of 26 /26
Quarta-feira , 29 de outubro de 2008 Tiragem: 1.500 exemplares www.campinas.sp.gov.br Prefeitura Municipal de Campinas Nº 9.523 Ano XXXVIII Diário Oficial Republicado por conter erros na edição EXPEDIENTE DESPACHADO PELO EXMO. SR. PREFEITO MUNICIPAL de outubro de 23 em 2008 De Secretaria Municipal de Educação – Protocolado nº 08/10/16.865 PG Diante dos elementos constantes no presente protocolado, e à vista das manifestações da Secretaria de Assuntos Jurídicos de fls. 346 a 352, bem como do Ato praticado pelo órgão gestor à fl. 353, RATIFICO o ato do Ilmo. Sr. Secretário de Recursos Humanos, de contratação da Universidade Municipal de São Caetano do Sul – Universidade IMES, com fulcro no inciso XIII do artigo 24 da Lei n.º 8.666/93, sem ônus para a Municipalidade, cujo objeto consiste na realização de concurso público no Município de Campinas com a finalidade de preenchimento de vagas do cargo de Agente de Educação Infantil, consoante minuta acostada às fls. 327 a 337. Publique-se, na forma do que dispõe o artigo 26 “caput”, da Lei Federal n.º 8.666/93. Após, à Secretaria de Administração para a numeração da contração em livro próprio, além da formalização do competente contrato, observada a recomendação de fl. 352. Finalmente, à SMRH para as demais providências. DR. HÉLIO DE OLIVEIRA SANTOS Prefeito Municipal EXPEDIENTE DESPACHADO PELO SR. SECRETÁRIO MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO Em 28 de outubro de 2008. Processo administrativo: n. 08/10/1.905- Concorrência n° 019/08- Interessado: Secretaria Municipal de Esportes e Lazer- OBJETO: Implantação e modernização de infra-estrutura para esporte recreativo e de lazer – Construção de Ginásio Poliesportivo. DECISÃO SOBRE IMPUGNAÇÃO Em face dos elementos constantes no presente processo administrativo, em especial a manifestação da Comissão Permanente de Licitações, que acato na íntegra, CONHEÇO das impugnações apresentadas pela Construtora LJA Ltda. e pela CONTERN Construções e Comércio Ltda., por serem tempestivas, e, no mérito, CONCEDO ACOLHIMENTO PARCIAL à impugnação da primeira e NEGO ACOLHIMENTO à impugnação da segunda empresa. Publique-se. Após, ao Departamento Central de Compras para prosseguimento do certame. SAULO PAULINO LONEL Secretário Municipal de Administração EXPEDIENTE DESPACHADO PELO SR.SECRETÁRIO MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO Em 15 de outubro de 2008 PROCESSO ADMINISTRATIVO 08/10/32.319 - PREGÃO PRESENCIAL 210/2008 - INTERESSADO: Secretaria Municipal de Recursos Humanos. - OBJETO: Contratação de Instituição Social habilitada para disponibilizar adolescentes na condição de aprendiz, de acordo com as necessidades e locais de trabalho indicados pela Prefeitura Municipal de Campinas. DECISÃO SOBRE IMPUGNAÇÃO Em face dos elementos constantes no presente processo administrativo, em especial a manifestação da Procuradora do Municipal, que acato na íntegra, CONHEÇO a impugnação apresentada pelo CENTRO DE INTEGRAÇÃO EMPRESA-ESCOLA - CIEE e, no mérito, ACOLHO PARCIALMENTE. Publique-se. Após, ao Departamento Central de Compras para prosseguimento do certame. SAULO PAULINO LONEL Secretário Municipal de Administração DEPARTAMENTO CENTRAL DE COMPRAS AVISO DE LICITAÇÃO Acha-se aberto no Município de Campinas o Pregão Eletrônico nº 236/2008 - Processo Administrativo nº 08/10/36.456 - Interessado: Secretaria Municipal de Saúde - SMS - Objeto: Aquisição de móveis hospitalares para o Hospital Municipal Ouro Verde e Rede Municipal de Saúde - OBTENÇÃO DO EDITAL: a partir do dia 07/11/2008 - RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DOS LOTES 01 a 42: das 08h do dia 19/11/2008 às 09h do dia 24/11/2008 - ABERTURA DAS PROPOSTAS DOS LOTES 01 a 42: a partir das 09h do dia 24/11/2008. Demais informações constam no preâmbulo do edital, no endereço eletrônico: www.licitacoes-e.com.br ou pelo telefone (0XX19) 2116-0137. Campinas, 23 de outubro de 2008 SHEILA CARMANHANES MOREIRA Pregoeira em exercício ERRATA AO EDITAL DO PREGÃO PRESENCIAL Nº 223/2008 Processo Administrativo: 08/10/39.637 - Interessado: Secretaria Municipal de Infra-estrutura (SMI) - Objeto: Registro de Preços de materiais elétricos. O Município de Campinas, por intermédio da Pregoeira, a pedido do órgão técnico, torna públicas as alterações nos itens 25, 28 e 29 do Lote 03 do Anexo I – Modelo de Proposta Comercial e subitem 1.2 do Anexo V – Projeto Básico do Pregão Presencial supra citado, conforme abaixo: Onde se lê: Item 25 - FESTINHA COM 100 LÂMPADAS 220 V, 2,5 WATS - 13 MA -6,5 METROS NÃO PISCANTE, COR BRANCA. Item 28 - MANGUEIRA LUMINOSA 2 FIOS - 220 VOLTS. Item 29 - LÂMPADA SEQUÊNCIA, CONJUNTO COM 100 LÂMPADAS, E 6,5 METROS”. Leia-se: Item 25 - FESTINHA COM 100 LÂMPADAS 220 V, 2,5 WATS - 13 MA - 6,5 METROS NÃO PISCANTE, COR BRANCA, MODELO UL. Item 28 - MANGUEIRA LUMINOSA 2 FIOS - 220 VOLTS, COM LED. Item 29 - LÂMPADA SEQUÊNCIA, CONJUNTO COM 100 LÂMPADAS, E 6,5 METROS FIO BRANCO, MODELO UL”. No mais, ficam ratificados os demais termos do Edital e seus Anexos. Campinas, 28 de outubro de 2008. GIOVANA CRISTINA ALVES DE SOUZA Pregoeira RECONSIDERAÇÃO DE JULGAMENTO DE PROPOSTAS Processo Administrativo: 08/10/19.327 Interessado: Secretaria Municipal de Saúde Assunto: Tomada de Preços nº 009/2008 Objeto: Aquisição de agasalhos, bonés e botas a serem utilizados pelo SAMU. A Comissão Permanente de Licitações para Assuntos da Secretaria Municipal de Saúde, em face dos elementos constantes no presente processo administrativo, decide por reconsiderar o Julgamento de Propostas publicado no Diário Oficial do Município, edição do dia 15 de outubro de 2008, conforme segue: 01. CLASSIFICAR em primeiro lugar as propostas das empresas COMERCIAL CAMPOS COMÉRCIO DE UNIFORMES EM GERAL LTDA.-ME para os itens 01, 02, 03 e 04, no valor total de R$ 48.342,00 (quarenta e oito mil, trezentos e quarenta e dois reais) e UNIFORMES CAMPINAS LTDA.-EPP para o item 05, no valor total de R$4.800,00 (quatro mil e oitocentos reais). A classificação das propostas encontra-se em planilha acostada à fl. 186 do processo em epígrafe. Os autos do processo estão com vista franqueada aos interessados na Comissão Permanente de Licitações para Assuntos da Secretaria Municipal de Saúde, localizada na Avenida Anchieta nº 200, 6º andar - Campinas (SP) nos horários das 08h30min às 12h00 e das 13h30min às 16h30min. Campinas, 24 de outubro de 2008. COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES para Assuntos da Secretaria Municipal de Saúde EXTRATOS Processo Administrativo n.º 08/10/35.802. Interessado: Secretaria Municipal de Esportes e Lazer. Modalidade: Pregão Presencial n.º 204/08. Ata de Registro de Preços n.º 252/08. Detentora da Ata: MANEQUINHO DE CAMPINAS – ROTISSERIE E PANIFICADORA LTDA. Objeto: Registro de preços tubos de serviço de locação de material e serviço de coquetel, coffee break, e brunch para eventos e reuniões promovidos pela SMEL. Preço Unitário: Lote 01 - itens 01 (R$29,00); 02 (R$20,00) e 03 (R$20,00); Lote 02 – itens 04 (R$19,00) e 05 (R$14,00). Prazo: 12 (doze) meses. Assinatura: 24/10/08. Processo Administrativo n.º 07/10/46.127 Interessado Secretaria Municipal de Assuntos Jurídicos Cooperante: EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO Termo de Cooperação n.º 03/07 Objeto de Cooperação: Conjugação de esforços dos partícipes para a reforma do prédio localizado na Cidade

Diário Oficial - campinas.sp.gov.br · De Secretaria Municipal de Educação – Protocolado nº 08/10/16.865 PG Diante dos elementos constantes no presente protocolado, e à vista

Embed Size (px)

Text of Diário Oficial - campinas.sp.gov.br · De Secretaria Municipal de Educação – Protocolado nº...

Quarta-feira , 29 de outubro de 2008Tiragem: 1.500 exemplares www.campinas.sp.gov.br

Prefeitura Municipal de CampinasN 9.523 Ano XXXVIII

Dirio OficialRepublicado por conter erros na edio

EXPEDIENTE DESPACHADO PELO EXMO. SR. PREFEITO MUNICIPAL

de outubro de 23 em 2008De Secretaria Municipal de Educao Protocolado n 08/10/16.865 PGDiante dos elementos constantes no presente protocolado, e vista das manifestaes da Secretaria de Assuntos Jurdicos de fl s. 346 a 352, bem como do Ato praticado pelo rgo gestor fl . 353, RATIFICO o ato do Ilmo. Sr. Secretrio de Recursos Humanos, de contratao da Universidade Municipal de So Caetano do Sul Universidade IMES, com fulcro no inciso XIII do artigo 24 da Lei n. 8.666/93, sem nus para a Municipalidade, cujo objeto consiste na realizao de concurso pblico no Municpio de Campinas com a fi nalidade de preenchimento de vagas do cargo de Agente de Educao Infantil, consoante minuta acostada s fl s. 327 a 337. Publique-se, na forma do que dispe o artigo 26 caput, da Lei Federal n. 8.666/93. Aps, Secretaria de Administrao para a numerao da contrao em livro prprio, alm da formalizao do competente contrato, observada a recomendao de fl . 352. Finalmente, SMRH para as demais providncias.

DR. HLIO DE OLIVEIRA SANTOSPrefeito Municipal

EXPEDIENTE DESPACHADO PELO SR. SECRETRIO MUNICIPAL DE ADMINISTRAO

Em 28 de outubro de 2008.Processo administrativo: n. 08/10/1.905- Concorrncia n 019/08- Interessado: Secretaria Municipal de Esportes e Lazer- OBJETO: Implantao e modernizao de infra-estrutura para esporte recreativo e de lazer Construo de Ginsio Poliesportivo.DECISO SOBRE IMPUGNAOEm face dos elementos constantes no presente processo administrativo, em especial a manifestao da Comisso Permanente de Licitaes, que acato na ntegra, CONHEO das impugnaes apresentadas pela Construtora LJA Ltda. e pela CONTERN Construes e Comrcio Ltda., por serem tempestivas, e, no mrito, CONCEDO ACOLHIMENTO PARCIAL impugnao da primeira e NEGO ACOLHIMENTO impugnao da segunda empresa.Publique-se. Aps, ao Departamento Central de Compras para prosseguimento do certame.

SAULO PAULINO LONELSecretrio Municipal de Administrao

EXPEDIENTE DESPACHADO PELO SR.SECRETRIO MUNICIPAL DE ADMINISTRAO

Em 15 de outubro de 2008PROCESSO ADMINISTRATIVO N 08/10/32.319 - PREGO PRESENCIAL N 210/2008 - INTERESSADO: Secretaria Municipal de Recursos Humanos. - OBJETO: Contratao de Instituio Social habilitada para disponibilizar adolescentes na condio de aprendiz, de acordo com as necessidades e locais de trabalho indicados pela Prefeitura Municipal de Campinas.DECISO SOBRE IMPUGNAOEm face dos elementos constantes no presente processo administrativo, em especial a manifestao da Procuradora do Municipal, que acato na ntegra, CONHEO a impugnao apresentada pelo CENTRO DE INTEGRAO EMPRESA-ESCOLA - CIEE e, no mrito, ACOLHO PARCIALMENTE.Publique-se. Aps, ao Departamento Central de Compras para prosseguimento do certame.

SAULO PAULINO LONELSecretrio Municipal de Administrao

DEPARTAMENTO CENTRAL DE COMPRASAVISO DE LICITAO

Acha-se aberto no Municpio de Campinas o Prego Eletrnico n 236/2008 - Processo Administrativo n 08/10/36.456 - Interessado: Secretaria Municipal de Sade - SMS - Objeto: Aquisio de mveis hospitalares para o Hospital Municipal

Ouro Verde e Rede Municipal de Sade - OBTENO DO EDITAL: a partir do dia 07/11/2008 - RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DOS LOTES 01 a 42: das 08h do dia 19/11/2008 s 09h do dia 24/11/2008 - ABERTURA DAS PROPOSTAS DOS LOTES 01 a 42: a partir das 09h do dia 24/11/2008. Demais informaes constam no prembulo do edital, no endereo eletrnico: www.licitacoes-e.com.br ou pelo telefone (0XX19) 2116-0137.

Campinas, 23 de outubro de 2008SHEILA CARMANHANES MOREIRA

Pregoeira em exerccio

ERRATA AO EDITAL DO PREGO PRESENCIAL N 223/2008

Processo Administrativo: 08/10/39.637 - Interessado: Secretaria Municipal de Infra-estrutura (SMI) - Objeto: Registro de Preos de materiais eltricos.O Municpio de Campinas, por intermdio da Pregoeira, a pedido do rgo tcnico, torna pblicas as alteraes nos itens 25, 28 e 29 do Lote 03 do Anexo I Modelo de Proposta Comercial e subitem 1.2 do Anexo V Projeto Bsico do Prego Presencial supra citado, conforme abaixo:Onde se l:Item 25 - FESTINHA COM 100 LMPADAS 220 V, 2,5 WATS - 13 MA -6,5 METROS NO PISCANTE, COR BRANCA.Item 28 - MANGUEIRA LUMINOSA 2 FIOS - 220 VOLTS.Item 29 - LMPADA SEQUNCIA, CONJUNTO COM 100 LMPADAS, E 6,5 METROS.Leia-se:Item 25 - FESTINHA COM 100 LMPADAS 220 V, 2,5 WATS - 13 MA - 6,5 METROS NO PISCANTE, COR BRANCA, MODELO UL.Item 28 - MANGUEIRA LUMINOSA 2 FIOS - 220 VOLTS, COM LED.Item 29 - LMPADA SEQUNCIA, CONJUNTO COM 100 LMPADAS, E 6,5 METROS FIO BRANCO, MODELO UL.No mais, fi cam ratifi cados os demais termos do Edital e seus Anexos.

Campinas, 28 de outubro de 2008.GIOVANA CRISTINA ALVES DE SOUZA

Pregoeira

RECONSIDERAO DE JULGAMENTO DE PROPOSTASProcesso Administrativo: 08/10/19.327 Interessado: Secretaria Municipal de SadeAssunto: Tomada de Preos n 009/2008 Objeto: Aquisio de agasalhos, bons e botas a serem utilizados pelo SAMU. A Comisso Permanente de Licitaes para Assuntos da Secretaria Municipal de Sade, em face dos elementos constantes no presente processo administrativo, decide por reconsiderar o Julgamento de Propostas publicado no Dirio Ofi cial do Municpio, edio do dia 15 de outubro de 2008, conforme segue: 01. CLASSIFICAR em primeiro lugar as propostas das empresas COMERCIAL CAMPOS COMRCIO DE UNIFORMES EM GERAL LTDA.-ME para os itens 01, 02, 03 e 04, no valor total de R$ 48.342,00 (quarenta e oito mil, trezentos e quarenta e dois reais) e UNIFORMES CAMPINAS LTDA.-EPP para o item 05, no valor total de R$4.800,00 (quatro mil e oitocentos reais).A classifi cao das propostas encontra-se em planilha acostada fl . 186 do processo em epgrafe.Os autos do processo esto com vista franqueada aos interessados na Comisso Permanente de Licitaes para Assuntos da Secretaria Municipal de Sade, localizada na Avenida Anchieta n 200, 6 andar - Campinas (SP) nos horrios das 08h30min s 12h00 e das 13h30min s 16h30min.

Campinas, 24 de outubro de 2008.COMISSO PERMANENTE DE LICITAES

para Assuntos da Secretaria Municipal de Sade

EXTRATOSProcesso Administrativo n. 08/10/35.802. Interessado: Secretaria Municipal de Esportes e Lazer. Modalidade: Prego Presencial n. 204/08. Ata de Registro de Preos n. 252/08. Detentora da Ata: MANEQUINHO DE CAMPINAS ROTISSERIE E PANIFICADORA LTDA. Objeto: Registro de preos tubos de servio de locao de material e servio de coquetel, coffee break, e brunch para eventos e reunies promovidos pela SMEL. Preo Unitrio: Lote 01 - itens 01 (R$29,00); 02 (R$20,00) e 03 (R$20,00); Lote 02 itens 04 (R$19,00) e 05 (R$14,00). Prazo: 12 (doze) meses. Assinatura: 24/10/08.

Processo Administrativo n. 07/10/46.127 Interessado Secretaria Municipal de Assuntos Jurdicos Cooperante: EGRGIO TRIBUNAL DE JUSTIA DO ESTADO DE SO PAULO Termo de Cooperao n. 03/07 Objeto de Cooperao: Conjugao de esforos dos partcipes para a reforma do prdio localizado na Cidade

2 Campinas, quarta-feira, 29 de outubro de 2008Dirio Ofi cial do Municpio de Campinas

EXPEDIENTEO Dirio Ofi cial do Municpio de Campinas (Lei N 2819/63) uma publicao da Prefeitura Municipal de Campinas - Site: www.campinas.sp.gov.br

Edio, Diagramao, Impresso e Distribuio: IMA - Informtica de Municpios Associados S/A - Rua Ataliba Camargo Andrade, 47, Cambu - Campinas/SPe-mail: diario.ofi [email protected] - Site: www.ima.sp.gov.br Assinatura e Informaes pelo Fone/Fax: (19) 3739-6033 ou no endereo acima.

Recebimento de matrias para publicao at 14h00 do dia anterior.

Judiciria nesta Comarca, que ser destinado instalao dos Servios de Execues Fiscais, Sala da Procuradoria e alocao de servios correlatos Termo de Aditamento de Cooperao n. 05/08 Objeto do Aditamento: Prorrogao de prazo por 12 (doze) meses, a partir de 13/05/08 Assinatura: 07/10/08.

Processo Administrativo n. 08/10/45.011. Interessado: Secretaria Municipal de Administrao Modalidade: Contratao Direta n. 81/08. Contratada: NEXTEL TELECOMUNICAES LTDA Termo de Contrato n 131/08 Objeto: Servio Mvel Especializado (SME), com aquisio de equipamentos. Valor: R$419.600,00 (quatrocentos e dezenove mil e seiscentos reais) Prazo: 12 (doze) meses Assinatura: 24/10/08.

Processo Administrativo n. 08/10/38672 Interessado: Secretaria Municipal de Sade Modalidade: Convite n. 99/08 Contratado: DUO PAPER REPRODUES DE ORIGINAIS LTDA. Carta-Contrato n. 42/08 Objeto da Carta-Contrato: Confeco e instalao de faixas para as campanhas de vacinaes Prazo: 12 (doze) meses. Valor: R$78.300,00 (setenta e oito mil e trezentos reais) Assinatura: 28/10/08.

CONSELHO MUNICIPAL DO IDOSO DE CAMPINASLei Municipal n. 13.118 de 18 de outubro de 2007 e Alteraes Posteriores, que Dispe sobre o Conselho Municipal do Idoso.

ATOS DO CONSELHOO Conselho Municipal do Idoso CMI no uso das atribuies que lhe confere a Lei Municipal n 13.118 de 18/10/2007 e Posteriores, atravs de sua Presidenta, Convoca os Conselheiros Titulares e Convida Suplentes e Interessados para participar da Reunio Ordinria a realizar-se no dia 05 de novembro de 2008 s 14h00. Local: Casa dos Conselhos.Rua: Ferreira Penteado, 1331 Centro Campinas fone: 3254-9263.Pauta:Discusso, aprovao e destaques da Ata da Reunio anterior.Ordem do Dia:a) Leitura da Ata da VI Conferncia Municipal do Idoso.b) Encontro de Corais.c) Informes gerais mediante inscrio na mesa diretora.d) Espao aberto para manifestao e outros.

23 de Outubro de 2008.MARIA GONZALEZ ALVAREZ

Presidenta do Conselho Municipal do Idoso(24, 25 e 29/10)

CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANA E DO ADOLESCENTE

RESOLUO N 48/2008 Dispe sobre os critrios para a seleo e encaminhamento dos alunos para a Fundao BRADESCO atravs das Entidade Encaminhantes e o

CMDCA.O Conselho Municipal dos Direitos da Criana e do Adolescente CMDCA, no uso de suas atribuies, que lhe foram conferidas pela Lei Municipal n 6.574/91, alterada pela Lei n 8.484/95, e tendo em vista o disposto na Lei Federal 8.069/90 Estatuto da Criana e do Adolescente, atravs de sua Presidente, tendo em vista a deliberao unnime do colegiado em reunio extraordinria de 21/10/2.008, resolve regulamentar o procedimento relativo seleo e encaminhamento dos alunos para a Fundao Bradesco, atravs da presente Resoluo, que ter a seguinte redao: O aluno a ser encaminhado para estudar na Fundao Bradesco dever:1) Estar cursando a 8. Srie (ou 9. Ano) do ensino fundamental no corrente ano;2) Demonstrar bom desempenho escolar atravs da freqncia s aulas e conceitos;3) A famlia dever acordar a possibilidade do aluno cursar o ensino mdio no perodo noturno, estando, porm, ciente de que a Fundao Bradesco est localizada em bairro prximo ao Jardim So Domingos;4) A famlia dever autorizar o aluno a utilizar o transporte escolar em veculo a ser contratado pela entidade que o encaminhar.5) No sendo possvel chegar com o veculo de transporte escolar no bairro em que o aluno reside, aps as 24:00h, a famlia do estudante, arcar com a responsabilidade da baldeao necessria entre o veculo escolar e o transporte necessrio para o retorno do estudante sua residncia;6) A entidade interessada em participar da seleo para encaminhamento de alunos para a Fundao Bradesco, deve encaminhar at o dia 06 de novembro a este Conselho os seguintes documentos: a) relatrio psicossocial do candidato (elaborado pelos profi ssionais de Servio Social ou Psicologia ou por ambos)b) boletim escolar at o terceiro bimestre de 2008;c) cpia da carteira de identidade;

d) cpia do comprovante de endereo;e) telefones de contato com famlia e candidato.7) Ser formado um Grupo de trabalho, com encontro agendado para o dia 11 de novembro s 16h00, na Casa dos Conselhos, para analisar os documentos e selecionar os adolescentes que sero encaminhados para o processo seletivo da Fundao Bradesco. Os representantes das organizaes que encaminharam a documentao de adolescentes esto convidadas para participarem da discusso. 8) Na primeira semana do ms de dezembro o CMDCA dever entregar a documentao dos candidatos Fundao Bradesco, para que proceda a seleo dos 15 casos que sero encaminhados;9) Em janeiro de 2009, a Fundao Bradesco far contato telefnico com os candidatos pr selecionados e agendar entrevista para o perodo entre os dias 10 e 20 do mesmo ms, ocasio em que os selecionados devero estar acompanhados de pelo menos um de seus genitores, ou de seu responsvel legal. Para a entrevista, os candidatos devero apresentar: a) comprovante de concluso da 8. Srie (ou 9. Ano) do ensino fundamental;b) caderno de Portugus utilizado este ano na escola; c) caderno de Matemtica utilizado este ano na escola.10) As aulas tero incio no fi nal do ms de janeiro ou incio de fevereiro de 2009, e, nessa ocasio, o candidato selecionado dever procurar a entidade encaminhante e solicitar a contratao do servio de transporte.11) A organizao que teve adolescentes selecionados na entrevista com a Fundao Bradesco apresentar ao CMDCA no incio do ms de fevereiro de 2009, o Plano de aplicao contendo o nome dos alunos selecionados e o cronograma de desembolso com os valores mensais do servio contratado.12) O prestador de servios de transporte escolar dever emitir Nota fi scal do servio prestado mensalmente e especifi cando o transporte para a Fundao Bradesco, para efeitos de prestao de contas junto ao FMDCA;13) A organizao apresentar relatrios semestrais com os resultados de aproveitamento e freqncia dos alunos.14) Esta Resoluo entrar em vigor na data da sua publicao e ter validade at o encerramento do ano letivo de 2009 junto a Fundao BRADESCO.

Campinas, 24 de outubro de 2008.SLVIA ELENA B. VILLAS BOAS

Presidente do CMDCA - Campinas(25,29 e 30/10)

CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTNCIA SOCIAL CMASATOS DO CONSELHO

O Conselho Municipal de Assistncia Social CMAS, no uso de suas atribuies, que lhe confere a Lei n 8.742, de 07/12/19993 LOAS (Lei Orgnica de Assistncia Social) e tendo em vista a Lei n 8.724, de 27/12/1995, que dispe sobre a sua criao, alterada pela Lei n 11.130, de 15/01/2002, e Decreto n 14.302, de 28/04/2003, que dispe sobre seu Regimento Interno, e atravs de sua Presidente no uso de suas atribuies legais CONVOCA seus Conselheiros Titulares e Suplentes e convida os interessados em geral para Reunio Extraordinria do CMAS a realizar-se no dia 04/11/2008, s 16h00, em sua sede Rua Ferreira Penteado, n 1.331 Centro Campinas, com a seguinte Pauta: Aprovao do Plano Municipal de Assistncia Social 2009 SEADS.

Campinas, 28 de Outubro de 2008.IZABEL CRISTINA SANTOS DE ALMEIDA

Presidenta do CMAS/Campinas

CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTNCIA SOCIAL CMASATOS DO CONSELHO

O Conselho Municipal de Assistncia Social CMAS, no uso de suas atribuies, que lhe confere a Lei n 8742 de 07/12/93 LOAS (Lei Orgnica de Assistncia Social) e tendo em vista a Lei n 8.724, de 27/12/1995, que dispe sobre a sua criao, alterada pela Lei n 11.130, de 15/01/2002, e Decreto n 14.302, de 28/04/2003, que dispe sobre seu Regimento Interno, e atravs de sua Presidente no uso de suas atribuies legais CONVOCA seus Conselheiros Titulares e Suplentes e convida os interessados em geral para Reunio da Comisso de Finanas e Oramento do CMAS a realizar-se no dia 04/11/2008, s 15h30, em sua sede Rua Ferreira Penteado, n 1.331 Centro Campinas.

Campinas, 28 de Outubro de 2008.IZABEL CRISTINA SANTOS DE ALMEIDA

Presidenta do CMAS/Campinas

EXPEDIENTES DESPACHADOS PELA SR. SECRETRIA DE CIDADANIA, TRABALHO, ASSISTNCIA E INCLUSO

SOCIALEm 28 de outubro de 2008

DESPACHOS AUTORIZATIVOS REFERENTES ADITAMENTOS AOS TERMOS DE AJUSTES DO CO-FINANCIAMENTO 2008Tendo em vista os pareceres fi nais da Secretaria Municipal de Assuntos Jurdicos, que indicam a ausncia de impedimentos legais e com fundamento nos artigos 9 e 10, ambos do Decreto Municipal n 16.058/2007, AUTORIZO OS ADITAMENTOS DOS TERMOS DE AJUSTES celebrados entre o Municpio de

3Campinas, quarta-feira, 29 de outubro de 2008 Dirio Ofi cial do Municpio de Campinas

Campinas, representado pela Secretaria Municipal de Cidadania, Trabalho, Assistncia e Incluso Social, e as Entidades, com as respectivas despesas, constantes na planilha abaixo:

PROTOCOLO N INTERESSADO VALOR DA DESPESA (R$)2007/10/55519 CENTRO SOCIAL ROMLIA MARIA 6.057,702007/10/55297 FUNDAO BEZERRA DE MENEZES 6.057,702007/10/55587 SOCIEDADE PR-MENOR BARO GERALDO 6.057,70

Nos termos das minutas acostadas, que foram devidamente aprovadas e rubricadas, para qualifi cao dos servios socioeducativos j realizados pelas entidades.Publique-se. Aps retorne Secretaria Municipal de Administrao para a formalizao dos termos prprios.

Campinas, 28 de outubro de 2008.DARCI DA SILVA

Secretria Municipal de Cidadania, Trabalho, Assistncia e Incluso Social

Protocolo: n 07/10/55450Interessado: TABA Espao de Vivncia e Convivncia do AdolescenteObjeto: Co-Financiamento 2008Despacho:Tendo em vista os pareceres da Secretaria Municipal de Assuntos Jurdicos, que indicam a ausncia de impedimentos legais e com fundamento nos artigos 9 e 10, ambos do Decreto Municipal n 16.058/2007, AUTORIZO o Aditamento do Termo de Ajuste n 171/08 fi rmado entre o Municpio de Campinas, representado pela Secretaria Municipal de Cidadania, Trabalho, Assistncia e Incluso Social e a TABA Espao de Vivncia e Convivncia do Adolescente, bem como a despesa de R$ 7.537,50 (Sete mil e quinhentos e trinta e sete reais e cinqenta centavos), nos termos da minuta acostada que foi devidamente aprovada e rubricada, por se tratar de ao imprescindvel na rede executora de Assistncia Social do Municpio.Publique-se. Aps a Secretaria Municipal de Administrao para a formalizao do termo prprio.

Campinas, 28 de outubro de 2008.DARCI DA SILVA

Secretria Municipal de Cidadania, Trabalho, Assistncia e Incluso Social

Protocolo: n 07/10/55563Interessado: SETA Sociedade Educativa de Trabalho e AssistnciaObjeto: Co-Financiamento 2008Despacho:Tendo em vista os pareceres da Secretaria Municipal de Assuntos Jurdicos, que indicam a ausncia de impedimentos legais e com fundamento nos artigos 9 e 10, ambos do Decreto Municipal n 16.058/2007, AUTORIZO o Aditamento do Termo de Ajuste n 105/08 fi rmado entre o Municpio de Campinas, representado pela Secretaria Municipal de Cidadania, Trabalho, Assistncia e Incluso Social e a SETA Sociedade Educativa de Trabalho e Assistncia, bem como a despesa de R$ 15.075,00 (Quinze mil e setenta e cinco reais), nos termos da minuta acostada que foi devidamente aprovada e rubricada, por se tratar de ao imprescindvel na rede executora de Assistncia Social do Municpio.Publique-se. Aps a Secretaria Municipal de Administrao para a formalizao do termo prprio.

Campinas, 28 de outubro de 2008.DARCI DA SILVA

Secretria Municipal de Cidadania, Trabalho, Assistncia e Incluso Social

EDITAL DE CONVOCAOO Conselho Municipal de Direitos da Pessoa com Defi cincia CMPD no uso das suas atribuies que lhe confere a Lei 10.316 de 09 de novembro de 1999,que dispe sobre sua criao, alterada pela Lei 13.052 de 29 de agosto de 2007, atravs de sua Presidente, convoca todos os Conselheiros Titulares e Suplentes para a Reunio Ordinria realizar-se no dia 05 de novembro de 2008, na Casa dos Conselhos sita a Rua Ferreira Penteado 1331, Centro, com incio s 16:30h e trmino 18:30h.

PAUTA: 1 Organizao da VI Conferncia Municipal de Direitos da Pessoa com Defi cincia;2 Informes.

Campinas, 27 de outubro de 2008MARIA DELTA BRITO RAMOS

Presidente do CMPD(29,30 e 31/10)

RECEITAS E DESPESAS DO ENSINO - PERODO 3 TRIMESTRE / 2008

Publicao - (Artigo 256 da Constituio Estadual)RECEITAS ARRECADADAS ACUMULADOIMPOSTO PREDIAL TERRITORIAL URBANO - IPTU 199,084,277.72IMPOSTO S/ TRANSMISSO DE BENS IMVEIS 31,697,637.91IMPOSTO S/ SERVIOS DE QUALQUER NATUREZA 235,772,565.35IMPOSTO DE RENDA RETIDO NA FONTE 55,445,203.63DVIDA ATIVA DE IMPOSTOS 45,245,894.69MULTA/JUROS PROVENIENTES DE IMPOSTOS 16,557,082.78FUNDO DE PARTICIPAO DOS MUNICPIOS 27,214,722.64IMPOSTO TERRITORIAL RURAL 173,809.96DESONERAO DE EXPORTAES (LC-87/96) 3,076,748.20IMPOSTO S/ CIRC. DE MERCADORIAS E SERVIOS 380,968,434.32IMPOSTO S/ PROPRIEDADE DE VECULO AUTOMOTOR 140,773,139.44IMPOSTO S/ PRODUTO INDUSTRIAL S/ EXPORTAO 3,666,562.23

TOTAL DAS RECEITAS DE IMPOSTOS E TRANSFERNCIAS 1,139,676,078.87QSE, CONVNIOS E OUTROS RECURSOS ADICIONAIS 22,449,833.80RENDIMENTOS DE APLICAO FINANCEIRA - CONTA LDB E ADICIONAIS 1,193,773.65RECURSOS DE OPERAES DE CRDITO 0.00RECURSOS RECEBIDOS DO FUNDEB 78,065,830.60RENDIMENTOS DE APLICAO FINANCEIRA DO FUNDEB 1,345,272.49TOTAL DOS RECURSOS ADICIONAIS 103,054,710.54TOTAL DA RECEITA ARRECADADA 1,242,730,789.41 DESPESAS DO ENSINO ACUMULADO12.122 -ADMINISTRAO GERAL DA SECRETARIA DA EDUCAO 6,058,738.5312.361-ENSINO FUNDAMENTAL 94,153,033.5112.365-EDUCAO INFANTIL 112,328,900.2612.366-EDUCAO DE JOVENS E ADULTOS 16,121,590.7412.367 - EDUCAO ESPECIAL 2,484,147.23(=)TOTAL DA DESPESA DO ENSINO 231,146,410.27(-)DESPESAS C/ RECURSOS DO QSE, CONVNIOS E OUTROS 17,716,280.71(-)DESPESAS C/ RENDIMENTOS DE APLICAES - CONTA LDB 3,201.71(-)DESPESAS C/ RECURSOS DE OPERAES DE CRDITO 0.00(=)TOTAL DA DESPESA COM RECURSOS PRPRIOS 213,426,927.85(+)DESPESAS REALIZADAS COM RECURSOS DO FUNDEB 74,836,544.34(+)VALOR EFETIVAMENTE RETIDO AO FUNDEB 16,777,697.61(-)PARCELA EMPENHADA DO GANHO LQUIDO - FUNDEB 0.00(=)TOTAL APLICADO NO ENSINO 305,041,169.80APLICAO NO ENSINO (ART. 212 CF) 26.77%FUNDEB APLICAO DOS RECURSOS RECEBIDOS DO FUNDEB 95.50%APLICAO NOS PROFISSIONAIS DO MAGISTRIO - FUNDEB 63.20%REPASSES CONTA DO ENSINO - ART.69,5,LEI 9.394/96 57,728,731.46

HLIO DE OLIVEIRA SANTOSPrefeito Municipal

GRACILIANO DE OLIVEIRA NETOSecretrio Municipal de Educao

JOO CARLOS RIBEIRO DA SILVADiretor DECOR - CRC 1SP 160065/O-3

CONSELHO MUNICIPAL DE ALIMENTAO ESCOLARCONVOCAO

A Presidente do Conselho Municipal de Alimentao Escolar CONVOCA todos Conselheiros titulares e convida seus suplentes, para a Reunio Ordinria a ser realizada:Data: 06/11/08Horrio: 17h30minLocal: Anchieta, 200, 9 andar sala de reunio.Pauta da Reunio:- Leitura da ata anterior;- Avaliao do Encontro do Conselho de Alimentao Escolar com os Educadores da Rede.

UREA LUNA RODRIGUES SILVAPresidente do Conselho de Alimentao Escolar

COMUNICADO SME N 104/2008O Secretrio Municipal de Educao, no uso das atribuies de seu cargo, COMUNICA que as vagas iniciais e potenciais para o processo de remoo de livre escolha para Monitores Infanto Juvenis I sero publicadas em 30/10/2008, no Dirio Ofi cial do Municpio, aps o encerramento do perodo de inscrio, previsto para 23h59min do dia 28/10/2008. Conforme o cronograma publicado, as vagas estaro disponveis no site http://smeprofi ssionais.ima.sp.gov.br para indicao pelos monitores no dia 29/10/2008, a partir das 11h00.

Campinas, 28 de outubro de 2008.GRACILIANO DE OLIVEIRA NETO

Secretrio Municipal de Educao

DEPARTAMENTO DE RECEITAS MOBILIRIASCOORDENADORIA SETORIAL DE CADASTRO

MOBILIRIOProtocolo : 05/10/3104Requerente : Clnica de olhos Doutor Carlos Signorelli S/C LtdaAssunto : Impugnao do lanamento ISSQN ofcio exerccio 2004.Com fulcro no que determina o artigo 72, pargrafo nico, do Decreto 12.392/2005 e artigo 1 da Instruo Normativa 03/2008, vista do que consta do protocolo supramencionado e face manifestao fi scal s fl s.50, deixo de conhecer o presente pedido face sua intempestividade, nos termos do artigo 70, inciso I, da lei 11.109/2001. Nada mais a providenciar arquive-se.

MAURCIO ALEXANDRE CAPANELLICoordenador.

DEPARTAMENTO DE RECEITAS MOBILIRIASCOORDENADORIA SETORIAL DE PROGRAMAO

FISCAL E ADMINISTRAOProtocolo: 2006/10/56091 e anexo 08/10/02525Interessado: Marco Antonio Pires de Moraes MEAssunto: Reviso de estimativaPelo que consta do protocolo em pauta, DEIXO DE CONHECER da reclamao quanto ao regime de estimativa do ISSQN, tendo em vista a intempestividade do pedido, nos termos do artigo 5, inciso I da Instruo Normativa 004/05 DRM/SMF, e, de ofcio, altero o valor estimado do ISSQN, para a quantia mensal de 96,4845

4 Campinas, quarta-feira, 29 de outubro de 2008Dirio Ofi cial do Municpio de Campinas

UFIC, para o perodo de janeiro a dezembro de 2002, e para a quantia mensal de 80,9841 UFIC, para o perodo de janeiro a dezembro de 2003, nos termos dos artigos 51, I e 52 do Decreto n 15.356/05 de 26 de dezembro de 2005.Protocolo: 2007/10/31779Interessado: Comrcio de Eletrodomsticos Vdeo Somi LtdaAssunto: Restituio de valor Pelo que consta do protocolo em pauta, DEFIRO o pedido de restituio de valor, sem carter homologatrio, do perodo de janeiro a dezembro de 2004, na quantia de 1.443,9098 UFIC, relativa diferena entre o valor estimado e o apurado pelo contribuinte, nos termos do artigo 34, II da Lei n 12.392/05, do artigo 42, II do Decreto n 15.356/05 e da IN 001/05 DRM/SMF. Recorro de ofcio ao Diretor do Departamento de Receitas Mobilirias, nos termos do artigo 3 da IN 001/2005 DRM/SMF de 04/03/2005, sendo que a presente deciso somente poder ser aplicada aps a deciso do recurso de ofcio ora apresentado, nos termos dos artigos 74 e 75 da Lei n 13.104/07.Protocolo: 2007/10/48787Interessado: Duplycopy Comrcio e Servios Ltda MEAssunto: Restituio de valor Pelo que consta do protocolo em pauta, DEFIRO o pedido de restituio de valor, sem carter homologatrio, do perodo de janeiro a dezembro de 2002, na quantia de 1.162,8234 UFIC, relativa diferena entre o valor estimado e o apurado pelo contribuinte, nos termos do artigo 34, II da Lei n 12.392/05, do artigo 42, II do Decreto n 15.356/05 e da IN 001/05 DRM/SMF. Recorro de ofcio ao Diretor do Departamento de Receitas Mobilirias, nos termos do artigo 3 da IN 001/2005 DRM/SMF de 04/03/2005, sendo que a presente deciso somente poder ser aplicada aps a deciso do recurso de ofcio ora apresentado, nos termos dos artigos 74 e 75 da Lei n 13.104/07.Protocolo: 2008/10/02783Interessado: Maria Wanderly Marson MEAssunto: Reviso de estimativaPelo que consta do protocolo em pauta, DEIXO DE CONHECER da reclamao quanto ao regime de estimativa do ISSQN, tendo em vista a intempestividade do pedido, nos termos do artigo 5, inciso I da Instruo Normativa 004/05 DRM/SMF e, de ofcio, desenquadro do regime de estimativa do ISSQN, nos exerccios de 2002, 2003, 2004 e 2005, nos termos dos artigos 51, II e 52 do Decreto n 15.356/05 de 26 de dezembro de 2005.Protocolo: 2008/10/43882Interessado: Isoclima Refrigerao Ar Condicionado Ltda MEAssunto: Reviso de estimativaPelo que consta do protocolo em pauta, DEIXO DE CONHECER da reclamao quanto ao regime de estimativa do ISSQN, tendo em vista a intempestividade do pedido, nos termos do artigo 5, inciso I da Instruo Normativa 004/05 DRM/SMF e, de ofcio, desenquadro do regime de estimativa do ISSQN, nos exerccios de 2002, 2003, 2004 e 2005, nos termos dos artigos 51, II e 52 do Decreto n 15.356/05 de 26 de dezembro de 2005.

MAURCIO ALEXANDRE CAPANELLICoordenador da CSCM/DRM respondendo pela CSPFA/DRM

AFT Matr. 108.663-4

DEPARTAMENTO DE RECEITAS MOBILIRIASCOORDENADORIA SETORIAL DE FISCALIZAO

MOBILIRIAProtocolo: 2008/10/36933.Interessado: Nancy Silva.Assunto: Impugnao de ISSQN na construo civil Notifi cao 005367/2008.Com base na manifestao fi scal apresentada, nos documentos constantes no processo, e em face do que dispem os artigos 66, 68, 69 e 110 da Lei Municipal n. 13.104/07 e na Instruo Normativa DRM/SMF N 003/2008, Indefi ro o pedido, visto que a rea complementar do lanamento foi identifi cada em vistoria realizada no imvel, que apurou rea total de 284,12 m, mantendo-se na ntegra o lanamento regularmente constitudo, nos termos do artigo 142 da Lei Federal 5.172/66(CTN).Protocolo: 2008/10/34959.Interessado: Jos Luiz Malavazi.Assunto: Impugnao de ISSQN na Construo Civil.Notifi cao: 005263/2008 e 005704/2008.Com base na manifestao fi scal apresentada, nos documentos constantes no processo, e em face do que dispem os artigos 66, 68, 69 e 110 da Lei Municipal n. 13.104/07, na Instruo Normativa DRM/SMF N 003/2008. Defi ro Parcialmente as razes da impugnao dos lanamentos notifi cados sob os nmeros 005263/2008 e 005704/2008, alterando-se os valores dos lanamentos para 2.999,4710 UFICs e 379,6362 UFICs, respectivamente, com fundamento no artigo 149, VIII da Lei 5.172/66 CTN, pois foram considerados para deduo da base de clculo do ISSQN devido, os valores constantes nas notas fi scais de servios de construo civil, que esto em conformidade com as disposies da legislao tributria municipal, cujo imposto foi devidamente recolhido.Protocolo: 2008/10/04256.Interessado: Srgio Luiz Medina da Cunha.Assunto: Carta de Cobrana DCCA.Com base na manifestao fi scal apresentada, nos documentos constantes no processo, e em face do que dispem os artigos 66, 68, 69 e 110 da Lei Municipal n. 13.104/07, na Instruo Normativa DRM/SMF N 003/2008. No Conheo das razes do pedido de cancelamento da notifi cao n. 220.006.079, por ter sido protocolizado intempestivamente, conforme disposto no artigo 83, I, da Lei 13.104/07, mantendo seus dados inalterados, tendo em vista que no foi constatada incorreo que justifi casse retifi cao, nos termos do artigo 149, VIII, da Lei 5.172/66 CTN.

HLIO PATRCIO DOS SANTOSAFT. Matr. 100.129-9

Coordenador da CSFM/DRM/SMF

COORDENADORIA SETORIAL DE CADASTRO MOBILIRIO

Protocolado: 05/10/30813 (06/10/20765 juntado)Requerente: Rosana Pereira de Souza.Assunto: Solicita restituio de valores pagos do ISSQN.Nos termos do art. 72 do Decreto Municipal n 15.356/05, indefi ro o pedido de restituio de valores do ISSQN desde 01/04/1990, no entanto de ofcio, autorizo a restituio dos valores da inscrio municipal n 11.114-7 recolhidos pela contribuinte, conforme tabela abaixo, de acordo com o que dispe o art. 168, I do CTN c/c art. 42 da Lei Municipal n 13.104/07, observando-se o disposto no art. 43 da mesma lei.

EXERCCIO VALOR A RESTITUIR EM UFIC2000 241,99322001 350,00002002 340,00002003 340,00002004 340,0000Autorizo tambm que os lanamentos dos exerccios de 2005, 2006, 2007 e 2008, que foram realizados como se a atividade fosse de nvel superior, sejam cancelados e que seja refeito os lanamentos para os mesmos exerccios, conforme determina o art. 28, 1, II, b da Lei Municipal n 12.392/05 c/c art. 96 da Lei Municipal n 13.104/07.

Protocolado: 06/10/22220Requerente: Vvian Calil.Assunto: Solicita encerramento retroativo de inscrio do ISSQN.Nos termos do art. 72 do Decreto Municipal n 15.356/05, indefi ro o pedido de encerramento retroativo da inscrio municipal n 46.438-4 na data solicitada, devendo de ofcio, ser reativada a inscrio para os lanamentos do ISSQN devido para os exerccios de 2003, 2004, 2005, 2006 e proporcionalmente ao de 2007 e posteriormente autorizo o encerramento em 15/02/2007 (conforme declarao DUOS fl s. 15 e 16), de acordo com o disposto no art. 64, 2 do Decreto Municipal n 15.356/05.

Protocolado: 08/10/11958Requerente: Carlos Herbert Barros.Assunto: Solicita encerramento retroativo de inscrio do ISSQN.Nos termos do art. 72 do Decreto Municipal n 15.356/05, defi ro o pedido de cancelamento retroativo da inscrio municipal n 94.571-4 em 05/01/2003, de acordo com o que dispe o art. 64, 2 do Decreto Municipal n 15.356/05, bem como, autorizo o cancelamento dos crditos tributrios posteriores data supramencionada.

Protocolado: 06/10/66659Requerente: Antnio Betin Neto.Assunto: Solicita encerramento retroativo de inscrio do ISSQN.Nos termos do art. 72 do Decreto Municipal n 15.356/05, indefi ro o pedido de encerramento retroativo da inscrio municipal n 41.729-7 na data solicitada, no entanto de ofcio, autorizo o encerramento em 28/12/2006 (data da protocolizao do pedido), de acordo com o que dispe o art. 64, 1, I, b do Decreto Municipal n 15.356/05, bem como autorizo o cancelamento dos crditos tributrios posteriores data supramencionada.

Protocolado: 08/10/18719Requerente: Luciana Carvalho Goulart.Assunto: Solicita cancelamento retroativo de inscrio do ISSQN.Nos termos do art. 72 do Decreto Municipal n 15.356/05, indefi ro o pedido de cancelamento retroativo da inscrio municipal n 95.571-0 na data solicitada, no entanto de ofcio, autorizo o encerramento em 31/12/2007, de acordo com o disposto no art. 64, 2 do Decreto Municipal n 15.356/05, bem como autorizo o cancelamento dos crditos tributrios posteriores data supramencionada.

Protocolado: 08/10/18720Requerente: Mauricio Cruz Coelho.Assunto: Solicita cancelamento retroativo de inscrio do ISSQN.Nos termos do art. 72 do Decreto Municipal n 15.356/05, indefi ro o pedido de cancelamento retroativo da inscrio municipal n 95.568-0 na data solicitada, no entanto de ofcio, autorizo o encerramento em 31/12/2007, de acordo com o disposto no art. 64, 2 do Decreto Municipal n 15.356/05, bem como autorizo o cancelamento dos crditos tributrios posteriores data supramencionada.

Protocolado: 06/10/22605 (06/10/38204 juntado)Requerente: Miguel Jos Murr Neto.Assunto: Solicita encerramento retroativo de inscrio do ISSQN.Nos termos do art. 72 do Decreto Municipal n 15.356/05, indefi ro o pedido de encerramento retroativo da inscrio municipal n 44.346-8 na data solicitada, devendo de ofcio, ser reativada a inscrio para os lanamentos do ISSQN devido para os exerccios de 2003, 2004, 2005, 2006, 2007 e 2008, de acordo com o disposto no art. 64, 2 do Decreto Municipal n 15.356/05.

Protocolado: 07/10/54552Requerente: Josias dos Santos.Assunto: Solicita cancelamento retroativo de inscrio do ISSQN.Nos termos do art. 72 do Decreto Municipal n 15.356/05, indefi ro o pedido de encerramento retroativo da inscrio municipal n 119.349-0 na data solicitada, no entanto de ofcio, autorizo o encerramento em 31/12/2007, de acordo com o disposto no art. 15, 2 da Lei Municipal 13.104/07 c/c art. 64, 2 do Decreto Municipal n 15.356/05, bem como autorizo o cancelamento dos crditos tributrios posteriores data supramencionada.

5Campinas, quarta-feira, 29 de outubro de 2008 Dirio Ofi cial do Municpio de Campinas

Protocolado: 07/10/45285 (07/10/47970 juntado)Requerente: Florisvaldo Lisboa de Brito.Assunto: Solicita cancelamento retroativo de inscrio do ISSQN.Nos termos do art. 72 do Decreto Municipal n 15.356/05, indefi ro o pedido de encerramento retroativo da inscrio municipal n 96.741-6 na data solicitada, no entanto de ofcio, autorizo o encerramento em 30/06/2004, de acordo com o que dispe o art. 64, 2 do Decreto Municipal n 15.356/05, bem como autorizo o cancelamento dos crditos tributrios posteriores a data supramencionada.

Protocolado: 03/10/15257Requerente: Benedito Carlos Pereira.Assunto: Solicita cancelamento retroativo de inscrio do ISSQN.Nos termos do art. 72 do Decreto Municipal n 15.356/05, indefi ro o pedido de encerramento retroativo da inscrio municipal n 27.414-3 na data solicitada, no entanto de ofcio, autorizo o encerramento em 06/03/2003 (data da protocolizao do pedido), de acordo com o disposto no art. 64, 1, I, b do Decreto Municipal n 15.356/05, bem como autorizo o cancelamento dos crditos tributrios posteriores a data supramencionada.

Protocolado: 07/10/46178Requerente: Luiz Carlos Luciano Lago. Assunto: Solicita cancelamento retroativo de inscrio do ISSQN.Nos termos do art. 72 do Decreto Municipal n 15.356/05, defi ro o pedido de encerramento retroativo da inscrio municipal n 117.972-1 em 01/08/2006 de acordo com o que dispe o art. 64, 2 do Decreto Municipal n 15.356/05, bem como autorizo o cancelamento dos crditos tributrios posteriores data supramencionada.

Protocolado: 07/10/25121Requerente: Herlei Batista dos SantosAssunto: Solicita cancelamento retroativo de inscrio do ISSQN.Nos termos do art. 72 do Decreto Municipal n 15.356/05, indefi ro o pedido de encerramento retroativo da inscrio municipal n 115.596-2 na data solicitada, no entanto de ofcio autorizo o cancelamento em 19/06/2007 (data da protocolizao do pedido), de acordo com o disposto no art. 64, 1, I, b do Decreto Municipal n 15.356/05, bem como autorizo o cancelamento dos crditos tributrios posteriores a data supramencionada.

Protocolado: 07/10/47242Requerente: Adilson Nunes da Silva.Assunto: Solicita cancelamento retroativo de inscrio do ISSQN.Nos termos do art. 72 do Decreto Municipal n 15.356/05, indefi ro o pedido de encerramento retroativo da inscrio municipal n 110.134-0 na data solicitada,

no entanto de ofcio, autorizo o encerramento em 30/05/2006, de acordo com o disposto no art. 64, 2 do Decreto Municipal n 15.356/05, bem como autorizo o cancelamento dos crditos tributrios posteriores a data supramencionada.

Protocolado: 07/10/44658Requerente: Elieperson Pereira Santos.Assunto: Solicita cancelamento retroativo de inscrio do ISSQN.Nos termos do art. 72 do Decreto Municipal n 15.356/05, indefi ro o pedido de encerramento retroativo da inscrio municipal n 102.758-1 na data solicitada, no entanto de ofcio, autorizo o encerramento em 30/05/2007, de acordo com o disposto no art. 64, 2 do Decreto Municipal n 15.356/05, bem como autorizo o cancelamento dos crditos tributrios posteriores a data supramencionada.

Protocolado: 07/10/36878Requerente: Jos Nilton Lacerda.Assunto: Solicita cancelamento retroativo de inscrio do ISSQN.Nos termos do art. 72 do Decreto Municipal n 15.356/05, indefi ro o pedido de encerramento retroativo da inscrio municipal n 111.039-0 na data solicitada, no entanto de ofcio, autorizo o encerramento em 30/07/2006, de acordo com o que dispe o art. 64, 2 do Decreto Municipal n 15.356/05, bem como autorizo o cancelamento dos crditos tributrios posteriores a data supramencionada.

Protocolado: 07/10/33677Interessado: Gerusa Giorno Eberhardt.Assunto: Solicita cancelamento retroativo de inscrio no ISSQN.Nos termos do art. 72 do Decreto Municipal n 15.356/05, indefi ro o pedido de cancelamento retroativo da inscrio n 108.739-8 na data solicitada, no entanto de ofcio, autorizo o encerramento em 17/08/2006 de acordo com o que dispe o art. 64, 2 do Decreto Municipal n 15.356/05, bem como autorizo o cancelamento dos crditos tributrios posteriores data supramencionada.

Protocolado: 07/10/09715 (08/10/11341 juntado)Requerente: Eurydice Fredericci.Assunto: Solicita cancelamento retroativo de inscrio do ISSQN.Nos termos do art. 72 do Decreto Municipal n 15.356/05, indefi ro o pedido de encerramento retroativo da inscrio municipal n 12.038-3 na data solicitada, no entanto de ofcio autorizo o cancelamento em 08/03/2007 (data da protocolizao do pedido) de acordo com o disposto no art. 64, 1, I, b do Decreto Municipal n 15.356/05, bem como autorizo o cancelamento dos crditos tributrios posteriores a data supramencionada.

MAURCIO ALEXANDRE CAPANELLICoordenador da CSCM

Matr. N 108.663-4

CDIGO Especificao da Receita Receita Prevista Julho/2008 Acumulado A Realizar100.000.00 RECEITAS CORRENTES 2,130,834,542.18 172,602,626.51 961,765,909.44 1,169,068,632.74 110.000.00 RECEITA TRIBUTRIA 850,208,161.00 57,481,901.22 402,852,746.36 447,355,414.64 111.000.00 Impostos 775,759,575.00 53,452,277.06 362,529,643.11 413,229,931.89 111.202.01 Imposto Predial Urbano 207,846,929.00 10,700,145.61 124,307,196.76 83,539,732.24 111.202.02 Imposto Territorial Urbano 53,980,226.00 3,732,905.30 33,277,569.16 20,702,656.84 111.204.00 Retido nas fontes 78,274,761.00 6,943,143.97 36,063,930.32 42,210,830.68 111.208.00 Imposto s/ Transm. "Inter Vivos" de Bens Imveis 48,426,675.00 3,682,519.41 20,066,585.88 28,360,089.12 111.300.00 ISSQN 387,230,984.00 28,393,562.77 148,814,360.99 238,416,623.01 112.000.00 Taxas 74,433,313.00 3,914,827.57 40,321,982.41 34,111,330.59 113.000.00 Contribuio de Melhoria 15,273.00 114,796.59 1,120.84 14,152.16 120.000.00 RECEITAS DE CONTRIBUIES 20,079,669.00 1,007,975.41 6,290,556.67 13,789,112.33 122.029.01 Custeio - Servio de Iluminao Pblica 20,079,669.00 1,007,975.41 6,290,556.67 13,789,112.33130.000.00 RECEITA PATRIMONIAL 40,533,389.27 11,042,072.23 5,246,394.67 35,286,994.60 131.000.00 Receitas Imobilirias 39,445.00 2,802.08 17,562.28 21,882.72 132.000.00 Receitas Mobilirios 40,493,944.27 11,033,554.26 5,228,832.39 35,265,111.88 133.000.00 Receitas de Concesses e Permisso de Uso 0.00 5,715.89 5,715.89 -5,715.89170.000.00 TRANSFERNCIAS CORRENTES 967,419,669.31 88,683,928.13 485,150,024.71 482,269,644.60 172.100.00 Transferncias da Unio 216,887,250.40 17,968,091.51 100,222,325.40 116,664,925.00 172.101.02 Cota-Parte Fundo Participao dos Municpios - FPM 27,849,932.00 2,591,217.25 18,666,118.32 9,183,813.68 972.101.02 Deduo de Receita p/Formao do FUNDEF FPM -5,104,892.54 -474,970.06 -3,421,499.05 -1,683,393.49172.101.05 Cota-Parte ITR 1,055,486.00 9,830.20 75,371.43 980,114.57 972.101.05 Deduo de Receita p/Formao do FUNDEB ITR -140,696.28 -1,310.32 -9,833.94 -130,862.34172.122.00 Transferncia da Compensao Financeira p/explorao 353,324.00 54,175.25 263,863.27 89,460.73 172.133.00 Transferncia de Recursos do SUS 165,163,736.37 13,689,315.67 71,828,586.00 93,335,150.37 172.135.00 Transferncia de Recursos do FNDE 25,668,610.85 1,820,635.71 11,143,794.08 14,524,816.77 172.136.01 Transferncia Financ.do ICMS-Desonerao-Lei Kandir 2,500,000.00 341,860.91 2,051,165.47 448,834.53 972.136.01 Deduo de Receita p/Formao do FUNDEB L.K. -458,250.00 -62,663.10 -375,978.61 -82,271.39172.199.00 Outras Transferncias da Unio 0.00 0.00 738.43 -738.43 172.200.00 Transferncias dos Estados 566,712,362.83 45,122,504.87 307,525,523.22 259,186,839.61 172.201.01 Cota- Parte Imp.Circulao Mercadoria e Servios ICMS 481,550,100.00 47,392,365.88 237,031,076.91 244,519,023.09972.201.01 Deduo de Receita p/Formao do FUNDEF ICMS -88,268,133.33 -8,687,020.65 -43,447,430.90 -44,820,702.43172.201.02 Cota-Parte do Imp.s/Propr.Veculos Automotores IPVA 184,325,475.00 5,937,279.41 124,275,354.19 60,050,120.81 972.201.02 Deduo de Receita p/Formao do FUNDEB IPVA -24,570,585.82 -791,365.04 -16,565,904.18 -8,004,681.64172.201.04 Cota-Parte Participao no IPI 3,553,805.00 342,520.17 2,432,163.71 1,121,641.29 972.201.04 Deduo de Receita p/Formao do FUNDEF IPI -651,412.46 -62,783.95 -445,815.64 -205,596.82172.201.13 Cota-Parte CIDE-Cont.Interveno Domnio Econmico 1,272,744.00 270,936.11 674,764.85 597,979.15 172.222.30 Cota-Parte Royalties - Petroleo 38,889.00 4,786.44 19,245.20 19,643.80 172.299.00 Outras Transferncias dos Estados 9,461,481.44 715,786.50 3,552,069.08 5,909,412.36 172.400.00 Transferncias Multigovernamentais FUNDEF 102,776,103.00 9,185,161.87 50,150,070.43 52,626,032.57 173.000.00 Transferncias de Instituies Privadas 0.00 139,663.98 865,948.31 -865,948.31 176.000.00 Transferncias de Convnios 76,455,389.08 16,268,505.90 26,286,157.35 50,169,231.73 177.000.00 Transferncias para o Combate a Fome 4,588,564.00 0.00 100,000.00 4,488,564.00 190.000.00 OUTRAS RECEITAS CORRENTES 252,593,653.60 14,386,749.52 62,226,187.03 190,367,466.57 191.000.00 Multas e Juros de Mora 24,003,977.00 2,466,756.77 14,894,297.92 9,109,679.08 192.000.00 Indenizaes e Restituies 20,713,417.00 1,798,810.54 8,442,560.37 12,270,856.63 193.000.00 Receita da Dvida Ativa 140,564,115.00 8,877,384.51 32,749,252.98 107,814,862.02 199.000.00 Receitas Correntes Diversas 67,312,144.60 1,243,797.70 6,140,075.76 61,172,068.84 200.000.00 RECEITAS DE CAPITAL 70,116,562.00 51,003.95 256,996.75 69,859,565.25 230.010.00 Amortizao de Emprstimos 70,116,562.00 51,003.95 256,996.75 69,859,565.25

TOTAL DE RECEITAS 2,200,951,104.18 172,653,630.46 962,022,906.19

JOO CARLOS RIBEIRO DA SILVA PAULO MALLMANN Diretor do DECOR Secretrio Municipal de Finanas

CRC 1SP 160065/0-3

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINASSECRETARIA MUNICIPAL DE FINANAS - COORDENADORIA DE CONTABILIDADE

DEMONSTRATIVO DA RECEITA ARRECADADA DE JULHO DE 2008(Constituio Federal Art. 162)

6 Campinas, quarta-feira, 29 de outubro de 2008Dirio Ofi cial do Municpio de Campinas

CDIGO Especificao da Receita Receita Prevista Agosto/2008 Acumulado A Realizar100.000.00 RECEITAS CORRENTES 2,135,561,810.29 137,137,014.41 1,271,505,550.36 864,056,259.93 110.000.00 RECEITA TRIBUTRIA 850,208,161.00 54,716,443.25 515,052,720.65 335,155,440.35 111.000.00 Impostos 775,759,575.00 50,694,442.50 466,677,992.49 309,081,582.51 111.202.01 Imposto Predial Urbano 207,846,929.00 10,007,835.80 145,015,178.17 62,831,750.83 111.202.02 Imposto Territorial Urbano 53,980,226.00 3,163,963.21 40,174,437.67 13,805,788.33 111.204.00 Retido nas fontes 78,274,761.00 5,019,973.77 48,028,542.20 30,246,218.80 111.208.00 Imposto s/ Transm. "Inter Vivos" de Bens Imveis 48,426,675.00 3,290,439.94 27,039,545.23 21,387,129.77 111.300.00 ISSQN 387,230,984.00 29,212,229.78 206,420,289.22 180,810,694.78 112.000.00 Taxas 74,433,313.00 4,021,933.69 48,258,743.67 26,174,569.33 113.000.00 Contribuio de Melhoria 15,273.00 67.06 115,984.49 -100,711.49 120.000.00 RECEITAS DE CONTRIBUIES 20,079,669.00 1,137,210.32 8,435,742.40 11,643,926.60 122.029.01 Custeio - Servio de Iluminao Pblica 20,079,669.00 1,137,210.32 8,435,742.40 11,643,926.60130.000.00 RECEITA PATRIMONIAL 40,540,481.42 947,486.57 17,235,953.47 23,304,527.95 131.000.00 Receitas Imobilirias 39,445.00 2,549.83 22,914.19 16,530.81 132.000.00 Receitas Mobilirios 40,501,036.42 925,590.40 17,187,977.05 23,313,059.37 133.000.00 Receitas de Concesses e Permisso de Uso 0.00 19,346.34 25,062.23 -25,062.23170.000.00 TRANSFERNCIAS CORRENTES 972,004,465.27 71,127,026.91 644,960,979.75 327,043,485.52 172.100.00 Transferncias da Unio 216,887,250.40 17,513,491.21 135,703,908.12 81,183,342.28 172.101.02 Cota-Parte Fundo Participao dos Municpios - FPM 27,849,932.00 3,167,730.36 24,425,065.93 3,424,866.07 972.101.02 Deduo de Receita p/Formao do FUNDEF FPM -5,104,892.54 -580,644.91 -4,477,114.02 -627,778.52172.101.05 Cota-Parte ITR 1,055,486.00 77,311.02 162,512.65 892,973.35 972.101.05 Deduo de Receita p/Formao do FUNDEB ITR -140,696.28 -10,305.53 -21,449.79 -119,246.49172.122.00 Transferncia da Compensao Financeira p/explorao 353,324.00 60,070.22 378,108.74 -24,784.74 172.133.00 Transferncia de Recursos do SUS 165,163,736.37 12,969,568.12 98,487,469.79 66,676,266.58 172.135.00 Transferncia de Recursos do FNDE 25,668,610.85 1,550,564.12 14,514,993.91 11,153,616.94 172.136.01 Transferncia Financ.do ICMS-Desonerao-Lei Kandir 2,500,000.00 341,860.91 2,734,887.29 -234,887.29 972.136.01 Deduo de Receita p/Formao do FUNDEB L.K. -458,250.00 -62,663.10 -501,304.81 43,054.81172.199.00 Outras Transferncias da Unio 0.00 0.00 738.43 -738.43 172.200.00 Transferncias dos Estados 566,712,362.83 41,024,646.18 393,672,674.27 173,039,688.56 172.201.01 Cota- Parte Imp.Circulao Mercadoria e Servios ICMS 481,550,100.00 43,864,813.78 328,288,256.57 153,261,843.43972.201.01 Deduo de Receita p/Formao do FUNDEF ICMS -88,268,133.33 -8,040,420.36 -60,174,871.91 -28,093,261.42172.201.02 Cota-Parte do Imp.s/Propr.Veculos Automotores IPVA 184,325,475.00 4,930,141.87 135,142,775.47 49,182,699.53 972.201.02 Deduo de Receita p/Formao do FUNDEB IPVA -24,570,585.82 -656,746.28 -18,014,015.50 -6,556,570.32172.201.04 Cota-Parte Participao no IPI 3,553,805.00 454,230.37 3,228,914.25 324,890.75 972.201.04 Deduo de Receita p/Formao do FUNDEF IPI -651,412.46 -83,260.43 -591,860.02 -59,552.44172.201.13 Cota-Parte CIDE-Cont.Interveno Domnio Econmico 1,272,744.00 0.00 945,700.96 327,043.04 172.222.30 Cota-Parte Royalties - Petroleo 38,889.00 3,804.27 27,835.91 11,053.09 172.299.00 Outras Transferncias dos Estados 9,461,481.44 552,082.96 4,819,938.54 4,641,542.90 172.400.00 Transferncias Multigovernamentais FUNDEF 102,776,103.00 8,594,746.09 67,929,978.39 34,846,124.61 173.000.00 Transferncias de Instituies Privadas 0.00 141,663.65 1,147,275.94 -1,147,275.94 176.000.00 Transferncias de Convnios 81,040,185.04 3,852,479.78 46,407,143.03 34,633,042.01 177.000.00 Transferncias para o Combate a Fome 4,588,564.00 0.00 100,000.00 4,488,564.00 190.000.00 OUTRAS RECEITAS CORRENTES 252,729,033.60 9,208,847.36 85,820,154.09 166,908,879.51 191.000.00 Multas e Juros de Mora 24,003,977.00 2,117,272.54 19,478,327.23 4,525,649.77 192.000.00 Indenizaes e Restituies 20,848,797.00 2,231,204.24 12,470,945.33 8,377,851.67 193.000.00 Receita da Dvida Ativa 140,564,115.00 5,381,861.12 47,008,498.61 93,555,616.39 199.000.00 Receitas Correntes Diversas 67,312,144.60 -521,490.54 6,862,382.92 60,449,761.68 200.000.00 RECEITAS DE CAPITAL 70,116,562.00 41,119.63 349,120.33 69,767,441.67 230.010.00 Amortizao de Emprstimos 70,116,562.00 41,119.63 349,120.33 69,767,441.67

TOTAL DE RECEITAS 2,205,678,372.29 137,178,134.04 1,271,854,670.69

JOO CARLOS RIBEIRO DA SILVA PAULO MALLMANN Diretor do DECOR Secretrio Municipal de Finanas

CRC 1SP 160065/0-3

SECRETARIA MUNICIPAL DE FINANAS - COORDENADORIA DE CONTABILIDADEDEMONSTRATIVO DA RECEITA ARRECADADA DE AGOSTO DE 2008

(Constituio Federal Art. 162)

CDIGO Especificao da Receita Receita Prevista Setembro/2008 Acumulado A Realizar100.000.00 RECEITAS CORRENTES 2,138,040,687.87 150,752,265.55 1,422,257,815.91 715,782,871.96 110.000.00 RECEITA TRIBUTRIA 850,208,161.00 59,703,055.27 574,755,775.92 275,452,385.08 111.000.00 Impostos 775,759,575.00 55,321,692.12 521,999,684.61 253,759,890.39 111.202.01 Imposto Predial Urbano 207,846,929.00 10,752,535.48 155,767,713.65 52,079,215.35 111.202.02 Imposto Territorial Urbano 53,980,226.00 3,142,126.40 43,316,564.07 10,663,661.93 111.204.00 Retido nas fontes 78,274,761.00 7,416,661.43 55,445,203.63 22,829,557.37 111.208.00 Imposto s/ Transm. "Inter Vivos" de Bens Imveis 48,426,675.00 4,658,092.68 31,697,637.91 16,729,037.09 111.300.00 ISSQN 387,230,984.00 29,352,276.13 235,772,565.35 151,458,418.65 112.000.00 Taxas 74,433,313.00 4,380,870.60 52,639,614.27 21,793,698.73 113.000.00 Contribuio de Melhoria 15,273.00 492.55 116,477.04 -101,204.04 120.000.00 RECEITAS DE CONTRIBUIES 20,079,669.00 1,086,392.57 9,522,134.97 10,557,534.03 122.029.01 Custeio - Servio de Iluminao Pblica 20,079,669.00 1,086,392.57 9,522,134.97 10,557,534.03130.000.00 RECEITA PATRIMONIAL 41,564,649.00 887,772.23 18,123,725.70 23,440,923.30 131.000.00 Receitas Imobilirias 39,445.00 2,802.08 25,716.27 13,728.73 132.000.00 Receitas Mobilirios 41,525,204.00 861,906.27 18,049,883.32 23,475,320.68 133.000.00 Receitas de Concesses e Permisso de Uso 0.00 23,063.88 48,126.11 -48,126.11170.000.00 TRANSFERNCIAS CORRENTES 973,459,175.27 78,572,017.01 723,532,996.76 249,926,178.51 172.100.00 Transferncias da Unio 216,887,250.40 17,538,893.99 153,242,802.11 63,644,448.29 172.101.02 Cota-Parte Fundo Participao dos Municpios - FPM 27,849,932.00 2,789,656.71 27,214,722.64 635,209.36 972.101.02 Deduo de Receita p/Formao do FUNDEF FPM -5,104,892.54 -511,344.01 -4,988,458.03 -116,434.51172.101.05 Cota-Parte ITR 1,055,486.00 11,297.31 173,809.96 881,676.04 972.101.05 Deduo de Receita p/Formao do FUNDEB ITR -140,696.28 -1,505.89 -22,955.68 -117,740.60172.122.00 Transferncia da Compensao Financeira p/explorao 353,324.00 64,751.14 442,859.88 -89,535.88 172.133.00 Transferncia de Recursos do SUS 165,163,736.37 12,431,858.29 110,919,328.08 54,244,408.29 172.135.00 Transferncia de Recursos do FNDE 25,668,610.85 2,474,982.63 16,989,976.54 8,678,634.31 172.136.01 Transferncia Financ.do ICMS-Desonerao-Lei Kandir 2,500,000.00 341,860.91 3,076,748.20 -576,748.20 972.136.01 Deduo de Receita p/Formao do FUNDEB L.K. -458,250.00 -62,663.10 -563,967.91 105,717.91172.199.00 Outras Transferncias da Unio 0.00 0.00 738.43 -738.43 172.200.00 Transferncias dos Estados 566,712,362.83 48,904,708.34 442,577,382.61 124,134,980.22 172.201.01 Cota- Parte Imp.Circulao Mercadoria e Servios ICMS 481,550,100.00 52,680,177.75 380,968,434.32 100,581,665.68972.201.01 Deduo de Receita p/Formao do FUNDEF ICMS -88,268,133.33 -9,656,276.58 -69,831,148.49 -18,436,984.84172.201.02 Cota-Parte do Imp.s/Propr.Veculos Automotores IPVA 184,325,475.00 5,630,363.97 140,773,139.44 43,552,335.56 972.201.02 Deduo de Receita p/Formao do FUNDEB IPVA -24,570,585.82 -750,901.70 -18,764,917.20 -5,805,668.62172.201.04 Cota-Parte Participao no IPI 3,553,805.00 437,647.98 3,666,562.23 -112,757.23 972.201.04 Deduo de Receita p/Formao do FUNDEF IPI -651,412.46 -80,220.88 -672,080.90 20,668.44172.201.13 Cota-Parte CIDE-Cont.Interveno Domnio Econmico 1,272,744.00 0.00 945,700.96 327,043.04 172.222.30 Cota-Parte Royalties - Petroleo 38,889.00 3,999.08 31,834.99 7,054.01 172.299.00 Outras Transferncias dos Estados 9,461,481.44 639,918.72 5,459,857.26 4,001,624.18 172.400.00 Transferncias Multigovernamentais FUNDEF 103,776,103.00 10,135,852.21 78,065,830.60 25,710,272.40 173.000.00 Transferncias de Instituies Privadas 0.00 146,825.12 1,294,101.06 -1,294,101.06 176.000.00 Transferncias de Convnios 81,494,895.04 1,845,737.35 48,252,880.38 33,242,014.66 177.000.00 Transferncias para o Combate a Fome 4,588,564.00 0.00 100,000.00 4,488,564.00 190.000.00 OUTRAS RECEITAS CORRENTES 252,729,033.60 10,503,028.47 96,323,182.56 156,405,851.04 191.000.00 Multas e Juros de Mora 24,003,977.00 2,215,956.90 21,694,284.13 2,309,692.87 192.000.00 Indenizaes e Restituies 20,848,797.00 1,486,378.48 13,957,323.81 6,891,473.19 193.000.00 Receita da Dvida Ativa 140,564,115.00 5,343,722.73 52,352,221.34 88,211,893.66 199.000.00 Receitas Correntes Diversas 67,312,144.60 1,456,970.36 8,319,353.28 58,992,791.32 200.000.00 RECEITAS DE CAPITAL 70,116,562.00 47,863.69 396,984.02 69,719,577.98 230.010.00 Amortizao de Emprstimos 70,116,562.00 47,863.69 396,984.02 69,719,577.98

TOTAL DE RECEITAS 2,208,157,249.87 150,800,129.24 1,422,654,799.93

JOO CARLOS RIBEIRO DA SILVA PAULO MALLMANN Diretor do DECOR Secretrio Municipal de Finanas

CRC 1SP 160065/0-3

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINASSECRETARIA MUNICIPAL DE FINANAS - COORDENADORIA DE CONTABILIDADE

DEMONSTRATIVO DA RECEITA ARRECADADA DE SETEMBRO DE 2008(Constituio Federal Art. 162)

7Campinas, quarta-feira, 29 de outubro de 2008 Dirio Ofi cial do Municpio de Campinas

DEPTO DE PROJETOS, OBRAS E VIAO

COORDENADORIA SETORIAL DE PROJETOSPelo Sr. Coordenador Jos Benedito T. Pelatieri

De: JOSE MARCIO SOARES - Protocolo - 2008/10/45224 Comparea o interessado.

De: INTELIG TELECOMUNICAES LTDA - Protocolo - 2008/10/41897.Comparea o interessado.

DEPTO DE PROJETOS, OBRAS E VIAO

COORDENADORIA SETORIAL DE PROJETOSPelo Sr. Coordenador Jos Benedito T. Pelatieri

De: Maria Helena de Oliveira - Protocolo - 2008/10/39532 Comparea a interessada.

COMUNICADO 82/08A Comisso Tcnica de Gesto de Carreiras, no uso de suas atribuies, COMUNICA o indeferimento dos recursos abaixo relacionados face ao exposto.O processo de fi nalizao do enquadramento dos servidores, seguindo os parmetros da Lei n 12.012/04, anexo XIV, foi concludo at a Fase II por determinao do disposto no artigo 44 da Lei 12.985/07.Tal reviso e fi nalizao do enquadramento dos servidores optantes da Lei 12012/04, para o cargo de Agente Pblico Municipal e todas suas especialidades, s contemplou quelas capacitaes que se enquadravam na carga horria estipulada no anexo acima citado, ou seja, iguais ou superiores a 60 horas, e quelas estipuladas nos critrios estabelecidos pela Resoluo 01/08 de 27/02/2008: Art.2. A Comisso Tcnica de Gesto de Carreiras avaliar os ttulos de servidores ativos, optantes pela Lei n12012/04, na data de sua vigncia, devidamente protocolizados at 31.08.07, obedecidos os prazos de enquadramento previstos na Lei n. 12012/04. eArt.19. Somente sero validados para enquadramento os ttulos que tenham estrita compatibilidade com o cargo do servidor e com as reas onde seja possvel sua atuao como titular conforme Anexo nico desta resoluo. Assim, ttulos de capacitao concludos aps a Fase II da Lei 12012/04, no seu caso 31/12/04, e o de Ensino Mdio, no foram considerados para o enquadramento no PCCV 2007 e sero analisados quando da progresso prevista na Lei 12985/07, artigos 20 a 22.Os ttulos entregues fora do prazo estabelecido no artigo 2 da Resoluo 01/08 de 27/02/2008, ou seja, 31/08/2007 podero, ou no, ser analisados quando da progresso prevista na Lei 12985/07, artigos 20 a 22.Salientamos ainda que alguns cargos da Lei n. 12.012/04 foram agrupados com cargos de nveis de escolaridade diversos, tal como os Auxiliares Administrativos e os Assistentes Administrativos, que foram enquadrados como Assistente de Gesto, tendo como requisito de ingresso o Ensino Mdio Completo. Casos como este sofreram Ao Direta de Inconstitucionalidade e foram revistos no PCCV de 2007.Porm, quando do processo de anlise dos ttulos na fi nalizao da Lei n. 12.012/04, os ttulos de requisito de ingresso considerados so os do cargo enquadrado na referida lei. Exemplo: o Auxiliar Administrativo na anlise de ttulos considerou o Ensino Mdio Completo como Requisito de Ingresso, mas para a Lei n. 12.985/07 a exigncia de ingresso do cargo enquadrado - Agente de Apoio Administrativo Ensino Fundamental Completo. Assim, o ttulo de Ensino Mdio Completo ser analisado quando da progresso prevista na Lei 12985/07, artigos 20 a 22.

MATRCULA PROTOCOLO DATA1079123 08/10/17244 10/04/2008

COMISSO TCNICA DE GESTO DE CARREIRAS(25 e 29/10)

COMUNICADO 83/08A Comisso Tcnica de Gesto de Carreiras, no uso de suas atribuies, COMUNICA o indeferimento dos recursos abaixo relacionados face ao exposto.O processo de fi nalizao do enquadramento dos servidores, seguindo os parmetros da Lei n 12.012/04, anexo XIV, foi concludo at a Fase II por determinao do disposto no artigo 44 da Lei 12.985/07.Tal reviso e fi nalizao do enquadramento dos servidores optantes da Lei 12012/04, para os cargos de Agente Pblico Municipal e todas as suas especialidades, s contemplou aquelas capacitaes que se enquadravam na carga horria estipulada no anexo acima citado, ou seja, iguais ou superiores a 20 horas, e aquelas estipuladas nos critrios estabelecidos pela Resoluo 01/08 de 27/02/2008:

Art.2. A Comisso Tcnica de Gesto de Carreiras avaliar os ttulos de servidores ativos, optantes pela Lei n12012/04, na data de sua vigncia, devidamente protocolizados at 31.08.07, obedecidos os prazos de enquadramento previstos na Lei n 12012/04. eArt.19. Somente sero validados para enquadramento os ttulos que tenham estrita compatibilidade com o cargo do servidor e com as reas onde seja possvel sua

atuao como titular conforme Anexo nico desta resoluo. O ttulo de Operadora de Mesas Com. Telefnica, de 80 horas, protocolizado sob o n 04/10/59276 em 08/11/04, foi deferido e aproveitado para fi nalizao da lei n 12.012/04, o que pode ser observado em seu Demonstrativo de Enquadramento. Este se deu na Classe A, nvel de capacitao IV, equivalente a 80 horas de capacitao, de acordo com o anexo XIV da referida lei.A fi nalizao da Lei n 12.012/04 na Classe A, nvel de capacitao IV, equivale ao enquadramento na Lei n 12.985/07 no Grupo A, nvel 1, uma vez que a carga horria estipulada de 60 horas inferior a de 120 horas exigida para o nvel 2, conforme anexo IV da citada lei 12985/07. Ttulos de capacitao concludos aps a Fase II da Lei 12012/04, no seu caso 31/12/04, e os de ensino mdio, no foram considerados para o enquadramento no PCCV 2007 e sero analisados quando da progresso prevista na Lei 12985/07, artigos 20 a 22.Os ttulos entregues fora do prazo estabelecido no artigo 2 da Resoluo 01/08 de 27/02/2008, ou seja, 31/08/2007, podero, ou no, ser analisados quando da progresso prevista na Lei 12985/07, artigos 20 a 22.

MATRCULA PROTOCOLO DATA659487 08/10/21145 25/04/2008

COMISSO TCNICA DE GESTO DE CARREIRAS(25 e 29/10)

COMUNICADO 84/08A Comisso Tcnica de Gesto de Carreiras, no uso de suas atribuies, COMUNICA o indeferimento dos recursos abaixo relacionados face ao exposto.O processo de fi nalizao do enquadramento dos servidores, seguindo os parmetros da Lei n 12.012/04, anexo XIV, foi concludo at a Fase II por determinao do disposto no artigo 44 da Lei 12.985/07.Tal reviso e fi nalizao do enquadramento dos servidores optantes da Lei 12012/04, para os cargos de Agente Pblico Municipal e todas as suas especialidades, s contemplou aquelas capacitaes que se enquadravam na carga horria estipulada no anexo acima citado, ou seja, iguais ou superiores a 40 horas, e aquelas estipuladas nos critrios estabelecidos pela Resoluo 01/08 de 27/02/2008: Art.2. A Comisso Tcnica de Gesto de Carreiras avaliar os ttulos de servidores ativos, optantes pela Lei n12012/04, na data de sua vigncia, devidamente protocolizados at 31.08.07, obedecidos os prazos de enquadramento previstos na Lei n 12012/04. eArt.19. Somente sero validados para enquadramento os ttulos que tenham estrita compatibilidade com o cargo do servidor e com as reas onde seja possvel sua atuao como titular conforme Anexo nico desta resoluo. Assim, ttulos de capacitao concludos aps a Fase II da Lei 12012/04, no seu caso , e o de Ensino Mdio, no foram considerados para o enquadramento no PCCV 2007 e sero analisados quando da progresso prevista na Lei 12985/07, artigos 20 a 22.Os ttulos entregues fora do prazo estabelecido no artigo 2 da Resoluo 01/08 de 27/02/2008, ou seja, 31/08/2007, podero, ou no, ser analisados quando da progresso prevista na Lei 12985/07, artigos 20 a 22.

MATRCULA PROTOCOLO DATA1034006 08/10/20538 23/04/2008

COMISSO TCNICA DE GESTO DE CARREIRAS(25 e 29/10)

EXPEDIENTES DESPACHADOS PELO SECRETARIO MUNICIPAL DE RECURSOS HUMANOS.

Com base nas informaes e demais elementos que instruem o protocolado, defi ro 30(trinta) dias de Licena Prmio ao requerente relacionado abaixo, para que seja usufruda a vigncia determinada.

NOME PROTOCOLO VIGNCIAPAULO CESAR XAVIER 2002/0/030701 01/10/2008JOAO BATISTA GOMES 1997/0/023845 03/11/2008

COMUNICADOCONCURSO PBLICO MDICOS

EDITAL 001/2008A Secretaria de Recursos Humanos da Prefeitura Municipal de Campinas, obedecendo aos critrios de desempate constantes no Edital de Abertura do Concurso Pblico, publica a nova classifi cao dos candidatos abaixo relacionados, aps reunio de desempate e preenchimento de vagas, ocorrida em 28/10/2008.

CARGO: MDICO GINECOLOGISTA OBSTETRACLA DES NOME RG66 66 ANDRE LUIZ DE MENEZES MENDES 0000005253801166 67 CHRYSSI NORDER 0000027133857X66 68 BRUNO DERBLI DE CARVALHO BAPTISTA 00000738727CRM66 69 PATRICIA GOMIDE RAMOS 0000027455562166 70 VITORIA MARIA LOUREIRO 0000004824668071 71 LUCIA BEVILACQUA BORGES 0000032356456271 72 PATRICIA MAGDA SOARES 00000241236174

CARGO: MDICO PEDIATRACLA DES NOME RG104 104 MARIA LUCIA MAZZARIOL CYRINO 00000162959825104 105 ANDRE PANSUTTI 00000280348484104 106 ELIANA HIROMI UETI 00000196503310108 108 MARIA TERESA PUMARINO CANETE 000000W482265T108 109 SANDRA MARCIA DE FARIA 00000005421662108 110 JORGE LUIS GOMES CARNEIRO 00000007838049

Campinas, 28 de outubro de 2008NILSON JOS BALBODiretor de Recursos Humanos

8 Campinas, quarta-feira, 29 de outubro de 2008Dirio Ofi cial do Municpio de Campinas

COMUNICADO 85/08A Comisso Tcnica de Gesto de Carreiras, no uso de suas atribuies, COMUNICA o indeferimento dos recursos abaixo relacionados face ao exposto.O processo de fi nalizao do enquadramento dos servidores, seguindo os parmetros da Lei n 12.012/04, anexo XIV, foi concludo at a Fase II por determinao do disposto no artigo 44 da Lei 12.985/07.Tal reviso e fi nalizao do enquadramento dos servidores optantes da Lei 12012/04, para o cargo de Agente Pblico Municipal Auxiliar de Enfermagem, s contemplou quelas capacitaes que se enquadravam na carga horria estipulada no anexo acima citado, ou seja, iguais ou superiores a 60 horas, e quelas estipuladas nos critrios estabelecidos pela Resoluo 01/08 de 27/02/2008: Art.2. A Comisso Tcnica de Gesto de Carreiras avaliar os ttulos de servidores ativos, optantes pela Lei n12012/04, na data de sua vigncia, devidamente protocolizados at 31.08.07, obedecidos os prazos de enquadramento previstos na Lei n. 12012/04. eArt.19. Somente sero validados para enquadramento os ttulos que tenham estrita compatibilidade com o cargo do servidor e com as reas onde seja possvel sua atuao como titular conforme Anexo nico desta resoluo. Entretanto, o Auxiliar de Enfermagem, conforme Lei 12.985/07, artigo 38, 3, foi enquadrado no nvel 2 do Grupo C, e aqueles que possussem Ensino Mdio, conforme artigo 38, 4, da referida Lei, foram enquadrados no nvel 3 do Grupo C.Assim, conforme anexo IV da Lei 12.985/07, o Auxiliar de Enfermagem portador de ensino mdio, foi enquadrado no nvel mais alto de sua carreira. Os ttulos de Ensino Mdio entregues aps 29/02/2008, no foram considerados para o enquadramento no PCCV 2007 e sero analisados quando da progresso prevista na referida lei, artigos 20 a 22.Dessa forma, os cursos de capacitao concludos aps a Fase II da Lei 12012/04, no seu caso 31/12/2004, e os entregues fora do prazo estabelecido, ou seja, 31/08/2007, podero ou no ser utilizados para pontuao na progresso horizontal, conforme anexo V da Lei 12.985/07, artigos 23 e 24.MATRCULA PROTOCOLO DATA251356 08/10/16538 09/04/2008275719 08/10/13690 02/04/2008276545 08/10/14726 04/04/2008276693 08/10/17194 10/04/2008277002 08/10/14576 04/04/2008281549 08/30/00317 04/04/2008282316 08/10/15759 08/04/2008282855 08/50/01085 28/04/2008283967 08/10/20979 24/04/2008291633 08/10/15348 07/04/2008346101 08/10/21979 28/04/2008567868 08/60/00835 03/04/2008620882 08/10/21763 28/04/2008660370 08/30/00341 07/04/20081064339 08/10/17353 10/04/2008

COMISSO TCNICA DE GESTO DE CARREIRAS

COMUNICADO 86/08A Comisso Tcnica de Gesto de Carreiras, no uso de suas atribuies, COMUNICA o indeferimento dos recursos abaixo relacionados face ao exposto.O processo de fi nalizao do enquadramento dos servidores, seguindo os parmetros da Lei n 12.012/04, anexo XIV, foi concludo at a Fase II por determinao do disposto no artigo 44 da Lei 12.985/07.Tal reviso e fi nalizao do enquadramento dos servidores optantes da Lei 12012/04, para os cargos de Agente Pblico Municipal e todas as suas especialidades, s contemplou aquelas capacitaes que se enquadravam na carga horria estipulada no anexo acima citado, ou seja, iguais ou superiores a 90 horas, e aquelas estipuladas nos critrios estabelecidos pela Resoluo 01/08 de 27/02/2008: Art.2. A Comisso Tcnica de Gesto de Carreiras avaliar os ttulos de servidores ativos, optantes pela Lei n12012/04, na data de sua vigncia, devidamente protocolizados at 31.08.07, obedecidos os prazos de enquadramento previstos na Lei n 12012/04. eArt.19. Somente sero validados para enquadramento os ttulos que tenham estrita compatibilidade com o cargo do servidor e com as reas onde seja possvel sua atuao como titular conforme Anexo nico desta resoluo. Assim, ttulos de capacitao concludos aps a Fase II da Lei 12012/04, no seu caso 31/12/2004, e o de Ensino Superior no foram considerados para o enquadramento no PCCV 2007 e sero analisados quando da progresso prevista na Lei 12985/07, artigos 20 a 22.Os ttulos entregues fora do prazo estabelecido no artigo 2 da Resoluo 01/08 de 27/02/2008, ou seja, 31/08/2007, podero, ou no, ser analisados quando da progresso prevista na Lei 12985/07, artigos 20 a 22.Todos os servidores ocupantes das Especialidades de Nvel Tcnico, relacionadas no Anexo XIII da Lei 12012/04, foram enquadrados na Classe D, nvel de capacitao III, conforme artigo 121 da referida Lei. Assim ttulos de capacitao com carga horria inferior a 150 horas recebem a ocorrncia Situao Atual Melhor.MATRCULA PROTOCOLO DATA364177 08/70/01444 03/04/20081077295 08/10/20705 23/04/2008

COMISSO TCNICA DE GESTO DE CARREIRAS

COMUNICADO 87/08A Comisso Tcnica de Gesto de Carreiras, no uso de suas atribuies, COMUNICA o indeferimento dos recursos abaixo relacionados face ao exposto.O processo de fi nalizao do enquadramento dos servidores, seguindo os parmetros

da Lei n 12.012/04, anexo XIV, foi concludo at a Fase II por determinao do disposto no artigo 44 da Lei 12.985/07.Tal reviso e fi nalizao do enquadramento dos servidores optantes da Lei 12012/04, para o cargo de Agente Pblico Municipal e todas suas especialidades, s contemplou quelas capacitaes que se enquadravam na carga horria estipulada no anexo acima citado, ou seja, iguais ou superiores a 60 horas, e quelas estipuladas nos critrios estabelecidos pela Resoluo 01/08 de 27/02/2008: Art.2. A Comisso Tcnica de Gesto de Carreiras avaliar os ttulos de servidores ativos, optantes pela Lei n12012/04, na data de sua vigncia, devidamente protocolizados at 31.08.07, obedecidos os prazos de enquadramento previstos na Lei n. 12012/04. eArt.19. Somente sero validados para enquadramento os ttulos que tenham estrita compatibilidade com o cargo do servidor e com as reas onde seja possvel sua atuao como titular conforme Anexo nico desta resoluo. Assim, ttulos de capacitao concludos aps a Fase II da Lei 12012/04, no seu caso 31/12/04, e o de Ensino Mdio, no foram considerados para o enquadramento no PCCV 2007 e sero analisados quando da progresso prevista na Lei 12985/07, artigos 20 a 22.Os ttulos entregues fora do prazo estabelecido no artigo 2 da Resoluo 01/08 de 27/02/2008, ou seja, 31/08/2007 podero, ou no, ser analisados quando da progresso prevista na Lei 12985/07, artigos 20 a 22.Salientamos ainda que alguns cargos da Lei n. 12.012/04 foram agrupados com cargos de nveis de escolaridade diversos, tal como os Auxiliares Administrativos e os Assistentes Administrativos, que foram enquadrados como Assistente de Gesto, tendo como requisito de ingresso o Ensino Mdio Completo. Casos como este sofreram Ao Direta de Inconstitucionalidade e foram revistos no PCCV de 2007.Porm, quando do processo de anlise dos ttulos na fi nalizao da Lei n. 12.012/04, os ttulos de requisito de ingresso considerados so os do cargo enquadrado na referida lei. Exemplo: o Auxiliar Administrativo na anlise de ttulos considerou o Ensino Mdio Completo como Requisito de Ingresso, mas para a Lei n. 12.985/07 a exigncia de ingresso do cargo enquadrado - Agente de Apoio Administrativo Ensino Fundamental Completo. Assim, o ttulo de Ensino Mdio Completo ser analisado quando da progresso prevista na Lei 12985/07, artigos 20 a 22.

MATRCULA PROTOCOLO DATA369101 08/10/15636 08/04/2008

COMISSO TCNICA DE GESTO DE CARREIRAS

COMUNICADO 88/08A Comisso Tcnica de Gesto de Carreiras, no uso de suas atribuies, COMUNICA o indeferimento dos recursos abaixo relacionados face ao exposto.O processo de fi nalizao do enquadramento dos servidores, seguindo os parmetros da Lei n 12.012/04, anexo XIV, foi concludo at a Fase II por determinao do disposto no artigo 44 da Lei 12.985/07.Tal reviso e fi nalizao do enquadramento dos servidores optantes da Lei 12012/04, para o cargo de Agente Pblico Municipal e todas suas especialidades, s contemplou quelas capacitaes que se enquadravam na carga horria estipulada no anexo acima citado, ou seja, iguais ou superiores a 40 horas, e quelas estipuladas nos critrios estabelecidos pela Resoluo 01/08 de 27/02/2008: Art.2. A Comisso Tcnica de Gesto de Carreiras avaliar os ttulos de servidores ativos, optantes pela Lei n12012/04, na data de sua vigncia, devidamente protocolizados at 31.08.07, obedecidos os prazos de enquadramento previstos na Lei n. 12012/04. eArt.19. Somente sero validados para enquadramento os ttulos que tenham estrita compatibilidade com o cargo do servidor e com as reas onde seja possvel sua atuao como titular conforme Anexo nico desta resoluo. O ttulo de capacitao do Porta Aberta, com 64 horas, protocolizado sob o no. 04/10/35567 em 23/08/04, foi deferido e aproveitado para fi nalizao da Lei no. 12012/04, o que pode ser observado em seu Demonstrativo de Enquadramento. Este se deu na Classe B, nvel de capacitao III, equivalente a 60 horas de capacitao, de acordo com o anexo XIV da referida lei.A fi nalizao da Lei 12012/04 na Classe B, nvel de capacitao III, equivale ao enquadramento na Lei 12985/07 no Grupo B, nvel 1, uma vez que a carga horria estipulada de 60 horas inferior a de 120 horas exigida para o nvel 2, conforme anexo IV da citada lei 12985/07.Ttulos de capacitao concludos aps a Fase II da Lei 12012/04, no seu caso 31/12/04, e os de Ensino Mdio, no foram considerados para o enquadramento no PCCV 2007 e sero analisados quando da progresso prevista na Lei 12985/07, artigos 20 a 22.Os ttulos entregues fora do prazo estabelecido no artigo 2 da Resoluo 01/08 de 27/02/2008, ou seja, 31/08/2007 podero, ou no, ser analisados quando da progresso prevista na Lei 12985/07, artigos 20 a 22.

MATRCULA PROTOCOLO DATA375985 08/10/20273 22/04/2008

COMISSO TCNICA DE GESTO DE CARREIRAS

COMUNICADO 89/08A Comisso Tcnica de Gesto de Carreiras, no uso de suas atribuies, COMUNICA o indeferimento dos recursos abaixo relacionados face ao exposto.O processo de fi nalizao do enquadramento dos servidores, seguindo os parmetros da Lei n 12.012/04, anexo XIV, foi concludo at a Fase II por determinao do disposto no artigo 44 da Lei 12.985/07.Tal reviso e fi nalizao do enquadramento dos servidores optantes da Lei 12012/04,

9Campinas, quarta-feira, 29 de outubro de 2008 Dirio Ofi cial do Municpio de Campinas

para o cargo de Agente Pblico Municipal e todas suas especialidades, s contemplou quelas capacitaes que se enquadravam na carga horria estipulada no anexo acima citado, ou seja, iguais ou superiores a 60 horas, e quelas estipuladas nos critrios estabelecidos pela Resoluo 01/08 de 27/02/2008: Art.2. A Comisso Tcnica de Gesto de Carreiras avaliar os ttulos de servidores ativos, optantes pela Lei n12012/04, na data de sua vigncia, devidamente protocolizados at 31.08.07, obedecidos os prazos de enquadramento previstos na Lei n. 12012/04. eArt.19. Somente sero validados para enquadramento os ttulos que tenham estrita compatibilidade com o cargo do servidor e com as reas onde seja possvel sua atuao como titular conforme Anexo nico desta resoluo. O ttulo de Processo Seletivo de Remoo Porta Aberta, com 64 horas, protocolizado sob o no. 04/10/36275 em 24/08/04, foi deferido e aproveitado para fi nalizao da Lei no. 12012/04, o que pode ser observado em seu Demonstrativo de Enquadramento. Este se deu na Classe C, nvel de capacitao II, equivalente a 60 horas de capacitao, de acordo com o anexo XIV da referida lei.A fi nalizao da Lei 12012/04 na Classe C, nvel de capacitao II, equivale ao enquadramento na Lei 12985/07 no Grupo B, nvel 1, uma vez que a carga horria estipulada de 60 horas inferior a de 120 horas exigida para o nvel 2, conforme anexo IV da citada lei 12985/07.Ttulos de capacitao concludos aps a Fase II da Lei 12012/04, no seu caso 31/12/04, e os de Ensino Mdio, no foram considerados para o enquadramento no PCCV 2007 e sero analisados quando da progresso prevista na Lei 12985/07, artigos 20 a 22.Os ttulos entregues fora do prazo estabelecido no artigo 2 da Resoluo 01/08 de 27/02/2008, ou seja, 31/08/2007 podero, ou no, ser analisados quando da progresso prevista na Lei 12985/07, artigos 20 a 22.Salientamos ainda que alguns cargos da Lei n. 12.012/04 foram agrupados com cargos de nveis de escolaridade diversos, tal como os Auxiliares Administrativos e os Assistentes Administrativos, que foram enquadrados como Assistente de Gesto, tendo como requisito de ingresso o Ensino Mdio Completo. Casos como este sofreram Ao Direta de Inconstitucionalidade e foram revistos no PCCV de 2007.Porm, quando do processo de anlise dos ttulos na fi nalizao da Lei n. 12.012/04, os ttulos de requisito de ingresso considerados so os do cargo enquadrado na referida lei. Exemplo: o Auxiliar Administrativo na anlise de ttulos considerou o Ensino Mdio Completo como Requisito de Ingresso, mas para a Lei n. 12.985/07 a exigncia de ingresso do cargo enquadrado - Agente de Apoio Administrativo Ensino Fundamental Completo. Assim, o ttulo de Ensino Mdio Completo ser analisado quando da progresso prevista na Lei 12985/07, artigos 20 a 22.

MATRCULA PROTOCOLO DATA369152 08/10/18242 11/04/2008

COMISSO TCNICA DE GESTO DE CARREIRAS

COMUNICADO 90/08A Comisso Tcnica de Gesto de Carreiras, no uso de suas atribuies, COMUNICA o indeferimento dos recursos abaixo relacionados face ao exposto.O processo de fi nalizao do enquadramento dos servidores, seguindo os parmetros da Lei n 12.012/04, anexo XIV, foi concludo at a Fase II por determinao do disposto no artigo 44 da Lei 12.985/07.Tal reviso e fi nalizao do enquadramento dos servidores optantes da Lei 12012/04, para os cargos de Agente Pblico Municipal e todas as suas especialidades, s contemplou aquelas capacitaes que se enquadravam na carga horria estipulada no anexo acima citado, ou seja, iguais ou superiores a 20 horas, e aquelas estipuladas nos critrios estabelecidos pela Resoluo 01/08 de 27/02/2008: Art.2. A Comisso Tcnica de Gesto de Carreiras avaliar os ttulos de servidores ativos, optantes pela Lei n12012/04, na data de sua vigncia, devidamente protocolizados at 31.08.07, obedecidos os prazos de enquadramento previstos na Lei n 12012/04. eArt.19. Somente sero validados para enquadramento os ttulos que tenham estrita compatibilidade com o cargo do servidor e com as reas onde seja possvel sua atuao como titular conforme Anexo nico desta resoluo. Os ttulos de Segurana para Operadores de Caldeira e de Soldador Ecltico, de 40 e 120 horas, protocolizados sob o n 04/70/08316 em 09/09/04, foram deferidos e aproveitados para fi nalizao da lei n 12.012/04, o que pode ser observado em seu Demonstrativo de Enquadramento. Este se deu na Classe A, nvel de capacitao IV, equivalente a 60 horas de capacitao, de acordo com o anexo XIV da referida lei.A fi nalizao da Lei n 12.012/04 na Classe A, nvel de capacitao IV, equivale ao enquadramento na Lei n 12.985/07 no Grupo A, nvel 1, uma vez que a carga horria estipulada de 60 horas inferior a de 120 horas exigida para o nvel 2, conforme anexo IV da citada lei 12985/07. Ttulos de capacitao concludos aps a Fase II da Lei 12012/04, no seu caso 31/12/04, e os de ensino mdio, no foram considerados para o enquadramento no PCCV 2007 e sero analisados quando da progresso prevista na Lei 12985/07, artigos 20 a 22.Os ttulos entregues fora do prazo estabelecido no artigo 2 da Resoluo 01/08 de 27/02/2008, ou seja, 31/08/2007, podero, ou no, ser analisados quando da progresso prevista na Lei 12985/07, artigos 20 a 22.

MATRCULA PROTOCOLO DATA650560 08/70/01359 31/03/2008

COMISSO TCNICA DE GESTO DE CARREIRAS

COMUNICADO 91/08A Comisso Tcnica de Gesto de Carreiras, no uso de suas atribuies, COMUNICA o indeferimento dos recursos abaixo relacionados face ao exposto.O processo de fi nalizao do enquadramento dos servidores, seguindo os parmetros da Lei n 12.012/04, anexo XIV, foi concludo at a Fase II por determinao do disposto no artigo 44 da Lei 12.985/07.Tal reviso e fi nalizao do enquadramento dos servidores optantes da Lei 12012/04, para o cargo de Agente Pblico Municipal e todas suas especialidades, s contemplou quelas capacitaes que se enquadravam na carga horria estipulada no anexo acima citado, ou seja, iguais ou superiores a 40 horas, e quelas estipuladas nos critrios estabelecidos pela Resoluo 01/08 de 27/02/2008: Art.2. A Comisso Tcnica de Gesto de Carreiras avaliar os ttulos de servidores ativos, optantes pela Lei n12012/04, na data de sua vigncia, devidamente protocolizados at 31.08.07, obedecidos os prazos de enquadramento previstos na Lei n. 12012/04. eArt.19. Somente sero validados para enquadramento os ttulos que tenham estrita compatibilidade com o cargo do servidor e com as reas onde seja possvel sua atuao como titular conforme Anexo nico desta resoluo. Assim, ttulos de capacitao concludos aps a Fase II da Lei 12012/04, no seu caso 31/12/04, e o de Ensino Mdio, no foram considerados para o enquadramento no PCCV 2007 e sero analisados quando da progresso prevista na Lei 12985/07, artigos 20 a 22.Os ttulos entregues fora do prazo estabelecido no artigo 2 da Resoluo 01/08 de 27/02/2008, ou seja, 31/08/2007 podero, ou no, ser analisados quando da progresso prevista na Lei 12985/07, artigos 20 a 22.

MATRCULA PROTOCOLO DATA389838 08/10/15758 08/04/2008

COMISSO TCNICA DE GESTO DE CARREIRAS

COMUNICADO 92/08A Comisso Tcnica de Gesto de Carreiras, no uso de suas atribuies, COMUNICA o indeferimento dos recursos abaixo relacionados face ao exposto.O processo de fi nalizao do enquadramento dos servidores, seguindo os parmetros da Lei n 12.012/04, anexo XIV, foi concludo at a Fase II por determinao do disposto no artigo 44 da Lei 12.985/07.Tal reviso e fi nalizao do enquadramento dos servidores optantes da Lei 12012/04, para o cargo de Agente Pblico Municipal e todas suas especialidades, s contemplou quelas capacitaes que se enquadravam na carga horria estipulada no anexo acima citado, ou seja, iguais ou superiores a 90 horas, e quelas estipuladas nos critrios estabelecidos pela Resoluo 01/08 de 27/02/2008: Art.2. A Comisso Tcnica de Gesto de Carreiras avaliar os ttulos de servidores ativos, optantes pela Lei n12012/04, na data de sua vigncia, devidamente protocolizados at 31.08.07, obedecidos os prazos de enquadramento previstos na Lei n. 12012/04. eArt.19. Somente sero validados para enquadramento os ttulos que tenham estrita compatibilidade com o cargo do servidor e com as reas onde seja possvel sua atuao como titular conforme Anexo nico desta resoluo. Assim, ttulos de capacitao concludos aps a Fase II da Lei 12012/04, no seu caso 31/12/04, e o de Ensino Mdio, no foram considerados para o enquadramento no PCCV 2007 e sero analisados quando da progresso prevista na Lei 12985/07, artigos 20 a 22.Os ttulos entregues fora do prazo estabelecido no artigo 2 da Resoluo 01/08 de 27/02/2008, ou seja, 31/08/2007 podero, ou no, ser analisados quando da progresso prevista na Lei 12985/07, artigos 20 a 22.Todos os servidores ocupantes das Especialidades de Nvel Tcnico, relacionadas no anexo XIII da Lei 12012/04, foram enquadrados na Classe D, nvel de capacitao III, conforme artigo 121 da referida Lei. Assim, ttulos de capacitao com carga horria inferior a 150 horas recebem a ocorrncia Situao Atual Melhor.

MATRCULA PROTOCOLO DATA1055283 08/70/01430 03/04/2008

COMISSO TCNICA DE GESTO DE CARREIRAS

DISTRITO DE SADE SUDOESTEVIGILNCIA SADE

PROT: 08/50/01700 PSOINTERESSADO: TRAUMDICA INDUSTRIAIS E IMPLANTE.ASSUNTO: RENOVAO DE LICENA.DEFERIDO.

ELEN FAGUNDES C. TELLICoor.Visa Sudoeste

CORDENADORIA DISTRITAL DE SADE NORTEVIGILNCIA SANITRIA

N PROTOCOLO: 08/60/02296 PNINTERESSADO: RODOLUX TRANSPORTES LTDA MEASSUNTO: RENOVAO DE LICENA DE FUNCIONAMENTO E ASSUNO DE RESPONSABILIDADE TCNICA DE CHRISTIANE SAQUE SPEDO, CRF/SP N 14383DEFERIDO

10 Campinas, quarta-feira, 29 de outubro de 2008Dirio Ofi cial do Municpio de Campinas

N PROTOCOLO: 08/60/02817 PNINTERESSADO: RODOLUX TRANSPORTES LTDA MEASSUNTO: BAIXA DE RESPONSABILIDADE TCNICA DE DANIELA LAMO QUINALHA DE ABREU, CRF N 27101DEFERIDO

N PROTOCOLO: 08/60/02415 PNINTERESSADO: JULIANA CRISTINA GARDELINASSUNTO: RENOVAO DE LICENA DE FUNCIONAMENTO DEFERIDO

N PROTOCOLO: 08/60/02490 PNINTERESSADO: GILSON PRADO RODRIGUESASSUNTO: RENOVAO DE LICENA DE FUNCIONAMENTODEFERIDO

N PROTOCOLO: 08/60/02445 PNINTERESSADO: GENTICA MDICA E FORENSE SC LTDAASSUNTO: RENOVAO DE LICENA DE FUNCIONAMENTO DEFERIDO

N PROTOCOLO: 08/60/02649 PNINTERESSADO: UNIODONTO DE CAMPINAS COOPERATIVA ODONTOLGICAASSUNTO: RENOVAO DE LICENA DE FUNCIONAMENTODEFERIDO

N PROTOCOLO: 08/60/02836 PN DE 13/10/2008INTERESSADO: JAIRO SRGIO SZRAJERASSUNTO: LAUDO DE AVALIAO SANITRIACNAE: 8630-5/03INDEFERIDO VERIFICADO IN LOCO QUE NO ENDEREO FORNECIDO PELO INTERESSADO FUNCIONA UM ESTACIONAMENTO E ANEXO A ESTE (PORM COM ENTRADA PELA RUA PADRE BARTOLOMEU DE GUSMO) H UM SERVIO DE FISIOTERAPIA, SENDO CONSTATADO, EM VISTORIA E CONFORME INFORMAO FORNECIDA, QUE NO H CONSULTRIO MDICO NO LOCAL. VERIFICADO AINDA INCONFORMIDADE NO PREENCHIMENTO DOS ITENS E.5, E.6 E E.11 (DO REQUERIMENTO DE AVALIAO DE PROJETOS DE EDIFICAES, INSTALAES E EMPREENDIMENTOS DE INTERESSE SADE) E QUANTO AO TIPO DE PROCEDIMENTO MDICO REALIZADO (COMPLEMENTO PARA ESTABELECIMENTOS COM ATIVIDADES DE CLNICAS E CONSULTRIOS MDICOS).

N PROTOCOLO: 08/60/02840 PN DE 13/10/2008INTERESSADO: KARINA CHAVES NEVESASSUNTO: LAUDO DE AVALIAO SANITRIACNAE: 8711-5/02DEFERIDO COM CONDICIONANTES

N PROTOCOLO: 08/60/02416 PNINTERESSADO: GIOVANA CAMILA GARDELINASSUNTO: RENOVAO DE LICENA DE FUNCIONAMENTO CONS.C/ RXDEFERIDO

N PROTOCOLO: 08/60/02788 PNINTERESSADO: WHITE MARTINS GASES INDUSTRIAIS LTDAASSUNTO: RECURSO REFERENTE AO AUTO DE INFRAO N 3227INDEFERIDO

Campinas, 28 de outubro de 2008.CELI V. R. MUNHOZ

Coordenadora Da Vigilncia Sanitria Norte

O COODENADOR DA VIGILNCIA EM SADE SUL DO MUNICPIO DE CAMPINAS COMUNICA:

PROTOCOLO: 08/70/05865 PSINTERESSADO: UNI COMERCIO DE PEAS AUTOMOTIVAS LTDA MEASSUNTO: RECURSO AO AUTO DE INFRAO N 8979INDEFERIDO POR NO REALIZAR AS ADEQUAES SOLICITADAS, CONFORME VERIFICADO EM VISTORIA TCNICA NO LOCAL, MANTENDO-SE ASSIM AS CONDIOES PROPRIAS PARA O ACUMULO DE GUA E PROLIFERAO DE ANIMAIS E INSETOS QUE PODEM OFERECER RISCO A SADE.

PROTOCOLO: 08/70/06644 PSINTERESSADO: SPARTAN DO BRASIL PRODUTOS QUMICOS LTDAASSUNTO: CRONOGRAMA DE ADEQUAODEFERIDO

PROTOCOLO: 08/70/06498 PSINTERESSADO: ASSOCIAO ASSISTENCIAL DOS DIREITOS HUMANOS E SOCIAIS REGIO DE CAMPINAS E DO ESTADO DE SO PAULOASSUNTO: REQUERIMENTO DE AMPLIAO DE ATIVIDADEINDEFERIDO POR INSUFICIENCIA DE INFORMAES PARA AVALIAR O PEDIDO, A SABER: DOCUMENTO DE INTENO, PLANTA BAIXA, MEMORIAL DESCRITIVO E MEMORIAL DE ATIVIDADES DE EDIFICAO A SER USADO. CASO VA OCORRER DUVIDA, APRESENTAR PLANO DE CONTINGENCIAMENTO E CRONOGRAMA.

PROTOCOLO: 07/70/02730 PSINTERESSADO: VEREDA INDUSTRIA E COMERCIO DE PRODUTOS PARA LIMPESA LTDA MEASSUNTO: LICENA DE FUNCIONAMENTO INICIAL INDEFERIDO POR EXISTIR PROTOCOLO DE MESMO TEOR E ASSUNTO COM ATA MAIS RECENTE.

PROTOCOLO: 08/70/04823 PSINTERESSADO: CLNICA OTORRINOLARINGOLOGIA INST. PENIDO BURNIER S/C LTDAASSUNTO: RENOVAO DE LICENA DE FUNCIONAMENTO DEFERIDO

PROTOCOLO: 08/70/04822 PSINTERESSADO: CLNICA OTORRINOLARINGOLOGIA INST. PENIDO BURNIER S/C LTDAASSUNTO: RENOVAO DE LICENA DE FUNCIONAMENTODEFERIDO

PROTOCOLO: 08/70/04972 PSINTERESSADO: SOCIENDADE ABASTECIMENTO SANASAASSUNTO: BAIXA DE RESPONSABILIDADE LEGAL DE LUIZ AUGUSTO CASTRILLON DE AQUINO CPF 82032386887DEFERIDO

PROTOCOLO: 08/70/04971 PSINTERESSADO: SOCIENDADE ABASTECIMENTO SANASAASSUNTO: ASSUNO DE RESPONSABILIDADE LEGAL DE LAURO PRICLES GONALVES CPF 02309920800DEFERIDO

PROTOCOLO: 08/70/01296 PSINTERESSADO: IRMOS GUIMARES LTDAASSUNTO: ASSUNO DE RESPONSABILIDADE TECNICA DE LUIZ OSRIO SILVEIRA LEIRA CRF

SP 43388DEFERIDO

PROTOCOLO: 08/70/06307 PSINTERESSADO: BIO BONT INDUSTRIA DE COMERCIO DE COSMETICOS LTDA MEASSUNTO: ASSUNO DE RESPONSABILIDADE TECNICA DE KETE JULIENE MATSUMOTO P VALENCA BIANCO CRF SP 46.756DEFERIDO

PROTOCOLO: 07/70/06059 PSINTERESSADO: PENSO CASA DE REPOUSO SO JERNIMO LTDA MEASSUNTO: LICENA DE FUNCIONAMENTO INICIALDEFERIDO

PROTOCOLO: 07/70/07714 PSINTERESSADO: CARREFOUR COMRCIO E INDUSTRIA LTDAASSUNTO: LICENA DE FUNCIONAMENTO INICIAL / ASSUNO DE RESPONSABILIDADE TECNICA DE TALES DE SOUZA OLIVEIRA CRF SP 39407 / ASSUNO DE CO-RESPONSABILIDADE TECNICA DE SILVIA CRISTINA DE ALMEIDA BARGUEIRAS CRF SP 40425.DEFERIDO

PROTOCOLO: 08/70/05749 PSINTERESSADO: CLIA KIMICO MIYAGUSKOASSUNTO: RENOVAO DE LICENA DE FUNCIONAMENTO C/ EQUIPAMENTO DE RAIOS X ODONTOLOGICO INTRA-ORAL, NUMERO DE SERIE: 9.756, MARCA E MODELO: SPECTRO II, CORRENTE E TENSO: 60 KVP 10 MA.DEFERIDO

PROTOCOLO: 08/70/05166 PSINTERESSADO: ASSOCIAO DOS CIRURGIES DENTISTAS DE CAMPINASASSUNTO: RENOVAO DE LICENA DE FUNCIONAMENTO C/ EQUIPAMENTOS DE RAIOS X ODONTOLOGICO INTRA-ORAL, NUMERO DE SERIE:063, MARCA E MODELO: ATLANTE / SPECTRO 70 X, CORRENTE E TENSO: 70 KVP 8 MA.RAIOS X ODONTOLOGICO INTRA-ORAL, NUMERO DE SERIE:0593, MARCA E MODELO: DABIATLANTE / SPECTRO , CORRENTE E TENSO: 70 KVP 8 MA.RAIOS X ODONTOLOGICO INTRA-ORAL, NUMERO DE SERIE:0663, MARCA E MODELO: DABIATLANTE / SPECTRO 70 X, CORRENTE E TENSO: 60 KVP 8 MA.RAIOS X ODONTOLOGICO INTRA-ORAL, NUMERO DE SERIE:0664, MARCA E MODELO: DABIATLANTE / SPECTRO 70 X, CORRENTE E TENSO: 60 KVP 8 MA.RAIOS X ODONTOLOGICO INTRA-ORAL, NUMERO DE SERIE:0666, MARCA E MODELO: DABIATLANTE / SPECTRO 70 X, CORRENTE E TENSO: 60 KVP 8 MA.RAIOS X ODONTOLOGICO INTRA-ORAL, NUMERO DE SERIE:1.185, MARCA E MODELO: DABIATLANTE /