Click here to load reader

Desenho de Moda(1)(1)

  • View
    1.237

  • Download
    1

Embed Size (px)

Text of Desenho de Moda(1)(1)

Ilustrao de moda, feminino.Por Clarissa Bittes.Curso bsico, gratuito e online oferecido pelo site LearnCafe.

ndice

Introduo 3Figura Frontal 5Exerccios 7Figura de Perfil 8Exerccios 8Figura andando 9Exerccios 9Figura de costas 10Exerccios 10Rosto, feies, ps, mos, cabelo 11Exerccios 13Roupas 14Exerccios 16Cores 17Inspirao 18Exerccios 18Croquis prontos 19Exerccios 25Para estudar 26Uma palavra da professora 28

IntroduoA prtica leva perfeio.Desenho uma forma de arte que, por traos produzidos a partir de algum material, comunica algo a algum. O desenho de moda, em si, comunica os conceitos, ideias, sugestes de moda para quem os analisar. O curso de ilustrao de moda dividido em trs partes: a figura, partes difceis e cores e inspiraes. Mostrado de forma dinmica e sempre motivando o aluno a seguir seu prprio estilo, o curso possui diversos exerccios para praticar cada passo que ensinado. Obedecendo ansiedade dos iniciantes nessa arte, procuro apresentar as partes mais importantes para os estudantes e ir aperfeioando o trao aos poucos. No fim do curso, apresentado uma lista de livros e sites teis para quem quer tornar o tmido trao do comeo numa pincelada certeira dentro do mercado de ilustrao de moda, ou apenas para entretenimento.

A figuraVoc precisar de um lpis 2B, ou lapiseira 0,5/0,7mm, uma borracha e papel para comear a desenhar. Uma boa iluminao e suporte liso tambm so importantes. Normalmente recomenda-se o uso do papel A3 Canson, podendo variar de acordo com as preferncias do ilustrador. Uma folha de papel maior que A4 benfica para o estudante j se acostumar com figuras maiores, portanto, maior quantidade de detalhes e maior acabamento para o desenho. notvel grande entusiasmo e ansiedade de novos ilustradores, mas deve-se lembrar que o desenho de moda, assim como qualquer arte, tenta passar uma mensagem, e antes de comear a reproduzi-la tal mensagem j deve estar clara na cabea do ilustrador. Para facilitar a roupa que quer ser mostrada, existe o desenho tcnico:

O desenho tcnico mostra costuras e detalhes da roupa planificada, como se estivesse no cho, completamente esticada. o desenho planificado, tcnico, que normalmente enviado s costureiras para ser transformado em uma pea real, j que suas informaes detalhadas servem para no dar duplas interpretaes, como pode ocorrer com o desenho livre. Neste curso, os desenhos planificados no sero abordados com preciso, pois o objetivo aqui no oferecer ensino superior aos alunos, mas sim, mostrar de forma concisa e prtica tcnicas de desenho. Um mtodo fcil para comear o desenho da figura feminina atravs do desenho do esqueleto com suas articulaes:

Esse esquema de primeiro desenhar o esqueleto muito til para localizar a pose, articulaes, ossos, e principalmente, dobras e apoios que influenciaro o caimento do tecido mais para frente. Lembre-se que a figura feminina possui aproximadamente oito cabeas de altura. importante ter essa noo para no fazer cabeas grandes demais, ou pernas longas demais. No comeo, tente fazer figuras mais proporcionais, e aos poucos, v mudando de acordo com seu estilo e preferncias. s vezes, seguir um padro no o jeito mais confortvel para o desenhista, ento v emoldurando sua figura at ach-la satisfatria, seja ela com sete cabeas, oito, nove e meia, dez ou onze.

Robert WagtComparando um esquema de desenho de moda com modelos normais, podemos perceber diferenas estticas como um tronco, pernas e braos mais alongados e finos na ilustrao. Entretanto, existem algumas noes que devem permanecer para dar realismo figura: Os cotovelos ficam na direo da cintura. A ponta do dedos da mo terminam no meio da coxa. A virilha fica na metade da figura completa. O joelho fica aproximadamente no meio da perna, entre a virilha e o tornozelo (pode variar dependendo da pose). Deve-se levar em conta tambm, a linha de equilbrio, imaginria, que parte do meio do pescoo at o cho, como um pndulo e que no pode colocar ambos os ps no mesmo lado, seno, a figura parecer estar caindo.

EXERCCIOS:*Crie trs desenhos na forma de esqueletos conforme as dicas apresentadas, com poses diferentes, e acrescente o volume aos poucos, dando forma e msculos. Observe fotos em revista, desfiles de biquni e livros de anatomia para aprofundar os conhecimentos sobre a forma humana em si.*Com uma folha vegetal, ou papel manteiga,desenhe por cima de fotos de modelos um esquema do esqueleto simplificado, como fora mostrado anteriormente.

Voc ento j consegue desenhar uma figura razovel na vista frontal. Recomenda-se a repetio exaustiva dos exerccios anteriores, at sua figura parecer satisfatria. Vamos ento partir para uma nova fase, o desenho de perfil. A maior dificuldade que percebida numa figura de perfil manter as propores, no fazer uma figura magra demais ou reta demais.

Tome o desenho do ilustrador Hayden Williams, acima, como exemplo. Observe a curvatura da coluna vertebral, e a inclinao do pescoo. Assim como os desenhos frontais, faa um esqueleto de perfil. Para comear, faa um simples, com as curvas bem definidas. Deixe mostra apenas um brao, e coloque a perna mais prxima do observador mais ntida. Observe os ps, dependendo do caso tero que estar levantados para um salto e, aos poucos, comece a se preocupar com pequenos detalhes, como seios, barriga, ombros e ossos salientes.EXERCCIOS: *Utilizando as poses desenhadas anteriormente, as refaa de perfil, tentando manter a proporo. Lembre-se dos passos esqueleto, volume, msculo.*Pegue fotos de revistas, pessoais, ou na internet e as copie. No importa a pose da modelo, mas tente pegar poses simples, preferencialmente com poucas roupas, ou com tecidos colados ao corpo para maior compreenso das formas.

Dentre as inmeras poses que podem ser retratadas em um desenho de moda, quatro so mais marcantes: frontal, perfil, andando e costas. As duas primeiras j foram estudadas, agora passamos para a terceira, comum em passarelas, fotos espontneas na rua ou algo do tipo: a figura andando (em movimento).Com simples dicas voc pode criar uma figura andando: Coloque um dos braos levemente atrs do corpo e o outro frente. Verifique em voc mesmo que o brao que se mexe seguindo um crculo da cintura at acima da cabea possui o ombro como o eixo do movimento. O antebrao segue na direo oposta em um semicrculo tendo o cotovelo como eixo do movimento. O joelho de uma das pernas est levemente acima do outro. O p visto de frente completa a iluso do movimento.

EXERCCIOS:*Pegue fotos na internet ou revistas de modelos na passarela e tente desenhar seus corpos em movimento, colocando no desenho suas peculiaridades corporais, como magreza, msculos mais definidos, cinturas mais finas, pernas grossas, gorduras, balano do quadril... Faa vrios desenhos, sem se preocupar com a roupa que as cobrir.

Por fim, mas no menos importante, a figura de costas. Para muitos, essa pose se torna mais fcil por no ter as dificuldades de um rosto, nem muitos detalhes do calado, ou mos, entretanto, mostrar algum de costas com realismo demanda algumas precaues importantes.

Na figura de costas, tudo o que na viso frontal ficava na frente, agora ficar atrs. Os cotovelos aparecem mais, o brao quando dobrado para frente ter o antebrao por baixo, o quadril e a cintura se tornam mais achatados, a panturrilha se torna mais evidente, e os ps parados parecem estar um pouco virados para cima e para fora.

EXERCCIOS: *Utilizando as mesmas poses dos desenhos frontais e de perfil, desenhe-os de costas. Adicione cabelo, e se quiser comear a praticar, adicione cor.

Partes DifceisAinda falta o rosto para o corpo feminino ficar completo. Considerado por muitos como uma das partes mais difceis de um desenho (junto com as mos e ps), o rosto para o desenho de moda deve ser simplificado. Esse um dos motivos que no comeo do curso solicitado um papel A3 e no A4, para o ilustrador possuir mais espao para desenhar, se expressar, e como todos temos a tendncia a fazer, complicar as coisas.

Roupas longas, bolsos, cabelos no rosto e objetos so truques muito teis para esconder as partes difceis do corpo feminino, e muito utilizadas por todos, inclusive o artista Matheus Carelli (desenho anterior). A dica : a prtica leva perfeio. Pratique inmeras vezes mos, ps e rostos em folhas avulsas para, na hora de aplica-los em um desenho, no hesitar, temendo destruir todo um trabalho minucioso que levou horas para ser terminado.Algumas dicas podem se tornar teis para aqueles que desejam detalhar a figura feminina... Para as feies do rosto: * Sugira as feies, Na dvida, no as desenhe.* As feies so geralmente menores do que imaginamos. Por exemplo, uma mo cobre facilmente a face.* Olhos e orelhas esto alinhados, na altura entre as sobrancelhas e o nariz.* Os olhos ficam exatamente no meio da altura da cabea - um erro comum desenh-los mais alto do que isso.* Geralmente, no meio da face, os dois olhos ficam a uma distncia correspondente ao tamanho de um olho.* A ris fica sempre parcialmente coberta pela plpebra superior, criando uma sombra no olho.* Os clios tornam-se progressivamente maiores em direo ao canto dos olhos, embora os clios de baixo sejam menores.* O lbio superior frequentemente aparece sombreado, no sentido da curva que faz sobre os dentes.* O lbio inferior costuma ser mais grosso do que o superior.* Os lbios alongam-se horizontalmente seguindo as curvas da face, portanto no os desenhe em linha reta.* Em vez de desenhar cada dente individualmente, sugira-os fazendo um sombreado entre eles.* O nariz comea na testa e tem uma reentrncia no local onde termina o osso e comea a cartilagem.* Construdo com os planos que formam os lados, o topo e a base, o nariz tem uma bola na base e asas do lado das narinas.

Para a forma do rosto em si:* Uma forma redonda, oval ou quadrada pode ser usada para construir a cabea.* A cabea dividida em trs partes: o crnio, os ossos da face e a mandbula.* Trace linhas-guia para definir a posio dos olhos, do nariz e da boca.* As linhas-guia podem ser posicionadas para representar os planos da face voltados para diferentes posies.* A face representa um ponto focal da ilustrao, mas deve se harmonizar com o resto do corpo e no sobressair-se em relao a ele.* Ao desenhar perfis, a simetria no precisa ser levada em considerao.* Um rosto mal desenhado pode arruinar uma boa ilustrao.

Para os cabelos: * As linhas do cabelo devem partir do couro cabeludo e continuar nas direes determinadas pelo estilo escolhido.* Tente no deixar os cabelos muito uniformes ou como um chapu.* Em vez de tentar desenhar cada fio, trace grandes tufos.* O volume dos cabelos da mulher geralmente maior do que o do homem, enfatizando o arredondado da testa.* Os cabelos femininos so desenhados com linhas mais longas e fluidas, e os masculinos, com traos curtos.* Os cabelos devem ter tons variados, luzes e definio - no devem ser tratados como uma massa nica.* Os cabelos podem ter vrios estilos: presos atrs, arrumados, despenteados, modernos, chanel, ondulados, longos, cacheados, com franja, curtos, espetados, "escovinha", lisos, com tranas e assim por diante.

Para as mos: * A superfcie das mos revela os ossos sob ela.* Desenhar mos pequenas demais um erro muito comum.* A mo estirada deve cobrir a face - seu comprimento quase igual ao do rosto, da linha dos cabelos base do queixo.* A palma cncava; as costas da mo, convexas.* Na ilustrao de moda, simplifique o desenho das mos - voc no precisa indicar cada unha e cada n do dedo.

Para os ps e sapatos: * O peso do corpo apoiado basicamente no calcanhar e na borda externa do p.* Excluindo-se os dedos, a sola do p tem o mesmo tamanho da cabea.* O dedo tem aproximadamente 1/5 do tamanho total do p.* Sapatos e botas devem estar em proporo com o resto do corpo - uma figura com ps muito pequenos pode parecer que vai cair.* Quando for desenhar sapatos com salto, certifique-se de que o salto e a sola estejam no mesmo plano ou superfcie.* No desenho de moda, os sapatos geralmente so mais compridos e mais finos - quanto maior o salto, mas comprido parece ser o sapato.* Quanto maior for o sapato, maior deve ser o ngulo do arco do p.

EXERCCIOS: *Com os desenhos de vista frontal e lateral desenhe mos, ps e as feies do rosto. Desenhe as mos com movimentos diferentes, os ps com sapatos abertos e fechados, e o rosto simplificado.

Rostos simplificados de Cassandra Rhodi

VesturioAgora que desenhar a figura no mais problema, devemos colocar roupas nela. O maior trabalho de um estilista justamente esta parte: criar as roupas, seu design. O jeito certo para a elaborao de colees seria olhar para as tendncias, adotar uma inspirao, mesclar ambos, escolher os tecidos para a coleo e s depois fazer os esboos. E para os reais estilistas, depois de fazer 20 esboos que sai um look que vai para a passarela. A lio que pode ser tirada disso tudo? Pacincia. claro que esses esboos no passam por todo o detalhamento que vimos passo a passo agora, mas ainda sim possuem sua complexidade. Agora entra o que vimos no comeo do curso: o desenho tcnico. Assim que tiver uma ideia da roupa que quer desenhar, faa em uma folha separada o esboo, o desenho detalhado, vrias roupas at definir a que se encaixar no seu desenho, para no estragar seu trabalho desenhando e apagando diversas vezes, principalmente se estiver utilizando lapiseiras.

Como pode ser observado na figura anterior, o caimento das roupas segue linhas imaginrias j definidas. Na cintura, a linha se encontra reta, paralela ao olhar, acima dessa, comea a fazer um arco com concavidade para cima, e abaixo dessa, com concavidade para baixo, como um sorriso. Esses arcos vo variando dependendo da pose, e servem para saber a direo das cavidades do vesturio, como mangas, bainha, barra e gola. A gravidade e o movimento do corpo so os dois fatores responsveis pelas dobras e caimento do tecido no corpo. Realmente, no existe frmula pronta para descobrir exatamente como o tecido cair na figura dependendo da pose no desenho, a no ser na prtica. A observao de como os tecidos se comportam fundamental para compreender tal assunto. Com o tempo, ficar mais fcil desenhar, e no ser necessrio pensar demais para produzir. Fazer um desenho chapado, sem caimento, dobras de tecido, normalmente so de ilustradores no preocupados com a esttica, ou ento trabalhos feitos digitalmente.

Patrick Nagel (figura acima) foi um grande ilustrador que utilizava tcnicas muito semelhantes s digitais dos dias de hoje, mas que, ainda assim se preocupava em dar o caimento de tecidos, ainda que esses no aparecessem sombreados. Como j fora discutido, a variao de tcnicas depender do estilo pessoal de cada um, e nesse curso aprendemos apenas o bsico dos desenhos de moda, um ramo que se estica muito alm do abordado.

fcil observar, como nos exemplos anteriores, como um tecido se mantm com dois pontos de apoio, trs pontos de apoio, ou apenas um, e como ele se comporta ao encostar no cho. Entretanto, deve-se lembrar de que o que causa a impresso deste caimento so as sombras que ele possui. Em um desenho preto e branco, apenas com lapiseira e lpis, o sombreado do tecido ser dado com o grafite do lpis preenchendo o desenho de leve, e depois esfumaado com a ponta dos dedos, uma haste com pontas de algodo ou um esfuminho (vendido em papelarias).

EXERCCIOS: *Observe diferentes fotos de modelos e o caimento de suas roupas, e com o papel manteiga, desenhe seus corpos com a forma esqueleto e depois com volume, como feito no exerccio da pgina 7. Anote no desenho onde na foto real o tecido aparece sendo puxado ou amassado, e anote os fatores que influenciam isso (cinto, cadeira, gravidade, mos, objetos sendo carregados, etc). *Pegue os desenhos feitos com vista frontal, no pintados, e adicione roupas simples, de tecidos leves, tomando cuidado para reproduzir fielmente os caimentos. Ateno especial para vestidos e saias, pois dependendo do corte, algumas possuem mais tecido para cair (saia evas) e outras ficam justas ao corpo (saia lpis). *Pegue roupas de diferentes tecidos, e as coloque em algum suporte. Desenhe-as notando que tecidos mais duros possuem menos dobras que tecidos leves.

Cor e InspiraoJ sabemos ento desenhar corpos e at mesmo tecidos e seus caimentos. Aparentemente tudo est certo, mas para alguns, a falta de cor pode ser chata. Lembra da sequncia que estudamos? Tendncia, inspirao, tecidos e s por fim esboos? Neste curso, obedecendo ansiedade dos estudantes, comeamos com os esboos, tecidos e depois tendncias e inspiraes.Uma tcnica muito simples e apreciada por todos que utilizam lpis de cor o degrad. Consiste em pintar toda a rea desejada com uma cor clara e ir, aos poucos adicionando cores mais escuras, criando aquela impresso de sombra e luz.

Cada cor possui seu significado, sua forma transcendental que pode transmitir sensaes queles que a veem. As cores amarelo, laranja, vermelho e rosa so normalmente associadas ao calor, alegria, vero, enquanto azul, roxo, verde, marrom so cores frias, quietas, invernais. Fazer uma boa escolha de cor pode ser interessante de acordo com a tendncia e estao do momento. Se seu caso desenhar apenas para hobbie, a escolha das cores se torna unicamente pessoal. Normalmente a paleta de cores de uma coleo de moda pequena, restrita, com algumas nuances e variaes de intensidade, e tanto relacionada com a tendncia e estao quanto inspirao. As inspiraes de um artista podem vir de todos os cantos e lugares, de qualquer aspecto que lhe d interesse. No basta ento apenas se interessar por um palito de dente que comear a desenhar vestidos tubinhos com estampa de palito de dente, mas sim pesquisar sobre o tema, selecionar figuras, fotos, esboos, cores que lhe remetem quele tema e abord-lo de todas as formas possveis.

A figura acima mostra diferentes palavras que podem ser associadas figura de palitos de dente. Essas palavras ajudam a criar uma imagem mais abstrata da inspirao, criar estampas e at ajudar na arte em geral. EXERCCIOS: *Estabelecendo uma cartela de no mximo quatro cores (essas podendo variar entre claras e escuras), pinte seus desenhos frontais, que j possuem roupas e caimento. Lembre-se que as partes para fora so mais claras do que as de dentro. Pinte inicialmente com lpis de cor e depois, se quiser, teste giz de cera, tinta, aquarela, colagem, canetas, esmaltes ou at mesmo programas digitais simples como o Paint.

Croquis prontosMuitas pessoas, ao comear a desenhar, possuem milhares de idias para roupas, mas possuem um bloqueio para desenhar corpos e movimentos. Existem diversos croquis disponveis na internet para download, para serem impressos e servirem como molde para um desenho. O ideal seria que o prprio ilustrador fizesse seus croquis, e os deixasse guardados para no futuro, servirem de base para trabalhos. Os croquis disponveis aqui podem ser achados facilmente na internet, e seus links seguem abaixo imagem.

http://www.designersnexus.com/free-fashion-croquis-templates/female-fashion-figure-025/http://aiciel.deviantart.com/art/Free-Fashion-Croquis-04-262116758

http://aiciel.deviantart.com/art/Free-Fashion-Croquis-02-262116584

http://modafashionpontocom.blogspot.com.br/2012/03/voce-pensa-que-nao-sabe-desenhar.html

http://modafashionpontocom.blogspot.com.br/2012/03/voce-pensa-que-nao-sabe-desenhar.html

http://aiciel.deviantart.com/art/Free-Fashion-Croquis-06-262867809?q=boost%3Apopular%20fashion%20croquis&qo=3

EXERCCIOS: *Faa desenhos de roupas com caimento e cor, utilizando os croquis acima, ou seus prprios, obedecendo cada tema apresentado.

Mais conhecimentoExistem diversos livros que ensinam a desenhar, disponveis tanto para compra quanto para download na internet, alm de blogs, sites, tutoriais em vdeo que do dicas para os ilustradores. Como j fora repetido durante o curso, a prtica leva perfeio, e essa frase deve ser carregada como amuleto para toda e qualquer atividade que voc, caro aluno, deseja exercer. Disponibilizo ento o ttulo e resumo de alguns livros, os mesmos que me ajudaram a montar este curso para vocs lerem, procurarem e buscarem conhecimento alm do oferecido aqui. Desenho de Moda tcnicas de ilustrao para estilistas, de Michele Wesen Bryant, editora Senac. O livro mais completo que j vi, aborda desde recm nascidos, at adultos, homens e mulheres, passando pelos detalhes de roupa como drapeado, babado, alfaiataria, como representar brilho, l, estampas, tecidos transparentes, com exemplificao de artistas conhecidos mundialmente.Desenho de Moda e anatomia, de Denise Voss, Rio de Janeiro 2009. O livro, dinmico, aborda de forma simplificada a forma feminina mostrando passo a passo os trs rituais que aprendemos: esqueleto, volume e forma. Tambm ensina caimento de tecidos, e recomendado para iniciantes. FASHION ILLUSTRATOR, manual do ilustrador de moda, de Bethan Morris, editora Cosacnaify. O livro, parecido com o de Michele Bryant, mostra de forma simples, como encontrar inspiraes, figuras, reas difceis, tcnicas artsticas com outros materiais, apresentao de desenhos de moda para profissionais eentrevistas com ilustradores mundialmente conhecidos, sempre exemplificando seus tpicos, alm de possuir sugestes de leitura, endereos teis, revistas e publicaes da rea. O livro disponvel na internet para download pelo link: http://www.4shared.com/get/38319963/eae412d6/Fashion_Illustrator.htmlDrawing Drapery from head to toe, de Cliff Young, editora Dover.Disponvel apenas em ingls, o livro de 48 pginas foca apenas em como o tecido cai, se estica, e se movimenta, com explicaes simples e rpidas. Mostra o caimento de roupas masculinas e femininas, luvas e at mesmo sapatos e chapus. Fashion Ilustration School a complete handbook for aspiring designers and illustrators, de Carol A. Nunnelly, editora Thames & Hudson.Em ingls tambm, possui um vocabulrio muito extenso e complicado,mas aborda a figura completa, linhas, forma, cores, tcnicas e dicas, tipos de tecidos, tipos de roupas, criatividade, e materiais. Para aqueles que possuem o ingls muito avanado, e que procura um passo a passo detalhado. Todas as figuras do livro so de desenhos a nanquim e aquarela, nopossuindo lpis ou grafite.Livros que podem ser baixados na internet: O ensino do desenho no design de moda, 8 pginas: http://www.4shared.com/file/77640425/f814ceee/O_Ensino_do_Desenho_no_Design_de_Moda.html?dirPwdVerified=b8c22e6fDiseo de Moda (em espanhol) 15 pginas: http://www.4shared.com/file/77640256/2ad17521/moda_01.htmlStudents Manual of Fashion Drawing (emingls), 128 pginas: http://www.4shared.com/office/MPlGvSce/EBOOK_Crafts_-_Students_manual.htmlSites que merecem a visita: BlogPinkyDress, desenhos, moda, ilustradores, tendncias, beleza, sade e textos: http://pinkydress.blogspot.com.brSite Click Moda, desenhos: http://clickmoda.com.br/Site Promostyl, prognstico de tendncias: http://www.promostyl.comBlog Desenho de Moda, desenhos e ilustradores: http://desenho-de-moda.blogspot.com.br/Site Elle, moda, beleza, sade, tendncia: http://elle.abril.com.br/Site Vogue britnica, moda, tendncias, beleza, sade: http://www.vogue.co.uk/Site Garotas Estpidas, moda, tendncias, beleza, sade: http://www.garotasestupidas.com/Site Chata de Galocha, moda, tendncias, beleza, sade: http://www.chatadegalocha.com/Site Lookbook, street style: http://lookbook.nu/Site Looklet, simulador de guarda-roupa com grandes grifes (fotos abaixo): http://looklet.com/Site Polyvore, edio de fotos: http://www.polyvore.com/Site Fashionary: http://fashionary.org/blog/tag/illustrators/Blog doHayden Williams, desenhos: http://haydenwilliamsfashionillustrations.blogspot.com.brSite Computer Arts, arte digital: http://www.computerarts.co.uk/Site Marquise, histria da moda: http://www.marquise.de/Site Milan Fashion Campus, curso de desenho: http://shop.fashioncampus.it/

Uma palavra da professoraEste curso foi inventado depois de uma cansativa busca por algo semelhante na internet durante uma manh. Conheci o LearnCafe e ento, resolvi ensinar queles interessados, as poucas coisas que sei de desenho de moda. Acredito que os alunos que fizerem todos os exerccios, sem preguia, sem reclamao e com empolgao, antes de gastar um bloco inteiro de papel Canson faro desenhos dignos de uau, foi voc quem fez isso?. Ento agradeo tambm aos alunos que resolveram confiar na palavra de uma desocupada como eu, que passei dois dias montando esse material para a plena utilizao de vocs. Devo ento agradecer s amigas que me apresentaram anos atrs ao universo fashion, e que, graas a elas comecei a desenhar de verdade, tanto como hobbie quanto gratificao pessoal. Ento obrigada a Julia, Giovana, Carolina, Ian, por ter aturado minhas crises de identidade, Gabriela, Anna, Matheus e tantos outros que me ajudaram nessa jornada artstica e me entusiasmaram a fazer isso. Obrigada aos meus pais e irmos por aturarem s crticas de estilo, comprarem meus livros e serem honestos e sinceros sobre meu trabalho. Me chamoClarissa R. Bittes, nascida em 1996, originria de Goinia, habitante da capital, dona do blog PinkyDress, estudante de moda nas horas livres e professora nos fins de semana.

4