Exercicio Arte

  • View
    339

  • Download
    1

Embed Size (px)

Text of Exercicio Arte

GABARITO EXERCCIO DE ARTE01) A partir do sculo XVI, artistas estrangeiros, integrantes das diversas expedies artsticas e cientficas que percorreram o territrio brasileiro, produziram imagens documentando, em detalhes, aspectos da paisagem, da flora e da fauna. Nesse contexto, destacam-se as pinturas do gnero natureza-morta. Analise as figuras a seguir.

Com base no texto, nas imagens e nos conhecimentos sobre o tema, correto afirmar que so pinturas do gnero naturezamorta e que se inserem no contexto retratado pelos viajantes daquele perodo no Brasil apenas as imagens:

Resposta correta: alternativa A ( So naturezas-mortas as obras I e III)

Imagem referente as questes 02 03 - 04

Ao longo do tempo, o tema trabalho tem aparecido na obra de diferentes artistas. Cndido Portinari, um dos artistas mais representativos da arte brasileira, apresenta, em 1934, a pintura Lavrador. Em 1985, Sebastio Salgado fotografa um trabalhador rural da regio cacaueira. Com base nas imagens e nos conhecimentos sobre o tema, considere as afirmativas a seguir I. Em ambas as imagens, a condio de trabalhador se revela nos instrumentos e no corpo dos indivduos. II. Ambas demonstram a busca da elegncia e do requinte formal pelos artistas que se atm mincia descritiva dos objetos representados. III. Ambas enaltecem o homem trabalhador, valorizando a sua imagem, a despeito das condies em que vive e trabalha. IV. A pintura de Portinari apresenta uma viso pessoal e potica do artista, diferentemente da fotografia que se limita a registrar um fato. Esto corretas apenas as afirmativas: Resposta correta: alternativa A

03- Cndido Portinari e Sebastio Salgado, recorrendo a distintas manifestaes artsticas, respectivamente pintura e fotografia, podem ser considerados intrpretes do Brasil. Com base na leitura das imagens, correto afirmar: A) Pintor e fotgrafo, independentemente de uma posio temporal e de um lugar social, oferecem uma interpretao da sociedade brasileira que acentua as mudanas no mundo do trabalho no campo. B) Os dois artistas representam com imparcialidade o trabalhador rural brasileiro de suas pocas, sem inteno de problematizar a relao capital-trabalho. C) As duas obras oferecem uma compreenso plena sobre o mundo do trabalhador rural, sendo excludentes em suas narrativas, uma vez que a pintura representa uma situao fictcia que rompe com o passado. D) A fotografia supera a interpretao anterior do pintor, eliminando o valor e a necessidade dela para se compreender o mundo do trabalho no campo. E) O mundo do trabalhador rural brasileiro (re)conhecvel pelo dilogo e confronto entre as diferentes interpretaes feitas em pocas distintas, que oferecem um sentido realidade.

04- Com base nas imagens de Portinari e de Sebastio Salgado e nos conhecimentos sobre o trabalho no meio rural brasileiro, considere as afirmativas a seguir. Esto corretas apenas as afirmativas: ( V )I. As imagens mostram trabalhadores rurais cujas atividades necessitam do emprego de fora muscular, em uma situao de baixo nvel de mecanizao na produo. ( F )II. As imagens de Portinari e Sebastio Salgado mostram trabalhadores rurais volantes que atuam em culturas temporrias, respectivamente nas regies Norte e Centro Oeste. ( V )III. As imagens remetem ao trabalho no campo, onde, a despeito das profundas alteraes nas relaes de produo, persistem condies de trabalho precrias. ( F ) IV. As imagens mostram a necessidade da figura do capataz na fiscalizao das atividades do trabalhador rural a fim de otimizar a produo.

05) Analise a figura A partir da segunda metade do sculo XIX o capitalismo industrial desenvolveu-se de forma acelerada em diversos pases da Europa ocidental. Esse desenvolvimento teve profunda influncia na constituio das cincias humanas, enquanto campo de conhecimento fundado em bases cientficas, mas tambm se refletiu no campo das artes, com diversos pintores abordando a temtica do trabalho e das condies de vida das classes trabalhadoras. Dentre esses artistas encontra-se Edvard Munch (1863-1944), que procurou traduzir os efeitos desse cotidiano sobre os trabalhadores no quadro Operrios na sada da fbrica. Com base na imagem e nos conhecimentos sobre o tema, assinale a alternativa que apresenta a interpretao que remete condio geral que estavam submetidos os operrios fabris na transio do sculo XIX para o sculo XX, na Europa. a) Meu corao encontrava sua felicidade em meu trabalho; o fruto que dele eu retirava. (Antigo Testamento, Eclesiastes) b) O trabalho afasta de ns trs grandes males: a contrariedade, o vcio e a necessidade. (Voltaire, Candido) c) necessrio trabalhar [...], uma vez que, tudo bem verificado, trabalhar menos fastidioso do que se divertir. (Charles Baudelaire, Jornais ntimos) d) Escravo do trabalho, no somente em ns homens/ Que verdadeiros filhos do sofrimento e de misrias somos. (Ronsart, Hino Morte) e) Nenhum homem, segundo a ordem da Natureza, nasceu para o trabalho infrutfero/ Nenhum [homem] para a felicidade sem trabalho. (Mirabeau, Os Economistas)

06) A imagem fotogrfica mostra um casal em sua habitao. Assinale a alternativa em que o texto potico apresenta clara correspondncia temtica com a imagem.a) [...] Faa os gestos certos O destino vai ser teu aliado, Ouo uma voz dizendo Do fundo mais fundo do passado. Hoje no fao nada direito, Que preciso muito mais peito Pra fazer tudo de qualquer jeito. Ai do acaso, Se no ficar do meu lado. (Paulo Leminski. Luto por mim mesmo)

b) O vento varria as folhas, O vento varria os frutos, O vento varria as flores... E a minha vida ficava Cada vez mais cheia De frutos, de flores, de folhas. (Manuel Bandeira. Poesia Completa & Prosa)

c) Ponho no vento o ouvido e escuto a brisa Que brinca em teus cabelos e te alisa Ptria minha, e perfuma o teu cho... Que vontade me vem de adormecer-me Entre teus doces montes, ptria minha Atento fome em tuas entranhas E ao batuque em teu corao. (Vinicius de Moraes. Poesia Completa e Prosa)

d) Tem gente sem esperana. E no o desalento que voc imagina Entre o pesadelo e o despertar. Tem gente pelos cantos. E no so os cantos que voc imagina Entre o passeio e a casa. Tem gente sem dinheiro. E no a falta que voc imagina Entre o presente e a mesada. [...] (Ulisses Tavares. Alm da Imaginao)

e) [...] ouvi a minha voz estudando e a de outros pela manh, tarde, de noite escrevendo em letras midas num morro. tudo azul. (Sergio Rubens Sossella. s.n.)

07) O trecho a seguir refere-se descrio da personagem Dona Flor, do romance Dona Flor e seus Dois Maridos, de Jorge Amado. [...] era bonita, agradvel de ver-se: pequena e rechonchuda, de uma gordura sem banhas, a cor bronzeada de cabo-verde, os lisos cabelos to negros a ponto de parecerem azulados, olhos de requebro e os lbios grossos um tanto abertos sobre os dentes alvos [...]. Essa descrio remete a um elemento temtico recorrente na obra de um dos artistas modernistas brasileiros. Assinale a alternativa que o identifica corretamente. a) Emiliano Di Cavalcanti.

08) Assistimos ento a um afastamento de Tarsila da estrutura cubista. A direo que a seduz agora o surrealismo, mas no necessariamente a escola. [...] Ocorre na obra de Tarsila uma libertao quase anarquista do inconsciente. a fase em que a artista alcana uma expresso solta e livre, onde o poltico fica menos explcito. (JUSTINO, Maria Jos. O Banquete Canibal. Curitiba: Editora da UFPR, 2002. p. 84.)

Com base no texto e nos conhecimentos sobre o tema, correto afirmar que pertencem fase descrita no texto apenas as imagens:

Resposta correta: alternativa D ( As obras I II IV So da fase surrealista de Tarsila do Amaral )

09) A pintura de Ismael Nery (1900-1934) trata de ambigidade e da androginia, temas comuns ao surrealismo e pintura metafsica, com um tratamento plstico que ordena as imagens em planos deslocados, desdobrados ou rebatidos. Analise as imagens a seguir. Com base no texto e nos conhecimentos sobre o artista, correto afirmar que so reprodues de obras de Ismael Nery apenas as imagens:

Resposta correta: As obras II e III

10) Analise as imagens e leia o texto a seguir.

[...] O artista expressionista transfigura assim todo o espao. Ele no olha: v; no narra: vive; no reproduz: recria; no encontra: busca. A concatenao dos fatos fbricas, casas, doenas, prostitutas, gritos e fome substituda por sua transfigurao [...]. (MICHELI, Mrio. As vanguardas artsticas. So Paulo: Martins Fontes, 1991. p. 75.) Com base no texto e nos conhecimentos sobre arte brasileira, correto afirmar que as imagens que se aproximam do expressionismo so:

Resposta correta: alternativa A ( As obras 1 e 2 so obras expressionistas )

10) Alfredo Volpi no gostava de ser identificado como o pintor das bandeirinhas. No desenvolvimento de sua potica, pouco difundida a influncia dos afrescos de Giotto (pintor italiano proto-renascentista). Algumas caractersticas que podemos encontrar nos afrescos do artista italiano lanam luz sobre as qualidades pictricas encontradas nos trabalhos de Volpi. Com base no texto e nos conhecimentos sobre a potica de Volpi, correto afirmar: a) Suas pinturas parecem gastas, devido transparncia singular que se obtm com a tcnica da tmpera a ovo. b) Em suas composies, a elaborao das cores orientada por efeitos de luz e sombra, reforando a dramaticidade da cena. c) Buscava orientao nas pinturas de paisagens do sculo XVII, reforando em sua obra o sentido da luz ambiente. d) Suas pinturas baseiam-se na observao de reflexos coloridos na gua, em telas de grandes dimenses. e) Seu procedimento pictrico intensifica a irritabilidade das faculdades do esprito, excluindo a possibilidade de qualquer deduo mental consciente.

11) Emiliano Di Cavalcanti, carioca de nascimento, foi um dos idealizadores do movimento que resultou na Semana de Arte Moderna de 1922 e um dos mais ativos pintores brasileiros. A recorrn