exteriores (Anexo 2);

2. Procede ao registo do aluno no documento Registo de Ocorrncias, indicando o nome, nmero e turma e o local de ocorrncia do comportamento desadequado;

3. Solicita ao aluno um relato e reflexo por escrito sobre a ocorrncia disciplinar, na Ficha de reflexo do aluno (Anexo 4);

4. Os professores da Equipa Disciplinar comunicam, o mais rapidamente possvel, ao Diretor de Turma.

C. Procedimentos do Diretor de Turma:

1. Verifica regularmente a existncia de Fichas de Ocorrncia;

2. Logo que tome conhecimento da ocorrncia disciplinar procura inteirar-se, o mais rapidamente possvel, do sucedido junto dos intervenientes e informa os Encarregados de Educao;

3. Procede de acordo com a situao e o historial do Aluno, em conformidade com a Lei n51/2012 (Estatuto do Aluno e tica Escolar), Regulamento Interno do Agrupamento e Cdigo de Conduta

Para qualquer omisso deste documento remete-se para a legislao em vigor (Estatuto do aluno dos ensinos bsico

e secundrio, e regulamento interno de agrupamento)

Cdigo de Conduta 2017

14 Agrupamento de Escolas de Mono

Anexo 1|Registo Sumrio de Ocorrncias ____________________________________________________, Professor da disciplina de ____________________,

vem por este meio informar que o(a) aluno(a)_________________________________________________, do___

ano, n _____, da turma ___teve um comportamento considerado inadequado no dia ____ / ____ / 20___, pelas

_____h___min, na sala de aula.

Em consequncia disso apliquei a(s) seguinte(s) medida(s):

Advertncia Ordem de sada da sala de aula

Descrio sumria da ocorrncia

Proposta de atividade a realizar pelo aluno

a) Elaborao de uma reflexo escrita sobre a sua conduta cvica;

b) Leitura de textos e elaborao de resumos;

c) Realizao de trabalhos escritos para o desenvolvimento das competncias de escrita;

d) Ou outras que o docente determine.

e) No poder utilizar audiovisuais nem computador

Depois de conclui a tarefa deve

Regressar sala de aula

Aguardar o final da aula no local

Aguardar a chegada do professor

Dirigir-se para o intervalo

Mono, ____/____/____ O docente__________________________________________________

Cdigo de Conduta 2017

15 Agrupamento de Escolas de Mono

Anexo 2|Registo sumrio de ocorrncias em espao exterior Dando cumprimento ao estabelecido em matria de procedimento disciplinar, nos termos do Estatuto do Aluno e

tica Escolar do Aluno, __________________________________________vem comunicar a seguinte ocorrncia:

Contexto:

Imediaes escola Fora da sala de aula

Elemento(s) envolvido(s) na ocorrncia:

_______________________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________________

Dados sobre os factos participados:

Dia: __/__/201_ ; Hora: ___h___m

Descrio sumria da ocorrncia

Mono, ____/____/____

O participante (Prof/AO/AT/Aluno/EEd)________________________________________________

Cdigo de Conduta 2017

16 Agrupamento de Escolas de Mono

Anexo 3|TAREFA DISCIPLINAR - FICHA DE OBSERVAO

Presena

Tarefa realizada em:

Entrada s: Sada s:

Anlise

Aproveitamento

O aluno cumpriu a tarefa com empenho

O aluno cumpriu a tarefa

O aluno cumpriu a tarefa com relutncia

O aluno no cumpriu a tarefa

Comportamento

O aluno foi correcto com o funcionrio/professor

O aluno foi incorrecto com o funcionrio/professor

O aluno foi correcto com os colegas

O aluno foi incorrecto com os colegas

O aluno ausentou-se sem autorizao

Outro:

Observaes

Mono ____/____/____

O professor/tcnico/assistente operacional

____________________________

Cdigo de Conduta 2017

17 Agrupamento de Escolas de Mono

Anexo 4|Registo de reflexo do aluno

Aluno: ____________________________________________________ N ______ Ano/Turma: ______

Disciplina: ____________________ Local: ___________________ Data:____/____/______ Hora:______:______

Reflexo realizada pelo aluno

Mono, ______/______/______

O aluno:_______________________________________________________